SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Conversa íntima com Deus
04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 2
“e conhecereis a verdade
e a verdade vos libertará.”
João, 8:32
Introdução
 O que se entende por orar?
 Qual é a nossa visão de Deus?
 Deus faz milagres?
 A oração pode mudar o curso dos
acontecimentos?
 O que falar sobre a repetição de
palavras na oração?
 O que a oração pode fazer por nós?
3
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Visão de Deus
 Do politeísmo ao monoteísmo hebraico.
 Jesus trouxe o conceito de Deus-Pai, justo, paciente
e amoroso.
 “Façamos o homem à nossa imagem e semelhança
(...).” (Genesis,1:26)
 Pessoa de prontidão, distante, a julgar os atos e
rogativas humanos.
 Infinitamente bom e justo, eterno dispensador de
bênçãos, sem preferências particulares.
 Cada um age conforme a sua própria visão de Deus.
 O desenvolvimento do Cristo Interno (evolução) é
um processo personalíssimo.
4
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Deus tudo sabe
 “Deus está em tudo e em todos.”
(Efésios, 4:6)
 Imaginar Deus distante impossibilita a
compreensão.
 Espírito do Universo.
 “(...) o vosso Pai sabe do que tendes
necessidade antes que Lho peçais.”
(Mateus, 6:8)
5
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
O que é oração
 Contato com o Criador, buscando forças para
a transformação do teor vibratório.
 “A oração é o divino movimento do espelho de
nossa alma no rumo da Esfera Superior para
refletir-lhe a grandeza.” (XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito
Emmanuel, Pensamento e Vida, p.119)
 A qualidade de nossa oração reflete o
somatório de nossas atitudes ante a Vida.
 Ato e atitude.
 Somos o que pensamos.
 A oração propicia a renovação.
 Criar hábitos saudáveis para mudar a atitude.
 O papel indispensável da vontade.
6
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
O que é oração
“(...) é a concentração natural, antes de
qualquer edificação no caminho humano.”
(XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Emmanuel,
Pensamento e Vida, p.121)
“Não servindo à vista, como para agradar
aos homens, mas como servos do Cristo,
fazendo de coração a vontade de Deus.”
(Efésios, 6:11)
 A vontade de Deus – Suas Leis – estão na
consciência de cada um. (LE, Q.621)
7
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
O que é oração
“Todo aquele que trabalha pelo bem, com as suas mãos
e com o seu pensamento, esse é o filho que aprendeu
a orar, na exaltação ou na rogativa, porque em todas
as circunstâncias será fiel a Deus, consciente de que a
vontade do Pai é mais justa e sábia do que a sua
própria.”
(XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Humberto de Campos, Boa Nova, p.127)
“Nos teus dias de luta, faze os votos e promessas que
forem do teu agrado e proveito, mas não te esqueças
da ação e da renovação aproveitáveis na obra divina do
mundo e sumamente agradáveis aos olhos do Senhor.”
(Idem, pelo Espírito Emmanuel, Vinha de Luz, lição 21)
A ORAÇÃO É AÇÃO NO BEM.
8
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Onde orar
“(...) Tu, porém, quando orares, entra no
teu quarto e, fechada a porta, ora a teu
Pai, que está em secreto (...).” (Mateus, 6:5-
6)
 O Deus distante, do catolicismo.
 Deus está dentro de nós.
“(...) o Reino de Deus está dentro de
vós.” (Lucas, 17:21)
 NO TEMPLO DA ALMA.
9
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Como orar
 Desenvolver o Cristo Interno.
 O filho pródigo.
 Higienização da mente.
 “Bem aventurados os limpos de
coração, pois verão a Deus.” (Mateus, 5:8)
 Nos momentos de dificuldade.
 “Conhecereis a verdade e ela vos
libertará.” (João, 8:32)
10
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Iniciativa e ação
 As Leis de Deus não se alteram somente
porque alguém pediu.
 Aprendemos a pedir e esperar
passivamente pela resposta.
 Pedir e não perseverar é esperar por
milagre.
 Deus não faz milagres.
 Para que orar, então?
 Alcançar o que se pede, pela mudança
comportamental.
11
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Iniciativa e ação
 “Aquele que ora com fervor e confiança se faz mais forte
contra as tentações do Mal (...)” (LE Q.660)
 Coragem, paciência e resignação.
 Amparo e inspiração dos bons Espíritos.
 A prece fervorosa favorece a consecução dos objetivos
almejados – a fé que transporta montanhas.
 “Ajuda-te, que o céu te ajudará.”
 Ore, trabalhe e aguarde com confiança!
 “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-
se-vos-á.” (Mateus, 8:7)
 Não são as Leis de Deus que mudam.
 SOMOS NÓS QUE MUDAMOS!
12
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Com esperança
 Potencialidade latente.
 Conciliação otimista do presente com o
futuro.
 O Espiritismo favorece este processo.
 Conquista da paz pela construção no Bem.
 Julgamento pela consciência.
 Somos o que pensamos.
 Tudo está sob o comando da mente.
 Pensar positivamente para mudar atitudes.
 Alijar a dúvida e esperar com fé.
13
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Com esperança
“A dádiva chegará, mas depende
de ti, da maneira de procederes na
luta construtiva, persistindo ou não
na confiança, sem a qual o Divino
Poder encontra obstáculos naturais
para exprimir-se em teu caminho.”
(XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Emmanuel, Pão Nosso, lição 22)
14
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Com esperança
“(...) Caso fosse examinado a cada período se
a semente já está entumecida e em condições
de arrebentar-se, ao invés de conseguir o
almejado, matar-se-ia a seiva generosa. Da
mesma forma, torna-se imprescindível deixar
que as condições espirituais facultem o
sucesso do empreendimento oracional, não
antecipando resultados nem afligindo-se pelo
conseguir.”
(FRANCO, Divaldo Pereira, pelo Espírito Pastorino,
Impermanência e Imortalidade, p.73)
15
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Com esperança
“Todos os meus temores se realizam e aquilo que me dá
medo vem atingir-me.”
(Jó, 3:25)
“(...) o que duvida é semelhante à onda do mar, que é
levada pelo vento e lançada de uma para outra parte.”
(Tiago, 1:6)
“Confiados em Deus, dilatemos todas as nossas
