Inovação Centrada no Usuário

827 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre aplicação do Design de Interação dentro de uma perspectiva centrada no usuário. O pano de fundo é o mindset do Design Thinking e como tudo isso contribui para o desenvolvimento de serviços inovadores e seus artefatos que ajudam a tangibilizá-los.

Publicada em: Design
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
827
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
48
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inovação Centrada no Usuário

  1. 1. Inovação Centrada no Usuário São  Paulo,  Fevereiro  de  2012   Érico  Fileno,  M.Sc.   Designer  de  Interação    by  @efileno   1  de  100  
  2. 2. Design o Centrado vaçã Ino no Usuário São  Paulo,  Fevereiro  de  2012   Érico  Fileno,  M.Sc.   Designer  de  Interação    by  @efileno   2  de  100  
  3. 3. by  @efileno   ?   3  de  100  
  4. 4. by  @efileno   4  de  100  
  5. 5. by  @efileno   5  de  100  
  6. 6. by  @efileno   6  de  100  
  7. 7. Isso é complexo?by  @efileno   7  de  100  
  8. 8. Isso é complexo?by  @efileno   8  de  100  
  9. 9. Isso é complexo?by  @efileno   9  de  100  
  10. 10. Isso é complexo?by  @efileno   10  de  100  
  11. 11. Design ?by  @efileno   11  de  100  
  12. 12. by  @efileno   12  de  100  
  13. 13. bonito complicado frágilresistente preto feio porcaria fácilby  @efileno   … 13  de  100  
  14. 14. Design é o fator central da humanização de tecnologias e o fator crucial para o intercâmbio econômico e cultural. ICSID  -­‐  Interna@onal  Council  of  Socie@es  of  Industrial  Design  by  @efileno   14  de  100  
  15. 15. by  @efileno   15  de  100  
  16. 16. by  @efileno   16  de  100  
  17. 17. by  @efileno   17  de  100  
  18. 18. Visão contemporâneado designFuncionalFormalUsabilidadeEmocionalby  @efileno   18  de  100  
  19. 19. Visão contemporâneado designDesignCentradono Usuárioby  @efileno   19  de  100  
  20. 20. Os artefatos, construídos artificialmente, se transformam em objetos apropriados ao uso do ser humano, quando damos valores a eles.by  @efileno   20  de  100  
  21. 21. Segundo DONALD NORMAN, além de forma física e funções mecânicas, os objetos assumem forma social e funções simbólicas .by  @efileno   21  de  100  
  22. 22. by  @efileno   22  de  100  
  23. 23. by  @efileno   23  de  100  
  24. 24. by  @efileno   24  de  100  
  25. 25. techné – técnica, arte procedimento ou o conjunto de procedimentos que têm como objetivo obter um determinado resultado. ICSID  -­‐  Interna@onal  Council  of  Socie@es  of  Industrial  Design  by  @efileno   25  de  100  
  26. 26. Artefatosby  @efileno   26  de  100  
  27. 27. Artefatosby  @efileno   27  de  100  
  28. 28. Artefatosby  @efileno   28  de  100  
  29. 29. Artefatosby  @efileno   29  de  100  
  30. 30. Design é uma atividade, uma práxis pautada no intelecto humano que participa da configuração de objetos, sejam eles bidimensionais, tridimensionais ou virtuais. Gustavo  Amarante  Bomfim  by  @efileno   30  de  100  
  31. 31. O designer dá forma (con- forma) algo que antes existia apenas no mundo das ideias, dos desejos, das necessidades; ou trans-forma algo já existente, incorporando novos valores e tecnologias. Gustavo  Amarante  Bomfim  by  @efileno   31  de  100  
  32. 32. Século XXI ?by  @efileno   32  de  100  
  33. 33. PÓS-­‐MODERNIDADE  SOCIEDADE  LÍQUIDA  ERA  DA  INFORMAÇÃ  MODERNIDADE  LÍQU  ERA  DO  CONHECIME  by  @efileno   33  de  100  
  34. 34. PÓS-­‐MODERNIDADE  SOCIEDADE  LÍQUIDA    MEDIAÇÃOMODERNIDADE  LÍQU  ERA  DO  CONHECIME  by  @efileno   34  de  100  
  35. 35. S Rby  @efileno   x Processo  de  EsEmulo  e  Resposta,  onde:  S  =  EsEmulo,  R  =  Resposta  e  X  =  elo  mediado.   35  de  100  
  36. 36. DESIGN é técnica (techné) é uma construção social é um elemento culturalby  @efileno   36  de  100  
  37. 37. ser humano meio culturalby  @efileno   37  de  100  
  38. 38. valores tecnologiasby  @efileno   38  de  100  
  39. 39. Contexto pessoal   coleLvo   Design é um processo social -> Troca socialby  @efileno   39  de  100  
  40. 40. by  @efileno   40  de  100  
  41. 41. by  @efileno   41  de  100  
  42. 42. by  @efileno   42  de  100  
  43. 43. by  @efileno   43  de  100  
  44. 44. UXby  @efileno   44  de  100  
  45. 45. DESIGN CENTRADO NO USUÁRIOby  @efileno   45  de  100  
  46. 46. Design  Thinking   Design  Estratégico   Design  Centrado  no  Usuário  by  @efileno   46  de  100  
