SlideShare uma empresa Scribd logo
EE DEP. GREGÓRIO BEZERRA O mundo tem medo da China?Nós também._________________________________ O maior enigma da economia mundial. Augusto  Tiago Rosa 3ºB DIADEMA SETEMBRO, 2009
China Já foi o maior império da terra. Mas por muito tempo teve seu brilho ofuscado por outras potências, mesmo da Ásia. Palácio Imperial (Cidade Proibida). Muralha da China.
Napoleão Bonaparte já dizia: “Deixe a China dormir, porque, quando ela acordar, o mundo vai tremer”.
Dois séculos depois da profecia do imperador francês, o mundo realmente está tremendo com a volta desse país.
O despertar da potência “Quem chega a Xangai, umas das megalópoles da China, tem a nítida impressão de estar mergulhando num episódio dos Jetsons.”
República Popular da China O Partido Comunista chinês tomou o controle da China continental e o Kuomintang (KMT) recuou para a ilha de Formosa (Taiwan). Em 1º de outubro de 1949, Mao Tse-tung proclamou a República Popular da China, declarando que o "povo chinês se pôs de pé". O termo "China Vermelha" foi um nome freqüentemente usado para a China dentro do bloco capitalista, especialmente até meados dos anos 1970, quando as relações com o Ocidente melhoraram.
Mao Tse-tung
Após uma série de falhas econômicas dramáticas, Mao Tse-tung deixou o cargo de presidente em 1959, sucedendo-o Liu Shaoqi. Mao manteve um grau considerável de influência sobre o partido, mas foi alijado da administração diária dos assuntos econômicos, que passou ao controle de Liu Shaoqi e Deng Xiaoping.
Liu Shaoqi e Deng Xiaoping
O golpe de Deng Xiaoping Após a morte de Mao em 1976, acusado dos excessos da Revolução Cultural, Deng Xiaoping rapidamente logrou tomar o poder das mãos de Hua Guofeng, sucessor escolhido por Mao. Embora Deng nunca tenha se tornado o chefe do partido ou do Estado, sua influência dentro da agremiação levou o país a implementar reformas econômicas de grande magnitude.
Atual política chinesa Governo:  República Socialista uni partidária  Presidente: HuJintao   Primeiro-ministro: WenJiabao
Hu Jintao Presidente
Wen Jiabao Primeiro-ministro
Principais Problemas Desigualdade social; Desrespeito a propriedade intelectual; Setor estatal ineficaz.
Brasil e ChinaParceiros ou rivais? O presidente chinês, Hu Jintao, visitou o Brasil em 11 de novembro de 2004 e assinou vários tratados de cooperação e investimentos. Na época, a visita foi saudada como um avanço histórico no relacionamento entre os dois países. Foram prometidos grandes investimentos em infra-estrutura, como a construção do gasoduto do Nordeste, uma refinaria de petróleo no Rio de Janeiro, uma siderúrgica em São Luís e uma refinaria de alumínio no Pará. Mas poucos acordos assinados por Hu saíram do papel.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

C H I N A Slides Geane
C H I N A  Slides  GeaneC H I N A  Slides  Geane
C H I N A Slides Geane
Tataia Araujo
 
ÁSIA - Parte 2 (UNO)
ÁSIA - Parte 2 (UNO)ÁSIA - Parte 2 (UNO)
ÁSIA - Parte 2 (UNO)
Caio Fernando
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
GabriellaNascimento17
 
Aula revolução chinesa
Aula revolução chinesaAula revolução chinesa
Aula revolução chinesa
tyromello
 
Martin Luther King
Martin Luther KingMartin Luther King
Martin Luther King
Mima Badan
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
Elizabeth
 
Revolução Comunista na China
Revolução Comunista na ChinaRevolução Comunista na China
Revolução Comunista na China
Eduarda Soares
 
China comunista
China comunistaChina comunista
China comunista
watashides
 
Industrialização Chinesa
Industrialização ChinesaIndustrialização Chinesa
Industrialização Chinesa
William Santos
 
