SlideShare uma empresa Scribd logo
Celebração da palavra 10 11-2012
Canto Inicial- Deus Precisa de Ti

RITOS INICIAIS (de pé)

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
R- Amen!

Saudação
A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do pai e a comunhão do espírito santo estejam
connosco.


R- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

Acto penitencial

Irmãos, reconheçamos as nossas culpas para celebrar dignamente esta celebração da Palavra .
       (momento de silêncio)
Confessemos os nossos pecados:
T - Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por
pensamentos e palavras, actos e omissões,
       (batendo no peito)
por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a
vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor.

Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida
eterna.
Amen!

Cantado P- Senhor, tende piedade de nós.
R -Senhor, tende piedade de nós.
P- Cristo, tende piedade de nós.
R- Cristo, tende piedade de nós.
P- Senhor, tende piedade de nós.
R- Senhor, tende piedade de nós.

Glória
T- Glória a Deus nas alturas,
e paz na terra aos homens
por Ele amados.
Senhor Deus, Rei dos Céus,
Deus Pai Todo-Poderoso,
nós Vos louvamos,
nós Vos bendizemos,
nós Vos adoramos,
nós Vos glorificamos,
nós Vos damos graças,
por Vossa imensa glória.
Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito,
Senhor Deus,
Cordeiro de Deus,
Filho de Deus Pai:
Vós que tirais o pecado do mundo,
tende piedade de nós;
Vós que tirais o pecado do mundo,
acolhei a nossa súplica;
Vós que estais à direita do Pai,
tende piedade de nós.
Só Vós sois o Santo;
só Vós, o Senhor;
só Vós, o Altíssimo, Jesus Cristo;
com o Espírito Santo,
na glória de Deus Pai.
Amen!

Oremos (pausa)

ORAÇÃO COLECTA
Deus eterno e misericordioso,
afastai de nós toda a adversidade,
para que, sem obstáculos do corpo ou do espírito,
possamos livremente cumprir a vossa vontade.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

T- Amen!

LITURGIA DA PALAVRA (sentados)

Leitura Do livro do Deuteronómio

Estes são os mandamentos, as leis e os preceitos que o SENHOR, vosso Deus, ordenou que vos
ensinasse para os cumprirdes na terra onde ides entrar, para dela tomar posse. 2Portanto,
deves temer o SENHOR, teu Deus, cumprindo todas as suas leis e mandamentos que te
ordeno, tu, os teus filhos e os filhos dos teus filhos, por todos os dias da tua vida, a fim de que
os teus dias se prolonguem. 3Portanto, Israel, escuta e tem cuidado em cumprir o que será
bom para ti e vos fará multiplicar muito na terra onde corre leite e mel, como te prometeu o
SENHOR, Deus dos teus pais.
4
 Escuta, Israel! O SENHOR é nosso Deus; o SENHOR é único! 5Amarás o SENHOR, teu Deus, com
todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças. 6Estes mandamentos que
hoje te imponho estarão no teu coração. 7Repeti-los-ás aos teus filhos e reflectirás sobre eles,
tanto sentado em tua casa, como ao caminhar, ao deitar ou ao levantar. 8Atá-los-ás, como
símbolo, no teu braço e usá-los-ás como filactérias entre os teus olhos. 9Escrevê-los-ás sobre as
ombreiras da tua casa e nas tuas portas.»
Palavra do Senhor.
R- Graças a Deus.



SALMO RESPONSORIAL Salmo 145 (146), 7.8-9a.9bc-10
Refrão: Ó minha alma, louva o Senhor.

            O Senhor faz justiça aos oprimidos,
            dá pão aos que têm fome
            e a liberdade aos cativos.

            O Senhor ilumina os olhos do cego,
            o Senhor levanta os abatidos,
            o Senhor ama os justos.

            O Senhor protege os peregrinos,
            ampara o órfão e a viúva
            e entrava o caminho aos pecadores.

            O Senhor reina eternamente;
            o teu Deus, ó Sião,
            é rei por todas as gerações.


