SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
Sublimação I
do básico ao intermediário
Conhecimento - Habilidade - Atitude
2010
ISO 9001/2008
www.f1suprimentos.com.br
Princípios básicos do processo:
O que é transfer:
Veremos 4 tipos específicos de transfer, sendo 2 inkjet e 2 laser, ambos
encontrados em nossa loja virtual, e atendem a maioria das
necessidades do mercado.
O transfer para algodão claro ou escuro para a produção de camisetas
em algodão, o transfer sublimático para camisetas em poliester e
materiais para sublimação como cerâmica, vidro, alumínio e madeira, e
o transfer laser para canecas de plástico *ABS e o transfer laser para
placas de circuito impresso ou **PCI.
O transfer nada mais é do que uma base capaz de depositar e aderir
momentaneamente um tipo de substrato - tinta ou toner - na trajetória
da impressora até o local e produto que será aplicado. Nos 3 casos
acima, após impresso o transfer sofrerá temperatura/calor, tempo e
pressão para que registre/transfira o que foi impresso no papel no
material de interesse, seja tecido, cerâmica, vidro ou alumínio.
O possui uma película
termocolante que se desprende do papel quando submetido a
temperatura, tempo e pressão adequada.
O possui uma película
termocolante que deverá ser retirada do papel, como um
adesivo, antes de submetido a temperatura, tempo e pressão
adequada.
O possui uma camada de resina
especialmente desenvolvida para que o papel/celulose não
absorva a tinta sublimática e sim libere a tinta quando submetido
a temperatura, tempo e pressão adequada.
O possui uma fina camada de
resina que permite a aplicação, como um decalque-térmico, do
toner no plástico da caneca quando submetido a temperatura,
tempo e pressão adequada.
O ou **PCI possui uma
fina camada de resina que permite a aderência do toner em
chapas de cobre quando submetido a temperatura, tempo e
pressão adequada.
transfer para tecidos de algodão claro
transfer para tecidos de algodão escuro
transfer sublimático
transfer para canecas plásticas
transfer para placas de circuito impresso
*ABS - Acrilonitrila butadieno estireno
*PCI - Placa de Circuito Impresso
Princípios básicos do processo:
O que é sublimação:
O sistema de sublimação descreve o processo pelo qual uma
substância sólida se transforma diretamente em gás ou vapor, sem
antes passar por um estado líquido intermediário, por meio de
condições de temperatura e pressão adequadas.
Em nossa prática comercial a sublimação é empregada para a
personalização. A tinta é transferida da arte impressa (transfer
sublimático) para uma infinidade de materiais passíveis de
personalização, como camisetas, canecas, bolsas, almofadas,
quebra-cabeças, mouse pads, entre tantos outros.
Tinta sublimática profissional:
Transfer sublimático:
Tempo, temperatura e pressão:
A tinta sublimática deve ter elevada concentração de
pigmentos, o que propicia cores vivas e intensas, além de
facilitar o processo de transferência e fluidez na cabeça de
impressão, evitando o desgaste prematuro e entupimentos.
Para o processo de impressão sublimática é necessário
imprimir, primeiro, em um papel específico. O transfer
sublimático possui resina em sua superfície para facilitar a
transferência da tinta e isolar o papel. A impressão deve ser
espelhada, ou seja, com a imagem ao contrário, para que a
tinta passe para o material final posicionada corretamente.
Na sublimação as tintas são ativadas pelo calor que as
transformam em gases, que por sua vez têm a capacidade de
unir-se ao poliéster ou superfícies acrílicas. Cada tipo de
material tem predefinições nas condições de tempo,
temperatura e pressão da prensa térmica. A adequação
dessas variáveis para os diferentes produtos finais é
imprescindível para a qualidade do resultado.
A união entre equipamento bem balanceado, qualidade da tinta sublimática e do
transfer sublimático aliados às condições corretas de tempo temperatura e pressão
são o segredo para um resultado perfeito: cores vivas e intensas, que fazem a
diferença no mercado profissional.
Para que este processo ocorra, alguns fatores são fundamentais:
As Imagens sublimadas são extremamente laváveis,
resistentes a arranhões e seguras mesmo quando
colocadas em máquinas de lavar.
Princípios básicos do processo:
Papel sublimático e transfer convencional:
Por que utilizar tinta sublimática profissional:
Tinta sublimática e tinta pigmentada:
Por que utilizar um papel especial para sublimação? Diferente do papel
convencional, o transfer sublimático F1 libera a tinta ao invés de
absorvê-la, proporcionando uma termo-transferência perfeita com cores
intensas e tons únicos. Outros papéis absorvem a tinta deixando tons
amenos, opacos, cores opacas e sem vida.
As tintas profissionais são especialmente elaboradas com nano
tecnologia para atender às especificações dos fabricantes de
impressoras e plotters, garantindo fluidez, fidelização de cores e
evitando problemas de entupimento.
A tinta sublimática conforme já explicado anteriormente é voltada para
tecidos sintéticos 100% poliester e midias preparadas para sublimação,
sendo assim malhas como PV (poliester + viscose), PA (poliester +
algodão) e o próprio algodão não se enquadram neste padrão. Embora o
PV tenha aproximadamente 60% de poliester e aconteça a termo
transferência a imagem sofrerá perdas em sua qualidade, coloração e
intensidade.
As tintas fornecidas pela F1 Suprimentos foram desenvolvidas
especialmente para a linha de impressoras *EPSON, não
havendo necessidade de qualquer tipo de calibração, software ou
utilização de perfil de cores para interação entre equipamento e
tinta.
Para a impressão basta instalar o driver da impressora, inserir o
papel na bandeja, configurar o tipo de papel no driver, a qualidade
de impressão e imprimir. Nas página seguintes saberá mais
detalhes sobre os processo de impressão.
*Marca registrada Seiko Epson Corporation
A possui a finalidade única de impressão e
produção de transfer sublimático e não é indicada para outras
finalidades como impressão de documentos, fotografias, adesivos
ou qualquer outro tipos de mídia que não seja transfer.
A além de impressão de transfer para tecido de
algodão, poderá ser utilizada para demais impressões como
documentos e qualquer outra mídia inkjet para pigmento.
tinta sublimática
tinta pigmentada
Princípios básicos do processo:
Produto, cliente e aplicação
Esse gás (tinta sublimática) é capaz de tingir, com qualidade fotográfica,
diversos materiais como tecidos sintéticos, cerâmica, vidro, alumínio,
madeira e muitos outros materiais preparados para sublimação.
Dentre as possibilidades e produtos, destacamos as camisetas
personalizadas, uniformes esportivos, bandeiras, bandanas, abadás,
canecas de cerâmica e vidro, canecas de chopp, mouse pads, porta copos,
chinelos, squeezes e alumínio, azulejos para decoração, pratos, xícara,
placas comemorativas, quadros, etiquetas, toalhas, bolsas e sacolas,
necessaires, pufes, almofadas e tudo o que sua imaginação desejar.
Com uma impressora convencional adaptada com o sistema de recarga
continua F1 suprimentos, prensas térmicas F1 e papel sublimático F1 é
possível competir com grandes empresas de brindes, artigos esportivos,
estamparias e estúdios de silk, com qualidade superior e preços mais baixos.
Anotações:
Tipos de-transfer-e-tipos-de-tinta

