SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
INFÓRIUM FACULDADE DE TECNOLOGIA




            SGBD Oracle
      Bancos de Dados Geográficos




                               Turma: BSI1NB
                               Grupo:
                                      Antonio
                                      Leonardo
                                      Sérgio
                                      Claystone
                                      Leandro




            Belo Horizonte
                 2007

                                                  1
Antonio, Leonardo, Sérgio, Claystone, Leandro




              SGBD Oracle
      Bancos de Dados Geográficos




                           Explicação, do que se trata
                           Apresentado a disciplina:
                           Da Faculdade Inforium de Tecnologia
                           Professor:
                           Local
                           Data




              Belo Horizonte
                   2007

                                                             2
SUMÁRIO



INTRODUÇÃO ............................................................................................................4
Banco de Dados..........................................................................................................4
   Geoprocessamento, Bancos de Dados espaciais ...................................................4
Oracle..........................................................................................................................5
   SGBD Oracle ...........................................................................................................5
      As “Features” Oracle:...........................................................................................6
      Histórico ...............................................................................................................6
      Vantagens SGBD Oracle .....................................................................................7
      Desvantagens SGBD Oracle................................................................................8
Entrevista e formulários...............................................................................................8
   A Digicade Tecnologia .............................................................................................9
   A entrevista..............................................................................................................9
   Análise entrevista e formulários...............................................................................9
Conclusão .................................................................................................................11
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ..........................................................................12




                                                                                                                               3
INTRODUÇÃO

     O “profissional da informação” tem muitas opções de especialização. E dentre
os vários caminhos, ferramentas de extrema importância, ferramentas que tornam
possível, ou mais fácil a execução das tarefas demandas. Através de entrevista e
trabalho de pesquisa foram (melhor) conhecidos, um destes caminhos e uma destas
ferramentas.



Banco de Dados

     Desde os primórdios da humanidade se fez presente a preocupação do homem
em transmitir e documentar o conhecimento. Mas, oriunda da necessidade de
armazenar, manipular, consultar e relacionar informações surgiu; no final dos anos
60, início dos 70; a tecnologia de banco de dados. Esta demanda seria uma
conseqüência natural do aumento impressionante em todos os níveis das atividades
humanas, segundo MACHADO; ABREU (2004), “Nem todos a perceberam, mas
assim como a revolução industrial mudou o perfil da indústria mundial, a revolução
da informação está modificando o perfil comportamental das pessoas e das
organizações”. Fala-se hoje inclusive que vivemos a “era da informação”.
     Inicialmente o foco dos sistemas de informação estava totalmente voltado ao
desenvolvimento dos aplicativos, e o tratamento dos dados seria meramente uma
atividade paralela, com intuito apenas de documentação. Isto até a descoberta de
que os dados poderiam ser um dos recursos mais importantes de uma organização,
trazendo benefícios consideráveis aos processos de análise de projetos de sistemas
de informação. Visto isto, cada vez mais, recebe grande ênfase o desenvolvimento
de processos e ferramentas voltadas à tecnologia de banco de dados.



Geoprocessamento, Bancos de Dados espaciais

     As tentativas de consolidar sistemas de informação com dados devidamente
situados geograficamente datam de meados dos anos 50, antes mesmo do
surgimento das primeiras tecnologias de banco de dados. A falta de recursos de
hardware e software, que pudessem proporcionar relativa viabilidade, fez com que a
                                                                                4
constituição digital de bases de informações georreferenciadas (devidamente
posicionadas geograficamente) só se tornasse ativa a partir dos anos 90, sendo hoje
instrumento importante, valorizado por diversos setores de atividades.
     Interessante recurso proporcionado pelas informações georreferenciadas é a
possibilidade de disponibilização de confiáveis temáticos, representações gráficas
de distribuição espacial de determinada grandeza expressando formas qualitativas.



Oracle
     Quando os fundadores da Oracle se depararam com a idéia de que o mercado
precisava de soluções que propiciassem formação de bancos de dados relacionais,
não imaginavam que mudariam o cenário da computação empresarial para sempre.
     A Oracle é a principal fornecedora de software para gerenciamento de
informações e a segunda maior empresa de software independente do mundo.



SGBD Oracle

     A sigla SGBD (sistema gerenciador de banco de dados) refere-se aos sistemas
informatizados que tem por finalidade o armazenamento e recuperação dos dados
dos sistemas de informação. É responsabilidade do SGBD a manutenção da
consistência e confiabilidade dos dados armazenados, bem como a viabilização da
recuperação de tais dados.
     O   Oracle   trata-se   do   SGBD    comercializado    pela   empresa   Oracle
CORPORATION. Concebido na década de 70, possui hoje uma grande fatia do
mercado mundial, atuando principalmente nas grandes organizações, devido ao seu
custo elevado.


     Uma vez adotado o SGBD Oracle, é de extrema importância o conhecimento
de sua arquitetura para uma melhor utilização de seus recursos. Não sendo
importante apenas dos administradores de banco de dados, mas a todos os
desenvolvedores de aplicativos que necessitam acessar o banco de dados, isto
permitirá melhor desempenho de seus aplicativos quando relacionando-se com o



                                                                                    5
banco de dados. O DBA (Administrador de Banco de Dados) deve dominar
profundamente toda a arquitetura Oracle.



As “Features” Oracle:

       Features, tradução literal para o português, características. São “recursos
especiais” que permitem realização, facilitação, de tarefas por vezes não rotineiras a
qualquer banco de dados.


       RAC: Real Application Clusters visa a alta disponibilidade dos servidores.


       Grid: Aproveitamento de todo processamento ocioso disponível em prol do
servidores participantes deste sistema.


       Locator   /   Spatial:   Recursos   básicos   e   avançados,   direcionados   ao
armazenamento e realização de operações com dados espaciais.



