Apostila adm de materiais 4

740 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
740
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila adm de materiais 4

  1. 1. FAROL – Faculdade de Rolim de Moura Professor: Flávio Lecir Barbosa ARMAZENAGEM E MOVIMENTAÇÃO DE MATERIAIS Para que as mercadorias possam ser trabalhadas, possibilitando um totalaproveitamento de seu potencial, deve-se primeiramente manter em movimento um dos trêselementos básicos de produção.Homem, máquina ou material devem estar em constantemovimento para se obter futuramente um resultado satisfatório na finalização de um produto.Sendo Assim devemos analisar os seguintes fatores na movimentação de materiais: 1 - Redução de Custos  Custo de mão-de-obra;  Custo de acondicionamento e transporte;  Custo de equipamentos. 2- Aumento da capacidade produtiva  Capacidade de armazenagem;  Distribuição de armazenagem. 3 – Melhores condições de Trabalho  Maior segurança;  Redução da fadiga.Outros aspectos rotineiros e peculiares a cada processo devem ser minuciosamenteobservados.EX:  Manuseio: Homens manipulando constantemente cargas pesadas. (o recomendado para homens é 25 kg e mulheres 20 kg)  Desvio – Materiais sendo desviados do caminho mais direto e natural, devido a não adaptação de caminhos para transporte de materiais.  Paradas – pessoas da produção abandonando seus postos para efetuar operação de transporte.  Suprimentos - Trabalhadores de produção parados em virtude de falta de suprimento de matérias-primas.  Elevação – Cargas acima de 50 kg sendo levantadas mais de 1 metro sem ajuda mecânica.
  2. 2. FAROL – Faculdade de Rolim de Moura Professor: Flávio Lecir Barbosa Leis da movimentação.Para se manter eficiente, um sistema de movimentação de matérias deve seguir algumas leis,dentro das suas possibilidades, São elas: A) Mínima distância – o material deve percorrer o menor caminho possível. B) Mínima manipulação – quanto mesmos pessoas manipular a operação de transporte melhor. C) Padronização – Os materiais devem ter seu transporte padronizado. D) Máxima utilização do equipamento – os equipamentos de transporte devem ter sua capacidade de utilização no máximo. E) Máxima utilização de gravidade – deve se aproveitar a lei da gravidade e não lutar contra ela. F) Método alternativo – todo transporte de materiais deve possuir um método alternativo, em caso de impossibilidade de utilizar o método principal.Layout Refere-se a primeira medida a ser tomada na implantação de um depósito, pois estarápresente desde a fase inicial até a etapa operacional, influindo na seleção do local, no projetode construção, na localização e seleções de equipamentos de movimentação de materiais, naestocagem e outros fatores.  Abaixo citaremos algumas situações, onde devido ao transporte de materiais se faz necessária a mudança do layout.  Modificação na linha de produtos;  Lançamentos de novos produtos;  Variação da demanda;  Obsolescência das instalações;  Ambiente de trabalho inadequado;  Índice de acidentes elevados.Modulação de Cargas A modulação de cargas ou Organização Modal, refere-se a estrutura criada parafacilitar e padronizar a movimentação de materiais, desde o seu fornecedor até o seu clientefinal. A administração do fluxo de materiais fica facilitada e, dispondo de equipamentospadronizados, necessitando de menos tempo para carga e descarga.
  3. 3. FAROL – Faculdade de Rolim de Moura Professor: Flávio Lecir BarbosaTipos de Modulação: Modulação externa: Consiste em assumir um padrão de carga próprio, fazendo comque os meios de transporte se adaptem a ela. Modulação Interna: È o oposto da anterior, pois baseados nos meios externos detransporte, é que se faz a modulação.2 - Acondicionamentos de cargas: As vantagens dos sistemas modais de deslocamento de mercadorias podem ser considerada as seguintes: Volume: utilização dos espaços verticais com liberação de área para a produção e elevação da capacidade de armazenamento. Segurança: Redução dos acidentes com pessoas que