SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
Público
SE VOCÊ BUSCA POR AJUDA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO
QUE PODEMOS TE AUXILIAR NESSE TRABALHO!
ALUNO:
CURSO:
CST EM TERAPIAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES
COMPONENTE CURRICULAR:
PROJETO DE EXTENSÃO I - TERAPIAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES
PROGRAMA DE EXTENSÃO:
PROGRAMA DE CONTEXTO À COMUNIDADE.
FINALIDADE E MOTIVAÇÃO:
A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade está no importante
papel social, através deste projeto ocorrerá uma maior integração entre a faculdade
e a população, trazendo apoio a comunidade e difusão do ensino. Ao identificar as
necessidades da comunidade os alunos terão a motivação para efetuar as ações de
apoio relacionadas ao curso de CST em Terapias Cognitivas e Complementares, pelas
quais poderão ser desenvolvidas competências técnicas e soft skills específicas. Os
conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Autocuidado,
fitoterapia, qualidade de vida, terapias alternativas, SUS
Os locais que poderão contemplar esse projeto são: Parcerias com a Prefeitura e
atuação em Unidades Básicas de Saúde; Associações de Bairros; Clínicas de Saúde
Públicas e Privadas; Hospitais; Centros de Saúde; Casas de Repouso; Instituições de
Longa Permanência para Idosos; Creches; Templos Religiosos; Escolas; ONGs.
COMPETÊNCIAS:
(11) 91467-6527
(11) 91467-6527
Público
I - Conhecer e aplicar princípios de homeopatia, farmacologia, cosmetologia e
fitoterapia em terapias integrativas e complementares;
II - Conhecer os fundamentos anatômicos e fisiológicos do corpo humano;
III - Conhecer e aplicar gestão e conduta ética, em clínicas, consultórios ou instituições
de saúde;
IV - Conhecer e aplicar práticas integrativas de forma complementar em tratamentos
de saúde ou de forma preventiva.
PERFIL DE EGRESSO:
O perfil do egresso do curso de CST em Terapias Integrativas e Complementares
idealizado pela IES proporciona a formação do Tecnólogo Terapeuta Integrativo que,
de acordo com as determinações legais do Curso Superior de Tecnologia em Terapias
Integrativas e Complementares, tenha uma formação humanizada, crítica, ética
profissional, social e ambiental, nas atividades relativas à área de Terapias
Alternativas e Complementares, por meio de competências específicas que
proporcionará o desenvolvimento das habilidades voltadas para aplicar terapias
como: Biodança, Dança circular, Constelações Familiares, Bioenergética, Metafísica
Quântica, Terapias com Florais, Geoterapia, Reflexologia Podal, Ozonioterapia,
Hidroterapias, Ayurveda, Shantala, Reiki, Musicoterapia, Arteterapia, Auriculoterapia,
1
Público
Acupuntura, Moxabustão, Ventosas, dentre outras, sempre buscando a promoção da
saúde e prevenção de doenças, possibilitando o bem-estar dos pacientes.
O Programa de Contexto a Comunidade permitirá o desenvolvimento de habilidades
como conhecer e aplicar práticas integrativas de forma complementar em
tratamentos de saúde ou de forma preventiva; Conhecer os mecanismos para
proporcionar e manter a estabilidade física, mental e emocional do ser humano,
compreendendo as complexidades envolvidas.
SOFT SKILLS (COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS):
Análise e resolução de problemas
Flexibilidade e adaptação
Tomada de Decisão
OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:
O objetivo de aprendizagem da extensão do curso de CST em Terapias Integrativas e
Complementares vinculado ao Programa de Contexto à Comunidade está relacionado
ao fato de disseminar o saber e a cultura ensinados na faculdade e a formação de
novos saberes a partir das problemáticas identificadas na comunidade, que, aliados
fortificam as habilidades desenvolvidas no decorrer do curso, preparando o egresso
