SlideShare uma empresa Scribd logo
Panorama do Teatro Ocidental Teatro no Brasil By Claudia Venturi
Primeiros momentos Os primeiros contatos - século XVI, período barroco, início do Brasil colonial. Jesuíta Padre José de Anchieta – intuito de catequizar os índios. Peças apresentadas pelos próprios índios e faladas em tupi-guarani, português e espanhol, baseadas em fatos da bíblia. Século XVII - introdução de novas peças trazidas da Espanha, além das encenações em língua portuguesa. Representações aconteciam principalmente em ocasiões festivas, quando grupos amadores montavam, em praça pública, peças populares, em homenagem às autoridades.  João Caetano (1808 – 1863) - Primeiro ator e dramaturgo de destaque. Carioca, clássicos de autores do teatro como Shakespeare e Molière, além de autores brasileiros.
Pe. José de Anchieta Teatro Municipal do Rio de Janeiro – João Caetano – Construído em 1810
Os circos brasileiros mais antigos organizaram-se na segunda metade do século XVIII.  Romantismo brasileiro - ênfase a literatura cotidiana e histórica do país.  Gonçalves de Magalhães,  Martins Pena , Leonor de Mendonça,  Castro Alves  e Joaquim Manuel de Macedo.  Meados do século XIX, autores como  Machado de Assis e Aluisio de Azevedo  introduzem o Realismo através da literatura recheada de humor e sarcasmo que criticava as elites brasileiras.  Arthur de Azevedo  escreveu peças relacionadas às questões político-sociais do país. Entre as quais  A Capital Federal .  Final do século XIX, inicia a construção dos grandes teatros brasileiros como o Teatro Amazonas (1896), o Teatro Municipal do Rio de Janeiro (1909) e o Teatro Municipal de São Paulo (1911) - edificações inspiradas na Ópera de Paris, encenavam-se obras eruditas, óperas, orquestras, apresentações de grupos e artistas estrangeiros. Hoje recebem todo tipo de espetáculos.
Martins Pena O noviço Castro Alves Machado de Assis Aluísio Azevedo
Década de 40, atores do leste europeu refugiaram-se no Brasil, introduzindo o método de Stanislávski no Teatro Oficina, no Rio de Janeiro. A montagem de  Ziembinski , para  Vestido de Noiva , de  Nelson Rodrigues  (1912 – 1980), em 1943, transformou o papel do diretor de teatro no Brasil e a obra revolucionou a dramaturgia brasileira. Teatro Brasileiro de Comédia – TBC - Companhia paulistana, fundada em 1948, pelo empresário  Franco Zampari , que importa diretores e técnicos da Itália para formar um conjunto de alto nível e repertório sofisticado, solidificando a experiência moderna no teatro brasileiro.  As questões sociais passaram a ser discutidas nos anos 50.  Nelson Rodrigues  despertou polêmica com peças consideradas escandalosas.  Ariano Suassuna  (1927) inovou o teatro regionalista, unindo  a tradição mediterrânica com o romanceiro popular nordestino.
Nelson Rodrigues O Beijo no Asfalto Ariano Suassuna O Auto da Compadecida
Teatro de Arena fundado na década de 50 - São Paulo. Novos elementos na dramaturgia brasileira são utilizados, destacando as montagens de peças como  Eles Não Usam Black-Tie , de  Gianfrancesco Guarnieri  (1934 – 2006). Sob a liderança de  Augusto Boal  (1931 – 2009), o Arena forma novos autores e adapta textos clássicos para que mostrem a realidade brasileira. Nesta fase o teatro brasileiro implantou o sistema curinga, no qual desapareceu a noção de protagonista, em trabalhos como  Arena Conta Zumbi (1965) e Arena Conta Tiradentes (1967) , que abordavam acontecimentos históricos nacionais. O Arena fechou suas portas em meados de 1971 com o regime militar.
Augusto Boal Gianfrancesco Guarnieri Eles não usam Black-Tie
A censura imposta pelo novo regime obrigou os atores a encontrarem uma linguagem que driblasse as proibições. Com isso apareceram grupos irreverentes que se expressavam por meio de metáforas. Destaque a  Asdrúbal Trouxe o Trombone,  Rio de Janeiro, cujo espetáculo  Trate-me Leão  retratava a geração de classe média carioca.  Em 1979 a censura perde a força e algumas peças proibidas nesse período são liberadas.  Oduvaldo Vianna Filho  (1936 – 1974) -  Rasga Coração.   Romário Borelli -  dramaturgo e musicista  -  O Contestado , apresentado pela 1ª vez sem cortes.
Asdrúbal Trouxe o Trombone Oduvaldo Vianna Filho Rasga Coração Romário Borelli O Contestado
Na década de 80 o teatro sofreu influência do pós-modernismo, tendo como expoente o dramaturgo  Gerald Thomas  (1954) -  Carmem com Filtro , Electra com Creta  - ironias sofisticadas e concepções ousadas.  Na década de 90 as encenações mostraram tendências à visualidade e o retorno gradativo à palavra, por meio de montagens de textos clássicos.  O experimentalismo alcança sucesso de público e crítica. A técnica circense também é adotada por vários grupos da época. Atualmente o teatro alternativo é considerado mais uma forma de encenação porque ocupa espaços pouco usuais como galpões, banheiros públicos, cadeias ou edifícios abandonados.
 