Leitura do livro dos actos dos Apóstolos

Pedro e João na Samaria - 14Quando os Apóstolos, que estavam em Jerusalém, tiveram
conhecimento de que a Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram para lá Pedro e
João. 15Estes desceram até lá e oraram pelos samaritanos para eles receberem o
Espírito Santo. 16Na verdade, não descera ainda sobre nenhum deles, pois tinham
apenas recebido o baptismo em nome do Senhor Jesus. 17Pedro e João iam, então,
impondo as mãos sobre eles, e recebiam o Espírito Santo.
18
  Ao ver que o Espírito Santo era dado pela imposição das mãos dos Apóstolos, Simão
ofereceu-lhes dinheiro, 19dizendo: «Dai-me também a mim esse poder, para que
aquele a quem eu impuser as mãos receba o Espírito Santo.» 20Mas Pedro replicou:
«Vá contigo o teu dinheiro para a perdição, pois julgaste comprar o Dom de Deus com
dinheiro. 21Neste assunto, não tens parte, nem herança, pois o teu coração não é recto
diante de Deus. 22Arrepende-te, portanto, da tua má intenção e roga ao Senhor que te
perdoe - se for possível - o projecto do teu coração. 23Vejo-te, efectivamente, a
transbordar de fel e nos laços da iniquidade.»
24
 Simão respondeu: «Intercedei vós mesmos por mim junto do Senhor, para que não
me aconteça nada do que acabais de dizer.»
25
 Quanto aos Apóstolos, depois de terem dado o seu testemunho e anunciado a
palavra do Senhor, regressaram a Jerusalém, proclamando a Boa-Nova a muitas aldeias
da Samaria
Palavra do Senhor.
R- Graças a Deus.
EVANGELHO
Aleluia- Pascal

O Senhor esteja connosco.
R- Ele está no meio de nós.
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, segundo São João
R- Glória a Vós, Senhor.

Diálogo com Nicodemos - 1Entre os fariseus havia um homem chamado Nicodemos,
um chefe dos judeus. 2Veio ter com Jesus de noite e disse-lhe: «Rabi, nós sabemos que
Tu vieste da parte de Deus, como Mestre, porque ninguém pode realizar os sinais
portentosos que Tu fazes, se Deus não estiver com ele.» 3Em resposta, Jesus declarou-
lhe: «Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer do Alto não pode ver o Reino
de Deus.» 4Perguntou-lhe Nicodemos: «Como pode um homem nascer, sendo velho?
Porventura poderá entrar no ventre de sua mãe outra vez, e nascer?»
5
 Jesus respondeu-lhe: «Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e
do Espírito não pode entrar no Reino de Deus. 6Aquilo que nasce da carne é carne, e
aquilo que nasce do Espírito é espírito. 7Não te admires por Eu te ter dito: ‘Vós tendes
de nascer do Alto.’ 8O vento sopra onde quer e tu ouves a sua voz, mas não sabes de
onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todo aquele que nasceu do
Espírito.»
9
 Nicodemos interveio e disse-lhe: «Como pode ser isso?» 10Jesus respondeu-lhe: «Tu
és mestre em Israel e não sabes estas coisas? 11Em verdade, em verdade te digo: nós
falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos, mas vós não aceitais o
nosso testemunho. 12Se vos falei das coisas da terra e não credes, como é que haveis
de crer quando vos falar das coisas do Céu? 13Pois ninguém subiu ao Céu a não ser
aquele que desceu do Céu, o Filho do Homem. 14Assim como Moisés ergueu a serpente
no deserto, assim também é necessário que o Filho do Homem seja erguido ao alto, 15a
fim de que todo o que nele crê tenha a vida eterna.
16
  Tanto amou Deus o mundo, que lhe entregou o seu Filho Unigénito, a fim de que
todo o que nele crê não se perca, mas tenha a vida eterna. 17De facto, Deus não enviou
o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por
Ele. 18Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não
crer no Filho Unigénito de Deus. 19E a condenação está nisto: a Luz veio ao mundo, e os
homens preferiram as trevas à Luz, porque as suas obras eram más. 20De facto, quem
pratica o mal odeia a Luz e não se aproxima da Luz para que as suas acções não sejam
desmascaradas. 21Mas quem pratica a verdade aproxima-se da Luz, de modo a tornar-
se claro que os seus actos são feitos segundo Deus.»
Palavra da Salvação.
Glória a Vós, Senhor.

Reflexão - Silencio - Canto- Deus de Amor

Professemos a nossa Fé

T- Creio em um só Deus,
Pai Todo-Poderoso,
Criador do céu e da terra,
de todas as coisas visíveis e Invisíveis.
Creio em um só Senhor, Jesus Cristo,
Filho Unigénito de Deus,
nascido do Pai antes de todos os séculos:
Deus de Deus, Luz da Luz,
Deus verdadeiro de Deus verdadeiro;
Gerado, não criado, consubstancial ao Pai.
Por Ele todas as coisas foram feitas.
E por nós, homens, e para nossa salvação
desceu dos céus.
    (Faz-se inclinação)
E encarnou pelo Espírito Santo,
no selo da Virgem Maria,
e Se fez homem.
Também por nós foi crucificado
sob Pôncio Pilatos;
padeceu e foi sepultado.
Ressuscitou ao terceiro dia,
conforme as Escrituras,
e subiu aos céus,
onde está sentado à direita do Pai.
De novo há-de vir em Sua glória,
para julgar os vivos e os mortos;
e o Seu reino não terá fim.
Creio no Espírito Santo,
Senhor que dá a vida,
e procede do Pai e do Filho;
e com o Pai e o Filho
é adorado e glorificado:
Ele que falou pelos Profetas.
Creio na Igreja una, santa,
católica e apostólica.
Professo um só baptismo
para a remissão dos pecados.
E espero a ressurreição dos mortos,
e a vida do mundo que há-de vir.
Amen!

