Oi!
O que é embalagem?
•	Embalagem pra que?
•	De transporte.
•	De armazenamento.
•	De consumo.
•		Unitária.
•		Conjunto.
•		Co...
OBJETIVOS
Compreender a metodologia de projeto e processos de pesquisa
e criação em design de embalagem. Identificar e rec...
“AETERNADANÇARINADOEFÊMERO”
PROFESSOR: CLEBER RAFAEL DE CAMPOS
Andy Warhol
210 Coca Cola Bottles 1962
COMPETINDO
na posição de líder.
na posição de rival do líder.
competindo na posição
intermediária.
competindo com os
produ...
GÔNDOLA
inovar e criar algo que
não existe na categoria.
romper com a linguagem
da categoria.
estabelecer um novo
padrão v...
disciplina 1 da gestão de marca: diferenciar.
nosso cérebro é equipado para perceber diferenças
neumeier, 2008, p.20 e 36
ADIFERENÇACOMEÇANA
RAZÃODESERDEUMAMARCA
EDEVESERPERCEBIDAEM
CADAPONTODECONTATO.
Chame de BRANDING ou STORYTELLING, se quiser.
ADIFERENÇACOMEÇANA
RAZÃODESERDEUMAMARCA
EDEVESERPERCEBIDAEM
CADAPONTODECONTA...
OUSOMENTE:
BOMDESIGN.
SUSTAINISMMODERNISMO
FAÇA MAIS COM MENOS
DEPENDE DE CONTEXTO
DIVERSIDADE
INTER-DEPENDENTE
NATUREZA COMO FONTE
CODESIGN
FOR...
FAÇA MAIS COM MENOS
DEPENDE DE CONTEXTO
DIVERSIDADE
INTER-DEPENDENTE
NATUREZA COMO FONTE
CODESIGN
FORMA CRIA SIGNIFICADOS
...
Spartan Stores
FORMA SEGUE FUNÇÃO
DDB Budapest
FORMA SEGUE FUNÇÃO
E CRIA SIGNIFICADOS
Pentagram
FORMA SEGUE CONCEITO
Noe Duchaufour-Lawrance Karim Rashid
Noe Duchaufour-Lawrance Karim Rashid
RIQUEZA
FIGURATIVO
MASCULINO
AMOR
ABSTRATO
FEMININO
FORMA SEGUE PROCESSO
A forma é um poderoso elemento de comunicação visual e branding.
A forma é um poderoso elemento de comunicação visual e branding.
WMcCann
NA NOVA ECONOMIA DO CAPITALISMO, JÁ NÃO SE
TRATA APENAS DE PRODUZIR PELO MENOR CUSTO
BENS MATERIAIS, MAS DE SOLICITAR AS E...
NA NOVA ECONOMIA DO CAPITALISMO, JÁ NÃO SE
TRATA APENAS DE PRODUZIR PELO MENOR CUSTO
BENS MATERIAIS, MAS DE SOLICITAR AS E...
ESTETIZAÇÃODOMUNDO.
TUDOÉPENSADOCOMDESIGN.
“GOURMETIZAÇÃO”.
BELEZA
VENDE
Strange and Stranger
Strange and Stranger - reciclado e belo
Isabela Rodrigues
Isabela Rodrigues - Sobrevida da embalagem como objeto decorativo - upcycle
The Plant - identidade não é idêntico. Beleza individual e como um todo.
Lygia Pape, década de 60 - inovação na forma e identidade - redesign em 2009 conhecido como o Crime da Piraquê
OBELOÉEXCLUSIVODONICHO?
RESERVADOPARAOPREMIUM?
INCOMPATÍVELCOMAMASSA?
NÃO.
Wolff Ollins
Rocket
1EM39,8%CRESCIMENTODEVENDASDALINHA
EVERYDAYVALUE
CONSUMIDORESAFIRMAM
QUEAIMPRESSÃODA
MARCATESCOCOMOUM
TODOMELHOROUAPÓSO
LA...
Honey
Honey
Honey - Commercial Brand Partners:
Commercial Planning, NPD Innovation, Branding,
Design, Digital and Marketing.
lul...
BELEZA
VENDE
(...) A DIMENSÃO EMOCIONAL
- O SENTIDO ESTÉTICO GREGO.
TUDO O QUE FAZ HOJE VEM
COM EMOÇÕES. UMA MARCA,
INDEPE...
