Sistema respiratório pulmonar

12.352 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.352
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema respiratório pulmonar

  1. 1. Sistema Respiratório Pulmonar-É responsável pelas trocas gasosas entre o organismo e o meio ambiente, processoconhecido como respiração pulmonar. É nos pulmões que ocorrem as trocas com oscapilares sanguíneos, através de milhões de alvéolos pulmonares. Essas trocas(denominadas hematose: entrada de oxigênio e saída de gás carbônico) são efetuadaspor difusão: o gás oxigênio passa dos alvéolos para as células do sangue, sendo entãoeliminado para o ar-O enfisema pulmonar, causado, principalmente, pelo ato de fumar, corresponde a umadestruição dos alvéolos pulmonares e, assim, provoca a diminuição da superfície detrocas gasosas-O O2 que passa para as células sanguíneas é transportado para as outras células doorganismo, onde é empregado na respiração celular, fazendo com que o ciclo continuecom a consequente liberação de CO2 pelas mesmas, que é transportado pelo sangue atéos alvéolos. Como resultado, a respiração celular libera a energia necessária à realizaçãodas atividades metabólicas-Caminho percorrido pelo ar: cavidade nasal, faringe, laringe, traqueia, brônquios,bronquíolos e alvéolo pulmonaresCavidade Nasal-São duas cavidades paralelas que partem do nariz e vão até a faringe. Possuem pelosque podem reter partículas de poeira e microrganismos presentes no ar-São revestidas por um delgado epitélio, bastante vascularizado, sendo responsáveistambém pela umidificação e aquecimento do ar, benefícios que não funcionam quandorespira-se pela bocaFaringe-Possui três segmentos: nasofaringe, orofaringe e laringofaringe, localizadas perto dacavidade nasal, cavidade bucal e da laringe, respectivamente-É revestida por uma mucosa, na qual estão presentes acumulações de célulaspertencentes ao sistema imune: adenoides e as amígdalas, estruturas linfoides,formações como objetivo de defender a mucosa faríngea de bactérias e microrganismospresentes no ar-Em suas laterais, há tubas auditivas
  2. 2. Laringe-É revestida de cartilagem. Sua abertura é denominada glote e em seu interiorencontram-se as cordas vocais-Sobre a glote, há a epiglotes, que atua como uma válvula, que fecha a laringeimpedindo a entrada de ar, de alimentos e de líquido no sistema respiratório durante adeglutição. Na parte anterior da cavidade oral, há a úvula, outra válvula que impede aentrada de ar durante a deglutiçãoTraqueia-Possui a função de manter sua estrutura sempre aberta, evitando a obstrução do tubo.Internamente, o revestimento apresenta um epitélio (conjunto de células) constituído porcélulas produtoras de muco e por células ciliadas. Com o batimento dos cílios, o muco éempurrado em direção à laringe, sendo deglutido (e enviado ao estômago) ou expelidodo corpo (através da tosse)Brônquios-O caminho da traqueia divide-se em dois brônquios, o direito e o esquerdo, que seguemcada um para um pulmão. Os brônquios se ramificam e formam os bronquíolos, cujaextremidade apresenta os alvéolos pulmonares-O ato de fumar pode alterar o revestimento, causando a perda dos cílios ou aproliferação anormal das células, podendo evoluir para um câncer. A asma correspondea uma ação do organismo que causa a contração desses tubos, diminuindo seu diâmetroe dificultando a respiração do indivíduo, podendo ser causada por uma reação alérgicaou estressePulmões-São os órgãos responsáveis pelo conjunto de trocas gasosas que ocorrem no indivíduo.São esponjosos e dividem-se em lobos, sendo o pulmão direito em três e o esquerdo emdois. Os pulmões são protegidos pela pleura, uma bolsa membranosa, cujo espaçointerno é um remanescente do celoma embrionário e pela caixa torácica, formada pelascostelas, coluna e ossoMecânica dos movimentos respiratórios-Os movimentos respiratórios são de inspiração (entrada de ar) e expiração (saída de ar),realizados por músculos que alteram o volume da caixa torácica: o aumento de volumepromove a diminuição da pressão interna na cavidade torácica e isso determina aentrada de ar nos pulmões, já a diminuição de volume eleva a pressão interna edetermina a saída de ar
  3. 3. -Esses músculos são: o diafragma e os músculos intercostais. O diafragma separa otórax do abdome, localizando-se logo abaixo dos pulmões. Sua contração promove seuabaixamento e o relaxamento determina sua elevação. Já os músculos intercostaissituam-se entre as costelas, sua contração eleva as costelas e seu relaxamento abaixa ascostelas. Assim:->Contração do diafragma e dos músculos intercostais: promovem aumento de volumeda caixa torácica, determinando diminuição da pressão interna dos pulmões e aconsequente entrada de ar->Relaxamento do diafragma e dos músculos intercostais: diminuem o volume da caixatorácica, aumentando a pressão interna dos pulmões e determinando a saída de arControle dos movimentos respiratórios-Os movimentos respiratórios são voluntários, isto é, podem ser controlados pelavontade do indivíduo-O controle dos movimentos é feito pelo centro respiratório, localizado no bulbo, umdos componentes do encéfalo. O centro respiratório é sensível ao pH do sangue, que éalterado de acordo com a concentração de CO2-Durante o processo respiratório, quando ocorre a elevação da concentração de CO2 noplasma, em virtude da reação com a H2O, é formado ácido carbônico (H2CO3), que sedissocia em íons hidrogênio (H+) e bicarbonato (HCO3-)-O aumento de H+faz com que o pH do sangue diminua, o que estimula o centrorespiratório no cérebro a aumentar o ritmo da respiração. Porém, a diminuição daconcentração de CO2 e consequente aumento de pH inibem o centro respiratório e osmovimentos respiratórios passam a ser mais lentos (diminui a ventilação pulmonar)-A concentração de O2 afeta receptores que enviam informações ao centro respiratório,os quais se localizam na parede das artérias carótidas e da aorta, responsáveis pelairrigação sanguínea do cérebro e demais tecidos do corpo. Assim, a diminuição de O2também estimula o centro respiratório, provocando aumento da ventilação pulmonar. Jáo aumento de O2 inibe o centro respiratório e isso se traduz na redução da ventilaçãopulmonar-1 hemácia possui 280 milhões de hemoglobinas (HbO2)

×