SlideShare uma empresa Scribd logo
Trabalho em Equipe
Gestão de Pessoas e desenvolvimento
de Lideranças- segundo semestre 2015
Prof. Gilberto Pedroni
Trabalho_em_Equipe.pptx
Premissas Básicas do Trabalho em Equipe
• Visão compartilhada, integridade individual e
organizacional, a cultura de excelência, a
cooperação, a comunicação e a
possibilidade de crescimento pessoal
passam, obrigatoriamente, pela saúde de
uma equipe.
• É impossível pregar valores se a experiência
dentro das equipes e entre elas estiver cheia
de ciúmes, rivalidades exacerbadas e egos
exaltados.
• É na equipe de deve ser estruturado um
trabalho verdadeiramente prazeroso e
produtivo.
• O auto-respeito e o respeito pelos outros
precisam ser desenvolvidos e o melhor lugar
para isto é na equipe.
• A essência do trabalho em equipe está no
entendimento da dinâmica dos
relacionamentos humanos.
• Se estamos bem resolvidos interiormente
teremos mais condições de sermos mais
compreensivos, ouviremos melhor
aceitaremos melhor e perdoar se tornará um
hábito.
Premissas Básicas
• Uma empresa que é berço de talentos
tem nos seus gerentes/lideres as
figuras centrais para alinhar, engajar e
avaliar seus profissionais.
• O alinhamento significa dizer que todos
sabem para onde a empresa esta indo
e o que cada um precisa fazer para a
companhia chegar lá.
O que se espera dos novos
líderes :
Lideres como agentes de mudança
Líderes criando estratégias vencedoras:
Lideres agregando confiança
Líderes como exemplo integridade
Lideres respeitando diferenças
Líderes agindo e fazendo acontecer...
Líderes agregando e alinhando pessoas..
Lideres mostrando futuro MELHOR....
Conceito de grupo
• Grupo é um conjunto de pessoas com
objetivos comuns, em geral se reúnem por
afinidades. O respeito e os benefícios
psicológicos que os membros encontram,
em geral, produzem resultados de aceitáveis
a bons. No entanto este grupo não é uma
EQUIPE.
Quando um grupo pode ser considerado
uma equipe
• Equipe é um grupo que compreende seus
objetivos e está engajado em alcançá-los,
de forma compartilhada.
• A comunicação entre os membros é
verdadeira, opiniões divergentes são
estimuladas.
• A confiança é grande, assumem-se riscos.
GRUPO
• Junção de pessoas;
• Objetivos comuns;
• Centralização nos próprios objetivos.
ESTÁGIOS/ CURVA DE DESEMPENHO DE
GRUPO
• Katzenbach e Smith (1993) propõem a
Curva de Desempenho de Equipe, que
permite classificar os grupos de acordo com
seu modo de funcionamento em uma das
cinco posições:
1ª - Pseudo-equipe
• Este tipo de grupo pode definir um trabalho
a fazer, mas não se preocupa com o
desempenho coletivo, nem tenta
conseguí-lo. Prevalece a individualidade.
2ª - Grupo de trabalho
• Os membros desse grupo não vêem
nenhuma razão para se transformarem
numa equipe. Podem partilhar informações
entre si, porém responsabilidades,
objetivos e produtos pertencem a cada
indivíduo. Um grupo de trabalho pode ser
eficiente e efetivo, todavia não costuma
produzir desempenho coletivo ou de
equipe.
3ª - Equipe potencial
• Este grupo quer verdadeiramente
produzir um trabalho conjunto. Contudo,
os membros precisam de esclarecimento
e orientação sobre sua finalidade,
objetivos, produtos e/ou abordagem da
tarefa. Devem, ainda, assumir um
compromisso efetivo em relação ao
resultado grupal.
4ª - Equipe real
• Uma equipe real se compõe de pessoas
com habilidades complementares e
comprometidas umas com as outras
através de:
– missão comum,
– objetivos comuns e
– abordagem de trabalho bem definida.
• Além disso, os membros aprenderam a
confiar uns nos outros e assumem plena
responsabilidade por seu desempenho.
5ª - Equipe de elevado
desempenho
• Os seus membros estão profundamente
comprometidos com o crescimento pessoal de
cada um e o sucesso deles mesmos e dos
outros.
• Supera o desempenho de outras equipes e
consegue resultados muito além das
expectativas.
• Serve também como excelente modelo e
benchmark para equipes potenciais e reais.
Entretanto, é raro alcançar-se esse estágio
superior.
EQUIPE
• Junção de pessoas;
• Objetivos comuns;
• É caracterizada pela diferença na forma de
comportamento quando os mesmos se
juntam e se relacionam.
Equipe é...
um conjunto de pessoas com
elevada maturidade pessoal,
inteligência social e cultural, que
trabalham de forma
cooperativa
e interdependente,
compartilhando uma missão para
atingir objetivos definidos
Luciano Lannes
Cinco Desafios das equipes
1. Os membros confiam uns nos outros.
2. Eles se envolvem em conflitos de idéias sem
qualquer censura , porém, sem radicalismo.
3. Eles se comprometem com as decisões e planos de
ação.
4. Eles chamam uns aos outros à responsabilidade
quando alguma coisa não sai de acordo com seus
planos.
5. Eles se concentram na realização dos resultados
coletivos. ( E não somente os individuais)
Diferença entre grupo e equipe
Grupo Equipe
Trabalhar “sozinho” Trabalhar “Juntos”
Ênfase nas habilidades técnicas Ênfase nas habilidades
interdisciplinares (interpessoal)
Atividades e tarefas estritamente
definidas
Tarefas (habilidade e conhecimento
amplo)
Coordenadores determinam o
trabalho
Coordenadores e equipe
determinam e planejam juntos
Informações restritas ao
coordenador
Informações compartilhadas entre
todos
Recompensa no desempenho
individual
Recompensas individuais e de
equipe
Assumir riscos é desencorajado e
punido
Assumir riscos é encorajado
TIPOS DE EQUIPE
• Equipes permanentes e temporárias
• Equipes de Trabalho
• Equipes de Desenvolvimento
• Equipes de Solução de Problemas
• Equipes Autogerenciadas
• Equipes Multifuncionais
• Equipes Virtuais
Tipos de Equipe
• Equipes permanentes e temporárias – por
tempo de duração
• Equipes de Trabalho - executam tarefas que
devem ser realizadas para permitir a
efetividade da organização
• Equipes de Desenvolvimento - incrementam
a efetividade dos processos organizacionais
Tipos de Equipe
• Equipes de Solução de Problemas –
são as equipes quase sempre compostas
de 5 a 12 funcionários s, todos da mesma
área que se reúnem durante algumas
horas por semana para discutir a melhora
forma de melhorar a qualidade, eficiência
e ambiente de trabalho.
Tipos de Equipe
• Equipes Autogerenciais - são grupos de
funcionários, geralmente entre 10 a 15
pessoas.
Nesse tipo de composição de equipes
eles se envolvem, engajam no processo
de trabalho e assumem o planejamento,
cronograma, delegam tarefas aos
membros, exercem o controle e
implementação de ações para a resolução
de problemas.
Tipos de Equipe
As equipes de trabalho autogerenciadas
escolhem seus membros e avaliam o
desempenho uns dos outros.
A supervisão nesse tipo de composição gere
o desempenho alcançado e traça as
macroestratégias corporativas a serem
implementadas em sua área de negócios.
Esse tipo de composição dá autonomia para
as pessoas e as faz sentirem-se engajadas
com os resultados a serem atingidos.
Tipos de Equipe
• Equipes Multifuncionais - são equipes formadas
por funcionários do mesmo nível hierárquico, mas
de diferentes setores da organização, que se
unem para cumprir uma atividade.
Muitas organizações usam grupos horizontais e
de duração limitada.
Os comitês compostos por membros de diversas
áreas de negócios, são exemplo de equipes
multifuncionais.
Tipos de Equipe
• Equipes Virtuais- esse tipo de equipe usa a
tecnologia para reunir membros, fisicamente
distantes e permitir que eles atinjam um objetivo
comum.
Permitem que as pessoas se interajam,
colaborem on line, utilizando meios de
comunicação como redes internas e externas,
videoconferência ou correio eletrônico.
As equipes virtuais podem fazer tudo o que as
outras equipes fazem – compartilhar informações,
tomar decisões, realizar tarefas.
Tipos de Equipe
• Toda boa equipe tem boa Liderança. Para
conduzir uma equipe o Líder deve
Desenvolver estas Habilidades:
QUALIDADE DO LÍDER
CARISMA
“ Preocupe-se mais em fazer as outras pessoas se sentirem bem em
relação a elas mesmas do que em relação a você. “
Dan Reiland
PLANO DE MELHORIA
 Mude o seu foco. Observe a sua interação com as outras pessoas. Veja
quanto de sua conversa concentra-se em si próprio.
 Capriche na primeira impressão. Concentre-se nos interesses da outra
pessoa. Seja positivo.
 Compartilhe a si mesmo. Pense em como você poderá valorizar a vida
dos outros.
AÇÃO DIÁRIA
O segredo está na saudação e na despedida.
Dolley Madison
COMPROMETIMENTO
As pessoas não seguem líderes descompromissados. Horas de
trabalho, esforço em melhorar as suas habilidades e aquilo que você
faz em favor de seus colegas à custa de sacrifício pessoal, são
formas de gerar comprometimento.
PLANO DE MELHORIA
 O compromisso começa no coração.
 O comprometimento é provado pela ação. Falar é uma coisa. Fazer, é
outra.
 O comprometimento abre as portas da conquista. Qualquer coisa
que valha a pena necessita de comprometimento.
AÇÃO DIÁRIA
“ Lembre-se de que se você não treinar ao máximo a sua capacidade,
haverá alguém com a mesma habilidade que a sua e no dia em que
se enfrentaram, ele levará vantagem. “
Ed Macauley
COMUNICAÇÃO
Se um líder não é capaz de transmitir uma mensagem com clareza e
motivar os outros a agir de acordo com ela, então nem mesmo
importa ter uma mensagem.
PLANO DE MELHORIA
 Simplifique a sua mensagem. A comunicação não é só o que você
diz, mas como diz.
 Observe as pessoas. Os líderes sabem que é impossível
comunicar-se efetivamente sem saber algo sobre as pessoas.
 Apresente a verdade. A credibilidade precede os grandes
comunicadores. Acredite no que você diz.
AÇÃO DIÁRIA
“ Não permita que a importância de uma comunicação complique a
simplicidade dela.”
COMPETÊNCIA
A competência vai além das palavras. O líder deve aplicá-la de tal forma
que os demais reconheçam que ele está ciente de sua própria
competência e que os liderados desejam seguí-lo.
PLANO DE MELHORIA
 Esteja sempre pronto para agir. Pessoas altamente competentes
estão sempre um passo adiante..
AÇÃO DIÁRIA
“ Você é tão bom quanto seus padrões pessoais.
Quando foi a última vez que você deu o seu melhor na realização de uma
tarefa, mesmo sabendo de que ninguém além de você ficaria sabendo
disso ? “
John Maxell
CORAGEM
Uma pessoa com coragem é uma maioria. É a qualidade que garante
todas as outras.
PLANO DE MELHORIA
 .A coragem começa com uma batalha interior. Ela não é a
ausência de medo. É fazer o que se tem medo de fazer.
 A coragem de um líder inspira o comprometimento dos
seguidores.
Ela é contagiosa e inspiradora.
 O medo restringe um líder.
AÇÃO DIÁRIA
Um ato de coragem muitas vezes traz resultados positivos
inesperados.
DISCERNIMENTO
Líderes inteligentes acreditam em apenas metade do que ouvem.
Líderes perspicazes sabem em que metade devem acreditar.
PLANO DE MELHORIA
 Analise os sucessos passados. Veja que problemas você solucionou
com sucesso.
 Aprenda como os outros pensam. Quais os grandes líderes que você
admira ? Conheça-os melhor.
 Ouça seu coração. A intuição lhe dirá o que fazer.
AÇÃO DIÁRIA
Acredite no seu discernimento. Uma decisão orientada pelo
discernimento pode mudar o rumo de seu futuro. Os suíços
rejeitaram o relógio a quartzo e pagaram um alto preço pela sua
falta de discernimento.
FOCO
Se você perseguir dois coelhos ao mesmo tempo, ambos escaparão.
PLANO DE MELHORIA
 Priorize aquilo que você faz bem, calcule o tempo que investe
nisso e dedique 70% aos seus pontos fortes. Não conseguindo,
reavalie seu trabalho ou sua carreira.
 Delegue os seus pontos fracos. Identifique as atividades que você