Histórico

   •    1977 – Larry Ellison, Bob Miner, Ed Oates e Bruce Scott formam a SDL. Larry
        e Bob foram parceiros em um projeto da CIA apelidado de “Oracle”. Bob e
        Bruce começam a trabalhar no banco de dados. 1978 – A CIA é o primeiro
        cliente, embora o produto ainda não tenha sido lançado comercialmente. A
        SDL muda seu nome para Relational Software Inc. (RSI).
   •    1979 – A RSI lança sua primeira versão comercial, a versão 2 do banco de
        dados escrito em linguagem Assembler. Não foi lançada uma versão 1 por
        medo de as pessoas não comprarem uma primeira versão de software. A
        primeira versão comercial do software é vendida à Base da Força Aérea
        americana. Esse é o primeiro RDBMS comercial no mercado.
   •    1982 – A RSI muda seu nome para Oracle Systems Corporation (OSC) e
        depois simplifica o nome para Oracle Corporation.
   •    1983 – A versão 3, escrita em linguagem C (que a torna portável) é lançada.
        Bob Miner escreve a metade, enquanto também dá suporte à V2 baseada em
                                                                                     6
Assembler, e Bruce Scott escreve a outra metade. É o primeiro RDBMS de 32
      bits.
  •   1984 – A versão 4 é lançada.
  •   1985 – Versões 5 e 5.1 são lançadas.
  •   1986 – O Oracle Client/Server é introduzido; primeiro banco de dados
      cliente/servidor.
  •   1987 – Oracle é a maior empresa de DBMS. Iniciado o grupo Oracle
      Applications.
  •   1988 – Lançado o Oracle V6. Primeiro bloqueio em nível de linha. Primeiro
      backup de banco de dados a quente (on-line). Introdução da linguagem
      procedural de consulta da Oracle - PL/SQL.
  •   1992 – Lançado o Oracle V7.
  •   1994 – Bob Miner morre de câncer.
  •   1995 – Primeiro banco de dados de 64 bits.
  •   1996 – Lançado o Oracle7.3.
  •   1997 – O Oracle 8 é apresentado. Oracle é o primeiro banco de dados para
      Web. Ferramentas Oracle BI, como Discoverer, são introduzidas para data
      warehousing. Ferramentas possuem suporte nativo para Java.
  •   1998 – Primeiro grande RDBMS (Oracle 8) portado para o Linux. Oracle é o
      primeiro banco de dados com suporte para Java.
  •   1999 – Lançado o Oracle 8i. Integra Java/XML nas ferramentas de
      desenvolvimento. Oracle é o primeiro banco de dados com suporte nativo
      para XML.
  •   2001 – Lançado o Oracle9i (9.1). Oracle é o primeiro banco de dados com
      Real Application Clusters (RAC).
  •   2003 – Lançado o Oracle 10g – banco de preparado para o Grid Computing.
  •   2007 – Previsão de lançamento do Oracle 11g.



Vantagens SGBD Oracle

  •   Grande otimização de performance para dados em grande quantidade;
  •   Robustez, segurança dos dados, confiabilidade, organização racionalizada e
      grande capacidade de expansão (“escalabilidade”) do sistema;

                                                                                7
•    Permite carregamento de diversos tipos de dados binários como, por
        exemplo: imagens em geral, filmes, sons, etc.;
   •    Trata-se de um sistema naturalmente multi-usuário, permitindo a edição,
        atualização, consulta simultânea de dados/mapas/metadados por diversas
        pessoas, inclusive via internet/intranet (com o uso de sistemas de
        disponibilização, como o Autodesk MAPGUIDE);
   •    Permite a criação de programas que fazem carregamento automático de
        informações, verificação de consistência, limpeza, entre outras funções,
        através de funções internas do banco;
   •    No nível conceitual, pode permitir (juntamente com o módulo quot;spatialquot;),
        compatibilidade com o método mais sofisticado de armazenamento e
        gerenciamento de dados espaciais do mercado, chamado pelo consórcio
        OpenGIS de geodatabase system (orientado ao objeto);
   •    Permite intercâmbio com diversas tecnologias (programação de interfaces em
        linguagens de programação como VB, C, Java, ESRI/aml);



Desvantagens SGBD Oracle

   •    Exige especialização técnica, seja para administração do banco (tarefas como
        backup/recovery,      performance        tunning,     gerenciamento       de
        usuários/segurança, etc.), bem como para atividades como programação para
        geração de saídas adequadas e derivação de dados;
   •    Alto custo da licença e do hardware necessário para rodar os softwares.



Entrevista e formulários

       Como sugerido, foi realizada entrevista com profissional, bacharel, atuante na
área de tecnologia da informação. O profissional entrevistado é Administrador de
Banco de Dados da Digicade Tecnologia. As questões um a cinco apresentam o
perfil do profissional, enquanto indivíduo; o restante das questões relaciona o
indivíduo com a área de atuação.
       Para dar mais consistência ao trabalho foram coletados dados, através de
formulários, de vinte profissionais atuando profissionalmente em outros setores, na

                                                                                   8
mesma empresa do entrevistado. Onde serão observados perfil e relacionamento
profissional com o entrevistado.



A Digicade Tecnologia

     Para maior contextualização foi realizada breve sondagem sobre as atividades
realizadas pela Digicade Tecnologia. A Digicade é parceira da Autodesk, líder de
mercado em aplicações CAD (Computer Aided Design, “Projeto Assistido por
Computador”); o sistema de parceria é tendência hoje no mercado de tecnologia. O
foco principal da empresa são as soluções GIS (Sistema de Informações
Geográficas). A matéria prima e o produto final é a informação.




A entrevista

     Data: Segunda-feira, 4 de Junho de 2007.
     Local: dependências da empresa Digicade Tecnologia, Rua Paraíba, 476 -
Pilotis; Funcionário; Belo Horizonte - MG.