EMOÇÃO
VENDE
VOCÊ NÃO CHEGA NA
RAZÃO SEM ANTES
PASSAR PELA EMOÇÃO
— ISSO É UM FATO SOBRE
O FUNCIONAMENTO
DO CÉREBRO. (...)...
AFUNÇÃODA
EMBALAGEMNÃO
ACABANAVENDA.
AFUNÇÃODA
EMBALAGEMNÃO
ACABANAVENDA.
NEMSUABELEZA.
o MAU desembalar X o bom desembalar
o mau desembalar X o BOM desembalar
ASSIMCOMOA
EMBALAGEMÉ
PROJETADA.
ADESEMBALAGEM
TAMBÉMÉ.
Desembalar é um ritual emocional
R$ 800,00 a R$ 1000,00
Experimentado inclusive coletivamente (conexão)
RESUMINDO
REVOLUÇÃO
INDUSTRIAL
DEFINE COMO
CONSUMIMOS
CONCORRÊNCIA DIFERENCIAÇÃO FORMA
+ FUNÇÃO
+ CONCEITO
+ PROCESSO
+ SIGNIFICADOS...
PORQUEASPESSOASCOMPRAM?
EMBALAGENSPODEM
DEIXAROMUNDOMELHOR?
DESIGN“SEMGRAÇA”ÉCULPADO
MERCADOOUDODESIGNER?
BELEZAÉFUNDAMENT...
COMOASUAEMBALAGEMESTÁ
EXPLORANDOASEMOÇÕES?
PROJETE O ATO DE DESEMBALAGEM DO SEU PRODUTO, CONSIDERANDO COMO
ISSO AUXILIARÁ ...
ler e refletir:
THEBRANDGAPPÁGINAS14-49
AESTETIZAÇÃODOMUNDOCAPÍTULO3:UMMUNDODESIGN
DANIELANAMEOCRIMEDAPIRAQUÊ
HTTPS://DANI...
BIBLIOGRAFIA
Mestriner, F. (2005). Design de Embalagem – Curso Avançado. 2ª. ed. São Paulo: Pearson, 2005.
Schwarz, M. and...
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"

356 visualizações

Publicada em

A revolução industrial definiu a maneira que compramos no último século. No ambiente super competitivo do varejo somente alguns poucos produtos serão escolhidos. Nessa aula exploraremos a importância da estética das embalagens na criação de emoções, conexões e vendas.

Aula de 25 minutos preparada para um concurso, mas que acabou não sendo apresentada.

Publicada em: Design
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
356
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Design de embalagem: "A eterna dançarina do efêmera"

  1. 1. Oi!
  2. 2. O que é embalagem? • Embalagem pra que? • De transporte. • De armazenamento. • De consumo. • Unitária. • Conjunto. • Conceituação. • Funções. • Fluxo • Legislação • Materiais. • Forma e conteúdo • Processos de impressão Mercado • Massa e nichos • 4 estratégias de comercialização • Diferenciação • Branding e conexão / Design emocional • O ritual de desembalar • Marcas próprias • Consumo na hiper modernidade e a estetização do mundo • Por que as pessoas compram? • Semiótica • Linguagem visual • Linguagem verbal • Linguagem sensorial Metodologia de projeto • Briefing • Questão / Problema / Foco / Expressão • Pesquisa visual • Pesquisa de campo • Técnicas criativas • Prototipagem e iterações • Tarefa: projeto de embalagem Sustentabilidade • Impacto e consumo • Uso, re-uso e descarte PROGRAMA estam os aqui
  3. 3. OBJETIVOS Compreender a metodologia de projeto e processos de pesquisa e criação em design de embalagem. Identificar e reconhecer embalagens, suas especificações funcionais e estético-formais, bem como simbólicas, ergonômicas e de comunicação. Entender as variáveis envolvidas para embalagens de diferentes segmentos, como legislação, materiais e processos utilizados na sua industrialização. Formar uma visão contemporânea e crítica analítica sobre o papel das embalagens na sociedade. Experimentar com diferentes materiais. Projetar embalagens para as várias áreas do mercado atendendo as suas funções, possibilidades de produção e objetivos mercadológicos.
