Elementos Da OraçãO

30.246 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
2 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
30.246
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
284
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
349
Comentários
2
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Elementos Da OraçãO

  1. 1. Elementos da oração<br />Funções Sintácticas<br />
  2. 2. Simples<br />Composto<br />Indeterminado<br />Subentendido<br />Inexistente<br />Sujeito<br />Fundamentais<br />Verbal<br />Nominal<br />Predicado<br />
  3. 3. Outros Elementos<br />Predicativo do Sujeito<br />Complemento Directo<br />Predicativo do Complemento Directo<br />Complemento Indirecto<br />Agente da Passiva<br />Vocativo<br />Aposto<br />Atributo<br />Complemento Determinativo<br />Complemento Circunstancial<br />De tempo<br />De lugar<br />De modo<br />De causa<br />De fim<br />De matéria<br />De companhia<br />
  4. 4. Tipos de Sujeito<br /><ul><li>Simples: Euestudo.</li></ul>Os alunos brincam.<br /><ul><li>Composto: A Marta e a Paula são irmãs.
  5. 5. Subentendido: [nós] Fomos ao cinema.
  6. 6. Indeterminado: Contam-se histórias muito estranhas</li></ul> ( não se sabe bem)<br /><ul><li>Inexistente: Hoje choveu.</li></ul> Era Natal. <br />
  7. 7. Tipos de Predicado<br />É constituído por um verbo de significação definida, isto é, que só por si pode constituir predicado seguido ou não de complemento.<br /><ul><li>Verbal
  8. 8. Exemplos:</li></ul> O aluno estuda.<br /> O João telefonou à namorada.<br />
  9. 9. É constituído por um verbo copulativo* ou de significação indefinida, isto é, que necessita de ser acompanhado de um nome, um pronome, um adjectivo, um advérbio, que referindo-se ao sujeito, completa a sua significação.<br /><ul><li> Nominal
  10. 10. Exemplos:</li></ul> O chocolate é saboroso.<br />O Miguel continua doente.<br />A tua mãe está bem.<br />* Ser, estar, aparecer, continuar, ficar, parecer, permanecer, etc...<br />
  11. 11. Predicativo do Sujeito<br /><ul><li> É a função sintáctica desempenhada pela palavra ou expressão que se junta aos verbos copulativos ou de significação indefinida.
  12. 12. Exemplos:</li></ul> O Paulo parece triste.<br />
  13. 13. Complemento Directo<br /><ul><li> Designa o ser ou o objecto sobre o qual recai a acção expressa pelo verbo.
  14. 14. Exemplos:</li></ul> Construí uma casa.<br />Os Portugueses difundiram a língua por toda a parte. <br /> Amo a honestidade.<br />o quê?<br />o quê?<br />o quê?<br />
  15. 15. Predicativo do Complemento Directo<br /><ul><li> É desempenhado por uma palavra ou expressão que colocada junto ao complemento directo, o caracteriza e com ele concorda em género e número.</li></ul>Não pode ser retirado da frase pois alterar-se-ia o sentido desta.<br /><ul><li>Exemplos:</li></ul> Encontrei-o pensativo.<br /> Achámos a paisagem encantadora.<br /> Nomearam a Raquel directora.<br /> (como directora)<br /> (para directora)<br /><ul><li> Pedem predicativo do complemento directo os verbos transitivos (quando estiverem na voz activa): Achar, chamar, considerar, nomear, declarar, denominar, tornar,...</li></li></ul><li>Complemento Indirecto<br /><ul><li> É a palavra ou expressão que indica o destinatário da acção expressa pelo verbo.
  16. 16. Exemplos:</li></ul> Emprestei-lhe um livro.<br /> Dou aula aos alunos.<br />a quem?<br />a quem?<br />
  17. 17. Complemento Circunstancial<br />, (designa uma circunstância ocasional da acção do verbo.)<br /><ul><li> de modo: Lê com atenção.
  18. 18. de lugar: Nasceu em Lisboa. Vou para Paris.
  19. 19. de fim: Trabalha para viver.
  20. 20. de tempo: Chegou a casa ontem.
  21. 21. de companhia: Vive com a família.
  22. 22. de meio: Viaja de comboio.
  23. 23. de causa: Caiu de fraqueza.</li></li></ul><li>Atributo<br /><ul><li> É o adejctivo que se junta imediatamente ao nome para o qualificar.</li></ul>Pode ser retirado da frase que não altera o sentido.<br /><ul><li>Exemplos:</li></ul> Homem alto.<br /> Lemos um livro magnifico.<br /> A triste rapariga olhava o mar.<br />
  24. 24. Aposto<br /><ul><li> É o nome (ou expressão equivalente) que se junta a outro nome para lhe acrescentar alguma informação.</li></ul> Aparece sempre entre vírgulas e pode ser retirado da frase que o sentido não se altera.<br /><ul><li>Exemplos:</li></ul> O Luís, irmão da Ana , faltou à aula.<br /> Laurinha, aestilista , tem óptimos fatos.<br />
  25. 25. Agente da Passiva<br /><ul><li> É o complemento que indica o responsável pela prática da acção na forma passiva das frases.</li></ul>O nome que designa a agente vem, geralmente , regido da preposição por.<br /><ul><li>Exemplos:</li></ul> O bolo foi feito pela Mónica.<br /> O automóvel é conduzido pelo pai.<br />
  26. 26. Complemento Determinativo<br /><ul><li> É o complemento introduzido pela preposição de, que acrescenta alguma indicação ao nome que o procede.
  27. 27. Exemplos:</li></ul> A camisa do João é escura.<br /> O livro de Ciências tem imagens lindíssimas.<br />
  28. 28. Vocativo<br /><ul><li> É o complemento que designa o nome da pessoa, animal ou coisa personificada, a quem nos dirigimos.
  29. 29. Exemplos:</li></ul> [Ó] André chega aqui.<br /> Tens razão, Mariana.<br />Artur!-chamou o pai.<br />

×