ABECEDARIO DO CASAMENTO

1.455 visualizações

Publicada em

UMA MUDANÇA NO SEU CASAMENTO

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.455
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ABECEDARIO DO CASAMENTO

  1. 1. ABECEDÁRIO DO CASAMENTO EVANGELISTA AGENOR GASPAR RIBEIRO VITOR
  2. 2. APRESENTAÇÃO Deus conhece as nossas necessidades, por isso ele nos colocou no seio de uma família, e não nos deixou como desamparados. ”Deus faz que o solitário viva em família; liberta aqueles que estão presos em grilhões” (Salmo 68:6). Mas, nos dias de hoje, satanás se projeta na vida de homens e mulheres, convencendo-os de que o casamento é uma instituição falida e muitos entram nesse engano do diabo e vivem suas vidas debaixo de maldição, perdição e mentira. O diabo fará de tudo para você desistir dessa caminhada. Mas como ter uma união duradoura, harmônica e feliz, e criar filhos saudáveis, num mundo conturbado e violento, com valores tão deturpados? “SE o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela” (salmo 127:1). Com base nessa verdade vamos apontar a saída para um casamento bem sucedido.
  3. 3. Milagre no casamento João 2:1-12 No texto de João 2:1-12, encontramos uma situação difícil numa festa de casamento. A salvação daquela festa foi à presença poderosa de Jesus Cristo. 1) Havia acabado o vinho vs. 3 – „‟E faltando vinho, a mãe de Jesus disse: Não têm vinho.‟vinho significa alegria, novidade... É o que tem faltado em muitos casais. Já não há mais carinho, amor, amizade nem confiança. Acabou o vinho e só restou água. Água é inodora: „‟sem gosto ; insípida: sem cheiro ; e incolor : ‟sem cor‟. Talvez esta seja a história de seu lar. 2) Mas Jesus foi convidado para aquele casamento. Vs. 2 – „‟E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas.‟Quem você tem convidado para ajudar a resolver os problemas do seu casamento? - o cunhado? O vizinho? A sogra? Os amigos?... Convide Jesus Cristo! Se Jesus estiver presente, milagres hão de acontecer! 3) Que fez Jesus para salvar aquele casamento? vs. 6 e 7 - ‟Estavam ali postas seis talhas de pedra, para as purificações dos judeus, e em cada uma cabiam dois ou três almudes. Disse-lhes Jesus: Enchei de água essas talhas. E encheram-nas até em cima. Talha de pedra era um artefato antigo, um cântaro onde os judeus, antigamente, enchiam de água para serem usadas na purificação (lavar as mãos) de quem chegava da rua para entrar em casa. Jesus deu utilidade às coisas que estavam em desuso. Existem atitudes boas que estão em desuso nos dias de hoje. Para que haja um milagre no casamento, Jesus nos ensina a usar estas atitudes „‟ fora de moda para muitos. Exemplos: a) Quanto tempo faz que você não diz: TE AMO para sua esposa ou marido? b) Quanto tempo vocês não vão à sorveteria ou passear na praça? c) E as flores? d) Quantos casais que nem pegam mais um nas mãos do outro para passear, para atravessar uma rua e etc. e) E os beijinhos na hora de partida ou chegada do trabalho? f) Quanto tempo faz que não oram juntos? g) Quanto tempo faz que não brincam com os filhos? Para muitos casais estas coisas estão em desuso. A lição de Cristo para nós é: considerar atitudes simples que podem salvar um casamento em crise.4)O milagre da multiplicação Vs.9 – ‟E, logo que o mestre- sala provou a água feita vinho, chamou ao noivo.‟ Vamos recordar? A água é: inodora, insípida e incolor. Jesus trouxe CHEIRO, GOSTO E COR para aquele casamento e fará o mesmo em sua vida, creia nisso! 5)Jesus deixou o melhor para o final Vs. 10 – „‟Todo homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho.‟ Jesus tem poder para fazer seus dias atuais serem melhores do que seus primeiros dias de casamento. Convide Jesus para o seu casamento, Use as talhas de pedra, ou seja, tenha atitudes boas que ficaram, para muitos, fora de moda. Vs. 11 – ‟Jesus principiou assim os seus sinais em Caná da Galiléia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele.‟ Jesus realizou seu primeiro milagre em um casamento, isso prova o quanto Deus se importa com a nossa família. Família feliz é sinônimo de uma sociedade feliz, uma igreja feliz, uma empresa feliz e uma vida feliz! Jesus quer abençoar sua família!
  4. 4. Oração Amado e eterno Deus, Obrigado pela (o) minha (eu) esposa (o) e pela pessoa única que ela (e) é. Obrigado por colocá-la (o) em minha vida. Senhor, eu a (o) amo e a aceito como ela (e) é agora, e a (o) deixo livre para tornar-se a (o) pessoa que o Senhor planejou, em sua perfeita vontade. O senhor tem um plano e uma chamada para a vida dela (e); que ela (e) possa cumprir a ambos, para a glória do Senhor. Eu concordo com as promessas de sua Palavra. Pela autoridade espiritual que o Senhor nos deu como crentes, peço sua maravilhosa bênção para a minha (eu) esposa (o). O Senhor planejou que o casamento seja uma imagem de Cristo e sua noiva. Quero imitar esse tipo de sacrifício, amor e dedicação ao Senhor. Que ela (e) consiga encontrar propósito e satisfação na proteção do nosso casamento. Abençoe minha (eu) esposa (o) mais uma vez com a realidade da dimensão do seu amor por ela(e). De a ela (e) uma percepção melhor de sua presença. Só o Senhor é capaz de satisfazer suas necessidades mais profundas. Ajude-me a estar ao lado dela(e), ambos crescendo no amor e na fidelidade. Quando eu julgar que ela(e) precisa de minha orientação ou correção, permita que ambos sejamos honestos na nossa comunicação e abertos a sua sabedoria e ajuda. Abençoe-a aumentado sua boa saúde e energia. Mantenha-a (o) afastada (o) do cansaço excessivo e das enfermidades. Mantenha-a (o) afastada (o) da desorientação e da falta de coragem. Libere-a (o) para a alegria, a paz e o contentamento de Jesus. Permita que o poder do seu Espírito Santo entre na vida dela (o). Oriente-a (o) para que se mantenha firme contra os enganos do maligno; ensine-a (o) a vencê-los através de sua Palavra. Cada dia que vivemos mostra-nos o quanto precisamos do Senhor. O mundo nos exige coisas impossíveis. A sua palavra nos pede coisas impossíveis de realizarmos por meio de nossa própria força. Somos totalmente dependentes e verdadeiramente gratos a ti. O Senhor não nos pede para fazer algo sem que antes o torne possível. Sim, Pai, como o Senhor é bom! Nós confiamos no Senhor para tudo. Sabemos que nunca nos deixara nem nos abandonará, e o Senhor nos levará para viver consigo para sempre. Somos eternamente gratos. Amém.
  5. 5. O que é Casamento ? O casamento é uma união estável e voluntaria de um homem e uma mulher, nas condições sancionadas pelo direito, de modo que se estabeleça uma família legitima, a qual pressupõe haver uma convivência harmoniosa de respeito, dialogo e objetivos comuns entre ambos. 1º A FAMÍLIA NO CONTEXTO BÍBLICO: Uma Instituição Divina Analisando-se a história do povo de Deus, especialmente no Antigo Testamento, percebe-se a presença e a valorização tanto da estrutura familiar tribal, quanto à extensa e a nuclear. O relato de Gênesis 2:18-25, em comparação com Gênesis 1:27, 28 é claro quanto à formação do núcleo familiar, que implica em deixar pai e mãe. Esse “deixar” denota um rompimento em nível geográfico, físico, emocional e econômico, em função da nova união. E sob o ponto de vista Bíblico, essa nova união se destinará: Ao companheirismo “Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far- lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea”. Gn. 2:18. Ao prazer mútuo “Bebe a água da tua própria cisterna e das correntes do teu poço. Derramar-se-iam por fora as tuas fontes, e, pelas praças, os ribeiros de águas? Sejam para ti somente e não para os estranhos contigo. Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade, corça de amores e gazela graciosa. Saciem-te os seus seios em todo o tempo; e embriaga-te sempre com as suas carícias”. Pv. 5:15-19. Á reprodução da espécie
  6. 6. “E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra”. Gn. 1:28. Devendo ser uma união permanente Vieram a ele alguns fariseus e o experimentavam, perguntando: É lícito ao marido repudiar a sua mulher por qualquer motivo? Então, respondeu ele: Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez homem e mulher e que disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne? De modo que já não são mais dois, porém uma só carne. “Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem”. Mt. 19:3:- 6. Honrada “Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e aos adúlteros Deus os julgará”. Hb. 13:4. Deve ser vista como benção de Deus 1 Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos! 2 Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem. 3 Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera; teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa. 4 Eis como será abençoado o homem que teme ao SENHOR! 5 O SENHOR te abençoe desde Sião, para que vejas a prosperidade de Jerusalém durante os dias de tua vida, e vejas os filhos de teus filhos. Paz sobre Israel! Sl. 128:1-6. 2º A FAMÍLIA NO CONTEXTO JURÍDICO: Uma instituição regulamentada O artigo 226 da Constituição Brasileira declara: “A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado”. Os parágrafos 3º e 4º do referido artigo definem: “Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como
  7. 7. entidade familiar, devendo a Lei facilitar sua conversão em casamento”. “Entende-se, também, como entidade familiar, a comunidade formada por qualquer dos pais e seus descendentes”. Diz ainda o parágrafo 6º do artigo 227: “Os filhos nascidos ou não da relação do casamento, ou por adoção, terão os mesmos direitos de qualificação, proibidas quaisquer designações discriminatórias relativas à filiação”. A regulamentação da instituição familiar, sob o aspecto jurídico, dá-se através do chamado “DIREITO DE FAMÍLIA”, que é o conjunto de princípios que regulam a celebração do casamento, sua validade, os efeitos que dele decorrem, as relações pessoais e econômicas da sociedade conjugal, bem como a dissolução das relações entre pais e filhos, o vinculo de parentesco e os institutos complementares da tutela e da curatela e da ausência.
  8. 8. Estruturas Diferentes  Homens e mulheres diferem na célula fundamental dos seus organismos. Esta diferença na combinação dos cromossomos é a causa básica da evolução para o sexo masculino e feminino.  O metabolismo basal dos dois sexos se diferem, sendo a mulher normalmente mais baixa do que o homem.  Diferem também na estrutura do esqueleto, sendo que a mulher tem a cabeça mais curta, o rosto mais largo, o queixo menos proeminente, as pernas mais curtas e o tronco mais comprido . o primeiro dedo da mulher é geralmente mais longo que o terceiro , com o homem ocorre o inverso.  As meninas perdem os dentes da primeira dentição mais cedo do que os meninos.  Estomago , rins, fígado e o apêndice das mulheres são maiores, e os pulmões menores.  Quanto às funções, a mulher possui várias delas extremamente importante, como menstruação, a gravidez e a lactação, absolutamente ausentes no homem. Tudo isso influencia na conduta e nos sentimentos.  Os hormônios também se diferem, pois a mesma glândula age de modo diferente nos dois sexos : assim, a glândula tireóide feminina é maior e mais ativa , aumenta durante a gravidez e durante a menstruação, torna a mulher mais propensa ao bócio, fornece resistência ao frio, está associada á pele macia, ao corpo com poucos pelos , fina camada de gordura subcutânea, que são elementos importantes na concepção feminina, também contribui para estabilidade emocional.  A mulher chora e ri com mais facilidade.  O sangue da mulher contém mais água e 20% a menos de glóbulos vermelhos, sendo este fator de suprimento de oxigênio ao organismo, ela se cansa facilmente e é mais propensa ao desmaio.  Quanto à força bruta , o homem está 50% acima da mulher.  O coração da mulher bate rapidamente (80 bat p/ min, contra 72 nos homens).