não faz bem e delegue à outros.
 Crie um limite. Após avaliar suas prioridades, o que falta para você
alcançar o próximo nível em sua área de pontos fortes ? Sacrifícios
às vezes são necessários.
AÇÃO DIÁRIA
Um foco dividido sempre trabalhará contra você.
GENEROSIDADE
Nenhuma pessoa jamais foi honrada por algo que recebeu. A honra foi
a recompensa por algo que doou.
PLANO DE MELHORIA
 Doe alguma coisa. Descubra o tipo de domínio que os bens
exercem sobre você.
 Use o dinheiro para produzir. Ofereça recursos para os projetos que
causem impacto positivo na vida de outras pessoas. Produza algo
que sobreviva a você.
 Seja mentor de alguém. O bem maior que você pode doar aos
outros é você mesmo. Encontre alguém a quem possa servir.
Transforme-o num melhor líder.
AÇÃO DIÁRIA
“ Tudo o que não for doado é perdido. O que você está perdendo
atualmente por retê-lo ? “
Dominique Lapierre
INICIATIVA
Dentre todas as coisas que um líder deve temer, a complacência é a
que deveria encabeçar a lista.
PLANO DE MELHORIA
 Mude a sua mentalidade. Se você não tem iniciativa, reconheça
que o problema está em você.
 Não espere a oportunidade bater à sua porta. Você tem que
procurar por ela.
 Dê o próximo passo. Uma coisa é ver a oportunidade, outra é fazer
algo sobre isso.
AÇÃO DIÁRIA
“ Você terá que tomar medidas corajosas hoje para alcançar seu
potencial amanhã. “
Lester Wunderman
OUVIR
Um bom líder encoraja seus seguidores a lhe dizer o que ele precisa
saber e não o que deseja ouvir.
PLANO DE MELHORIA
 Mude a sua agenda. Você dedica tempo para ouvir as pessoas ?
 Reuna-se com as pessoas no ambiente delas. Descubra o que você
tem em comum com elas. Pergunte e identifique pontos comuns.
 Ouça as entrelinhas. Preste atenção ao conteúdo emocional que
estão nas entrelinhas. Ouça com o coração.
AÇÃO DIÁRIA
“ A única maneira de descobrir o que você está perdendo é começar a
ouvir. “
Theodore Roosevelt
PAIXÃO
Qualquer um pode ser negligente, mas uma vez que você se
compromete a fazer algo sério, esse algo entra no seu sangue a aí é
muito difícil alguém impedi-lo.
PLANO DE MELHORIA
 Examine a sua temperatura. Quanto de paixão você tem pelo vida e
pelo trabalho ?
 Volte à seu primeiro amor. Às vezes a vida nos afasta daquilo que
realmente nos estimula.
 Associe-se a pessoas com paixão. A união faz a força. A paixão é
contagiosa. Aproxime-se dos incendiários.
AÇÃO DIÁRIA
“ Devemos estar dispostos a pagar qualquer preço para fazer o que
imaginamos estar certo. “
Gen. Billy Mitchell
ATITUDE POSITIVA
A maior descoberta da nossa geração é que o ser humano pode
mudar sua vida alterando o seu modo de pensar.
PLANO DE MELHORIA
 Alimente-se com o alimento certo. Alimente-se de material
motivador. Quanto mais negativo você for mais tempo levará
para mudar sua atitude.
 Alcance objetivos diariamente. Estabeleça um padrão de
realizações positivas.
 Escreva isso num quadro. Lembretes ajudam a pensar certo.
AÇÃO DIÁRIA
“ Se a mente for forte, você poderá fazer tudo o que deseja.
Sua mente está condicionada para obter os pontos cruciais que estão
à sua frente. “
Chris Evert
SOLUÇÃO DE PROBLEMAS
O sucesso não é medido pelo nível de dificuldade do problema com o
qual se lida, mas sim por sua reincidência.
PLANO DE MELHORIA
 Procure problemas. Se você os tem evitado, procure-os e corrija-
os. Você só melhorará com a experiência que eles lhe
proporcionarão.
 Desenvolva um método. Saiba como atacá-los.
 Tenha bons solucionadores de problemas ao seu lado.
Complementar mutuamente os pontos fracos é importante.
AÇÃO DIÁRIA
“ Nunca permita que os outros coloquem obstáculos no caminho de
seus sonhos. “
Gene Tunney
RELACIONAMENTOS
As pessoas não se importam com quanto você sabe, até que saibam
quanto você se importa.
PLANO DE MELHORIA
 Melhore a sua disposição. Melhore a sua capacidade de
compreensão das pessoas.
 Fortaleça o seu coração. Você precisa tirar o foco de si mesmo.
 Corrija um relacionamento infeliz. Recupere relacionamentos que
fracassaram. Tome a iniciativa.
AÇÃO DIÁRIA
“ Nunca subestime o poder dos relacionamentos na vida das pessoas. “
Ernest Hemingway
RESPONSABILIDADE
O sucesso em qualquer escala importante exige que você aceite a
responsabilidade. Em última análise, a única qualidade que toda a
pessoa bem sucedida possui é a habilidade de assumir
responsabilidade.
PLANO DE MELHORIA
 Esteja atento às circunstâncias. Apesar de algumas situações
difíceis, é possível que a incapacidade de deliberar se deva a um
problema de persistência.
 Admita o que não está suficientemente bom. Procure não reduzir
seus padrões. Busque a excelência.
 Encontre ferramentas melhores. Faça o que for possível para se
tornar melhor naquilo que faz.
AÇÃO DIÁRIA
Raramente as pessoas percebem quão fracas são as suas
justificativas até ouvirem as de outras pessoas.
SEGURANÇA
Um homem nunca será um bom líder se desejar fazer tudo sozinho
ou receber todo o crédito por fazê-lo.
PLANO DE MELHORIA
 Conheça a si mesmo. Tome consciência de seus talentos e suas
deficiências. Não adote postura defensiva. Reflita sobre elas.
 Distribua créditos. Você será um líder eficiente transferindo
créditos e elogios aos demais.
 Peça ajuda. Se você não consegue superar sozinho os sentimentos
de insegurança, busque ajuda profissional.
AÇÃO DIÁRIA
“ Não há empecilho maior ao bom relacionamento com os outros do
que estar de mal consigo mesmo. Não deixe que a insegurança o
impeça de alcançar seu potencial. “
Honoré de Balzac
AUTODISCIPLINA
A primeira e a maior vitória é a conquista de si mesmo.
PLANO DE MELHORIA
 Organize as suas prioridades. Pense nas áreas de sua vida que
realmente são importantes. Que tipo de disciplina você precisa para
desenvolvê-las ?
 Relacione as razões. Use um tempo para relacionar os benefícios em
praticar essas ações que você acabou de anotar.
 Livre-se das desculpas. Anote cada razão por que você não foi capaz
de cumprir sua disciplina. Só a disciplina é capaz de permitir que
você obtenha o poder de realizar seus sonhos.
AÇÃO DIÁRIA
O melhor momento de se plantar uma árvore é 25 anos atrás...
O segundo melhor momento é hoje. Plante a árvore da autodisciplina
em sua vida hoje.
SER PRESTATIVO
O verdadeiro líder é prestativo. Nem sempre são notados e
reconhecidos por isso, mas estão sempre dispostos a pagar o preço
PLANO DE MELHORIA
 Realize pequenos atos. Encontre, hoje, maneiras de realizar
pequenas coisas que mostrem aos outros que você se importa com
eles “ .
 Aprenda a andar devagar pela multidão. Converse. Procure
conhecer as necessidades, os desejos e sonhos de cada uma.
 Mexa-se. Comece a servir motivado pela razão, e no final o seu
coração estará envolvido.
AÇÃO DIÁRIA
“ Se você deseja liderar no nível mais elevado, esteja disposto a
servir no mais baixo “.
Albert Schweitzer
EDUCABILIDADE
Calcule o seu tempo de ouvir e ler em dez vezes seu tempo da falar.
Isso lhe assegurará que está num contínuo caminho de aprendizado e
auto – aprimoramento .
PLANO DE MELHORIA
 Observe como você reage ao erro. Você admite os seu erros ?
Desculpa-se ? Fica na defensiva ? Observe-se e reflita a respeito.
 Tente fazer algo novo. Saia da sua rotina. Os desafios provocam
mudanças para melhor.
 Aprenda na área dos pontos fortes. Reforce a sua especialização. Não
se esgote naquilo que você domina.
AÇÃO DIÁRIA
“ Seja você um novato inexperiente ou um veterano bem sucedido, se
quer ser um campeão amanhã, seja educável hoje “.
Tuff Hedeman
VISÃO
O futuro pertence àqueles que vêem as possibilidades antes que se
tornem óbvias .
PLANO DE MELHORIA
 Faça uma auto – avaliação. Qual a visão que você tem da sua vida ? O
quanto você tem conversado e refletido sobre isso ?
 Anote. Coloque a sua visão no papel e avalie os pontos que merecem
o melhor de você. Então, persiga sua visão com tudo o que tiver.
 Avalie as suas emoções. O que faz você chorar ? Sonhar ? O que lhe
dá energia ?
AÇÃO DIÁRIA
Quando você procura no fundo de seu coração e de sua alma por uma
visão, o que você vê ?
Os 17 Princípios do Trabalho
em Equipe
John Maxwell
50
1- A LEI DO SIGNIFICADO
Você Não Pode Fazer Nada Sozinho!
A Crença de que uma única pessoa pode fazer algo
significativo é um mito
“Nada realmente de valor para a humanidade foi alcançado
por um indivíduo agindo sozinho. Observe debaixo da
superfície e descobrirá que todo ato aparentemente
individual foi na verdade esforço de equipe”.
• “Um é um número muito pequeno para se
alcançar a grandeza. Esta é a lei do
significado”.
51
2 - A LEI DA PERSPECTIVA GLOBAL
• A perspectiva global é a busca pelo bem comum. Um
mesmo objetivo compartilhado por todos.
• O objetivo é mais importante do que os papéis individuais.
• Cada membro da equipe desenvolve uma função, porém,
todos devem trabalhar em prol do objetivo do grupo.
• É função do líder visualizar o alvo primeiro e, então, ajudar
os demais vê-lo.
52
3- A LEI DO LUGAR CERTO
• As equipes alcançam objetivos relevantes, quando seus
membros estão devidamente nos lugares certos, desse modo,
maximizando suas potencialidades.
• Quando os membros realizam o que em melhor se adaptam
toda equipe sai ganhando.
• É desafio para o líder conhecer a sua equipe, ter visão da
situação atual e conhecer bem os membros de sua equipe.
53
Descubra primeiro o seu
lugar
1 CONHEÇA A SI MESMO, seu potencial, o que faz
bem, suas fraquezas. Peça para alguém avaliar a
sua liderança.
2 SEJA CONFIANTE. O poder e a competência são
destruídos pela insegurança.
3 CONFIE EM SEU LÍDER. Ele o ajudará a
conquistar seu desafio. Se não confia mude de
equipe.
54
Encaixe as pessoas em seus
devidos lugares
1 CONHEÇA A FUNDO SUA EQUIPE. O
potencial, a disposição de cada um, os
pontos fracos.
2 AVALIE QUEM É MELHOR ONDE. Faça isso
em função do todo e não apenas do
indivíduo.
3 DÊ OPORTUNIDADES. Todos devem ter
oportunidade uma vez que as condições são
atendidas.
4 FAÇA AVALIAÇÕES CONSTANTES e invista
no crescimento de quem se empenha.
55
4 - A LEI DO DESAFIO
PROPORCIONAL
Quanto maior o desafio, maior a
necessidade de se trabalhar em equipe e
com uma equipe maior e mais
especializada.
56
Como desenvolver a
equipe
1 Desenvolva cada membro da sua equipe
individualmente. Ajude-o a descobrir seu potencial
e a desenvolvê-lo.
Iniciante entusiasmado – precisa de orientação.
Aprendiz desiludido – precisa de treinamento.
Executor cauteloso – precisa de apoio.
Empreendedor auto-confiante – precisa de
responsabilidade.
57
2 Inclua pessoas que respondem
intensamente.
3 Adapte a sua forma de liderança à
circunstância.
4 Cuidado com aqueles que não querem
avançar. Se necessário substitua-os pelo
bem do Propósito.
5 Prepare-se para investir tempo e sem
paciente.
58
5 - A LEI DA CORRENTE
A força de uma equipe é determinada por
seu elo mais fraco. Na ocasião da pressão,
rompe primeiro aquele elo menos intenso,
comprometido, envolvido, treinado,
aliançado. Talvez aquele em quem você
menos investiu e mais presumiu. Não
presuma, invista!
59
6 - A LEI DO CATALISADOR
• Equipes vencedoras possuem discípulos que fazem as
coisas acontecerem.
• Uma equipe não se torna melhor por si mesma. A tendência
é que esmoreça.
• O caminho para o próximo nível é sempre com trabalho e
ladeira acima.
• Sem um catalisador a equipe perde o foco, sai do ritmo,
perde energia e deixa de ser unida.
• A partir disso, ficar na horizontal e por fim declinar rumo à
mediocridade é uma questão de tempo.
60
Características de um
catalisador
• Intuitivos. Percebem coisas que os outros
não vêem.
