SlideShare uma empresa Scribd logo
O propósito do trabalho MISSIONÁRIO




   Convidar as pessoas a achegarem-se a Cristo,
    ajudando-as a receber o evangelho
    restaurado por meio da fé em Jesus Cristo e
    em Sua Expiacão, do arrependimento, do
    batismo, de se receber o dom do Espírito
    Santo e de perseverar até o fim. PMG
Este é o nosso propósito missionário


                           Our voi
                        Elder
                                                Elder
                                                Greer
                        Earl

                                         Jose           Carlos   Edison
           Karina   China
Angelica
                               Hermana
                               Vilchez




                      CONVERTER
Quatro batismos tornaram-se muitos
Suas crianças transformam- se missionários
O PROPOSITO DO EVANGELHO
O proposito do evangelho é limpar o povo de seus
  pecados, de modo que eles possam receber a
misericordia do Salvador, no dia do juizo. PMG page 6


 Portanto, o objectivo do trabalho que fazes
cada dia é convidar a outros para vir a Cristo,
  para receber a salvação por meio de sua
                 DOUTRINA.
Os principios básicos do trabalho missionário

   Elder Dallin H. Oaks ensinou:
Nos executamos o trabalho missionário para poder-
  mos batizar
Voçes podem qualificar-se para o Reino terrestial em vez
  do Reino Telestial sem a ajuda da igreja. Nos estamos
  preocupados com um grau maior. O propósito do
  trabalho missionário é ajudar os filhos de Deus a
  cumprirem com a sua condição prescrita pelo nosso
  Salvador e Redentor. Nos pregamos e ensinamos com a
  finalidade de baptizar os filhos de Deus, para que assim
  eles possam ser salvos No reino Celestial em vez de
  serem condenados a um reino menor. Esta é a doutrina
A vossa promessa como missionário:
D & C 75:
2. Escutai, ó vos que destes vossos nomes para sair
proclamando meu Evangelho e para podar a minha vinha
vinha.
3. Eis que eu vos digo ser minha vontade irdes sem
    demora e não serdes ocioso, mas trabalhardes com
    toda forza poder —
4. 4. Levantando vossas vozes como que com o som de
    uma trombeta , proclamando a verdade de conforme as
    revelações e mandamentos que vos dei . (PMG &
    Escrituras).
5. 5. E assim, se fiéis sereis carregados com muitos
    molhos (batismos) e coroados com honra e glória e
    Imortalidade e vida eterna.
A DOUTRINA DE JESUS CRISTO
2 Néfi 31:
1: E agora, meus amados irmãos, eu, Néfi, cesso de
profetizarvos.E não escrever senão umas poucas coisas que sei
com certeza que acontecerão nem posso escrever senão algumas
palavras do meu irmão Jacó.
2: Portanto as coisas que escrevi me bastam, exceto algumas
poucas palavras que DEVO DIZER dizer sobre DOUTRINA DE
CRISTO; portanto vos falarei claramenete, de acordo com a
clareza do meu profetizar.
3: Porque a minha alma se deleita na clareza, pois é desta
maneira que o senhor Deus faz suas obras entre os filhos dos
homens. Pois o senhor Deus dá luz ao entendimento; porque
fala aos homens de acordo com A SUA LÍNGUA, para que
comprendam.
4. Portanto quisera que vos lembrásseis do que vos falei sobre
   aquele profeta que o senhor me mostrou , o qual batizará o
   Cordeiro de Deus que tirará os pecados do mundo.
5. E agora, se o CORDEIRO DE DEUS , sendo santo, terá
   necessidade de ser batizado com água, para cumprir toda a
   justiça, quanta mais necessidae não teremos nós, sendo impuros
   ,de sermos batizado, sim , com água!
6. E agora vos pergunto, meus amados irmãos, como foi que o
   cordeiro de Deus CUMPRIU TODA A JUSTIÇA, sendo batizado com
   água?
7. Não sabeis que ele era santo ? Mas embora sendo santo , mostra
   aos filhos dos homens que segundo a carne, se humilha ante o
   pai e testifica-lhe que lhe será obediente na observãncia de seus
   mandamentos ( incluindo o batismo).
8. Portanto depois de ter sido baptizado com água, o espírito
    santo o espírito santo descendeu sobre ele na forma de
    pomba..
9. E novamente, isto mostra aos filhos dos homens a quão
    estreito é o caminho e quão apertada é a porta pela qual
    deverão entrar, tendo-lhes ele dado o exemplo.
10. E disse aos filhos dos homens: Segue-me. Portanto, meus
    irmãos amados, poderemos nós seguir Jesus se não estivermos
    dispostos a guardar os mandamentos do pai?
11. E disse o pai: Arrependei-vos , arrependei-vos e sede
    baptizados em nome do meu filho Amado.
12. E também, veio a mim a voz do filho, dizendo: Àquele que for
    baptizado em meu nome, o pai dará o espírito Santo, como a
    mim; segui-me pois; e fazei as coisas que me viste fazer.
13. Portanto,meus amados irmãos , sei que se seguirdes o filho com
   todo o coração, agindo sem hipocrisia e engano diante de Deus,
   mas com verdadeira intenção , arrependendo-vos dos vossos
   pecados , testemunhando ao pai que estas dispostos a tomar
   sobre vós o nome de Cristo pelo baptismo, sim, seguindo vosso
   senhor e vosso salvador à água, segundo a sua palavra, eis que
   então recebereis o espírito santo; sim, então vem o baptismo de
   fogo e do espírito santo e então podereis falar na língua de
   anjos e render louvores ao Santo de Israel.

