SlideShare uma empresa Scribd logo
HORA DO CONTO Animação da Leitura
Animação da Leitura
Animação da Leitura O sapo estava sentado à beira do rio. Sentia-se esquisito. Não sabia se estava contente ou se estava triste
Animação da Leitura Toda a semana tinha andado como que a sonhar. Que é que teria?
Animação da Leitura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Animação da Leitura ,[object Object],[object Object]
Animação da Leitura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Animação da Leitura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Animação da Leitura E ficou tão contente que deu um salto enorme pela porta fora.
Animação da Leitura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Animação da Leitura ,[object Object],[object Object],[object Object]
Animação da Leitura Não sabia escrever, mas sabia fazer bonitas pinturas. Quando voltou para casa fez uma pintura linda, com vermelho, azul, e muito verde que era a cor que ele mais gostava.
Animação da Leitura À noite, quando já estava escuro, saiu com a pintura e enfiou-a por baixo da porta da Pata. Com a emoção, tinha o coração a bater com toda a força.
Animação da Leitura ,[object Object],[object Object]
Animação da Leitura No dia seguinte o Sapo colheu um belo ramo de flores. Ia oferece-las à Pata. Mas quando chegou à porta não teve coragem para a enfrentar. Pôs as flores na soleira da porta e fugiu o mais depressa que pôde. E assim continuaram as coisas, dia após dia. O Sapo não conseguia arranjar coragem para falar.
Animação da Leitura A Pata andava muito contente com todos aqueles belos presentes. Mas quem é que os mandaria?
Animação da Leitura Pobre Sapo! Perdeu o apetite e à noite não conseguia dormir… E as coisas continuavam assim durante semanas.
Animação da Leitura Como é que havia de mostrar à Pata que gostava dela? - Tenho de fazer uma coisa de que mais ninguém seja capaz – decidiu ele. – tenho que bater o recorde do mundo de salto em altura! A Patinha vai ficar muito surpreendida, e depois ela também vai gostar de mim.
Animação da Leitura O Sapo começou logo a treinar. Praticou salto em alturas durante dias a fio. Saltava cada vez mais alto, até às nuvens. Nunca nenhum sapo do mundo tinha saltado tão alto.
Animação da Leitura Que é que terá o Sapo ? – perguntou a Pata preocupada - saltar assim é perigoso. Ainda acaba por se magoar. E tinha razão.
Animação da Leitura Às duas horas e treze minutos da tarde de sexta-feira, as coisas correram mal. O Sapo estava a dar o salto mais alto da história quando perdeu o equilíbrio e caiu no chão. A Pata, que ía a passar nessa altura, veio a correr ajudá-lo.
Animação da Leitura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Animação da Leitura Desde então. amam-se perdidamente. Um sapo e uma pata… Verde e branca. O amor não conhece barreiras.
HORA DO CONTO Animação da Leitura

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

historia sim-_o e a noite de natal
  historia   sim-_o e a noite de natal  historia   sim-_o e a noite de natal
historia sim-_o e a noite de natal
franciscamonteiro
 
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
Susana Pinhal
 
O baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhosO baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhosMaria Pereira
 
O livro dos corações
O livro dos coraçõesO livro dos corações
O livro dos corações
Fátima Lares Correia
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Marisol Santos
 
Rapunzel
RapunzelRapunzel
Rapunzel
Marcia Gomes
 
AS CENTOPEIAS E SEUS SAPATINHOS
AS CENTOPEIAS E SEUS SAPATINHOSAS CENTOPEIAS E SEUS SAPATINHOS
AS CENTOPEIAS E SEUS SAPATINHOS
Marisa Seara
 
Ppt um pé de vento
Ppt um pé de ventoPpt um pé de vento
Ppt um pé de ventoPaula Sousa
 
Quase de Verdade
Quase de VerdadeQuase de Verdade
Quase de Verdade
GQ Shows e Eventos
 
Conto de carnaval animais da-floresta
Conto de carnaval animais da-florestaConto de carnaval animais da-floresta
Conto de carnaval animais da-floresta
Filipe Reis
 
O espelho magico historia infantil
O espelho magico historia infantilO espelho magico historia infantil
O espelho magico historia infantil
Gaby Veloso
 
