Profissional da contabilidade oportunidade

1.299 visualizações

Publicada em

Palestra para Profissionais de Contabilidade em 23/5/12 no CRC RJ

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Prezado JOPER,
    a consciência de nossa pegada ecológica é um importante passo de responsabilidade por nossa passagem por esta magnífica Terra.
    E o seu texto nos ajuda a entender melhor esta caminhada..
    Abraço,
    Eduardo Buys
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.299
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Profissional da contabilidade oportunidade

  1. 1. 1
  2. 2. 2
  3. 3. 10 mil a.C. 0 1769 1850 1966 1972 1992 2012 Desenvolvi- mento Meio Meio Sustentável Ambiente Pacto Int. Ambiente Desenvolvi- Urbis X Direitos Humano mento Era Máquina Campo Gobleki Humanos Cristã a Vapor Humano Tepe 3
  4. 4. 4
  5. 5.  40.000 a. C. - 4 milhões na Ásia e África - ferramentas de caça e alimentação 10.000 a. C. - Norte da Turquia ao Sul do Egito - Gobekli Tepecivilização, agricultura 6.000 a. C. - Mesopotâmia - irrigação pelo desvio do Rio Eufrates5
  6. 6.  2.000 a. C. - 27 milhões de pessoas - sem impactos ambientais significativos  400 a. C. - Platão observa : “Qualquer cidade, por menor que seja, divide-se de fato em duas, uma dos pobres, a outra dos ricos.” ano 0 - 100 milhões de seres humanos - Era Cristã6
  7. 7.  ano 400 - Santo Agostinho e As Confissões  ano 550 - São Tomás de Aquino enriquece conhecimento humano  ano 1.500 descoberta do Brasil e a 1ª Missa com Cruz de madeira e clareira na floresta Carta de Caminha fala sobre Pau-Brasil, papagaios, flora e fauna7
  8. 8.  ano 1.503 - Fernão de Noronha e o Pau-Brasil - Portugal, Inglaterra, França, Espanha e Holanda  ano 1.531 - Martim Afonso queima uma ilha inteira contra a febre  ano 1.542 - Carta Régia disciplina corte de madeiras8
  9. 9.  ano 1.769 - James Watt patenteia a Máquina a Vapor ano 1.825 - Humanidade atinge 1 bilhão de pessoas ano 1.850 - D Pedro II proíbe a exploração florestal - surge a monocultura do café - Reino Unido maior população urbana9
  10. 10.  ano 1.869 - o alemão Ernest Haeckel cria o vocábulo ecologia  ano 1.872 - encerrado o ciclo do Pau-Brasil ano 1.889 - o escocês Patrick Geddes afirma “uma criança em contato com a realidade do seu ambiente não só aprenderia melhor, mas também desenvolveria atitudes criativas em relação ao mundo em sua volta.” 10
  11. 11.  ano 1.891 - Constituição Brasileira é omissa sobre a preservação  ano 1.920 - Pau-Brasil é considerado extinto - EUA restam 20% de florestas primitivas ano 1.952 -smog (smoke+fog) em Londres causa 1600 mortes11
  12. 12.  ano 1.961 - Jânio Quadros sanciona: o Pau-Brasil é árvore-símbolo e o Ipê a flor-símbolo  ano 1.962 - Rachel Carson publica Primavera Silenciosa 12
  13. 13. Uma Fábula para AmanhãHouve outrora uma cidade, onde a vida todaparecia viver em harmonia com o meio ambiente ...Depois, uma doença estranha das plantasse espalhou pela área toda, e começou a mudar ...Algum mau-olhado fora atiradoàquela comunidade ...Por toda a parte se via uma sombra de morte ...Havia ali um silêncio estranho. Os passáros,por exemplo – para onde é que tinham ido? ...13
  14. 14. Pelas manhãs, que outrora haviam vibrado emconseqüência do coro matinal dos pombos e devintenas de outras aves canoras, não havia,agora, som algum ...Somente o silêncio pairava por cima dos campos,matas e dos pantanais ...Até mesmo os rios se mostravam agoradestituídos de vida ...14
  15. 15. Havia ali um silêncio estranho. Os pássaros,por exemplo – para onde é que tinham ido? ...Nenhuma obra de feitiçaria, nenhuma ação doinimigo, havia silenciado o renascer de uma novavida naquele mundo golpeado pela morte.Fora o povo, ele próprio, que fizera aquilo.Que foi que já silenciou as vozes da primavera ...15
  16. 16. O homem é parte da Naturezae sua guerra contra a Natureza é inevitavelmenteuma guerra contra si mesmo ... Rachel CarsonSei que ajudei pouco o meio ambiente.Afinal, não seria muito realista pensar que um livropoderia mudar algo no mundo ...16