Composição:  Claudia Venturi Atriz, Diretora e Professora de Teatro www.agape.art.br [email_address] Fonte: Teatro Guaíra

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do teatro brasileiro
Panorama do teatro brasileiroPanorama do teatro brasileiro
Panorama do teatro brasileiro
Maristela Cardoso
 
Historia do teatro de rua no brasil finalização1
Historia do teatro de rua no brasil finalização1Historia do teatro de rua no brasil finalização1
Historia do teatro de rua no brasil finalização1
andredejesus
 
Arte teatro conceito, história, etc
Arte teatro   conceito, história, etcArte teatro   conceito, história, etc
Arte teatro conceito, história, etc
Natália Matos
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
Ana Beatriz Cargnin
 
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)  TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
Wellinton Augusto
 
Teatro - definição, história e reflexões
Teatro - definição, história e reflexõesTeatro - definição, história e reflexões
Teatro - definição, história e reflexões
Rosalina Simão Nunes
 
A origem do teatro
A origem do teatroA origem do teatro
A origem do teatro
Valdir Medeiros Jr.
 
Artes cênicas trabalho u.u
Artes cênicas trabalho u.uArtes cênicas trabalho u.u
Artes cênicas trabalho u.u
Vitoria Silva
 
A mímica
A mímicaA mímica
A mímica
Bruno Schiappa
 
História do Teatro
História do TeatroHistória do Teatro
História do Teatro
Rafael Mathias
 
Gêneros dramáticos
Gêneros dramáticosGêneros dramáticos
Gêneros dramáticos
Aline Raposo
 
Teatro brasileiro
Teatro brasileiroTeatro brasileiro
Teatro brasileiro
VIVIAN TROMBINI
 
Teatro origem e evolução
Teatro  origem e evoluçãoTeatro  origem e evolução
Teatro origem e evolução
josivaldopassos
 
Panorama Do Teatro Ocidental Stan
Panorama Do Teatro Ocidental StanPanorama Do Teatro Ocidental Stan
Panorama Do Teatro Ocidental Stan
Claudia Venturi
 
Breve História do Teatro
Breve História do TeatroBreve História do Teatro
Breve História do Teatro
e- Arquivo
 
Apresentação melodrama
Apresentação melodramaApresentação melodrama
Apresentação melodrama
Amine Boccardo
 
Teatro
TeatroTeatro
GV - Breve História do Teatro
GV - Breve História do TeatroGV - Breve História do Teatro
GV - Breve História do Teatro
Susana Sobrenome
 
HistóRia Do Teatro LíNgua Portuguesa
HistóRia Do Teatro   LíNgua PortuguesaHistóRia Do Teatro   LíNgua Portuguesa
HistóRia Do Teatro LíNgua Portuguesa
Teresa Pombo
 
A linguagem cenográfia
A linguagem cenográfiaA linguagem cenográfia
A linguagem cenográfia
Luara Schamó
 

Mais procurados (20)

Panorama do teatro brasileiro
Panorama do teatro brasileiroPanorama do teatro brasileiro
Panorama do teatro brasileiro
 
Historia do teatro de rua no brasil finalização1
Historia do teatro de rua no brasil finalização1Historia do teatro de rua no brasil finalização1
Historia do teatro de rua no brasil finalização1
 
Arte teatro conceito, história, etc
Arte teatro   conceito, história, etcArte teatro   conceito, história, etc
Arte teatro conceito, história, etc
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
 
