Apresentação dos resultados 1 t10

194 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
194
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação dos resultados 1 t10

  1. 1. Teleconferência de Resultados – 1T10
  2. 2. Panorama setorial – Produção de AçoEvolução trimestral do crescimento de aço brutoProdução de Aço Bruto(Milhões t)2T09 3T09 4T09 1T10 L12M2T09 3T09 4T09 1T10 L12MÁSIA 8,9% 10,9% -0,9% 5,8% 26,6%EU-27 2,2% 11,4% 15,0% 4,5% 36,9%35,0 40,342,112,516,4 17,619,45,05,67,9 8,18,0265,5284,6319,2 327,5342,02EU-27 2,2% 11,4% 15,0% 4,5% 36,9%EUA 4,1% 31,2% 7,3% 10,2% 61,5%Brasil 11,3% 41,8% 2,1% (1,2%) 60,5%172,7 188,1208,5 206,7 218,630,831,435,0 40,312,012,55,02Mundo 7,2% 12,2% 2,6% 4,4% 28,8%Produção Mundial de Aço InoxL12M = últimos 12 meses1T09 2T09 3T09 4T09 1T10Ásia EU-27 EUA Brasil RoWProdução Mundial de Aço Inox(milhões t)7,4 7,46,3 6,07,0 6,7789• Produção mundial de aço cresceu4,4% no 1T10 e acumula 28,8% dealta nos últimos 12 meses;6,34,9 4,86,06,734567 alta nos últimos 12 meses;• Destaque para recuperação dosEUA com 10,2% de crescimento no01231T08 2T08 3T08 4T08 1T09 2T09 3T09 4T09EUA com 10,2% de crescimento no1T10.Fonte: World Steel Association e International Stainless Steel2
  3. 3. Panorama setorial – Produção de CimentoProdução de Cimento - BrasilMilhões de tProdução de Cimento - MundoMilhões de t11.709 12.32813.697 13.746 2.923 2.971 3.0214.2481T09 2T09 3T09 4T09 jan/10Produção de cimento continua forte no Brasil;Produção de cimento continua forte no Brasil;Produção de cimento continua forte no Brasil;Previsão de aumento de capacidade;China tem representado aproximadamente 50% da produção mundial.Produção de cimento continua forte no Brasil;Previsão de aumento de capacidade;China tem representado aproximadamente 50% da produção mundial.Fonte: SNIC – Sindicato Nacional da Indústria do Cimento3
  4. 4. Cost per PerformanceExcelenteParticipação na Receita Líquida do Setor SiderúrgicoExcelenteoportunidade decrescimentoContratos por volumeContratos CPP2009 1T10Sucesso na busca12 novos contratos:4 – Brasil6 – EUA20092 novos contratos:1 – Equador1 – EUA1T10Sucesso na buscaem replicarglobalmente oexclusivo modelo 6 – EUA1 – Chile1 – UK1 – EUAexclusivo modelode CPP4
  5. 5. Volume de Vendas e Receita LíquidaReceita por Produto – 1T10(%)Volume Vendas Refratários(mil t)238,7 258,252,9 57,869,8 77,680,1180,8 191,0219,9238,7 258,2127,9 133,2 150,1 161,1 178,11T09 2T09 3T09 4T09 1T101T09 2T09 3T09 4T09 1T10Mercado Externo Mercado InternoReceita por Local de Operação x Destinação (%)– 1T10Receita de Refratários por Setor – 1T10(%)53,5 52,153,517,924,24,452,116,019,810,04,410,02,1América doSulAmérica doNorteEuropa Ásia OutrosProdução Destinação 5
  6. 6. Resultados Financeiros – 1T10Lucro brutoReceita líquida(R$ milhões)129,3144,2169,7183,6 196,231,835,1 34,1 34,7451,0 454,2 483,6537,7 565,928,731,81T09 2T09 3T09 4T09 1T101T09 2T09 3T09 4T09 1T101T09 2T09 3T09 4T09 1T10Lucro Bruto - R$ milhões Margem Bruta %1T09 2T09 3T09 4T09 1T10Ebitda Ebitda Ajustado123,044,471,6110,1138,8123,115,822,8 25,821,8123,0110,522,919,544,49,915,81T09 2T09 3T09 4T09 1T10EBITDA - R$ milhões Margem EBITDA - %19,54T09 1T10EBITDA - R$ milhões Margem EBITDA - %EBITDA - R$ milhões Margem EBITDA - %EBITDA - R$ milhões Margem EBITDA - %6