A Bruxinha que Voava Numa Escova de Dentes
A Bruxinha que Voava Numa Escova de DentesA Bruxinha que Voava Numa Escova de Dentes
A Bruxinha que Voava Numa Escova de Dentes
juliarochaa
 
O sapo-apaixonado[1]
O sapo-apaixonado[1]O sapo-apaixonado[1]
O sapo-apaixonado[1]
teresastrecht
 
JUJU VAI VIAJAR.pdf
JUJU VAI VIAJAR.pdfJUJU VAI VIAJAR.pdf
JUJU VAI VIAJAR.pdf
THALLIANELOPESTODESC
 
O Trenzinho do Nicolau
O Trenzinho do NicolauO Trenzinho do Nicolau
O Trenzinho do Nicolau
Daliana Pinheiro Dias
 
Feitico d birra
Feitico d birraFeitico d birra
Feitico d birraAcilu
 
Coração de Mãe
Coração de MãeCoração de Mãe
Coração de Mãe
Pedro Moura
 
JoãO E O Pé De FeijãO
JoãO E O Pé De FeijãOJoãO E O Pé De FeijãO
JoãO E O Pé De FeijãO
teresamendes
 
O caracol
O caracol O caracol

Mais procurados (20)

historia sim-_o e a noite de natal
  historia   sim-_o e a noite de natal  historia   sim-_o e a noite de natal
historia sim-_o e a noite de natal
 
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
 
O baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhosO baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhos
 
O livro dos corações
O livro dos coraçõesO livro dos corações
O livro dos corações
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempre
 
Rapunzel
RapunzelRapunzel
Rapunzel
 
AS CENTOPEIAS E SEUS SAPATINHOS
AS CENTOPEIAS E SEUS SAPATINHOSAS CENTOPEIAS E SEUS SAPATINHOS
AS CENTOPEIAS E SEUS SAPATINHOS
 
Ppt um pé de vento
Ppt um pé de ventoPpt um pé de vento
Ppt um pé de vento
 
Quase de Verdade
Quase de VerdadeQuase de Verdade
Quase de Verdade
 
Conto de carnaval animais da-floresta
Conto de carnaval animais da-florestaConto de carnaval animais da-floresta
Conto de carnaval animais da-floresta
 
O espelho magico historia infantil
O espelho magico historia infantilO espelho magico historia infantil
O espelho magico historia infantil
 
A Bruxinha que Voava Numa Escova de Dentes
A Bruxinha que Voava Numa Escova de DentesA Bruxinha que Voava Numa Escova de Dentes
A Bruxinha que Voava Numa Escova de Dentes
 
O sapo-apaixonado[1]
O sapo-apaixonado[1]O sapo-apaixonado[1]
O sapo-apaixonado[1]
 
JUJU VAI VIAJAR.pdf
JUJU VAI VIAJAR.pdfJUJU VAI VIAJAR.pdf
JUJU VAI VIAJAR.pdf
 
O Trenzinho do Nicolau
O Trenzinho do NicolauO Trenzinho do Nicolau
O Trenzinho do Nicolau
 
Feitico d birra
Feitico d birraFeitico d birra
Feitico d birra
 
Boneco de neve
Boneco de neveBoneco de neve
Boneco de neve
 
Coração de Mãe
Coração de MãeCoração de Mãe
Coração de Mãe
 
JoãO E O Pé De FeijãO
JoãO E O Pé De FeijãOJoãO E O Pé De FeijãO
JoãO E O Pé De FeijãO
 
O caracol
O caracol O caracol
O caracol
 

Destaque

Sou especial porque...
Sou especial porque...Sou especial porque...
Sou especial porque...
Maria Borges
 
Os direitos da criança
Os direitos da criançaOs direitos da criança
Os direitos da criança
Helena Rocha
 
Querido papai
Querido papaiQuerido papai
Querido papai
Mensagens Virtuais
 
Querido pai
Querido paiQuerido pai
Querido pai
Mensagens Virtuais
 
Correção_Diagnóstico
Correção_DiagnósticoCorreção_Diagnóstico
Correção_Diagnóstico
mcarvalhinha
 
Para a minha mãe
Para a minha mãePara a minha mãe
Para a minha mãe
Patricia Carvalho
 
Eu e o meu papá
Eu e o meu papáEu e o meu papá
Eu e o meu papá
Maria Borges
 
O Meu Pai
O Meu PaiO Meu Pai
O Meu Pai
laraligia
 
La leyenda de los reyes magos (1)
La leyenda de los reyes magos (1)La leyenda de los reyes magos (1)
La leyenda de los reyes magos (1)
Maria Borges
 
