SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Baixar para ler offline
15 FEV

“Região de Leiria: O que falta para
       vivermos melhor?”


              José Luiz de Almeida Silva
                 (CENCAL e ESAD.CR)
                   jla.silva@cencal.pt
                   jla.silva@ipleiria.pt
“Algumas ferramentas
 da prospectiva para
    uma reflexão
    estratégica.”


“O futuro não se prevê. Constroi-
              se!”
“Quando é
      urgente,
já é tarde demais”
      Talleyrand
Face ao futuro, os homens podem
escolher entre quatro atitudes-tipo:


a do avestruz (passividade),

a do bombeiro (reactividade),

a do segurador (pré-actividade)

e a do conspirador ou estratega
(pró-actividade).
Urge     a     todos    os
responsáveis      entender
as mutações rápidas que
estão a ocorrer e as
incertezas       a    elas
associadas e capacitar-
se para antecipar estas
mudanças e, se possível,
influenciá-las     a   seu
favor.
Pensar o futuro de outra
maneira, já é mudar o
presente!
> O sonho fecunda a
realidade, dá lugar aos
conspiradores do futuro,
a fim que a utopia de
hoje se transforme na
realidade de amanhã! <
• Prospectiva, do latim
prospicere, o mesmo que
ver ao longe ou ver de
longe, discernir qualquer
coisa em frente de si.

• A prospectiva não é a
previsão    que   é   bastante
marcada pela quantificação e
pela      extrapolação      de
tendências.
A   abordagem       integrada     da
prospectiva estratégica tende a
combinar a reflexão prospectiva
com    a   passagem       à    acção
estratégica >
> para entender a cenarização
como um processo interactivo,
pré-activo e pró-activo, que
envolva      os      participantes,
enquanto    actores    ligados   aos
desafios em questão.
As crises são portadoras de
esperança    de    mudança
social e organizacional e
são      necessárias     às
mutações.

•   Com     efeito   é   nas
estruturas,              nos
comportamentos       e    na
qualidade dos homens que é
preciso      procurar      a
explicação das dificuldades.
Prospectiva e a estratégia
estão     centradas    nas
seguintes         questões
fundamentais:

Q0 - Quem sou eu?
Q1 - Que pode acontecer?

Q2 - Que posso fazer?
Q3 - Que vou fazer?
Q4 - Como fazer?
•Não há estatísticas do
futuro.

•Face ao futuro, o
julgamento pessoal é
muitas vezes o único
elemento de informação
disponível.
Como pensar o futuro?
   • Análise SWOT
   -   Pontos fortes
   -   Pontos Fracos
   -   Ameaças
   -   Oportunidades
   •Desafios estratégicos a
   médio prazo
   • Inércias
   • Factos Portadores de
   futuro
Permite detectar:

 •Tendências pesadas

 • Forças motrizes

 • Incertezas

 • Variáveis estratégicas

 • “Futuríveis”
Tendências pesadas
• Globalização e fragmentação à escala planetária
• Riscos multipolares e ausência de regulação
• Imaterialização da economia
• Emergência de novas formas de trabalho
• Envelhecimento e desequilíbrio nas prestações
sociais
• Urbanização e crescendo da instabilidade social
• Miniaturização com inovação tecnológica e
automatização
• Desenvolvimento assente no saber e nas TIC
• Funcionamento em rede e deslocalização da
produção em massa
• Reforço do individualismo universalista
• Emergência de novos actores (BRICS e ONG S)
• “GLOCALIZAÇÃO” - Pensar globalmente, agir
localmente e pensar localmente e agir globalmente!
Forças Motrizes no início do
               Século XXI
• Demografia - “Aumento, redução e a movimentação de
diferentes grupos populacionais dentro da espécie humana.”
• Recursos Naturais - “Crescente procura que os desejos
de consumo nos impõem aos recursos naturais, serviços e
património genético do nosso planeta.”
• Globalização - “Crescente comércio internacional e
circulação de capitais, com as suas dimensões políticas, culturais
e ideológicas, ou seja, o conjunto de processos económicos,
sociais e tecnológicos que estão a tornar o mundo mais
interligado e interdependente.”
• Alterações climáticas - ”é um facto observável que a
actividade industrial está a mudar de tal forma a composição
química da atmosfera que a temperatura global, deve, em média,
aquecer”.
• Tecnologia - “Tecnologias emergentes relativas á energia,
como so avanços na biotecnologia, na nanotecnologia e na
ciência dos materiais afectando a procura por diferentes stocks
de recursos.
In “O Novo Norte - O Mundo em 2050, SMITH, Laurence C., Publ. D. Quixote, 2011
Incertezas de contexto para a
         região de Leiria