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução a Papéis e Acabamento Gráfico.
Introdução a Papéis e Acabamento Gráfico.Introdução a Papéis e Acabamento Gráfico.
Introdução a Papéis e Acabamento Gráfico.
Wunderman
 
Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão
Aula 01   sistemas de composição e processos de impressãoAula 01   sistemas de composição e processos de impressão
Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão
Elizeu Nascimento Silva
 
Fluxo produtivo gráfico
Fluxo produtivo gráficoFluxo produtivo gráfico
Fluxo produtivo gráfico
guest11b4add
 

Mais procurados (19)

CRP0357-2014-07
CRP0357-2014-07CRP0357-2014-07
CRP0357-2014-07
 
Produção gráfica - Foco em fechamento de arquivo
Produção gráfica - Foco em  fechamento de arquivoProdução gráfica - Foco em  fechamento de arquivo
Produção gráfica - Foco em fechamento de arquivo
 
CRP0357-2014-08
CRP0357-2014-08CRP0357-2014-08
CRP0357-2014-08
 
CRP0357-2014-09
CRP0357-2014-09CRP0357-2014-09
CRP0357-2014-09
 
CRP0357-2014-06
CRP0357-2014-06CRP0357-2014-06
CRP0357-2014-06
 
Técnicas de estamparia localizada
Técnicas de estamparia localizadaTécnicas de estamparia localizada
Técnicas de estamparia localizada
 
Introdução a Papéis e Acabamento Gráfico.
Introdução a Papéis e Acabamento Gráfico.Introdução a Papéis e Acabamento Gráfico.
Introdução a Papéis e Acabamento Gráfico.
 