Eu e o meu papá
Eu e o meu papáEu e o meu papá
Eu e o meu papá
FilomenaMeleiro
 
Livro da rimas e dos nomes
Livro da rimas e dos nomesLivro da rimas e dos nomes
Livro da rimas e dos nomes
Maria Borges
 
Apresentação de trabalhos
Apresentação de trabalhosApresentação de trabalhos
Apresentação de trabalhos
Helena Rocha
 
Querido pai
Querido pai Querido pai
Querido pai
AE Coimbra Sul
 
Eu E O Meu Papá
Eu E O Meu PapáEu E O Meu Papá
Eu E O Meu Papá
mcarvalhinha
 

Destaque (15)

Sou especial porque...
Sou especial porque...Sou especial porque...
Sou especial porque...
 
Os direitos da criança
Os direitos da criançaOs direitos da criança
Os direitos da criança
 
Querido papai
Querido papaiQuerido papai
Querido papai
 
Querido pai
Querido paiQuerido pai
Querido pai
 
Correção_Diagnóstico
Correção_DiagnósticoCorreção_Diagnóstico
Correção_Diagnóstico
 
Para a minha mãe
Para a minha mãePara a minha mãe
Para a minha mãe
 
Eu e o meu papá
Eu e o meu papáEu e o meu papá
Eu e o meu papá
 
história
históriahistória
história
 
O Meu Pai
O Meu PaiO Meu Pai
O Meu Pai
 
La leyenda de los reyes magos (1)
La leyenda de los reyes magos (1)La leyenda de los reyes magos (1)
La leyenda de los reyes magos (1)
 
Eu e o meu papá
Eu e o meu papáEu e o meu papá
Eu e o meu papá
 
Livro da rimas e dos nomes
Livro da rimas e dos nomesLivro da rimas e dos nomes
Livro da rimas e dos nomes
 
Apresentação de trabalhos
Apresentação de trabalhosApresentação de trabalhos
Apresentação de trabalhos
 
Querido pai
Querido pai Querido pai
Querido pai
 
Eu E O Meu Papá
Eu E O Meu PapáEu E O Meu Papá
Eu E O Meu Papá
 

Semelhante a O sapo-apaixonado

O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
sandraavelas
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
Teresa Ramos
 
Osapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointOsapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpoint
eb1magida
 
o-sapo-apaixonado.ppt
o-sapo-apaixonado.ppto-sapo-apaixonado.ppt
o-sapo-apaixonado.ppt
SimoneMachadoDeOlive1
 
O sapo apaixonado.ppt
O sapo apaixonado.pptO sapo apaixonado.ppt
O sapo apaixonado.ppt
TniaSousa31
 
História o sapo apaixonado - hora do conto
História o sapo apaixonado - hora do contoHistória o sapo apaixonado - hora do conto
História o sapo apaixonado - hora do conto
DulceCostaLopes
 
O sapo-apaixonado (1)
O sapo-apaixonado (1)O sapo-apaixonado (1)
O sapo-apaixonado (1)
Maria Luisa Silva
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
elisecaetano1
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
Marta Dias
 
6399476 o-sapo-apaixonado
6399476 o-sapo-apaixonado6399476 o-sapo-apaixonado
6399476 o-sapo-apaixonado
Sandra Fernandes
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
Ana Bela Vila Mendes
 
Ppt o sapo apaixonado
Ppt o sapo apaixonadoPpt o sapo apaixonado
Ppt o sapo apaixonado
bibliotecap
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
conceicaocravo
 
Conto o sapo apaixonado
Conto   o sapo apaixonadoConto   o sapo apaixonado
Conto o sapo apaixonado
Maria Sueneide Colares
 
O sapo apaixonado[1]
O sapo apaixonado[1]O sapo apaixonado[1]
O sapo apaixonado[1]
Maria Leal
 
Osapoapaixonado Div
Osapoapaixonado   DivOsapoapaixonado   Div
Osapoapaixonado Div
teresamendes
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonado O sapo apaixonado
O sapo apaixonado
Virgínia Ferreira
 
Sapo apaixonado
Sapo apaixonadoSapo apaixonado
Sapo apaixonado
Sílvia Bastos
 
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Teresa Ramos
 

Semelhante a O sapo-apaixonado (19)