14. Eis porém meus amados irmãos, que assim veio a mim a voz do
    filho, dizendo: Depois de vos arrependerdes de vossos pecados e
    de testificardes ao pai que estais dispostos a guardar meus
    mandamentos pelo batismo de água ; e de haverdes recebido o
    batismo de fogo e do espírito santo e de poderdes falar em uma
    língua nova , sim, na língua de anjos ; se depois disso me
    negardes, teria sido melhor para vós que não me houvésseis
    conhecido.
15. E ouvi a voz do pai, dizendo: Sim as palavras do meu amado são
    verdadeiras e fiéis. Quem perseverar até o fim, esse será salvo.
16. E agora meus amados irmãos, sei por isso que, a menos que o
    homem persevere até o fim, seguindo o exemplo do filho de
    Deus vivente não poderá ser salvo.
17. Portanto fazei as coisas que eu vos disse ter visto o vosso senhor
    e redentor fazer; porque por este razão me foram mostradas,
    para que possais conhecer a porta pela qual deveis entrar.
    Porque a porta pela qual deveis entrar é o arrependimento e o
    baptismo com água; e recebereis, então, a remissão dos vossos
    pecados pelo fogo e pelo espírito santo.
18. E estareis então no caminho estreito e apertado que conduz à
    vida eterna, sim havereis entrado pela porta; havereis procedido
    segundo os mandamentos do pai e do filho; e havereis recebido o
    espírito santo que dá testemunho do pai e do filho em
    cumprimento da promessa que vos fez de que, se entrásseis pelo
    caminho, recebereis.
19. Agora meus amado irmãos, depois de haverdes entrado neste
    caminho estreito e apertado, eu perguntaria se tudo terá sido
    feito. Eis que vos digo: Não; porque não havereis chegado até
    esse ponto se não fosse pela palavra de Cristo, com fé inabalável
    nele, confiando plenamente nos méritos daquele que é poderoso
    para salvar.
20. Deveis, pois, prosseguir com firmeza em Cristo, tendo um
    perfeito esplendor de esperança e amor a Deus e todos os
    homens . Portanto se assim prosseguirdes, banqueteando-vos
    com a palavra de Cristo e perseverardes até o fim, eis que assim
    diz o pai : tereis vida eterna.
21. Agora meus amados irmãos, eis que este é o caminho, e não há
    qualquer outro caminho ou nome debaixo do céu pelo qual o
    homem possa ser salvo no reino de Deus. E agora esta é a
    doutrina de Cristo e a única e verdadeira doutrina do pai e do
    filho e do espírito santo, que são de Deus.
Quanta's vezes se menciona a
palavra baptismo neste 21 versos



      12 vezes
Portanto, o que é a doutrina de
            Cristo?
1. Fé em Jesus Cristo
2. Arrependimento para remissão de
   pecados
3. Baptismo
4. Dom do Espírito Santo
5. Perseverar até o fim.
Analisemos agora, a visita de Cristo as Américas, após
                a sua ressurreição
Como é que o senhor preparou o cenário para a
sua primeira visita ao povo de Boutiful? 3Néfi11
  1. Tempestades, terramotos, incêndios, furacoês, e cataclismos
     atestam a crucifixão de Cristo. cap.8
  2. Muita gente morre ; Trevas cobrem a terra por três dias;
     Os sobreviventes lamentam o seu destino. Cap. 8
  3. Na escuridão a voz de Cristo proclama a destruição de
     muita gente e de cidades. Cap.9
  4. Ele proclama a sua divindade , anuncia que a lei de Moisés
     foi cumprida.
  5. Há silêncio na terra por muitas horas. A tranquila voz do
     senhor se ouve três vezes. Cap.10
O senhor mostrou-se no templo de Bountiful a parte
fiel do povo, quem foram salvos. Foi a sua primeiro e
     principal mensagem depois de seu pai ter-lhe
   apresentado, o povo chegou-se a ele e palpou as
        marcas das feridas nas suas mãos e pés.
  Começando pelo versículo 21 do capitulo 11 do 3 Néfi:

  21. E disse-lhe o senhor: Dou-te poder para baptizar este povo,
      quando eu tiver novamente subido ao céu.
  22. E novamente o senhor chamou outros e disse-lhes a mesma
      coisa ; e deu-lhes poder para baptizar . E disse-lhes: Desta
      maneira baptizareis ; e não haverá disputas entre vós.
23. Em verdade vos digo que desta forma baptizareis todos os que se
    arrependerem de seus pecados pelas vossas palavras e desejarem ser
    baptizados em meu nome; Eis que descereis à água e em meu nome os
    baptizareis.
24. Eis que setas são as palavras que devereis dizer , chamando-os pelo meu
    nome:
25. Tendo autoridade que me foi concedida por Jesus Cristo, eu te baptizo no
    nome do pai e do filho e do espírito santo. Ámen ..
26. E então os imergireis na água e depois saireis novamente da água .
27. E desta maneira baptizareis em meu nome, pois eis que em verdade vos digo
    que o pai e o filho e o espírito santo são um; e eu estou no pai e o pai em mim,
    e o pai e eu somos um.
28. E segundo o que vos ordenei , assim baptizareis; e não haverá disputas entre
    vós, como até agora tem havido; nem haverá disputas entre vos sobre os
    pontos de minha doutrina como até aqui tem havido .
29. Pois em verdade, em verdade vos digo que aquele que tem o espírito de
    discórdia é meu , mas é do diabo , que é o pai da discórdia e leva a cólera ao
    coração dos homens, para contenderem uns com os outros
30. Eis que esta não é a minha doutrina, levar a cólera aos corações dos homens
    , uns contra outros, esta porem é a minha doutrina : que estas coisas devem
    cessar.
31. Eis que em verdade, em verdade vos digo que eu vos declararei minha
    doutrina .
32. E esta é MINHA DOUTRINA e é a doutrina que o pai me deu ; e dou
    testemunho do pai e o pai dá testemunho de mim , e o espírito santo dá
    testemunho do pai e de mim; e eu dou testemunho de que o pai ordena a
    todos os homens, em todos os lugares , que se arrependam e creiam em
    mim..
33. E os que crerem em mim e forem baptizados esses serão salvos, eles são os
    que herdarão o reino de Deus.
34. E os que não crerem em mi e não forem batizados , serão condenados.
35. Em verdade, em verdade vos digo que esta é a MINHA DOUTRINA e dela vos
    dou testemunho, vindo do pai; e todo aquele que crê em mim, crê também
    no pai ; e a ele o pai dará testemunho de mim, pois visitá-lo-á com fogo e
    com o espírito santo .
36. E asim o pai dará testemunho de mim e o espírito santo dará testemunho
    do pai e de mim; pois o pai e eu e o espírito santo somos um.
37. E novamente vos digo que vos deveis arrepender e tornar-vos como
    criancinhas e serdes batizados em meu nome, ou não podereis de modo
    algum receber estas coisas .
Mais 13 Batismos


38. E novamente vos digo que vos deveis arrepender e ser
    batizados em meu nome e tornar-vos como uma criancinha,
    ou não podereis, de modo algum heredar o reino de Deus.
39. Em verdade, em verdade vos digo que esta é a minha doutrina,
    e os que edificam sobre isto, edificam sobre minha rocha e as
    portas do inferno não prevalecerão contra eles
40. E aqueles que declarem mas ou menos do que isto e
    establecerem-no como minha doutrina, estes vêm do mal e não
    edificam sobre a minha rocha, mas edificam sobre um alicerce
    de areia; e as portas do inferno estarão abertas para recebê-los
    quando vierem as inundações e os ventos açoitarem-nos.
41.Por tanto, dirigi-vos a este povo e declarai as
  palavras que eu disse, até os confins da terra.
ESTA É O PLANO DA ESTRATEGIA E PLANO DA AREA DE




                                                  23
O QUE É UM BOM BATISMO?
Se nos encoraja a encontrar e ensinar familias; Pai, mae e filhos , que possam
apoiar-se uns aos outros a medida que vão vivendo o evangelho e poderem-
se selar no templo. ( pme 29)

 A nossa missão é clara de qualquer das maneiras

 D & C 133: 37 E este evangelho será pregado em toda nação e tribo
 língua e povo.