• Comunicativos. Sabem a diferença do
momento quando os demais membros da
equipe precisam de um empurrãozinho e um
pontapé.
• Apaixonados. Entusiasmo contagiante e se
necessário uma determinação furiosa.
• Talentosos. Dominaram a habilidade de
serem bem sucedidos em ganhar almas e
fazer discípulos.
61
• Criativos. Buscam continuamente um modo
inovador e mais frutífero de fazer as coisas.
• Responsáveis. “Se tem que acontecer, deixa
comigo”.
• Iniciadores. Sabem e têm prazer em “fazer as
coisas acontecerem”.
• Generosos. Dispostos a aplicar seus
recursos, tempo e abrir mão de ganhos para
o bem da equipe e do propósito.
• Influentes. São capazes de liderar e de levar
a equipe onde ninguém mais pode.
62
7 - A LEI DA BÚSSOLA
• Líderes apontam o caminho e
frequentemente são homens e mulheres de
vanguarda. Isto é, são aqueles que
primeiro avançam numa dada direção.
• Depois são seguidos por inúmeros outros
que começam a “fazer igual”.
63
8 - A LEI DO FERMENTO NA
MASSA
“ Atitudes ruins destroem o ânimo, trazem
desperdício e desagregam a equipe.
Talento pessoal é insuficiente para
conquistar o propósito de Deus. A unção
deve ser acompanhada com atitude.
64
9 - A LEI DA CONFIANÇA
“
Os membros de uma equipe devem poder contar
uns com os outros quando isso for importante. A
necessidade disso fica mais visível quando o risco
aumenta.
CARÁTER + COMPETÊNCIA +
ESTABILIDADE + COMPROMISSO +
COESÃO = CONFIABILIDADE
65
10 - A LEI DO PREÇO A PAGAR
A equipe deixa de alcançar seu potencial
quando não paga o preço.
Todo sonho requererá, esforço, trabalho e
investimento que muitas vezes significará
desconforto e perdas pessoais.
66
11-A LEI DO PLACAR
• É necessário periodicamente responder às
perguntas: Onde estamos? Estamos alcançando o
Propósito?
• A direção é esta? Ou é necessário corrigir nossa
rota?
• A equipe pode fazer ajustes quando sabe onde
está.
67
12 - A LEI DO SUBSTITUTO
Um líder titular fantástico simplesmente não
é suficiente se uma equipe deseja atingir
seu Propósito .
68
13 - A LEI DA IDENTIDADE
É preciso ter um chamado comum (a bússola), a
mesma visão, os mesmos valores e princípios de
orientação. Equipes com os objetivos comuns,
mas sem valores comuns experimentarão o caos.
É essa identidade clara que nos faz ser a
VIDEIRA.
69
14 -A LEI DA COMUNICAÇÃO
Quando a comunicação na equipe é boa, clara,
honesta e positiva produzirá uma interação
intensa e os avanços logo se seguirão. Ela afetará
os relacionamentos, a maneira como os membros
enfrentam conflitos e como tomam as decisões
mais importantes.
70
15 - A LEI DA VANTAGEM PELA LIDERANÇA
As pessoas determinam o potencial que uma
equipe tem; a visão determina a direção para
onde vão, mas a liderança faz toda a
diferença entre equipes igualmente
talentosas.
71
16 - A LEI DO MORAL ELEVADO
Antes de qualquer vitória as condições
reunidas de preparo, fé, confiança e
disposição para o sacrifício geram um moral
que dificilmente é vencido.
72
17 - A LEI DO GALARDÃO ( Recompensa)
Todo investimento produz algum retorno, mas o
mais elevado é o pagamento que recebemos
por ter investido em vidas.
73
Como investir em sua
equipe:
1 Tome a decisão inabalável de formar sua equipe
e ter seus discípulos.
2 Reúna a melhor equipe possível.
3 Pague o preço de investir e desenvolver a sua
equipe.
4 Faça coisas com a equipe, isso dará liga à
equipe.
5 Dê responsabilidades aos membros da equipe.
74
6 Destaque e valorize as vitórias de sua
equipe
7 Cheque se as pessoas que são alvo do
seu investimento têm correspondido a
ele.
8 Crie novas fronteiras com mais
oportunidades.
75
liderança
1. Seja Franco com a equipe
2. Tenha credibilidade: cumpra o que diz
3. Seja humilde, peça ajuda
4. Seja competente, confiante, confiável e
conheça o seu trabalho
5. Seja generoso, elogie.
Como apresentar um novo
membro.
• Quando chegar um novo elemento,
comemore as novas oportunidades de
novas idéias,
• não deixe que ele se apresente,
• ele deve ter um treinador,
• para pilotá-lo nas primeiras semanas
reúna todos e o apresente,
• peça para falar um pouco sobre si
mesmo mas o avise antes, para não ser
pego de surpresa.
IMPORTANCIA DO FEEDBACK
• Feedback é um processo de ajuda para
mudança de comportamento;
• é comunicação a uma pessoa, ou grupo, no
sentido de lhe fornecer-lhe informações sobre
como sua atuação está afetando outras
pessoas.
• Feedback eficaz ajuda o individuo ou grupo a
melhorar seu desempenho e assim alcançar
seus objetivos.
FEEDBACK DEVE SER.
• Descritivo ao invés de avaliativo.
• Específico ao invés de geral.
• Compatível com as necessidades, motivação de
ambos.
• Dirigido.
• Solicitado ao invés de imposto.
• Oportuno.
• Esclarecido para assegurar comunicação precisa.
POR QUE É DIFICIL RECEBER
FEEDBACK
• A questão de confiança em outra pessoa é critica
no trabalho.
• Receio do que a outra pessoa pensa a nosso
respeito.
• Podemos sentir que nossa independência esta
sendo violada.
• Quando percebemos que estamos contribuindo
para manter o problema, reagimos
defensivamente, paramos de ouvir, negamos a
validade, agredimos, apontamos erros.
Porque é difícil dar
feedback.
• Gostamos de dar conselhos, de desabafar, de
criticar, de avaliar comportamentos unilaterais, de
agredir e aliviar a tensão.
• Podemos temer as reações do outro e que o
feedback seja mal interpretado.
• Envolve emoções afetivas e sociais muito forte,
em termos de amizade, status, competência e
reconhecimento social.
• Devemos preparar as pessoas para receberem
psicologicamente feedback.
Como superar as
dificuldades.
• Estabelecer uma relação de confiança recíproca.
• Reconhecer que feedback é um processo de
exame conjunto.
• Aprender a ouvir, a receber feedback sem reações
emocionais intensas.
• Aprender a dar feedback de forma habilidosa, sem
conotações emocionais intensas.
• Todos nós precisamos de feedback positivo ou
negativo.
Benefícios do trabalho em
equipe
• Aumenta as chances de sucesso pela ajuda
mútua;
• Promove a criatividade;
• Constrói sinergia; 2+2=5;
• Cria atmosfera para resolver problemas;
• É gostoso, reduz tensões de trabalho e cria
espírito de equipe.
• Responde melhor aos desafios de mudanças.
PERIGOS.
• Sinergia negativa; 2+2=3;
• Excessiva independência; o time mal formado
pode mudar os objetivos previamente
estabelecidos;
• Tempo se a empresa não esta orientada para
trabalhos em equipe, muito tempo se perde para
criar o espírito de equipe, time;
• Tomada de decisão lenta e muito tempo gasto
para se chegar ao consenso.
FATORES QUE TEM ACELERADO A
NECESSIDADE DE TRABALHAR EM EQUIPE
• O sucesso do estilo gerencial japonês, que
enfatiza o envolvimento dos funcionários em todas
as fases do trabalho.
• A rejeição da nova geração á liderança autoritária.
• Mudanças rápidas na tecnologia, exigindo
respostas rápidas do time;e
• Ênfase na qualidade coorporativa, que requer
esforço do time.
LIDERANÇA E INFLUÊNCIA.
• Liderança é sua habilidade de inspirar as
pessoas a agirem. Significa conquistá-las por
inteiro: espírito, coração,mente, braços e
pernas...e ai esta a diferença entre poder e
autoridade. Quando você tem poder, as
pessoas fazem a sua vontade mesmo que
não desejem.
UM BOM LÍDER SERVE,
• EM VEZ DE SER SERVIDO.
• “Quem quer ser líder primeiro deve
servir”J.Cristo
• Seu papel é ajudar as pessoas de sua
equipe a ser o melhor que elas podem
ser. Se você dá a um time o que ele
precisa, ele também vai lhe dar o que
você precisa.
PODER
• Nada como o poder para revelar o caráter de
uma pessoa.
• O que fazem com seu poder?
• Guardadas as honrosas exceções, muitos o
utilizam para amenizar suas frustrações.
PODER
• A FACULDADE DE FORÇAR OU COAGIR ALGUÉM A FAZER
SUA VONTADE POR CAUSA DE SUA POSIÇÃO OU FORÇA,
MESMO QUE A PESSOA PREFERISSE NÃO FAZER.
• Sempre houve e sempre haverá pessoas
que se encantarão com as benesses do
poder e passarão a defender apenas o seu
lado.
Tipos de Poder
1. Legítimo de autoridade, atribuído pela
organização formal, fazendo parte da estrutura
hierárquica dos grupos sociais. Ex.: chefe-
subordinado, etc.
2. De Coerção refere-se a capacidade de
influenciar através da aplicação de sanções e
punições. Ex.: retirada de afeto, censuras, etc.
3. De Recompensa consiste na capacidade de
influenciar pela distribuição de compensações,
benefícios ou vantagens. Ex.: elogios, aumento
de interação e comunicação.
4. De Referência (de identificação ou “carismático”)
refere-se à relação psicológica de identificação com
um modelo. São as pessoas que utilizam apelos
emocionais para serem admiradas, tornando-se
modelos ou ídolos, seja no âmbito político, social,
religioso, etc.
5. De Conhecimento (de perito) baseado no
conhecimento, especialização em uma determinada
situação. Ex.: Peritos, especialistas, etc.
6. De Informação refere-se a influência devido a
retenção de informação ou ainda, a transmissão
parcial de informações aos demais.
AUTORIDADE
• Quando você tem autoridade, as
pessoas voluntariamente fazem a sua
vontade, por causa da sua influencia
pessoal. Isso é que faz de você um
grande líder.
Principais traços de personalidade dos
chefes.
1. Controlador. Não confia em ninguém.Quer
ter a primeira e ultima palavra sobre tudo e
todos.
2. Dominador. Não tem noção do que seja
liderar. Ser chefe significa impor sua
vontade, dar ordens e exigir obediência.
3. Inflexível. Não admite erros não muda de
opiniões ou de conduta, salvo por decisão
própria.
4. Obscuro. Não consegue instruir seus
subordinados com clareza a respeito de como na
prática resolver tarefas, não tem interesse de
fazer isso.
5. Agressivo.Não tem controle sobre suas
energias, diante de um superior torna-se
cordeirinho.
6. Teimoso. É pouco receptivo á influência, não dá
o braço a torcer _ “eu prefiro deste jeito e assim
que vai ser”.
7. Autoritário. Dificilmente pede alguma coisa, só
manda. Faca isso, venha cá, me traga aquilo.
8. Manipulador. Utiliza para seus objetivos
individuais, as pessoas sobre as quais exerce
autoridade.
9. Poderoso. O chefe brutal sempre tem algum tipo
de poder concedido pela empresa, quanto maior
mais perigoso.É perverso e destruidor.
10. Sem graça. É desprovido de senso de humor,
não entende e nem admite alguma brincadeira, se
brinca é para humilhar, diminuir ou chamar a
atenção para suas fraquezas.
11. Insensível. Não se interessa pela vida
dos seus subordinados, não é solidário não
tem consideração com as pessoas.
12. Não sabe ouvir. Tudo o que interessa é a
sua própria voz.
13. Inseguro. Esta sempre desconfiado e na
defensiva. Pronto para represálias.
14. Desagregador. Não quer um time unido,
isso não lhe convém , pois pode ser
perigoso e se voltar contra ele.
15. Mal resolvido. Dá sinais forte de uma
pessoa que vive mal consigo mesma, não é
feliz. Seu grau de autoconhecimento é zero.
CARATER
• O desenvolvimento da liderança
significa o desenvolvimento do caráter.
Não há seres humanos prontos. Há
seres humanos sempre em formação.
Você faz inúmeras escolhas sobre
caráter diariamente.
• E São estas escolhas que determinam
a pessoa que você esta se tornando.
Isso exige um trabalho duro. Cada um
de nós pode virar um santo ou um
demônio a cada dia.
UM BOM CARATER FAZ UM BOM LÍDER.
• Liderança não é o que você faz, é o que
você é. Liderança tem a ver com caráter:
99% das falhas da liderança são falhas de
caráter.
• E o que é caráter? É o seu compromisso
de fazer o melhor, mesmo quando você
não deseja.
Bibliografia
• As 17 Leis Incontestáveis do Trabalho em Equipe – John
Maxwell – Editora – Mundo Cristão