Análise entrevista e formulários

     O perfil acadêmico/profissional do entrevistado é condizente com o dos outros
profissionais da área de TI, atuantes na mesma empresa, em conjunto com o
entrevistado. Formação acadêmica média, linguagens de programação conhecidas,
experiência profissional; bem como interesse em certificações, onde houve
manifestação de interesse de investimento pela grande maioria.
     Tendência atual, a popularização e disponibilização de softwares livres de boa
qualidade é notada, tanto na entrevista, quanto nos formulários.
     Pôde ainda ser percebida a popularidade da Microsoft como empresa de
software, principalmente de Sistemas Operacionais. Sem dúvida, reafirmando a
opinião do mercado, o banco de dados Oracle é o melhor para armazenamento,
gerenciamento e disponibilização dos dados, principalmente quando tratadas
informações espaciais. Comprovando a importância que os dados representam para


                                                                                 9
as organizações, a área dita como mais promissora foi a de segurança, a
preocupação em manter o sigilo das informações.
     Ao fim da análise da entrevista realizada junto ao Sr. Marcus Couto,
profissional da área de Banco de Dados, da Digicade Tecnologia, concluiu-se que a
utilização do software Oracle, RAC e Grid, seriam ferramentas de grande valia a um
profissional de banco de dados bem como a uma organização de médio e grande
porte, com foco em produção, gerenciamento, manipulação e disponibilização de
dados, sendo os recursos espaciais, Oracle LOCATOR/SPATIAL, um trunfo no caso
de dados georreferenciados.




                                                                               10
Conclusão

     A partir dos dados coletados conclui-se que hoje, mais que nunca, a
informação é grande aliada do homem. Fato que torna as operações em banco de
dados extremamente importantes. Estas operações dependem de adequada
estrutura   de   hardware   e   software,   visando,   sem   super-dimensionamento,
proporcionar recursos necessários às operações e sempre a melhor performance
dos sistemas que realizam acesso ao banco de dados. Com os avanços
tecnológicos constantes é necessário ao profissional acompanhar as evoluções das
ferramentas disponíveis no mercado sabendo reconhecer o valor que estas podem
agregar aos seus processos e à organização a qual integra.
     A ferramenta SGBD Oracle não é apenas a ferramenta mais popular do
segmento de banco de dados, mas é também a mais poderosa, oferecendo recursos
extremamente interessantes, como os voltados para o geoprocessamento,
otimização do desempenho do banco de dados, entre outros. Contudo demanda
altos investimentos e conhecimentos avançados por parte dos profissionais para
emprego correto e proveitoso.




                                                                                11
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

     MACHADO, Felipe; ABREU, Maurício. Projeto de Banco de Dados: uma
visão prática. 11ª ed. São Paulo: Érica Ltda., 2004. 297p.


     CASANOVA, Marco. et.al. Bancos de Dados Geográficos. Curitiba:
MundoGEO, 2005. 506p.


     REGGIAN, Lucia. et.al. Coleção Info: banco de dados. São Paulo: Abril, 2006.
114p.


     Oracle. Oracle 10g, Siebel, PeopleSoft | Oracle, The World’s Largest
Enterprise           Software           Company.             Disponível      em:
http://www.oracle.com/global/br/index.html Acesso em: 10 de jun. de 2007.




                                                                              12

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula tecnologia da informacao 6 banco de dados
Aula tecnologia da informacao 6 banco de dadosAula tecnologia da informacao 6 banco de dados
Aula tecnologia da informacao 6 banco de dadoswapiva
 
Bancos de Dados para Bibliotecarios
Bancos de Dados para BibliotecariosBancos de Dados para Bibliotecarios
Bancos de Dados para BibliotecariosLuciano Ramalho
 
Introdução a Banco de Dados (Parte 1)
Introdução a Banco de Dados (Parte 1)Introdução a Banco de Dados (Parte 1)
Introdução a Banco de Dados (Parte 1)Mario Sergio
 
Bancos de Dados para Bibliotecários
Bancos de Dados para BibliotecáriosBancos de Dados para Bibliotecários
Bancos de Dados para BibliotecáriosLuciano Ramalho
 
Criação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
Criação de uma base de dados para gestão de uma bibliotecaCriação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
Criação de uma base de dados para gestão de uma bibliotecaDavid Canjamba 2D
 
Banco de Dados II Aula 14 - Projeto de Banco de Dados e Estudo de Caso (Postg...
Banco de Dados II Aula 14 - Projeto de Banco de Dados e Estudo de Caso (Postg...Banco de Dados II Aula 14 - Projeto de Banco de Dados e Estudo de Caso (Postg...
Banco de Dados II Aula 14 - Projeto de Banco de Dados e Estudo de Caso (Postg...Leinylson Fontinele
 
Banco de Dados Não Relacionais vs Banco de Dados Relacionais
Banco de Dados Não Relacionais vs Banco de Dados RelacionaisBanco de Dados Não Relacionais vs Banco de Dados Relacionais
Banco de Dados Não Relacionais vs Banco de Dados Relacionaisalexculpado
 
BANCO DE DADOS RELACIONAIS
BANCO DE DADOS RELACIONAIS BANCO DE DADOS RELACIONAIS
BANCO DE DADOS RELACIONAIS Antonio Pedro
 
Banco de dados oracle
Banco de dados oracleBanco de dados oracle
Banco de dados oracleEduardo Lopes
 
Apresentação Final de Banco de Dados
Apresentação Final de Banco de DadosApresentação Final de Banco de Dados
Apresentação Final de Banco de Dadossamlobo
 
Bancos de dados e usuários de banco de dados
Bancos de dados e usuários de banco de dadosBancos de dados e usuários de banco de dados
Bancos de dados e usuários de banco de dadosElaine Cecília Gatto
 

