JATO DE TINTA – BUBBLE -JETAs tintas estão no estado líquido.É usado o calor para aquecer a tinta atécriar-se vapor, aumen...
JATO DE TINTA – PIEZOAs tintas estão no estado líquido.Corrente elétrica passa pela cerâmicaPiezo fazendo com que esta se ...
RESUMO TECNOLOGIAS DE IMPRESSÃO DIGITAL
O QUE SE CONSIDERA MÉDIO E GRANDE FORMATO?Não existe um critério padrão, no entanto podemos considerar impressão demédio e...
TECNOLOGIAS DA IMPRESSÃO DIGITAL DE MÉDIO E GRANDEFORMATOA grande maioria das impressoras tem como base a tecnologia do ja...
SISTEMAS DE TINTASA maior diferença entre impressoras verifica-se nas tintas utilizadas. Cores eTipos de tinta.Sistemas Aq...
SISTEMAS DE TINTASSistemas Aquosos – Tintas DyeGama alargada de coresImpressões de grande qualidadeCores vivas e vibrantes...
SISTEMAS DE TINTASSistemas Aquosos – Tintas UVGama mais reduzida de coresImpressões de grande qualidadeCores mais “mortas”...
SISTEMAS DE TINTASSistemas Solventes: Sistemas onde os pigmentos de cor estão suspensos emveículos solventes (elevada vola...
SISTEMAS DE TINTASSistemas Eco-solventes: Sistemas onde os pigmentos de cor estão suspensosem veículos solventes menos agr...
SISTEMAS DE TINTASSistemas de Sublimação (Dye Sub): Sistemas onde as tintas estão no estadosólido e que através do calor p...
SISTEMAS DE SUBLIMAÇÃOUtilizam CMYO, sendo o O “overcoating”, camada transparente para proteçãoda impressãoImpressoras ind...
SISTEMAS DE TINTASSistemas de Cura UV (Ultra-violeta): Sistemas onde as tintas depois dedepositadas ou projetadas sobre o ...
SISTEMAS DE TINTASSistemas de Latex: Tecnologia recente da HP. Tintas pigmentadas aquosas àbase de água que usam a dispers...
SISTEMAS DE LATEXHP Designjet L28500
CORES DAS TINTASO sistema mais comum é o CMYK+Lc+Lm – Aumenta a gama de coresExistem impressoras que usam cores adicionais...
CORES DAS TINTASRoland VS-640
IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLOs suportes estão em rolo | Rolos podem ter várias larguras | 30 m 50 m e 100m são os comprimentos...
IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLTinteiros
IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLAlguns cuidados a ter:1. Armazenamento do material (Temperatura e humidade);2. Deixar a máquina li...
IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLDistance Adjustment – Banding
IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLWeaving Normal – Maiores velocidades |Menos qualidadeWeaving Ondulado – Menores velocidades| Maior...
IMPRESSORAS PLANAS (FLATBED)Podem imprimir em rolo ou em materiais rígidos (Placas de PVC, MDF, Cartão,Acrílico, Vidro, Aç...
CORTE DE CONTORNOEmbora não sendo impressão digital,acrescenta versatilidade a estas impressorasaumentando e complementand...
CORTE DE CONTORNO
ACABAMENTOSNeste tipo de trabalhos o acabamento mais frequente é a laminação, consisteem aplicar uma película transparente...
ACABAMENTOS
FUTURONovas coresNovos materiaisCapacidade de trocar tinteiros/cores de formabarata e simlplesCapacidade de imprimir cores...
ALGUNS TRABALHOS
ALGUNS TRABALHOS
ALGUNS TRABALHOS
ALGUNS TRABALHOS
Apresentação ti v2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação ti v2

656 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
656
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação ti v2

  1. 1. JATO DE TINTA – BUBBLE -JETAs tintas estão no estado líquido.É usado o calor para aquecer a tinta atécriar-se vapor, aumentar a pressão notinteiro e forçar uma gota de tinta a cairno papel.
  2. 2. JATO DE TINTA – PIEZOAs tintas estão no estado líquido.Corrente elétrica passa pela cerâmicaPiezo fazendo com que esta se contraicontra o reservatório de tinta,obrigando a ejetar-se pelo orifício deimpressão.
  3. 3. RESUMO TECNOLOGIAS DE IMPRESSÃO DIGITAL
  4. 4. O QUE SE CONSIDERA MÉDIO E GRANDE FORMATO?Não existe um critério padrão, no entanto podemos considerar impressão demédio e grande formato a partir de larguras de 91.4 cm (36”).Impressoras capazes de imprimir numa grande variedade de materiais. Vinilautocolante, lona, canvas (tela de atelier), PVC, Eletro-estático, vinil micro-perfurado, papel vegetal, papel fotográfico, etc.Surgem cada vez mais materiais onde é possível imprimir.Atualmente estas impressoras apresentam uma resolução de impressão naordem dos 1440 DPI´s e as gotículas de tinta são da ordem dos 9 picolitros(pL), ou seja, 9x10-12 L. O que se traduz em impressões de grande qualidadeem que a impressão apresenta tons e cores contínuas e as gotas sãoimperceptíveis. Existem impressoras de qualidade fotográfica.