para uma atuação global, focado no mercado de trabalho e atuante junto à
comunidade.
CONTEÚDOS:
I - Biossegurança;
II - Sistema Único de Saúde;
III - Fitoterápicos.
INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS:
ALMEIDA FILHO, Naomar. Saúde coletiva : teoria e prática. Rio de Janeiro : MedBook,
2014.
Cardoso, Telma Abdalla de Oliveira. Biossegurança e qualidade dos serviços de saúde.
Curitiba: InterSaberes, 2016.
FITOTERAPIA contemporânea: tradição e ciência na prática clínica. 2.ed. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan, 2018.
TEMPLATE PDCA:
Aluno e Aluna, essa atividade é para sua organização e uso da metodologia PDCA. Por isso é
um documento orientativo e não precisa ser entregue. Veja as orientações apresentadas no
MANUAL DE ATIVIDADES EXTENSIONISTAS.
1. PLANEJAMENTO (PLAN)
Antes de definir sua proposta, explore os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da
Organização das Nações Unidas (ONU) no link https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Se preferir, pode
2
Público
baixar o documento pelo link https://brasil.un.org/sites/default/files/2020-09/agenda2030-pt-
br.pdf.
Compreenda a proposta da ONU e engaje-se nessa oportunidade de contribuir com as
metas de um organismo internacional tão importante ao mesmo tempo em que participa de
soluções de seu contexto!
Analise os 17 objetivos e escolha quais metas podem ser aderentes à sua proposta e ao seu
projeto. Para isso, clique no ícone de cada objetivo e observe a listagem de metas disponível
em cada um. É necessário que você escolha pelo menos uma meta. Pode ser que você
encontre metas aderentes à sua proposta em diferentes objetivos, mas não se restrinja.
Pode escolher dessa forma e mantenha o foco da essência de sua proposta.
Feito isso, liste aqui suas escolhas. Essa informação também deverá ser declarada em seu
Relatório Final de Atividades Extensionistas.
LISTAR METAS DOS ODS ADERENTES AO SEU PROJETO
DEFINA A PROPOSTA.
IMERSÃO:
DEFINA OS ITENS DA IMERSÃO
Segue sugestão de perguntas para utilizar na entrevista com o parceiro.
SUGESTÃO DE SCRIPT DE ENTREVISTA
1. Quais os principais problemas, fragilidades ou dificuldades que a instituição/parceiro convive com
maior frequência?
1.1. Os problemas estão articulados com o programa/conteúdo proposto no componente
curricular?
Se não estiver, será necessário voltar à pergunta 1.
1.2. É possível resolver ou mitigar os problemas identificados no prazo de duração de projeto de
extensão.
Se não for possível deve voltar à pergunta 1.
1.3. A solução ou mitigação auxiliará a comunidade ou um grupo de pessoas da comunidade?
Se não auxiliar deve voltar à pergunta 1.
2. Quais serão as pessoas envolvidas na ação para buscar resolver ou mitigar os problemas
identificados?
3. Onde será realizada a ação?
4. Há limitação de pessoas ou restrição para acesso ao local indicado?
5. Quais serão as pessoas beneficiadas diretamente?
6. Necessitará de insumos/recursos financeiros para a realização da ação?
7. Será necessário agendamento?
8. Qual o período, dia da semana, horário que será realizada a ação?
3
Público
IDEAÇÃO:
DEFINA OS ITENS DA IDEAÇÃO.
PROTOTIPAÇÃO:
DEFINA OS ITENS DA PROTOTIPAÇÃO.
IDEIAS E ANOTAÇÕES:
2. REALIZAÇÃO (DO)
CRONOGRAMA:
ATIVIDADES PER. 1 PER. 2 PER. 3 PER.4
3. VERIFICAÇÃO (CHECK)
Planejamento:
Imersão realizada?
Ideação realizada?
Prototipação realizada?
Planejamento está ok?
Realização:
Cronograma realizado?
4
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
Público
Cronograma atende a realização do projeto?
() SIM
() NÃO
Verificação:
Cronograma atende a realização do projeto?
() SIM
() NÃO
Projeto atende a proposta da instituição escolhida?
() SIM
() NÃO
Houve necessidade de mudança de estratégia?
() SIM
() NÃO
Em caso positivo, mencione as mudanças e novas estratégias?
5