ORAÇÃO DOS FIÉIS

Oremos, Irmãos, a Deus Pai Todo-Poderoso, por intermédio de Nosso Senhor Jesus Cristo:
Oração composto pelos meninos do 2º Volume

Oremos: Ó Deus de infinita bondade e misericórdia, nó vos glorificamos e vos rendemos
graças, porque, neste mundo de morte, nos destes vosso reino pelo qual vossa Palavra é
anunciada a vosso povo reunido. Dai a vossa Igreja, pelo auxílio de vossa graça, a coragem de
professar sua fé, sem temor, e dar um testemunho de reconhecimento de vosso amor sem
limites. Conservai-nos no bom caminho, para que, no meio de tantas dificuldades, não caiamos
no desespero nem na exaltação. Por N.S.J.C., vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo.

T - Amém.

Cantemos, confiantes, a oração que o Senhor nos ensinou:
T- Pai Nosso, que estais no Céu; santificado seja o Vosso nome; venha a nós o Vosso reino;
seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai
hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido,
e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amen

Livrai-nos, Senhor, de todo o mal e dai a paz ao mundo segundo a vossa vontade
T- Vosso é o Reino e o Poder e a Glória para sempre!

Canto- Senhor aqui nos tendes

Oremos – preservai senhor estes Pais na Fé da Santa Igreja Católica, de modo que sejam
consolados pelos espirito da verdade, a fim de que juntamente com os seus filhos possam ser
Um só Corpo, proclamar um só Senhor Jesus Cristo, professar uma só fé, e crer num só
Baptismo, tudo isto vos pedimos por vosso filho N.S.J.C. na Unidade do espirito Santo

T- Amem

RITO DE CONCLUSÃO

O Senhor esteja connosco.
T- Ele está no meio de nós.
Abençoe-nos Deus Todo-Poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo.
T- Amen!
Vamos em paz e o Senhor nos acompanhe.
Amen!

Canto “Avé maria Gratia plena”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Liturgia 25 de maio de 2014
Liturgia 25 de maio de 2014Liturgia 25 de maio de 2014
Liturgia 25 de maio de 2014
(R) Paróquia Anglicana de Santos
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
20 05-12 Ritual para celebração pronto
20 05-12 Ritual para celebração pronto20 05-12 Ritual para celebração pronto
20 05-12 Ritual para celebração pronto
Nacreto
 
Missa manha 24052008
Missa manha 24052008Missa manha 24052008
Missa manha 24052008
yhanahenrique
 
Purpose of Missionary Work PORTUGUESE
Purpose of Missionary Work PORTUGUESEPurpose of Missionary Work PORTUGUESE
Purpose of Missionary Work PORTUGUESE
dearl1
 
missal 191 anos - 2
missal 191 anos - 2missal 191 anos - 2
missal 191 anos - 2
Victor Cavalcanti
 
Our Lady of Fatima Saturday Portuguese Mass
Our Lady of Fatima Saturday Portuguese MassOur Lady of Fatima Saturday Portuguese Mass
Our Lady of Fatima Saturday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
12 domingo do tempo comum no Ano A 2014
12 domingo do tempo comum no Ano A 201412 domingo do tempo comum no Ano A 2014
12 domingo do tempo comum no Ano A 2014
Eilza Alexandre
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
4º domingo da quaresma
4º domingo da quaresma4º domingo da quaresma
4º domingo da quaresma
rosipaes
 
2013 quarta feira 20131218 (vs)
2013 quarta feira 20131218 (vs)2013 quarta feira 20131218 (vs)
2013 quarta feira 20131218 (vs)
Everton Wrasse
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Missa 14º Domingo do tempo comum.
Missa 14º Domingo do tempo comum.Missa 14º Domingo do tempo comum.
Missa 14º Domingo do tempo comum.
Nacreto
 
124 anos(vesp)
124 anos(vesp)124 anos(vesp)
124 anos(vesp)
Paulo Dias Nogueira
 
4º culto sábado - segundo culto jovem
4º culto   sábado - segundo culto jovem4º culto   sábado - segundo culto jovem
4º culto sábado - segundo culto jovem
wendelberg
 

Mais procurados (18)

Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Liturgia 25 de maio de 2014
Liturgia 25 de maio de 2014Liturgia 25 de maio de 2014
Liturgia 25 de maio de 2014
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
20 05-12 Ritual para celebração pronto
20 05-12 Ritual para celebração pronto20 05-12 Ritual para celebração pronto
20 05-12 Ritual para celebração pronto
 
Missa manha 24052008
Missa manha 24052008Missa manha 24052008
Missa manha 24052008
 
Purpose of Missionary Work PORTUGUESE
Purpose of Missionary Work PORTUGUESEPurpose of Missionary Work PORTUGUESE
Purpose of Missionary Work PORTUGUESE
 
missal 191 anos - 2
missal 191 anos - 2missal 191 anos - 2
missal 191 anos - 2
 
Our Lady of Fatima Saturday Portuguese Mass
Our Lady of Fatima Saturday Portuguese MassOur Lady of Fatima Saturday Portuguese Mass
Our Lady of Fatima Saturday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
12 domingo do tempo comum no Ano A 2014
12 domingo do tempo comum no Ano A 201412 domingo do tempo comum no Ano A 2014
12 domingo do tempo comum no Ano A 2014
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
4º domingo da quaresma
4º domingo da quaresma4º domingo da quaresma
4º domingo da quaresma
 
2013 quarta feira 20131218 (vs)
2013 quarta feira 20131218 (vs)2013 quarta feira 20131218 (vs)
2013 quarta feira 20131218 (vs)
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Missa 14º Domingo do tempo comum.
Missa 14º Domingo do tempo comum.Missa 14º Domingo do tempo comum.
Missa 14º Domingo do tempo comum.
 
124 anos(vesp)
124 anos(vesp)124 anos(vesp)
124 anos(vesp)
 
4º culto sábado - segundo culto jovem
4º culto   sábado - segundo culto jovem4º culto   sábado - segundo culto jovem
4º culto sábado - segundo culto jovem
 

Destaque

Formação sobre a Celebração da Palavra
Formação sobre a Celebração da PalavraFormação sobre a Celebração da Palavra
Formação sobre a Celebração da Palavra
ParoquiaStaCruz
 
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro ppsFormação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
José Luiz Silva Pinto
 
Curso de-ministros
Curso de-ministrosCurso de-ministros
Curso de-ministros
Wesley Mallbross
 
Panorama economico
Panorama economicoPanorama economico
Panorama economico
ParoquiaStaCruz
 
Liturgia Celebração da Palavra de Deus
Liturgia   Celebração da Palavra de DeusLiturgia   Celebração da Palavra de Deus
Liturgia Celebração da Palavra de Deus
iaymesobrino
 
Celebração da palavra
Celebração da palavraCelebração da palavra
Celebração da palavra
luciano
 
Palestra ministros palavra
Palestra ministros palavraPalestra ministros palavra
Palestra ministros palavra
luciano
 
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRAFORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
José Luiz Silva Pinto
 
A Homilia
A HomiliaA Homilia
A Homilia
hilemorfismo
 
Formação paroquial para Ministros Extraordinários da Palavra - O que é homil...
 Formação paroquial para Ministros Extraordinários da Palavra - O que é homil... Formação paroquial para Ministros Extraordinários da Palavra - O que é homil...
Formação paroquial para Ministros Extraordinários da Palavra - O que é homil...
José Luiz Silva Pinto
 
Formação para acólitos{turíbulo}
Formação para acólitos{turíbulo}Formação para acólitos{turíbulo}
Formação para acólitos{turíbulo}
Gabriel Linhares
 
A Santa Missa
A Santa MissaA Santa Missa
Roteiro homilético do 5.º domingo da quaresma ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo da quaresma   ano cRoteiro homilético do 5.º domingo da quaresma   ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo da quaresma ano c
José Luiz Silva Pinto
 
Roteiro homilético do 4.º domingo da quaresma – ano c
Roteiro homilético do 4.º domingo da quaresma – ano cRoteiro homilético do 4.º domingo da quaresma – ano c
Roteiro homilético do 4.º domingo da quaresma – ano c
José Luiz Silva Pinto
 
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano cRoteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
José Luiz Silva Pinto
 
Roteiro homilético do 3.º domingo da páscoa ano c.
Roteiro homilético do 3.º domingo da páscoa   ano c.Roteiro homilético do 3.º domingo da páscoa   ano c.
Roteiro homilético do 3.º domingo da páscoa ano c.
José Luiz Silva Pinto
 