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)  TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
 
Teatro - definição, história e reflexões
Teatro - definição, história e reflexõesTeatro - definição, história e reflexões
Teatro - definição, história e reflexões
 
A origem do teatro
A origem do teatroA origem do teatro
A origem do teatro
 
Artes cênicas trabalho u.u
Artes cênicas trabalho u.uArtes cênicas trabalho u.u
Artes cênicas trabalho u.u
 
A mímica
A mímicaA mímica
A mímica
 
História do Teatro
História do TeatroHistória do Teatro
História do Teatro
 
Gêneros dramáticos
Gêneros dramáticosGêneros dramáticos
Gêneros dramáticos
 
Teatro brasileiro
Teatro brasileiroTeatro brasileiro
Teatro brasileiro
 
Teatro origem e evolução
Teatro  origem e evoluçãoTeatro  origem e evolução
Teatro origem e evolução
 
Panorama Do Teatro Ocidental Stan
Panorama Do Teatro Ocidental StanPanorama Do Teatro Ocidental Stan
Panorama Do Teatro Ocidental Stan
 
Breve História do Teatro
Breve História do TeatroBreve História do Teatro
Breve História do Teatro
 
Apresentação melodrama
Apresentação melodramaApresentação melodrama
Apresentação melodrama
 
Teatro
TeatroTeatro
Teatro
 
GV - Breve História do Teatro
GV - Breve História do TeatroGV - Breve História do Teatro
GV - Breve História do Teatro
 
HistóRia Do Teatro LíNgua Portuguesa
HistóRia Do Teatro   LíNgua PortuguesaHistóRia Do Teatro   LíNgua Portuguesa
HistóRia Do Teatro LíNgua Portuguesa
 
A linguagem cenográfia
A linguagem cenográfiaA linguagem cenográfia
A linguagem cenográfia
 

Semelhante a Panorama Do Teatro Ocidental Br

3º Ano - Conteúdo do Provão
3º Ano - Conteúdo do Provão3º Ano - Conteúdo do Provão
3º Ano - Conteúdo do Provão
Profº Ferreira
 
Arte 3º ano 2º bim 2011
Arte 3º ano 2º bim 2011Arte 3º ano 2º bim 2011
Arte 3º ano 2º bim 2011
Profº Ferreira
 
Cor na teatro
Cor na teatroCor na teatro
Teatro contemporâneo
Teatro contemporâneoTeatro contemporâneo
Teatro contemporâneo
Daniele Fragoso
 
artescnicas-210920150554001.pdf
artescnicas-210920150554001.pdfartescnicas-210920150554001.pdf
artescnicas-210920150554001.pdf
hevellin1
 
Artes cênicas: Tempo e espaço
Artes cênicas: Tempo e espaçoArtes cênicas: Tempo e espaço
Artes cênicas: Tempo e espaço
Marcia Cristina Oliveira gomes
 
Hisstoria do teatro no brasil
Hisstoria do teatro no brasilHisstoria do teatro no brasil
Hisstoria do teatro no brasil
Jailson Carvalho
 
Teatro popular 8º ano.docx
Teatro popular 8º ano.docxTeatro popular 8º ano.docx
Teatro popular 8º ano.docx
CeideCabeceiraF2
 
6982397 Origem E Evol Do Teatro
6982397  Origem E  Evol  Do  Teatro6982397  Origem E  Evol  Do  Teatro
6982397 Origem E Evol Do Teatro
Ricardo Araujo
 
O Cinema E O Teatro Nos Anos 20
O Cinema E O Teatro Nos Anos 20O Cinema E O Teatro Nos Anos 20
O Cinema E O Teatro Nos Anos 20
valdeniDinamizador
 
Alguns riscos da caricatura no teatro de revista
Alguns riscos da caricatura no teatro de revistaAlguns riscos da caricatura no teatro de revista
Alguns riscos da caricatura no teatro de revista
+ Aloisio Magalhães
 
histriadoteatro-130412130611-phpapp02.pdf
histriadoteatro-130412130611-phpapp02.pdfhistriadoteatro-130412130611-phpapp02.pdf
histriadoteatro-130412130611-phpapp02.pdf
WeslleyDias8
 
Um homem sem medo não morre 2011
Um homem sem medo não morre 2011Um homem sem medo não morre 2011
Um homem sem medo não morre 2011
Maria Franco
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades Diversas Cláudia
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e Atividades
Geo Honório
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades Diversas Cláudia
 
