Serrano nº 274

174 visualizações

Publicada em

see

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
174
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Serrano nº 274

  1. 1. NA00000000000000000000000000 sssaf NOVA CRECHE PODERÁ SER CONSTRUÍDA EM ALCANTARAS Com a contemplação do município com a obra orçada em mais de R$ 1 milhão e que será financiada com recursos do Estado e do Tesouro municipal estimasse que o problema seja resolvido por conta da construção do primeiro CEI alcantarense, que deve ofertar instalações projetadas para o público infantil. De acordo com a Secretaria do Desenvolvimento da Educação Básica (SEDEB) o Centro de Educação Infantil haveria sido liberado incialmente para o Distrito de Ventura e que esta seleção haveria partido da SEDUC que nesta última semana teria convocado o prefeito da cidade para uma reunião sobre os procedimentos a serem adotados pelo município para liberação da primeira parcela da verba. Ainda segundo, Benedito Adalberto Mendes, o município deverá entrar com uma contrapartida e preparo físico do terreno onde será construída as instalações da nova creche que poderá ser remanejada para a sede devido a Escola Francisco Reinaldo de Maria apresentar número de crianças do Fundamental I inferior ao projetado para ser atendido pela futura unidade educacional. Apesar da cogitação da nova creche poder ser construída na zona urbana, a prefeitura ainda não haveria notificado a Secretaria sobre o local exato do novo prédio e que estudos de viabilidade técnica da alocação do CEI nos polos de educação também seria considerada. Redação do Serrano Nº 274 – ANO V - Alcântaras, 05 de setembro de 2015 Nº 274 – ANO V - Alcântaras,05 de setembr de 2015– Impresso Oficial da ECOS EX - SETE DE SETEMBRO DE ALCANTARAS Às vésperas de uma das maiores comemorações cívicas – culturais do país a culminância do Dia 07 de setembro em Alcantaras novamente ficará aquém do objetivo da data. No município, onde o Dia da Independência vem registrando insignificante participação desde 1989, a mobilização popular acontece em última hora, e a celebração da data se resume a corridas, gincanas e sorteios de brindes. Longe de atingir o objetivo e evidenciar o patriotismo dos alcantarenses, a data há pelo menos vinte cinco anos não conta com desfile cívico, entoamento do hino nacional e participação das escolas rurais. Para um dos articuladores da década de 80, a mudança curricular nas escolas resultou na desvalorização da data, na não aprendizagem e respeito ao hino e as tradições culturais. Para Francisco Vieira Lúcio, a supressão da disciplina de Educação Moral e Cívica contribuiu para que a juventude perdesse a essência do nacionalismo, fato observado quando muitos reservistas do exército demonstram dificuldades em cantar o hino, quando em processo de alistamento. Apesar do esforço isolado de algumas escolas o feriado é o menos movimentado da cidade mesmo tendo departamento exclusivo para a programação da festa, fato não observado nos anos 80. Redação do Serrano . RAPIDINHAS 1. Falta d’água preocupa vereadores e volta a ser debatido em Sessão; 2 – Escolas escolhem livros do PNLD 2016. 3 – PLAM recebe apoio para do legislativo para ser executado em Alcantaras; 4– Santa Báraba prepara- se para celebrar novenário religioso.; 5– Terço dos Homens é fortalecido nas capelas da Paróquia de Alcantaras; 6 – Altas temperaturas trazem desconforto e doenças para aos alcantarenses ;. 10 - Ventura sediará sessão itinetante próximo dia 18 de setembro. “TODAS AS INFORMAÇOES AQUI CONTIDAS SÃO DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS AUTORES E/OU FONTES CITADAS” . ADRIANO VARIEDADES POSTO ALIANÇA Combustível de Qualidade é Aqui! Rua Pedro Carmo – Sâo José ALCANTARAS-CEARÁ Casa do Frango O WALFRIDO 15 anos servindo qualidade O município de Alcântaras poderá em breve receber a construção de uma nova creche. Na cidade onde apenas a E.E.I Maria Raulino de Alcântara Carvalho oferece ensino exclusivo para a educação infantil a luta por vagas já é uma realidade enfrentada há alguns anos pela maioria dos pais devido a carência de espaço físico adequado para alocar todas as turmas que hoje funcionam em um prédio alugado que sedia o anexo cujo concetra mais de 90 crianças com faixa etária entre dois e quatro anos..
