SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Linguagem formal e informal 
Variação linguística 
6º ano 
Profa. Flávia
"Todos temos de ser poliglotas em nossa própria 
língua" 
Evanildo Bechara
O que é ser poliglota na própria 
língua? 
 É saber falar ou escrever dependendo da situação 
e contexto em que está. 
 Não falamos com nossos amigos do mesmo modo 
que falamos com a Diretora da escola. 
 É como saber usar a roupa correta para cada 
ocasião.
Linguagem formal e informal 
 A gente tá muito 
cansado. 
 Caramba! Tô perdido e 
não sei chegar no 
hotel. 
 E aí? Como cê anda? 
 Nós estamos muito 
cansados. 
 Estou perdido e não 
sei chegar ao hotel. 
 Olá, como você está?
Variação linguística 
Toda língua varia de acordo com a região, o 
nível de escolaridade, a época e os 
costumes.
Vídeo “Sotaques do Brasil” 
http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2014/08/sotaques-
Preconceito linguístico 
Cuidado! Não devemos julgar ou menosprezar 
ninguém por ter uma variante linguística diferente 
da nossa.
“Respeitar a variedade linguística de toda e 
qualquer pessoa equivale a respeitar a 
integridade física e espiritual dessa pessoa como 
ser humano, porque a língua permeia tudo, ela 
nos constitui enquanto seres humanos. Nós 
somos a língua que falamos.” 
Marcos Bagno

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1 coesão textual - referencial e sequencial
1   coesão textual - referencial e sequencial1   coesão textual - referencial e sequencial
1 coesão textual - referencial e sequencial
Luciene Gomes
 

Mais procurados (20)

Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
Linguagem Formal e Informal
Linguagem Formal e InformalLinguagem Formal e Informal
Linguagem Formal e Informal
 
Vozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 anoVozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 ano
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 
Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
 
Orações adjetivas
Orações adjetivasOrações adjetivas
Orações adjetivas
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
 
Verbo
VerboVerbo
Verbo
 
Tempos verbais
Tempos verbaisTempos verbais
Tempos verbais
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
1 coesão textual - referencial e sequencial
1   coesão textual - referencial e sequencial1   coesão textual - referencial e sequencial
1 coesão textual - referencial e sequencial
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Adjetivo 6 ano
Adjetivo 6 anoAdjetivo 6 ano
Adjetivo 6 ano
 
Sinônimos e antônimos
Sinônimos e antônimosSinônimos e antônimos
Sinônimos e antônimos
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 

Destaque (9)

Atividade extra-sobre-variação-linguística-1
Atividade extra-sobre-variação-linguística-1Atividade extra-sobre-variação-linguística-1
Atividade extra-sobre-variação-linguística-1
 
Apostila generos textuais
Apostila generos textuaisApostila generos textuais
Apostila generos textuais
 
Variedades Linguísticas
Variedades LinguísticasVariedades Linguísticas
Variedades Linguísticas
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
 
Resumo comparativo superlativo
Resumo comparativo   superlativoResumo comparativo   superlativo
Resumo comparativo superlativo
 
Contribuição da cultura africana no brasil
Contribuição da cultura africana no brasilContribuição da cultura africana no brasil
Contribuição da cultura africana no brasil
 
285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura
285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura
285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura
 
Cultura negra
Cultura negraCultura negra
Cultura negra
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
 

Semelhante a Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano

Variação lingüística e preconceito lingüístico.
Variação lingüística e preconceito lingüístico.Variação lingüística e preconceito lingüístico.
Variação lingüística e preconceito lingüístico.
Adriano Barros
 
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..pptVariação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
lucasicm
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
caurysilva
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
caurysilva
 
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
JohnJeffersonAlves1
 

Semelhante a Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano (20)

Linguagem formal e informal.pdf
Linguagem formal e informal.pdfLinguagem formal e informal.pdf
Linguagem formal e informal.pdf
 
Variação lingüística e preconceito lingüístico.
Variação lingüística e preconceito lingüístico.Variação lingüística e preconceito lingüístico.
Variação lingüística e preconceito lingüístico.
 
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..pptVariação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
 
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..pptVariação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
 
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..pptVariação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
 
Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)
Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)
Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)
 
Português instrumental II
Português instrumental IIPortuguês instrumental II
Português instrumental II
 
Níveis de linguagem
Níveis de linguagemNíveis de linguagem
Níveis de linguagem
 
Variação e preconceituos linguístico
Variação e preconceituos linguísticoVariação e preconceituos linguístico
Variação e preconceituos linguístico
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticas
 
Eliane EducaçãO BilingüE
Eliane EducaçãO BilingüEEliane EducaçãO BilingüE
Eliane EducaçãO BilingüE
 
Df6 cdr ppt_variedades[1]
Df6 cdr ppt_variedades[1]Df6 cdr ppt_variedades[1]
Df6 cdr ppt_variedades[1]
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Apts
AptsApts
Apts
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
 
Variacao
VariacaoVariacao
Variacao
 
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
 
Preconceito linguístico
Preconceito linguísticoPreconceito linguístico
Preconceito linguístico
 
6ano variação linguística ensino fundamental.pptx
6ano variação linguística ensino fundamental.pptx6ano variação linguística ensino fundamental.pptx
6ano variação linguística ensino fundamental.pptx
 

Mais de Flavia Barretto Corrêa Catita (6)

Usos do presente do indicativo
Usos do presente do indicativoUsos do presente do indicativo
Usos do presente do indicativo
 
Adjetivo, artigo indefinido X numeral, 6º ano
Adjetivo, artigo indefinido X numeral, 6º anoAdjetivo, artigo indefinido X numeral, 6º ano
Adjetivo, artigo indefinido X numeral, 6º ano
 
Presente do indicativo 6º ano
Presente do indicativo 6º anoPresente do indicativo 6º ano
Presente do indicativo 6º ano
 
Paulo Leminski, Melhores poemas
Paulo Leminski, Melhores poemasPaulo Leminski, Melhores poemas
Paulo Leminski, Melhores poemas
 
Preposição 6ºano
Preposição 6ºanoPreposição 6ºano
Preposição 6ºano
 
Orientações trabalho final LB4
Orientações trabalho final LB4Orientações trabalho final LB4
Orientações trabalho final LB4
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 

Último (20)

Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 

Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano

  • 1. Linguagem formal e informal Variação linguística 6º ano Profa. Flávia
  • 2. "Todos temos de ser poliglotas em nossa própria língua" Evanildo Bechara
  • 3. O que é ser poliglota na própria língua?  É saber falar ou escrever dependendo da situação e contexto em que está.  Não falamos com nossos amigos do mesmo modo que falamos com a Diretora da escola.  É como saber usar a roupa correta para cada ocasião.
  • 4.
  • 5. Linguagem formal e informal  A gente tá muito cansado.  Caramba! Tô perdido e não sei chegar no hotel.  E aí? Como cê anda?  Nós estamos muito cansados.  Estou perdido e não sei chegar ao hotel.  Olá, como você está?
  • 6. Variação linguística Toda língua varia de acordo com a região, o nível de escolaridade, a época e os costumes.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Vídeo “Sotaques do Brasil” http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2014/08/sotaques-
  • 11. Preconceito linguístico Cuidado! Não devemos julgar ou menosprezar ninguém por ter uma variante linguística diferente da nossa.
  • 12. “Respeitar a variedade linguística de toda e qualquer pessoa equivale a respeitar a integridade física e espiritual dessa pessoa como ser humano, porque a língua permeia tudo, ela nos constitui enquanto seres humanos. Nós somos a língua que falamos.” Marcos Bagno