A china antiga
A china antigaA china antiga
A china antiga
Juliana Zalamena
 
Revolucão Chinesa
Revolucão ChinesaRevolucão Chinesa
Revolucão Chinesa
eiprofessor
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
Fernando Sergio Leão Castilho
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
Jorge Miklos
 
China
ChinaChina
Economia da CHina
Economia da CHinaEconomia da CHina
Economia da CHina
Fernanda Andradee
 
Resumo china
Resumo chinaResumo china
Resumo china
Péricles Penuel
 
Apresentação Cultura Chinesa
Apresentação Cultura ChinesaApresentação Cultura Chinesa
Apresentação Cultura Chinesa
Biblioteca Escolar
 
China
China China
China
Lú Carvalho
 
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliatoChina – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
RONALDO N CICILIATO Ciciliato
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
Valéria Shoujofan
 

Destaque (20)

C H I N A Slides Geane
C H I N A  Slides  GeaneC H I N A  Slides  Geane
C H I N A Slides Geane
 
ÁSIA - Parte 2 (UNO)
ÁSIA - Parte 2 (UNO)ÁSIA - Parte 2 (UNO)
ÁSIA - Parte 2 (UNO)
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Aula revolução chinesa
Aula revolução chinesaAula revolução chinesa
Aula revolução chinesa
 
Martin Luther King
Martin Luther KingMartin Luther King
Martin Luther King
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
Revolução Comunista na China
Revolução Comunista na ChinaRevolução Comunista na China
Revolução Comunista na China
 
China comunista
China comunistaChina comunista
China comunista
 
Industrialização Chinesa
Industrialização ChinesaIndustrialização Chinesa
Industrialização Chinesa
 
A china antiga
A china antigaA china antiga
A china antiga
 
Revolucão Chinesa
Revolucão ChinesaRevolucão Chinesa
Revolucão Chinesa
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
China
ChinaChina
China
 
Economia da CHina
Economia da CHinaEconomia da CHina
Economia da CHina
 
Resumo china
Resumo chinaResumo china
Resumo china
 
Apresentação Cultura Chinesa
Apresentação Cultura ChinesaApresentação Cultura Chinesa
Apresentação Cultura Chinesa
 
China
China China
China
 
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliatoChina – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 

Semelhante a Trabalho China 3 B Augusto Tiago

China
ChinaChina
A revolução comunista na china
A revolução comunista na china A revolução comunista na china
A revolução comunista na china
clarosado
 
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
ViniChab
 
Aval hist históri getulio vargas
Aval hist históri   getulio vargasAval hist históri   getulio vargas
Aval hist históri getulio vargas
Atividades Diversas Cláudia
 
Aval hist históri getulio vargas
Aval hist históri   getulio vargasAval hist históri   getulio vargas
Aval hist históri getulio vargas
Atividades Diversas Cláudia
 
Aval hist históri getulio vargas
Aval hist históri   getulio vargasAval hist históri   getulio vargas
Aval hist históri getulio vargas
Atividades Diversas Cláudia
 
360 a socialismo real na china
360 a socialismo real na china360 a socialismo real na china
360 a socialismo real na china
crpp
 
China
ChinaChina
Socialismo ou capitalismo_-_abi
Socialismo ou capitalismo_-_abiSocialismo ou capitalismo_-_abi
Socialismo ou capitalismo_-_abi
agenciadagda
 
CHINA: O crescimento das exportações da China entre os anos de 1993 a 2003
CHINA: O crescimento das exportações da China entre os anos de 1993 a 2003CHINA: O crescimento das exportações da China entre os anos de 1993 a 2003
CHINA: O crescimento das exportações da China entre os anos de 1993 a 2003
Yury Fontão
 
China: a potência do século
China: a potência do séculoChina: a potência do século
China: a potência do século
Carmen Lucia Silva Araujo
 
A Ásia industrializada – g8 parte 2
A Ásia industrializada – g8 parte 2A Ásia industrializada – g8 parte 2
A Ásia industrializada – g8 parte 2
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO
 
