Edição 128 SERRANO

71 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
71
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Edição 128 SERRANO

  1. 1. Nº 128 – ANO III - Alcântaras, 29 de Setembro de 2012 ECOS E O ENSINO SUPERIOR RAPIDINHAS Desde a fundação da Entidade Cooperativista Sustentável - ECOS em 06 de março de 20101. O Blog Portal Jovem está no município de Alcântaras os projetos desta organização vêm sendo utilizados comorealizando uma pesquisa virtual consultas para a elaboração de pesquisas, projetos e até monografias de vários acadêmicos..visando saber quem é o MaiorAlcantarense lsssaf de todos os A ECOS que em menos de três anos já desenvolve cinco micro projetos em Alcântaras temTempos, para participar basta sido bastante procurada para prestar colaboração a estudantes do cursos de biologia, história,acessar seu endereço eletrônico e geografia e ultimamente letras. Com ações e campanhas voltadas a ecologia e cultura local, alguns projetos desta organização tem despertado o interesse de acadêmicos e servido com Nº 128 -ANO III - Alcântaras - Ceará, 29 de Setembro de 2012 – Impresso Oficial da ECOSclicar no link da pesquisa na barra recursos teóricos para o processo de elaboração de artigos, trabalhos e atélateral do blog. monografias. Inicialmente entrevistados por uma estudante do curso de Geografia da UVA, integrantes da ECOS responderam a um questionário avaliativo de cerca de 15 questões a2. Tem encerramento hoje a Festa respeito das praticas cooperativistas desenvolvidas pela ECOS; posteriormente já no ano de DEBATE PJ 2012 FOI CANCELADOde São Vicente de Paulo 2012. 2012 a ECOS através dos projetos Reciclar e Informativo Semanal o Serrano também tem sidoSanta Missa ocorrer as 19 horas. procurada para colaborar com informações a serem implementadas nos trabalhos acadêmicos.Participe! O segundo debate eleitoral que estava sendo organizado pela PJ de Desta vez uma aluna de Massapê que faz especialização em ciências biológicas tomou como Alcântaras foi cancelado. O evento que iria correr neste dia 30 de3 . A ECOS torna publico que base as praticas de reciclagem da ECOS e ultimamente uma estudante de especialização em setembro de 2012, foi anulado devido a desistência do candidato dalamenta profundamente o triste Letras solicitou informações sobre o Informativo Semanal o Serrano também para fundamentar coligação “Alcântaras de Paz e Progresso” em participar do evento.acontecimento de dois suicídios sua pesquisa.A Organização que atualmente desenvolve três projetos na área cultural ( Cine ECOS, O Serrano e Jovens Escritores) e três projetos na área ambiental ( Projeto Sabão Neste sentido o debate foi anulado em virtude dos membros daregistrados no município nesta Ecológico e Reciclar) a partir de recursos próprios e parcerias firmadas com instituições e Comissão Organizadora afirmarem que não faria sentido um debateultima sexta-feira,28. Ao mesmotempo que manifesta apoio à estabelecimentos de Alcântaras, também tem intensificado ações e campanhas voltadas a com apenas um prefeiturável.amigos, admiradores e familiares educação ambiental como as campanhas de troca de garrafas pets, Dia "D" de mutirão de Limpeza das Margens do Açude Pinga e Todos contra as queimadas 2012, mostrando-se . Em 2011, devido a realização das Eleições Suplementares, as Entidades SINDICAN, ECOS e RJC promoveram como exemplo de organização comprometida, dedicada e verdadeiramente capaz de4 – No Ceará bancos continuam o I Debate Eleitoral de Alcântaras e primeiro da Zona Norte, o evento que foi realizado graça a presença dos transformar nossa realidade.de greve, mesmo após tentativa candidatos, Antônio Marcos (PRP) e Charlys Menezes (PSOL) foi realizado com sucesso, porém na épocade acordo. Em todo o Estado Eliésio Fonteles também se negou a participar do evento. Assessoria de Comunicação da ECOS69% das agências foram afetadaspela greve. Em 2012, a Comissão Organizadora afim de evitar o insucesso do evento devido apenas a disputa entre duas “TODAS AS INFORMAÇOES AQUI CONTIDAS SÃO DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS coligações teria consultado previamente os dois candidatos que de imediato confirmaram o desejo de participar. AUTORES E/OU FONTES CITADAS” Entretanto já depois de divulgado a data do evento, discutido regras, e acertado os últimos detalhes com os dois grupos, a coligação “Alcântaras de Paz e Progresso” informou à Comissão Organizadora que seu candidato não mais iria se fazer presente do DEBATE PJ 2012, justificando que Eliésio Fonteles teria confirmado sua presença sem consultar a aliança partidária de sua campanha, e que, integrantes da comissão poderiam manter intima ligação com o grupo opositor. ADRIANO