  4. 4. “AETERNADANÇARINADOEFÊMERO” PROFESSOR: CLEBER RAFAEL DE CAMPOS
  5. 5. Andy Warhol 210 Coca Cola Bottles 1962
  6. 6. COMPETINDO na posição de líder. na posição de rival do líder. competindo na posição intermediária. competindo com os produtos participantes. Mestrimer, 2005. p. 22
  7. 7. GÔNDOLA inovar e criar algo que não existe na categoria. romper com a linguagem da categoria. estabelecer um novo padrão visual em categorias que estão defasadas. inserir o produto na linguagem visual da categoria. COMPETINDO na posição de líder. na posição de rival do líder. competindo na posição intermediária. competindo com os produtos participantes. Mestrimer, 2005. p. 43Mestrimer, 2005. p. 22
  8. 8. disciplina 1 da gestão de marca: diferenciar.
  9. 9. nosso cérebro é equipado para perceber diferenças neumeier, 2008, p.20 e 36
  10. 10. ADIFERENÇACOMEÇANA RAZÃODESERDEUMAMARCA EDEVESERPERCEBIDAEM CADAPONTODECONTATO.
  11. 11. Chame de BRANDING ou STORYTELLING, se quiser. ADIFERENÇACOMEÇANA RAZÃODESERDEUMAMARCA EDEVESERPERCEBIDAEM CADAPONTODECONTATO.
  12. 12. OUSOMENTE: BOMDESIGN.
  13. 13. SUSTAINISMMODERNISMO FAÇA MAIS COM MENOS DEPENDE DE CONTEXTO DIVERSIDADE INTER-DEPENDENTE NATUREZA COMO FONTE CODESIGN FORMA CRIA SIGNIFICADOS ESPELHADO NA NATUREZA INSPIRADO NA ECOLOGIA TIME FRAME GERACIONAL ESTÉTICA DO NATURAL CÍCLICO FLUIDO VARIADO SIMPLICIDADE COMPLEXA DESIGNS RELACIONADOS CONEXÕES NETWORKED IMATERIAL TROCA OPEN-SOURCE EFETIVO RECICLÁVEL BASEADO EM LUGARES LOCAL TRABALHA COM A NATUREZA ECONOMIA INCLUSIVA DO AMBIENTE PODER PARTICIPATÓRIO RESPEITO A NATUREZA MAIS É MENOS UNIVERSAL UNIFORME AUTÔNOMO NATUREZA COMO RECURSO PLANEJAMENTO FORMA SEGUE FUNÇÃO MECÂNICO INSPIRADO NA INDÚSTRIA TIME FRAME DE CURTO PERÍODO ESTÉTICA DA MÁQUINA LINEAR ESTRUTURADO MINIMALISTA REDUCIONISTA DESIGNS COMO PEÇAS UNITÁRIAS OBJETOS CENTRALIZADO MATERIAL APROPRIAÇÃO EFICIENTE DESCARTÁVEL BASEADO EM ESPAÇO GLOBALIZADO CONTROLE SOBRE A NATUREZA ECONOMIA VERSUS O AMBIENTE PODER HIERÁRQUICO EXPLORA A NATUREZA
  14. 14. FAÇA MAIS COM MENOS DEPENDE DE CONTEXTO DIVERSIDADE INTER-DEPENDENTE NATUREZA COMO FONTE CODESIGN FORMA CRIA SIGNIFICADOS ESPELHADO NA NATUREZA INSPIRADO NA ECOLOGIA TIME FRAME GERACIONAL ESTÉTICA DO NATURAL CÍCLICO FLUIDO VARIADO SIMPLICIDADE COMPLEXA DESIGNS RELACIONADOS CONEXÕES NETWORKED IMATERIAL TROCA OPEN-SOURCE EFETIVO RECICLÁVEL BASEADO EM LUGARES LOCAL TRABALHA COM A NATUREZA ECONOMIA INCLUSIVA DO AMBIENTE PODER PARTICIPATÓRIO RESPEITO A NATUREZA MAIS É MENOS UNIVERSAL UNIFORME AUTÔNOMO NATUREZA COMO RECURSO PLANEJAMENTO FORMA SEGUE FUNÇÃO MECÂNICO INSPIRADO NA INDÚSTRIA TIME FRAME DE CURTO PERÍODO ESTÉTICA DA MÁQUINA LINEAR ESTRUTURADO MINIMALISTA REDUCIONISTA DESIGNS COMO PEÇAS UNITÁRIAS OBJETOS CENTRALIZADO MATERIAL APROPRIAÇÃO EFICIENTE DESCARTÁVEL BASEADO EM ESPAÇO GLOBALIZADO CONTROLE SOBRE A NATUREZA ECONOMIA VERSUS O AMBIENTE PODER HIERÁRQUICO EXPLORA A NATUREZA
  15. 15. Spartan Stores FORMA SEGUE FUNÇÃO
  16. 16. DDB Budapest FORMA SEGUE FUNÇÃO E CRIA SIGNIFICADOS
  17. 17. Pentagram FORMA SEGUE CONCEITO
  18. 18. Noe Duchaufour-Lawrance Karim Rashid
  19. 19. Noe Duchaufour-Lawrance Karim Rashid RIQUEZA FIGURATIVO MASCULINO AMOR ABSTRATO FEMININO
  20. 20. FORMA SEGUE PROCESSO
  21. 21. A forma é um poderoso elemento de comunicação visual e branding.