esperanças, certos de que, conforme asseveram os
velhos provérbios, o coração otimista é medicamento de
paz e alegria.”
(XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Emmanuel, Pão Nosso, lição 22)
 Sejamos mensageiros da esperança!
16
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Sem preocupação com o
futuro
 A limitação do tempo é criação dos homens.
 A benção do tempo é o agora.
 “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã,
porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo.
Basta a cada dia o seu mal.” (Mateus, 6:34)
 A preocupação com o amanhã compromete o
hoje.
 “O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.”
 O necessário e o supérfluo.
 O tempo de corrigir os desacertos é hoje,
agora.
17
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Sem preocupação com o
futuro
“Atendamos aos deveres que as
circunstâncias nos atribuem, acalentando
ideais de melhoria, mas aprendamos a
contentar-nos com o que temos, sem
ambicionar o que não possuímos, em
matéria de aquisições passageiras, a fim de
conquistarmos, sem atritos desnecessários,
os talentos que nos faltam.”
(XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Emmanuel,
Palavras de Vida Eterna, lição 142.)
18
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Perdoar
 Conceito religioso comum do perdão.
 Pecado e equívoco.
 O perdão gratuito, sem mudança interior...
 Deus é amor e justiça.
 Deus não precisa perdoar.
 O exercício do livre-arbítrio.
 A criatura é que se perdoa, ao sintonizar-se
com as Leis Divinas.
 Quem não perdoa, adoece.
 Auto-perdão.
 ORAR COM A MENTE LIMPA.
19
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Hábito constante
 “Porque será como a árvore plantada junto às águas, que
estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia
quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano
de sequidão não se afadiga nem deixa de dar fruto.”
(Jeremias, 17:7-8)
 “Orai e vigiai todo o tempo (...)” (Mateus, 26:41)
 Atitude no bem.
 “Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a
tua lei está dentro do meu coração.” (Salmo, 40:8)
 “Há um rio, cujas correntes alegram a cidade de Deus.”
(Salmo, 46:5)
 Eliminação do estresse.
 Conectados com a fonte.
20
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Repetição de palavras
 “E, orando, não useis de vãs repetições,
como os gentios, que presumem que por
muito falar serão ouvidos.”
(Mateus, 6:7)
 “A prece é sempre agradável a Deus,
quando ditada pelo coração, porque a
intenção é tudo para Ele (...). (LE Q.658)
 Jesus recomenda a orar e a pedir sempre
...
 Perseverança no bem!
 A força do pensamento.
21
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
Repetição de palavras
 A repetição e a mente.
 Incorporação daquilo que repetimos.
 Teoria da Inteligência Emocional (Daniel
Goleman).
 Os resultados do fervor da oração.
 Mudança de postura mental pela
internalização de ideias positivas,
repetidas sistematicamente e com
fervor.
04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 22
Repetição de palavras
“Como não se vive sem pensar (...) deve-
se fazê-lo sempre de forma positiva e
otimista, gerando novo costume no campo
mental, até que seja absorvido e
transformado em automatismo pela
repetição natural.”
FRANCO, Divaldo Pereira, pelo Espírito Joanna de Ângelis, Plenitude,
C.VII
04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 23
Em condição de receber o
Amor Divino
 “É lógico que o Senhor não espera nossas
rogativas para nos amar; no entanto, é
indispensável nos colocarmos em
determinada posição receptiva, a fim de
compreender-lhe a infinita bondade.”
(XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito André Luiz, Nosso
Lar, p.47-48)
 Não há castigo nem perdão na Lei de
Deus: exercício do livre-arbítrio.
 A recomendação de Jesus para orar, bater,
buscar e pedir é no sentido de criarmos as
condições para que o Amor Infinito flua
através de nós.
04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 24
Em condição de receber o
Amor Divino
 A oração habitual, positiva e sincera, vai,
paulatinamente, propiciando-nos o
alinhamento à Grande Lei.
 As Leis Divinas não mudam com a oração.
 É o “pedinte” que, pela perseverança nos
bons hábitos, modifica-se, desobstrui o
canal de comunicação com o Criador e
torna-se capaz de receber o Seu Amor.
 Exemplos: O devedor, o machado, o trem.
 Intercessão.
 MUDANÇA DE ATITUDE!
04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 25
De acordo com a
capacidade
 “(...) a cada um conforme as suas obras.”
(Mateus, 16:27).
 Práxis – a falsa impressão de que o fazer é
mais importante que o ser.
 Jesus veio para que todos tenham vida em
abundância.
 Deus nos convida para recebermos o
quanto quisermos.
 Na oração, somente recebemos conforme
a medida da nossa capacidade.
 O sol e as bênçãos divinas.
26
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
De acordo com a
capacidade
 O funcionamento das Leis Cósmicas na
natureza e no homem.
 A parábola dos talentos.
 “Dai, e ser-vos-á dado; boa medida,
recalcada, sacudida e transbordando vos
darão em vosso regaço; porque com a mesma
medida com que medirdes, também vos
medirão de novo.” (Lucas, 6:38)
 “É dando que se recebe.”
 A CARIDADE É MAIS DO QUE DOAR
MATERIALMENTE.
04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 27
Despertar do “sono”
“Desperta, tu que dormes! Levanta-te dentre os mortos e
o Cristo te iluminará.” (Efésios, 5:14)
 Os que dormem e os mortos.
 Despertar para vida e levantar para o trabalho, que o
Cristo (interno) iluminará.
 A oração dá vida nova aos ausentes.
 Atitude voluntária.
 Colaborar com os retardatários.
 “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda
criatura.” (Marcos, 16:15)
 Jesus recomendou ressuscitar os mortos.
 E QUANTO A NÓS?
28
O Poder Transformador da Oração
04/07/2009
DEUS
04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 29
ORAÇÃO
HÁBITO
NOVAS ATITUDES
OBJETIVOS
TEMPLO DA ALMA
Ação no Bem
•sinceridade
•mente limpa
•com esperança
•presente
•iniciativa e ação
Perseve-
rança
Condições
de receber
o Amor
Divino de
acordo com
a nossa
capacidade
•Reforma íntima
•Evolução
(Cristo Interno)
Conclusão
“Assim brilhe a vossa luz ..."