O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
Osapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointOsapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpoint
 
o-sapo-apaixonado.ppt
o-sapo-apaixonado.ppto-sapo-apaixonado.ppt
o-sapo-apaixonado.ppt
 
O sapo apaixonado.ppt
O sapo apaixonado.pptO sapo apaixonado.ppt
O sapo apaixonado.ppt
 
História o sapo apaixonado - hora do conto
História o sapo apaixonado - hora do contoHistória o sapo apaixonado - hora do conto
História o sapo apaixonado - hora do conto
 
O sapo-apaixonado (1)
O sapo-apaixonado (1)O sapo-apaixonado (1)
O sapo-apaixonado (1)
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
6399476 o-sapo-apaixonado
6399476 o-sapo-apaixonado6399476 o-sapo-apaixonado
6399476 o-sapo-apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
Ppt o sapo apaixonado
Ppt o sapo apaixonadoPpt o sapo apaixonado
Ppt o sapo apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
Conto o sapo apaixonado
Conto   o sapo apaixonadoConto   o sapo apaixonado
Conto o sapo apaixonado
 
O sapo apaixonado[1]
O sapo apaixonado[1]O sapo apaixonado[1]
O sapo apaixonado[1]
 
Osapoapaixonado Div
Osapoapaixonado   DivOsapoapaixonado   Div
Osapoapaixonado Div
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonado O sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Sapo apaixonado
Sapo apaixonadoSapo apaixonado
Sapo apaixonado
 
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
 

Mais de Helena Rocha

A pesca
A pescaA pesca
A pesca
Helena Rocha
 
Silvicutura bc
Silvicutura bcSilvicutura bc
Silvicutura bc
Helena Rocha
 
A agricultura cm
A agricultura cmA agricultura cm
A agricultura cm
Helena Rocha
 
Aula D massa
Aula D   massaAula D   massa
Aula D massa
Helena Rocha
 
O som
O somO som
Como seria a nossa vida sem eletricidade
Como seria a nossa vida sem eletricidadeComo seria a nossa vida sem eletricidade
Como seria a nossa vida sem eletricidade
Helena Rocha
 
Experiências ar
Experiências arExperiências ar
Experiências ar
Helena Rocha
 
Solidos
SolidosSolidos
Solidos
Helena Rocha
 
Poligonos
PoligonosPoligonos
Poligonos
Helena Rocha
 
Os determinantes e pronomes demonstrativos
Os determinantes e pronomes demonstrativosOs determinantes e pronomes demonstrativos
Os determinantes e pronomes demonstrativos
Helena Rocha
 
Determinantes e pronomes possessivos
Determinantes e pronomes possessivosDeterminantes e pronomes possessivos
Determinantes e pronomes possessivos
Helena Rocha
 
Os diferentes aspetos da costa
Os diferentes aspetos da costaOs diferentes aspetos da costa
Os diferentes aspetos da costa
Helena Rocha
 
Serras
SerrasSerras
Serras
Helena Rocha
 
Ruínas Conimbriga
Ruínas ConimbrigaRuínas Conimbriga
Ruínas Conimbriga
Helena Rocha
 
Aspetos físicos do meio
Aspetos físicos do meioAspetos físicos do meio
Aspetos físicos do meio
Helena Rocha
 
Grau dos adjetivos
Grau dos adjetivosGrau dos adjetivos
Grau dos adjetivos
Helena Rocha
 
Romanos
RomanosRomanos
Romanos
Helena Rocha
 
Povos da Península Ibérica
Povos da Península IbéricaPovos da Península Ibérica
Povos da Península Ibérica
Helena Rocha
 
1.ª Dinastia
1.ª Dinastia1.ª Dinastia
1.ª Dinastia
Helena Rocha
 
Alf4m angulos
Alf4m angulosAlf4m angulos
Alf4m angulos
Helena Rocha
 

Mais de Helena Rocha (20)

A pesca
A pescaA pesca
A pesca
 
Silvicutura bc
Silvicutura bcSilvicutura bc
Silvicutura bc
 
A agricultura cm
A agricultura cmA agricultura cm
A agricultura cm
 
Aula D massa
Aula D   massaAula D   massa
Aula D massa
 
O som
O somO som
O som
 
Como seria a nossa vida sem eletricidade
Como seria a nossa vida sem eletricidadeComo seria a nossa vida sem eletricidade
Como seria a nossa vida sem eletricidade
 