Mais procurados (20)

Aula tecnologia da informacao 6 banco de dados
Aula tecnologia da informacao 6 banco de dadosAula tecnologia da informacao 6 banco de dados
Aula tecnologia da informacao 6 banco de dados
 
Banco de dados
Banco de dados   Banco de dados
Banco de dados
 
Modelos de Banco de dados e SGBDS
Modelos de Banco de dados e SGBDSModelos de Banco de dados e SGBDS
Modelos de Banco de dados e SGBDS
 
Bancos de Dados para Bibliotecarios
Bancos de Dados para BibliotecariosBancos de Dados para Bibliotecarios
Bancos de Dados para Bibliotecarios
 
Introdução a Banco de Dados (Parte 1)
Introdução a Banco de Dados (Parte 1)Introdução a Banco de Dados (Parte 1)
Introdução a Banco de Dados (Parte 1)
 
Bancos de Dados para Bibliotecários
Bancos de Dados para BibliotecáriosBancos de Dados para Bibliotecários
Bancos de Dados para Bibliotecários
 
Oracle
OracleOracle
Oracle
 
Criação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
Criação de uma base de dados para gestão de uma bibliotecaCriação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
Criação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
 
Slide da aula 04
Slide da aula 04Slide da aula 04
Slide da aula 04
 
Introdução ao banco de dados
Introdução ao banco de dadosIntrodução ao banco de dados
Introdução ao banco de dados
 
Banco de Dados II Aula 14 - Projeto de Banco de Dados e Estudo de Caso (Postg...
Banco de Dados II Aula 14 - Projeto de Banco de Dados e Estudo de Caso (Postg...Banco de Dados II Aula 14 - Projeto de Banco de Dados e Estudo de Caso (Postg...
Banco de Dados II Aula 14 - Projeto de Banco de Dados e Estudo de Caso (Postg...
 
Banco de Dados - Conceitos Básicos
Banco de Dados - Conceitos BásicosBanco de Dados - Conceitos Básicos
Banco de Dados - Conceitos Básicos
 
C apítulo 1 livro navathe
C apítulo 1   livro navatheC apítulo 1   livro navathe
C apítulo 1 livro navathe
 
Banco de Dados Não Relacionais vs Banco de Dados Relacionais
Banco de Dados Não Relacionais vs Banco de Dados RelacionaisBanco de Dados Não Relacionais vs Banco de Dados Relacionais
Banco de Dados Não Relacionais vs Banco de Dados Relacionais
 
BANCO DE DADOS RELACIONAIS
BANCO DE DADOS RELACIONAIS BANCO DE DADOS RELACIONAIS
BANCO DE DADOS RELACIONAIS
 
Banco de dados oracle
Banco de dados oracleBanco de dados oracle
Banco de dados oracle
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Aula 2 - Introdução a Banco de Dados
Aula 2 - Introdução a Banco de DadosAula 2 - Introdução a Banco de Dados
Aula 2 - Introdução a Banco de Dados
 
Apresentação Final de Banco de Dados
Apresentação Final de Banco de DadosApresentação Final de Banco de Dados
Apresentação Final de Banco de Dados
 
Bancos de dados e usuários de banco de dados
Bancos de dados e usuários de banco de dadosBancos de dados e usuários de banco de dados
Bancos de dados e usuários de banco de dados
 

Semelhante a Oracle EXPLICAÇÕES EM PDF

Trabalho banco de dados orientado a objetos
Trabalho banco de dados orientado a objetosTrabalho banco de dados orientado a objetos
Trabalho banco de dados orientado a objetoseneck
 
4 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 2014
4 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 20144 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 2014
4 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 2014WANDERSON JONER
 
Modeloestruturaçaoads
ModeloestruturaçaoadsModeloestruturaçaoads
Modeloestruturaçaoadscsmp
 
Ver
VerVer
Vercsmp
 
Cobo, Cristiane Brandão. Especialização Banco de Dados
Cobo, Cristiane Brandão. Especialização Banco de DadosCobo, Cristiane Brandão. Especialização Banco de Dados
Cobo, Cristiane Brandão. Especialização Banco de Dadoscris.finholdt
 
NoSQL x SQL: Bancos de Dados em Nuvens Computacionais
NoSQL x SQL: Bancos de Dados em Nuvens ComputacionaisNoSQL x SQL: Bancos de Dados em Nuvens Computacionais
NoSQL x SQL: Bancos de Dados em Nuvens ComputacionaisCarlo Pires
 
Projeto de Banco de Dados - Capítulo 1
Projeto de Banco de Dados - Capítulo 1Projeto de Banco de Dados - Capítulo 1
Projeto de Banco de Dados - Capítulo 1Januário Neto
 
Banco de Dados - MySQL - Introdução.pdf
Banco de Dados - MySQL - Introdução.pdfBanco de Dados - MySQL - Introdução.pdf
Banco de Dados - MySQL - Introdução.pdfAnaClaudiaNeves5
 
Avaliação NOSQL para indexação do Twitter
Avaliação NOSQL para indexação do TwitterAvaliação NOSQL para indexação do Twitter
Avaliação NOSQL para indexação do TwitterCaliel Costa
 
aula01_Fundamentos de Banco de Dados.pptx.pdf
aula01_Fundamentos de Banco de Dados.pptx.pdfaula01_Fundamentos de Banco de Dados.pptx.pdf
aula01_Fundamentos de Banco de Dados.pptx.pdfssuser7a84f91
 
Identificando e corrigindo problemas de performance em banco de dados (2)
Identificando e corrigindo problemas de performance em banco de dados (2)Identificando e corrigindo problemas de performance em banco de dados (2)
Identificando e corrigindo problemas de performance em banco de dados (2)Vinicius Pires
 