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a O-PODER-TRANSFORMADOR-DA-ORACAO.ppt

O valor da prece
O valor da preceO valor da prece
O valor da prece
Dalila Melo
 
Curso de oração
Curso de oraçãoCurso de oração
Curso de oração
copydesign
 
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em praticaOração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
EnoqueReis5
 

Semelhante a O-PODER-TRANSFORMADOR-DA-ORACAO.ppt (20)

Pedi obtereis
Pedi obtereis    Pedi obtereis
Pedi obtereis
 
A oração ns escrts de samz
A oração ns escrts de samzA oração ns escrts de samz
A oração ns escrts de samz
 
A comunhão com deus (sef)
A comunhão com deus (sef)A comunhão com deus (sef)
A comunhão com deus (sef)
 
O valor da prece
O valor da preceO valor da prece
O valor da prece
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
Pedi e obtereis
Pedi e obtereisPedi e obtereis
Pedi e obtereis
 
A oração, nossa força
A oração, nossa forçaA oração, nossa força
A oração, nossa força
 
Conduta Espírita
Conduta EspíritaConduta Espírita
Conduta Espírita
 
Curso de oração
Curso de oraçãoCurso de oração
Curso de oração
 
Elementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaElementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosa
 
SEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES AULA 05.pdf
SEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES AULA 05.pdfSEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES AULA 05.pdf
SEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES AULA 05.pdf
 
Segredos de uma oração poderosa e eficaz
Segredos de uma oração poderosa e eficazSegredos de uma oração poderosa e eficaz
Segredos de uma oração poderosa e eficaz
 