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Trabalho_em_Equipe.pptx

Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacionalLiderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
pcm1nd
 
manual_gestao_de_equipas- ufcd 7844.pptx
manual_gestao_de_equipas- ufcd 7844.pptxmanual_gestao_de_equipas- ufcd 7844.pptx
manual_gestao_de_equipas- ufcd 7844.pptx
Raquel Peixoto
 
Trabalho de psico grupo e equipe
Trabalho de psico grupo e equipeTrabalho de psico grupo e equipe
Trabalho de psico grupo e equipe
Ligia Coppetti
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
Celso Frederico Lago
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
Celso Frederico Lago
 
Trabalho em-equipe
Trabalho em-equipeTrabalho em-equipe
Trabalho em-equipe
Adryel Wellyngton
 
2016 fev 19_ palestra_equipe_metacompetente
2016 fev 19_ palestra_equipe_metacompetente2016 fev 19_ palestra_equipe_metacompetente
2016 fev 19_ palestra_equipe_metacompetente
Sandra Marques
 
Grupos e Equipes
Grupos e EquipesGrupos e Equipes
Grupos e Equipes
JOSUE DIAS
 
Equipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceEquipes de Alta Performance
Equipes de Alta Performance
Grupo E. Fabris
 
Trabalho em Equipe.pptx
Trabalho em Equipe.pptxTrabalho em Equipe.pptx
Trabalho em Equipe.pptx
HenriqueLacerdaNiedd
 
Apresentação tema trabalho em equipe
Apresentação tema trabalho em equipeApresentação tema trabalho em equipe
Apresentação tema trabalho em equipe
Renan Kaltenegger
 
Gestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v finalGestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v final
Paulo Santos
 
O que é trabalho em grupo
O que é trabalho em grupoO que é trabalho em grupo
O que é trabalho em grupo
Marcelo Ribas
 
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAISANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
Rutileia Feliciano
 
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAISANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
Rutileia Feliciano
 
Aula 01 trabalho em equipe
Aula 01   trabalho em equipeAula 01   trabalho em equipe
Aula 01 trabalho em equipe
EDJANIORODRIGUESOLIV
 
Equipes de Alta Performance - Atividade de preparação + EQ - 2014A
Equipes de Alta Performance - Atividade de preparação + EQ - 2014AEquipes de Alta Performance - Atividade de preparação + EQ - 2014A
Equipes de Alta Performance - Atividade de preparação + EQ - 2014A
Sustentare Escola de Negócios
 