1 República Semana de 1922
1 República Semana de 19221 República Semana de 1922
1 República Semana de 1922
KellyCarvalho2011
 
Dramaturgos
DramaturgosDramaturgos
Dramaturgos
neusarocha
 
Dramaturgos
DramaturgosDramaturgos
Dramaturgos
neusarocha
 
Dramaturgos
DramaturgosDramaturgos
Dramaturgos
neusarocha
 

Semelhante a Panorama Do Teatro Ocidental Br (20)

3º Ano - Conteúdo do Provão
3º Ano - Conteúdo do Provão3º Ano - Conteúdo do Provão
3º Ano - Conteúdo do Provão
 
Arte 3º ano 2º bim 2011
Arte 3º ano 2º bim 2011Arte 3º ano 2º bim 2011
Arte 3º ano 2º bim 2011
 
Cor na teatro
Cor na teatroCor na teatro
Cor na teatro
 
Teatro contemporâneo
Teatro contemporâneoTeatro contemporâneo
Teatro contemporâneo
 
artescnicas-210920150554001.pdf
artescnicas-210920150554001.pdfartescnicas-210920150554001.pdf
artescnicas-210920150554001.pdf
 
Artes cênicas: Tempo e espaço
Artes cênicas: Tempo e espaçoArtes cênicas: Tempo e espaço
Artes cênicas: Tempo e espaço
 
Hisstoria do teatro no brasil
Hisstoria do teatro no brasilHisstoria do teatro no brasil
Hisstoria do teatro no brasil
 
Teatro popular 8º ano.docx
Teatro popular 8º ano.docxTeatro popular 8º ano.docx
Teatro popular 8º ano.docx
 
6982397 Origem E Evol Do Teatro
6982397  Origem E  Evol  Do  Teatro6982397  Origem E  Evol  Do  Teatro
6982397 Origem E Evol Do Teatro
 
O Cinema E O Teatro Nos Anos 20
O Cinema E O Teatro Nos Anos 20O Cinema E O Teatro Nos Anos 20
O Cinema E O Teatro Nos Anos 20
 
Alguns riscos da caricatura no teatro de revista
Alguns riscos da caricatura no teatro de revistaAlguns riscos da caricatura no teatro de revista
Alguns riscos da caricatura no teatro de revista
 
histriadoteatro-130412130611-phpapp02.pdf
histriadoteatro-130412130611-phpapp02.pdfhistriadoteatro-130412130611-phpapp02.pdf
histriadoteatro-130412130611-phpapp02.pdf
 
Um homem sem medo não morre 2011
Um homem sem medo não morre 2011Um homem sem medo não morre 2011
Um homem sem medo não morre 2011
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e Atividades
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
 