  7. 7. EndividamentoEmissão de Bonds Cronograma de amortização *691,7Captação: US$ 400,0 milhões (Reg 144 A/S)Taxa: 7,875% a.a.Captação: US$ 400,0 milhões (Reg 144 A/S)Taxa: 7,875% a.a.41,4 3,6 15,1322,1 315,2 318,1Prazo: 2020 (callable em 2015)Uso: US$ 300,0 milhões pagamento integralPrazo: 2020 (callable em 2015)Uso: US$ 300,0 milhões pagamento integral2010 2011 2012 2013 2014 2015 2020Uso: US$ 300,0 milhões pagamento integralda dívida (senior export notes) com JPMorganUso: US$ 300,0 milhões pagamento integralda dívida (senior export notes) com JPMorgan * Amortizações pro-forma calculada após a renegociação da dívida com o Itaú em Abrilde 2010 e excluindo as dívidas de ACCsBradesco: R$ 133,5 milhõesBradesco: R$ 133,5 milhõesRenegociação2.104Dívida líquida (R$ MM)Bradesco: R$ 133,5 milhõesItaú-Unibanco: R$ 800,0 milhõesCusto: de CDI + 4% para CDI + 2,75%Bradesco: R$ 133,5 milhõesItaú-Unibanco: R$ 800,0 milhõesCusto: de CDI + 4% para CDI + 2,75%2.1041.9191.434 1.415 1.413Custo: de CDI + 4% para CDI + 2,75%Amortização: 2013, 2014 e 2015+ extensão dacarência por mais dois anosCusto: de CDI + 4% para CDI + 2,75%Amortização: 2013, 2014 e 2015+ extensão dacarência por mais dois anos 31/3/2009 30/6/2009 30/9/2009 31/12/2009 31/3/2010Custo médio da dívida: 10% a.a.7
  8. 8. Joint Venture com Krosaki - Perfil• Um dos líderes mundiais na produção deEmpresa japonesa, fundada em1918, que tem como foco • Um dos líderes mundiais na produção derefratários para flow control (lingotamento deaço).Empresa japonesa, fundada em1918, que tem como focoprincipal de atuação a fabricaçãoe comercialização de produtosrefratáriosrefratários• Receita Bruta = US$ 548,9 milhões• EBITDA = US$ 41,7 milhõesÉ listada na Bolsa de Tokyo epossui Patrimônio Líquido de US$PRINCIPAIS NÚMEROS DE 2009:• EBITDA = US$ 41,7 milhões• Lucro Líquido = US$ 15 milhões• Market Cap. = US$ 438 milhões (11/05/2010)possui Patrimônio Líquido de US$325,6 milhões• Praticamente sem investimento, a Companhiaampliará a atuação via modelo de CPP naAmérica do Norte.A Joint Venture fará uso de umaunidade da Magnesita naPensilvânia (EUA) América do Norte.8
  9. 9. Mercado de CapitaisDesempenho das ações(de 31/03/09 a 31/03/2010)250.000350,00Volumediárionegociado(R$milhares)EvoluçãodoPreçodasAções(base100)200.000250.000250,00300,00350,00Volumediárionegociado(R$milhares)EvoluçãodoPreçodasAções(base100)100.000150.000150,00200,00Volumediárionegociado(R$milhares)EvoluçãodoPreçodasAções(base100)-50.0000,0050,00100,00Volumediárionegociado(R$milhares)EvoluçãodoPreçodasAções(base100)-0,00Volume MAGG3 IbovespaDesvalorização de 1,4% no 1T10 x IBOVESPA: +2,6%; Nos últimos 12 meses, alta de 188,5% x 72,0% do Ibovespa;Desvalorização de 1,4% no 1T10 x IBOVESPA: +2,6%; Nos últimos 12 meses, alta de 188,5% x 72,0% do Ibovespa;Volume MAGG3 IbovespaDesvalorização de 1,4% no 1T10 x IBOVESPA: +2,6%; Nos últimos 12 meses, alta de 188,5% x 72,0% do Ibovespa;Volume médio diário de R$ 10,6 milhões;Cobertura de importantes bancos: Itaú, Credit Suisse, BTG Pactual, Merrill Lynch, Santander e Barclays.Desvalorização de 1,4% no 1T10 x IBOVESPA: +2,6%; Nos últimos 12 meses, alta de 188,5% x 72,0% do Ibovespa;Volume médio diário de R$ 10,6 milhões;Cobertura de importantes bancos: Itaú, Credit Suisse, BTG Pactual, Merrill Lynch, Santander e Barclays.9
  10. 10. Flávio Rezende BarbosaDiretor Financeiro e de Relações com InvestidoresAdriana Fernandes LanaGerente de Relações com InvestidoresFone: (+55 31) 3368-1069Fone: (+55 31) 3368-1069Lucas Lima FerreiraAnalista de Relações com InvestidoresFone: (+55 31) 3368-1068Fone: (+55 31) 3368-1068ri@magnesita.com.br www.magnesita.com.brri@magnesita.com.br www.magnesita.com.br10

×