Palestra equipe metacompetente
Palestra equipe metacompetentePalestra equipe metacompetente
Palestra equipe metacompetente
Sandra Marques
 
Trabalho em Equipe - definição de Equipe, Grupo e Time.pptx
Trabalho em Equipe - definição de Equipe, Grupo e Time.pptxTrabalho em Equipe - definição de Equipe, Grupo e Time.pptx
Trabalho em Equipe - definição de Equipe, Grupo e Time.pptx
EmilyAlves57
 
Treinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em EquipeTreinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em Equipe
Vinicius Souza
 

Semelhante a Trabalho_em_Equipe.pptx (20)

Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacionalLiderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
 
manual_gestao_de_equipas- ufcd 7844.pptx
manual_gestao_de_equipas- ufcd 7844.pptxmanual_gestao_de_equipas- ufcd 7844.pptx
manual_gestao_de_equipas- ufcd 7844.pptx
 
Trabalho de psico grupo e equipe
Trabalho de psico grupo e equipeTrabalho de psico grupo e equipe
Trabalho de psico grupo e equipe
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Trabalho em-equipe
Trabalho em-equipeTrabalho em-equipe
Trabalho em-equipe
 
2016 fev 19_ palestra_equipe_metacompetente
2016 fev 19_ palestra_equipe_metacompetente2016 fev 19_ palestra_equipe_metacompetente
2016 fev 19_ palestra_equipe_metacompetente
 
Grupos e Equipes
Grupos e EquipesGrupos e Equipes
Grupos e Equipes
 
Equipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceEquipes de Alta Performance
Equipes de Alta Performance
 
Trabalho em Equipe.pptx
Trabalho em Equipe.pptxTrabalho em Equipe.pptx
Trabalho em Equipe.pptx
 
Apresentação tema trabalho em equipe
Apresentação tema trabalho em equipeApresentação tema trabalho em equipe
Apresentação tema trabalho em equipe
 
Gestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v finalGestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v final
 
O que é trabalho em grupo
O que é trabalho em grupoO que é trabalho em grupo
O que é trabalho em grupo
 
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAISANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
 
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAISANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROFISSIONAIS
 
Aula 01 trabalho em equipe
Aula 01   trabalho em equipeAula 01   trabalho em equipe
Aula 01 trabalho em equipe
 
Equipes de Alta Performance - Atividade de preparação + EQ - 2014A
Equipes de Alta Performance - Atividade de preparação + EQ - 2014AEquipes de Alta Performance - Atividade de preparação + EQ - 2014A
Equipes de Alta Performance - Atividade de preparação + EQ - 2014A
 
Palestra equipe metacompetente
Palestra equipe metacompetentePalestra equipe metacompetente
Palestra equipe metacompetente
 
Trabalho em Equipe - definição de Equipe, Grupo e Time.pptx
Trabalho em Equipe - definição de Equipe, Grupo e Time.pptxTrabalho em Equipe - definição de Equipe, Grupo e Time.pptx
Trabalho em Equipe - definição de Equipe, Grupo e Time.pptx
 
Treinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em EquipeTreinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em Equipe
 

