O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Qualidade de software, muito além dos testes - RP Tec Com - 2018

36 visualizações

Publicada em

Quem nunca pensou que qualidade de software, ou QA, fosse apenas testar o software? Mas não, somos (profissionais de qualidade de software) muito mais do "garotos do teste".

Palestra ministrada e apresentada no evento RP Tec Com, na cidade de Ribeirão Preto, em 18/08/2018.

Publicada em: Software
  • Seja o primeiro a comentar

Qualidade de software, muito além dos testes - RP Tec Com - 2018

  1. 1. Qualidade de Software Muito além dos testes
  2. 2. Quem sou eu Gustavo Bernardes Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pelo Centro Universitário Barão de Mauá (2013) MBA em Gestão de Qualidade de Software, com ênfase em CMMI, pelo Centro Universitário de Araraquara (2017) Analista de Qualidade de Software há mais de 4 anos (desde Janeiro de 2014), tendo atuado em projetos de grandes empresas (Vale, Sanofi, Bunge, Grupo Fleury) e atualmente na Swfast
  3. 3. Qualidade, o que é?
  4. 4. “QUALIDADE é o grau no qual um conjunto de características inerentes, satisfaz a requisitos.” (ISO 9000) Qualidade, o que é?
  5. 5. A noção de qualidade varia de individuo para individuo: Um restaurante tem qualidade pelo seu atendimento; Um carro tem qualidade por não dar manutenção; Uma roupa tem qualidade por não descosturar facilmente; Um sistema operacional tem qualidade pois é fácil de usar. Qualidade, o que é?
  6. 6. E a Qualidade de Software?
  7. 7. “Software de qualidade é fácil de usar, funciona corretamente, é de fácil manutenção e a integridade dos dados em falhas do ambiente ou outras fora do seu controle” Parece, mas não é fácil. Qualidade de Software
  8. 8. Importante: não confunda Qualidade com Teste. Qualidade não é só teste, mas teste é qualidade (área de processo); A soma de testes e processos bem definidos resulta em qualidade. Qualidade de Software
  9. 9. Como medir a qualidade?
  10. 10. • ISO 9126 – Qualidade do Produto • ISO 12207 – Processos de Ciclo de Vida de Software Medindo a qualidade
  11. 11. ISO 9126 Dividida em três Atributos de Qualidade, cada qual com suas características: Medindo a qualidade
  12. 12. ISO 9126 – Qualidade Externa As métricas externas avaliam os requisitos e as funcionalidades aplicadas ao projeto, durante sua fase de teste e/ou operação. Medindo a qualidade
  13. 13. Requisitos x Funcionalidades = menor número de bugs Quanto mais abrangente meu cenário, mais código testado/validado. Medindo a qualidade
  14. 14. ISO 9126 – Qualidade Interna As métricas internas avaliam a especificação ou o código fonte de um produto de software. Podem ser usadas também em partes intermediárias do produto em desenvolvimento para garantir a qualidade final. Medindo a qualidade
  15. 15. A identação neste caso, ou a falta dela, pode ser considerado um padrão de qualidade. Uma vez que, esteja documentado no modelo de desenvolvimento da organização. Medindo a qualidade
  16. 16. ISO 9126 – Qualidade em Uso Medem quanto um produto de software atende às necessidades de um usuário específico. As medidas são obtidas pela observação do uso do produto ou por uma simulação de um ambiente real. Medindo a qualidade
  17. 17. Medindo a qualidade
  18. 18. Medindo a qualidade Intuitivo ou funcional? Tudo depende das métricas definidas.
  19. 19. O que mais medir: • Qualidade do processo; • Qualidade dos requisitos; • Qualidade do escopo; • Qualidade da integração (dependendo do ponto de vista, faz parte do processo); Medindo a qualidade
  20. 20. E a qualidade nos projetos de software?
  21. 21. Toda metodologia de gerenciamento de projetos possui tópicos específicos para tratar a qualidade. Qualidade X Projeto
  22. 22. Buscar atender as necessidades dos usuários em 100% dos requisitos funcionais (explícitos); Buscar atender 100% dos requisitos não funcionais (implícitos); Possuir um software sem falhas; Qualidade X Projeto
  23. 23. E o mercado, como vê a Qualidade de Software?
  24. 24. O popular QA (as vezes tester, as vezes QA mesmo) Qualidade X Mercado
  25. 25. Tipos de QA: • Técnico: valida código fonte e padrões de desenvolvimento (também conhecido como líder técnico); • Processual: valida as fases do processo de desenvolvimento; • Conceitual: valida os requisitos; O QA valida/qualifica, o tester testa. Qualidade X Mercado
  26. 26. Processos do QA: • Elaborar e aplicar métricas de qualidade; • Gerir dados das métricas e apresentar resultados de qualidade; • Documentar processos de qualidade; QA não faz milagre, nem “obriga” ninguém a desenvolver com qualidade, apenas mede o resultado. Qualidade X Mercado
  27. 27. Infelizmente, o mercado subestima a importância do Analista de Qualidade, assim como do Tester. Qualidade “aumenta” o custo de desenvolvimento, mas diminui de manutenção (pense nisso!). Ter um Analista de Qualidade não garante que todos os seus problemas serão resolvidos. Qualidade X Mercado
  28. 28. Dúvidas?
  29. 29. Obrigado! Contatos gustavobmm gustavobmm gustavobernardesmmachado@gmail.com

×