  5. 5. TECNOLOGIAS DA IMPRESSÃO DIGITAL DE MÉDIO E GRANDEFORMATOA grande maioria das impressoras tem como base a tecnologia do jato de tinta,porém dentro desta tecnologia podemos encontrar diversas soluçõestecnológicas, cada uma das quais tem as suas próprias características,vantagens e desvantagens.Não são capazes de imprimir textos ou detalhes muito pequenos.
  6. 6. SISTEMAS DE TINTASA maior diferença entre impressoras verifica-se nas tintas utilizadas. Cores eTipos de tinta.Sistemas Aquosos: Sistemas onde os pigmentos de cor estão suspensos emveículos aquosos (baixa volatilidade, elevada tensão superficial e inertes).Tintas normalmente à base de água. Existem impressoras que utilizam umderivado da Soja (Kodak).São mais ecológicas. Produzem apenas vapor de água.Não dão origem a cheiros.Custos de manutenção baixos.Cabeças de impressão descartáveis.Tintas em tinteiros.Suportes de impressão caros. A superfície precisa ser tratada para aceitar atinta.
  7. 7. SISTEMAS DE TINTASSistemas Aquosos – Tintas DyeGama alargada de coresImpressões de grande qualidadeCores vivas e vibrantesBaixa resistência a Raios UVBaixa resistência aos riscosElevado tempo de secagemPara impressões de curta duraçãoTrabalhos precisam de serprotegidos - laminadosBaixos custos de manutenção
  8. 8. SISTEMAS DE TINTASSistemas Aquosos – Tintas UVGama mais reduzida de coresImpressões de grande qualidadeCores mais “mortas”Melhor resistência a raios UVMelhor resistência aos riscosElevado tempo de secagemPara impressões de curta-médiaduração no interiorTrabalhos não precisam de serprotegidos - laminadosBaixos custos de manutenção
  9. 9. SISTEMAS DE TINTASSistemas Solventes: Sistemas onde os pigmentos de cor estão suspensos emveículos solventes (elevada volatilidade, menor tensão superficial e não-inertes). Solventes à base de derivados do petróleo, acetonas e éteres.Muito nocivas para o ambiente | Tintas em tinteiros, baldes ou outroPrecisam de operar em espaços arejados e com extração de fumosProduzem cheiros intensosElevada resistência aos raios UVElevada resistência aos riscosDispensam proteção adicionalSem tempos de secagemQualidades de impressãoinferioresElevados custos de manutenção | Cabeças de impressão fixasTintas e suportes económicosImprimem numa grande variedade de suportes
  10. 10. SISTEMAS DE TINTASSistemas Eco-solventes: Sistemas onde os pigmentos de cor estão suspensosem veículos solventes menos agressivos ou mais ligeiros (volatilidade inferior,menor tensão superficial e não-inertes). Solventes à base de álcool, glicol ouesteróis. Também conhecidos como Mild-solvents ou Light-solvents.Menos nocivas para o ambientePodem dispensar sistemas de extração de fumosProduzem menos cheirosImpressões de grande qualidade e gama alargada de coresMenor resistência aos Raios UV e aos riscos do que solventesMaior tempo de secagem do que solventesCustos de manutenção mais reduzidosTintas e suportes mais carosCabeças de impressão fixasTintas em tinteiros
  11. 11. SISTEMAS DE TINTASSistemas de Sublimação (Dye Sub): Sistemas onde as tintas estão no estadosólido e que através do calor passam diretamente para o estado gasoso(sublimação) por este motivo o processo é bastante limpo pois as tintas nuncapassam pelo estado líquido.Produzem impressões de qualidade fotográfica. Tinta é passada por camadas enão por gotículasCores, tons e fundos contínuos – Semelhante à revelação quimicaCores saturadasImpressoras com menos peçasmóveisImpressoras com menos peçasmóveisAs fitas de tinta têm de ser dotamanho do suporte, logo são maislimitadasImpressoras pouco versáteisElevado desperdício de tinta
  12. 12. SISTEMAS DE SUBLIMAÇÃOUtilizam CMYO, sendo o O “overcoating”, camada transparente para proteçãoda impressãoImpressoras indicadas para impressão em tecidos sintéticos por exemploProduzem cheiros
  13. 13. SISTEMAS DE TINTASSistemas de Cura UV (Ultra-violeta): Sistemas onde as tintas depois dedepositadas ou projetadas sobre o suporte são sujeitas à luz UV de altaintensidade de modo a fixar os pigmentos através de um processofotoquímico.Sistemas muito ecológicas. Não usam solventes.Tintas no estado sólido sempre,não há evaporação, não hácheirosElevadas velocidades deproduçãoGrande resistência aos Raios UVe aos riscosSem tempo de secagemUso da tinta muito eficiente | Pouco desperdícioImpressões transparentes ou translúcidas | A luz UV precisa de passar toda acamada de tinta para a curarIndicadas para imprimir diretamente em vidro, acrílico, PVC, cartão, etc.