Trabalho_em_Equipe.pptx

  • 1. Trabalho em Equipe Gestão de Pessoas e desenvolvimento de Lideranças- segundo semestre 2015 Prof. Gilberto Pedroni
  • 3. Premissas Básicas do Trabalho em Equipe • Visão compartilhada, integridade individual e organizacional, a cultura de excelência, a cooperação, a comunicação e a possibilidade de crescimento pessoal passam, obrigatoriamente, pela saúde de uma equipe.
  • 4. • É impossível pregar valores se a experiência dentro das equipes e entre elas estiver cheia de ciúmes, rivalidades exacerbadas e egos exaltados. • É na equipe de deve ser estruturado um trabalho verdadeiramente prazeroso e produtivo. • O auto-respeito e o respeito pelos outros precisam ser desenvolvidos e o melhor lugar para isto é na equipe.
  • 5. • A essência do trabalho em equipe está no entendimento da dinâmica dos relacionamentos humanos. • Se estamos bem resolvidos interiormente teremos mais condições de sermos mais compreensivos, ouviremos melhor aceitaremos melhor e perdoar se tornará um hábito.
  • 6. Premissas Básicas • Uma empresa que é berço de talentos tem nos seus gerentes/lideres as figuras centrais para alinhar, engajar e avaliar seus profissionais. • O alinhamento significa dizer que todos sabem para onde a empresa esta indo e o que cada um precisa fazer para a companhia chegar lá.
  • 7. O que se espera dos novos líderes : Lideres como agentes de mudança Líderes criando estratégias vencedoras: Lideres agregando confiança Líderes como exemplo integridade Lideres respeitando diferenças Líderes agindo e fazendo acontecer... Líderes agregando e alinhando pessoas.. Lideres mostrando futuro MELHOR....
  • 8. Conceito de grupo • Grupo é um conjunto de pessoas com objetivos comuns, em geral se reúnem por afinidades. O respeito e os benefícios psicológicos que os membros encontram, em geral, produzem resultados de aceitáveis a bons. No entanto este grupo não é uma EQUIPE.
  • 9. Quando um grupo pode ser considerado uma equipe • Equipe é um grupo que compreende seus objetivos e está engajado em alcançá-los, de forma compartilhada. • A comunicação entre os membros é verdadeira, opiniões divergentes são estimuladas. • A confiança é grande, assumem-se riscos.
  • 10. GRUPO • Junção de pessoas; • Objetivos comuns; • Centralização nos próprios objetivos.
  • 11. ESTÁGIOS/ CURVA DE DESEMPENHO DE GRUPO • Katzenbach e Smith (1993) propõem a Curva de Desempenho de Equipe, que permite classificar os grupos de acordo com seu modo de funcionamento em uma das cinco posições:
  • 12. 1ª - Pseudo-equipe • Este tipo de grupo pode definir um trabalho a fazer, mas não se preocupa com o desempenho coletivo, nem tenta conseguí-lo. Prevalece a individualidade.
  • 13. 2ª - Grupo de trabalho • Os membros desse grupo não vêem nenhuma razão para se transformarem numa equipe. Podem partilhar informações entre si, porém responsabilidades, objetivos e produtos pertencem a cada indivíduo. Um grupo de trabalho pode ser eficiente e efetivo, todavia não costuma produzir desempenho coletivo ou de equipe.
  • 14. 3ª - Equipe potencial • Este grupo quer verdadeiramente produzir um trabalho conjunto. Contudo, os membros precisam de esclarecimento e orientação sobre sua finalidade, objetivos, produtos e/ou abordagem da tarefa. Devem, ainda, assumir um compromisso efetivo em relação ao resultado grupal.
  • 15. 4ª - Equipe real • Uma equipe real se compõe de pessoas com habilidades complementares e comprometidas umas com as outras através de: – missão comum, – objetivos comuns e – abordagem de trabalho bem definida. • Além disso, os membros aprenderam a confiar uns nos outros e assumem plena responsabilidade por seu desempenho.
  • 16. 5ª - Equipe de elevado desempenho • Os seus membros estão profundamente comprometidos com o crescimento pessoal de cada um e o sucesso deles mesmos e dos outros. • Supera o desempenho de outras equipes e consegue resultados muito além das expectativas. • Serve também como excelente modelo e benchmark para equipes potenciais e reais. Entretanto, é raro alcançar-se esse estágio superior.
  • 17. EQUIPE • Junção de pessoas; • Objetivos comuns; • É caracterizada pela diferença na forma de comportamento quando os mesmos se juntam e se relacionam.
  • 18. Equipe é... um conjunto de pessoas com elevada maturidade pessoal, inteligência social e cultural, que trabalham de forma cooperativa e interdependente, compartilhando uma missão para atingir objetivos definidos Luciano Lannes
  • 19. Cinco Desafios das equipes 1. Os membros confiam uns nos outros. 2. Eles se envolvem em conflitos de idéias sem qualquer censura , porém, sem radicalismo. 3. Eles se comprometem com as decisões e planos de ação. 4. Eles chamam uns aos outros à responsabilidade quando alguma coisa não sai de acordo com seus planos. 5. Eles se concentram na realização dos resultados coletivos. ( E não somente os individuais)
  • 20. Diferença entre grupo e equipe Grupo Equipe Trabalhar “sozinho” Trabalhar “Juntos” Ênfase nas habilidades técnicas Ênfase nas habilidades interdisciplinares (interpessoal) Atividades e tarefas estritamente definidas Tarefas (habilidade e conhecimento amplo) Coordenadores determinam o trabalho Coordenadores e equipe determinam e planejam juntos Informações restritas ao coordenador Informações compartilhadas entre todos Recompensa no desempenho individual Recompensas individuais e de equipe Assumir riscos é desencorajado e punido Assumir riscos é encorajado
  • 22. • Equipes permanentes e temporárias • Equipes de Trabalho • Equipes de Desenvolvimento • Equipes de Solução de Problemas • Equipes Autogerenciadas • Equipes Multifuncionais • Equipes Virtuais Tipos de Equipe
  • 23. • Equipes permanentes e temporárias – por tempo de duração • Equipes de Trabalho - executam tarefas que devem ser realizadas para permitir a efetividade da organização • Equipes de Desenvolvimento - incrementam a efetividade dos processos organizacionais Tipos de Equipe
  • 24. • Equipes de Solução de Problemas – são as equipes quase sempre compostas de 5 a 12 funcionários s, todos da mesma área que se reúnem durante algumas horas por semana para discutir a melhora forma de melhorar a qualidade, eficiência e ambiente de trabalho. Tipos de Equipe
  • 25. • Equipes Autogerenciais - são grupos de funcionários, geralmente entre 10 a 15 pessoas. Nesse tipo de composição de equipes eles se envolvem, engajam no processo de trabalho e assumem o planejamento, cronograma, delegam tarefas aos membros, exercem o controle e implementação de ações para a resolução de problemas. Tipos de Equipe
  • 26. As equipes de trabalho autogerenciadas escolhem seus membros e avaliam o desempenho uns dos outros. A supervisão nesse tipo de composição gere o desempenho alcançado e traça as macroestratégias corporativas a serem implementadas em sua área de negócios. Esse tipo de composição dá autonomia para as pessoas e as faz sentirem-se engajadas com os resultados a serem atingidos. Tipos de Equipe
  • 27. • Equipes Multifuncionais - são equipes formadas por funcionários do mesmo nível hierárquico, mas de diferentes setores da organização, que se unem para cumprir uma atividade. Muitas organizações usam grupos horizontais e de duração limitada. Os comitês compostos por membros de diversas áreas de negócios, são exemplo de equipes multifuncionais. Tipos de Equipe
  • 28. • Equipes Virtuais- esse tipo de equipe usa a tecnologia para reunir membros, fisicamente distantes e permitir que eles atinjam um objetivo comum. Permitem que as pessoas se interajam, colaborem on line, utilizando meios de comunicação como redes internas e externas, videoconferência ou correio eletrônico. As equipes virtuais podem fazer tudo o que as outras equipes fazem – compartilhar informações, tomar decisões, realizar tarefas. Tipos de Equipe
  • 29. • Toda boa equipe tem boa Liderança. Para conduzir uma equipe o Líder deve Desenvolver estas Habilidades:
  • 30. QUALIDADE DO LÍDER CARISMA “ Preocupe-se mais em fazer as outras pessoas se sentirem bem em relação a elas mesmas do que em relação a você. “ Dan Reiland PLANO DE MELHORIA  Mude o seu foco. Observe a sua interação com as outras pessoas. Veja quanto de sua conversa concentra-se em si próprio.  Capriche na primeira impressão. Concentre-se nos interesses da outra pessoa. Seja positivo.  Compartilhe a si mesmo. Pense em como você poderá valorizar a vida dos outros. AÇÃO DIÁRIA O segredo está na saudação e na despedida. Dolley Madison
  • 31. COMPROMETIMENTO As pessoas não seguem líderes descompromissados. Horas de trabalho, esforço em melhorar as suas habilidades e aquilo que você faz em favor de seus colegas à custa de sacrifício pessoal, são formas de gerar comprometimento. PLANO DE MELHORIA  O compromisso começa no coração.  O comprometimento é provado pela ação. Falar é uma coisa. Fazer, é outra.  O comprometimento abre as portas da conquista. Qualquer coisa que valha a pena necessita de comprometimento. AÇÃO DIÁRIA “ Lembre-se de que se você não treinar ao máximo a sua capacidade, haverá alguém com a mesma habilidade que a sua e no dia em que se enfrentaram, ele levará vantagem. “ Ed Macauley
  • 32. COMUNICAÇÃO Se um líder não é capaz de transmitir uma mensagem com clareza e motivar os outros a agir de acordo com ela, então nem mesmo importa ter uma mensagem. PLANO DE MELHORIA  Simplifique a sua mensagem. A comunicação não é só o que você diz, mas como diz.  Observe as pessoas. Os líderes sabem que é impossível comunicar-se efetivamente sem saber algo sobre as pessoas.  Apresente a verdade. A credibilidade precede os grandes comunicadores. Acredite no que você diz. AÇÃO DIÁRIA “ Não permita que a importância de uma comunicação complique a simplicidade dela.”
  • 33. COMPETÊNCIA A competência vai além das palavras. O líder deve aplicá-la de tal forma que os demais reconheçam que ele está ciente de sua própria competência e que os liderados desejam seguí-lo. PLANO DE MELHORIA  Esteja sempre pronto para agir. Pessoas altamente competentes estão sempre um passo adiante.. AÇÃO DIÁRIA “ Você é tão bom quanto seus padrões pessoais. Quando foi a última vez que você deu o seu melhor na realização de uma tarefa, mesmo sabendo de que ninguém além de você ficaria sabendo disso ? “ John Maxell
  • 34. CORAGEM Uma pessoa com coragem é uma maioria. É a qualidade que garante todas as outras. PLANO DE MELHORIA  .A coragem começa com uma batalha interior. Ela não é a ausência de medo. É fazer o que se tem medo de fazer.  A coragem de um líder inspira o comprometimento dos seguidores. Ela é contagiosa e inspiradora.  O medo restringe um líder. AÇÃO DIÁRIA Um ato de coragem muitas vezes traz resultados positivos inesperados.
  • 35. DISCERNIMENTO Líderes inteligentes acreditam em apenas metade do que ouvem. Líderes perspicazes sabem em que metade devem acreditar. PLANO DE MELHORIA  Analise os sucessos passados. Veja que problemas você solucionou com sucesso.  Aprenda como os outros pensam. Quais os grandes líderes que você admira ? Conheça-os melhor.  Ouça seu coração. A intuição lhe dirá o que fazer. AÇÃO DIÁRIA Acredite no seu discernimento. Uma decisão orientada pelo discernimento pode mudar o rumo de seu futuro. Os suíços rejeitaram o relógio a quartzo e pagaram um alto preço pela sua falta de discernimento.
  • 36. FOCO Se você perseguir dois coelhos ao mesmo tempo, ambos escaparão. PLANO DE MELHORIA  Priorize aquilo que você faz bem, calcule o tempo que investe nisso e dedique 70% aos seus pontos fortes. Não conseguindo, reavalie seu trabalho ou sua carreira.  Delegue os seus pontos fracos. Identifique as atividades que você não faz bem e delegue à outros.  Crie um limite. Após avaliar suas prioridades, o que falta para você alcançar o próximo nível em sua área de pontos fortes ? Sacrifícios às vezes são necessários. AÇÃO DIÁRIA Um foco dividido sempre trabalhará contra você.