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em praticaOração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
 
A oração nos escritos de samz
A oração nos escritos de samzA oração nos escritos de samz
A oração nos escritos de samz
 
estudos 2.docx
estudos 2.docxestudos 2.docx
estudos 2.docx
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 18 - Petição e Resposta
Série Evangelho no Lar - Cap. 18 - Petição e RespostaSérie Evangelho no Lar - Cap. 18 - Petição e Resposta
Série Evangelho no Lar - Cap. 18 - Petição e Resposta
 
Palestra Espirita - Prece
Palestra Espirita - PrecePalestra Espirita - Prece
Palestra Espirita - Prece
 
Evangeliza - Lei de adoração
Evangeliza - Lei de adoraçãoEvangeliza - Lei de adoração
Evangeliza - Lei de adoração
 
O que é oração
O que é oraçãoO que é oração
O que é oração
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 42 - Ação e Oração
Série Evangelho no Lar - Cap. 42 - Ação e OraçãoSérie Evangelho no Lar - Cap. 42 - Ação e Oração
Série Evangelho no Lar - Cap. 42 - Ação e Oração
 

Mais de Tiago Silva

aexpansodoevangelhoforadejerusalm-160402003643.pptx
aexpansodoevangelhoforadejerusalm-160402003643.pptxaexpansodoevangelhoforadejerusalm-160402003643.pptx
aexpansodoevangelhoforadejerusalm-160402003643.pptx
Tiago Silva
 
dokumen.tips_lbj-licao-12-a-familia-de-jesus.pdf
dokumen.tips_lbj-licao-12-a-familia-de-jesus.pdfdokumen.tips_lbj-licao-12-a-familia-de-jesus.pdf
dokumen.tips_lbj-licao-12-a-familia-de-jesus.pdf
Tiago Silva
 
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptxEstudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
Tiago Silva
 
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
Tiago Silva
 
olivrodexodoeocativeirodeisraelnoegito-140102033744-phpapp02.pdf
olivrodexodoeocativeirodeisraelnoegito-140102033744-phpapp02.pdfolivrodexodoeocativeirodeisraelnoegito-140102033744-phpapp02.pdf
olivrodexodoeocativeirodeisraelnoegito-140102033744-phpapp02.pdf
Tiago Silva
 
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-05-15-pentate...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-05-15-pentate...dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-05-15-pentate...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-05-15-pentate...
Tiago Silva
 
dokumen.tips_atos-dos-apstolos-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-5-15-advogad...
dokumen.tips_atos-dos-apstolos-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-5-15-advogad...dokumen.tips_atos-dos-apstolos-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-5-15-advogad...
dokumen.tips_atos-dos-apstolos-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-5-15-advogad...
Tiago Silva
 
dokumen.tips_lei-historicos-poticos-profetas-obadias-5-jonas-6-miquias-7-naum...
dokumen.tips_lei-historicos-poticos-profetas-obadias-5-jonas-6-miquias-7-naum...dokumen.tips_lei-historicos-poticos-profetas-obadias-5-jonas-6-miquias-7-naum...
dokumen.tips_lei-historicos-poticos-profetas-obadias-5-jonas-6-miquias-7-naum...
Tiago Silva
 
dokumen.tips_aula-1-tiago-ma-f-prtica-deus-os-que-so-pobres-aos-olhos-do-mund...
dokumen.tips_aula-1-tiago-ma-f-prtica-deus-os-que-so-pobres-aos-olhos-do-mund...dokumen.tips_aula-1-tiago-ma-f-prtica-deus-os-que-so-pobres-aos-olhos-do-mund...
dokumen.tips_aula-1-tiago-ma-f-prtica-deus-os-que-so-pobres-aos-olhos-do-mund...
Tiago Silva
 
dokumen.tips_a-f-de-elias-a-f-de-elias-era-um-f-slida-alimentada-pela-prtica-...
dokumen.tips_a-f-de-elias-a-f-de-elias-era-um-f-slida-alimentada-pela-prtica-...dokumen.tips_a-f-de-elias-a-f-de-elias-era-um-f-slida-alimentada-pela-prtica-...
dokumen.tips_a-f-de-elias-a-f-de-elias-era-um-f-slida-alimentada-pela-prtica-...
Tiago Silva
 