Mais conteúdo relacionado

Mais de Colaborar Educacional

II - Realizar a preparação e a organização de documentos e procedimentos rela...
II - Realizar a preparação e a organização de documentos e procedimentos rela...II - Realizar a preparação e a organização de documentos e procedimentos rela...
II - Realizar a preparação e a organização de documentos e procedimentos rela...Colaborar Educacional
 
COMPETÊNCIAS: I - Compreender, identificar e aplicar normas legais atribuídas...
COMPETÊNCIAS: I - Compreender, identificar e aplicar normas legais atribuídas...COMPETÊNCIAS: I - Compreender, identificar e aplicar normas legais atribuídas...
COMPETÊNCIAS: I - Compreender, identificar e aplicar normas legais atribuídas...Colaborar Educacional
 
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...Colaborar Educacional
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇOS JURÍDICOS, CARTORÁRIOS E NOTARIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇOS JURÍDICOS, CARTORÁRIOS E NOTARIAISPROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇOS JURÍDICOS, CARTORÁRIOS E NOTARIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇOS JURÍDICOS, CARTORÁRIOS E NOTARIAISColaborar Educacional
 
O objetivo do programa de extensão em Difusão Cultural, está relacionado a di...
O objetivo do programa de extensão em Difusão Cultural, está relacionado a di...O objetivo do programa de extensão em Difusão Cultural, está relacionado a di...
O objetivo do programa de extensão em Difusão Cultural, está relacionado a di...Colaborar Educacional
 
O perfil do egresso do curso de Serviço Social, idealizado pela IES proporcio...
O perfil do egresso do curso de Serviço Social, idealizado pela IES proporcio...O perfil do egresso do curso de Serviço Social, idealizado pela IES proporcio...
O perfil do egresso do curso de Serviço Social, idealizado pela IES proporcio...Colaborar Educacional
 
III - Democratizar e socializar informações à população que acessa as polític...
III - Democratizar e socializar informações à população que acessa as polític...III - Democratizar e socializar informações à população que acessa as polític...
III - Democratizar e socializar informações à população que acessa as polític...Colaborar Educacional
 
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...Colaborar Educacional
 
COMPETÊNCIAS: I - Identificar demandas oriundas da questão social, com base n...
COMPETÊNCIAS: I - Identificar demandas oriundas da questão social, com base n...COMPETÊNCIAS: I - Identificar demandas oriundas da questão social, com base n...
COMPETÊNCIAS: I - Identificar demandas oriundas da questão social, com base n...Colaborar Educacional
 
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...Colaborar Educacional
 
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...Colaborar Educacional
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADOPROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADOColaborar Educacional
 
III - Conduzir comunicação interna e externa.
III - Conduzir comunicação interna e externa.III - Conduzir comunicação interna e externa.
III - Conduzir comunicação interna e externa.Colaborar Educacional
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - SECRETARIADO/CST EM SECRETARIADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SECRETARIADO/CST EM SECRETARIADOPROJETO DE EXTENSÃO I - SECRETARIADO/CST EM SECRETARIADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SECRETARIADO/CST EM SECRETARIADOColaborar Educacional
 
Os objetivos da extensão no Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computad...
Os objetivos da extensão no Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computad...Os objetivos da extensão no Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computad...
Os objetivos da extensão no Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computad...Colaborar Educacional
 
O perfil do egresso idealizado pela IES para o Curso Superior de Tecnologia e...
O perfil do egresso idealizado pela IES para o Curso Superior de Tecnologia e...O perfil do egresso idealizado pela IES para o Curso Superior de Tecnologia e...
O perfil do egresso idealizado pela IES para o Curso Superior de Tecnologia e...Colaborar Educacional
 
III - Aplicar metodologias e técnicas no gerenciamento de projetos.
III - Aplicar metodologias e técnicas no gerenciamento de projetos.III - Aplicar metodologias e técnicas no gerenciamento de projetos.
III - Aplicar metodologias e técnicas no gerenciamento de projetos.Colaborar Educacional
 
II - Otimizar tarefas de administração e manutenção dos recursos e serviços d...
II - Otimizar tarefas de administração e manutenção dos recursos e serviços d...II - Otimizar tarefas de administração e manutenção dos recursos e serviços d...
II - Otimizar tarefas de administração e manutenção dos recursos e serviços d...Colaborar Educacional
 
COMPETÊNCIAS: I - Implantar e administrar serviços de redes de computadores;
COMPETÊNCIAS: I - Implantar e administrar serviços de redes de computadores;COMPETÊNCIAS: I - Implantar e administrar serviços de redes de computadores;
COMPETÊNCIAS: I - Implantar e administrar serviços de redes de computadores;Colaborar Educacional
 