  22. 22. A forma é um poderoso elemento de comunicação visual e branding.
  23. 23. WMcCann
  24. 24. NA NOVA ECONOMIA DO CAPITALISMO, JÁ NÃO SE TRATA APENAS DE PRODUZIR PELO MENOR CUSTO BENS MATERIAIS, MAS DE SOLICITAR AS EMOÇÕES, ESTIMULAR OS AFETOS E OS IMAGINÁRIOS, FAZER SONHAR, SENTIR E DIVERTIR. Lipovetsky, G. e Serroy, J., 2015, p.43
  25. 25. NA NOVA ECONOMIA DO CAPITALISMO, JÁ NÃO SE TRATA APENAS DE PRODUZIR PELO MENOR CUSTO BENS MATERIAIS, MAS DE SOLICITAR AS EMOÇÕES, ESTIMULAR OS AFETOS E OS IMAGINÁRIOS, FAZER SONHAR, SENTIR E DIVERTIR. Lipovetsky, G. e Serroy, J., 2015, p.43
  26. 26. ESTETIZAÇÃODOMUNDO. TUDOÉPENSADOCOMDESIGN. “GOURMETIZAÇÃO”.
  27. 27. BELEZA VENDE
  28. 28. Strange and Stranger
  29. 29. Strange and Stranger - reciclado e belo
  30. 30. Isabela Rodrigues
  31. 31. Isabela Rodrigues - Sobrevida da embalagem como objeto decorativo - upcycle
  32. 32. The Plant - identidade não é idêntico. Beleza individual e como um todo.
  33. 33. Lygia Pape, década de 60 - inovação na forma e identidade - redesign em 2009 conhecido como o Crime da Piraquê
  34. 34. OBELOÉEXCLUSIVODONICHO? RESERVADOPARAOPREMIUM? INCOMPATÍVELCOMAMASSA?
  35. 35. NÃO.
  36. 36. Wolff Ollins
  37. 37. Rocket
  38. 38. 1EM39,8%CRESCIMENTODEVENDASDALINHA EVERYDAYVALUE CONSUMIDORESAFIRMAM QUEAIMPRESSÃODA MARCATESCOCOMOUM TODOMELHOROUAPÓSO LANÇAMENTODANOVALINA APÓS12SEMANAS 3,3% MÉDIADECRESCIMENTODOMERCADO
  39. 39. Honey
  40. 40. Honey Honey - Commercial Brand Partners: Commercial Planning, NPD Innovation, Branding, Design, Digital and Marketing. lulu@honey.co.uk +44 (0)7977 998001 honey.co.uk Tesco Finest Case Study Brand identity, packaging, in-store communications 11 wins in 8 years. The UK’s biggest brand appoint Ho as the lead agenc in the rebrand of finest* range, wh resulted in a DBA win and a £420 million uplift in s Tesco nest* was the biggest bra UK turning over £1.2 billion when us to be the lead agency in a ma of their famous premium range. was in its 15th year and was so that it had become the UK’s favo premium own label – but we iden potential problem. A brand name needed to be about nest ingred recipes and nest selection; inste become more ‘look at me, I’m th Tesco appointed Honey to lead a redesign project that would mark investment in nest* since its lau
  41. 41. BELEZA VENDE (...) A DIMENSÃO EMOCIONAL - O SENTIDO ESTÉTICO GREGO. TUDO O QUE FAZ HOJE VEM COM EMOÇÕES. UMA MARCA, INDEPENDENTEMENTE DO FIM OU O SERVIÇO QUE VENDE, TRANSPORTA UM MUNDO EM PRIMEIRO LUGAR, UMA NARRATIVA, E CÓDIGOS. O DESIGN TEM COMO PRINCIPAL OBJETIVO TRADUZIR ESTE UNIVERSO. Lipovetsky, G. 2013.