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
Tiago Silva
 
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
Tiago Silva
 
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptxESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
Tiago Silva
 
dokumen.tips_dizimo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-dzimos-e-ofertas-keywords-dz...
dokumen.tips_dizimo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-dzimos-e-ofertas-keywords-dz...dokumen.tips_dizimo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-dzimos-e-ofertas-keywords-dz...
dokumen.tips_dizimo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-dzimos-e-ofertas-keywords-dz...
Tiago Silva
 
dokumen.tips_evangelhos-pr-erivelton-rodrigues-os-quatro-livros-do-evangelho-...
dokumen.tips_evangelhos-pr-erivelton-rodrigues-os-quatro-livros-do-evangelho-...dokumen.tips_evangelhos-pr-erivelton-rodrigues-os-quatro-livros-do-evangelho-...
dokumen.tips_evangelhos-pr-erivelton-rodrigues-os-quatro-livros-do-evangelho-...
Tiago Silva
 
A RESSURREIÇÃO DE MUITOS SANTOS NA ÉPOCA DA MORTE DE CRISTO.pptx
A RESSURREIÇÃO DE MUITOS SANTOS NA ÉPOCA DA MORTE DE CRISTO.pptxA RESSURREIÇÃO DE MUITOS SANTOS NA ÉPOCA DA MORTE DE CRISTO.pptx
A RESSURREIÇÃO DE MUITOS SANTOS NA ÉPOCA DA MORTE DE CRISTO.pptx
Tiago Silva
 
(26) Os Evangelhos.pdf
(26) Os Evangelhos.pdf(26) Os Evangelhos.pdf
(26) Os Evangelhos.pdf
Tiago Silva
 
2_07-05-2019_15-06-05.pdf
2_07-05-2019_15-06-05.pdf2_07-05-2019_15-06-05.pdf
2_07-05-2019_15-06-05.pdf
Tiago Silva
 
Slide Licao 7 - A responsabilidade da igreja com os missionários.pptx
Slide Licao 7 -  A responsabilidade da igreja com os missionários.pptxSlide Licao 7 -  A responsabilidade da igreja com os missionários.pptx
Slide Licao 7 - A responsabilidade da igreja com os missionários.pptx
Tiago Silva
 
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdflio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
Tiago Silva
 

Mais de Tiago Silva (20)

aexpansodoevangelhoforadejerusalm-160402003643.pptx
aexpansodoevangelhoforadejerusalm-160402003643.pptxaexpansodoevangelhoforadejerusalm-160402003643.pptx
aexpansodoevangelhoforadejerusalm-160402003643.pptx
 
dokumen.tips_lbj-licao-12-a-familia-de-jesus.pdf
dokumen.tips_lbj-licao-12-a-familia-de-jesus.pdfdokumen.tips_lbj-licao-12-a-familia-de-jesus.pdf
dokumen.tips_lbj-licao-12-a-familia-de-jesus.pdf
 
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptxEstudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
Estudo bíblico - Pneumatologista a doutrina do Espírito santo.pptx
 
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
 
olivrodexodoeocativeirodeisraelnoegito-140102033744-phpapp02.pdf
olivrodexodoeocativeirodeisraelnoegito-140102033744-phpapp02.pdfolivrodexodoeocativeirodeisraelnoegito-140102033744-phpapp02.pdf
olivrodexodoeocativeirodeisraelnoegito-140102033744-phpapp02.pdf
 
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-05-15-pentate...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-05-15-pentate...dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-05-15-pentate...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-05-15-pentate...
 
dokumen.tips_atos-dos-apstolos-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-5-15-advogad...
dokumen.tips_atos-dos-apstolos-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-5-15-advogad...dokumen.tips_atos-dos-apstolos-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-5-15-advogad...
dokumen.tips_atos-dos-apstolos-pr-erivelton-rodrigues-nunes-2018-5-15-advogad...
 
dokumen.tips_lei-historicos-poticos-profetas-obadias-5-jonas-6-miquias-7-naum...
dokumen.tips_lei-historicos-poticos-profetas-obadias-5-jonas-6-miquias-7-naum...dokumen.tips_lei-historicos-poticos-profetas-obadias-5-jonas-6-miquias-7-naum...
dokumen.tips_lei-historicos-poticos-profetas-obadias-5-jonas-6-miquias-7-naum...
 
dokumen.tips_aula-1-tiago-ma-f-prtica-deus-os-que-so-pobres-aos-olhos-do-mund...
dokumen.tips_aula-1-tiago-ma-f-prtica-deus-os-que-so-pobres-aos-olhos-do-mund...dokumen.tips_aula-1-tiago-ma-f-prtica-deus-os-que-so-pobres-aos-olhos-do-mund...
dokumen.tips_aula-1-tiago-ma-f-prtica-deus-os-que-so-pobres-aos-olhos-do-mund...
 
dokumen.tips_a-f-de-elias-a-f-de-elias-era-um-f-slida-alimentada-pela-prtica-...
dokumen.tips_a-f-de-elias-a-f-de-elias-era-um-f-slida-alimentada-pela-prtica-...dokumen.tips_a-f-de-elias-a-f-de-elias-era-um-f-slida-alimentada-pela-prtica-...
dokumen.tips_a-f-de-elias-a-f-de-elias-era-um-f-slida-alimentada-pela-prtica-...
 