  9. 9. O PERFIL DO MARIDO IDEAL Textos: Efésios 5:23-33; 1 Pe 3:7; 2 Reis 4:1. Quando o marido compreende, aceita e vive os princípios de Deus estabelecidos em sua Palavra relacionados com os seus deveres domésticos, a família passa a experimentar as bênçãos da provisão, proteção e direção do Espírito Santo. Para ser um "Grande Marido", é necessário estar sempre aberto para aprender com humildade, aquilo que Deus tem para nos ensinar, através dos seus instrumentos. O Senhor usa maneiras e métodos diferentes para nos ensinar grandes lições. 1) OLHANDO PARA JESUS. Hebreus 12:2a 1.Jesus disse: "Aprendei de mim..." Mt 11:28. 2.Pedro escreveu: "Cristo nos deixou o exemplo, para que sigamos as suas pisadas." 1 Pe 2:21. 3. Em Jo 13:15 está escrito: "Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também". 2) OS DEVERES DO MARIDO Quando Paulo escreve para a igreja de Éfeso, sobre os deveres do marido, ele deixa claro que para ser um "marido ideal" é preciso equilibrar duas coisas: "Liderar com autoridade e Amar com profundidade". Apesar de Paulo em Ef 5, tratar primeiro sobre liderança, vou inverter esta ordem para facilitar nosso estudo, sendo assim, trataremos primeiro sobre o dever de AMAR a esposa. 1. O MARIDO COMO AMANTE DA SUA ESPOSA, Ef 5:25. "Amar a esposa como Cristo amou a Igreja, e a si mesmo se entregou por ela..." Para que haja melhor compreensão no estudo sobre o "amar a esposa como Cristo amou a Igreja", é imprescindível saber o significado da palavra (gr) "ÁGAPE". 1. Definição no grego. Amor EROS(instintivo). É amor instintivo, sensual. Amor STORGE (afetivo). É o amor entre os membros da família. Amor PHILEO (filantrópico). É o amor social, aquele sentimento que nos leva a estendera mão ao necessitado. Amor ÁGÂPE (divino, 1 Co 13). Este é o amor que transcende o natural, o comum, o humano. Foi com esta qualidade de amor que Cristo amou e ama a Igreja. 2. As virtudes do fruto do Espírito.
  10. 10. Não creio que seja por acaso que Paulo começa a lista das virtudes do fruto do Espírito com o AMOR . Quero usar esta lista para fazer uma ilustração das oito virtudes do fruto do Espírito em relação ao amor. 1) A Alegria é a música do amor. Onde o amor está vivo e dinâmico, a alegria é abundante. 2) A paz é a harmonia do amor. Se o amor domina, então a paz é real. 3) Longaminidade é a resistência do amor. Longaminidade é a capacidade de esperar sem aborrecer-se. O amor tem esta força. 4)A benignidade é o serviço do amor. Servir é exercitar o amor. 5)A bondade é o comportamento do amor. O amor nos ensina a agir com espírito de discípulo piedoso sempre. 6)A fidelidade é a medida do amor. Enquanto a chama do amor estiver acesa com intensidade, não haverá infidelidade e traição. Quem ama não trai. 7)A mansidão é o termômetro do amor. Manter o temperamento sob os domínios do Espírito Santo é obra do amor. 8)O domínio próprio é o seguro do amor. Por causa do amor, José conseguiu dominar a si mesmo e não caiu na armadilha da morte espiritual, quando foi assediado pela mulher de Potifar. 3. Qualidades desse amor. 1) Amor VOLUNTÁRIO, Gl 2:20. 2) Amor PROFUNDO, Jo 15:13. 3) Amor lNCONDICIONAL,Jo4:19. 4) AMOR SACRIFICIAL, Jo 3:16. Amor que se dispõe a sacrifícios, amor que é avaliado pelo sacrifício pessoal. É bom lembrar, que o amor verdadeiro envolve compromisso e individualidade. Amar é atenderas necessidades FÍSICAS, MENTAIS E EMOCIONAIS da pessoa amada. É uma atitude de sacrifícios que vai além do sofrimento e da enfermidade. 4. 0 amor é a base do bom ajustamento conjugal. (Dt 24:5). Ajustando as diferenças. Diferenças quanto ao estilo de vida, tradição familiar, personalidade, caráter e temperamento) hábitos pessoais, objetivos, preferências, gostos, etc. AMOR - ACEITAÇÃO - RENÚNCIA - HARMONIA . 5. A crise conjugal é a crise do amor, (Mt 24:12; Ap 2:4). Disse Jesus à igreja de Éfeso: "Tenho porém contra ti que já não me amas como no princípio..." 1)O que acontece quando acaba ou esfria o amor? Tudo perde a graça e a razão de ser. O amor é o óleo que lubrifica as engrenagens. Se faltar óleo no motor do carro, o motor funde e o prejuízo é grande. Há muitos casamentos estragados, "com o motor fundido", porque faltou "óleo-amor". Se houver amor, haverá sempre um casamento funcionando de forma sadia e harmoniosa.
  11. 11. 2) Por que o casamento esfriou. Esquecer de colocar óleo no motor do carro é muito comum. O excesso de atividades, as preocupações do dia a dia, a distração com tantas outras coisas, pode levar-nos a esquecer de cuidar da vida útil da maquina do carro. Não é muito diferente com a "vida a dois". Os embaraços do dia a dia, as pressões normais da vida, o excesso de trabalho, a familiaridade, podem nos fazer esquecer de "lubrificar" a relação com o "óleo - amor". Sem amor o casamento "pifa", para. 1) Você sabia que o amor não se compra. O amor se conquista... O amor é fruto de uma conquista que envolve o coração e não apenas o "bolso". É um perigo quando alguém tenta comprar o amor, isto é impossível. 2) O AMOR É VIVO, EXPRESSIVO E DINÂMICO, Jo14: 23; Ap 3:9 . É impossível amar sem demonstrar, mesmo porque é um sentimento que flui naturalmente. Quando o cálice transborda, este óleo precioso se derrama e aparece em forma de atitude e comportamento. 2. Como o amor pode ser demonstrado. (Ef 5:24-33) 1. Através da proteção e cuidado (espiritual, emocional e social). 2.Cuidando da santificação dela. Segundo as Escrituras, o homem que ama a esposa coloca as necessidades espirituais dela em primeiro lugar. Seu primeiro interesse é que ela mantenha com o Senhor uma comunhão adequada. O dever do marido não é apenas fazer a esposa feliz, mas ser uma benção para ela, é sacrificar-se para o seu bem estar eterno: 3.Ao reconhecer o erro, e se submeter à cruz perante ela, o marido está demonstrando muito amor. 4.Quando o marido exerce liderança com humildade, expressa profundo amor. 5.O interesse e compreensão dos problemas simples do dia-a-dia da esposa, são fortes demonstrações de amor. Cl. 3:19. 6.A delicadeza nas pequenas coisas. É dever do marido procurar alegrar o coração de sua esposa e através de uma conduta nobre e atenção solícita, renovar sempre os laços que os unem. 7.Provas verbais . O desleixo no trajar e na maneira de falar dentro do lar pode chegar a ser falta de respeito. Sabemos que existe uma estreita relação entre o asseio do corpo e a pureza da alma. 8.Atenção física também vale muito. O casamento tem como base a estima mútua, e a cortesia é um dos pontos onde se apoia a estima. É claro que a cortesia precisa ser sincera. Não pode ser apenas uma ação mecânica, superficial. 9.Uma atitude positiva também ajuda. É quando a esposa se propõe a fazer alguma coisa que vai ser bom para ela e para a família, então o marido demonstra interesse em ajudar e incentivar. Uma das reclamações de. muitas
  12. 12. esposas é esta : "Meu marido não me dá apoio em nada... Tudo o que eu vou fazer ele só me desanima, dizendo que eu não sou capaz, que não vou conseguir, etc." O marido que ama age diferente. 10.Mostrar que ela é necessária. A esposa que mais tem prazer em ser uma "grande mulher" para o marido, é aquela que sabe, que na vida da família e do marido ela tem o seu valor. 3. O MARIDO COMO O LÍDER DO LAR (Ef. 5.23) Se como amante da esposa o marido precisa agir como "cordeiro", como líder ele deve agir como "leão", mas sem perder o espírito de "cordeiro". 1. A fonte da autoridade para exercer liderança. Toda autoridade para exercer liderança no lar, tem que proceder do Senhor. Quanto mais o marido se submete a Cristo, mais autoridade ele terá. 1) Deus é o cabeça de Cristo, 2) Cristo o cabeça do homem, 3) O homem o cabeça da mulher. 2. O que não é autoridade vinda de Deus. Há muitas pessoas que não conseguem compreender o que realmente é autoridade. Vejamos primeiro o que não é autoridade. 1)Não é ditadura, tirania. Todo governo opressor é reprovado em qualquer lugar, isto porque escraviza, oprime, etc. 2)Não é agir, com falta de respeito, (Respeito gera respeito). Não se pode confundir grito ou expressão facial carrancudo com autoridade. Muitas vezes isto é falta de educação e de equilíbrio. 3)Não é tomar as decisões sozinho, (A mulher é a sócia da nossa vida). Se todos os maridos chamassem suas esposas para participarem do que eles fazem, dando sugestões, opiniões, estas mulheres se sentiriam mais necessárias. 4)Não é autoritarismo, abuso do poder. Quando o homem abusa da sua autoridade no lar, sua presença passa a ser indigesta e nada agradável para a família. 3. O que é autoridade. À medida que o marido se submete a Cristo, sua autoridade é transformada por Cristo em cuidado sacrificial. Um amor dedicado é um amor que serve. 1)É responsabilidade ( mordomo do lar). 2)É liderar, com sabedoria, humildade e direção do Espírito Santo. 3)É ser o EXEMPLO, MODELO para família, (Mc 9:35). A base da autoridade deve ser o exemplo do líder. Quando o homem como líder, é o exemplo em tudo dentro do lar, sua autoridade é confirmada e sua presença é o ponto de equilíbrio para todos.
  13. 13. 4.O líder e o cavalheirismo. A nossa sociedade de hoje está precisando do renascimento do cavalheirismo. Os homens devem estudar e praticar e as mulheres esperar e aceitar. 5.Cinco princípios para exercer uma liderança eficaz. 1) Presença, Mt 28:20. Jesus como um líder modelo, disse:" ...eis que eu estou convosco, até a consumação dos séculos". Quando o líder fica muito ausente do lar, sua liderança se fragiliza e não convence a família. 2) Prioridade, Mt 6:33. O marido cristão não pode esquecer, que, a sua primeira igreja é a esposa, depois os filhos e depois vem as outras atividades religiosas ou seculares. Mudar esta ordem cronológica de prioridades, é provocar conflitos da relação. 3) Autoridade, Mt 7:29. Israel na época dos juizes, experimentou um tempo de anarquia, porque cada um fazia o que bem lhe parecia. É sempre assim, quando o líder não tem autoridade, cada um faz o que quer, e o que se tem é uma "bagunça" generalizada no lar. 4) Percepção, Lc 7:13. A sensibilidade para perceber o que acontece ao redor, é um fator imprescindível para líder com segurança e equilíbrio. 5) Personalidade, Jo 10:11. Os que lideram com personalidade, sempre serão lideres eficientes no lar. 6.Alguns tipos de líderes, maridos e pais mal sucedidos. 1) Indeciso - deixa todos inseguros. 2) Insensível - tem o coração petrificado, indiferente. 3) Ciumento - provoca conflitos na relação 4) Crítico - não elogia, só critica 5) Teimoso - nunca reconhece seus erros 6) Camaleão - conforme o ambiente ele muda de cor. 7) Explosivo - apavora a família quando chega. 8) Brincalhão - brinca excessivamente. 9) Democrático - nunca assume como líder. 10) Preguiçoso - sempre arruma desculpa para justificar sua preguiça. 11) Liberal - para este, pode e vale tudo. 12)Inflexível - não se curva, arrogante, soberbo. 7. Qualidades de lideres e maridos bem sucedidos. Veja se você se aproxima deste perfil. 1) SABE AMAR - ama verbalmente, e suas atitudes justificam suas palavras.