  17. 17.  ano 1.965 - Albert Schweitzer lança ética ambiental e conquista Prêmio Nobel da Paz - Enviromental education na Inglaterra  ano 1.966 - ONU e o Pacto Internacional sobre os Direitos Humanos17
  18. 18.  ano 1.972 - Estocolmo - Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente Humano “A pobreza é a poluição mais prejudicial e a luta contra ela é também uma luta por um ambiente melhor”Indira Gandhi na Cimeira da Terra 18
  19. 19.  ano 1.977 - Engenharia inclui Ciências Ambientais  ano 1.981 - desenvolvimento em Rondônia Mato Grosso destrói 2  milhões de hectares de florestas  ano 1.987 - acidente com Césio-137 em Goiânia19
  20. 20.  ano 1.988 - 4,5 milhões de veículos em SP provoca a Operação Alerta 90% da poluição - Chico Mendes é assassinado em Xapurí  ano 1.989 - criado o Ibama - Exxon Valdez vaza 42 mil ton de óleo no Alasca por embriaguez do Comandante - Brasil: 250 espécies em extinção - área destruída da Amazônia é de 404 mil Km² (Landsat 8)20
  21. 21.  ano 1.991-Guerra do Golfo Pérsicoqueima 7 milhões de barris depetróleo- 590 poços incendiados no Kwait leva nuvens negras a vários países  ano 1.992 - Rio - Conferência das Nações Unidas Sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento - Agenda 2121
  22. 22.  ano 1.994 - Cairo, Conferência sobre População e Desenvolvimento  ano 1.995 - Berlim, Convenção Mudanças Climáticas - Beijing, Conferência Situação da Mulher  ano 1.996 - Istambul, Conferência Assentamentos Humanos (Habitat II) - ogivas nucleares = 18 bilhões de ton de dinamite = 3,6 ton p/habitante22
  23. 23.  ano 1.997 - Kyoto, Convenção Mudanças Climáticas  ano 1.998 - El Niño provoca maiores inundações da História; Balgladesh 2/3 submersos; 2.500 chineses mortos no Rio Yangtsé - Furacão Mitch ventos de 270 Km/h - 11 mil mortos Honduras e Nicarágua - concentração de gás carbônico bate recorde de 363 ppm23
  24. 24. 24
  25. 25.  ano 1.999 - Lei de Crimes Ambientais - 27 países em conflito pela água - Brasil: 4 milhões de indigentes (IPEA) - 50,2 % de brasileiros é pobre - furacão arrasa a Índia 9.393 mortos - Olinda, Conferência Desertificação e Seca25
  26. 26. 26
  27. 27.  ano 2.000 - água sobre de preço US$ 2,36 m³ na Alemanha US$ 1,35 na França US$ 1,28 na Inglaterra US$ 0,77 no Brasil - temperatura se eleva a 50º na Grécia e Kosovo; incêndios florestais27
  28. 28.  ano 2.004 - Tsunami na Ásia28
  29. 29.  ano 2.005 - Katrina em Nova Orleans29
  30. 30.  ano 2.011 - Tsunami no Japão30
  31. 31. 2012?31
  32. 32. 32
  33. 33. 33
  34. 34. A CONDIÇÃO HUMANA René Magritte34
  35. 35. A CONDIÇÃO HUMANA René Magritte35
  36. 36.  Externalização de Custos Ambientais Mito ou realidade ??? Problema ou Oportunidade ???36
  37. 37. 37
  38. 38. Responsabilidade Social Corporativa Mito ou realidade ??? Problema ou Oportunidade ???38
  39. 39. 39
  40. 40. Pioneirismo do CRC RJ Valorização Profissional40
  41. 41. Empresas Grandes Médias Pequenas Entidades Profissionais41
  42. 42. Algumas organizações vão além das disposições legais ao reagirem a demandas ou preocupações específicas numa base discricionária,isto é, os valores além dos interesses econômicos daorganização de melhorar o bem-estar social global. Por fim,algumas organizações abraçam muitas responsabilidadessociais como parte de suas filosofias éticas. Os valores da organização, assim como as suas devidas expectativas devem priorizar a transparência nos relacionamentos e também deve levar em conta a constante avaliação do seu desempenho quanto ao cumprimento de suas responsabilidades assumidas, objetivando uma imagem de empresa cidadã.42
