Educação e comunicação maristela

165 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
165
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação e comunicação maristela

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL POLO DE APOIO PRESENCIAL UAB-CAMARGO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO TUTORAS PRESENCIAIS: Dione Meneguzzi Malfatti e Micheli DallacortTUTORAS A DISTÂNCIA: Clarolina Tecchio e Eliziane Pegoraro Bbertinet Educação do Campo EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO Nome: Maristela Ledur D’Avila CAMARGO 2011
  2. 2. MEIOS DE COMUNICAÇÃO ANTIGOS E ATUAIS LATA(ANTIGO) RÁDIO(ANTIGO)APARELHO DE SOM(ANTIGO)
  3. 3. TV(ANTIGO) TELEFONE (ANTIGO)MEIOS COMUNICAÇÃO (ATUAIS)
  4. 4. EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃOAntigamente a Educação era vista sempre em um 2º plano. As crianças eram alvos dasescolhas e desejos dos pais, principalmente a freqüência ao trabalho. Os pais eramautoritários a ponto de comandar a Educação. Para eles o estudo não era tãoimportante,diferente dos dias da hoje que os pais querem que os filhosestudem,formem-se para depois pensar em trabalhar. Os pais também se ausentavamsobre uma boa conversa com os filhos,principalmente sobre as drogas,doenças eSexualidade. Uma vez tudo era proibido e inaceitável, hoje em dia os jovens têm outra cultura,outros valores. Antigamente os pais cobravam uma boa nota ou ficavam de castigo. EX: entrevista realizada. Um morador conta que reprovou de ano e sua mãe o tirou da escola. Hoje os pais cobram do Educador a nota do filho tirando a total responsabilidade deestudar. A educação ainda anda lenta, mas melhorou em nível tecnológico, teve umcrescimento analisando o passado até o presente. Melhorou também em níveluniversitário dando possibilidades aos alunos de escolher o curso e cursá-logratuitamente (EAD), a um nível de pesquisa avançado e tecnológico, qualificado para arealidade de hoje. Devido a novas tecnologias o ensino teve ser entregue as pessoasqualificadas. Seria melhor se a Educação tivesse amplamente professores qualificados, aulasmenos informativas (Atividades teóricas) e mais atividades de pesquisa. Proporcionasseaos alunos aulas mais prazerosas onde valessem à pena. Os alunos não podem se sentirobrigados a ir à escola.Que as aulas fossem mais completas adquirindo ao aluno meiostecnológicos mais sustentáveis(ofertados de serviços digitais). Sou uma nova era. Uma era de descobertas e evoluções que cabem aos Meios de Comunicação relatar assuas implicações.
  5. 5. Através dos Meios de Comunicação estamos ligados ao Mundo todo. Atualmente o desenvolvimento dos Meios de Comunicação (TV, jornais, revistas)permite levar informação; o progresso; a ciência; a cultura geral a todas as partes doplaneta. Habitualmente fazem parte da Comunicação os indivíduos capazes de ler eescrever. Sabemos que existem inúmeros analfabetos no Brasil e isso se dá aos paísessubdesenvolvidos. Precisamos acelerar nossas descobertas, avançar e se adequar àsmudanças. Houve-se falar em tempos das cavernas, onde os gritos eram sinais decomunicação; em pombos correio e até mesmo em recados enviados de forma verbalpor meio de alguém e até mesmo pela escrita (jornal, revista). Depois o telefone queacelerou as comunicações a distancia. E hoje, o avanço primordial dos Meios deComunicação em geral (telefone celular, cinema, pintura, jornal, imprensa). Comunicar-nos é tão importante quanto amar; respeitar e aceitar seja estacomunicação como for (por gestos, gritos, escritos). Como fazem os deficientes sem acomunicação?Ninguém fica sem comunicação. Nem os menos avançados. O progresso da comunicação juntamente com a ciência nos mostra como fazer robô secomunicar. Isto é um grande avanço da era tecnológica. Acredito que, levando em conta o passado, os níveis telem comunicativos acrescerammuito. Não há do que reclamar, só não se comunica quem não quer.

×