China
ChinaChina
China
ediqueli
 
China CSFX
China CSFXChina CSFX
China CSFX
Fabiane Ferreira
 
China
ChinaChina
CHINA.ppt
CHINA.pptCHINA.ppt
CHINA.ppt
JosWilliam14
 
3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi
Isabel Aguiar
 
China comunista
China comunistaChina comunista
China comunista
tanafrente
 
A economia chinesa
A economia chinesaA economia chinesa
A economia chinesa
Elton Zanoni
 
Expansão do mundo comunista
Expansão do mundo comunistaExpansão do mundo comunista
Expansão do mundo comunista
guestfe54e6
 

Semelhante a Trabalho China 3 B Augusto Tiago (20)

China
ChinaChina
China
 
A revolução comunista na china
A revolução comunista na china A revolução comunista na china
A revolução comunista na china
 
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
 
Aval hist históri getulio vargas
Aval hist históri   getulio vargasAval hist históri   getulio vargas
Aval hist históri getulio vargas
 
Aval hist históri getulio vargas
Aval hist históri   getulio vargasAval hist históri   getulio vargas
Aval hist históri getulio vargas
 
Aval hist históri getulio vargas
Aval hist históri   getulio vargasAval hist históri   getulio vargas
Aval hist históri getulio vargas
 
360 a socialismo real na china
360 a socialismo real na china360 a socialismo real na china
360 a socialismo real na china
 
China
ChinaChina
China
 
Socialismo ou capitalismo_-_abi
Socialismo ou capitalismo_-_abiSocialismo ou capitalismo_-_abi
Socialismo ou capitalismo_-_abi
 
CHINA: O crescimento das exportações da China entre os anos de 1993 a 2003
CHINA: O crescimento das exportações da China entre os anos de 1993 a 2003CHINA: O crescimento das exportações da China entre os anos de 1993 a 2003
CHINA: O crescimento das exportações da China entre os anos de 1993 a 2003
 
China: a potência do século
China: a potência do séculoChina: a potência do século
China: a potência do século
 
A Ásia industrializada – g8 parte 2
A Ásia industrializada – g8 parte 2A Ásia industrializada – g8 parte 2
A Ásia industrializada – g8 parte 2
 
China
ChinaChina
China
 
China CSFX
China CSFXChina CSFX
China CSFX
 
China
ChinaChina
China
 
CHINA.ppt
CHINA.pptCHINA.ppt
CHINA.ppt
 
3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi
 
China comunista
China comunistaChina comunista
China comunista
 
A economia chinesa
A economia chinesaA economia chinesa
A economia chinesa
 
Expansão do mundo comunista
Expansão do mundo comunistaExpansão do mundo comunista
Expansão do mundo comunista
 

Mais de EE deputado Gregório Bezerra

Milly Com - Gráfica
Milly Com - GráficaMilly Com - Gráfica
Milly Com - Gráfica
EE deputado Gregório Bezerra
 
Pet Mania - Já virou mania
Pet Mania - Já virou maniaPet Mania - Já virou mania
Pet Mania - Já virou mania
EE deputado Gregório Bezerra
 
Lan Show Net
Lan Show NetLan Show Net
New´S, Uma Nova Forma De Se Sentir 2(2)
New´S, Uma Nova Forma De Se Sentir 2(2)New´S, Uma Nova Forma De Se Sentir 2(2)
New´S, Uma Nova Forma De Se Sentir 2(2)
EE deputado Gregório Bezerra
 
Literatura
LiteraturaLiteratura
A realidade Brasileira na música e Literatura
A realidade Brasileira na música e LiteraturaA realidade Brasileira na música e Literatura
A realidade Brasileira na música e Literatura
EE deputado Gregório Bezerra
 
José de Alencar e um Brasil
José de Alencar e um BrasilJosé de Alencar e um Brasil
José de Alencar e um Brasil
EE deputado Gregório Bezerra
 
Autores e compositores retratando o Brasil
Autores e compositores retratando o BrasilAutores e compositores retratando o Brasil
Autores e compositores retratando o Brasil
EE deputado Gregório Bezerra
 