• Globalização
• Futuro da União Europeia e do EURO
• Futuro modelo político do país
• Modelo de integraçção de Portugal
na dimensão extra-comunitária
• Organização da sociedade e valores
culturais
• Desenvolvimento tecnológico
• Modelo de desenvolvimento
económico e social do país
• Políticas de planeamento e de
ordenamento do território
• Organização do ensino superior
Incertezas cruciais para Leiria

• Dinâmicas inter-concelhias vs centralização
distrital vs. Atracção Lisboa/Coimbra.
• Dinamismo e especialização dos sectores
produtivos locais actuais e emergentes.
• Integração nos fluxos de conhecimento,
inovação e do desenvolvimento tecnológico.
• Enriquecimento vs empobrecimento das
classes médias e/ou trabalhadoras e
reformados.
• Financiamento endógeno ou exógeno.
• Coesão social - Estabilidade vs instabilidade.
• Emigração vs. Imigração.
• Sustentabilidade ambiental e energética.
• Urbanismo inteligente vs desintegrado.
• Organização regional do ensino:
       * Público vs. Privado.
       * Universidade vs Politécnico.
“Futuríveis” – Factos Portadores
           de Futuro

•Hegemonia dos EUA/CHINA vs. colaboração
multipolar
• Explosão EURO vs Europa Federal
• Crescimento de Portugal anémico baseado
em salários baixos vs aposta na inovação e no
I&D
• Desemprego estrutural persistente vs
flexisegurança
• “Reindustralização” vs “industrialização
criativa e desmaterlalizada”
• Estado reduzido vs Estado inteligente
• PIB – Produto Interno Bruto vs FIB -
Felicidade Interna Bruta
Variáveis estratégicas




              ?
“Futuríveis” – Factos Portadores
           de Futuro
“Mas muito do que foi dito durante e
       entre as reuniões (Davos
 2013)reflectiu uma profunda falta de
             solidariedade.
  Um funcionário governamental de
muito alto nível de um país do norte da
   Europa nem sequer pousou o seu
  garfo, quando um companheiro de
    refeição salientou que muitos
 espanhóis procuram hoje comida nos
            caixotes do lixo.
   Deveriam ter feito reformas mais
 cedo, replicou, enquanto continuou a
           comer o seu bife”

   Joseph Stiglitz (Prémio Nobel da Economia)
Muito obrigado!


  jla.silva@cencal.pt
  jla.silva@ipleiria.pt

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a be Involved Leiria - José Luiz Silva - "Visão Prospetiva para a Região de Leiria"

Participação cívica em portugal afs 15_03_2012_r-evolucionar portugal - ppt
Participação cívica em portugal afs  15_03_2012_r-evolucionar portugal - pptParticipação cívica em portugal afs  15_03_2012_r-evolucionar portugal - ppt
Participação cívica em portugal afs 15_03_2012_r-evolucionar portugal - pptIST - Instituto Superior Técnico
 
Palestra - Bem vindo a era pós-digital: Empreendendo em um ambiente mutante.
Palestra - Bem vindo a era pós-digital: Empreendendo em um ambiente mutante.Palestra - Bem vindo a era pós-digital: Empreendendo em um ambiente mutante.
Palestra - Bem vindo a era pós-digital: Empreendendo em um ambiente mutante.Cássio Nunes
 