Bdii aula01 apresentacao
Bdii aula01 apresentacaoBdii aula01 apresentacao
Bdii aula01 apresentacaosamuel1562314
 
Banco de Dados Conceitos
Banco de Dados ConceitosBanco de Dados Conceitos
Banco de Dados ConceitosCleber Ramos
 
Bigdata e NoSQL: buzzwords da teoria à prática
Bigdata e NoSQL: buzzwords da teoria à práticaBigdata e NoSQL: buzzwords da teoria à prática
Bigdata e NoSQL: buzzwords da teoria à práticaFabíola Fernandes
 
Aula 5 caracteristicas do ad
Aula 5 caracteristicas do adAula 5 caracteristicas do ad
Aula 5 caracteristicas do adFrank alcantara
 
Bancodedadosesgbds 140326151327-phpapp01
Bancodedadosesgbds 140326151327-phpapp01Bancodedadosesgbds 140326151327-phpapp01
Bancodedadosesgbds 140326151327-phpapp01Sugizo Akino
 

Semelhante a Oracle EXPLICAÇÕES EM PDF (20)

Trabalho banco de dados orientado a objetos
Trabalho banco de dados orientado a objetosTrabalho banco de dados orientado a objetos
Trabalho banco de dados orientado a objetos
 
Artigo de banco de dados
Artigo  de banco de dadosArtigo  de banco de dados
Artigo de banco de dados
 
4 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 2014
4 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 20144 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 2014
4 semestre trabalho individual analise e desenvolvimento de sistemas 2014
 
Modeloestruturaçaoads
ModeloestruturaçaoadsModeloestruturaçaoads
Modeloestruturaçaoads
 
Ver
VerVer
Ver
 
Cobo, Cristiane Brandão. Especialização Banco de Dados
Cobo, Cristiane Brandão. Especialização Banco de DadosCobo, Cristiane Brandão. Especialização Banco de Dados
Cobo, Cristiane Brandão. Especialização Banco de Dados
 
NoSQL x SQL: Bancos de Dados em Nuvens Computacionais
NoSQL x SQL: Bancos de Dados em Nuvens ComputacionaisNoSQL x SQL: Bancos de Dados em Nuvens Computacionais
NoSQL x SQL: Bancos de Dados em Nuvens Computacionais
 
Projeto de Banco de Dados - Capítulo 1
Projeto de Banco de Dados - Capítulo 1Projeto de Banco de Dados - Capítulo 1
Projeto de Banco de Dados - Capítulo 1
 
Banco de Dados - MySQL - Introdução.pdf
Banco de Dados - MySQL - Introdução.pdfBanco de Dados - MySQL - Introdução.pdf
Banco de Dados - MySQL - Introdução.pdf
 
Avaliação NOSQL para indexação do Twitter
Avaliação NOSQL para indexação do TwitterAvaliação NOSQL para indexação do Twitter
Avaliação NOSQL para indexação do Twitter
 
aula01_Fundamentos de Banco de Dados.pptx.pdf
aula01_Fundamentos de Banco de Dados.pptx.pdfaula01_Fundamentos de Banco de Dados.pptx.pdf
aula01_Fundamentos de Banco de Dados.pptx.pdf
 
Identificando e corrigindo problemas de performance em banco de dados (2)
Identificando e corrigindo problemas de performance em banco de dados (2)Identificando e corrigindo problemas de performance em banco de dados (2)
Identificando e corrigindo problemas de performance em banco de dados (2)
 
Bdii aula01 apresentacao
Bdii aula01 apresentacaoBdii aula01 apresentacao
Bdii aula01 apresentacao
 
Banco de Dados Conceitos
Banco de Dados ConceitosBanco de Dados Conceitos
Banco de Dados Conceitos
 
Dbmod
DbmodDbmod
Dbmod
 
Apostila modelagem de banco de dados
Apostila modelagem de banco de dadosApostila modelagem de banco de dados
Apostila modelagem de banco de dados
 
Bigdata e NoSQL: buzzwords da teoria à prática
Bigdata e NoSQL: buzzwords da teoria à práticaBigdata e NoSQL: buzzwords da teoria à prática
Bigdata e NoSQL: buzzwords da teoria à prática
 
Aula 5 caracteristicas do ad
Aula 5 caracteristicas do adAula 5 caracteristicas do ad
Aula 5 caracteristicas do ad
 
Bancodedadosesgbds 140326151327-phpapp01
Bancodedadosesgbds 140326151327-phpapp01Bancodedadosesgbds 140326151327-phpapp01
Bancodedadosesgbds 140326151327-phpapp01
 
PETIC Casa Civil 2009-2010
PETIC Casa Civil 2009-2010PETIC Casa Civil 2009-2010
PETIC Casa Civil 2009-2010
 

Mais de SergioSouza

Estimativa de métricas de separação de interesses
Estimativa de métricas de separação de interessesEstimativa de métricas de separação de interesses
Estimativa de métricas de separação de interessesSergioSouza
 
Banco de Dados Temporais - Temporal DataBase
Banco de Dados Temporais - Temporal DataBaseBanco de Dados Temporais - Temporal DataBase
Banco de Dados Temporais - Temporal DataBaseSergioSouza
 
Sistemas de Informação - INFORMATION of SYSTEMS
Sistemas de Informação - INFORMATION of  SYSTEMSSistemas de Informação - INFORMATION of  SYSTEMS
Sistemas de Informação - INFORMATION of SYSTEMSSergioSouza
 
Ubuntu 8.04 LTS 2008
Ubuntu 8.04 LTS 2008Ubuntu 8.04 LTS 2008
Ubuntu 8.04 LTS 2008SergioSouza
 
Dispositivos [Entrada E SaíDa]
Dispositivos [Entrada E SaíDa]Dispositivos [Entrada E SaíDa]
Dispositivos [Entrada E SaíDa]SergioSouza
 