  14. 14. 2) SABE COMPREENDER - mesmo que o problema seja grave ou simples. 3) SABE PERDOAR - consciente de que este é o segredo da vitória no lar. 4) É CONVERTIDO, - produz frutos que revelam o caráter de Cristo. 5) SABE SER ROMÂNTICO - não tem vergonha de expressar seu amor. 6) SABE SER SINCERO - não mente, fala a verdade. 7) SABE SER CAVALHEIRO - educado, gentil e prestativo. 8) É TRABALHADOR - não tem medo de ir à luta. 9) É HONESTO - caráter íntegro é tudo para ele. 10)É FIEL - sabe que a fidelidade é o segredo do compromisso de Deus para conosco.
  15. 15. O PERFIL DA ESPOSA IDEAL Texto: 1 Pe 3.1-71; Pv 14. 1; 31.10-31; 18.22. A mulher é o elo que liga marido e filhos. Por esta razão ela é, por muitas vezes, o ponto de equilíbrio do lar. Uma mulher virtuosa é capaz de fazer do seu lar um pequeno céu de felicidade e alegria em Cristo, apesar das circunstâncias. O primeiro nome que a mulher recebe na Bíblia é de auxiliadora. Auxiliadora para completar o homem, consciente de que em Cristo não há diferença. Gl 3:27-28; 1 Co 11.3. Elizabete Elliot, uma escritora contemporânea, escreve o seguinte: " Nós fomos criadas para sermos mulheres. O fato de ser mulher, não me faz um tipo de cristã diferente, mas o fato de ser cristã me faz uma mulher diferente. A mulher como auxiliadora - discípula, deve revelar o caráter de Cristo em seu viver diário, conservando sobre si a unção do Espírito Santo. Antes da submissão ao marido, já deve ser ao Senhor. Isso só é possível se a vida estiver centralizada em Cristo. I. OS DEVERES DA ESPOSA SEGUNDO O PLANO DE DEUS. As feministas, consideram a "submissão" da mulher ao marido, algo inconcebível, porém é preciso compreender esta regulamentação divina, na ótica divina e não humana. 1. SUB - MISSÃO (1 Pe 3. 1 - 7; Ef 5. 24) O que a Palavra de Deus nos ensina, está no significado da palavra submissão. 1. DEFINIÇÃO. Compreendendo este princípio, partindo do significado literal da palavra "submissão". SUB - quer dizer "debaixo - de". MISSÃO - "profissão ou vocação." Em resumo: SUBMISSÃO é EXERCER MISSÃO DE APOIO, missão de base, de auxilio. Alguém disse: "Por detrás de um grande homem, quase sempre existe uma grande mulher". A submissão deve ser a mais forte demonstração de amor da mulher para com o marido. Esta submissão não escraviza. É importante entender o que não é submissão segundo a Bíblia. 2. Quais são os benefícios da submissão, segundo a Palavra de Deus. 1) Proteção. Proteção é o primeiro benefício da submissão. Uma mulher que não exerce missão de apoio no lar, está desprotegida e exposta aos perigos nas áreas EMOCIONAL, FÍSICA E ESPIRITUAL. 2)Equilíbrio Social. (Gl 3:27,28 .)
  16. 16. 3) Poder espiritual, ( 1 Pe 3:6 ). 3. Três exemplos negativos de esposas: 1) Eva, Gn. 2,17; 3. 6. Por causa da insubmissão de Eva, quanto aquilo que o Senhor havia dito, toda a natureza sofre os efeitos da queda. Não valeu a pena. 2 ) Mulher de Ló. Gn 19.17,26. A insubmissão desta esposa, atraiu o juízo de Deus sobre si, ela foi transformada em um "monte de sal". Dura coisa é viver ao lado de uma mulher, cuja atitude e comportamento é uma verdadeira salmoura. 3) A Mulher de Jó. (Jó 2.8,9). Se Jó não tivesse raízes profundas em sua vida de compromisso com Deus, certamente ele teria esmorecido diante das palavras de morte de sua esposa. Há muitas pessoas que tem tudo para serem felizes, só não o são, por causa daquilo que vem sendo dito um para o outro dentro do lar. Não podemos nos esquecer que, "palavras tem poder para construir ou destruir". 4. Dois bons exemplos de esposas: 1) Sara, I Pe 3.6 . Se esta esposa não foi perfeita, foi virtuosa, porque jamais o Espírito Santo levaria Pedro a escrever sobre ela, de uma forma tão honrada, se ela não fosse uma "esposa virtuosa". 2) Ana, I Sm 1.8-11. Dentre muitas mulheres que a Bíblia faz menção, esta é uma das que me chama atenção. Algumas qualidades de Ana : Humilde, Persistente, Confiante, Sensível, Grata, íntegra. 5. O PRIMEIRO PASSO DA SUBMISSÃO: 1. Reconhecer o marido como líder "O Cabeça" do lar, e levar todos os filhos a respeitá-lo como tal. 2. Quando a mulher não reconhece o marido como líder, ela passa a usar alguns meios para roubar-lhe a AUTORIDADE, competindo pela liderança. Como isso pode acontecer ou estar acontecendo? ♦ Através de horários, estas estabelecem hora para tudo e faz do relógio uma forma de "algema" para o marido. ♦ Através do sexo. Ouvi falar de uma mulher, que só tinha relação sexual com o marido, se ele pagasse em dinheiro. ♦Através de doenças que não existem. Você sabia, que tem algumas mulheres que tem o hábito de reclamar de doenças, ou vivem dizendo que está doendo. São pessoas que tem problema de "auto-piedade", gostam que os outros tenham dó delas. Se está doente, é obrigação do marido, procurar médico, assistência para esposa, mas se a mulher esta usando uma "estratégia enganosa" para enfraquecer a liderança do marido, esta atitude aos olhos de Deus é pecado.
  17. 17. ♦ Através das lágrimas. Quando uma mulher chora demasiadamente, usando as lágrimas como "uma arma", para impor algo, ela está revelando imaturidade. Uma esposa sábia jamais faria isto. ♦ Através da Espiritualidade. Um certo pastor me contou, que em sua igreja havia uma esposa, que quando queria forçar o marido a fazer alguma coisa, profetizava para ele. Essa atitude de brincar com o sagrado, pode trazer sérios prejuízos para a família. Uma espiritualidade sadia, não brinca com as coisas do Espírito Santo. ♦ Através do Desperdício. Reconheço que muitos marido são "excessivamente econômicos", porém, alguns fecham a mão, provocados pelo desequilíbrio no gastar das suas esposas. O equilíbrio financeiro, depende não só do marido, mas também do equilíbrio da esposa. ♦ Através do Silêncio. O que dizer de um casal que consegue ficar uma semana, um mês ou um ano sem conversar dentro de casa. Para que isto não aconteça é bom lembrar do que Paulo escreveu aos Efésios : "Quando estiverem irados, não pequem alimentando o seu próprio rancor. Não deixem que o sol se ponha com vocês ainda irados - resolvam isto logo." Ef. 4: 26 ♦ Através das ameaças de suicídio ou separação. Penso que nunca deveríamos falar aquilo que na verdade, não queremos que aconteça. Fico admirado com a facilidade com que algumas esposas dizem para o marido: "Desse jeito vou embora", 'Tenho vontade de tirar minha vida", etc. Por pior que seja a crise, nunca devemos tentar apagar o fogo com gasolina. "Que exemplo esta mulher está dando às filhas?" (Ez. 16:44) 2. O que a mulher demonstra ao reconhecer o seu papel? 1. Aceitação da vontade de Deus, 1 Jo 2.17. "Foi Deus quem baixou essa determinação regulamentadora da vida doméstica". Rejeitar este principio, é não estar vivendo sob o senhorio de Cristo. 2. Profundo amor ágape. Tito 2.3-5. "As mulheres idosas, semelhantemente, sejam sérias no seu viver, como convém as santas, não caluniadoras, dadas a muito vinho. Então poderão ensinar as mulheres novas a amarem seus maridos e filhos," Quando escrevi para os maridos, procurei ser objetivo e direto, quanto ao dever do homem de amar a sua esposa voluntariamente, incondicionalmente e sacrificialmente. Se a esposa espera ser tratada como eterna namorada, com romantismo, respeito, carinho, cortesia, atitudes de bondade, etc, ela tem toda razão. Porém, faço uma pergunta para as esposas: "O que vocês estão fazendo para merecer este tratamento?" Não é difícil cobrar, difícil é fazer aquilo que estamos cobrando do cônjuge. Muitas mulheres, depois que se casam, deixam morrer o "espírito romântico", e passam a menosprezar aquilo que pode manter o casamento cheio de graça e vida.
  18. 18. Alguém disse: "Quem tem na garagem um carro Vectra ou Omega, não sai a procura de fusquinha meia qualquer coisa..." Quem tem em casa uma grande mulher, não sai em busca de "mulherzinha sem caráter". Muitas mulheres estão perdendo seus maridos, por não fazerem o mínimo necessário, para mantê-los conquistados. Muitas pessoas só conseguem dar valor ao que tem, depois que perdem. 3) Perguntas que podem ajudar as esposas que desejam melhorar: 1) Como você demonstra seu amor para o seu marido? É impossível amar sem demonstrar, quem ama de alguma forma isto aparece. 2) Como você trata seu marido na intimidade e diante das crianças e outras pessoas? 3) Você o surpreende as vezes com atitudes românticas? 4) Você toma a iniciativa para o ato sexual? 5) Como você fala do seu marido para outras pessoas? A mulher que fala mal do marido, não respeita a si mesma. Ef5:33. 6) Você sabia que o exercer missão de apoio é uma das mais fortes demonstração de amor? 7) Você usa o elogio para motivá-lo a melhorar cada vez mais? Quem só critica, não motiva, provoca a ira e o desânimo. 8) Quando o seu marido chega com muita disposição lhe convidando para um programa de lazer, qual é a sua atitude? A mulher que sempre diz não, quando o marido propõe um passeio, um jantar, uma pescaria, etc, ela contribui para que o marido vá morrendo como marido para ela... 9) As vezes você acorda perguntando: "O que posso fazer hoje para que ele seja mais feliz?" 10)Qual foi a última vêz que você sugeriu alguma coisa, para tirar ou não deixar o relacionamento cair na rotina? 4. CARACTERÍSTICAS DA MULHER VIRTUOSA , Pv 31.10-31. É impossível falar sobre os deveres da esposa, sem pensar em Provérbios 31. A pergunta que quase sempre fazem, quando se trata de mulher, é esta: "Em que consiste a beleza da mulher? Os dois extremos: As super vaidosas. São aquelas que extrapolam os limites do bom senso. Todo exagero não é saudável. Pedro, quando escreve para igreja de Jerusalém, está preocupado, com o excesso no vestir, na ornamentação, no pentear os cabelos das mulheres cristãs. Paulo, aconselha as mulheres, para que se vistam com modéstia e honestidade. As desleixadas, são aquelas que confundem simplicidade com desleixo, humildade com descuido e negligência. Nenhum dos dois extremos servem para as filhas de Deus, aBíblia nos orienta sempre a buscar o equilíbrio, a moderação.