  43. 43. No balanço social a empresa mostra o que faz por seus profissionais, dependentes, colaboradores e comunidade, dando transparênciaàs atividades que buscam melhorar a qualidade de vida paratodos. Ou seja, sua função principal é tornar pública aresponsabilidade social empresarial, construindo maioresvínculos entre a empresa, a sociedade e o meio ambiente. O Balanço Social pode e deve ser visto também como um instrumento de gestão. O grande desafio é pensar no Balanço Social como instrumento de gerenciamento da qualidade da relação que a empresa mantém com públicos que são chaves para o sucesso e desenvolvimento desta. http://www.aedb.br/seget/artigos09/332_RESPONSABILIDADE_SOCIAL.pdf43
  44. 44. 44
  45. 45. 45
  46. 46. 46
  47. 47. Iniciativa Iniciativa e Divulgação47
  48. 48. Associação global de cerca de 200 empresas, de 30 países e 20 grandes setores industriais, que tratam exclusivamente de negócios e desenvolvimento sustentável Missão: assegurar a liderança empresarial como catalisador para a mudança rumo ao desenvolvimento sustentável, e apoiar a licença empresarial para operar, inovar e crescer em um mundo cada vez mais moldado pelas questões do desenvolvimento sustentável WBCSD48
  49. 49. Co-presidido por 4 empresas Desenvolvido por 29 empresas globais Cooperação com centenas de representantes de outras empresas, governos e sociedade civil, sócios regionais e experts Resultado de esforço conjunto49
  50. 50. 29 Empresas Globais50
  51. 51. Como será um mundo sustentável ? Como poderemos alcançá-lo ? Que papel podem desempenhar as empresas para que avancemos mais rapidamente até esse objetivo ?Projeto pretende responder a três questões51
  52. 52. Incentivar as empresas a repensarem seus produtos, serviços e estratégias para proporcionar novas oportunidades com foco na sustentabilidade, informar empregados e diretorias, e motivá-los a desenvolver posições de liderança em todo o Mundo Convidar os governos a considerar as políticas e regulamentações necessárias para guiar e orientar a sociedade e incentivar o mercado a evoluir até maior sustentabilidade Convidar também as pessoas a introduzirem mudanças em sua vida diária Ponto de partida para inter-relacionar empresas, sociedade civil e governos52
  53. 53. O projeto oferece as melhores perspectivas possíveis para a população mundial e para o planeta para as próximas quatro décadas O resultado seria um planeta habitado por 9 bilhões de pessoas, que viveriam bem - com alimentos, água potável, higiene, habitação, transporte, educação e cuidados de saúde suficientes para assegurar o bem-estar – dentro dos limites do que este pequeno e frágil planeta pode fornecer e renovar diariamentePlanificar não o que será, nem o que se teme que seja, mas sim como pode ser 53
  54. 54. 1 Garantir a disponibilidade de Recursos Naturais Três Grandes Desafios54
  55. 55. 2 Respeitar os limites da Biosfera para assimilar resíduos e poluição Três Grandes Desafios55
  56. 56. 3 Reduzir a pobreza no Mundo Três Grandes Desafios56
  57. 57. • Respeitar a capacidade de suporte da biosfera - disponibilidade de recursos naturais e a capacidade da Biosfera para absorver resíduos e poluição A Humanidade já consome 30% mais de recursos naturais do que a Natureza é capaz de repor (Relatório Planeta Vivo 2008 – WWF) • Contribuir para a redução da pobreza Desenvolvimento Sustentável57
  58. 58. Global Footprint Network É a área necessária para produzir o que a população consome e absorver seus resíduos, com a tecnologia atual Pegada Ecológica58
  59. 59. Uma Nova Ordem Econômica59
  60. 60. Países Credores e Devedores Ecológicos60
  61. 61. Herman Daly A exploração de recursos naturais é tão intensa que não podemos mais fingir que vivemos em um ecossistema ilimitado Limites Naturais61
  62. 62. • Descobriu-se que a mudança de rota e suas áreas chaves representam enormes oportunidades, como: • fazer mais, com menos, • agregar valor, • prosperar e melhorar a condição humana • Fazer negócios como sempre (BAU) nos desviará do caminho da sustentabilidade ou a prosperidade econômica e social segura, pois estas só poderão ser alcançadas se mudarmos radicalmente a forma de agir imediatamente Boa Notícia62