Dispositivos de [Entrada E SaíDa]
Dispositivos de [Entrada E SaíDa]Dispositivos de [Entrada E SaíDa]
Dispositivos de [Entrada E SaíDa]SergioSouza
 
ProteçãO Juridica Do Software
ProteçãO Juridica Do SoftwareProteçãO Juridica Do Software
ProteçãO Juridica Do SoftwareSergioSouza
 
Sistemas Operacionais
Sistemas OperacionaisSistemas Operacionais
Sistemas OperacionaisSergioSouza
 
SISTEMAS OPERACIONAIS
SISTEMAS OPERACIONAISSISTEMAS OPERACIONAIS
SISTEMAS OPERACIONAISSergioSouza
 
Software Aplicativo
Software AplicativoSoftware Aplicativo
Software AplicativoSergioSouza
 
Oracle [Metodologia]
Oracle [Metodologia]Oracle [Metodologia]
Oracle [Metodologia]SergioSouza
 
Microsoft Surface
Microsoft SurfaceMicrosoft Surface
Microsoft SurfaceSergioSouza
 

Mais de SergioSouza (13)

Estimativa de métricas de separação de interesses
Estimativa de métricas de separação de interessesEstimativa de métricas de separação de interesses
Estimativa de métricas de separação de interesses
 
Banco de Dados Temporais - Temporal DataBase
Banco de Dados Temporais - Temporal DataBaseBanco de Dados Temporais - Temporal DataBase
Banco de Dados Temporais - Temporal DataBase
 
Sistemas de Informação - INFORMATION of SYSTEMS
Sistemas de Informação - INFORMATION of  SYSTEMSSistemas de Informação - INFORMATION of  SYSTEMS
Sistemas de Informação - INFORMATION of SYSTEMS
 
Ubuntu 8.04 LTS 2008
Ubuntu 8.04 LTS 2008Ubuntu 8.04 LTS 2008
Ubuntu 8.04 LTS 2008
 
Dispositivos [Entrada E SaíDa]
Dispositivos [Entrada E SaíDa]Dispositivos [Entrada E SaíDa]
Dispositivos [Entrada E SaíDa]
 
Dispositivos de [Entrada E SaíDa]
Dispositivos de [Entrada E SaíDa]Dispositivos de [Entrada E SaíDa]
Dispositivos de [Entrada E SaíDa]
 
Uml Para Web
Uml Para WebUml Para Web
Uml Para Web
 
ProteçãO Juridica Do Software
ProteçãO Juridica Do SoftwareProteçãO Juridica Do Software
ProteçãO Juridica Do Software
 
Sistemas Operacionais
Sistemas OperacionaisSistemas Operacionais
Sistemas Operacionais
 
SISTEMAS OPERACIONAIS
SISTEMAS OPERACIONAISSISTEMAS OPERACIONAIS
SISTEMAS OPERACIONAIS
 
Software Aplicativo
Software AplicativoSoftware Aplicativo
Software Aplicativo
 
Oracle [Metodologia]
Oracle [Metodologia]Oracle [Metodologia]
Oracle [Metodologia]
 
Microsoft Surface
Microsoft SurfaceMicrosoft Surface
Microsoft Surface
 

Último

COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASMarcio Venturelli
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORDRONDINELLYRAMOS1
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx2m Assessoria
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfRodolpho Concurde
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Dirceu Resende
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx2m Assessoria
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 

Último (11)

COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORD
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 

