I O Inicio
Quem sou? <ul><li>Bem-humorado, jovial, dinâmico e empreendedor.  </li></ul><ul><li>Gosto de ler, a televisão, para mim, é...
II A Infância
A importância da literatura na minha infância <ul><li>As Pupilas do Sr. Reitor – Júlio Dinis </li></ul><ul><li>Outras obra...
III A Juventude
A minha juventude I <ul><li>Como acompanhava o representante da empresa do meu pai, foi nessa altura o que considero ter s...
A minha juventude II <ul><li>Em 1977  - “Jovens de S. Mamede” </li></ul><ul><li>Agrupamento musical: Intervenção. Outros g...
III A Vida Adulta
A vida adulta <ul><li>Em 1981  - A construção da casa de meu pai, a mudança de empresa e finalmente uma decisão muito impo...
Epílogo
<ul><li>“ A recordação é activa. Não é um objecto perdido que se encontrou. Ela faz crescer a massa do presente e do futur...
...Continua... Continua...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ApresentaçãO Ao Juri Final

2.157 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.157
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ApresentaçãO Ao Juri Final

  1. 1. I O Inicio
  2. 2. Quem sou? <ul><li>Bem-humorado, jovial, dinâmico e empreendedor. </li></ul><ul><li>Gosto de ler, a televisão, para mim, é um óptimo veículo para combater a insónia. </li></ul><ul><li>Trabalho desde os 14 anos e nunca necessitei de procurar emprego até aos dias de hoje, por capricho do destino vejo-me agora confrontado com essa dura realidade. </li></ul><ul><li>O balanço que faço de mim penso ser positivo, tive boas e más experiências como toda a gente e penso ter aprendido com os erros que cometi, muito embora continue com o mesmo lema de sempre: - Mais vale fazer e errar, do que não tentar. </li></ul>
  3. 3. II A Infância
  4. 4. A importância da literatura na minha infância <ul><li>As Pupilas do Sr. Reitor – Júlio Dinis </li></ul><ul><li>Outras obras se seguiram: Miss Esfinge e Camilo Alcoforado - Dr. Campos Monteiro </li></ul>
  5. 5. III A Juventude
  6. 6. A minha juventude I <ul><li>Como acompanhava o representante da empresa do meu pai, foi nessa altura o que considero ter sido um passo importante a nível da cidadania: o convívio com os clientes e até mesmo com os empregados da empresa. </li></ul><ul><li>Ciclo Preparatório. </li></ul><ul><li>Gosto pelo desporto - Andebol F.C. Infesta </li></ul><ul><li>Curso Geral de Mecânica </li></ul>
  7. 7. A minha juventude II <ul><li>Em 1977 - “Jovens de S. Mamede” </li></ul><ul><li>Agrupamento musical: Intervenção. Outros grupos se seguiram: “Inseparáveis”, “Win” e finalmente “Nova Luz” </li></ul><ul><li>Foi sem dúvida uma época conturbada mas decididamente o melhor período da minha vida. </li></ul>
  8. 8. III A Vida Adulta
  9. 9. A vida adulta <ul><li>Em 1981 - A construção da casa de meu pai, a mudança de empresa e finalmente uma decisão muito importante: optar entre a carreira artística ou a profissional na metalurgia. </li></ul><ul><li>Em 1985 – casamento </li></ul><ul><li>Depois ainda ocupei o meu tempo livre com algumas actividades: desde o modelismo até às novas tecnologias. </li></ul><ul><li>A informática tornou-se a minha grande paixão e tento acompanhar a evolução desta ciência com toda a atenção. </li></ul>
  10. 10. Epílogo
  11. 11. <ul><li>“ A recordação é activa. Não é um objecto perdido que se encontrou. Ela faz crescer a massa do presente e do futuro” </li></ul><ul><li>Jacques Bossuet  </li></ul>
  12. 12. ...Continua... Continua...

×