Sistema circulatório

5.106 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.106
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
94
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema circulatório

  1. 1. SISTEMA CIRCULATÓRIO PROF. EDUARDO
  2. 2. <ul><li>Tipos de sistemas circulatórios: </li></ul><ul><li>A) ausente : cnidários, platelmintos e nematelmintos. </li></ul><ul><li>B) fechado : anelídeos (com hemoglobina, sem hemácias), polvos e cordados (estes últimos com hemácias) </li></ul><ul><li>C) aberto : moluscos (exceto polvos) a artrópodes (crustáceos com hemocianina). - Em insetos não transporta O 2 ou CO 2 (hemolinfa, incolor) </li></ul>
  3. 4. <ul><li>Função : transporte de hormônios, nutrientes, gases respiratórios, excretas nitrogenadas e anticorpos, moléculasd e coagulação do sangue e calor </li></ul><ul><li>Componente s: </li></ul><ul><li>Veículo : plasma </li></ul><ul><li>Vias : vasos sanguíneos </li></ul><ul><li>Bomba : coração </li></ul>
  4. 5. <ul><li>1- Sangue é uma mistura homogênea de: </li></ul><ul><li>A) plasma é uma solução aquosa (90% de água) 9% de mol. orgânicas e 0,9% de sais minerais. </li></ul><ul><li>B) elementos figurados ( As Células do sangue), produzidas na medula óssea vermelha que são de três tipos: </li></ul><ul><li>B1) Hemácias ou glóbulos vermelhos. Células anucleadas (vivem 120 dias) e bicôncavas para acomodar a molécula de hemoglobina (pigmento respiratório com ferro, que dá a cor vermelha). </li></ul>
  5. 9. Hemoglobina + O 2 + oxiemoglobina Hemoglobina CO + carboxiemoglobina ( inutiliza a célula ), envenenamento por monóxido Hemoglobina + CO 2 + carboemoglobina A produção de hemácias é estimulada por falta de O 2 (ar rarefeito).
  6. 10. <ul><li>B2) plaquetas: (fragmentos celulares) responsáveis pela coagulação do sangue: </li></ul>plaquetas Vitamina K e os Fatores XIII e IX
  7. 12. <ul><li>B3)- Leucócitos (cel. Brancas) sistema imunológico. </li></ul>
  8. 13. <ul><li>Funções dos Leucócitos: </li></ul><ul><li>Combater antígenos (qualquer molécula, célula ou microrganismo estranho ao corpo) </li></ul><ul><li>Primeira barreira aos antígenos: pele e mucosas. </li></ul><ul><li>a) basófilos e mastócitos: produtores de histamina , vasodilatador que permite a diapedese (migração de células do sangue para o local da infecção) </li></ul>
  9. 14. <ul><li>A histami na é responsáveis pelos sintomas da alerg ia e da inflamação (dor, calor, vermelhidão e inchaço). </li></ul><ul><li>Neutrófilos e Macrófagos (monócitos) : fagocitose. Os macrófagos também são as células que apresentam antígenos para os linfócitos tipo T helper (CD4). </li></ul><ul><li>Linfócito T helper (CD4) : coordenador do sistema imunológico. Atacado pelo HIV. Libera proteínas que estimulam os linfócitos tipo B a produzirem anticorpos. </li></ul>
  10. 15. <ul><li>Anticorpos: proteínas produzidas pelos linfócitos tipo B extremamente eficientes na destruição de antígenos . São altamente específicos para cada tipo de antígeno. </li></ul><ul><li>Após a 1ª. Infecção ( doença ) os linfócitos B adquirem memória imunológica para o antígeno que foi combatido, evitando que esse mesmo agente provoque a doença uma segunda vez ( imunização ). </li></ul>
