Como Enfrentar Tempos Difíceis?

1.343 visualizações

Publicada em

mensagem

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.343
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
723
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como Enfrentar Tempos Difíceis?

  1. 1. “Que desgraça a minha! Sou como quem colhe frutos de verão na respiga da vinha; não há nenhum cacho de uvas para provar, nenhum figo novo que eu tanto desejo. Os piedosos desapareceram do país; não há um justo sequer. Todos estão à espreita para derramar sangue; cada um caça seu irmão com uma armadilha...
  2. 2. ... Com as mãos prontas para fazer o mal o governante exige presentes, o juiz aceita suborno, os poderosos impõem o que querem; todos tramam em conjunto. O melhor deles é como espinheiro, e o mais correto é pior que uma cerca de espinhos. Chegou o dia anunciado pelas suas sentinelas, o dia do castigo de Deus...
  3. 3. ... Agora reinará a confusão entre eles. Não confie nos vizinhos; nem acredite nos amigos. Até com aquela que o abraça tenha cada um cuidado com o que diz. Pois o filho despreza o pai, a filha se rebela contra a mãe, a nora, contra a sogra; os inimigos do homem são os seus próprios familiares...
  4. 4. ... Mas, quanto a mim, ficarei atento ao Senhor, esperando em Deus, o meu Salvador, pois o meu Deus me ouvirá. Não se alegre a minha inimiga com a minha desgraça. Embora eu tenha caído, eu me levantarei. Embora eu esteja morando nas trevas, o Senhor será a minha luz...
  5. 5. ... Por eu ter pecado contra o Senhor, suportarei a sua ira até que ele apresente a minha defesa e estabeleça o meu direito. Ele me fará sair para a luz; contemplarei a sua justiça. Então a minha inimiga o verá e ficará coberta de vergonha, ela, que me disse: ‘onde está o Senhor, o seu Deus?’ Meus olhos verão a sua queda; ela será pisada como o barro das ruas...
  6. 6. ... O dia da reconstrução dos seus muros chegará, o dia em que se ampliarão as suas fronteiras virá. Naquele dia virá a você gente desde a Assíria até o Egito, e desde o Egito até o Eufrates, de mar em mar e de montanha a montanha. Mas a terra será desolada por causa dos seus habitantes, em consequência de suas ações.” (Miqueias 7.1-13)
  7. 7. Para enfrentar tempos difíceis... 1. OLHE para DEUS e não para as CIRCUNSTÂNCIAS
  8. 8. “Mas, quanto a mim, ficarei atento ao Senhor...” (Miqueias 7.7)
  9. 9. Para enfrentar tempos difíceis... 2. ESPERE em DEUS e não nas SOLUÇÕES HUMANAS
  10. 10. “Mas, quanto a mim, ficarei [...] esperando em Deus, o meu Salvador, pois o meu Deus me ouvirá.” (Miqueias 7.7)
  11. 11. “O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei temor? O Senhor é o meu forte refúgio; de quem terei medo? [...] Pois no dia da adversidade ele me guardará protegido em sua habitação; no seu tabernáculo me esconderá e me porá em segurança. [...] Espere no Senhor. Seja forte! Coragem! Espere no Senhor.” (Salmo 27.1,5,14)
  12. 12. “Mas os que esperam no Eterno renovam as suas forças. Abrem as asas e voam alto como águias, correm e não se cansam, andam e não ficam exaustos.” (Isaías 40.31, MSG)
  13. 13. Para enfrentar tempos difíceis... 3. CREIA no AGIR de DEUS e não na FORÇA do seu BRAÇO
  14. 14. “Embora eu tenha caído, eu me levantarei. Embora eu esteja morando nas trevas, o Senhor será a minha luz. Por eu ter pecado contra o Senhor, suportarei a sua ira até que ele apresente a minha defesa e estabeleça o meu direito...
  15. 15. ... Ele me fará sair para a luz; contemplarei a sua justiça. [...] O dia da reconstrução dos seus muros chegará, o dia em que se ampliarão as suas fronteiras virá.” (Miqueias 7.8-9,11)
  16. 16. "Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desesperados; perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos.“ (2ª Coríntios 4.8,9)
  17. 17. Para enfrentar tempos difíceis... 1. OLHE para DEUS e não para as CIRCUNSTÂNCIAS 2. ESPERE em DEUS e não nas SOLUÇÕES HUMANAS 3. CREIA no AGIR de DEUS e não na FORÇA do seu BRAÇO
  18. 18. “Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada.” (Romanos 8.18)
  19. 19. “Eu penso que o que sofremos durante a nossa vida não pode ser comparado, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada no futuro.” (Romanos 8.18, NTLH)
  20. 20. “Não penso que seja possível fazer uma só comparação entre os tempos difíceis de hoje e os bons tempos que virão.” (Romanos 8.18, MSG)

×