Políticas públicas e planejamento
Políticas públicas e planejamentoPolíticas públicas e planejamento
Políticas públicas e planejamentoFernando Alcoforado
 
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia CriativaComo criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia CriativaAna Maria Magni Coelho
 
Política de Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento de Santa Ca...
Política de Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento de Santa Ca...Política de Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento de Santa Ca...
Política de Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento de Santa Ca...Antônio Diomário de Queiroz
 
Nudging e Digital
Nudging e DigitalNudging e Digital
Nudging e DigitalinovaDay .
 
Collhunting - Método de Pesquisa de Tendências
Collhunting - Método de Pesquisa de TendênciasCollhunting - Método de Pesquisa de Tendências
Collhunting - Método de Pesquisa de TendênciasNorberto Almeida De Andrade
 
Sociedade da Informação Uma quase teologia da revolução
Sociedade da InformaçãoUma quase teologia da revoluçãoSociedade da InformaçãoUma quase teologia da revolução
Sociedade da Informação Uma quase teologia da revoluçãoLuis Borges Gouveia
 
Apresentação Projecto CAERUS 16.02.2011
Apresentação Projecto CAERUS 16.02.2011Apresentação Projecto CAERUS 16.02.2011
Apresentação Projecto CAERUS 16.02.2011udipssporto
 
Globalização portuguesa
Globalização portuguesaGlobalização portuguesa
Globalização portuguesaBeatriz Cruz
 
As diásporas e a globalização – a comunidade de negócios chinesa em Portugal...
As diásporas e a globalização – a comunidade  de negócios chinesa em Portugal...As diásporas e a globalização – a comunidade  de negócios chinesa em Portugal...
As diásporas e a globalização – a comunidade de negócios chinesa em Portugal...Cláudio Carneiro
 
Jornada Administrativa 2015 - Gestão em Tempos de Mudanças e o Administrador ...
Jornada Administrativa 2015 - Gestão em Tempos de Mudanças e o Administrador ...Jornada Administrativa 2015 - Gestão em Tempos de Mudanças e o Administrador ...
Jornada Administrativa 2015 - Gestão em Tempos de Mudanças e o Administrador ...Luiz Garnica
 
Geração 2020: O futuro de Portugal aos olhos dos universitários
Geração 2020: O futuro de Portugal aos olhos dos universitáriosGeração 2020: O futuro de Portugal aos olhos dos universitários
Geração 2020: O futuro de Portugal aos olhos dos universitáriosLLYC
 
A importância crescente do Capital Humano, Intelectual, Social e Territorial ...
A importância crescente do Capital Humano, Intelectual, Social e Territorial ...A importância crescente do Capital Humano, Intelectual, Social e Territorial ...
A importância crescente do Capital Humano, Intelectual, Social e Territorial ...Luis Borges Gouveia
 

Semelhante a be Involved Leiria - José Luiz Silva - "Visão Prospetiva para a Região de Leiria" (20)

Participação cívica em portugal afs 15_03_2012_r-evolucionar portugal - ppt
Participação cívica em portugal afs  15_03_2012_r-evolucionar portugal - pptParticipação cívica em portugal afs  15_03_2012_r-evolucionar portugal - ppt
Participação cívica em portugal afs 15_03_2012_r-evolucionar portugal - ppt
 
Palestra - Bem vindo a era pós-digital: Empreendendo em um ambiente mutante.
Palestra - Bem vindo a era pós-digital: Empreendendo em um ambiente mutante.Palestra - Bem vindo a era pós-digital: Empreendendo em um ambiente mutante.
Palestra - Bem vindo a era pós-digital: Empreendendo em um ambiente mutante.
 
Políticas públicas e planejamento
Políticas públicas e planejamentoPolíticas públicas e planejamento
Políticas públicas e planejamento
 
679
679679
679
 
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia CriativaComo criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
 
Política de Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento de Santa Ca...
Política de Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento de Santa Ca...Política de Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento de Santa Ca...
Política de Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento de Santa Ca...
 