Experiências ar
Experiências arExperiências ar
Experiências ar
 
Solidos
SolidosSolidos
Solidos
 
Poligonos
PoligonosPoligonos
Poligonos
 
Os determinantes e pronomes demonstrativos
Os determinantes e pronomes demonstrativosOs determinantes e pronomes demonstrativos
Os determinantes e pronomes demonstrativos
 
Determinantes e pronomes possessivos
Determinantes e pronomes possessivosDeterminantes e pronomes possessivos
Determinantes e pronomes possessivos
 
Os diferentes aspetos da costa
Os diferentes aspetos da costaOs diferentes aspetos da costa
Os diferentes aspetos da costa
 
Serras
SerrasSerras
Serras
 
Ruínas Conimbriga
Ruínas ConimbrigaRuínas Conimbriga
Ruínas Conimbriga
 
Aspetos físicos do meio
Aspetos físicos do meioAspetos físicos do meio
Aspetos físicos do meio
 
Grau dos adjetivos
Grau dos adjetivosGrau dos adjetivos
Grau dos adjetivos
 
Romanos
RomanosRomanos
Romanos
 
Povos da Península Ibérica
Povos da Península IbéricaPovos da Península Ibérica
Povos da Península Ibérica
 
1.ª Dinastia
1.ª Dinastia1.ª Dinastia
1.ª Dinastia
 
Alf4m angulos
Alf4m angulosAlf4m angulos
Alf4m angulos
 

O sapo-apaixonado

  • 1. HORA DO CONTO Animação da Leitura
  • 3. Animação da Leitura O sapo estava sentado à beira do rio. Sentia-se esquisito. Não sabia se estava contente ou se estava triste
  • 4. Animação da Leitura Toda a semana tinha andado como que a sonhar. Que é que teria?
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9. Animação da Leitura E ficou tão contente que deu um salto enorme pela porta fora.
  • 10.
  • 11.
  • 12. Animação da Leitura Não sabia escrever, mas sabia fazer bonitas pinturas. Quando voltou para casa fez uma pintura linda, com vermelho, azul, e muito verde que era a cor que ele mais gostava.
  • 13. Animação da Leitura À noite, quando já estava escuro, saiu com a pintura e enfiou-a por baixo da porta da Pata. Com a emoção, tinha o coração a bater com toda a força.
  • 14.
  • 15. Animação da Leitura No dia seguinte o Sapo colheu um belo ramo de flores. Ia oferece-las à Pata. Mas quando chegou à porta não teve coragem para a enfrentar. Pôs as flores na soleira da porta e fugiu o mais depressa que pôde. E assim continuaram as coisas, dia após dia. O Sapo não conseguia arranjar coragem para falar.
  • 16. Animação da Leitura A Pata andava muito contente com todos aqueles belos presentes. Mas quem é que os mandaria?
  • 17. Animação da Leitura Pobre Sapo! Perdeu o apetite e à noite não conseguia dormir… E as coisas continuavam assim durante semanas.
  • 18. Animação da Leitura Como é que havia de mostrar à Pata que gostava dela? - Tenho de fazer uma coisa de que mais ninguém seja capaz – decidiu ele. – tenho que bater o recorde do mundo de salto em altura! A Patinha vai ficar muito surpreendida, e depois ela também vai gostar de mim.
  • 19. Animação da Leitura O Sapo começou logo a treinar. Praticou salto em alturas durante dias a fio. Saltava cada vez mais alto, até às nuvens. Nunca nenhum sapo do mundo tinha saltado tão alto.
  • 20. Animação da Leitura Que é que terá o Sapo ? – perguntou a Pata preocupada - saltar assim é perigoso. Ainda acaba por se magoar. E tinha razão.
  • 21. Animação da Leitura Às duas horas e treze minutos da tarde de sexta-feira, as coisas correram mal. O Sapo estava a dar o salto mais alto da história quando perdeu o equilíbrio e caiu no chão. A Pata, que ía a passar nessa altura, veio a correr ajudá-lo.
  • 22.
  • 23. Animação da Leitura Desde então. amam-se perdidamente. Um sapo e uma pata… Verde e branca. O amor não conhece barreiras.
  • 24. HORA DO CONTO Animação da Leitura