Compositores e autores que retratam o Brasil
Compositores e autores que retratam o BrasilCompositores e autores que retratam o Brasil
Compositores e autores que retratam o Brasil
EE deputado Gregório Bezerra
 
As Belezas Do Brasil - A música na Literatura
As Belezas Do Brasil - A música na LiteraturaAs Belezas Do Brasil - A música na Literatura
As Belezas Do Brasil - A música na Literatura
EE deputado Gregório Bezerra
 
Meio Ambiente - 3 B 2009
 Meio Ambiente - 3 B 2009 Meio Ambiente - 3 B 2009
Meio Ambiente - 3 B 2009
EE deputado Gregório Bezerra
 
Slides Sobre O Meio Ambiente Monica Lais 3 B 2009
Slides Sobre O Meio Ambiente Monica Lais 3 B 2009Slides Sobre O Meio Ambiente Monica Lais 3 B 2009
Slides Sobre O Meio Ambiente Monica Lais 3 B 2009
EE deputado Gregório Bezerra
 
LatõEs De Coleta Seletiva 3 B Nathane
LatõEs De Coleta Seletiva 3 B NathaneLatõEs De Coleta Seletiva 3 B Nathane
LatõEs De Coleta Seletiva 3 B Nathane
EE deputado Gregório Bezerra
 
A Pobreza Na Cidade
A Pobreza Na CidadeA Pobreza Na Cidade
A Pobreza Na Cidade
EE deputado Gregório Bezerra
 
O Efeito Estufa
O Efeito EstufaO Efeito Estufa
ViolêNcia De Pais Contra Filhos
ViolêNcia De Pais Contra FilhosViolêNcia De Pais Contra Filhos
ViolêNcia De Pais Contra Filhos
EE deputado Gregório Bezerra
 
MauríCio Francelino De Jesus Mario De Quintana
MauríCio Francelino De Jesus   Mario De QuintanaMauríCio Francelino De Jesus   Mario De Quintana
MauríCio Francelino De Jesus Mario De Quintana
EE deputado Gregório Bezerra
 

Mais de EE deputado Gregório Bezerra (17)

Milly Com - Gráfica
Milly Com - GráficaMilly Com - Gráfica
Milly Com - Gráfica
 
Pet Mania - Já virou mania
Pet Mania - Já virou maniaPet Mania - Já virou mania
Pet Mania - Já virou mania
 
Lan Show Net
Lan Show NetLan Show Net
Lan Show Net
 
New´S, Uma Nova Forma De Se Sentir 2(2)
New´S, Uma Nova Forma De Se Sentir 2(2)New´S, Uma Nova Forma De Se Sentir 2(2)
New´S, Uma Nova Forma De Se Sentir 2(2)
 
Literatura
LiteraturaLiteratura
Literatura
 
A realidade Brasileira na música e Literatura
A realidade Brasileira na música e LiteraturaA realidade Brasileira na música e Literatura
A realidade Brasileira na música e Literatura
 
José de Alencar e um Brasil
José de Alencar e um BrasilJosé de Alencar e um Brasil
José de Alencar e um Brasil
 
Autores e compositores retratando o Brasil
Autores e compositores retratando o BrasilAutores e compositores retratando o Brasil
Autores e compositores retratando o Brasil
 
Compositores e autores que retratam o Brasil
Compositores e autores que retratam o BrasilCompositores e autores que retratam o Brasil
Compositores e autores que retratam o Brasil
 
As Belezas Do Brasil - A música na Literatura
As Belezas Do Brasil - A música na LiteraturaAs Belezas Do Brasil - A música na Literatura
As Belezas Do Brasil - A música na Literatura
 
Meio Ambiente - 3 B 2009
 Meio Ambiente - 3 B 2009 Meio Ambiente - 3 B 2009
Meio Ambiente - 3 B 2009
 
Slides Sobre O Meio Ambiente Monica Lais 3 B 2009
Slides Sobre O Meio Ambiente Monica Lais 3 B 2009Slides Sobre O Meio Ambiente Monica Lais 3 B 2009
Slides Sobre O Meio Ambiente Monica Lais 3 B 2009
 
