Poetas Portugueses do Século XX

Flor Bela Espanca

Grupo: Filipe Bronze
Tiago Amaral
A. Biografia/Vida Literária

1.

Quem foi o homem/mulher.
Florbela Espanca, filha de Antónia da Conceição Lobo e de
João M...
2.

Quem foi o poeta/escritor.

Florbela Espanca iniciou a sua carreira literária publicando
vários poemas em jornais e re...
Poetas portugueses do século xx
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Poetas portugueses do século xx

383 visualizações

Publicada em

k

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poetas portugueses do século xx

  1. 1. Poetas Portugueses do Século XX Flor Bela Espanca Grupo: Filipe Bronze Tiago Amaral
  2. 2. A. Biografia/Vida Literária 1. Quem foi o homem/mulher. Florbela Espanca, filha de Antónia da Conceição Lobo e de João Maria Espanca, nasceu a 8 de Dezembro de 1894 em Vila Viçosa, frequentou a escola primária em Viçosa seguindo depois para o Liceu Masculino André de Gouveia em Évora em 1912. Algum tempo depois morre a mãe de Flor, e assim passa a ser acarinhada pelas suas duas madrastas, casa-se 3 vezes acabando por ficar no final com Mário Lage onde junta o apelido á assinatura usual. Escreveu diversos livros como o seu primeiro em 1919 “Livro de Mágoas”, ou como “Livro de Sóror Saudade” em 1923, entre outros como “Charneca em Flor”, “Dominó Preto”, “As Máscaras do Destino” e “Diário”, os seus poemas foram cantados por alguns intérpretes musicais como os Trovante, que musicaram o soneto “Ser Poeta”, os seus poemas também foram musicados pelo cantor Brasileiro Fagner que interpretou o poema “Fanatismo”, tal como a cantora também brasileira Nicole Borguer que estreou seu primeiro álbum Amar - Um Encontro com Florbela Espanca, musicando sonetos de diversas fases da poetisa, com estilos musicais também diversos.
  3. 3. 2. Quem foi o poeta/escritor. Florbela Espanca iniciou a sua carreira literária publicando vários poemas em jornais e revistas, não propriamente dedicados á poesia, como seja Noticias de Évora e O Século ou de circulação local, edita o seu primeiro livro em 1919 intitulado “Mágoas”, assim continuou a escrever publicando diversas obras. As suas tipologias estético-metafísicas do luar e do crepúsculo amplificam a condição trágica do ser humano que, fendido de dor e medo, se encontra propenso para a luz, as suas obras mais conhecidas são: Livro de Mágoas1919. Livro de Sóror Saudade1923. Charneca em Flor, 1931. Cartas de Florbela Espanca1931. As Máscaras do Destino 1931. Sonetos Completos 1934. Cartas de Florbela Espanca1949 Diário do último ano 1981 O Dominó Preto, 1982 Trocando Olhares 1994 Não encontramos algum premio literário mas ficamos a saber que Vila Viçosa em homenagem à poetisa criou o prémio literário Florbela Espanca em 1881, este destina-se a galardoar obras de expressão literária portuguesa independentemente da nacionalidade do autor.

×