A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade do Curso Superi...
A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade do Curso Superi...A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade do Curso Superi...
A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade do Curso Superi...Colaborar Educacional
 

Mais de Colaborar Educacional (20)

II - Realizar a preparação e a organização de documentos e procedimentos rela...
II - Realizar a preparação e a organização de documentos e procedimentos rela...II - Realizar a preparação e a organização de documentos e procedimentos rela...
II - Realizar a preparação e a organização de documentos e procedimentos rela...
 
COMPETÊNCIAS: I - Compreender, identificar e aplicar normas legais atribuídas...
COMPETÊNCIAS: I - Compreender, identificar e aplicar normas legais atribuídas...COMPETÊNCIAS: I - Compreender, identificar e aplicar normas legais atribuídas...
COMPETÊNCIAS: I - Compreender, identificar e aplicar normas legais atribuídas...
 
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇOS JURÍDICOS, CARTORÁRIOS E NOTARIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇOS JURÍDICOS, CARTORÁRIOS E NOTARIAISPROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇOS JURÍDICOS, CARTORÁRIOS E NOTARIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇOS JURÍDICOS, CARTORÁRIOS E NOTARIAIS
 
O objetivo do programa de extensão em Difusão Cultural, está relacionado a di...
O objetivo do programa de extensão em Difusão Cultural, está relacionado a di...O objetivo do programa de extensão em Difusão Cultural, está relacionado a di...
O objetivo do programa de extensão em Difusão Cultural, está relacionado a di...
 
O perfil do egresso do curso de Serviço Social, idealizado pela IES proporcio...
O perfil do egresso do curso de Serviço Social, idealizado pela IES proporcio...O perfil do egresso do curso de Serviço Social, idealizado pela IES proporcio...
O perfil do egresso do curso de Serviço Social, idealizado pela IES proporcio...
 
III - Democratizar e socializar informações à população que acessa as polític...
III - Democratizar e socializar informações à população que acessa as polític...III - Democratizar e socializar informações à população que acessa as polític...
III - Democratizar e socializar informações à população que acessa as polític...
 
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
 
COMPETÊNCIAS: I - Identificar demandas oriundas da questão social, com base n...
COMPETÊNCIAS: I - Identificar demandas oriundas da questão social, com base n...COMPETÊNCIAS: I - Identificar demandas oriundas da questão social, com base n...
COMPETÊNCIAS: I - Identificar demandas oriundas da questão social, com base n...
 
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
 
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADOPROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
 
III - Conduzir comunicação interna e externa.
III - Conduzir comunicação interna e externa.III - Conduzir comunicação interna e externa.
III - Conduzir comunicação interna e externa.
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - SECRETARIADO/CST EM SECRETARIADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SECRETARIADO/CST EM SECRETARIADOPROJETO DE EXTENSÃO I - SECRETARIADO/CST EM SECRETARIADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SECRETARIADO/CST EM SECRETARIADO
 
Os objetivos da extensão no Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computad...
Os objetivos da extensão no Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computad...Os objetivos da extensão no Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computad...
Os objetivos da extensão no Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computad...
 
O perfil do egresso idealizado pela IES para o Curso Superior de Tecnologia e...
O perfil do egresso idealizado pela IES para o Curso Superior de Tecnologia e...O perfil do egresso idealizado pela IES para o Curso Superior de Tecnologia e...
O perfil do egresso idealizado pela IES para o Curso Superior de Tecnologia e...
 
III - Aplicar metodologias e técnicas no gerenciamento de projetos.
III - Aplicar metodologias e técnicas no gerenciamento de projetos.III - Aplicar metodologias e técnicas no gerenciamento de projetos.
III - Aplicar metodologias e técnicas no gerenciamento de projetos.
 
II - Otimizar tarefas de administração e manutenção dos recursos e serviços d...
II - Otimizar tarefas de administração e manutenção dos recursos e serviços d...II - Otimizar tarefas de administração e manutenção dos recursos e serviços d...
II - Otimizar tarefas de administração e manutenção dos recursos e serviços d...
 