  19. 19. 1. A mulher virtuosa evangeliza sem palavras. Viver refletindo o caráter de Cristo, fala mais alto do que a própria voz. Se algumas esposas se preocupassem em falar mais com a vida do que com a boca, muitos maridos já tinham se convertido. 1 Pe 3.1. 2. Controlada no seu temperamento, (MANSIDÃO). "Mas o fruto do Espírito é: ... mansidão..." Gl 5:22. A mulher virtuosa, tem o seu temperamento controlado pelo Espírito Santo. "Sejam belas interiormente, em seus corações, com encanto duradouro de um espírito amável e manso, que é tão precioso para Deus." 1 Pe 3.4.( Bíblia Viva). 3. DISPOSTA PARA SERVIR, Pv 31:17, 27 ; Gn 24.16-19. "Cinge os seus lombos de força e fortalece os seus braços. Olha pelo governo da sua casa, e não come o pão da preguiça." 4. O espírito de ajuda se nota nela, Pv 31.12. "Ela sempre procura ajudar o marido; sempre procura o bem-estar e alegria para ele". (Bíblia Viva) 5. Sabe avaliar uma mercadoria e comprar, Pv 31.16. "Ela sabe negociar. Compra um terreno e planta uma horta, com o dinheiro que ganhou com o seu trabalho". ( B.V.) Ela não é super dependente do marido, ela faz a sua parte. 6. Usa seus dons em benefício da família, Pv 31.19. Esta mulher tem consciência do seu valor e usa sua inteligência para o bem. Ela é uma cooperadora no lar. 7. Sabe se vestir, Pv 31.22b; 1 Tm 2.9-15. "Seus vestidos também são feitos por ela, com linho da melhor qualidade." Há muitos maridos que não tem prazer de andar com a esposa, por causa da maneira como ela se veste. Algumas vestem-se relaxadamente, outras vestem-se com falta de modéstia e pudor. Perguntas que podem ajudar: 1)Você se preocupa em vestir-se bem para o seu marido? 2)Você veste-se com honestidade, sem perder a beleza. 3)Você se preocupa em esperar seu marido, as vezes, enquanto vestida de uma maneira mais atraente, quando ele volta do trabalho ? 4)Quando seu marido reprova alguma coisa na sua roupa, como você reage? 5)Como cristã, se o marido lhe sugerir uma "minissaia", como você reagiria? 6)Na intimidade, você se preocupa em vestir-se da melhor maneira para o marido? O homem se excita pelo que vê. Nunca deixe o seu marido procurar em outra, o que ele gostaria de ver em você. Vista-se com modéstia, sem perder a beleza. 8. Tem o coração caridoso, Pv 31.20. "Com a agulha e a linha ela faz roupas e dá aos pobres e necessitados." (B.V). 9. Tem força e dignidade, e não se preocupa com a velhice, Pv 31.25. "Suas grandes virtudes são a energia e a honra. Ela não se preocupa com a velhice". (B.V.) A preocupação com a beleza estética, tem o seu valor, porém quando é excessiva, pode ser evidência de algum tipo de complexo, que precisa ser curado pelo Senhor.
  20. 20. 10.Ao abrir a sua boca demonstra sabedoria, Pv 31.26. "Quando ensina seus filhos ela mostra sabedoria , ensinando e corrigindo com amor". Ela fala o certo, na hora certa, no tempo certo, no lugar certo. 11.Detesta a ociosidade, Pv 31.27. Ela não tem que ficar no muro, na cerca ou no telefone falando o que não convém, o seu tempo é bem empregado. 12.Sabe cultivara beleza interior, consciente que a beleza exterior não dura para sempre, Pv 31.25,30. O resultado final é maravilhoso, empolga os filhos e o marido. Seus filhos dizem aos colegas: "Minha mãe é formidável"! É a melhor mãe do mundo. Seu marido diz a ela, cheio de orgulho: "Pode haver muitas boas esposas neste mundo mas eu tenho certeza que nenhuma delas é como você. " "Os encantos de uma mulher podem ser apenas ilusão e a beleza não dura para sempre. A verdadeira beleza e a verdadeira honra de uma mulher está em amar e obedecer ao Senhor." "A mulher que fizer isto deve ser elogiada diante de todos; deve receber suprimentos e homenagens de toda a sociedade." Provérbios 31: 29-31 . 5) ESPOSA ABENÇOADA. 1. AMA, (Não apenas com palavras , mas com atitudes...). 2. PERDOA, (Oferece sempre um coração sem vingança). 3. É CRENTE (Revela na sua vida o caráter de Cristo). 4. COMPREENSIVA, (Procura sempre entender o momento que estão passando, de fartura ou escassez). 5. ROMÂNTICA, (Surpreende o marido com atitudes amorosas e é criativa). 6. SUBMISSA, (Não se cansa de exercer missão de apoio ao lado do marido). 7. BOA DONA DE CASA, ( Sabe cuidar do lugar da casa como um lugar "sagrado"). 8. NÃO GOSTA DE FOFOCA, (Abre sempre a boca para dizer aquilo que edifica e abençoa). 9. HUMILDE,( Reconhece suas falhas e não tem dificuldade para pedir perdão e perdoar). 10. BUSCA SEMPRE A VONTADE DE DEUS. (Esta esposa tem consciência que, o melhor lugar para estar é no centro da vontade de Deus).
  21. 21. AMOR
  22. 22. O amor é a essência de Deus e a base de todos os relacionamentos saudaveis, profundos e verdadeiros, daí João ter afirmado 1 João 4:7 “Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus”. O amor não é apenas um sentimento de bem-estar e bem-querer o outro em relação ao qual temos empatia e simpatia, e sim algo profundo, enraizado em Deus e eterno como ele. Estamos referindo ao amor ágape, descrito em 1 Cor 13: 4-7 “O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. Este amor mantêm um casamento saudável, harmônico e feliz. Mas este amor tem que ser cultivado e demonstrado não apenas com palavras, mas com atitudes para com Deus e com quem você fez aliança, prometendo amar incondicionalmente. Quando o amor é genuíno, os cônjuges prezam um ao outro, naturalmente cedem em favor do outro, toleram e suportam suas diferenças, perdoam as faltas e seguem em frente, porque entendem que melhor é serem dois do que um. Eclesiastes 4:9-12 “Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante.Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se aquentará? E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa”. 1. O amor é paciente Este amor custa a ficar zangado ou irritado, nunca levanta a voz ou perde a calma, está pronto a suportar o mau trato dos outros.Este amor sabe esperar o tempo certo para cada coisa. 2. O amor é benigno Este amor é muito criativo, ele demonstra consideração às pessoas mais chegadas, procura elogiar antes de criticar, dedica tempo aos amigos através de atos de bondade. Este amor procura o melhor relacionamento com os outros. 3. O amor não arde em ciúme: Este amor não fica ciumento quando outros são promovidos, nem fica inseguro diante de pessoas mais capacitadas e mais atraentes, ele não fica aborrecido quando não recebe atenção especial. 4. O amor não se ufana: Este amor não procura ser o centro das atenções nas conversas, não se gaba das suas habilidades, não é vaidoso. 5. O amor não se ensoberbece: Não procura fama para si mesmo, não precisa ser bajulado para fazer o que é sua responsabilidade, não desvia a conversa para trazer benefício a si.
  23. 23. 6. O amor não se conduz inconvenientemente: Não é grosseiro, sarcástico ou cínico, pelo contrário, têm boas maneiras, respeita os outros e demonstra cortesia, é discreto e sabe a maneira correta de tratar as pessoas em qualquer situação. 7. O amor não procura seus próprios interesses: Ou seja, se considera menos importante e procura saber os interesses do outro e como podem ser satisfeitos. Não é autoritário, como aquele que ama insistindo em sua própria vontade e/ou direitos, não têm alvos egoístas, mas procura ajudar todos. 8. O amor não se irrita (exaspera): Este amor não é melindroso, defensivo ou supersensível, não fica machucado ou ofendido por coisas mínimas, não se irrita ou fica facilmente amargurado. 9. O amor não se ressente do mal: Tem grande capacidade de perdoar as pessoas que o ofende, este amor não guarda uma lista de ofensas cometidas contra ele, não se vinga, nem se defende quando é criticado ou acusado. 10. O amor não se alegra com a injustiça: Não se alegra quando os outros falham, não aproveita a falha dos outros para se promover, não faz comparações para justificar a sua própria fraqueza. 11. O amor alegra-se com a verdade: Alegra-se muito quando a justiça é colocada em evidência, ou reina, sempre procura saber a verdade diretamente da própria pessoa e não através de outros. 12. O amor tudo sofre: É capaz de viver em harmonia com as incoerências e inconstância dos outros, pode suportar qualquer tipo de provação ou angústia, pode entender as fraquezas dos outros. 13. O amor tudo crê: Está pronto a crer no melhor sobre uma pessoa e não procura razão para colocar em dúvida a integridade de alguém, procura sempre pensa no melhor sobre a outra pessoa, não coloca em dúvida a palavra ou as pessoas.
  24. 24. 14. O amor tudo espera: Crê que Deus está agindo na vida da outra pessoa, por isso espera que o melhor acontecerá com ela. Crê que Deus é capaz de escolher a pessoa certa para suas amizades e convivência, sempre tem a esperança e nunca desanima. 15. O amor tudo suporta: Esse amor suporta qualquer coisa que aconteça em sua vida, não fica desanimado, nem triste, é perseverante, pode amar em qualquer situação ou acontecido
  25. 25. Bondade
  26. 26. Gálatas 6:10 ” Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.” O mau tratamento, a grosseria, a estupidez são reflexos de um caráter não transformado pelo Espírito Santo, pois a Bíblia Sagrada alerta para a importância, dos nascidos de novo, produzirem bons frutos. Observe bem a pergunta que JESUS faz: “Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Do mesmo modo, toda árvore boa produz bons frutos e toda árvore má produz frutos maus” (Mateus 7:16 e 17). O comportamento do cristão não só na rua, no templo, diante das pessoas, como também em casa, apenas com sua esposa e filhos, é fundamental. Os filhos precisam crescer não só ouvindo os ensinamentos dos pais, mas principalmente enxergando os seus comportamentos. A tendência é que eles reflitam no futuro o que viram e assistiram dentro de casa. A expressão “faça o que eu digo e não faça o que eu faço” não tem nenhuma fundamentação bíblica e traduz um grau altíssimo de incoerência. Se somos imitadores de DEUS, devemos fazer todas as obras que CRISTO nos deixou.
  27. 27. comunicação
  28. 28. A comunicação é vital para o desenvolvimento intelectual e emocional do ser humano. Há pessoas que por não ter aprendido a dialogar na sua família de origem ou por timidez, só falam o trivial, não conseguem expor seus problemas, sentimentos e pontos de vistas , tratam assuntos importantes relativos as casamento com superficialidade. Abra o coração para ouvir o outro e aprenda a compartilhar o que pensa. Provérbios 25:11 “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo.” Jaime Kemp, em seu livro Sua Família Pode Sei Melhor, menciona quatro níveis de comunicação. O nível mais elementar é aquele em que as pessoas se limitam a repetir expressões corriqueiras, tais como: "bom dia", "como vai você?", "gostou do jogo de domingo?", "será que vai chover hoje?". O nível um pouco menos superficial é aquele em que as pessoas comentam fatos ocorridos com outras pessoas ou coisas ditas por outros. Aprofundando um pouco mais o nível de comunicação, as pessoas compartilham entre si suas ideias e pensamentos. No nível mais profundo, as pessoas compartilham tudo: ideias, pensamentos, ações, omissões, erros, frustrações, etc. este é o tipo de comunicação que deve existir entre o casal. Entre os cônjuges nunca deve existir segredo, omissões, dissimulações. Cada um deve ser para o outro um livro aberto. Além destes quatro níveis, existe uma comunicação que pode ser chamada comunicação do coração ou da alma. Esta comunicação ocorre entre as pessoas que estão ligadas por um profundo afeto. Elas não precisam de palavras para se comunicar - o silêncio já diz tudo. O Rev. James H. Jauncey conta que, certa vez, fez o casamento de um soldado norueguês e uma moça mexicana. Ela não sabia falar o norueguês nem ele o espanhol. Também não conheciam uma terceira língua em que se pudessem comunicar. Não conseguiam comunicar-se através de palavras. Mas afirma o pastor: "O meu casal de noivos conseguia enviar a sua mensagem de amor um para outro". Marido e mulher devem se aprofundar na comunicação até que exista entre eles uma tal comunhão que dispense as palavras. "A falta de comunicação torna a vida muito solitária. Quando deixamos de compartilhar nossos sentimentos, sentimo-nos solitários e tornamo-nos estranhos um para o outro, embora vivendo na mesma casa. Quando deixamos de compartilhar nossos sentimentos íntimos, a vida é vivida em relacionamentos superficiais que diminuem o verdadeiro amor."6 Os cônjuges precisam comunicar um ao outro suas ideias, opiniões, expectativas, desejos, ansiedades, enfim, tudo, para a mútua compreensão. Às vezes um deles reage de modo indelicado diante de uma situação bem simples, por estar muito cansado, triste, ansioso ou frustrado. Se o outro souber o que está acontecendo, será mais fácil compreender os motivos daquela reação, e perdoar.