ROTEIRO HOMILÉTICO DO 5.º DOMINGO DA PÁSCOA - ANO C
ROTEIRO HOMILÉTICO DO 5.º DOMINGO DA PÁSCOA - ANO CROTEIRO HOMILÉTICO DO 5.º DOMINGO DA PÁSCOA - ANO C
ROTEIRO HOMILÉTICO DO 5.º DOMINGO DA PÁSCOA - ANO C
José Luiz Silva Pinto
 
P1309 trindade
P1309 trindadeP1309 trindade
P1309 trindade
José Luiz Silva Pinto
 
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum ano c
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum   ano cRoteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum   ano c
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum ano c
José Luiz Silva Pinto
 
FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA SAGRADA COMUNHÃO EUCA...
FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA SAGRADA COMUNHÃO EUCA...FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA SAGRADA COMUNHÃO EUCA...
FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA SAGRADA COMUNHÃO EUCA...
José Luiz Silva Pinto
 

Destaque (20)

Formação sobre a Celebração da Palavra
Formação sobre a Celebração da PalavraFormação sobre a Celebração da Palavra
Formação sobre a Celebração da Palavra
 
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro ppsFormação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
 
Curso de-ministros
Curso de-ministrosCurso de-ministros
Curso de-ministros
 
Panorama economico
Panorama economicoPanorama economico
Panorama economico
 
Liturgia Celebração da Palavra de Deus
Liturgia   Celebração da Palavra de DeusLiturgia   Celebração da Palavra de Deus
Liturgia Celebração da Palavra de Deus
 
Celebração da palavra
Celebração da palavraCelebração da palavra
Celebração da palavra
 
Palestra ministros palavra
Palestra ministros palavraPalestra ministros palavra
Palestra ministros palavra
 
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRAFORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
 
A Homilia
A HomiliaA Homilia
A Homilia
 
Formação paroquial para Ministros Extraordinários da Palavra - O que é homil...
 Formação paroquial para Ministros Extraordinários da Palavra - O que é homil... Formação paroquial para Ministros Extraordinários da Palavra - O que é homil...
Formação paroquial para Ministros Extraordinários da Palavra - O que é homil...
 
Formação para acólitos{turíbulo}
Formação para acólitos{turíbulo}Formação para acólitos{turíbulo}
Formação para acólitos{turíbulo}
 
A Santa Missa
A Santa MissaA Santa Missa
A Santa Missa
 
Roteiro homilético do 5.º domingo da quaresma ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo da quaresma   ano cRoteiro homilético do 5.º domingo da quaresma   ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo da quaresma ano c
 
Roteiro homilético do 4.º domingo da quaresma – ano c
Roteiro homilético do 4.º domingo da quaresma – ano cRoteiro homilético do 4.º domingo da quaresma – ano c
Roteiro homilético do 4.º domingo da quaresma – ano c
 
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano cRoteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
 
Roteiro homilético do 3.º domingo da páscoa ano c.
Roteiro homilético do 3.º domingo da páscoa   ano c.Roteiro homilético do 3.º domingo da páscoa   ano c.
Roteiro homilético do 3.º domingo da páscoa ano c.
 
ROTEIRO HOMILÉTICO DO 5.º DOMINGO DA PÁSCOA - ANO C
ROTEIRO HOMILÉTICO DO 5.º DOMINGO DA PÁSCOA - ANO CROTEIRO HOMILÉTICO DO 5.º DOMINGO DA PÁSCOA - ANO C
ROTEIRO HOMILÉTICO DO 5.º DOMINGO DA PÁSCOA - ANO C
 
P1309 trindade
P1309 trindadeP1309 trindade
P1309 trindade
 
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum ano c
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum   ano cRoteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum   ano c
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum ano c
 
FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA SAGRADA COMUNHÃO EUCA...
FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA SAGRADA COMUNHÃO EUCA...FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA SAGRADA COMUNHÃO EUCA...
FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA SAGRADA COMUNHÃO EUCA...
 

Semelhante a Celebração da palavra 10 11-2012

May 15, 2022 (final template Domingas).pptx
May 15, 2022 (final template Domingas).pptxMay 15, 2022 (final template Domingas).pptx
May 15, 2022 (final template Domingas).pptx
MariadaSilva95
 
May 2 2021 5 domingo
May 2 2021   5 domingoMay 2 2021   5 domingo
May 2 2021 5 domingo
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Novena
NovenaNovena
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Missa 09.05.10
Missa 09.05.10Missa 09.05.10
Missa 09.05.10
guestbe5572
 
Ash Wednesday Portuguese Mass
Ash Wednesday Portuguese MassAsh Wednesday Portuguese Mass
Ash Wednesday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
3º Domingo Depois da Páscoa
3º Domingo Depois da Páscoa3º Domingo Depois da Páscoa
3º Domingo Depois da Páscoa
João Augusto Rodrigues
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014
(R) Paróquia Anglicana de Santos
 