 D & C 18: …Ordeno a todo homem em qualquer que se arrependa…

 D & C 20: 72 O batismo deve ser administrado da siguinte maneira, a
 todos os que se arrependam…
Pablo Albarracin no templo de Lima Temple


1 PONTO: TU NÃO SABERÁS QUANDO BATIZAS SE SERÁ OU
NÃO UM BOM BATISMO                                  A HISTORIA
                                                    DE JORGE
                                                    LUQUE

                                                    D & C 124: 138
                                                    E também vos
                                                    dou Joseph
                                                    Young, Josiah
                                                    Butterfield,
                                                    Daniel Miles,
                                                    Henry
                                                    Herriman, Zera
                                                    Pulsipher, Levi
                                                    Hancock, James
                                                    Foster, que
                                                    presidam o
                                                    quórum de
                                                    setenta.
2 PONTO : NÃO IMPORTA SE DEMORAM MUITO OU POUCO
TEMPO EM BATIZAR-SE O IMPORTANTE É QUE PERMANEÇAM
ATIVOS NA IGREJA..
3 PONTO: TODO HOMEM DEVERÁ SER BATIZADO:
D & C : 138:30
Mas eis que, dentre os justos , organizou suas forças e designou
mensageiros , revestidos de poder e autoridade, e comissionou-os para
levar a luz do evangelho aos que estavam nas trevas , sim , a todos os
espíritos dos homens e assim foi o evangelho pregado aos mortos .


MAIS CEDO OU MAIS TARDE, TEMOS DE DAR A TODOS A OPORTUNIDADE
DE OUVIR O EVANGELHO.



       NOS CONVEM RECEBELO AQUI.

                  Uma vez que estiverem nas
                  listas ou registros da igreja, ós
                  visitámos-lhes até que nós ou
                  eles morren.
SUMARIO

1. Da irmã Earl aprendemos que, o pai celeste aumentará o
   desejo nos nossos corações a medida em que ouvimos ,
   exercemos fé e vivemos o evangelho e a doutrina de
2. O nosso propósito como missionários é convidar os demais a
   vir a Cristo.
3. Fazemos isso através da doutrina de Cristo, ajudando-os a
   exercerem fé em Cristo, o arrependimento,o batismo, ao
   receberem o dom do espíri Espírito Santo e a perseverar até ao
   fim.
4. Reconhecemos que o batismo pela água e pelo fogo (do
   Espírito Santo) é um requisito para todos os homens, cada país
   e língua. Ofrecemos a todos a oportunidade de serem
   batizados .Podemos batizar em qualquer lugar.
   (Presidente Uchtdorf)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
23 Apos Pentecostes 2007
23 Apos Pentecostes 200723 Apos Pentecostes 2007
23 Apos Pentecostes 2007
evertongw
 
Missa São Pedro e São Paulo Ano C
Missa São Pedro e São Paulo Ano CMissa São Pedro e São Paulo Ano C
Missa São Pedro e São Paulo Ano C
Nacreto
 
36. o reino da graça
36. o reino da graça36. o reino da graça
36. o reino da graça
pohlos
 
Missa manha 24052008
Missa manha 24052008Missa manha 24052008
Missa manha 24052008
yhanahenrique
 
4º culto sábado - segundo culto jovem
4º culto   sábado - segundo culto jovem4º culto   sábado - segundo culto jovem
4º culto sábado - segundo culto jovem
wendelberg
 
Liturgia 01 12 1 dadvento1a
Liturgia 01 12 1 dadvento1aLiturgia 01 12 1 dadvento1a
Liturgia 01 12 1 dadvento1a
Maria Isaltina Santana
 
Apresentação missa para 06 05-12
 Apresentação missa para 06 05-12 Apresentação missa para 06 05-12
Apresentação missa para 06 05-12
Nacreto
 
Escatologia cap. 01
Escatologia cap. 01Escatologia cap. 01
Escatologia cap. 01
Welem C Lourenço
 
Por60 0911 e five definite identifications of the true church of the living g...
Por60 0911 e five definite identifications of the true church of the living g...Por60 0911 e five definite identifications of the true church of the living g...
Por60 0911 e five definite identifications of the true church of the living g...
nara machado
 
Aula 02 - Seminário: Sobre o Sermão do Monte
Aula 02 - Seminário: Sobre o Sermão do MonteAula 02 - Seminário: Sobre o Sermão do Monte
Aula 02 - Seminário: Sobre o Sermão do Monte
IBC de Jacarepaguá
 
A encarnação e o nascimento de cristo (charles haddon spurgeon)
A encarnação e o nascimento de cristo (charles haddon spurgeon)A encarnação e o nascimento de cristo (charles haddon spurgeon)
A encarnação e o nascimento de cristo (charles haddon spurgeon)
Deusdete Soares
 
Adoração bom jesus
Adoração bom jesusAdoração bom jesus
Adoração bom jesus
babins
 
As missões evangélicas (charles haddon spurgeon)
As missões evangélicas (charles haddon spurgeon)As missões evangélicas (charles haddon spurgeon)
As missões evangélicas (charles haddon spurgeon)
Deusdete Soares
 
Estudo adicional_Cristo, a lei e as alianças_1022014
Estudo adicional_Cristo, a lei e as alianças_1022014Estudo adicional_Cristo, a lei e as alianças_1022014
Estudo adicional_Cristo, a lei e as alianças_1022014
Gerson G. Ramos
 
Vida de louvor
Vida de louvor Vida de louvor
Vida de louvor
ℓys Oℓiveira❀
 
Cristo, a lei e as alianças_1022014_GGR
Cristo, a lei e as alianças_1022014_GGRCristo, a lei e as alianças_1022014_GGR
Cristo, a lei e as alianças_1022014_GGR
Gerson G. Ramos
 
Focado pa..
Focado pa..Focado pa..