  29. 29. Sendo um livro aberto um para o outro, os cônjuges terão melhores condições para se ajudar mutuamente. Além disso, cada um poderá também eliminar o que esteja fazendo e que possa estar desagradando ao outro. Mas compartilhar tudo exige um forte senso de oportunidade: "Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavradita a seu tempo" (Provérbios 25.11). Requer também sensibilidade para usar as palavras adequadas ao momento: "Palavras agradáveis são como favo de mel, doces para a alma, e medicina para o corpo" (Provérbios 16.24). E quem ouve deve ter cuidado quanto ao que vai responder: "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira" (Provérbios 15.1). Aliás, para uma boa comunicação é necessário que haja sabedoria por parte de quem fala e, também, de quem escuta. Quem ouve deve ser "pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar" (Tiago 1.19).
  30. 30. Dedicação
  31. 31. Provérbios 5:8 “Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade”. O egoísmo está na base de um número incrível de dificuldades matrimoniais. É extremamente difícil viver com alguém que sempre pensa só em si mesmo. Cuidar de uma criança é trabalho duro porque ela não tem consideração com as necessidades e desejos dos outros. Suas necessidades precisam ser satisfeitas imediatamente ou ela fará com que seus pais saibam de sua infelicidade por meio de gritos estridentes! Como adultos, já deveremos ter ultrapassado tal egoísmo, mas infelizmente alguns esposos agem bem dessa mesma maneira. Segundo o dicionário Aurélio a palavra dedicação é um substantivo feminino e uma das suas definições significa qualidade de quem se dedica, e quando se fala em dedicação temos que falar de compromisso. Pois para transformar o casamento que você tem no casamento que você quer, o ponto de partida é a conscientização de que o verdadeiro fundamento do matrimonio é o compromisso. Ao fazer os votos conjugais, assumimos o compromisso de amar, honrar, cuidar e defender o nosso cônjuge e ser-lhe fiel na saúde, na doença, na prosperidade e na adversidade, na alegria e na dor e viver ao lado até que a morte nos separe. Todo casamento está sujeito a enfrentar, problemas, lutas e dificuldades, mas quando o casal leva a sério o compromisso de dedicar-se um ao outro sem egoísmo, torna-se muito mais fácil superar as crises. Pois só a dedicação produz segurança. O cônjuge mais feliz não é aquele que se casou com a melhor pessoa, mas aquele que consegue extrair o que há de melhor na pessoa com quem se casou.
  32. 32. Exclusividade
  33. 33. Eclesiastes 3:1 “TUDO tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”. Quem TV ? quem Tviu ? O tempo que investimos no casamento determina a importância que damos a ele. A televisão tem roubado momentos que os cônjuges poderiam estar se conhecendo melhor, nada contra a televisão pois creio que Deus deu inteligência ao homem para fazer esta ferramenta de auxilio para o conhecimento, mas acontece que muitos tem dado exclusividade a TV e o casamento em segundo plano. Um certo pai, ao chegar em casa depois de um dia de trabalho, ligou a TV no jornal nacional. O filho se aproximou e perguntou: Pai,quanto você ganha por hora? Ele respondeu: - Vai brincar menino, porque estou assistindo o jornal. Alguns minutos depois, o garoto voltou e tornou a perguntar: Pai,quanto você ganha por hora? Novamente o pai respondeu: Vai brincar, você não percebe que eu estou assistindo o jornal? Pela terceira vez o filho insiste em perguntar, porém agora, o pai irado, gritando muito diz: Sai daqui , vai dormir, não me perturba. Se não do deitar agora eu vou lhe dar uma surra. Logo depois do jornal nacional, começou a novela, o homem caiu em si, lembra do menino e resolve conversar com ele.Vai ao quarto, o menino já está dormindo. Ele o acorda e diz: - Filho vamos conversar. O menino com os olhos meio fechados pergunta: - Pai quanto você ganha por hora? O pai responde: - Quinze reais. Então me empresta dois. – Sim. Tirou o dinheiro e deu ao filho. O menino enfiou a mão na gaveta, tirou treze reais. O pai sem entender, perguntou: - Por que você pediu dois reais ? pra juntar com treze que eu tenho, e pagar uma hora pra você ficar comigo. Considere algumas estatísticas: Mais casas na América (98%) têm mais TV do que banheiros dentro de casa. A típica classe média americana tem no mínimo 3 TVs e gasta 230 horas cada ano vendo TV. Comparando com 2000 horas gastas cada ano provendo o sustento (40 horas por semana X 50 semanas). A média de crianças americanas que vêem TV é de 6 horas por dia. O mesmo tempo que gastam na escola. Quando a criança entra no jardim de infância, ela já viu em média, 8000 horas de TV. Para por isto grosseiramente, o tempo gasto com a TV pelas crianças é maior do que o tempo gasto pelo adulto no trabalho e as horas que as crianças passam na escola. Compare isto com o tempo que nós gastamos como Igreja, atividades cristãs, culto familiares ou estudo pessoal da bíblia, e nós facilmente nos envergonhamos. Quem entre nós gasta mais do que 4 ou 5 horas semanalmente em tudo isto, a não ser que estejamos totalmente envolvidos na obra de Deus ? Vários anos atrás, uma pesquisa importante foi conduzida entre evangélicos e fundamentalistas para determinar hábitos de assistir TV. O resultado da pesquisa foi que a população evangélicos - fundamentalistas tinha os mesmos hábitos de TV que a grande sociedade. Se mamãe e papai são com os demais em seus hábitos com a TV, por que eles
  34. 34. devem se queixar, se seus filhos são como os demais em seus hábitos com a TV? Com nossos filhos, nosso exemplo sempre falará acima dos nossos "sermões". Então, por que eu devo me importar se meus filhos vêem TV da mesma maneira que seus amigos da escola fazem? Primeiro: Considere aquelas 2000 horas que seu filho "investe" cada ano na telinha. Este é o melhor uso de 2000 horas? Se seus filhos gastam aquelas muitas horas com a telinha, qual o tempo que sobra para: - Conversa em família - Cultos familiares - Boa leitura A TV ensina o humanismo secular, que afirma que o mais importante vem do homem e não de Deus. Ensinam que os atores sem Deus, que muitas vezes zombam do criador, são modelos apropriados a serem seguidos. Ensinam que a visão bíblica do casamento é ultrapassada e deve ser rejeitada. Ensinam que a pornografia, as relações ilícitas é agradável e aceitável. Ensinam aos filhos a desrespeitarem pais, aos pastores e autoridades publicas, e que a virgindade é motivo de vergonha e embaraço. Perguntas para refletir. Quanto tempo por dia você fica na intimidade com Deus ? Quanto tempo por dia você gasta com seu cônjuge, com seus filhos dando-lhes atenção especial? Qual o dia da semana é todo dedicado a sua família ?
  35. 35. Fidelidade
  36. 36. Jesus ensinou que a infidelidade conjugal pode ocorrer também na mente das pessoas: Ele disse: "Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo: Qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração já adulterou com ela" (Mateus 5.27,28). O cônjuge encantado com outra pessoa está cometendo infidelidade mental. Isto pode ocorrer com o marido, que corre o risco de ficar encantado com as mulheres que encontra em seu local de trabalho, nos bancos, nas lojas comerciais ou em outros locais. Ou com a esposa, que pode ficar encantada com os artistas da televisão ou do cinema, com os cantores, com os atletas ou com qualquer outro homem. A afeição dividida mata o amor. Marido e esposa devem dedicar toda a sua afeição ao cônjuge; e não permitir que, em seu coração ou em sua mente, se desenvolva qualquer atração romântica por outra pessoa. Faça um compromisso com a fidelidade mental “Eles o protegerão da mulher imoral e dos falsos elogios da mulher leviana. Não cobice em seu coração a sua beleza, nem deixe seduzir por seus olhares, pois o preço de uma prostituta é um pedaço de pão, mas a adúltera sai à caça de vidas preciosas. Pode alguém colocar fogo no peito sem queimar a roupa? Pode alguém andar sobre brasas sem queimar os pés?” (Provérbios 6.24-28). Estes versículos declaram que o caminho da fidelidade conjugal passa pelos sentimentos e pensamentos. Não posso deixar de destacar a importância da disciplina da leitura bíblica e da oração diária, assim como o cuidado com relacionamentos com pessoas do sexo oposto. Tiago 1.14 adverte que o pecado tem início em nossas mentes e em nosso coração. Pensamentos, flertes, literatura sexualmente sugestiva e pornográfica estimulam a infidelidade e a imoralidade sexual. Fuja delas! É tão ilusório achar que uma criança pode entrar na confeitaria e sair sem comer nada quanto um homem adulto comprar na banca uma revista erótica e dizer que só lerá a entrevista!
  37. 37. Gentileza
  38. 38. Cantares 1:14-15 “ Como um ramalhete de hena nas vinhas de En-Gedi é para mim o meu amado. Eis que és formosa, ó meu amor, eis que és formosa; os teus olhos são como os das pombas”. Preste atenção nos pequenos detalhes que alegram o seu cônjuge, e dê ênfase a esta atitude no seu dia-a-dia. Descubra o que o seu cônjuge gosta, o que mais lhe agrada, o que o faz feliz, o que faz os seus olhos brilharem. Isso pode mudar o seu casamento, pois quando servimos um ao outro, semeamos sobre nossas vidas uma semente de benção, e muitos milagres podem começar a acontecer em seu casamento através de pequenas atitudes, mesmo que pequenas ou sutis, elas determinam muitas coisas sobre o seu relacionamento, e quando você deixa de exigir que te sirvam e começa a servir, você está dando um grande passo para a felicidade do seu casamento.Aprenda a dar pequenos presentes, a fazer declarações de amor ao sair de casa para o trabalho, a dar pequenos beijos durante o dia, a dizer “eu te amo” pelo menos cinco vezes ao dia, ao elogiar a comida e não comer sem dizer uma única palavra, essa é uma grande oportunidade para elogiar sua esposa, ao dar um abraço no seu esposo e dizer que vai ficar orando para que o seu dia seja bom, etc. “A ansiedade no coração do homem o abate, mas a boa palavra o alegra” (Prov. 12:25).Quando você elogia, você está profetizando benção sobre a vida do seu cônjuge, é interessante notar o quanto as pessoas gostam de ser elogiadas, o elogio traz um sentimento de valorização, pois reafirma a pessoa elogiada, porém é algo que precisa ser aprimorado em nossas vidas, pois muitas pessoas tem dificuldade em elogiar os outros e principalmente seu cônjuge seus filhos ou mesmo pessoas que convivem com ela. Alguns tem a necessidade de serem elogiadas, mais que outras pessoas, o elogio é para elas como um combustível que alimenta o relacionamento.Muitas vezes no relacionamento conjugal,perdemos nosso tempo com o negativismo do dia-a-dia em nosso lar, criticamos os filhos, reclamamos do fogão, nos irritamos com a TV alta, gritamos com o cachorro, ressaltamos apenas os defeitos um do outro, falamos dos problemas financeiros e deixamos de apreciar a leveza de um simples beijo, um carinho descontraído ou uma palavra de encorajamento, deixamos de desfrutar dos momentos gostosos do casamento. “A palavra certa na hora certa é como um desenho de ouro feito em cima da prata” (Bíblia na linguagem de hoje – Prov. 25:11). Nunca deixe de pedir “por favor” ou dizer “muito obrigado”, pois esses pequenos gestos de cortesia fazem uma considerável diferença no casamento. Nunca perca esse hábito de dizer: “muito obrigado”, quando seu cônjuge fizer alguma coisa pra você, isso irá valorizar cada atitude dele, todos nós gostamos de nos sentir valorizados e de fazermos as coisas para aqueles que sabem ser agradecidos. Não deixe passar em branco um “por favor,” quando você precisar de alguma coisa, pois sua esposa não é sua empregada particular, ser rude é uma característica de pessoas medíocres e sem a presença do Espírito Santo em suas vidas. Pare de mandar seu esposo ou sua esposa: - Pegue isto ou segure aquilo... - Faça isto agora... - Você não faz nada certo mesmo... Seja mais cordial, mais educado, mais humano, peça com carinho, não faça da sua boca uma faca que corta e destroça o coração do seu cônjuge, faça de seus lábios um manancial de benção na vida das pessoas que estão ao seu redor. Experimente uma vida de amor, alegria e paz como Jesus nos prometeu, mas para isso é necessário uma mudança substancial em sua vida, comece agora mesmo, ligue para o seu cônjuge e diga pra ele que você o ama e que ele é
  39. 39. especial para você. Fale hoje ainda para os seus filhos que eles são um presente de Deus e que você os ama muito e sempre estará ao lado deles. Todas as vezes que for pedir alguma coisa para o seu cônjuge ou filhos, lembre-se das palavrinhas mágicas que nunca podem ser esquecidas: - Por Favor... - Obrigado... E não apena gentilezas com o (a) cônjuge , mas com os familiares do (a) cônjuge. 1 Timóteo 5:10 “Tendo testemunho de boas obras: Se criou os filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se socorreu os aflitos, se praticou toda a boa obra”.