TrendZine La Rock
TrendZine La RockTrendZine La Rock
TrendZine La Rock
 
Nudging e Digital
Nudging e DigitalNudging e Digital
Nudging e Digital
 
Collhunting - Método de Pesquisa de Tendências
Collhunting - Método de Pesquisa de TendênciasCollhunting - Método de Pesquisa de Tendências
Collhunting - Método de Pesquisa de Tendências
 
Sociedade da Informação Uma quase teologia da revolução
Sociedade da InformaçãoUma quase teologia da revoluçãoSociedade da InformaçãoUma quase teologia da revolução
Sociedade da Informação Uma quase teologia da revolução
 
Apresentação Projecto CAERUS 16.02.2011
Apresentação Projecto CAERUS 16.02.2011Apresentação Projecto CAERUS 16.02.2011
Apresentação Projecto CAERUS 16.02.2011
 
Pós-graduação e inovação
Pós-graduação e inovaçãoPós-graduação e inovação
Pós-graduação e inovação
 
Globalização portuguesa
Globalização portuguesaGlobalização portuguesa
Globalização portuguesa
 
Workshop in company
Workshop in companyWorkshop in company
Workshop in company
 
As diásporas e a globalização – a comunidade de negócios chinesa em Portugal...
As diásporas e a globalização – a comunidade  de negócios chinesa em Portugal...As diásporas e a globalização – a comunidade  de negócios chinesa em Portugal...
As diásporas e a globalização – a comunidade de negócios chinesa em Portugal...
 
Lutando por um Programa Ciencia sem Fronteiras mais inclusivo
Lutando por um Programa Ciencia sem Fronteiras mais inclusivoLutando por um Programa Ciencia sem Fronteiras mais inclusivo
Lutando por um Programa Ciencia sem Fronteiras mais inclusivo
 
Jornada Administrativa 2015 - Gestão em Tempos de Mudanças e o Administrador ...
Jornada Administrativa 2015 - Gestão em Tempos de Mudanças e o Administrador ...Jornada Administrativa 2015 - Gestão em Tempos de Mudanças e o Administrador ...
Jornada Administrativa 2015 - Gestão em Tempos de Mudanças e o Administrador ...
 
Geração 2020: O futuro de Portugal aos olhos dos universitários
Geração 2020: O futuro de Portugal aos olhos dos universitáriosGeração 2020: O futuro de Portugal aos olhos dos universitários
Geração 2020: O futuro de Portugal aos olhos dos universitários
 
A importância crescente do Capital Humano, Intelectual, Social e Territorial ...
A importância crescente do Capital Humano, Intelectual, Social e Territorial ...A importância crescente do Capital Humano, Intelectual, Social e Territorial ...
A importância crescente do Capital Humano, Intelectual, Social e Territorial ...
 
Design estratégico a partir do futuro
Design estratégico a partir do futuroDesign estratégico a partir do futuro
Design estratégico a partir do futuro
 

Mais de Plataforma Empreendedor

Guia professor Academia Empreender Jovem
Guia professor Academia Empreender JovemGuia professor Academia Empreender Jovem
Guia professor Academia Empreender JovemPlataforma Empreendedor
 
Manual do Aluno - Academia Empreender Jovem
Manual do Aluno - Academia Empreender JovemManual do Aluno - Academia Empreender Jovem
Manual do Aluno - Academia Empreender JovemPlataforma Empreendedor
 
Plano de negocios_empreender e inovar no turismo
Plano de negocios_empreender e inovar no turismoPlano de negocios_empreender e inovar no turismo
Plano de negocios_empreender e inovar no turismoPlataforma Empreendedor
 
