Apresentação dos resultados 2 t12

278 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
278
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
121
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação dos resultados 2 t12

  1. 1. 1Teleconferência de resultados – 2T1210 de agosto de 2012
  2. 2. 2Destaques do 2T12 vs 1T12Receita: R$ 637,6 milhões, +5,1% vs R$606,9 milhões no 1T12 Refratários: R$566,9 milhões, +3,0% vs R$550,4 milhões no 1T12• Siderurgia: Crescimento em volume e receita nas Américas; volume estável na Europa, com impactopositivo da valorização do euro e dólar frente ao real (+8,5% e 11,0%, respectivamente)• Industrial: Forte aumento no volume da América do Sul, compensando a queda na Europa e América doNorte, além do impacto positivo da variação cambial Minerais: +35,1% vs o 1T12, com venda de sínter de magnesita para terceiros, além do efeito positivo dadesvalorização cambial destas vendas denominadas em dólar Serviços: +17,7% ante o 1T12, com novos contratos de longo prazo e obras spotMargem bruta de 31,6%: melhoria em todos os segmentos (29,9% no 1T12) Refratários: +1,6p.p., 32,4% vs 30,8% -> impacto do câmbio, ganho de performance em CPP e maior vendapara o industrial Minerais: +2.3p.p., 43,7% vs 41,4% –> maior participação da venda de sínter Serviços: +3.1p.p., 8,6% vs 5,5% –> fim do impacto da renegociação sindical no 1T12EBITDA: R$105,2 milhões (margem 16,5%), vs R$87,6 milhões no 1T12 (margem 14,4%) Crescimento de 20,1% (+207 bps) refletindo crescimento da receita, melhora da margem bruta e redução dasdespesas gerais e administrativasLucro líquido e Fluxo de caixa operacional (FCO) Lucro líquido de R$36,7 milhões, +29,7% vs R$28,3 milhões no 1T12 FCO atingiu R$96,9 milhões, +52,1% vs R$63,7 milhões no 1T12
  3. 3. 3Destaques do 2T12 vs 2T11Receita: R$ 637,6 milhões, +9,4% vs R$583,0 milhões no 2T11 Refratários: R$566,9 milhões, +7,9% vs R$525,3 milhões no 2T11• Siderurgia: Queda no volume devido à redução na produção de aço na Europa (-5,5%) e Brasil (-7,2%),compensado pela valorização do euro e dólar frente ao real (+9,5% e 23,0%, respectivamente)• Industrial: Forte aumento no volume da América do Sul, principalmente para a indústria de cimento, alémdo impacto cambial, compensando a queda de volume na Europa e América do Norte Minerais: +61,9% vs o 2T11, com venda de sínter de magnesita para terceiros, além do efeito da desvalorizaçãocambial destas vendas denominadas em dólar Serviços: +0,2% ante o 2T11Margem bruta de 31,6%: +19 bps ante o 2T11 Refratários: +34 bps, 32,4% vs 32,1% -> impacto do câmbio, ganho de performance em CPP e maior vendapara o industrial compensaram o aumento nos preços de matérias-primas Minerais: -7,5% p.p., 43,7% vs 51,2% –> vendas spot de sínter de dolomita no 2T11 com elevada margem Serviços: -2,65 p.p., 8,6% vs 11,3% –> redução no escopo de contratos com melhor rentabilidadeEBITDA: R$105,2 milhões (margem 16,5%), vs R$103,2 milhões no 2T11 (margem 17,7%) 2T11 impactado positivamente por R$10,8 milhões de reversão de plano de saúde nos EUALucro líquido e Fluxo de caixa operacional (FCO) Lucro líquido de R$36,7 milhões, +19,4% vs R$30,8 milhões no 2T11 FCO atingiu R$96,9 milhões, +12,9% vs R$85,8 milhões no 2T11