  • 37. GENEROSIDADE Nenhuma pessoa jamais foi honrada por algo que recebeu. A honra foi a recompensa por algo que doou. PLANO DE MELHORIA  Doe alguma coisa. Descubra o tipo de domínio que os bens exercem sobre você.  Use o dinheiro para produzir. Ofereça recursos para os projetos que causem impacto positivo na vida de outras pessoas. Produza algo que sobreviva a você.  Seja mentor de alguém. O bem maior que você pode doar aos outros é você mesmo. Encontre alguém a quem possa servir. Transforme-o num melhor líder. AÇÃO DIÁRIA “ Tudo o que não for doado é perdido. O que você está perdendo atualmente por retê-lo ? “ Dominique Lapierre
  • 38. INICIATIVA Dentre todas as coisas que um líder deve temer, a complacência é a que deveria encabeçar a lista. PLANO DE MELHORIA  Mude a sua mentalidade. Se você não tem iniciativa, reconheça que o problema está em você.  Não espere a oportunidade bater à sua porta. Você tem que procurar por ela.  Dê o próximo passo. Uma coisa é ver a oportunidade, outra é fazer algo sobre isso. AÇÃO DIÁRIA “ Você terá que tomar medidas corajosas hoje para alcançar seu potencial amanhã. “ Lester Wunderman
  • 39. OUVIR Um bom líder encoraja seus seguidores a lhe dizer o que ele precisa saber e não o que deseja ouvir. PLANO DE MELHORIA  Mude a sua agenda. Você dedica tempo para ouvir as pessoas ?  Reuna-se com as pessoas no ambiente delas. Descubra o que você tem em comum com elas. Pergunte e identifique pontos comuns.  Ouça as entrelinhas. Preste atenção ao conteúdo emocional que estão nas entrelinhas. Ouça com o coração. AÇÃO DIÁRIA “ A única maneira de descobrir o que você está perdendo é começar a ouvir. “ Theodore Roosevelt
  • 40. PAIXÃO Qualquer um pode ser negligente, mas uma vez que você se compromete a fazer algo sério, esse algo entra no seu sangue a aí é muito difícil alguém impedi-lo. PLANO DE MELHORIA  Examine a sua temperatura. Quanto de paixão você tem pelo vida e pelo trabalho ?  Volte à seu primeiro amor. Às vezes a vida nos afasta daquilo que realmente nos estimula.  Associe-se a pessoas com paixão. A união faz a força. A paixão é contagiosa. Aproxime-se dos incendiários. AÇÃO DIÁRIA “ Devemos estar dispostos a pagar qualquer preço para fazer o que imaginamos estar certo. “ Gen. Billy Mitchell
  • 41. ATITUDE POSITIVA A maior descoberta da nossa geração é que o ser humano pode mudar sua vida alterando o seu modo de pensar. PLANO DE MELHORIA  Alimente-se com o alimento certo. Alimente-se de material motivador. Quanto mais negativo você for mais tempo levará para mudar sua atitude.  Alcance objetivos diariamente. Estabeleça um padrão de realizações positivas.  Escreva isso num quadro. Lembretes ajudam a pensar certo. AÇÃO DIÁRIA “ Se a mente for forte, você poderá fazer tudo o que deseja. Sua mente está condicionada para obter os pontos cruciais que estão à sua frente. “ Chris Evert
  • 42. SOLUÇÃO DE PROBLEMAS O sucesso não é medido pelo nível de dificuldade do problema com o qual se lida, mas sim por sua reincidência. PLANO DE MELHORIA  Procure problemas. Se você os tem evitado, procure-os e corrija- os. Você só melhorará com a experiência que eles lhe proporcionarão.  Desenvolva um método. Saiba como atacá-los.  Tenha bons solucionadores de problemas ao seu lado. Complementar mutuamente os pontos fracos é importante. AÇÃO DIÁRIA “ Nunca permita que os outros coloquem obstáculos no caminho de seus sonhos. “ Gene Tunney
  • 43. RELACIONAMENTOS As pessoas não se importam com quanto você sabe, até que saibam quanto você se importa. PLANO DE MELHORIA  Melhore a sua disposição. Melhore a sua capacidade de compreensão das pessoas.  Fortaleça o seu coração. Você precisa tirar o foco de si mesmo.  Corrija um relacionamento infeliz. Recupere relacionamentos que fracassaram. Tome a iniciativa. AÇÃO DIÁRIA “ Nunca subestime o poder dos relacionamentos na vida das pessoas. “ Ernest Hemingway
  • 44. RESPONSABILIDADE O sucesso em qualquer escala importante exige que você aceite a responsabilidade. Em última análise, a única qualidade que toda a pessoa bem sucedida possui é a habilidade de assumir responsabilidade. PLANO DE MELHORIA  Esteja atento às circunstâncias. Apesar de algumas situações difíceis, é possível que a incapacidade de deliberar se deva a um problema de persistência.  Admita o que não está suficientemente bom. Procure não reduzir seus padrões. Busque a excelência.  Encontre ferramentas melhores. Faça o que for possível para se tornar melhor naquilo que faz. AÇÃO DIÁRIA Raramente as pessoas percebem quão fracas são as suas justificativas até ouvirem as de outras pessoas.
  • 45. SEGURANÇA Um homem nunca será um bom líder se desejar fazer tudo sozinho ou receber todo o crédito por fazê-lo. PLANO DE MELHORIA  Conheça a si mesmo. Tome consciência de seus talentos e suas deficiências. Não adote postura defensiva. Reflita sobre elas.  Distribua créditos. Você será um líder eficiente transferindo créditos e elogios aos demais.  Peça ajuda. Se você não consegue superar sozinho os sentimentos de insegurança, busque ajuda profissional. AÇÃO DIÁRIA “ Não há empecilho maior ao bom relacionamento com os outros do que estar de mal consigo mesmo. Não deixe que a insegurança o impeça de alcançar seu potencial. “ Honoré de Balzac
  • 46. AUTODISCIPLINA A primeira e a maior vitória é a conquista de si mesmo. PLANO DE MELHORIA  Organize as suas prioridades. Pense nas áreas de sua vida que realmente são importantes. Que tipo de disciplina você precisa para desenvolvê-las ?  Relacione as razões. Use um tempo para relacionar os benefícios em praticar essas ações que você acabou de anotar.  Livre-se das desculpas. Anote cada razão por que você não foi capaz de cumprir sua disciplina. Só a disciplina é capaz de permitir que você obtenha o poder de realizar seus sonhos. AÇÃO DIÁRIA O melhor momento de se plantar uma árvore é 25 anos atrás... O segundo melhor momento é hoje. Plante a árvore da autodisciplina em sua vida hoje.
  • 47. SER PRESTATIVO O verdadeiro líder é prestativo. Nem sempre são notados e reconhecidos por isso, mas estão sempre dispostos a pagar o preço PLANO DE MELHORIA  Realize pequenos atos. Encontre, hoje, maneiras de realizar pequenas coisas que mostrem aos outros que você se importa com eles “ .  Aprenda a andar devagar pela multidão. Converse. Procure conhecer as necessidades, os desejos e sonhos de cada uma.  Mexa-se. Comece a servir motivado pela razão, e no final o seu coração estará envolvido. AÇÃO DIÁRIA “ Se você deseja liderar no nível mais elevado, esteja disposto a servir no mais baixo “. Albert Schweitzer
  • 48. EDUCABILIDADE Calcule o seu tempo de ouvir e ler em dez vezes seu tempo da falar. Isso lhe assegurará que está num contínuo caminho de aprendizado e auto – aprimoramento . PLANO DE MELHORIA  Observe como você reage ao erro. Você admite os seu erros ? Desculpa-se ? Fica na defensiva ? Observe-se e reflita a respeito.  Tente fazer algo novo. Saia da sua rotina. Os desafios provocam mudanças para melhor.  Aprenda na área dos pontos fortes. Reforce a sua especialização. Não se esgote naquilo que você domina. AÇÃO DIÁRIA “ Seja você um novato inexperiente ou um veterano bem sucedido, se quer ser um campeão amanhã, seja educável hoje “. Tuff Hedeman
  • 49. VISÃO O futuro pertence àqueles que vêem as possibilidades antes que se tornem óbvias . PLANO DE MELHORIA  Faça uma auto – avaliação. Qual a visão que você tem da sua vida ? O quanto você tem conversado e refletido sobre isso ?  Anote. Coloque a sua visão no papel e avalie os pontos que merecem o melhor de você. Então, persiga sua visão com tudo o que tiver.  Avalie as suas emoções. O que faz você chorar ? Sonhar ? O que lhe dá energia ? AÇÃO DIÁRIA Quando você procura no fundo de seu coração e de sua alma por uma visão, o que você vê ?
  • 50. Os 17 Princípios do Trabalho em Equipe John Maxwell 50
  • 51. 1- A LEI DO SIGNIFICADO Você Não Pode Fazer Nada Sozinho! A Crença de que uma única pessoa pode fazer algo significativo é um mito “Nada realmente de valor para a humanidade foi alcançado por um indivíduo agindo sozinho. Observe debaixo da superfície e descobrirá que todo ato aparentemente individual foi na verdade esforço de equipe”. • “Um é um número muito pequeno para se alcançar a grandeza. Esta é a lei do significado”. 51
  • 52. 2 - A LEI DA PERSPECTIVA GLOBAL • A perspectiva global é a busca pelo bem comum. Um mesmo objetivo compartilhado por todos. • O objetivo é mais importante do que os papéis individuais. • Cada membro da equipe desenvolve uma função, porém, todos devem trabalhar em prol do objetivo do grupo. • É função do líder visualizar o alvo primeiro e, então, ajudar os demais vê-lo. 52
  • 53. 3- A LEI DO LUGAR CERTO • As equipes alcançam objetivos relevantes, quando seus membros estão devidamente nos lugares certos, desse modo, maximizando suas potencialidades. • Quando os membros realizam o que em melhor se adaptam toda equipe sai ganhando. • É desafio para o líder conhecer a sua equipe, ter visão da situação atual e conhecer bem os membros de sua equipe. 53
  • 54. Descubra primeiro o seu lugar 1 CONHEÇA A SI MESMO, seu potencial, o que faz bem, suas fraquezas. Peça para alguém avaliar a sua liderança. 2 SEJA CONFIANTE. O poder e a competência são destruídos pela insegurança. 3 CONFIE EM SEU LÍDER. Ele o ajudará a conquistar seu desafio. Se não confia mude de equipe. 54
  • 55. Encaixe as pessoas em seus devidos lugares 1 CONHEÇA A FUNDO SUA EQUIPE. O potencial, a disposição de cada um, os pontos fracos. 2 AVALIE QUEM É MELHOR ONDE. Faça isso em função do todo e não apenas do indivíduo. 3 DÊ OPORTUNIDADES. Todos devem ter oportunidade uma vez que as condições são atendidas. 4 FAÇA AVALIAÇÕES CONSTANTES e invista no crescimento de quem se empenha. 55
  • 56. 4 - A LEI DO DESAFIO PROPORCIONAL Quanto maior o desafio, maior a necessidade de se trabalhar em equipe e com uma equipe maior e mais especializada. 56
  • 57. Como desenvolver a equipe 1 Desenvolva cada membro da sua equipe individualmente. Ajude-o a descobrir seu potencial e a desenvolvê-lo. Iniciante entusiasmado – precisa de orientação. Aprendiz desiludido – precisa de treinamento. Executor cauteloso – precisa de apoio. Empreendedor auto-confiante – precisa de responsabilidade. 57
  • 58. 2 Inclua pessoas que respondem intensamente. 3 Adapte a sua forma de liderança à circunstância. 4 Cuidado com aqueles que não querem avançar. Se necessário substitua-os pelo bem do Propósito. 5 Prepare-se para investir tempo e sem paciente. 58
  • 59. 5 - A LEI DA CORRENTE A força de uma equipe é determinada por seu elo mais fraco. Na ocasião da pressão, rompe primeiro aquele elo menos intenso, comprometido, envolvido, treinado, aliançado. Talvez aquele em quem você menos investiu e mais presumiu. Não presuma, invista! 59
  • 60. 6 - A LEI DO CATALISADOR • Equipes vencedoras possuem discípulos que fazem as coisas acontecerem. • Uma equipe não se torna melhor por si mesma. A tendência é que esmoreça. • O caminho para o próximo nível é sempre com trabalho e ladeira acima. • Sem um catalisador a equipe perde o foco, sai do ritmo, perde energia e deixa de ser unida. • A partir disso, ficar na horizontal e por fim declinar rumo à mediocridade é uma questão de tempo. 60