Apresentação bx alentejo e alentejo litoral
Apresentação bx alentejo e alentejo litoralApresentação bx alentejo e alentejo litoral
Apresentação bx alentejo e alentejo litoralPlataforma Empreendedor
 
be Involved Coimbra - Apresentação Pedro Vaz Serra
be Involved Coimbra - Apresentação Pedro Vaz Serrabe Involved Coimbra - Apresentação Pedro Vaz Serra
be Involved Coimbra - Apresentação Pedro Vaz SerraPlataforma Empreendedor
 
be Involved Coimbra - Apresentação António Henriques
be Involved Coimbra - Apresentação António Henriquesbe Involved Coimbra - Apresentação António Henriques
be Involved Coimbra - Apresentação António HenriquesPlataforma Empreendedor
 
Luís Sousa e Ricardo Alves - be IN Algarve
Luís Sousa e Ricardo Alves - be IN AlgarveLuís Sousa e Ricardo Alves - be IN Algarve
Luís Sousa e Ricardo Alves - be IN AlgarvePlataforma Empreendedor
 
be Involved - Aveiro - José Carlos Mota
be Involved - Aveiro - José Carlos Motabe Involved - Aveiro - José Carlos Mota
be Involved - Aveiro - José Carlos MotaPlataforma Empreendedor
 
be Involved - AML - António Fonseca Ferreira
be Involved - AML - António Fonseca Ferreirabe Involved - AML - António Fonseca Ferreira
be Involved - AML - António Fonseca FerreiraPlataforma Empreendedor
 
be Involved - "Colaborar para Empreender" - APGICO
be Involved - "Colaborar para Empreender" - APGICObe Involved - "Colaborar para Empreender" - APGICO
be Involved - "Colaborar para Empreender" - APGICOPlataforma Empreendedor
 

Mais de Plataforma Empreendedor (20)

Guia professor Academia Empreender Jovem
Guia professor Academia Empreender JovemGuia professor Academia Empreender Jovem
Guia professor Academia Empreender Jovem
 
Manual do Aluno - Academia Empreender Jovem
Manual do Aluno - Academia Empreender JovemManual do Aluno - Academia Empreender Jovem
Manual do Aluno - Academia Empreender Jovem
 
Sara nerbe
Sara nerbeSara nerbe
Sara nerbe
 
Ppt trienal alentejo_template
Ppt trienal alentejo_templatePpt trienal alentejo_template
Ppt trienal alentejo_template
 
Plano de negocios_empreender e inovar no turismo
Plano de negocios_empreender e inovar no turismoPlano de negocios_empreender e inovar no turismo
Plano de negocios_empreender e inovar no turismo
 
Cefpe sessão de_23_abril_2013
Cefpe sessão de_23_abril_2013Cefpe sessão de_23_abril_2013
Cefpe sessão de_23_abril_2013
 
Apresentação bx alentejo e alentejo litoral
Apresentação bx alentejo e alentejo litoralApresentação bx alentejo e alentejo litoral
Apresentação bx alentejo e alentejo litoral
 
Maisfitness essência
Maisfitness  essênciaMaisfitness  essência
Maisfitness essência
 
Iluztra apresentação be-in
Iluztra apresentação be-inIluztra apresentação be-in
Iluztra apresentação be-in
 
be Involved Coimbra - Apresentação Pedro Vaz Serra
be Involved Coimbra - Apresentação Pedro Vaz Serrabe Involved Coimbra - Apresentação Pedro Vaz Serra
be Involved Coimbra - Apresentação Pedro Vaz Serra
 
be Involved Coimbra - Apresentação António Henriques
be Involved Coimbra - Apresentação António Henriquesbe Involved Coimbra - Apresentação António Henriques
be Involved Coimbra - Apresentação António Henriques
 
Luís Sousa e Ricardo Alves - be IN Algarve
Luís Sousa e Ricardo Alves - be IN AlgarveLuís Sousa e Ricardo Alves - be IN Algarve
Luís Sousa e Ricardo Alves - be IN Algarve
 