Aula 1 aldeci
Aula 1 aldeciAula 1 aldeci
Aula 1 aldeci
 
Aula 1 aldeci
Aula 1 aldeciAula 1 aldeci
Aula 1 aldeci
 
CGA - Pré-Impresão
CGA - Pré-ImpresãoCGA - Pré-Impresão
CGA - Pré-Impresão
 
Apostila para aprendizado de técnicas de serigrafia
Apostila para aprendizado de técnicas de serigrafiaApostila para aprendizado de técnicas de serigrafia
Apostila para aprendizado de técnicas de serigrafia
 
Impressão
ImpressãoImpressão
Impressão
 
Curso de Silkscreen Serigrafia
Curso de Silkscreen SerigrafiaCurso de Silkscreen Serigrafia
Curso de Silkscreen Serigrafia
 
01398040 ian480 (1)
01398040 ian480 (1)01398040 ian480 (1)
01398040 ian480 (1)
 
07 pre impressao
07 pre impressao07 pre impressao
07 pre impressao
 
Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão
Aula 01   sistemas de composição e processos de impressãoAula 01   sistemas de composição e processos de impressão
Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão
 
Fluxo produtivo gráfico
Fluxo produtivo gráficoFluxo produtivo gráfico
Fluxo produtivo gráfico
 
impressora
impressoraimpressora
impressora
 
serigrafia
serigrafiaserigrafia
serigrafia
 

Destaque (7)

Apresentação nte ceres
Apresentação nte ceresApresentação nte ceres
Apresentação nte ceres
 
Digimais Comunicação Visual - Fundamentos Básicos da Sublimação Digital
Digimais Comunicação Visual - Fundamentos Básicos da Sublimação DigitalDigimais Comunicação Visual - Fundamentos Básicos da Sublimação Digital
Digimais Comunicação Visual - Fundamentos Básicos da Sublimação Digital
 
Caneca Porcelana Ecad Social
Caneca Porcelana Ecad SocialCaneca Porcelana Ecad Social
Caneca Porcelana Ecad Social
 
Como Personalizar Canecas
Como Personalizar CanecasComo Personalizar Canecas
Como Personalizar Canecas
 
Processo de Impressão Hibrido - Índigo
Processo de Impressão Hibrido - ÍndigoProcesso de Impressão Hibrido - Índigo
Processo de Impressão Hibrido - Índigo
 
Mala-Direta Carnaval Ecad
Mala-Direta Carnaval EcadMala-Direta Carnaval Ecad
Mala-Direta Carnaval Ecad
 
Curso de serigrafia
Curso de serigrafiaCurso de serigrafia
Curso de serigrafia
 

Semelhante a Tipos de-transfer-e-tipos-de-tinta

Acabamento Grafico
Acabamento GraficoAcabamento Grafico
Acabamento Grafico
dmazbnet
 
Sistema de abastecimento contínuo
Sistema de abastecimento contínuoSistema de abastecimento contínuo
Sistema de abastecimento contínuo
sinair silva
 

Semelhante a Tipos de-transfer-e-tipos-de-tinta (20)

Curso canecas
Curso canecasCurso canecas
Curso canecas
 
Midias digitais e impressas
Midias digitais e impressasMidias digitais e impressas
Midias digitais e impressas
 
Tm c3400
Tm c3400Tm c3400
Tm c3400
 
TM C3400
TM C3400TM C3400
TM C3400
 
Tm l90
Tm l90Tm l90
Tm l90
 
Tipo de impressora
Tipo de impressoraTipo de impressora
Tipo de impressora
 
Rotogravura, o que é?
Rotogravura, o que é?Rotogravura, o que é?
Rotogravura, o que é?
 