Apresentação de slides para missa da quaresma
Apresentação de slides para missa da quaresmaApresentação de slides para missa da quaresma
Apresentação de slides para missa da quaresma
lnrdrigueira
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 

Semelhante a Celebração da palavra 10 11-2012 (20)

May 15, 2022 (final template Domingas).pptx
May 15, 2022 (final template Domingas).pptxMay 15, 2022 (final template Domingas).pptx
May 15, 2022 (final template Domingas).pptx
 
May 2 2021 5 domingo
May 2 2021   5 domingoMay 2 2021   5 domingo
May 2 2021 5 domingo
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Novena
NovenaNovena
Novena
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Missa 09.05.10
Missa 09.05.10Missa 09.05.10
Missa 09.05.10
 
Ash Wednesday Portuguese Mass
Ash Wednesday Portuguese MassAsh Wednesday Portuguese Mass
Ash Wednesday Portuguese Mass
 
3º Domingo Depois da Páscoa
3º Domingo Depois da Páscoa3º Domingo Depois da Páscoa
3º Domingo Depois da Páscoa
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014
 
Apresentação de slides para missa da quaresma
Apresentação de slides para missa da quaresmaApresentação de slides para missa da quaresma
Apresentação de slides para missa da quaresma
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 

Mais de Fábio Soares

Os livros da bíblia
Os livros da bíbliaOs livros da bíblia
Os livros da bíblia
Fábio Soares
 
Ano da fé estandartes
Ano da fé estandartesAno da fé estandartes
Ano da fé estandartes
Fábio Soares
 
Proposta para fornecimento de refeições cantinho pinheiro
Proposta para fornecimento de refeições cantinho pinheiroProposta para fornecimento de refeições cantinho pinheiro
Proposta para fornecimento de refeições cantinho pinheiro
Fábio Soares
 
Fontes bíblicas da eucaristia
Fontes bíblicas da eucaristiaFontes bíblicas da eucaristia
Fontes bíblicas da eucaristia
Fábio Soares
 
Eucaristia
EucaristiaEucaristia
Eucaristia
Fábio Soares
 
Celebracao dominical sem_presbitero
Celebracao dominical sem_presbiteroCelebracao dominical sem_presbitero
Celebracao dominical sem_presbitero
Fábio Soares
 
Celebracao dominical sem_presbitero (1)
Celebracao dominical sem_presbitero (1)Celebracao dominical sem_presbitero (1)
Celebracao dominical sem_presbitero (1)
Fábio Soares
 
Ano da fé actualizado
Ano da fé actualizadoAno da fé actualizado
Ano da fé actualizado
Fábio Soares
 
7 11 nov
7 11 nov7 11 nov
7 11 nov
Fábio Soares
 
Escala de leitores
Escala de leitoresEscala de leitores
Escala de leitores
Fábio Soares
 
Catecismo cica
Catecismo cicaCatecismo cica
Catecismo cica
Fábio Soares
 
Catequese sobre o papa
Catequese sobre o papaCatequese sobre o papa
Catequese sobre o papa
Fábio Soares
 

Mais de Fábio Soares (12)

Os livros da bíblia
Os livros da bíbliaOs livros da bíblia
Os livros da bíblia
 
Ano da fé estandartes
Ano da fé estandartesAno da fé estandartes
Ano da fé estandartes
 
Proposta para fornecimento de refeições cantinho pinheiro
Proposta para fornecimento de refeições cantinho pinheiroProposta para fornecimento de refeições cantinho pinheiro
Proposta para fornecimento de refeições cantinho pinheiro
 
Fontes bíblicas da eucaristia
Fontes bíblicas da eucaristiaFontes bíblicas da eucaristia
Fontes bíblicas da eucaristia
 
Eucaristia
EucaristiaEucaristia
Eucaristia
 
Celebracao dominical sem_presbitero
Celebracao dominical sem_presbiteroCelebracao dominical sem_presbitero
Celebracao dominical sem_presbitero
 
Celebracao dominical sem_presbitero (1)
Celebracao dominical sem_presbitero (1)Celebracao dominical sem_presbitero (1)
Celebracao dominical sem_presbitero (1)
 
Ano da fé actualizado
Ano da fé actualizadoAno da fé actualizado
Ano da fé actualizado
 
7 11 nov
7 11 nov7 11 nov
7 11 nov
 
Escala de leitores
Escala de leitoresEscala de leitores
Escala de leitores
 
Catecismo cica
Catecismo cicaCatecismo cica
Catecismo cica
 
Catequese sobre o papa
Catequese sobre o papaCatequese sobre o papa
Catequese sobre o papa
 