Mais procurados (18)

Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
23 Apos Pentecostes 2007
23 Apos Pentecostes 200723 Apos Pentecostes 2007
23 Apos Pentecostes 2007
 
Missa São Pedro e São Paulo Ano C
Missa São Pedro e São Paulo Ano CMissa São Pedro e São Paulo Ano C
Missa São Pedro e São Paulo Ano C
 
36. o reino da graça
36. o reino da graça36. o reino da graça
36. o reino da graça
 
Missa manha 24052008
Missa manha 24052008Missa manha 24052008
Missa manha 24052008
 
4º culto sábado - segundo culto jovem
4º culto   sábado - segundo culto jovem4º culto   sábado - segundo culto jovem
4º culto sábado - segundo culto jovem
 
Liturgia 01 12 1 dadvento1a
Liturgia 01 12 1 dadvento1aLiturgia 01 12 1 dadvento1a
Liturgia 01 12 1 dadvento1a
 
Apresentação missa para 06 05-12
 Apresentação missa para 06 05-12 Apresentação missa para 06 05-12
Apresentação missa para 06 05-12
 
Escatologia cap. 01
Escatologia cap. 01Escatologia cap. 01
Escatologia cap. 01
 
Por60 0911 e five definite identifications of the true church of the living g...
Por60 0911 e five definite identifications of the true church of the living g...Por60 0911 e five definite identifications of the true church of the living g...
Por60 0911 e five definite identifications of the true church of the living g...
 
Aula 02 - Seminário: Sobre o Sermão do Monte
Aula 02 - Seminário: Sobre o Sermão do MonteAula 02 - Seminário: Sobre o Sermão do Monte
Aula 02 - Seminário: Sobre o Sermão do Monte
 
A encarnação e o nascimento de cristo (charles haddon spurgeon)
A encarnação e o nascimento de cristo (charles haddon spurgeon)A encarnação e o nascimento de cristo (charles haddon spurgeon)
A encarnação e o nascimento de cristo (charles haddon spurgeon)
 
Adoração bom jesus
Adoração bom jesusAdoração bom jesus
Adoração bom jesus
 
As missões evangélicas (charles haddon spurgeon)
As missões evangélicas (charles haddon spurgeon)As missões evangélicas (charles haddon spurgeon)
As missões evangélicas (charles haddon spurgeon)
 
Estudo adicional_Cristo, a lei e as alianças_1022014
Estudo adicional_Cristo, a lei e as alianças_1022014Estudo adicional_Cristo, a lei e as alianças_1022014
Estudo adicional_Cristo, a lei e as alianças_1022014
 
Vida de louvor
Vida de louvor Vida de louvor
Vida de louvor
 
Cristo, a lei e as alianças_1022014_GGR
Cristo, a lei e as alianças_1022014_GGRCristo, a lei e as alianças_1022014_GGR
Cristo, a lei e as alianças_1022014_GGR
 
Focado pa..
Focado pa..Focado pa..
Focado pa..
 

Destaque

Purpose of Missionary Work PORTUGUESE
Purpose of Missionary Work PORTUGUESEPurpose of Missionary Work PORTUGUESE
Purpose of Missionary Work PORTUGUESEdearl1
 
Missionary Plan of Salvation SPANISH
Missionary Plan of Salvation SPANISHMissionary Plan of Salvation SPANISH
Missionary Plan of Salvation SPANISH
dearl1
 
Purpose of Missionary Work SPANISH
Purpose of Missionary Work SPANISHPurpose of Missionary Work SPANISH
Purpose of Missionary Work SPANISH
dearl1
 
Lección 10 | Detrás de la máscara | Escuela Sabática | Power Point
Lección 10 | Detrás de la máscara | Escuela Sabática | Power PointLección 10 | Detrás de la máscara | Escuela Sabática | Power Point
Lección 10 | Detrás de la máscara | Escuela Sabática | Power Point
jespadill
 
Purpose of Missionary Work ITALIAN
Purpose of Missionary Work ITALIANPurpose of Missionary Work ITALIAN
Purpose of Missionary Work ITALIANdearl1
 
Purpose of Missionary Work RUSSIAN
Purpose of Missionary Work RUSSIANPurpose of Missionary Work RUSSIAN
Purpose of Missionary Work RUSSIANdearl1
 
Purpose of Missionary Work FRENCH
Purpose of Missionary Work FRENCHPurpose of Missionary Work FRENCH
Purpose of Missionary Work FRENCHdearl1
 

Destaque (7)

Purpose of Missionary Work PORTUGUESE
Purpose of Missionary Work PORTUGUESEPurpose of Missionary Work PORTUGUESE
Purpose of Missionary Work PORTUGUESE
 
Missionary Plan of Salvation SPANISH
Missionary Plan of Salvation SPANISHMissionary Plan of Salvation SPANISH
Missionary Plan of Salvation SPANISH
 
Purpose of Missionary Work SPANISH
Purpose of Missionary Work SPANISHPurpose of Missionary Work SPANISH
Purpose of Missionary Work SPANISH
 
Lección 10 | Detrás de la máscara | Escuela Sabática | Power Point
Lección 10 | Detrás de la máscara | Escuela Sabática | Power PointLección 10 | Detrás de la máscara | Escuela Sabática | Power Point
Lección 10 | Detrás de la máscara | Escuela Sabática | Power Point
 
Purpose of Missionary Work ITALIAN
Purpose of Missionary Work ITALIANPurpose of Missionary Work ITALIAN
Purpose of Missionary Work ITALIAN
 
Purpose of Missionary Work RUSSIAN
Purpose of Missionary Work RUSSIANPurpose of Missionary Work RUSSIAN
Purpose of Missionary Work RUSSIAN
 
Purpose of Missionary Work FRENCH
Purpose of Missionary Work FRENCHPurpose of Missionary Work FRENCH
Purpose of Missionary Work FRENCH
 

Semelhante a Purpose of Missionary Work PORTUGUESE

O avivamento do Espirito Santo
O avivamento do Espirito SantoO avivamento do Espirito Santo
O avivamento do Espirito Santo
oitavaera
 
5ª Aula para Formação de Discipuladores
5ª Aula para Formação de Discipuladores5ª Aula para Formação de Discipuladores
5ª Aula para Formação de Discipuladores
IBC de Jacarepaguá
 
W. nee-a-salvação-da-alma
W. nee-a-salvação-da-almaW. nee-a-salvação-da-alma
W. nee-a-salvação-da-alma
Francisco Deuzilene
 
Reflexão nº 15, revisada.
Reflexão nº 15, revisada.Reflexão nº 15, revisada.
Reflexão nº 15, revisada.
felipe_higa
 
A Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma AliançaA Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma Aliança
Silvio Dutra
 
O principio da Criação
O principio da CriaçãoO principio da Criação
O principio da Criação
oitavaera
 
“Para que todos sejam um”
“Para que todos sejam um”“Para que todos sejam um”
“Para que todos sejam um”
JUERP
 
CURSO PARA BATISMO
CURSO PARA BATISMOCURSO PARA BATISMO
CURSO PARA BATISMO
PR MARCIO
 
Missa da 1ª eucaristia.
Missa da 1ª eucaristia.Missa da 1ª eucaristia.
Missa da 1ª eucaristia.
Lucas Licerre
 
45. a luz do mundo
45. a luz do mundo45. a luz do mundo
45. a luz do mundo
pohlos
 