Conforme afirmado ao Serrano o presidente da Comissão Organizadora,- Pe. Edmilson e os integrantes da VARIEDADES Pastoral da Juventude lamentaram profundamente o ocorrido, considerando o grande esforço e empenho Tudo em um só lugar !! demonstrado pela equipe para realização do evento.Ainda segundo a comissão, a justificativa apresentada não teria fundamentação lógica e coerência argumentativa o que teria desencadeado na Comissão Organizadora o levantamento de questionamentos referentes a valorização da realização do Debate considerando o real motivo do candidato negar-se pela segunda vez a participar de um debate político d a desistência de expor suas propostas de forma discursiva e participativa ao eleitorado alcantarense, bem como ouvintes e internautas. Ainda para os organizadores com esta decisão a população alcantarense seria a principal atingida devido a perca de uma nova oportunidade de ver os candidatos frente a frente, comparar suas propostas e fazer de fato uma campanha política democrática, participativa diferente da política indecente feita em cima de “palanques” e através das “charangas” que circulam por todo o município.A PJ que lançou nota oficial sobre o assunto nesta ultima sexta-feira,28 deverá em breve disponibilizar o documento na internet. Equipe Editora
  2. 2. Nº 128 – ANO III – Alcântaras 29 de Setembro de 2012 Nº 128 – ANO III – Alcântaras 29 de Setembro de 2012 MEIO AMBIENTE E OS PLANOS DE GOVERNO 2012 A TELEVISÃO E A VIDA DOS TUDO É POLÍTICA, MEU IRMÃO! ALCANTARENSES SEGUNDO O IBGEAlcântaras está localizado na Área de Proteção Ambiental,-APA da Serra da Meruoca por isso seus governantes Não há saída: estamos todos sujeitos ao Estado. E este é Segundo dados do Instituto Brasileiro de governado pelo partido vitorioso nas eleições. Portanto, ficardeveriam sempre estar atentos para a área ambiental do município, a população também deve por sua vez estar a Geografia e Estatística – IBGE (censo indiferente é passar cheque em branco, assinado e de valorparte das políticas públicas direcionadas ao setor de meio ambiente na região 2010), a Televisão é o bem mais presente ilimitado, a quem governa. Governo e Estado são indiferentes à na vida dos alcantarenses, nos 2.859 nossa indiferença e aos nossos protestos individuais.Entretanto o que se nota é o desinteresse dos atuais candidatos que se demonstram despreocupados com essa domicílios particulares permanentestemática. Para isso averiguamos o fundamento lógico das propostas para o Meio Ambiente dos planos de governos existentes em Alcântaras. Há 10 anos atrás Sei que muitos não gostam de política, assim como muitos nãoque os atuais candidatos a prefeito apresentaram . Veja: era o rádio o aparelho doméstico mais gostam de forró, de carne de gado, da cor marrom, e de tantas Com base nas propostas divulgadas no site do TER o candidato a prefeito da coligação “Alcântaras de Paz e presente nas casas dos brasileiros outras coisas. Impossível é ignorar que todos os aspectos deProgresso”, apresenta as seguintes propostas na área de meio ambiente reflorestamentos, poços profundos eequipamentos para poços e construção de chafarizes.O candidato da coligação “Alcântaras Levada a Sério, nossa existência, do primeiro respiro ao último suspiro, têm a ver Na pesquisa os bens que mais aparecem com política.apresentou as propostas referente ao apoio e incentivo ao desenvolvimento de uma política de conservação de dos nas estatísticas são: televisão aparece emrecursos naturais e preservação do meio ambiente; adesão ao consórcio municipal para a formação de aterros 2.602 domicílios; geladeira em 2.358; o Veja só, todas as nossas fases estão “ministeriados” dosanitários; aproveitamento energético do gás metano proveniente do “lixão” de Alcântaras; Implantação do programa rádio em 2.300; a motocicleta em 1.030; o nascimento à morte. Ao nascer, o registro segue para o MinistérioColeta Seletiva Municipal; Implantação do programa Agente de Turismo; Replantio da mata ciliar do Riacho Pau automóvel para uso particular em 219; o da Justiça. Vacinados, ao Ministério da Saúde; ao ingressar naFerrado em parceria com o IBAMA e ONGs afins. Pelo observado as propostas muitas vezes fogem da realidade microcomputador em 183 e a máquina de escola, ao Ministério da Educação; ao arranjar emprego, aomunicipal como a utilização do gás metano ( uma realidade apenas de grandes metrópoles como São Paulo), uma lavar roupa em 117 domicílios todos Ministério do Trabalho; ao tirar habilitação, ao Ministério dasvez que o custo é elevadíssimo e para isso seria necessário a adequação do lixão municipal, previsto para ser particulares permanentes em Alcântaras. Cidades; ao aposentar-se, ao Ministério da Previdência