Celebração da palavra 10 11-2012

  • 2. Canto Inicial- Deus Precisa de Ti RITOS INICIAIS (de pé) Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. R- Amen! Saudação A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do pai e a comunhão do espírito santo estejam connosco. R- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Acto penitencial Irmãos, reconheçamos as nossas culpas para celebrar dignamente esta celebração da Palavra . (momento de silêncio) Confessemos os nossos pecados: T - Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, actos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Amen! Cantado P- Senhor, tende piedade de nós. R -Senhor, tende piedade de nós. P- Cristo, tende piedade de nós. R- Cristo, tende piedade de nós. P- Senhor, tende piedade de nós. R- Senhor, tende piedade de nós. Glória T- Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos Céus, Deus Pai Todo-Poderoso, nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças, por Vossa imensa glória.
  • 3. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo; só Vós, o Senhor; só Vós, o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amen! Oremos (pausa) ORAÇÃO COLECTA Deus eterno e misericordioso, afastai de nós toda a adversidade, para que, sem obstáculos do corpo ou do espírito, possamos livremente cumprir a vossa vontade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. T- Amen! LITURGIA DA PALAVRA (sentados) Leitura Do livro do Deuteronómio Estes são os mandamentos, as leis e os preceitos que o SENHOR, vosso Deus, ordenou que vos ensinasse para os cumprirdes na terra onde ides entrar, para dela tomar posse. 2Portanto, deves temer o SENHOR, teu Deus, cumprindo todas as suas leis e mandamentos que te ordeno, tu, os teus filhos e os filhos dos teus filhos, por todos os dias da tua vida, a fim de que os teus dias se prolonguem. 3Portanto, Israel, escuta e tem cuidado em cumprir o que será bom para ti e vos fará multiplicar muito na terra onde corre leite e mel, como te prometeu o SENHOR, Deus dos teus pais. 4 Escuta, Israel! O SENHOR é nosso Deus; o SENHOR é único! 5Amarás o SENHOR, teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças. 6Estes mandamentos que hoje te imponho estarão no teu coração. 7Repeti-los-ás aos teus filhos e reflectirás sobre eles, tanto sentado em tua casa, como ao caminhar, ao deitar ou ao levantar. 8Atá-los-ás, como símbolo, no teu braço e usá-los-ás como filactérias entre os teus olhos. 9Escrevê-los-ás sobre as ombreiras da tua casa e nas tuas portas.»
  • 4. Palavra do Senhor. R- Graças a Deus. SALMO RESPONSORIAL Salmo 145 (146), 7.8-9a.9bc-10 Refrão: Ó minha alma, louva o Senhor. O Senhor faz justiça aos oprimidos, dá pão aos que têm fome e a liberdade aos cativos. O Senhor ilumina os olhos do cego, o Senhor levanta os abatidos, o Senhor ama os justos. O Senhor protege os peregrinos, ampara o órfão e a viúva e entrava o caminho aos pecadores. O Senhor reina eternamente; o teu Deus, ó Sião, é rei por todas as gerações. Leitura do livro dos actos dos Apóstolos Pedro e João na Samaria - 14Quando os Apóstolos, que estavam em Jerusalém, tiveram conhecimento de que a Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram para lá Pedro e João. 15Estes desceram até lá e oraram pelos samaritanos para eles receberem o Espírito Santo. 16Na verdade, não descera ainda sobre nenhum deles, pois tinham apenas recebido o baptismo em nome do Senhor Jesus. 17Pedro e João iam, então, impondo as mãos sobre eles, e recebiam o Espírito Santo. 18 Ao ver que o Espírito Santo era dado pela imposição das mãos dos Apóstolos, Simão ofereceu-lhes dinheiro, 19dizendo: «Dai-me também a mim esse poder, para que aquele a quem eu impuser as mãos receba o Espírito Santo.» 20Mas Pedro replicou: «Vá contigo o teu dinheiro para a perdição, pois julgaste comprar o Dom de Deus com dinheiro. 21Neste assunto, não tens parte, nem herança, pois o teu coração não é recto diante de Deus. 22Arrepende-te, portanto, da tua má intenção e roga ao Senhor que te perdoe - se for possível - o projecto do teu coração. 23Vejo-te, efectivamente, a transbordar de fel e nos laços da iniquidade.» 24 Simão respondeu: «Intercedei vós mesmos por mim junto do Senhor, para que não me aconteça nada do que acabais de dizer.»