A ANCORA DA NOSSA ALMA
A ANCORA DA NOSSA ALMAA ANCORA DA NOSSA ALMA
A ANCORA DA NOSSA ALMA
WAGNER DARLAN ANTAS DE ALMEIDA
 
REFLEXÕES I
REFLEXÕES IREFLEXÕES I
Apostila discipulado
Apostila discipuladoApostila discipulado
Apostila discipulado
Adriana Ferreira
 
Epistolaaos Efesios
Epistolaaos EfesiosEpistolaaos Efesios
Epistolaaos Efesios
JNR
 
Conversões desejadas spurgeon
Conversões desejadas   spurgeonConversões desejadas   spurgeon
Conversões desejadas spurgeon
Silvio Dutra
 
Enchimento do espírito santo emanuel rev01
Enchimento do espírito santo   emanuel rev01Enchimento do espírito santo   emanuel rev01
Enchimento do espírito santo emanuel rev01
Luiza Dayana
 
Tempo de buscar e viver o Reino de Deus
Tempo de buscar e viver o Reino de DeusTempo de buscar e viver o Reino de Deus
Tempo de buscar e viver o Reino de Deus
Rodrigo Mendonça
 
O Filho_232014_GGR
O Filho_232014_GGRO Filho_232014_GGR
O Filho_232014_GGR
Gerson G. Ramos
 
O QUE É O BATISMO.pdf
O QUE É O BATISMO.pdfO QUE É O BATISMO.pdf
O QUE É O BATISMO.pdf
SEDUC-PA
 
Entre o céu e a terra
Entre o céu e a terraEntre o céu e a terra
Entre o céu e a terra
Bruno Da Montanha
 

Semelhante a Purpose of Missionary Work PORTUGUESE (20)

O avivamento do Espirito Santo
O avivamento do Espirito SantoO avivamento do Espirito Santo
O avivamento do Espirito Santo
 
5ª Aula para Formação de Discipuladores
5ª Aula para Formação de Discipuladores5ª Aula para Formação de Discipuladores
5ª Aula para Formação de Discipuladores
 
W. nee-a-salvação-da-alma
W. nee-a-salvação-da-almaW. nee-a-salvação-da-alma
W. nee-a-salvação-da-alma
 
Reflexão nº 15, revisada.
Reflexão nº 15, revisada.Reflexão nº 15, revisada.
Reflexão nº 15, revisada.
 
A Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma AliançaA Vida Alcançada por uma Aliança
A Vida Alcançada por uma Aliança
 
O principio da Criação
O principio da CriaçãoO principio da Criação
O principio da Criação
 
“Para que todos sejam um”
“Para que todos sejam um”“Para que todos sejam um”
“Para que todos sejam um”
 
CURSO PARA BATISMO
CURSO PARA BATISMOCURSO PARA BATISMO
CURSO PARA BATISMO
 
Missa da 1ª eucaristia.
Missa da 1ª eucaristia.Missa da 1ª eucaristia.
Missa da 1ª eucaristia.
 
45. a luz do mundo
45. a luz do mundo45. a luz do mundo
45. a luz do mundo
 
A ANCORA DA NOSSA ALMA
A ANCORA DA NOSSA ALMAA ANCORA DA NOSSA ALMA
A ANCORA DA NOSSA ALMA
 
REFLEXÕES I
REFLEXÕES IREFLEXÕES I
REFLEXÕES I
 
Apostila discipulado
Apostila discipuladoApostila discipulado
Apostila discipulado
 
Epistolaaos Efesios
Epistolaaos EfesiosEpistolaaos Efesios
Epistolaaos Efesios
 
Conversões desejadas spurgeon
Conversões desejadas   spurgeonConversões desejadas   spurgeon
Conversões desejadas spurgeon
 
Enchimento do espírito santo emanuel rev01
Enchimento do espírito santo   emanuel rev01Enchimento do espírito santo   emanuel rev01
Enchimento do espírito santo emanuel rev01
 
Tempo de buscar e viver o Reino de Deus
Tempo de buscar e viver o Reino de DeusTempo de buscar e viver o Reino de Deus
Tempo de buscar e viver o Reino de Deus
 
O Filho_232014_GGR
O Filho_232014_GGRO Filho_232014_GGR
O Filho_232014_GGR
 
O QUE É O BATISMO.pdf
O QUE É O BATISMO.pdfO QUE É O BATISMO.pdf
O QUE É O BATISMO.pdf
 
Entre o céu e a terra
Entre o céu e a terraEntre o céu e a terra
Entre o céu e a terra
 

Mais de dearl1

Purpose of Missionary Work ENGLISH
Purpose of Missionary Work ENGLISHPurpose of Missionary Work ENGLISH
Purpose of Missionary Work ENGLISH
dearl1
 
Joseph & All Things Semitic RUSSIAN
Joseph & All Things Semitic RUSSIANJoseph & All Things Semitic RUSSIAN
Joseph & All Things Semitic RUSSIANdearl1
 
Joseph & All Things Semitic ITALIAN
Joseph & All Things Semitic ITALIANJoseph & All Things Semitic ITALIAN
Joseph & All Things Semitic ITALIANdearl1
 
Joseph & All Things Semitic FRENCH
Joseph & All Things Semitic FRENCHJoseph & All Things Semitic FRENCH
Joseph & All Things Semitic FRENCHdearl1
 
Joseph & All Things Semitic PORTUGUESE
Joseph & All Things Semitic PORTUGUESEJoseph & All Things Semitic PORTUGUESE
Joseph & All Things Semitic PORTUGUESE
dearl1
 
Joseph & All Things Semitic SPANISH
Joseph & All Things Semitic SPANISHJoseph & All Things Semitic SPANISH
Joseph & All Things Semitic SPANISH
dearl1
 
Joseph & All Things Semitic ENGLISH
Joseph & All Things Semitic ENGLISHJoseph & All Things Semitic ENGLISH
Joseph & All Things Semitic ENGLISH
dearl1
 
Joseph & all things semitic port
Joseph & all things semitic portJoseph & all things semitic port
Joseph & all things semitic port
dearl1
 
Joseph & all things semitic italian
Joseph & all things semitic italianJoseph & all things semitic italian
Joseph & all things semitic italiandearl1
 
Missionary plan of salvation spanish
Missionary plan of salvation spanishMissionary plan of salvation spanish
Missionary plan of salvation spanish
dearl1
 
Missionary Plan of Salvation RUSSIAN
Missionary Plan of Salvation RUSSIANMissionary Plan of Salvation RUSSIAN
Missionary Plan of Salvation RUSSIANdearl1
 
Missionary Plan of Salvation ITALIAN
Missionary Plan of Salvation ITALIANMissionary Plan of Salvation ITALIAN
Missionary Plan of Salvation ITALIANdearl1
 