  4. 4. 4Receita Líquida Consolidada(R$ milhões)583,0 606,9 637,62T11 1T12 2T12+9,4%+5,1%1.158,31.244,56M11 6M12+7,4%88,9%5,3%5,8%2T12RefratáriosMineraisServiços90,7%4,1% 5,2%1T1290,1%3,6%6,3%2T11Trimestre Acumulado
  5. 5. 5Receita Líquida - Soluções refratárias(R$ milhões)Siderurgia Industrial86,3% 82,3% 83,7%13,7% 17,7% 16,3%2T11 1T12 2T12Siderurgia Industrial525,3 550,4 566,93,0%7,9%86,3% 82,3%13,7%17,7%6M11 6M12Siderurgia Industrial1.021,11.117,39,4%Trimestre Acumulado453,3 453,2 474,52T11 1T12 2T124,7%4,7%872,8927,76M11 6M126,3%71,997,2 92,42T11 1T12 2T1228,4%-5,0%148,2189,66M11 6M1227,9%
  6. 6. 6Lucro bruto e margem bruta por segmentoMineraisLucro bruto (R$ milhões) 14,8 10,4 10,7 42,6% 38,1%Margem bruta (%) 43,7% 41,4% 51,2% 231 bp -751 bpServiçosLucro bruto (R$ milhões) 3,2 1,7 4,1 83,9% -23,4%Margem bruta (%) 8,6% 5,5% 11,3% 310 bp -265 bpTOTALLucro bruto (R$ milhões) 201,6 181,7 183,3 11,0% 10,0%Margem bruta (%) 31,6% 29,9% 31,4% 169 bp 19 bpSoluções Refratárias 2T12 (a) 1T12 (b) 2T11 (c) (a/b) (a/c)Lucro bruto (R$ milhões) 183,6 169,6 168,4 8,3% 9,1%Margem bruta (%) 32,4% 30,8% 32,1% 159 bp 34 bp6M12 (d) 6M11(e) (d/e)353,2 334,4 5,6%31,6% 32,7% -114 bp25,2 24,4 3,4%42,7% 44,0% -132 bp4,9 10,2 -51,9%7,2% 12,4% -525 bp383,3 369,0 3,9%30,8% 31,9% -108 bp
  7. 7. 7EBITDA e Lucro líquidoEBITDA e Margem EBITDAR$ milhões e %103,287,6105,217,7%14,4%16,5%2T11 1T12 2T12EBITDA Margem EBITDA (%)197,0 192,717,0%15,5%6M11 6M12EBITDA Margem EBITDA (%)Lucro Líquido e Margem LíquidaR$ milhões e %30,8 28,336,75,3%4,7%5,8%2T11 1T12 2T12Lucro Líquido Margem Líquida52,665,14,5%5,2%6M11 6M12Lucro Líquido Margem Líquida
  8. 8. 8Fluxo de caixa operacional, CAPEX e Ciclo de caixaFCO e CAPEXR$ milhões85,863,796,925,755,7 62,52T11 1T12 2T12FCO CAPEX272,2160,647,3118,26M11 6M12FCO CAPEX146 146138 143 1436576 7967 69129144 138131 13181 78 80 79 822T11 3T11 4T11 1T12 2T12Ciclo de conversão de caixa Fornecedores Estoques ClientesCiclo de conversão de caixaDias
  9. 9. 9Endividamento e alavancagemDívida líquida e alavancagemR$ milhõesPerfil da dívida854,0 900,2 957,3 968,01.060,0790,6 787,7 761,2 791,8 819,12,1 x 2,1 x 2,2 x 2,3 x2,5 x2T11 3T11 4T11 1T12 2T12Dívida Líquida Capital de giro Dívida Líquida/EBITDA3,5%96,5%Curto prazo Longo prazo20,9%79,1%Moeda Nacional Moeda Estrangeira
  10. 10. 10Contato Relações com InvestidoresFlávio Rezende BarbosaDiretor Financeiro e de Relações com InvestidoresDaniel Domiciano SilvaRelações com InvestidoresTel: 55 11 3152-3202/3241ri@magnesita.comwww.magnesita.com

×