  63. 63. Até um Mundo Sustentável em 2050 o a Visã 2050 Até um Sustentável em Noss ação Mundo 2050 as do form êxito Medid rans da T mpo aos te ave para transfo pos de o O te rmaçã s-ch m Tema rbulen a ta Déca have para d a Tu s-c Te m a 2020 lenta 020 Turbu para 2 cada ativosA Dé Imper Valores das Desenvolvimento Energia e Economia Agricultura Florestas Edifícios Mobilidade Materiais pessoas Humano Eletricidade Desde o modelo “BAU! “Business as usual” 63
  64. 64. Por um mundo sustentável em 2050 Nossa Visão Suprimento Alimentos e Necessidades Valores, suficente Consturções Um mundo – biocombustíveis Recuperação Transporte Nenhuma básicas custos e e seguro com uso Pessoas & suficientes por e seguro e com partícula de todos lucros de energia de energia Planeta meio de nova Regeneração baixo carbono de resíduos satisfeitas verdadeiros com baixo perto de zero revolução verde carbono Desmatamento Acesso quase Melhoria de Emissões de de sucesso Sustentabilidade Custo do Produção contido, universal a quatro CO2 Todas as Medidas embutido em carbono, agrícola estoques transportes, a dez vezes na Bilhões de pessoas reduzidas em novas todos os água e outros duplicada pela de carbono infra-estrutura eco- retiradas da 50% construções produtos, serviços do melhoria da em florestas e informações eficiência dos pobreza no mundo com serviços e estilos ecossistema produtividade plantadas confiáveis recursos e (base: níveis zero de energia de vida internalizados do solo e da água duplicados a e com baixo materiais a de 2005) partir de 2010 carbono partir de 2000 de transformação para os tempos Temas-chave paraTemas-chave Crescimento Valores do comércio Maior ímpeto EmissõesmT Edifícios502ndopãçaesfr Vida sustentável Ecossistemas e verdadeiros global, para proteção de GEE Fechando inteligentes, Transporte torna-se empresas promovem produção de florestas atingem o usuários inteligente dominante ajudar a criar valor mercados agrícola e e eficiência da o máximo e ciclo mais sábios inclusivos gestão de produção declinam carbono turbulência Desenvolvimento Melhoria dos tempos de Compreensão e Estimulando o Construindo do Nivelamentos Direcionar o transportes em Fazer incentivo Redefinindo progresso confiança, conhecimento das condições mercado para geral através mais mudança através o por meio de empreendedorismo, para para produção eficiência de uma com da progresso incentivos de inclusão agricultura de energia energética abordagem menos cooperação carbono intensiva holística Novas medidas de sucesso Liderança Conscientização sobre energia Treinamento Preço global global, Compromisso Aterros de lixo dos de carbono local e com a Duras regras eliminados agricultores Tem que ser feito até 2020 corporativa Normas de Aprofundar os redução de eficiência Acesso a biocombustíveis conhecimentos de Acordo sobre energética serviços básicos Remoção de Comércio mais ambiental e local carbono como gerenciar subsídios livre e justo GEEs Investimento em infra-estrutura Projetos de circuito fechado Emancipação econômica das mulheres Compromisso Ganhos de com o Diminuição do produtividade Soluções preço verdadeiro custo das Oportunidades Ganhos integradas energias Inovação da para os idosos Eficiência de de transporte Modelos de renováveis cadeia de valor financiamento hídrica produtividademT Incentivos para a longo prazo02nbudopacêe Pesq.&Desenvolv. Formas deril mudança de eficiência na demanda Eficiência agrícola transmissão comportamento Gestão urbana energética Disseminação Modelos alternativas e integrada na produção de Novas variedades empresariais mais eficientes Eficiência hídrica tecnologias de culturas integram todos Inovação com atores os consumidores Energia Valores das Desenvolvimento Mobilidade Economia Agricultura Florestas e Construções Materiais pessoas humano potência64
  65. 65. 1. Atender as necessidades de desenvolvimento de bilhões de pessoas, possibilitando educação e empoderamento econômico (especialmente da mulheres), e desenvolvendo soluções, estilos de vida e comportamentos radicalmente mais eco eficientes2. Incorporar o custo das externalidades, começando comcarbono, serviços prestados pelos ecossistemas e água3. Dobrar a produção agrícola sem aumentar a quantidadede terra ou de água usados Ações Propostas65