Missionary Plan of Salvation PORTUGUESE
Missionary Plan of Salvation PORTUGUESEMissionary Plan of Salvation PORTUGUESE
Missionary Plan of Salvation PORTUGUESE
dearl1
 
Missionary Plan of Salvation FRENCH
Missionary Plan of Salvation FRENCHMissionary Plan of Salvation FRENCH
Missionary Plan of Salvation FRENCHdearl1
 
Missionary Plan of Salvation SPANISH
Missionary Plan of Salvation SPANISHMissionary Plan of Salvation SPANISH
Missionary Plan of Salvation SPANISH
dearl1
 
Plan of salvation english mission
Plan of salvation english missionPlan of salvation english mission
Plan of salvation english mission
dearl1
 
Plan of salvation english mission
Plan of salvation english missionPlan of salvation english mission
Plan of salvation english mission
dearl1
 
Jesus the Christ in SPANISH
Jesus the Christ in SPANISHJesus the Christ in SPANISH
Jesus the Christ in SPANISH
dearl1
 
Jesus the Christ in ITALIAN
Jesus the Christ in ITALIANJesus the Christ in ITALIAN
Jesus the Christ in ITALIANdearl1
 
Jesus the Christ in FRENCH
Jesus the Christ in FRENCHJesus the Christ in FRENCH
Jesus the Christ in FRENCHdearl1
 

Mais de dearl1 (20)

Purpose of Missionary Work ENGLISH
Purpose of Missionary Work ENGLISHPurpose of Missionary Work ENGLISH
Purpose of Missionary Work ENGLISH
 
Joseph & All Things Semitic RUSSIAN
Joseph & All Things Semitic RUSSIANJoseph & All Things Semitic RUSSIAN
Joseph & All Things Semitic RUSSIAN
 
Joseph & All Things Semitic ITALIAN
Joseph & All Things Semitic ITALIANJoseph & All Things Semitic ITALIAN
Joseph & All Things Semitic ITALIAN
 
Joseph & All Things Semitic FRENCH
Joseph & All Things Semitic FRENCHJoseph & All Things Semitic FRENCH
Joseph & All Things Semitic FRENCH
 
Joseph & All Things Semitic PORTUGUESE
Joseph & All Things Semitic PORTUGUESEJoseph & All Things Semitic PORTUGUESE
Joseph & All Things Semitic PORTUGUESE
 
Joseph & All Things Semitic SPANISH
Joseph & All Things Semitic SPANISHJoseph & All Things Semitic SPANISH
Joseph & All Things Semitic SPANISH
 
Joseph & All Things Semitic ENGLISH
Joseph & All Things Semitic ENGLISHJoseph & All Things Semitic ENGLISH
Joseph & All Things Semitic ENGLISH
 
Joseph & all things semitic port
Joseph & all things semitic portJoseph & all things semitic port
Joseph & all things semitic port
 
Joseph & all things semitic italian
Joseph & all things semitic italianJoseph & all things semitic italian
Joseph & all things semitic italian
 
Missionary plan of salvation spanish
Missionary plan of salvation spanishMissionary plan of salvation spanish
Missionary plan of salvation spanish
 
Missionary Plan of Salvation RUSSIAN
Missionary Plan of Salvation RUSSIANMissionary Plan of Salvation RUSSIAN
Missionary Plan of Salvation RUSSIAN
 
Missionary Plan of Salvation ITALIAN
Missionary Plan of Salvation ITALIANMissionary Plan of Salvation ITALIAN
Missionary Plan of Salvation ITALIAN
 
Missionary Plan of Salvation PORTUGUESE
Missionary Plan of Salvation PORTUGUESEMissionary Plan of Salvation PORTUGUESE
Missionary Plan of Salvation PORTUGUESE
 
Missionary Plan of Salvation FRENCH
Missionary Plan of Salvation FRENCHMissionary Plan of Salvation FRENCH
Missionary Plan of Salvation FRENCH
 
Missionary Plan of Salvation SPANISH
Missionary Plan of Salvation SPANISHMissionary Plan of Salvation SPANISH
Missionary Plan of Salvation SPANISH
 
Plan of salvation english mission
Plan of salvation english missionPlan of salvation english mission
Plan of salvation english mission
 
Plan of salvation english mission
Plan of salvation english missionPlan of salvation english mission
Plan of salvation english mission
 
Jesus the Christ in SPANISH
Jesus the Christ in SPANISHJesus the Christ in SPANISH
Jesus the Christ in SPANISH
 
Jesus the Christ in ITALIAN
Jesus the Christ in ITALIANJesus the Christ in ITALIAN
Jesus the Christ in ITALIAN
 
Jesus the Christ in FRENCH
Jesus the Christ in FRENCHJesus the Christ in FRENCH
Jesus the Christ in FRENCH
 