Historia do enobrecimento
Historia do enobrecimentoHistoria do enobrecimento
Historia do enobrecimento
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
 
Seminário impressão em peças plásticas Tampografia
Seminário   impressão em peças plásticas Tampografia Seminário   impressão em peças plásticas Tampografia
Seminário impressão em peças plásticas Tampografia
 
02 introducao pre_impressao
02 introducao pre_impressao02 introducao pre_impressao
02 introducao pre_impressao
 
Prolam Perfil
Prolam PerfilProlam Perfil
Prolam Perfil
 
O que é tampografía?
O que é tampografía?O que é tampografía?
O que é tampografía?
 
ZXP series 3
ZXP series 3ZXP series 3
ZXP series 3
 
ZXP series3
ZXP series3ZXP series3
ZXP series3
 
Aula 04
Aula 04Aula 04
Aula 04
 
Aula impressão
Aula impressãoAula impressão
Aula impressão
 
Acabamento Grafico
Acabamento GraficoAcabamento Grafico
Acabamento Grafico
 
Sistema de abastecimento contínuo
Sistema de abastecimento contínuoSistema de abastecimento contínuo
Sistema de abastecimento contínuo
 
Apresentaço blueprinter main ppt 16;9
Apresentaço blueprinter main ppt 16;9 Apresentaço blueprinter main ppt 16;9
Apresentaço blueprinter main ppt 16;9
 

Último

Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Dirceu Resende
 

Último (6)

[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfApresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
 
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdfConcurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
 
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfCertificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 