trabalham com deslocamento de cargas. Custos: Economia de até 40% dos custos de deslocamento das mercadorias. Velocidade: redução do tempo de deslocamento e elevação da velocidade de atendimento aos clientes. Proteção: melhor qualidade no acondicionamento das mercadorias e redução das perdas. Racionalização: redução substancial dos custos de transporte pela redução drástica do tempo de carga e descarga dos caminhões. Valorização: deslocamento dos operários para as atividades produtivas que acrescentam valor ao produto.3- Embalagens: O sistema de embalagem é de suma importância na cadeia de suprimentos, pois osistema de embalagem interage intensamente com todas as atividades ligadas à logística. Modulação de embalagens:Uma das características da modulação de carga é o estudo das embalagens:  Embalagens de Contenção: Embalagem em contato direto com o produto e, portanto, deve haver compatibilidade entre os materiais do produto e da embalagem.
  4. 4. FAROL – Faculdade de Rolim de Moura Professor: Flávio Lecir Barbosa  Embalagem de apresentação: Embalagem que envolve a “embalagem de contenção”, e com a qual o produto se apresenta ao usuário no ponto-de-venda.  Embalagem de movimentação: Múltiplo da embalagem de comercialização, para ser movimentada racionalmente por equipamentos mecânicos.4- Equipamentos de movimentação de materiais. Os equipamentos de movimentação devem ser selecionados obedecendo a um planogeral de administração do fluxo de materiais e de produtos, para que, no final dosinvestimentos se tenha um todo coerente que atenda à necessidade da empresa. Recomenda-se sempre que se desenvolva um plano geral de administração dos fluxosde materiais e de produtos, para que, dentro dessas diretrizes do planejamento, se possaadquirir equipamentos, de forma que no final o todo seja harmônico e contribua para aelevação da produtividade da empresa. Quanto a classificação dos equipamentos de movimentação podemos dizer oseguinte: Roteiro: Diz respeito a mobilidade do equipamento, podendo ser fixo ou aleatório. Freqüência de movimentação: Diz respeito a constância do fluxo de movimentação, podendo ser; continua ou intermitente. Distância percorrida: Neste caso refere-se a capacidade de distância de transporte do equipamento, podendo ser de curta e longa distância. Ambiente: Refere-se ao uso do ambiente interno ou externo da fábrica. Direção do fluxo: Refere-se ao sentindo em que o equipamento percorre, ou seja, horizontal ou vertical. Acionamento: O equipamento pode ser operado manualmente ou através de motores.Tipos de equipamentos de movimentação mais utilizados: A) Carrinho porta-pallet ou Paeteiro. Roteiro Aleatório Freqüência Intermitente Distância Curta Ambiente Interno Direção Horizontal Acionamento Manual B) Empilhadeira Roteiro Aleatório Freqüência Intermitente Distância Curta Ambiente Interno/Externo
  5. 5. FAROL – Faculdade de Rolim de Moura Professor: Flávio Lecir BarbosaDireção Horizontal e VerticalAcionamento Elétrico/Gás/Diesel/GasolinaC) ComboiosRoteiro AleatórioFreqüência IntermitenteDistância LongaAmbiente Interno/ExternoDireção HorizontalAcionamento Elétrico/Gás/Diesel/GasolinaD) Esteira TransportadoraRoteiro FixoFreqüência ContinuaDistância LongaAmbiente Interno/ExternoDireção HorizontalAcionamento ElétricoE) MonoviaRoteiro FixoFreqüência ContinuaDistância LongaAmbiente Interno/ExternoDireção HorizontalAcionamento ElétricoF) PórticosRoteiro Fixo/AleatórioFreqüência InterminenteDistância CurtaAmbiente Interno/ExternoDireção Horizontal /VerticalAcionamento Elétrico/ManualG) GuindastesRoteiro AleatórioFreqüência InterminenteDistância CurtaAmbiente Interno/ExternoDireção Horizontal /VerticalAcionamento Elétrico/Manual
  6. 6. FAROL – Faculdade de Rolim de Moura Professor: Flávio Lecir Barbosa
  7. 7. FAROL – Faculdade de Rolim de Moura Professor: Flávio Lecir Barbosa
  8. 8. FAROL – Faculdade de Rolim de Moura Professor: Flávio Lecir Barbosa
  9. 9. FAROL – Faculdade de Rolim de Moura Professor: Flávio Lecir Barbosa

×