  42. 42. EMOÇÃO VENDE VOCÊ NÃO CHEGA NA RAZÃO SEM ANTES PASSAR PELA EMOÇÃO — ISSO É UM FATO SOBRE O FUNCIONAMENTO DO CÉREBRO. (...) A NÃO SER QUE O QUE VOCÊ EXPERIMENTA TE EMOCIONA, ISSO NÃO CHEGARÁ A PARTE LÓGICA DA TOMADA DE DECISÃO. Roberts, K. 2006.
  43. 43. AFUNÇÃODA EMBALAGEMNÃO ACABANAVENDA.
  44. 44. AFUNÇÃODA EMBALAGEMNÃO ACABANAVENDA. NEMSUABELEZA.
  45. 45. o MAU desembalar X o bom desembalar
  46. 46. o mau desembalar X o BOM desembalar
  47. 47. ASSIMCOMOA EMBALAGEMÉ PROJETADA. ADESEMBALAGEM TAMBÉMÉ.
  48. 48. Desembalar é um ritual emocional
  49. 49. R$ 800,00 a R$ 1000,00
  50. 50. Experimentado inclusive coletivamente (conexão)
  51. 51. RESUMINDO
  52. 52. REVOLUÇÃO INDUSTRIAL DEFINE COMO CONSUMIMOS CONCORRÊNCIA DIFERENCIAÇÃO FORMA + FUNÇÃO + CONCEITO + PROCESSO + SIGNIFICADOS BELEZA (EMOÇÃO) VENDE DESEMBALAR É UM RITUAL DE CONEXÃO (PESSOAL, COLETIVO E COM A MARCA)
  53. 53. PORQUEASPESSOASCOMPRAM? EMBALAGENSPODEM DEIXAROMUNDOMELHOR? DESIGN“SEMGRAÇA”ÉCULPADO MERCADOOUDODESIGNER? BELEZAÉFUNDAMENTAL?DISCUSSÃO EM GRUPOS
  54. 54. COMOASUAEMBALAGEMESTÁ EXPLORANDOASEMOÇÕES? PROJETE O ATO DE DESEMBALAGEM DO SEU PRODUTO, CONSIDERANDO COMO ISSO AUXILIARÁ SEU CONSUMIDOR A SE CONECTAR COM A MARCA E O COLETIVO. PRODUZA PROTÓTIPOS E FAÇA OUTROS INTERAGIREM COM A EMBALAGEM.
  55. 55. ler e refletir: THEBRANDGAPPÁGINAS14-49 AESTETIZAÇÃODOMUNDOCAPÍTULO3:UMMUNDODESIGN DANIELANAMEOCRIMEDAPIRAQUÊ HTTPS://DANINAME.WORDPRESS.COM/2009/11/27/O-CRIME-DA-PIRAQUE/ STEFANSAGMEISTERHOWGOODISGOOD? HTTPS://WWW.TYPOTHEQUE.COM/ARTICLES/HOW_GOOD_IS_GOOD STEVENHELLERCULTOFTHEUGLY HTTPS://WWW.TYPOTHEQUE.COM/ARTICLES/CULT_OF_THE_UGLY ver e se inspirar: JESSICAWALSHETIMOTHYGOODMANQUOTESONSHIT THEDIELINE.COM,LOVELYPACKAGE.COM,ANAGRAMA ir e analisar: ZAFFARI,NACIONALECARREFOURMARCASPRÓPRIAS
  56. 56. BIBLIOGRAFIA Mestriner, F. (2005). Design de Embalagem – Curso Avançado. 2ª. ed. São Paulo: Pearson, 2005. Schwarz, M. and Elffers, J. (2010) Sustainism is the new modernism: a cultural manifesto for the Sustainist Era. Nova York: DAP. Lipovetsky, G. e Serroy, J. (2015) A estetização do mundo - Viver na era do capitalismo artista (Tradução Eduardo Brandão). São Paulo: Companhia das Letras Neumeier, M. (2006). The brand gap. Berkekley: New Riders. Roberts, K. (2006). The lovemarks effect. Brooklyn, NY: PowerHouse Books. Paiva, S. (2012) A embalagem como forma de comunicação e expressão. Disponível em <http://monografias.brasilescola.com/arte-cultura/a-embalagem-como-forma-comunicacao-ex- pressao.htm/> [Acesso em 12 de Julho de 2015] Name, D. (2009). O Crime da Piraquê. Disponível em <https://daniname.wordpress. com/2009/11/27/o-crime-da-piraque/> [Acesso em 12 de Julho de 2015]

×