1 República Semana de 1922
1 República Semana de 19221 República Semana de 1922
1 República Semana de 1922
 
Dramaturgos
DramaturgosDramaturgos
Dramaturgos
 
Dramaturgos
DramaturgosDramaturgos
Dramaturgos
 
Dramaturgos
DramaturgosDramaturgos
Dramaturgos
 

Último

Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 

Panorama Do Teatro Ocidental Br

  • 1. Panorama do Teatro Ocidental Teatro no Brasil By Claudia Venturi
  • 2. Primeiros momentos Os primeiros contatos - século XVI, período barroco, início do Brasil colonial. Jesuíta Padre José de Anchieta – intuito de catequizar os índios. Peças apresentadas pelos próprios índios e faladas em tupi-guarani, português e espanhol, baseadas em fatos da bíblia. Século XVII - introdução de novas peças trazidas da Espanha, além das encenações em língua portuguesa. Representações aconteciam principalmente em ocasiões festivas, quando grupos amadores montavam, em praça pública, peças populares, em homenagem às autoridades. João Caetano (1808 – 1863) - Primeiro ator e dramaturgo de destaque. Carioca, clássicos de autores do teatro como Shakespeare e Molière, além de autores brasileiros.
  • 3. Pe. José de Anchieta Teatro Municipal do Rio de Janeiro – João Caetano – Construído em 1810
  • 4. Os circos brasileiros mais antigos organizaram-se na segunda metade do século XVIII. Romantismo brasileiro - ênfase a literatura cotidiana e histórica do país. Gonçalves de Magalhães, Martins Pena , Leonor de Mendonça, Castro Alves e Joaquim Manuel de Macedo. Meados do século XIX, autores como Machado de Assis e Aluisio de Azevedo introduzem o Realismo através da literatura recheada de humor e sarcasmo que criticava as elites brasileiras. Arthur de Azevedo escreveu peças relacionadas às questões político-sociais do país. Entre as quais A Capital Federal . Final do século XIX, inicia a construção dos grandes teatros brasileiros como o Teatro Amazonas (1896), o Teatro Municipal do Rio de Janeiro (1909) e o Teatro Municipal de São Paulo (1911) - edificações inspiradas na Ópera de Paris, encenavam-se obras eruditas, óperas, orquestras, apresentações de grupos e artistas estrangeiros. Hoje recebem todo tipo de espetáculos.
  • 5. Martins Pena O noviço Castro Alves Machado de Assis Aluísio Azevedo
  • 6. Década de 40, atores do leste europeu refugiaram-se no Brasil, introduzindo o método de Stanislávski no Teatro Oficina, no Rio de Janeiro. A montagem de Ziembinski , para Vestido de Noiva , de Nelson Rodrigues (1912 – 1980), em 1943, transformou o papel do diretor de teatro no Brasil e a obra revolucionou a dramaturgia brasileira. Teatro Brasileiro de Comédia – TBC - Companhia paulistana, fundada em 1948, pelo empresário Franco Zampari , que importa diretores e técnicos da Itália para formar um conjunto de alto nível e repertório sofisticado, solidificando a experiência moderna no teatro brasileiro. As questões sociais passaram a ser discutidas nos anos 50. Nelson Rodrigues despertou polêmica com peças consideradas escandalosas. Ariano Suassuna (1927) inovou o teatro regionalista, unindo a tradição mediterrânica com o romanceiro popular nordestino.
  • 7. Nelson Rodrigues O Beijo no Asfalto Ariano Suassuna O Auto da Compadecida
  • 8. Teatro de Arena fundado na década de 50 - São Paulo. Novos elementos na dramaturgia brasileira são utilizados, destacando as montagens de peças como Eles Não Usam Black-Tie , de Gianfrancesco Guarnieri (1934 – 2006). Sob a liderança de Augusto Boal (1931 – 2009), o Arena forma novos autores e adapta textos clássicos para que mostrem a realidade brasileira. Nesta fase o teatro brasileiro implantou o sistema curinga, no qual desapareceu a noção de protagonista, em trabalhos como Arena Conta Zumbi (1965) e Arena Conta Tiradentes (1967) , que abordavam acontecimentos históricos nacionais. O Arena fechou suas portas em meados de 1971 com o regime militar.
  • 9. Augusto Boal Gianfrancesco Guarnieri Eles não usam Black-Tie
  • 10. A censura imposta pelo novo regime obrigou os atores a encontrarem uma linguagem que driblasse as proibições. Com isso apareceram grupos irreverentes que se expressavam por meio de metáforas. Destaque a Asdrúbal Trouxe o Trombone, Rio de Janeiro, cujo espetáculo Trate-me Leão retratava a geração de classe média carioca. Em 1979 a censura perde a força e algumas peças proibidas nesse período são liberadas. Oduvaldo Vianna Filho (1936 – 1974) - Rasga Coração. Romário Borelli - dramaturgo e musicista - O Contestado , apresentado pela 1ª vez sem cortes.
  • 11. Asdrúbal Trouxe o Trombone Oduvaldo Vianna Filho Rasga Coração Romário Borelli O Contestado
  • 12. Na década de 80 o teatro sofreu influência do pós-modernismo, tendo como expoente o dramaturgo Gerald Thomas (1954) - Carmem com Filtro , Electra com Creta - ironias sofisticadas e concepções ousadas. Na década de 90 as encenações mostraram tendências à visualidade e o retorno gradativo à palavra, por meio de montagens de textos clássicos. O experimentalismo alcança sucesso de público e crítica. A técnica circense também é adotada por vários grupos da época. Atualmente o teatro alternativo é considerado mais uma forma de encenação porque ocupa espaços pouco usuais como galpões, banheiros públicos, cadeias ou edifícios abandonados.
  • 13.  
  • 14. Composição: Claudia Venturi Atriz, Diretora e Professora de Teatro www.agape.art.br [email_address] Fonte: Teatro Guaíra