Purpose of Missionary Work PORTUGUESE

  • 1.
  • 2. O propósito do trabalho MISSIONÁRIO  Convidar as pessoas a achegarem-se a Cristo, ajudando-as a receber o evangelho restaurado por meio da fé em Jesus Cristo e em Sua Expiacão, do arrependimento, do batismo, de se receber o dom do Espírito Santo e de perseverar até o fim. PMG
  • 3. Este é o nosso propósito missionário Our voi Elder Elder Greer Earl Jose Carlos Edison Karina China Angelica Hermana Vilchez CONVERTER
  • 5. Suas crianças transformam- se missionários
  • 6.
  • 7. O PROPOSITO DO EVANGELHO O proposito do evangelho é limpar o povo de seus pecados, de modo que eles possam receber a misericordia do Salvador, no dia do juizo. PMG page 6 Portanto, o objectivo do trabalho que fazes cada dia é convidar a outros para vir a Cristo, para receber a salvação por meio de sua DOUTRINA.
  • 8. Os principios básicos do trabalho missionário  Elder Dallin H. Oaks ensinou: Nos executamos o trabalho missionário para poder- mos batizar Voçes podem qualificar-se para o Reino terrestial em vez do Reino Telestial sem a ajuda da igreja. Nos estamos preocupados com um grau maior. O propósito do trabalho missionário é ajudar os filhos de Deus a cumprirem com a sua condição prescrita pelo nosso Salvador e Redentor. Nos pregamos e ensinamos com a finalidade de baptizar os filhos de Deus, para que assim eles possam ser salvos No reino Celestial em vez de serem condenados a um reino menor. Esta é a doutrina
  • 9. A vossa promessa como missionário: D & C 75: 2. Escutai, ó vos que destes vossos nomes para sair proclamando meu Evangelho e para podar a minha vinha vinha. 3. Eis que eu vos digo ser minha vontade irdes sem demora e não serdes ocioso, mas trabalhardes com toda forza poder — 4. 4. Levantando vossas vozes como que com o som de uma trombeta , proclamando a verdade de conforme as revelações e mandamentos que vos dei . (PMG & Escrituras). 5. 5. E assim, se fiéis sereis carregados com muitos molhos (batismos) e coroados com honra e glória e Imortalidade e vida eterna.
  • 10. A DOUTRINA DE JESUS CRISTO 2 Néfi 31: 1: E agora, meus amados irmãos, eu, Néfi, cesso de profetizarvos.E não escrever senão umas poucas coisas que sei com certeza que acontecerão nem posso escrever senão algumas palavras do meu irmão Jacó. 2: Portanto as coisas que escrevi me bastam, exceto algumas poucas palavras que DEVO DIZER dizer sobre DOUTRINA DE CRISTO; portanto vos falarei claramenete, de acordo com a clareza do meu profetizar. 3: Porque a minha alma se deleita na clareza, pois é desta maneira que o senhor Deus faz suas obras entre os filhos dos homens. Pois o senhor Deus dá luz ao entendimento; porque fala aos homens de acordo com A SUA LÍNGUA, para que comprendam.
  • 11. 4. Portanto quisera que vos lembrásseis do que vos falei sobre aquele profeta que o senhor me mostrou , o qual batizará o Cordeiro de Deus que tirará os pecados do mundo. 5. E agora, se o CORDEIRO DE DEUS , sendo santo, terá necessidade de ser batizado com água, para cumprir toda a justiça, quanta mais necessidae não teremos nós, sendo impuros ,de sermos batizado, sim , com água! 6. E agora vos pergunto, meus amados irmãos, como foi que o cordeiro de Deus CUMPRIU TODA A JUSTIÇA, sendo batizado com água? 7. Não sabeis que ele era santo ? Mas embora sendo santo , mostra aos filhos dos homens que segundo a carne, se humilha ante o pai e testifica-lhe que lhe será obediente na observãncia de seus mandamentos ( incluindo o batismo).
  • 12. 8. Portanto depois de ter sido baptizado com água, o espírito santo o espírito santo descendeu sobre ele na forma de pomba.. 9. E novamente, isto mostra aos filhos dos homens a quão estreito é o caminho e quão apertada é a porta pela qual deverão entrar, tendo-lhes ele dado o exemplo. 10. E disse aos filhos dos homens: Segue-me. Portanto, meus irmãos amados, poderemos nós seguir Jesus se não estivermos dispostos a guardar os mandamentos do pai? 11. E disse o pai: Arrependei-vos , arrependei-vos e sede baptizados em nome do meu filho Amado. 12. E também, veio a mim a voz do filho, dizendo: Àquele que for baptizado em meu nome, o pai dará o espírito Santo, como a mim; segui-me pois; e fazei as coisas que me viste fazer.
  • 13. 13. Portanto,meus amados irmãos , sei que se seguirdes o filho com todo o coração, agindo sem hipocrisia e engano diante de Deus, mas com verdadeira intenção , arrependendo-vos dos vossos pecados , testemunhando ao pai que estas dispostos a tomar sobre vós o nome de Cristo pelo baptismo, sim, seguindo vosso senhor e vosso salvador à água, segundo a sua palavra, eis que então recebereis o espírito santo; sim, então vem o baptismo de fogo e do espírito santo e então podereis falar na língua de anjos e render louvores ao Santo de Israel. 14. Eis porém meus amados irmãos, que assim veio a mim a voz do filho, dizendo: Depois de vos arrependerdes de vossos pecados e de testificardes ao pai que estais dispostos a guardar meus mandamentos pelo batismo de água ; e de haverdes recebido o batismo de fogo e do espírito santo e de poderdes falar em uma língua nova , sim, na língua de anjos ; se depois disso me negardes, teria sido melhor para vós que não me houvésseis conhecido.
  • 14. 15. E ouvi a voz do pai, dizendo: Sim as palavras do meu amado são verdadeiras e fiéis. Quem perseverar até o fim, esse será salvo. 16. E agora meus amados irmãos, sei por isso que, a menos que o homem persevere até o fim, seguindo o exemplo do filho de Deus vivente não poderá ser salvo. 17. Portanto fazei as coisas que eu vos disse ter visto o vosso senhor e redentor fazer; porque por este razão me foram mostradas, para que possais conhecer a porta pela qual deveis entrar. Porque a porta pela qual deveis entrar é o arrependimento e o baptismo com água; e recebereis, então, a remissão dos vossos pecados pelo fogo e pelo espírito santo. 18. E estareis então no caminho estreito e apertado que conduz à vida eterna, sim havereis entrado pela porta; havereis procedido segundo os mandamentos do pai e do filho; e havereis recebido o espírito santo que dá testemunho do pai e do filho em cumprimento da promessa que vos fez de que, se entrásseis pelo caminho, recebereis.
  • 15. 19. Agora meus amado irmãos, depois de haverdes entrado neste caminho estreito e apertado, eu perguntaria se tudo terá sido feito. Eis que vos digo: Não; porque não havereis chegado até esse ponto se não fosse pela palavra de Cristo, com fé inabalável nele, confiando plenamente nos méritos daquele que é poderoso para salvar. 20. Deveis, pois, prosseguir com firmeza em Cristo, tendo um perfeito esplendor de esperança e amor a Deus e todos os homens . Portanto se assim prosseguirdes, banqueteando-vos com a palavra de Cristo e perseverardes até o fim, eis que assim diz o pai : tereis vida eterna. 21. Agora meus amados irmãos, eis que este é o caminho, e não há qualquer outro caminho ou nome debaixo do céu pelo qual o homem possa ser salvo no reino de Deus. E agora esta é a doutrina de Cristo e a única e verdadeira doutrina do pai e do filho e do espírito santo, que são de Deus.