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
 
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
dokumen.tips_aula-1-colossenses-lembrem-se-das-minhas-algemas-418-colossenses...
 
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptxESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
ESTUDO BÍBLICO - 2 CORÍNTIOS.pptx
 
dokumen.tips_dizimo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-dzimos-e-ofertas-keywords-dz...
dokumen.tips_dizimo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-dzimos-e-ofertas-keywords-dz...dokumen.tips_dizimo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-dzimos-e-ofertas-keywords-dz...
dokumen.tips_dizimo-pr-erivelton-rodrigues-nunes-dzimos-e-ofertas-keywords-dz...
 
dokumen.tips_evangelhos-pr-erivelton-rodrigues-os-quatro-livros-do-evangelho-...
dokumen.tips_evangelhos-pr-erivelton-rodrigues-os-quatro-livros-do-evangelho-...dokumen.tips_evangelhos-pr-erivelton-rodrigues-os-quatro-livros-do-evangelho-...
dokumen.tips_evangelhos-pr-erivelton-rodrigues-os-quatro-livros-do-evangelho-...
 
A RESSURREIÇÃO DE MUITOS SANTOS NA ÉPOCA DA MORTE DE CRISTO.pptx
A RESSURREIÇÃO DE MUITOS SANTOS NA ÉPOCA DA MORTE DE CRISTO.pptxA RESSURREIÇÃO DE MUITOS SANTOS NA ÉPOCA DA MORTE DE CRISTO.pptx
A RESSURREIÇÃO DE MUITOS SANTOS NA ÉPOCA DA MORTE DE CRISTO.pptx
 
(26) Os Evangelhos.pdf
(26) Os Evangelhos.pdf(26) Os Evangelhos.pdf
(26) Os Evangelhos.pdf
 
2_07-05-2019_15-06-05.pdf
2_07-05-2019_15-06-05.pdf2_07-05-2019_15-06-05.pdf
2_07-05-2019_15-06-05.pdf
 
Slide Licao 7 - A responsabilidade da igreja com os missionários.pptx
Slide Licao 7 -  A responsabilidade da igreja com os missionários.pptxSlide Licao 7 -  A responsabilidade da igreja com os missionários.pptx
Slide Licao 7 - A responsabilidade da igreja com os missionários.pptx
 
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdflio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
 