  47. 47. DESIGN  CENTRADO  NO  USUÁRIO   DESIGN  CENTRADO  NA  TECNOLOGIA  by  @efileno   47  de  100  
  48. 48. by  @efileno   48  de  100  
  49. 49. by  @efileno   49  de  100  
  50. 50. by  @efileno   50  de  100  
  51. 51. by  @efileno   51  de  100  
  52. 52. DESIGN  CENTRADO  NO  USUÁRIO   DESIGN  CENTRADO  NO  DESIGNER  by  @efileno   52  de  100  
  53. 53. Design Centrado no Designerby  @efileno   53  de  100  
  54. 54. Design Centrado no Designerby  @efileno   54  de  100  
  55. 55. Design Centrado no Designerby  @efileno   55  de  100  
  56. 56. Design Centrado no Designerby  @efileno   56  de  100  
  57. 57. Design Centrado no Usuárioby  @efileno   57  de  100  
  58. 58. Design Centrado no Usuário (DCU) É o processo de design em que as necessidades, desejos e limitações do ser humano são levados em conta durante todas as fases de concepção e desenvolvimento de um projeto.by  @efileno   58  de  100  
  59. 59. Empresas que são orientadas pelo DCU possuem a inovação em seu DNA e atuam de forma diferenciada em seus segmentos.by  @efileno   59  de  100  
  60. 60. Design Centrado no Usuário Demanda  ou   necessidade   Pesquisa     Desenvolvimento   Avaliação   Ideação   ProtoLpação  by  @efileno   60  de  100  
  61. 61. Design Centrado no Usuário Demanda  ou   necessidade   Insights     Desenvolvimento   Realização   Ideias   ProtóLpos  by  @efileno   61  de  100  
  62. 62. Inovação Centrada no Usuário Engenharia Design Negócioby  @efileno   62  de  100  
  63. 63. INOVAÇÃO   INVENÇÃO  by  @efileno   63  de  100  
  64. 64. E  o  design  de   interação  nisso   tudo,  meu  caro   Norman?  by  @efileno   64  de  100  
  65. 65. Design de Interação como um caminho a ser seguidoby  @efileno   65  de  100  
  66. 66. Design de Interação O foco está nas relações humanas tecidas através dos artefatos e serviços interativos.by  @efileno   66  de  100  
  67. 67. http://qrayg.com/experiment/qtip/by  @efileno   67  de  100  
  68. 68. Não é só tecnologiaby  @efileno   68  de  100  
  69. 69. Não é só touchby  @efileno   69  de  100  
  70. 70. Não é só iPhoneby  @efileno   70  de  100  
  71. 71. É tecnologia socialby  @efileno   71  de  100  
  72. 72. Embarcadoby  @efileno   72  de  100  
  73. 73. USHAHIDI   Utilidadeby  @efileno   73  de  100  
  74. 74. Lembram-se dele?by  @efileno   74  de  100  
  75. 75. possível  adjacente  redes  fluidas  intuição  lenta  descobertas  improváveis  erro  adaptabilidade  ecossistema  cria@vo  by  @efileno   75  de  100  
  76. 76. Possível adjacenteby  @efileno   76  de  100  
  77. 77. Redes fluidasby  @efileno   77  de  100  
  78. 78. Intuição lentaby  @efileno   78  de  100  
  79. 79. Descobertas improváveisby  @efileno   79  de  100  
  80. 80. Erroby  @efileno   80  de  100  
  81. 81. Adaptabilidadeby  @efileno   81  de  100  
  82. 82. Ecossistema criativoby  @efileno   82  de  100  
  83. 83. Faça a coisa simplesby  @efileno   83  de  100  
  84. 84. Design Participativoby  @efileno   84  de  100  
  85. 85. Usabilidadeby  @efileno   85  de  100  
  86. 86. Questionáriosby  @efileno   86  de  100  
  87. 87. Entrevistasby  @efileno   87  de  100  
  88. 88. Grupo Focalby  @efileno   88  de  100  
  89. 89. Estudo de campoby  @efileno   89  de  100  
  90. 90. Digital Ethnography Michael Wesch – Kansas State University http://mediatedcultures.net/by  @efileno   90  de  100  
  91. 91. Ethnography on YouTube Michael Wesch – Kansas State Universityby  @efileno   91  de  100  
  92. 92. Descobrir Significados Pessoas precisam ter significado em suas vidasby  @efileno   92  de  100  
  93. 93. Entender as regras Regras culturais influenciam as decisões do designby  @efileno   93  de  100  
  94. 94. Ser culturalmente aceito Etnografia permite criar para qualquer mercado.by  @efileno   94  de  100  
  95. 95. Tornar a comunicação mais eficiente As coisas precisam ser entendidas e compreendidasby  @efileno   95  de  100  
  96. 96. Observar a realidade O que as pessoas dizem não é o que elas fazemby  @efileno   96  de  100  
  97. 97. Identificar dificuldades O comportamento dá dicas de onde os problemas estãoby  @efileno   97  de  100  
  98. 98. Vá conhecer o mundo E ultrapasse a sua barreira do conhecimentoby  @efileno   98  de  100  
  99. 99. Experimente o mundo Você vive neleby  @efileno   99  de  100  
  100. 100. Obrigado! Érico Fileno, M.Sc. Designer de Interação @efileno www.ericofileno.com.br www.liveworkstudio.com.brby  @efileno   100  de  100  

×