  14. 14. SISTEMAS DE TINTASSistemas de Latex: Tecnologia recente da HP. Tintas pigmentadas aquosas àbase de água que usam a dispersão aquosa do polímero latex.Não nocivas para o ambiente. Apenas produzem vapor de água. Sem cheiros.Elevada qualidadeElevada resistência aos Raios UV e aos riscosSem tempo de secagem | Elevada gama de cores | Elevada opacidade e brilhoTintas flexíveis | Ideais para zonas curvas (P. ex. viaturas)Jato de tinta térmica
  15. 15. SISTEMAS DE LATEXHP Designjet L28500
  16. 16. CORES DAS TINTASO sistema mais comum é o CMYK+Lc+Lm – Aumenta a gama de coresExistem impressoras que usam cores adicionais como o laranja e o verdeExistem impressoras que imprimem o branco e diversos pretos (mate, brilho efotográfico) como forma de melhorar a impressão de preto e brancoExistem impressoras que imprimem o branco, prateado e dourado (Roland VS-640)Algumas impressoras oferecem a possibilidade de usar sistemas 2xCMYK –Aumenta a produtividade e autonomiaExistem tintas flourescentes
  17. 17. CORES DAS TINTASRoland VS-640
  18. 18. IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLOs suportes estão em rolo | Rolos podem ter várias larguras | 30 m 50 m e 100m são os comprimentos mais usuaisA impressão pode ser enrolada no enrolador à saídaCabeça de impressãoDepósito de restos detintaZona de aquecedores (Platten)EnroladorRégua de pressãoNormalmente têm aquecedores
  19. 19. IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLTinteiros
  20. 20. IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLAlguns cuidados a ter:1. Armazenamento do material (Temperatura e humidade);2. Deixar a máquina ligada um pouco antes de começar a imprimir;3. Material deve entrar a direito;4. Sobreaquecimento ou subaquecimento (Pré-Aquecedores, Aquecedores deimpressão, Secadores);5. Compensar as dimensões distorcidas no RIP;6. Banding – Ajustar a distância de avanço (Distance Adjustment);7. Altura das cabeças de impressão (Mais elevado=mais dispersão detinta=menor qualidade | Mais baixo=menos dispersão=maior qualidade;8. Weaving;9. Limpeza e manutenção das cabeças de impressão.
  21. 21. IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLDistance Adjustment – Banding
  22. 22. IMPRESSORAS ROLL-TO-ROLLWeaving Normal – Maiores velocidades |Menos qualidadeWeaving Ondulado – Menores velocidades| Maior qualidade
  23. 23. IMPRESSORAS PLANAS (FLATBED)Podem imprimir em rolo ou em materiais rígidos (Placas de PVC, MDF, Cartão,Acrílico, Vidro, Aço, etc.)Utilizam a tecnologia de cura UVPodem imprimir placas com várias espessurasImprimem diretamente em suportes rígidos | Custos de produção mais baixosQualidade um pouco inferior
  24. 24. CORTE DE CONTORNOEmbora não sendo impressão digital,acrescenta versatilidade a estas impressorasaumentando e complementando o tipo detrabalhos que podemos executar.Precisa de ter sistemas CNC – Plotters decorte ou fresas.Algumas impressoras têm a capacidade deimprimir e cortar.Plotters de corte e fresas deverão tersistemas de alinhamento ótico.O ficheiro da imagem a imprimir tem de terdefinido a linha de corte.A linha de corte deverá ter determinadaspropriedades de modo a ser reconhecidacomo tal.As propriedades da linha de corte variam demáquina para máquina.
  25. 25. CORTE DE CONTORNO
  26. 26. ACABAMENTOSNeste tipo de trabalhos o acabamento mais frequente é a laminação, consisteem aplicar uma película transparente por cima da impressão.Podem servir para conferir outras propriedades às impressões:•Anti-derrapante;•Anti-reflexos;Laminação mate, brilho ou acetinadaLaminação a frio, quente ou líquida | Pode ser localizadaPodem servir para proteger as impressões:•Proteção UV;•Riscos;•Graffiti;•Água.Podem servir apenas para embelezar as impressões:•Efeito de pêlo;•Efeito de glitter;
  27. 27. ACABAMENTOS
  28. 28. FUTURONovas coresNovos materiaisCapacidade de trocar tinteiros/cores de formabarata e simlplesCapacidade de imprimir cores Pantone
  29. 29. ALGUNS TRABALHOS
  30. 30. ALGUNS TRABALHOS
  31. 31. ALGUNS TRABALHOS
  32. 32. ALGUNS TRABALHOS

×