O-PODER-TRANSFORMADOR-DA-ORACAO.ppt

  • 2. 04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 2 “e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” João, 8:32
  • 3. Introdução  O que se entende por orar?  Qual é a nossa visão de Deus?  Deus faz milagres?  A oração pode mudar o curso dos acontecimentos?  O que falar sobre a repetição de palavras na oração?  O que a oração pode fazer por nós? 3 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 4. Visão de Deus  Do politeísmo ao monoteísmo hebraico.  Jesus trouxe o conceito de Deus-Pai, justo, paciente e amoroso.  “Façamos o homem à nossa imagem e semelhança (...).” (Genesis,1:26)  Pessoa de prontidão, distante, a julgar os atos e rogativas humanos.  Infinitamente bom e justo, eterno dispensador de bênçãos, sem preferências particulares.  Cada um age conforme a sua própria visão de Deus.  O desenvolvimento do Cristo Interno (evolução) é um processo personalíssimo. 4 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 5. Deus tudo sabe  “Deus está em tudo e em todos.” (Efésios, 4:6)  Imaginar Deus distante impossibilita a compreensão.  Espírito do Universo.  “(...) o vosso Pai sabe do que tendes necessidade antes que Lho peçais.” (Mateus, 6:8) 5 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 6. O que é oração  Contato com o Criador, buscando forças para a transformação do teor vibratório.  “A oração é o divino movimento do espelho de nossa alma no rumo da Esfera Superior para refletir-lhe a grandeza.” (XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Emmanuel, Pensamento e Vida, p.119)  A qualidade de nossa oração reflete o somatório de nossas atitudes ante a Vida.  Ato e atitude.  Somos o que pensamos.  A oração propicia a renovação.  Criar hábitos saudáveis para mudar a atitude.  O papel indispensável da vontade. 6 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 7. O que é oração “(...) é a concentração natural, antes de qualquer edificação no caminho humano.” (XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Emmanuel, Pensamento e Vida, p.121) “Não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos do Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus.” (Efésios, 6:11)  A vontade de Deus – Suas Leis – estão na consciência de cada um. (LE, Q.621) 7 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 8. O que é oração “Todo aquele que trabalha pelo bem, com as suas mãos e com o seu pensamento, esse é o filho que aprendeu a orar, na exaltação ou na rogativa, porque em todas as circunstâncias será fiel a Deus, consciente de que a vontade do Pai é mais justa e sábia do que a sua própria.” (XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Humberto de Campos, Boa Nova, p.127) “Nos teus dias de luta, faze os votos e promessas que forem do teu agrado e proveito, mas não te esqueças da ação e da renovação aproveitáveis na obra divina do mundo e sumamente agradáveis aos olhos do Senhor.” (Idem, pelo Espírito Emmanuel, Vinha de Luz, lição 21) A ORAÇÃO É AÇÃO NO BEM. 8 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 9. Onde orar “(...) Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, ora a teu Pai, que está em secreto (...).” (Mateus, 6:5- 6)  O Deus distante, do catolicismo.  Deus está dentro de nós. “(...) o Reino de Deus está dentro de vós.” (Lucas, 17:21)  NO TEMPLO DA ALMA. 9 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 10. Como orar  Desenvolver o Cristo Interno.  O filho pródigo.  Higienização da mente.  “Bem aventurados os limpos de coração, pois verão a Deus.” (Mateus, 5:8)  Nos momentos de dificuldade.  “Conhecereis a verdade e ela vos libertará.” (João, 8:32) 10 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 11. Iniciativa e ação  As Leis de Deus não se alteram somente porque alguém pediu.  Aprendemos a pedir e esperar passivamente pela resposta.  Pedir e não perseverar é esperar por milagre.  Deus não faz milagres.  Para que orar, então?  Alcançar o que se pede, pela mudança comportamental. 11 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 12. Iniciativa e ação  “Aquele que ora com fervor e confiança se faz mais forte contra as tentações do Mal (...)” (LE Q.660)  Coragem, paciência e resignação.  Amparo e inspiração dos bons Espíritos.  A prece fervorosa favorece a consecução dos objetivos almejados – a fé que transporta montanhas.  “Ajuda-te, que o céu te ajudará.”  Ore, trabalhe e aguarde com confiança!  “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir- se-vos-á.” (Mateus, 8:7)  Não são as Leis de Deus que mudam.  SOMOS NÓS QUE MUDAMOS! 12 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 13. Com esperança  Potencialidade latente.  Conciliação otimista do presente com o futuro.  O Espiritismo favorece este processo.  Conquista da paz pela construção no Bem.  Julgamento pela consciência.  Somos o que pensamos.  Tudo está sob o comando da mente.  Pensar positivamente para mudar atitudes.  Alijar a dúvida e esperar com fé. 13 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 14. Com esperança “A dádiva chegará, mas depende de ti, da maneira de procederes na luta construtiva, persistindo ou não na confiança, sem a qual o Divino Poder encontra obstáculos naturais para exprimir-se em teu caminho.” (XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Emmanuel, Pão Nosso, lição 22) 14 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 15. Com esperança “(...) Caso fosse examinado a cada período se a semente já está entumecida e em condições de arrebentar-se, ao invés de conseguir o almejado, matar-se-ia a seiva generosa. Da mesma forma, torna-se imprescindível deixar que as condições espirituais facultem o sucesso do empreendimento oracional, não antecipando resultados nem afligindo-se pelo conseguir.” (FRANCO, Divaldo Pereira, pelo Espírito Pastorino, Impermanência e Imortalidade, p.73) 15 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 16. Com esperança “Todos os meus temores se realizam e aquilo que me dá medo vem atingir-me.” (Jó, 3:25) “(...) o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento e lançada de uma para outra parte.” (Tiago, 1:6) “Confiados em Deus, dilatemos todas as nossas esperanças, certos de que, conforme asseveram os velhos provérbios, o coração otimista é medicamento de paz e alegria.” (XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Emmanuel, Pão Nosso, lição 22)  Sejamos mensageiros da esperança! 