Pedro loureiro

329 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
329
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
46
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pedro loureiro

  1. 1. Pedro Loureiro Pedro Loureiro
  2. 2. Biografia • Pedro Loureiro, Fotografo do sec. XX ,Nasceu na Gafanha da Nazare em 1969; • Estudou fotografia (1989 a 1991) na MI 21 / Ecole des Arts et Metiers de l’image-, em Paris; • De 1991 a 1998 foi fotógrafo do jornal Semanário “ O Independente ”; • Em 1996 foi bolseiro do Programa comunitário Leonardo da Vinci, em Paris. • Em 2002 é co fundador da Kameraphoto, agência de fotógrafos e da K Galeria em 2005; • De 1998 a 2005 foi fotógrafo da revista“ Grande Reportagem”, actualmente é editor de fotografia da revista “Notícias Sábado (NS)” ; • Também já publicou fotografias e portfolios em: “ Ler ”, “ Vida Mundial”, “ Cosmopolitan”,“ Elle”,“ Dna”(Diário de Noticias), “ Volta ao Mundo”, “ Semanário Económico”, “ The Telegraph ”, “ The On Sunday telegraph”, “ Le Monde ”, “ The Guardian ”, “ National Geographic Magazine”, “ Le Point”, “ L’Express”, “ Jornal du Diamanche”, “ People@.pt “, “ La Croix”e “New York Times”, “Liberation”. Entre outros.
  3. 3. Técnica • As fotografias de Pedro Loureiro são mais do que fotografias jornalísticas. Fotógrafo que usa a camara como um substituto da escrita. Assim a fotografia adquire espessura documental e ganha uma expressão tão significativa como o texto. • Uma das particularidade das imagens é a informação sociológica, o que acentua a singularidade de cada um dos personagens que Pedro Loureiro regista. São pessoas, mas tornam-se personagens, porque sentimos que cada um pertence a universos capazes de conterem narrativas pessoais, quase sempre protagonistas de dramas ou tragédias de interesse universal. A realização destas imagens é feita com a cumplicidade dos retratados, trazendo para a fotografia documental o carácter ético que tem vindo a perder em favor da massificação das imagens, na imprensa. • As suas fotografias são sempre em formato quadrado.
  4. 4. Portefólio Vítima de discriminação social no pós-guerra #1, Noruega, 2004
  5. 5. Portefólio Porto Interior, Macau #4, 1997
  6. 6. Portefólio Maré Negra, Galiza #5, 2002
  7. 7. Portefólio Um emigrante português , armado, no seu proprio supermercado em Joanesburgo #5
  8. 8. Portefólio Pista para lichinga ( província do niassan , Moçambique), 2001
  9. 9. Portefólio Avó protege o seu neto. ( familia nuclear chinesa depende dos avós: substitutos dos pais durante os primeiros anos da criança)
  10. 10. Portefólio “Baia das Gatas” A ausencia da mulher / mãe é fulcral na significação daquele universo.
  11. 11. Portefólio Vindima #6, Bairrada, 2001
  12. 12. Portefólio Viagem a Istambul 2008 - 2011
  13. 13. Webgrafia • http://www.carrosselmag.com/viagem-a-istambul/ • http://www.artecapital.net/plataforma.php?id=1 • http://www.pontosdevista.net/photog.php?id=9792
  14. 14. Nome / Número : André Macedo / 59309 UC: História de Artes Visuais e Contemporâneas Professor : Pedro Colaço do Rosário Curso : Comunicação e Multimédia ECT/UTAD Ano de Realização : 2013/2014

×