  2. 2. Nº 274 – ANO V - Alcântaras, 05 de setembro de 2015 Nº 274 – ANO V - Alcântaras, 05 de setembro de 2015 KIT PAC É DENUNCIADA AO CTC SE SOBRAL Apesar de proibido por lei, configurar desvio de finalidade e poder acarretar em improbidade administrativa aos gestores, a utilização irregular das máquinas do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC2 continua a acontecer em muitos municípios do Ceará. Em Alcântaras, onde vídeos e imagens denunciam a utilização destas maquinas em obras e/ou serviços particulares, os alertas quanto as restrições que o MDA ou a Policia Federal poderiam aplicar a Prefeitura por vezes foram matérias de postagens em blogs ou de debate na tribuna da Câmara. Porém, por ignorar tantos avisos a cidade poderá a qualquer momento ter que ‘devolver’ os equipamentos em caso de ser autuada pela fiscalização do Comitê do Território da Cidadania de Sobral- CTC. O Núcleo cujo trata-se de um colegiado de representações políticas e da sociedade civil que apresentam, direcionam e fiscalizam aplicação de recursos públicos na região composta por 17 municípios poderá levar o caso ao Ministério Público, ou a critério do núcleo de dirigentes remanejar o Kit composto por uma Patrol, Pá carregadeira, Caçamba e Caminhão Pipa para outra cidade ainda não contemplada com as máquinas. O CTC que anteriormente já direcionou um veículo que seria doado para Alcantaras para o município de Massapê, poderá novamente ser o peso de medida quanto ao caso em destaque ora denunciado pelo Vereador Antônio Marcos. Redação Online NA BOCA DO POVO # POLITICA E O PLANO B Para quem sabe bem onde quer chegar ou que traça um caminho a seguir elaborar um ‘projeto de vida’ sempre é a melhor alternativa como forma de orientação, analise e conclusão dos resultados. Já que tudo na vida tem os dois lados da moeda, rascunhar o plano “B” é uma das alternativas encontrada para aqueles que não curtem perder tempo, ou que sempre tem um carta na manga para lançar na hora certa. Na política essa postura não tem sido diferente, e o atual cenário revela que tem muito lobo vestido em pele de cordeiro, fato nitidamente comprovado nas delações premiadas que na última das hipóteses tem sido visto por muitos como o menor dos males. Se por uma lado enriquecer as custas do dinheiro público garante conforto para grande parte dos políticos do outro está o risco de penhora dos bens. Quando já fora do poder. Nesta tocante o plano B encontrado por muitos espertalhões tem sido o registro de bens em nome de terceiros afim de evitar desconfiança dos órgãos de fiscalização que tardiamente tem agido para desarticular a lapidação do patrimônio público. E como já dizia o velho ditado enquanto o gato dorme o rato faz a festa enquanto o queijo não acaba ... Por: Francisco Freire ALCANTARAS E AS ELEIÇÕES DE 2016 Restando pouco mais de um ano para as eleições municipais de 2016 a articulação política tem sido intensa em Alcântaras e as projeções das futuras candidaturas já mobilizam eleitores em todo o município.Na cidade onde o número de eleitores deverá aumentar no ano que vem, as cores e números partidários também poderão sofrer alterações entendendo que pretensos candidatos já cogitam aderir novas siglas e/ou aguardam a chamada ‘Janela partidária’ visando novas fusões e fortalecimento das coligações. Dentre os partidos que possivelmente poderão lançar candidatos ao executivo estão o PMDB, PPS, PSD, PSOL e PDT, que segundo aponta as especulações já haveriam realizado pesquisas publica visando mensurar a popularidade das possíveis chapas que se enfrentarão na corrida eleitoral que promete ser acirrada. Redação do Serrano GRENDENE: MUDANÇA DE HORÁRIO ‘PREJUDICA’ ALCANTARENSES A Grendene S/A. que há mais de 20 anos está instalada em Sobral, deverá a partir de novembro concentrar menos de 8% de seu efetivo trabalhando no terceiro turno. A medida que visa a redução de gastos e otimização da produção, segundo a empresa já seria cogitada há alguns meses e não deve acarretar em demissões. Porém, se por um lado a empresa garantiu alocar 30% dos colaboradores do terceiro turno trabalhando durante o dia, do outro os problemas como reprogramação das atividades cotidianas, deslocamento até Sobral e redução dos proventos parecer haver sido desconsiderada pela Grendene que deve ajustar a migração até o próximo dia 17 de novembro. Para muitos alcantarenses, que deverão mudar de turno, problemas como conseguir vagas no ‘transporte industrial’, corte do adicional noturno e mudanças de hábitos rotineiros já tem preocupado alguns colaboradores que possivelmente terão que descolar-se cerca de 9km para embarcar nos ônibus locados pelos funcionários, ou até mesmo passarem a residir na Princesa do Norte como forma de garantir sua estabilidade nesta época de crise. Redação do Serrano Mesmo não reduzindo o quadro funcional atualmente estimado em 20 mil colaboradores vindos de toda a Zona Norte do Ceará, a migração de funcionários na Grendene de Sobral para o 1º e 2º turno poderá trazer prejuízos para aqueles que diariamente deslocam-se por quilômetros para trabalhar na segunda maior indústria de calçados do país.

×