  40. 40. Honestidade
  41. 41. Todos os bons casamentos exigem honestidade e discrição de ambos. Tanto esposo como esposa deverão empenhar-se em sempre falar a verdade um ao outro (Efésios 4:25; Colossenses 3:9). Bons casamentos dependem da confiança e uma mentira descoberta destrói essa confiança. O esposo (a) que descobre que seu esposo (a) mentiu para ele (a) em um assunto imaginará que ele no futuro estará mentindo também sobre outros assuntos mesmo que ele (a) esteja falando a verdade. Infelizmente, aqueles que praticam o engano com freqüência acreditam arrogantemente que são muito inteligentes para "serem apanhados". O mentiroso pode freqüentemente cobrir seu engano por algum tempo, mas as mentiras costumam ser descobertas. O (a) esposo (a) que esconde informação de seu esposo (a) está também praticando o engano, uma forma de desonestidade. A suspeita que resulta quando o engano é descoberto ameaça a bela intimidade possível num casamento.
  42. 42. Intimidade
  43. 43. A mais íntima comunicação entre um homem e uma mulher se dá por meio do sexo. O Antigo Testamento usa o termo "conhecer" quando se refere ao ato sexual, demonstrando que "o ato em si envolve a pessoa toda, o ego completo, a personalidade inteira", e que este é "o meio pelo qual o ser humano se revela mais completamente do que é possível em qualquer outra relação entre duas pessoas".1 E isso foi instituído por Deus na criação. Qual diferença entre sexo e sexualidade ? Sempre que tratamos de sexualidade, é bom lembrarmos que ela está a serviço da espécie, mias especificamente a serviço da pessoa humana, com suas marcas típicas de racionalidade, de liberdade e de responsabilidade. Sexo – a palavra sexo vem do latim (sexu), do verbo “secare”, que significa cortar, secionar, separar, distinguir. O sexo é a conformação particular que distingue o macho da fêmea, nos animais e nos vegetai, atribuindo-lhes certas características distintivas. Sexualidade - É a dimensão da nossa personalidade ativa pelo sexo. Enquanto é a parte fisiológica, a sexualidade é a parte psíquica. Como é a anatomia do órgão sexual masculino. Conhecer a anatomia do órgão genital é de fundamental importância para se compreender melhor o sexo e a sexualidade.  Pênis - é o órgão sexual masculino e relaciona-se com quatro importantes funções: penetração, alta sensibilidade erógena, introdução do esperma na vagina e micção ( urinar). Quando o pênis está flácido, fica com a glande coberto pelo prepúcio. O pênis é chamado de circuncidado quando houve remoção de prepúcio. Quando está ereto, fica com o glande exposta.  Prepúcio – É a pele que recobre a glande.  Corpos Cavernosos – Constituem a parte principal do corpo do pênis e são formados por um tecido cheio de cavidades, que se enchem de sangue quando há ereção do pênis.  Corpo Esponjoso – Localiza-se abaixo dos corpos cavernosos e se dilata na sua terminação para formar a glande do pênis. No home a uretra passa pelo interior do corpo esponjoso.  Glande do Pênis – É também conhecida como a cabeça do pênis e é formada pela dilatação terminal do corpo esponjoso. A glande é muito rica em terminações nervosas e por isso é muito sensível, sendo a
  44. 44. principal zona erógena do homem. O pequeno orifício presente na glande é o meato uretral por onde sai a urina na micção e o esperma na ejaculação.  Frenulo – É o que liga a glande a região posterior do pênis. Quando ele é curto faz com que no pênis ereto, a glande se curve, dificultando as atividades sexuais e causando dor. Esta situação pode ser resolvida com uma pequena cirurgia muito simples chamada fimose.  Escroto – É uma bolsa de pele e músculos lisos dividida internamente em dois compartimentos. Cada um deles contem um testículo e um epidídimo sendo o testículo esquerdo um pouco mais baixo que o direito nos canhotos pode ser ao contrario. Para produzir espermatozóides, os testículos precisam estar numa temperatura um pouco inferior a do corpo, por isto eles se localizam no escroto. Quando a temperatura ambiente esta elevada os músculos se relaxam, afastando os testículos do corpo. Ao contrario já em baixas temperaturas ambientais, os músculos se contraem aproximando os testículos do corpo. Escroto quer dizer bolsa ou saco por isto as expressões bolsa escrotal ou saco escrotal são incorretas por redundância.  Testículos – São as gônadas, glândulas sexuais, masculinas. A partir da puberdade eles produzem os espermatozóides e o hormônio masculino, a testosterona, responsáveis pelas caracteres secundários masculinos e pelo desejo sexual. No interior dos testículos encontram-se os túbulos seminíferos, nos quais são produzidos os espermatozóides. Pancadas nos testículos, além de muito dolorosas podem ter graves conseqüências. Por isto eles devem se protegidos nas práticas esportivas ou em outras atividades que corram risco de traumas. Ás vezes os testículos sofrem torção e, se ele não retornar a sua posição normal, podem ocorrer necrose e perda dos testículos. Se isto acontecer com você, procure ajuda médica com urgência.  Epidídimo – É uma estrutura com o formato da letra C, situado na margem posterior de cada testículos. No epidídimo os espermatozóides são armazenados e é neste local que parte do fluido seminal é produzido.  Espermatozóides – São as gametas, células reprodutoras, masculinas, produzidas nos túbulos seminíferos dos testículos, armazenados temporariamente no epidídimo e conduzida na próstata através dos dutos deferentes.
  45. 45.  DUTOS DEFERENTES – São a continuação dos epidídimo e conduzem os espermatozóides ate os dutos jaculatórios, já junto a próstata. Os dutos deferentes são também conhecidos como canais deferentes.  VESICULAS SEMINAIS – Localizam-se bilateralmente através da bexiga urinaria e tem como função produzir a maior parte 70 por cento, do liquido seminal que nutre e protege os espermatozóides. Durante a ejaculação, as vesículas seminais, se contraem ritmicamente, impulsionado seu conteúdo para a próstata.  PRÓSTATA – É um órgão constituído principalmente de musculatura lisa e que produz parte dos 30 por cento do liquido seminal, as vesículas seminais produzem os 70 por cento restante. É na próstata que os espermatozóides se misturam ao liquido seminal, formando o esperma. Durante a ejaculação, a próstata se contraem energicamente e ritmicamente, impulsionado o esperma, liquido seminal mais espermatozóides, em jatos através da uretra.  GLANDULA BULDOURETRAIS – São também chamadas de glândulas de Cowper. Elas produzem um liquido, emissão, que é eliminado pelo homem excitado antes da ejaculação. Não se sabe a importância da emissão. Parece ter a função de limpar e acertar a acidez da uretra para proteger os espermatozóides. É muito importante ressaltar que a emissão contem espermatozóides, o que torna possível a gravidez mesmo sem a ejaculação, e nos homens contaminados pelo HIV, podem apresentar o vírus da AIDS, por isso a camisinha deve ser colocada mesmo antes da penetração, assim que o pênis estiver ereto.  ÚRETRA – É o canal que parte da bexiga urinaria, passa pela próstata e percorre o pênis, abrindo se na glande para o meio exterior. Pela uretra passa a urina, na micção, e o esperma, na ejaculação. A mucosa, revestindo interno, da uretra é muito permeável e portanto sujeita ao ataque de micro-organismos. Daí a importância de se usar a camisinha no caso de o cônjuge ter alguma doença venérea e transmissível.  PERÍNEO – No homem é a região compreendida entre o escroto e o anús. Por ser rica em terminações nervosas é a zona erógena, tanto no homem como na mulher.