Oracle EXPLICAÇÕES EM PDF

  • 1. INFÓRIUM FACULDADE DE TECNOLOGIA SGBD Oracle Bancos de Dados Geográficos Turma: BSI1NB Grupo: Antonio Leonardo Sérgio Claystone Leandro Belo Horizonte 2007 1
  • 2. Antonio, Leonardo, Sérgio, Claystone, Leandro SGBD Oracle Bancos de Dados Geográficos Explicação, do que se trata Apresentado a disciplina: Da Faculdade Inforium de Tecnologia Professor: Local Data Belo Horizonte 2007 2
  • 3. SUMÁRIO INTRODUÇÃO ............................................................................................................4 Banco de Dados..........................................................................................................4 Geoprocessamento, Bancos de Dados espaciais ...................................................4 Oracle..........................................................................................................................5 SGBD Oracle ...........................................................................................................5 As “Features” Oracle:...........................................................................................6 Histórico ...............................................................................................................6 Vantagens SGBD Oracle .....................................................................................7 Desvantagens SGBD Oracle................................................................................8 Entrevista e formulários...............................................................................................8 A Digicade Tecnologia .............................................................................................9 A entrevista..............................................................................................................9 Análise entrevista e formulários...............................................................................9 Conclusão .................................................................................................................11 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ..........................................................................12 3
  • 4. INTRODUÇÃO O “profissional da informação” tem muitas opções de especialização. E dentre os vários caminhos, ferramentas de extrema importância, ferramentas que tornam possível, ou mais fácil a execução das tarefas demandas. Através de entrevista e trabalho de pesquisa foram (melhor) conhecidos, um destes caminhos e uma destas ferramentas. Banco de Dados Desde os primórdios da humanidade se fez presente a preocupação do homem em transmitir e documentar o conhecimento. Mas, oriunda da necessidade de armazenar, manipular, consultar e relacionar informações surgiu; no final dos anos 60, início dos 70; a tecnologia de banco de dados. Esta demanda seria uma conseqüência natural do aumento impressionante em todos os níveis das atividades humanas, segundo MACHADO; ABREU (2004), “Nem todos a perceberam, mas assim como a revolução industrial mudou o perfil da indústria mundial, a revolução da informação está modificando o perfil comportamental das pessoas e das organizações”. Fala-se hoje inclusive que vivemos a “era da informação”. Inicialmente o foco dos sistemas de informação estava totalmente voltado ao desenvolvimento dos aplicativos, e o tratamento dos dados seria meramente uma atividade paralela, com intuito apenas de documentação. Isto até a descoberta de que os dados poderiam ser um dos recursos mais importantes de uma organização, trazendo benefícios consideráveis aos processos de análise de projetos de sistemas de informação. Visto isto, cada vez mais, recebe grande ênfase o desenvolvimento de processos e ferramentas voltadas à tecnologia de banco de dados. Geoprocessamento, Bancos de Dados espaciais As tentativas de consolidar sistemas de informação com dados devidamente situados geograficamente datam de meados dos anos 50, antes mesmo do surgimento das primeiras tecnologias de banco de dados. A falta de recursos de hardware e software, que pudessem proporcionar relativa viabilidade, fez com que a 4
  • 5. constituição digital de bases de informações georreferenciadas (devidamente posicionadas geograficamente) só se tornasse ativa a partir dos anos 90, sendo hoje instrumento importante, valorizado por diversos setores de atividades. Interessante recurso proporcionado pelas informações georreferenciadas é a possibilidade de disponibilização de confiáveis temáticos, representações gráficas de distribuição espacial de determinada grandeza expressando formas qualitativas. Oracle Quando os fundadores da Oracle se depararam com a idéia de que o mercado precisava de soluções que propiciassem formação de bancos de dados relacionais, não imaginavam que mudariam o cenário da computação empresarial para sempre. A Oracle é a principal fornecedora de software para gerenciamento de informações e a segunda maior empresa de software independente do mundo. SGBD Oracle A sigla SGBD (sistema gerenciador de banco de dados) refere-se aos sistemas informatizados que tem por finalidade o armazenamento e recuperação dos dados dos sistemas de informação. É responsabilidade do SGBD a manutenção da consistência e confiabilidade dos dados armazenados, bem como a viabilização da recuperação de tais dados. O Oracle trata-se do SGBD comercializado pela empresa Oracle CORPORATION. Concebido na década de 70, possui hoje uma grande fatia do mercado mundial, atuando principalmente nas grandes organizações, devido ao seu custo elevado. Uma vez adotado o SGBD Oracle, é de extrema importância o conhecimento de sua arquitetura para uma melhor utilização de seus recursos. Não sendo importante apenas dos administradores de banco de dados, mas a todos os desenvolvedores de aplicativos que necessitam acessar o banco de dados, isto permitirá melhor desempenho de seus aplicativos quando relacionando-se com o 5
  • 6. banco de dados. O DBA (Administrador de Banco de Dados) deve dominar profundamente toda a arquitetura Oracle. As “Features” Oracle: Features, tradução literal para o português, características. São “recursos especiais” que permitem realização, facilitação, de tarefas por vezes não rotineiras a qualquer banco de dados. RAC: Real Application Clusters visa a alta disponibilidade dos servidores. Grid: Aproveitamento de todo processamento ocioso disponível em prol do servidores participantes deste sistema. Locator / Spatial: Recursos básicos e avançados, direcionados ao armazenamento e realização de operações com dados espaciais. Histórico • 1977 – Larry Ellison, Bob Miner, Ed Oates e Bruce Scott formam a SDL. Larry e Bob foram parceiros em um projeto da CIA apelidado de “Oracle”. Bob e Bruce começam a trabalhar no banco de dados. 1978 – A CIA é o primeiro cliente, embora o produto ainda não tenha sido lançado comercialmente. A SDL muda seu nome para Relational Software Inc. (RSI). • 1979 – A RSI lança sua primeira versão comercial, a versão 2 do banco de dados escrito em linguagem Assembler. Não foi lançada uma versão 1 por medo de as pessoas não comprarem uma primeira versão de software. A primeira versão comercial do software é vendida à Base da Força Aérea americana. Esse é o primeiro RDBMS comercial no mercado. • 1982 – A RSI muda seu nome para Oracle Systems Corporation (OSC) e depois simplifica o nome para Oracle Corporation. • 1983 – A versão 3, escrita em linguagem C (que a torna portável) é lançada. Bob Miner escreve a metade, enquanto também dá suporte à V2 baseada em 6