  • 16. Quanta's vezes se menciona a palavra baptismo neste 21 versos 12 vezes
  • 17. Portanto, o que é a doutrina de Cristo? 1. Fé em Jesus Cristo 2. Arrependimento para remissão de pecados 3. Baptismo 4. Dom do Espírito Santo 5. Perseverar até o fim.
  • 18. Analisemos agora, a visita de Cristo as Américas, após a sua ressurreição Como é que o senhor preparou o cenário para a sua primeira visita ao povo de Boutiful? 3Néfi11 1. Tempestades, terramotos, incêndios, furacoês, e cataclismos atestam a crucifixão de Cristo. cap.8 2. Muita gente morre ; Trevas cobrem a terra por três dias; Os sobreviventes lamentam o seu destino. Cap. 8 3. Na escuridão a voz de Cristo proclama a destruição de muita gente e de cidades. Cap.9 4. Ele proclama a sua divindade , anuncia que a lei de Moisés foi cumprida. 5. Há silêncio na terra por muitas horas. A tranquila voz do senhor se ouve três vezes. Cap.10
  • 19. O senhor mostrou-se no templo de Bountiful a parte fiel do povo, quem foram salvos. Foi a sua primeiro e principal mensagem depois de seu pai ter-lhe apresentado, o povo chegou-se a ele e palpou as marcas das feridas nas suas mãos e pés. Começando pelo versículo 21 do capitulo 11 do 3 Néfi: 21. E disse-lhe o senhor: Dou-te poder para baptizar este povo, quando eu tiver novamente subido ao céu. 22. E novamente o senhor chamou outros e disse-lhes a mesma coisa ; e deu-lhes poder para baptizar . E disse-lhes: Desta maneira baptizareis ; e não haverá disputas entre vós.
  • 20. 23. Em verdade vos digo que desta forma baptizareis todos os que se arrependerem de seus pecados pelas vossas palavras e desejarem ser baptizados em meu nome; Eis que descereis à água e em meu nome os baptizareis. 24. Eis que setas são as palavras que devereis dizer , chamando-os pelo meu nome: 25. Tendo autoridade que me foi concedida por Jesus Cristo, eu te baptizo no nome do pai e do filho e do espírito santo. Ámen .. 26. E então os imergireis na água e depois saireis novamente da água . 27. E desta maneira baptizareis em meu nome, pois eis que em verdade vos digo que o pai e o filho e o espírito santo são um; e eu estou no pai e o pai em mim, e o pai e eu somos um. 28. E segundo o que vos ordenei , assim baptizareis; e não haverá disputas entre vós, como até agora tem havido; nem haverá disputas entre vos sobre os pontos de minha doutrina como até aqui tem havido . 29. Pois em verdade, em verdade vos digo que aquele que tem o espírito de discórdia é meu , mas é do diabo , que é o pai da discórdia e leva a cólera ao coração dos homens, para contenderem uns com os outros
  • 21. 30. Eis que esta não é a minha doutrina, levar a cólera aos corações dos homens , uns contra outros, esta porem é a minha doutrina : que estas coisas devem cessar. 31. Eis que em verdade, em verdade vos digo que eu vos declararei minha doutrina . 32. E esta é MINHA DOUTRINA e é a doutrina que o pai me deu ; e dou testemunho do pai e o pai dá testemunho de mim , e o espírito santo dá testemunho do pai e de mim; e eu dou testemunho de que o pai ordena a todos os homens, em todos os lugares , que se arrependam e creiam em mim.. 33. E os que crerem em mim e forem baptizados esses serão salvos, eles são os que herdarão o reino de Deus. 34. E os que não crerem em mi e não forem batizados , serão condenados. 35. Em verdade, em verdade vos digo que esta é a MINHA DOUTRINA e dela vos dou testemunho, vindo do pai; e todo aquele que crê em mim, crê também no pai ; e a ele o pai dará testemunho de mim, pois visitá-lo-á com fogo e com o espírito santo . 36. E asim o pai dará testemunho de mim e o espírito santo dará testemunho do pai e de mim; pois o pai e eu e o espírito santo somos um. 37. E novamente vos digo que vos deveis arrepender e tornar-vos como criancinhas e serdes batizados em meu nome, ou não podereis de modo algum receber estas coisas .
  • 22. Mais 13 Batismos 38. E novamente vos digo que vos deveis arrepender e ser batizados em meu nome e tornar-vos como uma criancinha, ou não podereis, de modo algum heredar o reino de Deus. 39. Em verdade, em verdade vos digo que esta é a minha doutrina, e os que edificam sobre isto, edificam sobre minha rocha e as portas do inferno não prevalecerão contra eles 40. E aqueles que declarem mas ou menos do que isto e establecerem-no como minha doutrina, estes vêm do mal e não edificam sobre a minha rocha, mas edificam sobre um alicerce de areia; e as portas do inferno estarão abertas para recebê-los quando vierem as inundações e os ventos açoitarem-nos. 41.Por tanto, dirigi-vos a este povo e declarai as palavras que eu disse, até os confins da terra.
  • 23. ESTA É O PLANO DA ESTRATEGIA E PLANO DA AREA DE 23
  • 24. O QUE É UM BOM BATISMO? Se nos encoraja a encontrar e ensinar familias; Pai, mae e filhos , que possam apoiar-se uns aos outros a medida que vão vivendo o evangelho e poderem- se selar no templo. ( pme 29) A nossa missão é clara de qualquer das maneiras D & C 133: 37 E este evangelho será pregado em toda nação e tribo língua e povo. D & C 18: …Ordeno a todo homem em qualquer que se arrependa… D & C 20: 72 O batismo deve ser administrado da siguinte maneira, a todos os que se arrependam…
  • 25. Pablo Albarracin no templo de Lima Temple 1 PONTO: TU NÃO SABERÁS QUANDO BATIZAS SE SERÁ OU NÃO UM BOM BATISMO A HISTORIA DE JORGE LUQUE D & C 124: 138 E também vos dou Joseph Young, Josiah Butterfield, Daniel Miles, Henry Herriman, Zera Pulsipher, Levi Hancock, James Foster, que presidam o quórum de setenta. 2 PONTO : NÃO IMPORTA SE DEMORAM MUITO OU POUCO TEMPO EM BATIZAR-SE O IMPORTANTE É QUE PERMANEÇAM ATIVOS NA IGREJA..
  • 26. 3 PONTO: TODO HOMEM DEVERÁ SER BATIZADO: D & C : 138:30 Mas eis que, dentre os justos , organizou suas forças e designou mensageiros , revestidos de poder e autoridade, e comissionou-os para levar a luz do evangelho aos que estavam nas trevas , sim , a todos os espíritos dos homens e assim foi o evangelho pregado aos mortos . MAIS CEDO OU MAIS TARDE, TEMOS DE DAR A TODOS A OPORTUNIDADE DE OUVIR O EVANGELHO. NOS CONVEM RECEBELO AQUI. Uma vez que estiverem nas listas ou registros da igreja, ós visitámos-lhes até que nós ou eles morren.
  • 27. SUMARIO 1. Da irmã Earl aprendemos que, o pai celeste aumentará o desejo nos nossos corações a medida em que ouvimos , exercemos fé e vivemos o evangelho e a doutrina de 2. O nosso propósito como missionários é convidar os demais a vir a Cristo. 3. Fazemos isso através da doutrina de Cristo, ajudando-os a exercerem fé em Cristo, o arrependimento,o batismo, ao receberem o dom do espíri Espírito Santo e a perseverar até ao fim. 4. Reconhecemos que o batismo pela água e pelo fogo (do Espírito Santo) é um requisito para todos os homens, cada país e língua. Ofrecemos a todos a oportunidade de serem batizados .Podemos batizar em qualquer lugar. (Presidente Uchtdorf)