  66. 66. 4. Cessar os desmatamentos e aumentar o rendimento das florestas plantadas. 5. Reduzir à metade até 2050 as emissões de C no mundo inteiro (base: nível dede emissões de 2005), com as emissões de gases estufaatingindo seu máximo até 2020, através da mudança parasistemas de energia com baixo C, e aumentar a eficiênciade energia no lado da demanda6. Prover acesso universal à mobilidade com baixo C 7. Atingir uma melhoria de eficiência de quatro a dez vezes no uso de recursos e materiais Ações Propostas66
  67. 67. Em 2050 a vida será muito diferente para a Humanidade Mudança de comportamento e inovação social serão tão importantes quanto as inovações tecnológicas Água, alimento e energia devem ser considerados de forma holística e integrada Caminhos para atingir a Sustentabilidade67
  68. 68. Para desempenhar sua função, as empresas terão que seguir fazendo o que de melhor sabem fazer: Adaptar-se, Inovar, Colaborar e Agir. Essas atividades serão cambiadas, como também as relações de colaboração estabelecidas com outras empresas, com os governos, com o mundo acadêmico e com as organizações não governamentais para que todos saiam ganhando. E isso terá que ser feito com eficácia ! Mudança de Rota68
  69. 69. 69
  70. 70. 70
  71. 71. C-40 Prefeitos das mais importantes cidades do mundo compartilham diretamente entre si experiências bem sucedidas e assumem novos compromissos na direção de um modelo de desenvolvimento mais inteligente. Tedx Rio+20 Palestras transmitidas ao vivo pela internet pelo site www.tedxrio20.com, com o 18 minutos de duração, em que 30 personalidades compartilharão ideias para “entender e analisar o Poder Humano, força com enorme capacidade de destruir, manter e, principalmente, construir um novo planeta e uma nova forma de viver”. Consumo consciente, economia verde e redução da pobreza são alguns dos temas desse evento.71
  72. 72. Rio Clima Debate reunindo cientistas, economistas, políticos e representantes da sociedade civil de vários países convidados pelo deputado federal Alfredo Sirkis (PV-RJ), de alto nível, tentará durante seis dias costurar um acordo global do clima. Cúpula dos Povos Como na Rio 92, ONGs do mundo inteiro voltarão a ocupar o Aterro do Flamengo num gigantesco caldeirão sócio- cultural, étnico e religioso. Pode-se acompanhar os debates ou simplesmente curtir a experiência de testemunhar in loco a nossa bela e instigante biodiversidade humana. O Rotary International, por exemplo, manterá uma tenda com extensa programação de palestras.72
  73. 73. Diálogos sobre sustentabilidade com a sociedade civil Convidados especiais de diferentes países debaterão dez temas estratégicos e sintetizarão os resultados em recomendações que serão posteriormente encaminhadas pessoalmente por alguns dos conferencistas aos chefes de Estado no Riocentro. As redes sociais As redes sociais e os provedores de conteúdo estarão por toda a parte, registrando e enviando as informações que julguem importantes. A atençã às redes poderá reduzir a frustração para os que estejam impedidos de acompanhar de perto tudo de interessante que vai acontecer por aqui.73
  74. 74.  Contabilidade Verde Mito ou realidade ??? Problema ou Oportunidade ???74
  75. 75. Há que estabelecer sistema de contabilidade verde que inclua a depreciação de florestas e solos, que mesure os tempos livres, a qualidade de vida, do ar. Destruição de espécies, engarrafamentos e internações hospitalares hoje aumentam o PIB. Carlos Minc Alguns países como a França e o Japão estão avançando mais no conceito de contabilidade verde. Então, a minha proposta é de que os países assumam um compromisso já com prazo estipulado. O Globo, 7 de maio de 201275
  76. 76. 76
  77. 77. Obrigado ! govpadrao@gmail.com (21) 9983-2692 Aproveitar Oportunidades Vencer Desafios77

×