16 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 17. Sem preocupação com o futuro  A limitação do tempo é criação dos homens.  A benção do tempo é o agora.  “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” (Mateus, 6:34)  A preocupação com o amanhã compromete o hoje.  “O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.”  O necessário e o supérfluo.  O tempo de corrigir os desacertos é hoje, agora. 17 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 18. Sem preocupação com o futuro “Atendamos aos deveres que as circunstâncias nos atribuem, acalentando ideais de melhoria, mas aprendamos a contentar-nos com o que temos, sem ambicionar o que não possuímos, em matéria de aquisições passageiras, a fim de conquistarmos, sem atritos desnecessários, os talentos que nos faltam.” (XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito Emmanuel, Palavras de Vida Eterna, lição 142.) 18 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 19. Perdoar  Conceito religioso comum do perdão.  Pecado e equívoco.  O perdão gratuito, sem mudança interior...  Deus é amor e justiça.  Deus não precisa perdoar.  O exercício do livre-arbítrio.  A criatura é que se perdoa, ao sintonizar-se com as Leis Divinas.  Quem não perdoa, adoece.  Auto-perdão.  ORAR COM A MENTE LIMPA. 19 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 20. Hábito constante  “Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga nem deixa de dar fruto.” (Jeremias, 17:7-8)  “Orai e vigiai todo o tempo (...)” (Mateus, 26:41)  Atitude no bem.  “Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração.” (Salmo, 40:8)  “Há um rio, cujas correntes alegram a cidade de Deus.” (Salmo, 46:5)  Eliminação do estresse.  Conectados com a fonte. 20 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 21. Repetição de palavras  “E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que presumem que por muito falar serão ouvidos.” (Mateus, 6:7)  “A prece é sempre agradável a Deus, quando ditada pelo coração, porque a intenção é tudo para Ele (...). (LE Q.658)  Jesus recomenda a orar e a pedir sempre ...  Perseverança no bem!  A força do pensamento. 21 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 22. Repetição de palavras  A repetição e a mente.  Incorporação daquilo que repetimos.  Teoria da Inteligência Emocional (Daniel Goleman).  Os resultados do fervor da oração.  Mudança de postura mental pela internalização de ideias positivas, repetidas sistematicamente e com fervor. 04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 22
  • 23. Repetição de palavras “Como não se vive sem pensar (...) deve- se fazê-lo sempre de forma positiva e otimista, gerando novo costume no campo mental, até que seja absorvido e transformado em automatismo pela repetição natural.” FRANCO, Divaldo Pereira, pelo Espírito Joanna de Ângelis, Plenitude, C.VII 04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 23
  • 24. Em condição de receber o Amor Divino  “É lógico que o Senhor não espera nossas rogativas para nos amar; no entanto, é indispensável nos colocarmos em determinada posição receptiva, a fim de compreender-lhe a infinita bondade.” (XAVIER, Francisco Cândido, pelo Espírito André Luiz, Nosso Lar, p.47-48)  Não há castigo nem perdão na Lei de Deus: exercício do livre-arbítrio.  A recomendação de Jesus para orar, bater, buscar e pedir é no sentido de criarmos as condições para que o Amor Infinito flua através de nós. 04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 24
  • 25. Em condição de receber o Amor Divino  A oração habitual, positiva e sincera, vai, paulatinamente, propiciando-nos o alinhamento à Grande Lei.  As Leis Divinas não mudam com a oração.  É o “pedinte” que, pela perseverança nos bons hábitos, modifica-se, desobstrui o canal de comunicação com o Criador e torna-se capaz de receber o Seu Amor.  Exemplos: O devedor, o machado, o trem.  Intercessão.  MUDANÇA DE ATITUDE! 04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 25
  • 26. De acordo com a capacidade  “(...) a cada um conforme as suas obras.” (Mateus, 16:27).  Práxis – a falsa impressão de que o fazer é mais importante que o ser.  Jesus veio para que todos tenham vida em abundância.  Deus nos convida para recebermos o quanto quisermos.  Na oração, somente recebemos conforme a medida da nossa capacidade.  O sol e as bênçãos divinas. 26 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 27. De acordo com a capacidade  O funcionamento das Leis Cósmicas na natureza e no homem.  A parábola dos talentos.  “Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos darão em vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes, também vos medirão de novo.” (Lucas, 6:38)  “É dando que se recebe.”  A CARIDADE É MAIS DO QUE DOAR MATERIALMENTE. 04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 27
  • 28. Despertar do “sono” “Desperta, tu que dormes! Levanta-te dentre os mortos e o Cristo te iluminará.” (Efésios, 5:14)  Os que dormem e os mortos.  Despertar para vida e levantar para o trabalho, que o Cristo (interno) iluminará.  A oração dá vida nova aos ausentes.  Atitude voluntária.  Colaborar com os retardatários.  “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.” (Marcos, 16:15)  Jesus recomendou ressuscitar os mortos.  E QUANTO A NÓS? 28 O Poder Transformador da Oração 04/07/2009
  • 29. DEUS 04/07/2009 O Poder Transformador da Oração 29 ORAÇÃO HÁBITO NOVAS ATITUDES OBJETIVOS TEMPLO DA ALMA Ação no Bem •sinceridade •mente limpa •com esperança •presente •iniciativa e ação Perseve- rança Condições de receber o Amor Divino de acordo com a nossa capacidade •Reforma íntima •Evolução (Cristo Interno) Conclusão “Assim brilhe a vossa luz ..."