  • 5. 25 Quanto aos Apóstolos, depois de terem dado o seu testemunho e anunciado a palavra do Senhor, regressaram a Jerusalém, proclamando a Boa-Nova a muitas aldeias da Samaria Palavra do Senhor. R- Graças a Deus. EVANGELHO Aleluia- Pascal O Senhor esteja connosco. R- Ele está no meio de nós. Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, segundo São João R- Glória a Vós, Senhor. Diálogo com Nicodemos - 1Entre os fariseus havia um homem chamado Nicodemos, um chefe dos judeus. 2Veio ter com Jesus de noite e disse-lhe: «Rabi, nós sabemos que Tu vieste da parte de Deus, como Mestre, porque ninguém pode realizar os sinais portentosos que Tu fazes, se Deus não estiver com ele.» 3Em resposta, Jesus declarou- lhe: «Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer do Alto não pode ver o Reino de Deus.» 4Perguntou-lhe Nicodemos: «Como pode um homem nascer, sendo velho? Porventura poderá entrar no ventre de sua mãe outra vez, e nascer?» 5 Jesus respondeu-lhe: «Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus. 6Aquilo que nasce da carne é carne, e aquilo que nasce do Espírito é espírito. 7Não te admires por Eu te ter dito: ‘Vós tendes de nascer do Alto.’ 8O vento sopra onde quer e tu ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todo aquele que nasceu do Espírito.» 9 Nicodemos interveio e disse-lhe: «Como pode ser isso?» 10Jesus respondeu-lhe: «Tu és mestre em Israel e não sabes estas coisas? 11Em verdade, em verdade te digo: nós falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos, mas vós não aceitais o nosso testemunho. 12Se vos falei das coisas da terra e não credes, como é que haveis de crer quando vos falar das coisas do Céu? 13Pois ninguém subiu ao Céu a não ser aquele que desceu do Céu, o Filho do Homem. 14Assim como Moisés ergueu a serpente no deserto, assim também é necessário que o Filho do Homem seja erguido ao alto, 15a fim de que todo o que nele crê tenha a vida eterna. 16 Tanto amou Deus o mundo, que lhe entregou o seu Filho Unigénito, a fim de que todo o que nele crê não se perca, mas tenha a vida eterna. 17De facto, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele. 18Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no Filho Unigénito de Deus. 19E a condenação está nisto: a Luz veio ao mundo, e os homens preferiram as trevas à Luz, porque as suas obras eram más. 20De facto, quem pratica o mal odeia a Luz e não se aproxima da Luz para que as suas acções não sejam desmascaradas. 21Mas quem pratica a verdade aproxima-se da Luz, de modo a tornar- se claro que os seus actos são feitos segundo Deus.»
  • 6. Palavra da Salvação. Glória a Vós, Senhor. Reflexão - Silencio - Canto- Deus de Amor Professemos a nossa Fé T- Creio em um só Deus, Pai Todo-Poderoso, Criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e Invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos céus. (Faz-se inclinação) E encarnou pelo Espírito Santo, no selo da Virgem Maria, e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. De novo há-de vir em Sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o Seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas. Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só baptismo para a remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos,
  • 7. e a vida do mundo que há-de vir. Amen! ORAÇÃO DOS FIÉIS Oremos, Irmãos, a Deus Pai Todo-Poderoso, por intermédio de Nosso Senhor Jesus Cristo: Oração composto pelos meninos do 2º Volume Oremos: Ó Deus de infinita bondade e misericórdia, nó vos glorificamos e vos rendemos graças, porque, neste mundo de morte, nos destes vosso reino pelo qual vossa Palavra é anunciada a vosso povo reunido. Dai a vossa Igreja, pelo auxílio de vossa graça, a coragem de professar sua fé, sem temor, e dar um testemunho de reconhecimento de vosso amor sem limites. Conservai-nos no bom caminho, para que, no meio de tantas dificuldades, não caiamos no desespero nem na exaltação. Por N.S.J.C., vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. T - Amém. Cantemos, confiantes, a oração que o Senhor nos ensinou: T- Pai Nosso, que estais no Céu; santificado seja o Vosso nome; venha a nós o Vosso reino; seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amen Livrai-nos, Senhor, de todo o mal e dai a paz ao mundo segundo a vossa vontade T- Vosso é o Reino e o Poder e a Glória para sempre! Canto- Senhor aqui nos tendes Oremos – preservai senhor estes Pais na Fé da Santa Igreja Católica, de modo que sejam consolados pelos espirito da verdade, a fim de que juntamente com os seus filhos possam ser Um só Corpo, proclamar um só Senhor Jesus Cristo, professar uma só fé, e crer num só Baptismo, tudo isto vos pedimos por vosso filho N.S.J.C. na Unidade do espirito Santo T- Amem RITO DE CONCLUSÃO O Senhor esteja connosco. T- Ele está no meio de nós. Abençoe-nos Deus Todo-Poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. T- Amen! Vamos em paz e o Senhor nos acompanhe. Amen! Canto “Avé maria Gratia plena”