LatõEs De Coleta Seletiva 3 B Nathane
LatõEs De Coleta Seletiva 3 B NathaneLatõEs De Coleta Seletiva 3 B Nathane
LatõEs De Coleta Seletiva 3 B Nathane
 
A Pobreza Na Cidade
A Pobreza Na CidadeA Pobreza Na Cidade
A Pobreza Na Cidade
 
O Efeito Estufa
O Efeito EstufaO Efeito Estufa
O Efeito Estufa
 
ViolêNcia De Pais Contra Filhos
ViolêNcia De Pais Contra FilhosViolêNcia De Pais Contra Filhos
ViolêNcia De Pais Contra Filhos
 
MauríCio Francelino De Jesus Mario De Quintana
MauríCio Francelino De Jesus   Mario De QuintanaMauríCio Francelino De Jesus   Mario De Quintana
MauríCio Francelino De Jesus Mario De Quintana
 

Trabalho China 3 B Augusto Tiago

  • 1. EE DEP. GREGÓRIO BEZERRA O mundo tem medo da China?Nós também._________________________________ O maior enigma da economia mundial. Augusto Tiago Rosa 3ºB DIADEMA SETEMBRO, 2009
  • 2. China Já foi o maior império da terra. Mas por muito tempo teve seu brilho ofuscado por outras potências, mesmo da Ásia. Palácio Imperial (Cidade Proibida). Muralha da China.
  • 3. Napoleão Bonaparte já dizia: “Deixe a China dormir, porque, quando ela acordar, o mundo vai tremer”.
  • 4. Dois séculos depois da profecia do imperador francês, o mundo realmente está tremendo com a volta desse país.
  • 5.
  • 6. O despertar da potência “Quem chega a Xangai, umas das megalópoles da China, tem a nítida impressão de estar mergulhando num episódio dos Jetsons.”
  • 7. República Popular da China O Partido Comunista chinês tomou o controle da China continental e o Kuomintang (KMT) recuou para a ilha de Formosa (Taiwan). Em 1º de outubro de 1949, Mao Tse-tung proclamou a República Popular da China, declarando que o "povo chinês se pôs de pé". O termo "China Vermelha" foi um nome freqüentemente usado para a China dentro do bloco capitalista, especialmente até meados dos anos 1970, quando as relações com o Ocidente melhoraram.
  • 9. Após uma série de falhas econômicas dramáticas, Mao Tse-tung deixou o cargo de presidente em 1959, sucedendo-o Liu Shaoqi. Mao manteve um grau considerável de influência sobre o partido, mas foi alijado da administração diária dos assuntos econômicos, que passou ao controle de Liu Shaoqi e Deng Xiaoping.
  • 10. Liu Shaoqi e Deng Xiaoping
  • 11. O golpe de Deng Xiaoping Após a morte de Mao em 1976, acusado dos excessos da Revolução Cultural, Deng Xiaoping rapidamente logrou tomar o poder das mãos de Hua Guofeng, sucessor escolhido por Mao. Embora Deng nunca tenha se tornado o chefe do partido ou do Estado, sua influência dentro da agremiação levou o país a implementar reformas econômicas de grande magnitude.
  • 12. Atual política chinesa Governo: República Socialista uni partidária  Presidente: HuJintao  Primeiro-ministro: WenJiabao
  • 15. Principais Problemas Desigualdade social; Desrespeito a propriedade intelectual; Setor estatal ineficaz.
  • 16. Brasil e ChinaParceiros ou rivais? O presidente chinês, Hu Jintao, visitou o Brasil em 11 de novembro de 2004 e assinou vários tratados de cooperação e investimentos. Na época, a visita foi saudada como um avanço histórico no relacionamento entre os dois países. Foram prometidos grandes investimentos em infra-estrutura, como a construção do gasoduto do Nordeste, uma refinaria de petróleo no Rio de Janeiro, uma siderúrgica em São Luís e uma refinaria de alumínio no Pará. Mas poucos acordos assinados por Hu saíram do papel.