Social; aobanido até 2014 pelo MMA .Em outra analogia feita por nossa equipe identificamos que as propostas auto secontradizem, quando o município para fazer parte do aterro necessita do processo de coleta seletiva e da extinção morrer, retorna-se ao Ministério da Justiça. E nossas condições de Para o IBGE o domicílio particular vida, como renda e alimentação, dependem dos ministérios dado lixão a céu aberto o que impossibilitaria a utilização do gás produzido. Sobre as propostas de reflorestamentos de permanente é aquele onde as pessoas Fazenda e do Planejamento.margens de riachos, estas não seriam propostas uma vez que pela Lei Municipal é papel do município exercer fixam moradia, são esses domicílio queações em defesa do meio ambiente através de departamentos e conselhos. Infelizmente nossos candidatos estão sendo considerados nas Em tudo há política. Para o bem ou para o mal. A política se fazexpuseram nas vagas estratégias muitas vezes copiadas de outras cidades e/ou insuficientes e não verdadeiras informações acima. Existem ainda os presente até no calendário. Já reparou: dezembro, último mês dopropostas capazes de transformar o panorama ambiental do município tanto degradado pelas queimadas, pelo domicílios improvisados, que são aqueles ano, deriva de dez? Novembro de nove, outubro de oito, setembrodesrespeito a fauna e flora e aos recursos naturais devido a falta de conhecimento, investimentos em praticas utilizados para passar o final de semana de sete?agroecologicas, criação de leis ambientais e de gestores que efetivamente valorizem o potencial ecológico que a ou férias; os domicílios coletivos, masserra pode oferecer em prol do desenvolvimento desta cidade. Meio ambiente não é uma simples palavra bonita, estes últimos não foram considerados na Outrora o ano tinha dez meses. O imperador Júlio César decidiumas o espaço a qual habitamos e dependemos para sobreviver. pesquisa citada. acrescentar um mês em sua homenagem. Criou julho. SeuPara conhecer as demais propostas dos candidatos acesse o site: http://divulgacand2012.tse.jus.br sucessor, Augusto, não quis ficar atrás. Criou agosto. Como os A pesquisa revelou uma revolução na meses se sucedem na alternância 31/30, Augusto não admitiu que Equipe Editora aquisição de bem duráveis nas residências, seu mês tivesse menos dias que o do antecessor. Obrigou os uma realidade diferente da década de 70, astrônomos da corte a equipararem agosto e julho em 31 dias. ECOS EM REVISTA onde para assistir os moradores da sede Eles não se fizeram de rogados: arrancaram um dia de fevereiro e A Entidade Cooperativista Sustentável – ECOS virou matéria de revista, A dirigiam-se a Praça Gregório Cunha para resolveram a questão. ONG alcantarense citada na página 18 da Revista Café e Cultura ganhou assistir coletivamente novelas na “única” espaço devido a experiência exitosa do projeto sabão ecológico desenvolvido televisão publica da cidade que ainda Faça como o Estado: deixe de lado a emoção e pense com a pela organização há mais de dois anos no município.A Diretoria da ECOS que transmitia em preto e branco. razão. As instituições públicas são movidas por políticos e havia sido procurada em maio passado para uma entrevista à revista, expôs os pessoas indicadas por eles. Todos os funcionários são nossos princípios da criação da ONG, bem como os projetos ambientais desenvolvidos Ao mesmo tempo em que este bem torna- empregados. A nós devem prestar contas. Temos o direito de pela mesma no município de Alcântaras, parceiros e ações. Com a manchete se mais presente na vida dos cobrar, exigir, reivindicar, e eles o dever de responder às nossas Ong de Alcântaras – Semeando um futuro melhor para o planeta a ECOS faz alcantarenses algumas considerações expectativas. parte de um conjunto de outras entrevistas evidenciadas na revista patrocinada devem ser avaliadas devido as duas pela PETROBRAS e emitida pelo Instituto de Ecologia Social Carnauba vertentes que este equipamento influencia A autoridade é a sociedade civil. Exerça-a. Não dê seu voto a através da I Semana Agroflorestal da Serra da Meruoca realizada em maio na vida das pessoas, sobretudo de nossas corruptos nem se deixe enganar pela propaganda eleitoral. Vote deste ano. Na mesma época a ECOS também foi procurada pela rádio crianças que ainda passam horas em no futuro melhor de seu município. Vote na justiça social, na Tupinambá para da uma entrevista ao vivo durante um programa com enfoque frente a TV. qualidade de vida da população, na cidadania plena. ambiental. Equipe Editora Por: Douglas Alcântara Equipe Editora
  3. 3. ************************************************* FIM DE EDIÇÃO **************************************************

×