  46. 46. Como é a anatomia do órgão sexual feminino.  VULVA – Denominação usada para o conjunto dos genitais externos.  MONTE DE VENUS – Denominação usada para a proeminência da região púbica, é a região onde se desenvolve maior pelosidade.  CLITÓRIS – Abrindo-se os lábios da vulva, na região superior, vamos encontrar os clitóris, um pequeno órgão protuberante, macio e muito sensível. É o órgão responsável por grande parte do prazer sexual da mulher. Sendo uma região sensível é o ponto mais reponsivo a estimulação direta. Na masturbação, o orgasmo é atingido pela fricção direta do clitóris.  PEQUENOS LÁBIOS – São como duas pequenas abas finas sem pelosidade. Durante o processo de excitação eles ficam intumescidos, aumentando sensivelmente durante a penetração.  GLANDULAS DE BARTHOLIN – São glândulas situadas nos pequenos lábios, uma de cada lado. Durante o processo de excitação, estas glândulas secretam um fluido que facilitam a lubrificação e a penetração.  GRANDES LÁBIOS – São como duas abas maiores, sobrepostas aos pequenos lábios. Começam no monte de Venus e terminam no períneo. São a parte mais externa da vulva .  PERÍNEO – É o espaço entre o orifício anal e a vulva.  URETRA – É o canal por onde se conduz a urina da bexiga para fora. É o pequeno orifício encontrado entre, a vagina e o clitóris.  HIMEM – É uma pequena dobra de pele que fecha parcialmente a entrada da vagina. Existem muitos tipos de hímen e o mais comum é chamado de anelar por ser semelhante a um anel. Pelo orifício do hímen são eliminadas as secreções internas e após a puberdade a menstruação. Em circunstancias normais, o hímen se rompe durante a primeira relação sexual, mas isto pode ocorrer acidentalmente, sem que a mulher tenha tido experiência sexual. Existem tipos de hímen que são denominados complacentes e não se rompe facilmente durante o ato sexual, pois são constituídos de fibras mais elásticas que permitem um intercurso sexual sem lesão. Nenhum hímen precisa de processo cirúrgico para seu rompimento, exceto em casos de não haver perfuração, rasos raríssimos. O não sangramento durante o primeiro contato sexual não é necessariamente indicio de que a mulher já teve contato anterior, conforme se pensava antigamente. A penetração fácil,
  47. 47. em um primeiro contato, também não é indicativo de que houve contato sexual anterior. ANATOMIA INTERNA DA VAGINA  CONDUTO VAGINAL – Começa após os pequenos lábio e termina junto ao colo do útero. Possui uma variação em tamanho, de mulher para mulher, que vai de 7,5 a 12,5 cm de comprimento. Tem a forma de uma tubo achatado pois as paredes se tocam. A elasticidade do conduto vaginal possui uma capacidade de expansão que permite que se ajuste a qualquer espessura de pênis. Sua expansão maior ocorre durante o parto e algum tempo depois ela retorna ao estado anterior. Durante a excitação aparecem pequenas gotas de fluidos lubrificante sobre a parede vaginal. Estas gotas são um indicio de excitação e ocorrem no sentido de facilitar o processo de penetração em estado de excitação, os vasos sanguíneos das paredes vaginais enchem-se de sangue, aumentando sua sensibilidade e possibilitando satisfação para a mulher. O conduto vaginal possui a propriedade de limpar-se por si mesmo, portanto lavagens regulares são dispensáveis, a não ser quando indicadas pelo médico , pois eliminam as substancias naturais que protegem e mantém a vagina limpa.  COLO DO ÚTERO – É a parte mais estreita do útero localizada e em contado com a extremidade final do conduto vaginal. Possui uma abertura muito pequena por onde passa o fluido menstrual, mas sua elasticidade permite a passagem do bebe durante o parto. Por esta abertura é que os espermatozóides passa na tentativa de fecundação.  ÚTERO – Tem o formato de uma pêra com a parte mais estreita voltada para baixo. Mede de 7,5 a 10 cm de cumprimento por mais ou menos de 75 cm de largura. Durante a gravidez chega a medir 27 a 30 cm de cumprimento. As paredes uterinas são muito espessas e de grande elasticidade pois elas abrigam o feto durante seu crescimento e após o parto retomam suas medidas anteriores
  48. 48. Ato Sexual Só no Casamento "Deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne" (Gênesis 2.24). A ordem dada na criação é muito clara: "Deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher", isto é, case-se, e só depois tornem- se os dois uma só carne. O Dr. Carlos "Catito" Grzybowski, em seu livro Macho e Fêmea os Criou, mostra que, na Bíblia, "o sexo está restrito ao casamento". E afirma: "O sexo precisa de uma relação duradoura e permanente para desenvolver-se na sua plenitude". E, a seguir, com a sua longa experiência de psicólogo bem-sucedido, fala das consequências desastrosas da desobediência a esse princípio, afirmando: "Quem faz violência a esse desígnio de Deus encontra no sexo uma fonte de insatisfação e desencanto". Diante disso, muitas pessoas perguntam: E os servos de Deus, no Antigo Testamento, que se relacionaram com várias mulheres? Abraão, o pai da fé. enquanto casado com Sara teve um filho com Hagar (Gênesis 16.1-16). Jacó tinha duas esposas, Raquel e Lia, e ainda teve filhos com Bila e Zilpa (Gênesis 29.31-30.24). Elcana era um homem piedoso, que "subia da sua cidade de ano em ano a adorar e a sacrificar ao SENHOR dos Exércitos em Silo". Mas "tinha ele duas mulheres: uma se chamava Ana, e a outra, Penina" (1 Samuel 1.2,3). E Salomão foi mais longe do que todos os seus antepassados, chegando a ter "setecentas mulheres, princesas e trezentas concubinas" (1 Reis 11.3). Esses homens estavam cometendo adultério? No período do Antigo Testamento a poligamia era tolerada. Naquela época, um homem podia casar-se com mais de uma mulher. E a esposa podia oferecer sua serva ao marido, ordenando que ela coabitasse com ele. Esse costume tão estranho tem uma explicação: o valor da esposa era proporcional à quantidade de seus filhos. Quanto maior o número de filhos, melhor era a esposa. E como os filhos da serva com seu senhor eram considerados filhos de sua senhora, as esposas ordenavam às suas servas que coabitassem com seu marido para aumentar-lhes o número de filhos. E em relação às concubinas, elas também eram consideradas esposas, ainda que de segunda categoria. Geralmente, eram criadas ou escravas que passavam à categoria de esposa, com a aprovação das demais esposas. Portanto, Abraão, Jacó, Elcana, Salomão e outros que tiveram mais de uma esposa seguiram o costume de seus contemporâneos, vivendo um estilo de vida conjugal que era amparado pelas leis em vigência e aceito pela sociedade daquela época. Mas hoje a situação é bem diferente. Cada homem deve ter apenas uma esposa; e cada mulher, apenas um marido. Este é o ensino de Jesus: "Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez homem e mulher e que disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne? De modo Que já não são dois, porém uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem" (Mateus 19.4-6).
  49. 49. O Ato Sexual Entre Marido e Mulher É Recomendado Por Deus "O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao seu marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher. Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência" (1 Coríntios 7.3-5). O marido tem o dever de satisfazer as necessidades sexuais de sua esposa; e a esposa tem a obrigação de satisfazer as necessidades sexuais de seu marido. O Prof. Clinton Gardner, em seu livro Fé Bíblica e Ética Social, afirma: "De acordo com a Bíblia, o sexo é sagrado e deve ser aceito com gratidão e não com temor. O homem é unidade de carne e espírito, e cada uma dessas partes deve ser aceita como boa na sua ordem. Como carnal, os desejos humanos de alimento, água, descanso e relações sexuais pertencem à existência humana normal, e se baseiam na vontade do Criador. Naturalmente, cada um desses desejos está sujeito a abuso por causa da liberdade do homem, mas nenhum deve ser considerado mau por essa razão". É claro que o ato sexual é uma forma de declaração de amor, e não deve ser praticado simplesmente como cumprimento de um dever, mas o marido ou a esposa que priva seu cônjuge da relação sexual está expondo-o à tentação. E, infelizmente, muitos servos de Deus - tanto homem quanto mulher - têm caído em adultério por culpa de seu cônjuge. Um marido ou uma esposa abrasado pode ser presa fácil de Satanás. "Feliz é a mulher que olha para o ato matrimonial como meio de demonstrar o seu amor ao marido, e ele por ela. Num sentido vital, esta pode ser a única experiência que ela e seu marido têm juntos, a qual não têm que dividir com outra pessoa. Se ela é uma boa cozinheira, seu marido pode ter que dividir a arte culinária dela com seus amigos. O mesmo se dá com a aparência, as maneiras, as cortesias, e, praticamente, com todas as demais áreas da vida. O ato matrimonial, contudo, é singular, por ser a experiência da qual excluem todo o resto do mundo.' O Ato Sexual Exige Respeito "Digno de honra entre todos seja o matrimónio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros" (Hebreus 13.4). O conceito mundano de que "entre quatro paredes vale tudo" deve ser exorcizado pelos cristãos. As chamadas práticas sexuais "liberadas" deterioram a qualidade do relacionamento do casal. Elas não são prova de amor. O casal que realmente se ama não precisa praticá-las. Além de absolutamente desnecessárias para o
  50. 50. casal que realmente se ama, as práticas sexuais "liberadas", perversas, animalescas e degradantes são duramente condenadas por Deus. Na Epístola aos Romanos, o apóstolo Paulo declarou: "A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens ... Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si;... Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza" (Romanos 1.18, 24, 26). O leito matrimonial deve ser testemunha de um relacionamento amoroso, educado, gentil e respeitoso entre marido e mulher. "Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade" (1 Pedro 3.7).
  51. 51. juvenescer
  52. 52. 2 Corintios 5.7 – ‘Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo’. Cultivar o amor faz com que ele cresça e amadureça. E ressuscite, caso tenha morrido. Algumas dicas para juvenescer o casamento; 1º - Bem-aventurado o casal que consegue renovar-se em amor e carinho, mesmo depois de muitos anos de casamento. 2º - Bem-aventurado o casal que mantém a chama do desejo acesa, sempre. 3º - Bem-aventurado o casal que têm senso de humor e esperança mesmo em momentos de crises entre os dois. 4º - Bem-aventurado o casal que ama seu companheiro mais do que qualquer outra pessoa no mundo. 5º - Bem-aventurado o casal que alcança a paternidade, pois os filhos são presentes de Deus. 6º - Bem-aventurado o casal que busca a Deus, juntos. 7º - Bem-aventurado o casal que se respeita e que mantém a harmonia no lar. 8º - Bem-aventurado o casal que protege seus filhos através da oração e bons exemplos. 9º - Bem-aventurado o casal que sabe lidar com suas diferenças e se ajustam sem a interferência dos parentes. 10º - Bem-aventurado é o casal que busca sempre o melhor um para o outro.
  53. 53. Louvor
  54. 54. O louvor é um meio eficaz de cura. Você não pode louvar ao senhor com todo o seu coração e continuar ferido. Hebreus 13.15 ‘Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome’. O ser humano foi criado para viver e respirar numa atmosfera de adoração e louvor ao seu Criador. O Vínculo da benção através da obediência foi quebrado pelo pecado e silenciou a comunhão cheia de louvor existente entre o ser humano e Deus, introduzindo o egocentrismo, a auto compaixão e a insatisfação (Gn 3.9-12). Porém agora há salvação e vida em Cristo e, depois de receber a Jesus como Salvador, a vida diária nos convida à oração e a Palavra nos direciona à comunhão e à sabedoria no viver. Porém o nosso apresentar-se diário diante de Deus deve ser com louvor: “Entrai pelas portas dele, com louvor e em seus átrios, com hinos.” Sl 100.4 O louvor deve tomar conta do casamento; 1. “Judá” significa “Louvor” Gn 29.35 Jacó transmite a Judá a maior benção e este terá autoridade real e legal,além de trazer o Messias ao mundo. 2. O louvor cura os “tempos secos” . Nm 21.16,17 Em tempos de pressão, ansiedade ou depressão, junte-se ao povo de Deus em louvor. 3. Poder da unidade do louvor. 2 Cr 5.13 Há poder no louvor, na gratidão e na música. 4. O Louvor gera vitória. 2 Cr 20.15-22 Quando estavam diante dos inimigos, os levitas respondiam à Palavra com um louvor exuberante; a vitória vinha em seguida. 5. O louvor interrompe o avanço da iniqüidade. Sl 7.14-17 O louvor voluntário, sincero, poderoso e audível terá a presença de Jesus, afastando o desejo de identificar-se com atos, pensamentos ou ações pecaminosas, 6. O Louvor leva-nos a olhar para Deus. Sl 18.3 O louvor dirigido a ele, que é digno, reflete Deus. 7. Louvor, o caminho para a presença de Deus. Sl 22.3,4 O louvor quanto parte de um coração puro, traz a presença de Deus.
  55. 55. 8. Cante louvores com entendimento. Sl 47.7 Quando cantamos louvores com entendimento (inteligência, sabedoria), estamos testemunhando o amor de Deus por nós e o nosso amor a Deus. 9. O Louvor libera bênçãos e satisfação. Sl 63.1-5 O tipo de expressão de louvor que libera bênçãos está cheio de paixão e anseio por Deus. 10. Louvor Criativo. Sl 71.14 Deus deseja que sejamos criativos em nosso louvor e que evitemos o louvor descuidado. 11. Ensine seus filhos a louvar. Sl 145.4 Devemos louvar continuamente a Deus e educar os filhos neste objetivo. 12. Um forte apelo para louvar. Sl 150.1-6 Somos convidados a louvar a Deus pela sua majestade e atos poderosos em toda a sua criação. 13. O louvor abre as portas das prisões. At 16.25,26 O louvor dirigido a Deus abriu as portas da prisão e libertou um homem. 14. Animando uns aos outros no louvor. Ef 5.18,19 O culto é engrandecido quando nos reunimos aos outros, encorajando- nos mutuamente. 15. O sacrifício do louvor. Hb 13.10-15 O louvor confronta e exige que matemos os nossos orgulho e preguiça. 16. Caminha com Deus em adoração. 1 Pe 2.9 Como povo escolhido e eleitos de Deus, nós proclamamos o seu louvor e propagamos a sua benção por toda a terra.