  • 7. Assembler, e Bruce Scott escreve a outra metade. É o primeiro RDBMS de 32 bits. • 1984 – A versão 4 é lançada. • 1985 – Versões 5 e 5.1 são lançadas. • 1986 – O Oracle Client/Server é introduzido; primeiro banco de dados cliente/servidor. • 1987 – Oracle é a maior empresa de DBMS. Iniciado o grupo Oracle Applications. • 1988 – Lançado o Oracle V6. Primeiro bloqueio em nível de linha. Primeiro backup de banco de dados a quente (on-line). Introdução da linguagem procedural de consulta da Oracle - PL/SQL. • 1992 – Lançado o Oracle V7. • 1994 – Bob Miner morre de câncer. • 1995 – Primeiro banco de dados de 64 bits. • 1996 – Lançado o Oracle7.3. • 1997 – O Oracle 8 é apresentado. Oracle é o primeiro banco de dados para Web. Ferramentas Oracle BI, como Discoverer, são introduzidas para data warehousing. Ferramentas possuem suporte nativo para Java. • 1998 – Primeiro grande RDBMS (Oracle 8) portado para o Linux. Oracle é o primeiro banco de dados com suporte para Java. • 1999 – Lançado o Oracle 8i. Integra Java/XML nas ferramentas de desenvolvimento. Oracle é o primeiro banco de dados com suporte nativo para XML. • 2001 – Lançado o Oracle9i (9.1). Oracle é o primeiro banco de dados com Real Application Clusters (RAC). • 2003 – Lançado o Oracle 10g – banco de preparado para o Grid Computing. • 2007 – Previsão de lançamento do Oracle 11g. Vantagens SGBD Oracle • Grande otimização de performance para dados em grande quantidade; • Robustez, segurança dos dados, confiabilidade, organização racionalizada e grande capacidade de expansão (“escalabilidade”) do sistema; 7
  • 8. Permite carregamento de diversos tipos de dados binários como, por exemplo: imagens em geral, filmes, sons, etc.; • Trata-se de um sistema naturalmente multi-usuário, permitindo a edição, atualização, consulta simultânea de dados/mapas/metadados por diversas pessoas, inclusive via internet/intranet (com o uso de sistemas de disponibilização, como o Autodesk MAPGUIDE); • Permite a criação de programas que fazem carregamento automático de informações, verificação de consistência, limpeza, entre outras funções, através de funções internas do banco; • No nível conceitual, pode permitir (juntamente com o módulo quot;spatialquot;), compatibilidade com o método mais sofisticado de armazenamento e gerenciamento de dados espaciais do mercado, chamado pelo consórcio OpenGIS de geodatabase system (orientado ao objeto); • Permite intercâmbio com diversas tecnologias (programação de interfaces em linguagens de programação como VB, C, Java, ESRI/aml); Desvantagens SGBD Oracle • Exige especialização técnica, seja para administração do banco (tarefas como backup/recovery, performance tunning, gerenciamento de usuários/segurança, etc.), bem como para atividades como programação para geração de saídas adequadas e derivação de dados; • Alto custo da licença e do hardware necessário para rodar os softwares. Entrevista e formulários Como sugerido, foi realizada entrevista com profissional, bacharel, atuante na área de tecnologia da informação. O profissional entrevistado é Administrador de Banco de Dados da Digicade Tecnologia. As questões um a cinco apresentam o perfil do profissional, enquanto indivíduo; o restante das questões relaciona o indivíduo com a área de atuação. Para dar mais consistência ao trabalho foram coletados dados, através de formulários, de vinte profissionais atuando profissionalmente em outros setores, na 8
  • 9. mesma empresa do entrevistado. Onde serão observados perfil e relacionamento profissional com o entrevistado. A Digicade Tecnologia Para maior contextualização foi realizada breve sondagem sobre as atividades realizadas pela Digicade Tecnologia. A Digicade é parceira da Autodesk, líder de mercado em aplicações CAD (Computer Aided Design, “Projeto Assistido por Computador”); o sistema de parceria é tendência hoje no mercado de tecnologia. O foco principal da empresa são as soluções GIS (Sistema de Informações Geográficas). A matéria prima e o produto final é a informação. A entrevista Data: Segunda-feira, 4 de Junho de 2007. Local: dependências da empresa Digicade Tecnologia, Rua Paraíba, 476 - Pilotis; Funcionário; Belo Horizonte - MG. Análise entrevista e formulários O perfil acadêmico/profissional do entrevistado é condizente com o dos outros profissionais da área de TI, atuantes na mesma empresa, em conjunto com o entrevistado. Formação acadêmica média, linguagens de programação conhecidas, experiência profissional; bem como interesse em certificações, onde houve manifestação de interesse de investimento pela grande maioria. Tendência atual, a popularização e disponibilização de softwares livres de boa qualidade é notada, tanto na entrevista, quanto nos formulários. Pôde ainda ser percebida a popularidade da Microsoft como empresa de software, principalmente de Sistemas Operacionais. Sem dúvida, reafirmando a opinião do mercado, o banco de dados Oracle é o melhor para armazenamento, gerenciamento e disponibilização dos dados, principalmente quando tratadas informações espaciais. Comprovando a importância que os dados representam para 9
  • 10. as organizações, a área dita como mais promissora foi a de segurança, a preocupação em manter o sigilo das informações. Ao fim da análise da entrevista realizada junto ao Sr. Marcus Couto, profissional da área de Banco de Dados, da Digicade Tecnologia, concluiu-se que a utilização do software Oracle, RAC e Grid, seriam ferramentas de grande valia a um profissional de banco de dados bem como a uma organização de médio e grande porte, com foco em produção, gerenciamento, manipulação e disponibilização de dados, sendo os recursos espaciais, Oracle LOCATOR/SPATIAL, um trunfo no caso de dados georreferenciados. 10
  • 11. Conclusão A partir dos dados coletados conclui-se que hoje, mais que nunca, a informação é grande aliada do homem. Fato que torna as operações em banco de dados extremamente importantes. Estas operações dependem de adequada estrutura de hardware e software, visando, sem super-dimensionamento, proporcionar recursos necessários às operações e sempre a melhor performance dos sistemas que realizam acesso ao banco de dados. Com os avanços tecnológicos constantes é necessário ao profissional acompanhar as evoluções das ferramentas disponíveis no mercado sabendo reconhecer o valor que estas podem agregar aos seus processos e à organização a qual integra. A ferramenta SGBD Oracle não é apenas a ferramenta mais popular do segmento de banco de dados, mas é também a mais poderosa, oferecendo recursos extremamente interessantes, como os voltados para o geoprocessamento, otimização do desempenho do banco de dados, entre outros. Contudo demanda altos investimentos e conhecimentos avançados por parte dos profissionais para emprego correto e proveitoso. 11
  • 12. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS MACHADO, Felipe; ABREU, Maurício. Projeto de Banco de Dados: uma visão prática. 11ª ed. São Paulo: Érica Ltda., 2004. 297p. CASANOVA, Marco. et.al. Bancos de Dados Geográficos. Curitiba: MundoGEO, 2005. 506p. REGGIAN, Lucia. et.al. Coleção Info: banco de dados. São Paulo: Abril, 2006. 114p. Oracle. Oracle 10g, Siebel, PeopleSoft | Oracle, The World’s Largest Enterprise Software Company. Disponível em: http://www.oracle.com/global/br/index.html Acesso em: 10 de jun. de 2007. 12