Tipos de-transfer-e-tipos-de-tinta

  • 1.
  • 2. Sublimação I do básico ao intermediário Conhecimento - Habilidade - Atitude 2010 ISO 9001/2008 www.f1suprimentos.com.br
  • 3. Princípios básicos do processo: O que é transfer: Veremos 4 tipos específicos de transfer, sendo 2 inkjet e 2 laser, ambos encontrados em nossa loja virtual, e atendem a maioria das necessidades do mercado. O transfer para algodão claro ou escuro para a produção de camisetas em algodão, o transfer sublimático para camisetas em poliester e materiais para sublimação como cerâmica, vidro, alumínio e madeira, e o transfer laser para canecas de plástico *ABS e o transfer laser para placas de circuito impresso ou **PCI. O transfer nada mais é do que uma base capaz de depositar e aderir momentaneamente um tipo de substrato - tinta ou toner - na trajetória da impressora até o local e produto que será aplicado. Nos 3 casos acima, após impresso o transfer sofrerá temperatura/calor, tempo e pressão para que registre/transfira o que foi impresso no papel no material de interesse, seja tecido, cerâmica, vidro ou alumínio. O possui uma película termocolante que se desprende do papel quando submetido a temperatura, tempo e pressão adequada. O possui uma película termocolante que deverá ser retirada do papel, como um adesivo, antes de submetido a temperatura, tempo e pressão adequada. O possui uma camada de resina especialmente desenvolvida para que o papel/celulose não absorva a tinta sublimática e sim libere a tinta quando submetido a temperatura, tempo e pressão adequada. O possui uma fina camada de resina que permite a aplicação, como um decalque-térmico, do toner no plástico da caneca quando submetido a temperatura, tempo e pressão adequada. O ou **PCI possui uma fina camada de resina que permite a aderência do toner em chapas de cobre quando submetido a temperatura, tempo e pressão adequada. transfer para tecidos de algodão claro transfer para tecidos de algodão escuro transfer sublimático transfer para canecas plásticas transfer para placas de circuito impresso *ABS - Acrilonitrila butadieno estireno *PCI - Placa de Circuito Impresso
  • 4. Princípios básicos do processo: O que é sublimação: O sistema de sublimação descreve o processo pelo qual uma substância sólida se transforma diretamente em gás ou vapor, sem antes passar por um estado líquido intermediário, por meio de condições de temperatura e pressão adequadas. Em nossa prática comercial a sublimação é empregada para a personalização. A tinta é transferida da arte impressa (transfer sublimático) para uma infinidade de materiais passíveis de personalização, como camisetas, canecas, bolsas, almofadas, quebra-cabeças, mouse pads, entre tantos outros. Tinta sublimática profissional: Transfer sublimático: Tempo, temperatura e pressão: A tinta sublimática deve ter elevada concentração de pigmentos, o que propicia cores vivas e intensas, além de facilitar o processo de transferência e fluidez na cabeça de impressão, evitando o desgaste prematuro e entupimentos. Para o processo de impressão sublimática é necessário imprimir, primeiro, em um papel específico. O transfer sublimático possui resina em sua superfície para facilitar a transferência da tinta e isolar o papel. A impressão deve ser espelhada, ou seja, com a imagem ao contrário, para que a tinta passe para o material final posicionada corretamente. Na sublimação as tintas são ativadas pelo calor que as transformam em gases, que por sua vez têm a capacidade de unir-se ao poliéster ou superfícies acrílicas. Cada tipo de material tem predefinições nas condições de tempo, temperatura e pressão da prensa térmica. A adequação dessas variáveis para os diferentes produtos finais é imprescindível para a qualidade do resultado. A união entre equipamento bem balanceado, qualidade da tinta sublimática e do transfer sublimático aliados às condições corretas de tempo temperatura e pressão são o segredo para um resultado perfeito: cores vivas e intensas, que fazem a diferença no mercado profissional. Para que este processo ocorra, alguns fatores são fundamentais: As Imagens sublimadas são extremamente laváveis, resistentes a arranhões e seguras mesmo quando colocadas em máquinas de lavar.
  • 5. Princípios básicos do processo: Papel sublimático e transfer convencional: Por que utilizar tinta sublimática profissional: Tinta sublimática e tinta pigmentada: Por que utilizar um papel especial para sublimação? Diferente do papel convencional, o transfer sublimático F1 libera a tinta ao invés de absorvê-la, proporcionando uma termo-transferência perfeita com cores intensas e tons únicos. Outros papéis absorvem a tinta deixando tons amenos, opacos, cores opacas e sem vida. As tintas profissionais são especialmente elaboradas com nano tecnologia para atender às especificações dos fabricantes de impressoras e plotters, garantindo fluidez, fidelização de cores e evitando problemas de entupimento. A tinta sublimática conforme já explicado anteriormente é voltada para tecidos sintéticos 100% poliester e midias preparadas para sublimação, sendo assim malhas como PV (poliester + viscose), PA (poliester + algodão) e o próprio algodão não se enquadram neste padrão. Embora o PV tenha aproximadamente 60% de poliester e aconteça a termo transferência a imagem sofrerá perdas em sua qualidade, coloração e intensidade. As tintas fornecidas pela F1 Suprimentos foram desenvolvidas especialmente para a linha de impressoras *EPSON, não havendo necessidade de qualquer tipo de calibração, software ou utilização de perfil de cores para interação entre equipamento e tinta. Para a impressão basta instalar o driver da impressora, inserir o papel na bandeja, configurar o tipo de papel no driver, a qualidade de impressão e imprimir. Nas página seguintes saberá mais detalhes sobre os processo de impressão. *Marca registrada Seiko Epson Corporation A possui a finalidade única de impressão e produção de transfer sublimático e não é indicada para outras finalidades como impressão de documentos, fotografias, adesivos ou qualquer outro tipos de mídia que não seja transfer. A além de impressão de transfer para tecido de algodão, poderá ser utilizada para demais impressões como documentos e qualquer outra mídia inkjet para pigmento. tinta sublimática tinta pigmentada
  • 6. Princípios básicos do processo: Produto, cliente e aplicação Esse gás (tinta sublimática) é capaz de tingir, com qualidade fotográfica, diversos materiais como tecidos sintéticos, cerâmica, vidro, alumínio, madeira e muitos outros materiais preparados para sublimação. Dentre as possibilidades e produtos, destacamos as camisetas personalizadas, uniformes esportivos, bandeiras, bandanas, abadás, canecas de cerâmica e vidro, canecas de chopp, mouse pads, porta copos, chinelos, squeezes e alumínio, azulejos para decoração, pratos, xícara, placas comemorativas, quadros, etiquetas, toalhas, bolsas e sacolas, necessaires, pufes, almofadas e tudo o que sua imaginação desejar. Com uma impressora convencional adaptada com o sistema de recarga continua F1 suprimentos, prensas térmicas F1 e papel sublimático F1 é possível competir com grandes empresas de brindes, artigos esportivos, estamparias e estúdios de silk, com qualidade superior e preços mais baixos. Anotações: