Rotogravura

14.883 visualizações

Publicada em

2 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.883
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
397
Comentários
2
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rotogravura

  1. 1. Rotogravura <ul><li>A Rotogravura é um processo de impressão com origem no pesquisador artista Karl-Klic um artista com profundos conhecimentos de fotografia ( 1841-1926 ). </li></ul><ul><li>Karl - Klic pensou numa forma de impressão que fosse capaz de reproduzir pinturas, ilustrações e fotografias com todos os seus ínfimos pormenores e valores tonais. </li></ul><ul><li>Klic pensou que a única forma, era a de diferenciar a espessura da tinta impressa, conseguindo-o em 1860 </li></ul>
  2. 2. Rotogravura <ul><li>A matriz de impressão é formada por um cilindro que contém pequenos alvéolos que são gravados através da ponta de um diamante. </li></ul><ul><li>A impressão é quase como se fosse em tom contínuo. As áreas cavadas da imagem são inundadas de tinta, cujo excesso é eliminado por uma raclete, colocada imediatamente antes do cilindro, que se põe em contacto com o suporte, por meio de pressão. </li></ul><ul><li>Nos últimos anos têm se desenvolvido bastante tanto a fase da gravação do cilindro (lazer; ponta do diamante...) como as máquinas de impressão, (automatização...) ou até mesmo a tinta. </li></ul>
  3. 3. Rotogravura <ul><li>A Rotogravura têm mantido a sua cota de mercado(10%), sendo especialmente mais forte nos EUA e na Alemanha por serem mercados muito vastos, muito consumidores e terem especial necessidade de utilizar embalagens. </li></ul><ul><li>Mesmo dentro do sector, a Gravura (nome pelo qual é mais conhecido o processo de impressão no estrangeiro) têm ganho em concorrência à Flexografia. Onde responde com mais qualidade e com preços bastante competitivos, o seu grande handicap no passado. Esta luta têm obrigado também a um desenvolvimento muito grande na área da impressão Flexográfica, e ao intrometimento da Impressão Offset nas super tiragens. </li></ul>
  4. 4. Rotogravura - fabrico do cilindro matriz <ul><li>Pré - impressão </li></ul><ul><li>O trabalho de pré - impressão é bastante meticuloso e muito variável ao trabalho (sequência e escolha das cores, trapping...) </li></ul><ul><li>A &quot;trama&quot; é escolhida na pré-impressão e é adaptada ao trabalho consoante a sua qualidade, suporte e características técnicas, podendo variar o tamanho e profundidade do alvéolo. </li></ul><ul><li>Fabrico do cilindro </li></ul><ul><li>Recepção do cilindro em bruto (ferro) </li></ul><ul><li>Verificação de oscilações dos cilindros </li></ul><ul><li>Alisamento da superfície para que esta seja homogénea </li></ul><ul><li>Ajustamento e colocação (por dilatação) da zona de encaixe do cilindro à maquina de impressão </li></ul>
  5. 5. Rotogravura - fabrico do cilindro matriz <ul><li>Banho dos Cilindros </li></ul><ul><li>Lavagem com água destilada </li></ul><ul><li>Passagem por Níquel (para o cobre agarrar- se ao ferro) </li></ul><ul><li>Passagem por cobre até à espessura desejada (banho electrogálvanico) </li></ul>
  6. 6. Rotogravura - fabrico do cilindro matriz <ul><li>Gravação do Cilindro </li></ul><ul><li>A gravação é produzida por uma ponta de diamante que grava em vibração os impulsos recebidos pelo RIP </li></ul><ul><li>A profundidade e o tipo de trama é escolhido na pré-impressão, e depois analisado no cilindro se o cobre corresponde à profundidade escolhida (através de um teste assegura-se que a gravação não irá ser viciada por falta de dureza do cobre). </li></ul><ul><li>Depois de gravado é cromado para resistir à acção da impressão e assim melhorar a sua vida útil. </li></ul>
  7. 7. Rotogravura - fabrico do cilindro matriz <ul><li>Prova (Existem 3 provas no processo, a 1 na pré - impressão, a 2 na impressão tipo ozalide e a 3, de cor que simula a da máquina de rotogravura) </li></ul><ul><li>Depois de concluída esta fase o cilindro está pronto a ser utilizado. </li></ul><ul><li>Mas antes disso é feita uma prova numa máquina que simula a impressão para então verificar cores, registo, conformidade...etc. </li></ul><ul><li>Esta fase é decisiva por isso a prova a executar tem que ser do mais fiel possível à realidade da impressão. </li></ul>
  8. 8. Rotogravura - Impressão <ul><li>Impressão </li></ul><ul><li>O cilindro é instalado na máquina (normalmente de 8 cores) é imerso num tinteiro que contém tintas e solventes de secagem rápida (por evaporação) </li></ul><ul><li>Existe depois uma raclete instalada no início do cilindro que entra em contacto com o papel que vai remover o excesso de tinta do cilindro. </li></ul><ul><li>Depois de estar devidamente entintado, é posto em contacto com o papel (plástico...etc) que em pressão com o cilindro impressor vai imprimir. </li></ul>
  9. 9. Rotogravura - Impressão <ul><li>1 - Papel </li></ul><ul><li>2 - Bobine </li></ul><ul><li>3 - Cilindro de Impressão </li></ul><ul><li>4 - Cilindro gravado </li></ul><ul><li>5 - Raclete </li></ul><ul><li>6 - Tinteiro </li></ul>1 2 3 4 5 6
  10. 10. Rotogravura Impressão
  11. 11. Rotogravura Impressão
  12. 12. Utilização exemplos
  13. 13. Rotogravura - Impressão <ul><li>Utilização Embalagens flexíveis Catálogos de altas tiragens e de alta qualidade </li></ul><ul><li>Prós Alta qualidade Impressão em materiais não porosos (Plástico) Processo onde a impressão é a mais facilitada </li></ul><ul><li>Contras Rentável só nas grandes tiragens Manutenção e fabricação de cilindro muito dispendiosa Concorrência de offset e Flexografia </li></ul>

×