  • 61. Características de um catalisador • Intuitivos. Percebem coisas que os outros não vêem. • Comunicativos. Sabem a diferença do momento quando os demais membros da equipe precisam de um empurrãozinho e um pontapé. • Apaixonados. Entusiasmo contagiante e se necessário uma determinação furiosa. • Talentosos. Dominaram a habilidade de serem bem sucedidos em ganhar almas e fazer discípulos. 61
  • 62. • Criativos. Buscam continuamente um modo inovador e mais frutífero de fazer as coisas. • Responsáveis. “Se tem que acontecer, deixa comigo”. • Iniciadores. Sabem e têm prazer em “fazer as coisas acontecerem”. • Generosos. Dispostos a aplicar seus recursos, tempo e abrir mão de ganhos para o bem da equipe e do propósito. • Influentes. São capazes de liderar e de levar a equipe onde ninguém mais pode. 62
  • 63. 7 - A LEI DA BÚSSOLA • Líderes apontam o caminho e frequentemente são homens e mulheres de vanguarda. Isto é, são aqueles que primeiro avançam numa dada direção. • Depois são seguidos por inúmeros outros que começam a “fazer igual”. 63
  • 64. 8 - A LEI DO FERMENTO NA MASSA “ Atitudes ruins destroem o ânimo, trazem desperdício e desagregam a equipe. Talento pessoal é insuficiente para conquistar o propósito de Deus. A unção deve ser acompanhada com atitude. 64
  • 65. 9 - A LEI DA CONFIANÇA “ Os membros de uma equipe devem poder contar uns com os outros quando isso for importante. A necessidade disso fica mais visível quando o risco aumenta. CARÁTER + COMPETÊNCIA + ESTABILIDADE + COMPROMISSO + COESÃO = CONFIABILIDADE 65
  • 66. 10 - A LEI DO PREÇO A PAGAR A equipe deixa de alcançar seu potencial quando não paga o preço. Todo sonho requererá, esforço, trabalho e investimento que muitas vezes significará desconforto e perdas pessoais. 66
  • 67. 11-A LEI DO PLACAR • É necessário periodicamente responder às perguntas: Onde estamos? Estamos alcançando o Propósito? • A direção é esta? Ou é necessário corrigir nossa rota? • A equipe pode fazer ajustes quando sabe onde está. 67
  • 68. 12 - A LEI DO SUBSTITUTO Um líder titular fantástico simplesmente não é suficiente se uma equipe deseja atingir seu Propósito . 68
  • 69. 13 - A LEI DA IDENTIDADE É preciso ter um chamado comum (a bússola), a mesma visão, os mesmos valores e princípios de orientação. Equipes com os objetivos comuns, mas sem valores comuns experimentarão o caos. É essa identidade clara que nos faz ser a VIDEIRA. 69
  • 70. 14 -A LEI DA COMUNICAÇÃO Quando a comunicação na equipe é boa, clara, honesta e positiva produzirá uma interação intensa e os avanços logo se seguirão. Ela afetará os relacionamentos, a maneira como os membros enfrentam conflitos e como tomam as decisões mais importantes. 70
  • 71. 15 - A LEI DA VANTAGEM PELA LIDERANÇA As pessoas determinam o potencial que uma equipe tem; a visão determina a direção para onde vão, mas a liderança faz toda a diferença entre equipes igualmente talentosas. 71
  • 72. 16 - A LEI DO MORAL ELEVADO Antes de qualquer vitória as condições reunidas de preparo, fé, confiança e disposição para o sacrifício geram um moral que dificilmente é vencido. 72
  • 73. 17 - A LEI DO GALARDÃO ( Recompensa) Todo investimento produz algum retorno, mas o mais elevado é o pagamento que recebemos por ter investido em vidas. 73
  • 74. Como investir em sua equipe: 1 Tome a decisão inabalável de formar sua equipe e ter seus discípulos. 2 Reúna a melhor equipe possível. 3 Pague o preço de investir e desenvolver a sua equipe. 4 Faça coisas com a equipe, isso dará liga à equipe. 5 Dê responsabilidades aos membros da equipe. 74
  • 75. 6 Destaque e valorize as vitórias de sua equipe 7 Cheque se as pessoas que são alvo do seu investimento têm correspondido a ele. 8 Crie novas fronteiras com mais oportunidades. 75
  • 76. liderança 1. Seja Franco com a equipe 2. Tenha credibilidade: cumpra o que diz 3. Seja humilde, peça ajuda 4. Seja competente, confiante, confiável e conheça o seu trabalho 5. Seja generoso, elogie.
  • 77. Como apresentar um novo membro. • Quando chegar um novo elemento, comemore as novas oportunidades de novas idéias, • não deixe que ele se apresente, • ele deve ter um treinador, • para pilotá-lo nas primeiras semanas reúna todos e o apresente, • peça para falar um pouco sobre si mesmo mas o avise antes, para não ser pego de surpresa.
  • 78. IMPORTANCIA DO FEEDBACK • Feedback é um processo de ajuda para mudança de comportamento; • é comunicação a uma pessoa, ou grupo, no sentido de lhe fornecer-lhe informações sobre como sua atuação está afetando outras pessoas. • Feedback eficaz ajuda o individuo ou grupo a melhorar seu desempenho e assim alcançar seus objetivos.
  • 79. FEEDBACK DEVE SER. • Descritivo ao invés de avaliativo. • Específico ao invés de geral. • Compatível com as necessidades, motivação de ambos. • Dirigido. • Solicitado ao invés de imposto. • Oportuno. • Esclarecido para assegurar comunicação precisa.
  • 80. POR QUE É DIFICIL RECEBER FEEDBACK • A questão de confiança em outra pessoa é critica no trabalho. • Receio do que a outra pessoa pensa a nosso respeito. • Podemos sentir que nossa independência esta sendo violada. • Quando percebemos que estamos contribuindo para manter o problema, reagimos defensivamente, paramos de ouvir, negamos a validade, agredimos, apontamos erros.
  • 81. Porque é difícil dar feedback. • Gostamos de dar conselhos, de desabafar, de criticar, de avaliar comportamentos unilaterais, de agredir e aliviar a tensão. • Podemos temer as reações do outro e que o feedback seja mal interpretado. • Envolve emoções afetivas e sociais muito forte, em termos de amizade, status, competência e reconhecimento social. • Devemos preparar as pessoas para receberem psicologicamente feedback.
  • 82. Como superar as dificuldades. • Estabelecer uma relação de confiança recíproca. • Reconhecer que feedback é um processo de exame conjunto. • Aprender a ouvir, a receber feedback sem reações emocionais intensas. • Aprender a dar feedback de forma habilidosa, sem conotações emocionais intensas. • Todos nós precisamos de feedback positivo ou negativo.
  • 83. Benefícios do trabalho em equipe • Aumenta as chances de sucesso pela ajuda mútua; • Promove a criatividade; • Constrói sinergia; 2+2=5; • Cria atmosfera para resolver problemas; • É gostoso, reduz tensões de trabalho e cria espírito de equipe. • Responde melhor aos desafios de mudanças.
  • 84. PERIGOS. • Sinergia negativa; 2+2=3; • Excessiva independência; o time mal formado pode mudar os objetivos previamente estabelecidos; • Tempo se a empresa não esta orientada para trabalhos em equipe, muito tempo se perde para criar o espírito de equipe, time; • Tomada de decisão lenta e muito tempo gasto para se chegar ao consenso.
  • 85. FATORES QUE TEM ACELERADO A NECESSIDADE DE TRABALHAR EM EQUIPE • O sucesso do estilo gerencial japonês, que enfatiza o envolvimento dos funcionários em todas as fases do trabalho. • A rejeição da nova geração á liderança autoritária. • Mudanças rápidas na tecnologia, exigindo respostas rápidas do time;e • Ênfase na qualidade coorporativa, que requer esforço do time.
  • 86. LIDERANÇA E INFLUÊNCIA. • Liderança é sua habilidade de inspirar as pessoas a agirem. Significa conquistá-las por inteiro: espírito, coração,mente, braços e pernas...e ai esta a diferença entre poder e autoridade. Quando você tem poder, as pessoas fazem a sua vontade mesmo que não desejem.
  • 87. UM BOM LÍDER SERVE, • EM VEZ DE SER SERVIDO. • “Quem quer ser líder primeiro deve servir”J.Cristo • Seu papel é ajudar as pessoas de sua equipe a ser o melhor que elas podem ser. Se você dá a um time o que ele precisa, ele também vai lhe dar o que você precisa.
  • 88. PODER • Nada como o poder para revelar o caráter de uma pessoa. • O que fazem com seu poder? • Guardadas as honrosas exceções, muitos o utilizam para amenizar suas frustrações.
  • 89. PODER • A FACULDADE DE FORÇAR OU COAGIR ALGUÉM A FAZER SUA VONTADE POR CAUSA DE SUA POSIÇÃO OU FORÇA, MESMO QUE A PESSOA PREFERISSE NÃO FAZER.
  • 90. • Sempre houve e sempre haverá pessoas que se encantarão com as benesses do poder e passarão a defender apenas o seu lado.
  • 91. Tipos de Poder 1. Legítimo de autoridade, atribuído pela organização formal, fazendo parte da estrutura hierárquica dos grupos sociais. Ex.: chefe- subordinado, etc. 2. De Coerção refere-se a capacidade de influenciar através da aplicação de sanções e punições. Ex.: retirada de afeto, censuras, etc. 3. De Recompensa consiste na capacidade de influenciar pela distribuição de compensações, benefícios ou vantagens. Ex.: elogios, aumento de interação e comunicação.
  • 92. 4. De Referência (de identificação ou “carismático”) refere-se à relação psicológica de identificação com um modelo. São as pessoas que utilizam apelos emocionais para serem admiradas, tornando-se modelos ou ídolos, seja no âmbito político, social, religioso, etc. 5. De Conhecimento (de perito) baseado no conhecimento, especialização em uma determinada situação. Ex.: Peritos, especialistas, etc. 6. De Informação refere-se a influência devido a retenção de informação ou ainda, a transmissão parcial de informações aos demais.
  • 93. AUTORIDADE • Quando você tem autoridade, as pessoas voluntariamente fazem a sua vontade, por causa da sua influencia pessoal. Isso é que faz de você um grande líder.
  • 94. Principais traços de personalidade dos chefes. 1. Controlador. Não confia em ninguém.Quer ter a primeira e ultima palavra sobre tudo e todos. 2. Dominador. Não tem noção do que seja liderar. Ser chefe significa impor sua vontade, dar ordens e exigir obediência.
  • 95. 3. Inflexível. Não admite erros não muda de opiniões ou de conduta, salvo por decisão própria. 4. Obscuro. Não consegue instruir seus subordinados com clareza a respeito de como na prática resolver tarefas, não tem interesse de fazer isso. 5. Agressivo.Não tem controle sobre suas energias, diante de um superior torna-se cordeirinho.
  • 96. 6. Teimoso. É pouco receptivo á influência, não dá o braço a torcer _ “eu prefiro deste jeito e assim que vai ser”. 7. Autoritário. Dificilmente pede alguma coisa, só manda. Faca isso, venha cá, me traga aquilo. 8. Manipulador. Utiliza para seus objetivos individuais, as pessoas sobre as quais exerce autoridade.
  • 97. 9. Poderoso. O chefe brutal sempre tem algum tipo de poder concedido pela empresa, quanto maior mais perigoso.É perverso e destruidor. 10. Sem graça. É desprovido de senso de humor, não entende e nem admite alguma brincadeira, se brinca é para humilhar, diminuir ou chamar a atenção para suas fraquezas.
  • 98. 11. Insensível. Não se interessa pela vida dos seus subordinados, não é solidário não tem consideração com as pessoas. 12. Não sabe ouvir. Tudo o que interessa é a sua própria voz. 13. Inseguro. Esta sempre desconfiado e na defensiva. Pronto para represálias.
  • 99. 14. Desagregador. Não quer um time unido, isso não lhe convém , pois pode ser perigoso e se voltar contra ele. 15. Mal resolvido. Dá sinais forte de uma pessoa que vive mal consigo mesma, não é feliz. Seu grau de autoconhecimento é zero.
  • 100. CARATER • O desenvolvimento da liderança significa o desenvolvimento do caráter. Não há seres humanos prontos. Há seres humanos sempre em formação. Você faz inúmeras escolhas sobre caráter diariamente.
  • 101. • E São estas escolhas que determinam a pessoa que você esta se tornando. Isso exige um trabalho duro. Cada um de nós pode virar um santo ou um demônio a cada dia.
  • 102. UM BOM CARATER FAZ UM BOM LÍDER. • Liderança não é o que você faz, é o que você é. Liderança tem a ver com caráter: 99% das falhas da liderança são falhas de caráter. • E o que é caráter? É o seu compromisso de fazer o melhor, mesmo quando você não deseja.
  • 103. Bibliografia • As 17 Leis Incontestáveis do Trabalho em Equipe – John Maxwell – Editora – Mundo Cristão