Jânio Monteiro - be IN Algarve
Jânio Monteiro - be IN AlgarveJânio Monteiro - be IN Algarve
Jânio Monteiro - be IN Algarve
 
be IN - Apresentção Algarve
be IN - Apresentção Algarvebe IN - Apresentção Algarve
be IN - Apresentção Algarve
 
be Involved - Aveiro - José Carlos Mota
be Involved - Aveiro - José Carlos Motabe Involved - Aveiro - José Carlos Mota
be Involved - Aveiro - José Carlos Mota
 
be Involved - AML - António Fonseca Ferreira
be Involved - AML - António Fonseca Ferreirabe Involved - AML - António Fonseca Ferreira
be Involved - AML - António Fonseca Ferreira
 
be Involved - "Colaborar para Empreender" - APGICO
be Involved - "Colaborar para Empreender" - APGICObe Involved - "Colaborar para Empreender" - APGICO
be Involved - "Colaborar para Empreender" - APGICO
 
Apresentação apgico
Apresentação apgicoApresentação apgico
Apresentação apgico
 
Sandra Vicente - be IN Coimbra
Sandra Vicente - be IN Coimbra Sandra Vicente - be IN Coimbra
Sandra Vicente - be IN Coimbra
 
Joana Ramos - be IN Coimbra
Joana Ramos - be IN CoimbraJoana Ramos - be IN Coimbra
Joana Ramos - be IN Coimbra
 

be Involved Leiria - José Luiz Silva - "Visão Prospetiva para a Região de Leiria"