  56. 56. Motivação
  57. 57. Deus escreveu o primeiro livro sobre a família cerca de 3.500 anos atrás através de Moisés – palavras que poderiam ser chamadas de “A Carta Magma do Lar Bíblico”. Com 600.000 famílias recém saídas da idolatria do Egito para guiar e alimentar com a Palavra do Senhor, a necessidade era imensa. Surpreendentemente, o plano era simples: ele pode ser chamado de “A Família Cheia da Palavra”! O que, especificamente, o Senhor pediu a Moisés para conduzir ao Seu povo? Veja o que Ele deu como uma chave para motivar as famílias de Israel a continuar seguindo seu Deus: “Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar- te. Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos” (Deuteronômio 6:6-8, ênfase adicionada). Qual foi o único e mais importante detalhe das palavras de Deus para Moisés? Foi o chamado de Deus para ter casamentos, famílias e lares cheios da Palavra! Este chamado é redeclarado por Paulo no Novo Testamento – e eu creio que ele representa a ordem de marchar da parte do Deus do Céu para nós, Suas criaturas. A obediência ao Seu chamado é a única chave que destrancará a porta para um casamento tranqüilo, uma família feliz e um lar cheio de alegria. Todavia, por mais estranho que possa parecer, este mesmo conceito é estranho para a maioria do povo de Deus nesta geração. O que acontece quando a Palavra de Deus é ignorada, negligenciada ou se não depreciada? Um passeio ao shopping, uma loja de departamentos familiar local ou um evento esportivo alertará você. Nós temos ao nosso redor uma geração de pais frustrados e esgotados que não sabem como lidar com seus filhos. Crescendo entre nós está a próxima geração – uma que normalmente é distraída, freqüentemente mimada e um tanto indisciplinada. Os sinais e os sons de desrespeito, egoísmo e egos em ebulição estão por toda a parte. Tristemente, o odor de uma vida egoísta é comum no único lugar onde este tipo de comportamento deveria estar agradavelmente ausente – na Igreja de Cristo. Assim, junto com as vozes daqueles de cada geração que têm mantido uma paixão por Deus e Sua Palavra, eu levanto a minha voz para chamar a família, o lar e o principal de todos – os santos de Cristo – de volta à vida cheia da Palavra! Por que ser pai ou mãe é tão duro? Porque nós falhamos de muitas maneiras! Veja o capítulo 10 para um guia completo sobre como lidar com o fracasso, com o nosso Deus de Novos Começos. Mas, por que nós falhamos? Porque até chegarmos ao céu, todos nós somos imperfeitos. Eu sou um marido imperfeito. Eu casei com uma esposa imperfeita. Nós temos um casamento imperfeito que tem produzido filhos imperfeitos – que nós temos educado imperfeitamente. Contudo, nós temos um Pai Perfeito no céu, Aquele que tem dado a Sua Palavra infalível como um guia para iluminar o caminho de maneira que possamos seguir os Seus planos. Este plano é ter um estilo de vida cheio da Palavra. E isto é o que nós temos encontrado na Palavra de Deus. O que é uma família cheia da Palavra? É um grupo de indivíduos – começando com o pai e mãe – que começa a buscar intensamente uma vida cheia da Palavra! O apóstolo Paulo sumarizou bem esta poderosa verdade e crucial necessidade quando ele escreveu: “Deixe que a palavra de Cristo habite ricamente em você...” (Colossenses 3.16). • “Deixe que” significa “permita, convide, dê as boas-vindas, se entregue a”. • “A Palavra de Cristo” pode ser uma palavra, um versículo, um capítulo, ou um Livro. • “Habite ricamente” é
  58. 58. tão belo. Significa “transbordar como uma banheira; derramar como uma fonte; encharcar e saturar como uma chuva pesada; permear como água em um suave pano absorvente”. • “Em você” significa “em sua mente, em seus pensamentos, em sua vida, em seus planos, em seu mundo – seu casamento, sua família, seu lar e seu trabalho”. Quando nós “permitimos, convidamos, damos as boas-vindas, nos entregamos a” um versículo, um capítulo, ou um Livro, uma porção da própria Palavra de Cristo se derrama em nossas vidas, encharcando – sendo absorvida por nossas almas e mudando cada aspecto de nossas vidas – nosso casamento, lar, vida e tudo! Esta é a vida cheia da Palavra! (É também a vida cheia do Espírito, como Efésios 5.18 afirma). E este objetivo é o fundamento inteiro deste livro. Quando nós temos uma vida cheia da Palavra isso significa que nós estamos: convidando Deus a falar; procurando a Sua direção; buscando a ajuda divina, a sabedoria piedosa, o envolvimento sobrenatural; cooperando com o Espírito Santo. Isso equivale a conectar-se à força para viver, usar o mapa que Deus tem proporcionado, seguir as direções em Seu livro e ouvir às instruções que Ele tem nos deixado para a vida diária. Uma vida cheia da Palavra é convidar Deus para falar, dar as boas-vindas à Sua ajuda; é buscar Sua percepção; querer Seu conselho; conseguir a Sua ajuda; mostrar que nós O honramos; ter uma parceria com Deus na paternidade/maternidade; e liberar a Deus para cada canto de nossas vidas. Isto lembra-nos que os casamentos e famílias se desenvolverão ou da nossa maneira (sem a Sua Palavra) ou da maneira de Deus (com as Escrituras investidas de autoridade por Seu Espírito). Nós devemos começar cada dia procurando ser esvaziados do eu, tendo com Sua Palavra lida, e nosso Deus buscado, e Seu Espírito convidado a agir em nós de maneira que Cristo seja honrado. Quais são os resultados de tal vida e lar? Este livro está organizado ao redor das respostas para esta questão. A Palavra de Deus conta-nos estas quatro maravilhosas verdades para aqueles que permitem que as Escrituras permeiem suas vidas. • Parte Um: Não há maior recompensa do que uma vida cheia da Palavra (1 Tessalonicenses 2:19-20). • Parte Dois: Não há maior parceria do que um casamento cheio da Palavra (1 Pedro 3:1-7). • Parte Três: Não há maior alegria do que uma família cheia da Palavra (3 João 4). • Parte Quatro: Não há maior poder do que orações cheias da Palavra (Tiago 4.2b). Minha autoridade para escrever este livro sobre a família não é a minha experiência pessoal – muito embora eu seja um pastor, o marido de uma fantástica e bela esposa, e o pai de oito maravilhosos filhos. Visto que as experiências sempre diferem, elas nunca devem ser o fundamento para o que nós cremos. Ao contrário, minha autoridade é o Deus da Palavra e as instruções escriturísticas que Ele tem proporcionado para se ter um casamento como Ele planejou que seja, edificar uma família e moldar um lar piedoso e cheio de alegria. Este livro inteiro representa um desafio em resumo para levar Deus a sério e, assim, sem reservas, se entregar para seguir a Cristo e Sua Palavra – por Ele e por causa de Sua preciosa herança (Salmos 127.3). Ao fazer isso, você descobrirá que não há maior alegria do que ver que seus filhos andam na verdade (3 João 4)! Se você continuar comigo, entre as capas deste livro você será tanto instruído quanto desafiado através das Escrituras. E, pela
  59. 59. graça de Deus, você será atraído a desejar uma Vida Cheia da Palavra como um homem ou uma mulher, um Casamento Cheio da Palavra como um marido ou esposa, uma Família Cheia da Palavra como um pai ou mãe e uma Vida de Oração Cheia da Palavra como um casal em unicidade de coração e mente. A minha mais profunda oração é que você escolherá renovar, recomeçar ou começar pela primeira vez, deixando a Palavra de Deus encher totalmente a sua vida!
  60. 60. Namoro
  61. 61. Cantares 4.10 " Que belos são os teus amores, minha irmã, esposa minha! Quanto melhor é o teu amor do que o vinho! E o aroma dos teus ungüentos do que o de todas as especiarias"’! Tanto o marido como a mulher precisam estar atentos para que o namoro tenha sua continuação no casamento. Esposas continuam gostando de ganhar um presente, de receber flores, de sair para jantar, de ouvir elogios sobre sua aparência etc., exatamente como quando eram namoradas. Os esposos, por sua vez, continuam gostando de ver sua "namorada" com os cabelos penteados, limpas, cheirosas, de comer algo feito especialmente para ele, de ouvir palavras de amor. "Lembre-se de que a frase Eu amo você! ,dita sincera e freqüentemente, afofa o terreno do relacionamento e pré-dispõe o aprofundamento de raízes.
  62. 62. Oração
  63. 63. Por que Nós Devemos Orar? COMO JESUS FALOU PARA OS SEUS DISCÍPULOS em Marcos 9:29, há um território que nós nunca entraremos com Ele sem aprender o segredo da súplica, que é jejuar (negar a si mesmo) e oração (buscar a intervenção e ajuda de Deus para eventos e pessoas específicos). Para ser um discípulo genuíno de Cristo, todos nós precisamos nos exercitar em oração incessante, pois oração é a única chave que destranca as providências de Deus para nós: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á. Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra? Ou, se lhe pedir um peixe, lhe dará uma cobra? Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?” (Mateus 7:7-11). 1. Nós devemos orar – ou nós nos tornamos desobediente. Nós somente podemos evitar o pecado, a desobediência e a tentação por meio da oração: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca” (Mateus 26:41). 2. Nós devemos orar – ou enfraquecemos. Nós somente podemos experimentar o poder que Deus tem para nós quando nós esperamos Nele, buscamos a plenitude de Seu Espírito, e nos rendemos à Sua operação através de nós momento a momento: “Respondeu-lhes: Esta casta não pode sair senão por meio de oração e jejum” (Marcos 9:29). 3. Nós devemos orar – ou nos tornamos cegos. Nós somente podemos entender e compreender os caminhos do Senhor em Sua Palavra através da oração por iluminação, direção e obediência: “Então, lhes abriu o entendimento para compreenderem as Escrituras” (Lucas 24:45). 4. Nós devemos orar – ou nos tornamos tolos. Nós somente podemos ter sabedoria quando nós pedimos a Deus, que ama nos dar a Sua sabedoria e direção: “Por esta causa, te deixei em Creta, para que pusesses em ordem as coisas restantes, bem como, em cada cidade, constituísses presbíteros, conforme te prescrevi” (Tiago 1:5). 5. Nós devemos orar – ou nos tornamos espiritualmente pobres. • Nós só podemos guardar tesouros nos céus por meio de uma vida de oração na terra (Mateus 6:19-21). • Nós só podemos encher nossas taças de adoração ao redor do trono de Deus por meio de uma vida de oração (Apocalipse 8:3).
  64. 64. • Nós só podemos permanecer em contato com Deus por meio da oração (Mateus 26:41). • Nós só podemos permanecer amando a Jesus por meio da oração (João 14:21).• Nós só podemos permanecer andando no Espírito por meio da oração (Gálatas 5:16). Nós não temos nem idéia de quanto o Senhor quer fazer em e através de nós até que nós peçamos! O que você e eu estamos desperdiçando por não pedir? Deus quer fazer algo que nós não podemos planejar, que nós não podemos programar, que nós não podemos calcular, de forma que quando Ele fizer isso, Ele receba toda a glória! Considere este excitante baú do tesouro das promessas de oração (ênfase adicionada): “E tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis” (Mateus 21:22).“E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho” (João 14:13).“Naquele dia, nada me perguntareis. Em verdade, em verdade vos digo:se pedirdes alguma coisa ao Pai, ele vo-la concederá em meu nome”João 16:23).“E aquilo que pedimos dele recebemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos diante dele o que lhe é agradável” (1 João 3:22). “Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos... E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito” (Romanos 8:26-27; 1 João 5:15).
  65. 65. Paciência

×