  11. 21. <ul><li>Tipos de resposta imune: </li></ul><ul><li>A) Ativa (anticorpos produzidos pelo próprio corpo): </li></ul><ul><li>1- Natural : quando a pessoa se cura da doença que “pegou”. </li></ul><ul><li>2- Artificial : quando é introduzido na pessoa antígenos atenuados que induz a produção de anticorpos sem provocar a doença ( vacina ) </li></ul><ul><li>B) Passiva : quando a pessoa recebe anticorpos prontos de outro ser vivo (não imuniza). </li></ul><ul><li>1- Natural : leite materno. </li></ul><ul><li>2- artificial : soro (plasma de outro ser vivo contendo anticorpos). </li></ul>
  12. 22. seguunda
  13. 23. <ul><li>Vasos sanguíneos: </li></ul><ul><li>Artérias (eferentes) levam o sangue do coração para os órgãos. Apresentam, grande quantidade de músculo liso pois suportam grande pressão do sangue. </li></ul><ul><li>Veias (aferentes) levam o sangue dos órgãos para o coração. Possuem pouco músculo liso apresentam válvulas que impede o refluxo de sangue, devido à baixa pressão do sangue. </li></ul>
  14. 24. <ul><li>Capilares: vasos muito finos que ficam entra artérias e veias. Nelas ocorrem as trocas gasosas nos tecidos: </li></ul><ul><li>O plasma que chega com pressão das artérias extravasa nos capilares, oxigenando o órgão. </li></ul><ul><li>Logo depois parte desse plasma contendo CO 2 é reabsorvido pelos capilares para formar as veias com baixa pressão. </li></ul><ul><li>O excedente de plasma é drenado pelos vasos linfáticos , que também transportam leucócitos. </li></ul>
  15. 28. <ul><li>Evolução dos sistemas circulatórios: </li></ul><ul><li>A) Peixes: coração com duas cavidades (um átrio e um ventrículo). Tipo: </li></ul><ul><li>simples : (o sangue só passa uma vez pelo coração) e </li></ul><ul><li>completa : (o sangue venoso, rico em gás carbônico não se mistura com o arterial, rico em oxigênio). </li></ul>
  16. 30. <ul><li>B) Anfíbios: coração com três cavidades (dois átrios e um ventrículo). Tipo: </li></ul><ul><li>dupla : (o sangue passa duas vezes pelo coração) e </li></ul><ul><li>incompleta : (o sangue venoso, rico em gás carbônico se mistura com o arterial, rico em oxigênio). </li></ul><ul><li>Isso ocorre no ventrículo e na veia cutânea que desemboca na veia cava </li></ul>
  17. 32. <ul><li>C) Répteis: coração com três cavidades escamados (cobras e lagartos) e quaro cavidades (dois átrios e dois ventrículos) nos crocodilianos. </li></ul><ul><li>Porém permanece incompleta devido a presença do forame de Panizza , que permite a mistura sangue no átrio direito e ventrículo esquerdo. Tipo: </li></ul><ul><li>dupla : (o sangue passa duas vezes pelo coração) e </li></ul><ul><li>incompleta : (o sangue venoso, rico em gás carbônico se mistura com o arterial, rico em oxigênio). </li></ul>
  18. 34. <ul><li>D) mamíferos e aves: coração com quaro cavidades (dois átrios e dois ventrículos). </li></ul><ul><li>dupla : (o sangue passa duas vezes pelo coração) e </li></ul><ul><li>completa : (o sangue venoso, rico em gás carbônico não mistura com o arterial, rico em oxigênio). </li></ul><ul><li>Nas aves as hemácias são nucleadas </li></ul><ul><li>Veia pulmonar: sangue arterial </li></ul><ul><li>Artéria pulmonar: sangue venoso </li></ul>
  19. 37. <ul><li>O coração é um órgão muscular que se contrai e se dilata bombeando sangue. </li></ul><ul><li>Sístoles : contração do miocárdio </li></ul><ul><li>Diástoles : dilatação do miocárdios </li></ul><ul><li>Apresenta dois átrios (que recebem o sangue) e dois ventrículos (que bombeiam o sangue). </li></ul><ul><li>Os movimentos são controlados pelo bulbo cefálico e por uma região do coração conhecida como marca-passo (nódulo sino atrial) </li></ul>
  20. 39. Válvula bicúspide e tricúspide: evitam o refluxo de sangue do ventrículo para o átrio

×