  • 1. 15 FEV “Região de Leiria: O que falta para vivermos melhor?” José Luiz de Almeida Silva (CENCAL e ESAD.CR) jla.silva@cencal.pt jla.silva@ipleiria.pt
  • 2. “Algumas ferramentas da prospectiva para uma reflexão estratégica.” “O futuro não se prevê. Constroi- se!”
  • 3. “Quando é urgente, já é tarde demais” Talleyrand
  • 4. Face ao futuro, os homens podem escolher entre quatro atitudes-tipo: a do avestruz (passividade), a do bombeiro (reactividade), a do segurador (pré-actividade) e a do conspirador ou estratega (pró-actividade).
  • 5. Urge a todos os responsáveis entender as mutações rápidas que estão a ocorrer e as incertezas a elas associadas e capacitar- se para antecipar estas mudanças e, se possível, influenciá-las a seu favor.
  • 6. Pensar o futuro de outra maneira, já é mudar o presente! > O sonho fecunda a realidade, dá lugar aos conspiradores do futuro, a fim que a utopia de hoje se transforme na realidade de amanhã! <
  • 7. • Prospectiva, do latim prospicere, o mesmo que ver ao longe ou ver de longe, discernir qualquer coisa em frente de si. • A prospectiva não é a previsão que é bastante marcada pela quantificação e pela extrapolação de tendências.
  • 8. A abordagem integrada da prospectiva estratégica tende a combinar a reflexão prospectiva com a passagem à acção estratégica > > para entender a cenarização como um processo interactivo, pré-activo e pró-activo, que envolva os participantes, enquanto actores ligados aos desafios em questão.
  • 9. As crises são portadoras de esperança de mudança social e organizacional e são necessárias às mutações. • Com efeito é nas estruturas, nos comportamentos e na qualidade dos homens que é preciso procurar a explicação das dificuldades.
  • 10. Prospectiva e a estratégia estão centradas nas seguintes questões fundamentais: Q0 - Quem sou eu? Q1 - Que pode acontecer? Q2 - Que posso fazer? Q3 - Que vou fazer? Q4 - Como fazer?
  • 11. •Não há estatísticas do futuro. •Face ao futuro, o julgamento pessoal é muitas vezes o único elemento de informação disponível.
  • 12. Como pensar o futuro? • Análise SWOT - Pontos fortes - Pontos Fracos - Ameaças - Oportunidades •Desafios estratégicos a médio prazo • Inércias • Factos Portadores de futuro
  • 13. Permite detectar: •Tendências pesadas • Forças motrizes • Incertezas • Variáveis estratégicas • “Futuríveis”
  • 14. Tendências pesadas • Globalização e fragmentação à escala planetária • Riscos multipolares e ausência de regulação • Imaterialização da economia • Emergência de novas formas de trabalho • Envelhecimento e desequilíbrio nas prestações sociais • Urbanização e crescendo da instabilidade social • Miniaturização com inovação tecnológica e automatização • Desenvolvimento assente no saber e nas TIC • Funcionamento em rede e deslocalização da produção em massa • Reforço do individualismo universalista • Emergência de novos actores (BRICS e ONG S) • “GLOCALIZAÇÃO” - Pensar globalmente, agir localmente e pensar localmente e agir globalmente!
  • 15. Forças Motrizes no início do Século XXI • Demografia - “Aumento, redução e a movimentação de diferentes grupos populacionais dentro da espécie humana.” • Recursos Naturais - “Crescente procura que os desejos de consumo nos impõem aos recursos naturais, serviços e património genético do nosso planeta.” • Globalização - “Crescente comércio internacional e circulação de capitais, com as suas dimensões políticas, culturais e ideológicas, ou seja, o conjunto de processos económicos, sociais e tecnológicos que estão a tornar o mundo mais interligado e interdependente.” • Alterações climáticas - ”é um facto observável que a actividade industrial está a mudar de tal forma a composição química da atmosfera que a temperatura global, deve, em média, aquecer”. • Tecnologia - “Tecnologias emergentes relativas á energia, como so avanços na biotecnologia, na nanotecnologia e na ciência dos materiais afectando a procura por diferentes stocks de recursos. In “O Novo Norte - O Mundo em 2050, SMITH, Laurence C., Publ. D. Quixote, 2011
  • 16. Incertezas de contexto para a região de Leiria • Globalização • Futuro da União Europeia e do EURO • Futuro modelo político do país • Modelo de integraçção de Portugal na dimensão extra-comunitária • Organização da sociedade e valores culturais • Desenvolvimento tecnológico • Modelo de desenvolvimento económico e social do país • Políticas de planeamento e de ordenamento do território • Organização do ensino superior
  • 17. Incertezas cruciais para Leiria • Dinâmicas inter-concelhias vs centralização distrital vs. Atracção Lisboa/Coimbra. • Dinamismo e especialização dos sectores produtivos locais actuais e emergentes. • Integração nos fluxos de conhecimento, inovação e do desenvolvimento tecnológico. • Enriquecimento vs empobrecimento das classes médias e/ou trabalhadoras e reformados. • Financiamento endógeno ou exógeno. • Coesão social - Estabilidade vs instabilidade. • Emigração vs. Imigração. • Sustentabilidade ambiental e energética. • Urbanismo inteligente vs desintegrado. • Organização regional do ensino: * Público vs. Privado. * Universidade vs Politécnico.
  • 18. “Futuríveis” – Factos Portadores de Futuro •Hegemonia dos EUA/CHINA vs. colaboração multipolar • Explosão EURO vs Europa Federal • Crescimento de Portugal anémico baseado em salários baixos vs aposta na inovação e no I&D • Desemprego estrutural persistente vs flexisegurança • “Reindustralização” vs “industrialização criativa e desmaterlalizada” • Estado reduzido vs Estado inteligente • PIB – Produto Interno Bruto vs FIB - Felicidade Interna Bruta
  • 19. Variáveis estratégicas ? “Futuríveis” – Factos Portadores de Futuro
  • 20. “Mas muito do que foi dito durante e entre as reuniões (Davos 2013)reflectiu uma profunda falta de solidariedade. Um funcionário governamental de muito alto nível de um país do norte da Europa nem sequer pousou o seu garfo, quando um companheiro de refeição salientou que muitos espanhóis procuram hoje comida nos caixotes do lixo. Deveriam ter feito reformas mais cedo, replicou, enquanto continuou a comer o seu bife” Joseph Stiglitz (Prémio Nobel da Economia)
  • 21. Muito obrigado! jla.silva@cencal.pt jla.silva@ipleiria.pt