COMPETÊNCIAS: I - Implantar e administrar serviços de redes de computadores;
COMPETÊNCIAS: I - Implantar e administrar serviços de redes de computadores;COMPETÊNCIAS: I - Implantar e administrar serviços de redes de computadores;
COMPETÊNCIAS: I - Implantar e administrar serviços de redes de computadores;
 
A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade do Curso Superi...
A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade do Curso Superi...A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade do Curso Superi...
A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade do Curso Superi...
 

Último

Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 

O objetivo de aprendizagem da extensão do curso de CST em Terapias Integrativas e Complementares vinculado ao Programa de Contexto à Comunidade

  • 1. Público SE VOCÊ BUSCA POR AJUDA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO QUE PODEMOS TE AUXILIAR NESSE TRABALHO! ALUNO: CURSO: CST EM TERAPIAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES COMPONENTE CURRICULAR: PROJETO DE EXTENSÃO I - TERAPIAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES PROGRAMA DE EXTENSÃO: PROGRAMA DE CONTEXTO À COMUNIDADE. FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A finalidade da extensão no Programa de Contexto à Comunidade está no importante papel social, através deste projeto ocorrerá uma maior integração entre a faculdade e a população, trazendo apoio a comunidade e difusão do ensino. Ao identificar as necessidades da comunidade os alunos terão a motivação para efetuar as ações de apoio relacionadas ao curso de CST em Terapias Cognitivas e Complementares, pelas quais poderão ser desenvolvidas competências técnicas e soft skills específicas. Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Autocuidado, fitoterapia, qualidade de vida, terapias alternativas, SUS Os locais que poderão contemplar esse projeto são: Parcerias com a Prefeitura e atuação em Unidades Básicas de Saúde; Associações de Bairros; Clínicas de Saúde Públicas e Privadas; Hospitais; Centros de Saúde; Casas de Repouso; Instituições de Longa Permanência para Idosos; Creches; Templos Religiosos; Escolas; ONGs. COMPETÊNCIAS: (11) 91467-6527 (11) 91467-6527
  • 2. Público I - Conhecer e aplicar princípios de homeopatia, farmacologia, cosmetologia e fitoterapia em terapias integrativas e complementares; II - Conhecer os fundamentos anatômicos e fisiológicos do corpo humano; III - Conhecer e aplicar gestão e conduta ética, em clínicas, consultórios ou instituições de saúde; IV - Conhecer e aplicar práticas integrativas de forma complementar em tratamentos de saúde ou de forma preventiva. PERFIL DE EGRESSO: O perfil do egresso do curso de CST em Terapias Integrativas e Complementares idealizado pela IES proporciona a formação do Tecnólogo Terapeuta Integrativo que, de acordo com as determinações legais do Curso Superior de Tecnologia em Terapias Integrativas e Complementares, tenha uma formação humanizada, crítica, ética profissional, social e ambiental, nas atividades relativas à área de Terapias Alternativas e Complementares, por meio de competências específicas que proporcionará o desenvolvimento das habilidades voltadas para aplicar terapias como: Biodança, Dança circular, Constelações Familiares, Bioenergética, Metafísica Quântica, Terapias com Florais, Geoterapia, Reflexologia Podal, Ozonioterapia, Hidroterapias, Ayurveda, Shantala, Reiki, Musicoterapia, Arteterapia, Auriculoterapia, 1
  • 3. Público Acupuntura, Moxabustão, Ventosas, dentre outras, sempre buscando a promoção da saúde e prevenção de doenças, possibilitando o bem-estar dos pacientes. O Programa de Contexto a Comunidade permitirá o desenvolvimento de habilidades como conhecer e aplicar práticas integrativas de forma complementar em tratamentos de saúde ou de forma preventiva; Conhecer os mecanismos para proporcionar e manter a estabilidade física, mental e emocional do ser humano, compreendendo as complexidades envolvidas. SOFT SKILLS (COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS): Análise e resolução de problemas Flexibilidade e adaptação Tomada de Decisão OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM: O objetivo de aprendizagem da extensão do curso de CST em Terapias Integrativas e Complementares vinculado ao Programa de Contexto à Comunidade está relacionado ao fato de disseminar o saber e a cultura ensinados na faculdade e a formação de novos saberes a partir das problemáticas identificadas na comunidade, que, aliados fortificam as habilidades desenvolvidas no decorrer do curso, preparando o egresso para uma atuação global, focado no mercado de trabalho e atuante junto à comunidade. CONTEÚDOS: I - Biossegurança; II - Sistema Único de Saúde; III - Fitoterápicos. INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS: ALMEIDA FILHO, Naomar. Saúde coletiva : teoria e prática. Rio de Janeiro : MedBook, 2014. Cardoso, Telma Abdalla de Oliveira. Biossegurança e qualidade dos serviços de saúde. Curitiba: InterSaberes, 2016. FITOTERAPIA contemporânea: tradição e ciência na prática clínica. 2.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2018. TEMPLATE PDCA: Aluno e Aluna, essa atividade é para sua organização e uso da metodologia PDCA. Por isso é um documento orientativo e não precisa ser entregue. Veja as orientações apresentadas no MANUAL DE ATIVIDADES EXTENSIONISTAS. 1. PLANEJAMENTO (PLAN) Antes de definir sua proposta, explore os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) no link https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Se preferir, pode 2
  • 4. Público baixar o documento pelo link https://brasil.un.org/sites/default/files/2020-09/agenda2030-pt- br.pdf. Compreenda a proposta da ONU e engaje-se nessa oportunidade de contribuir com as metas de um organismo internacional tão importante ao mesmo tempo em que participa de soluções de seu contexto! Analise os 17 objetivos e escolha quais metas podem ser aderentes à sua proposta e ao seu projeto. Para isso, clique no ícone de cada objetivo e observe a listagem de metas disponível em cada um. É necessário que você escolha pelo menos uma meta. Pode ser que você encontre metas aderentes à sua proposta em diferentes objetivos, mas não se restrinja. Pode escolher dessa forma e mantenha o foco da essência de sua proposta. Feito isso, liste aqui suas escolhas. Essa informação também deverá ser declarada em seu Relatório Final de Atividades Extensionistas. LISTAR METAS DOS ODS ADERENTES AO SEU PROJETO DEFINA A PROPOSTA. IMERSÃO: DEFINA OS ITENS DA IMERSÃO Segue sugestão de perguntas para utilizar na entrevista com o parceiro. SUGESTÃO DE SCRIPT DE ENTREVISTA 1. Quais os principais problemas, fragilidades ou dificuldades que a instituição/parceiro convive com maior frequência? 1.1. Os problemas estão articulados com o programa/conteúdo proposto no componente curricular? Se não estiver, será necessário voltar à pergunta 1. 1.2. É possível resolver ou mitigar os problemas identificados no prazo de duração de projeto de extensão. Se não for possível deve voltar à pergunta 1. 1.3. A solução ou mitigação auxiliará a comunidade ou um grupo de pessoas da comunidade? Se não auxiliar deve voltar à pergunta 1. 2. Quais serão as pessoas envolvidas na ação para buscar resolver ou mitigar os problemas identificados? 3. Onde será realizada a ação? 4. Há limitação de pessoas ou restrição para acesso ao local indicado? 5. Quais serão as pessoas beneficiadas diretamente? 6. Necessitará de insumos/recursos financeiros para a realização da ação? 7. Será necessário agendamento? 8. Qual o período, dia da semana, horário que será realizada a ação? 3
  • 5. Público IDEAÇÃO: DEFINA OS ITENS DA IDEAÇÃO. PROTOTIPAÇÃO: DEFINA OS ITENS DA PROTOTIPAÇÃO. IDEIAS E ANOTAÇÕES: 2. REALIZAÇÃO (DO) CRONOGRAMA: ATIVIDADES PER. 1 PER. 2 PER. 3 PER.4 3. VERIFICAÇÃO (CHECK) Planejamento: Imersão realizada? Ideação realizada? Prototipação realizada? Planejamento está ok? Realização: Cronograma realizado? 4 () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM
  • 6. Público Cronograma atende a realização do projeto? () SIM () NÃO Verificação: Cronograma atende a realização do projeto? () SIM () NÃO Projeto atende a proposta da instituição escolhida? () SIM () NÃO Houve necessidade de mudança de estratégia? () SIM () NÃO Em caso positivo, mencione as mudanças e novas estratégias? 5