SlideShare uma empresa Scribd logo
O Coelho que não era de Páscoa
Vivinho era uma coelhinho branco redondo e fofinho. Todos os dias ia à escola com os seus irmãos .
Vivinho aprendia a pular, a correr… aprendia qual seria a melhor couve para comer
Os coelhinhos foram crescendo, até que chegou a hora de escolherem a sua profissão.
[object Object],[object Object],[object Object]
Todos queriam ser coelhos de Páscoa como o trisavô, o tetravô, enfim como todos os avós.
[object Object],[object Object],[object Object]
Vivinho tinha muitos amigos: o beija-flor Florindo, a borboleta Julieta e a abelha Melinda.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Não se preocupem! Eu estou a aprender uma óptima profissão -  dizia o coelhinho Vivinho. Só se estás a prender a voar, ou a zumbir –diziam os irmãos.
Até que chegou festa da Páscoa e o Pai e a Mãe Coelhos foram comprar ovos para distribuir. Mas as fábricas tinham muitas encomendas. Não tinham mais ovos para vender.
Em todos os lugares a resposta era sempre a mesma: -  Não temos mais ovos. Já vendemos tudo.
O casal Coelho foi a todas as fábricas existentes na floresta. Foram à fábrica dos senhores: João Simão Veloso Matoso Cardoso António Petrónio Sinfrónio A  resposta era sempre a mesma: - Já vendemos tudo.
E o casal Coelho voltava para casa muito desanimado: -Ora esta! Isto nunca aconteceu! Dizia o Pai Coelho -Não podemos desiludir os nossos filhos – dizia a Mãe Coelha - Mas já fomos a todas as fábricas. Não há solução – concluía o Pai Coelho.
Os irmãos do coelhinho estavam muito tristes e diziam: - Esta era a 1ª vez que íamos distribuir ovos aos meninos! Que tristeza no coração!
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Será que ele sabe mesmo? – disse o pai -Ele disse que sabe – disseram os irmãos. -Ele sabe, ele sabe! – disse a mãe E com quem é que aprendeste? perguntaram todos curiosos.
Com os meus amigos. Eu não disse que estava a aprender uma profissão? Com o Florindo e com a Julieta aprendi a tirar o pólen das flores e com a Melinda aprendi a fazer os melhores doces do mundo com sabor a mel.
Então a casa da família Coelho virou uma Fábrica, onde todos ajudavam.
O beija-flor Florindo, a borboleta Julieta e Melinda a maior doceira do Mundo…e era o nosso Coelhinho Vivinho o Chefe da fábrica dos Ovos.
E quando a Páscoa chegou já tudo estava preparado. As cestas dos Ovos estavam prontas.
Os irmãos do Vivinho podiam ir distribuir os Ovos a todos os meninos. Como estavam felizes!
Os pais do nosso coelhinho Vivinho estavam muito contentes. A Mãe coelha deu um grande xi- coração!
Toda a família estava feliz pois agora não iriam faltar nunca os ovos, pois tinham um Pasteleiro , o Vivinho.
A mãe coelha  dizia: -O nosso filho já tem uma profissão. O pai coelho dizia: -Cada um deve seguir a sua vocação, quer dizer trabalhar com gosto e dedicação. Vivinho saltava de contente.
Vitória ou Carolim, a nossa história chegou ao FIM
BOA  PÁSCOA ! MUITOS OVINHOS PARA TODOS!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Matemátic..
Matemátic..Matemátic..
Matemátic..
maladigitalmourao
 
A vovo ecologica
A vovo ecologicaA vovo ecologica
A vovo ecologica
pietra bravo
 
Continuação da história da subtração centenas
Continuação da história da subtração   centenasContinuação da história da subtração   centenas
Continuação da história da subtração centenas
Sonia Amaral
 
Meu pai é ama de casa
Meu pai é ama de casaMeu pai é ama de casa
Meu pai é ama de casa
zuceac
 
Aniversários
AniversáriosAniversários
Aniversários
Renato Ribeiro Palma
 
A lenda-dos-ovos-de-pascoa
A lenda-dos-ovos-de-pascoaA lenda-dos-ovos-de-pascoa
A lenda-dos-ovos-de-pascoa
Georgina Pinto
 
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De PascoaA Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
FranciscoLopes1973
 
A lenda-dos-ovos-de-Páscoa
A lenda-dos-ovos-de-PáscoaA lenda-dos-ovos-de-Páscoa
A lenda-dos-ovos-de-Páscoa
anapaulacarrasqueira1
 
Polissemia_24-03-15-pronta
Polissemia_24-03-15-prontaPolissemia_24-03-15-pronta
Polissemia_24-03-15-pronta
Diogo César Pereira de Mélo Lima
 
Projeto Dobradura
Projeto DobraduraProjeto Dobradura
Projeto Dobradura
ednacol
 
Luiza e aimee
Luiza e aimeeLuiza e aimee
Luiza e aimee
E. M. Cecilia Meireles
 
Situação problema cleidiane
Situação problema cleidianeSituação problema cleidiane
Situação problema cleidiane
weleslima
 
A lenda dos ovos de Páscoa
A lenda dos ovos de PáscoaA lenda dos ovos de Páscoa
A lenda dos ovos de Páscoa
turmat2avenida
 

Mais procurados (13)

Matemátic..
Matemátic..Matemátic..
Matemátic..
 
A vovo ecologica
A vovo ecologicaA vovo ecologica
A vovo ecologica
 
Continuação da história da subtração centenas
Continuação da história da subtração   centenasContinuação da história da subtração   centenas
Continuação da história da subtração centenas
 
Meu pai é ama de casa
Meu pai é ama de casaMeu pai é ama de casa
Meu pai é ama de casa
 
Aniversários
AniversáriosAniversários
Aniversários
 
A lenda-dos-ovos-de-pascoa
A lenda-dos-ovos-de-pascoaA lenda-dos-ovos-de-pascoa
A lenda-dos-ovos-de-pascoa
 
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De PascoaA Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
 
A lenda-dos-ovos-de-Páscoa
A lenda-dos-ovos-de-PáscoaA lenda-dos-ovos-de-Páscoa
A lenda-dos-ovos-de-Páscoa
 
Polissemia_24-03-15-pronta
Polissemia_24-03-15-prontaPolissemia_24-03-15-pronta
Polissemia_24-03-15-pronta
 
Projeto Dobradura
Projeto DobraduraProjeto Dobradura
Projeto Dobradura
 
Luiza e aimee
Luiza e aimeeLuiza e aimee
Luiza e aimee
 
Situação problema cleidiane
Situação problema cleidianeSituação problema cleidiane
Situação problema cleidiane
 
A lenda dos ovos de Páscoa
A lenda dos ovos de PáscoaA lenda dos ovos de Páscoa
A lenda dos ovos de Páscoa
 

Destaque

Ovo da Páscoa
Ovo da PáscoaOvo da Páscoa
Ovo da Páscoa
Espaço Emrc
 
C:\Users\Usuario\Desktop\O Coelho Que NãO Era Da PáScoa
C:\Users\Usuario\Desktop\O Coelho Que NãO Era Da PáScoaC:\Users\Usuario\Desktop\O Coelho Que NãO Era Da PáScoa
C:\Users\Usuario\Desktop\O Coelho Que NãO Era Da PáScoa
Fernanda Gasalho
 
A lenda-dos-ovos-de-pascoa[1]
A lenda-dos-ovos-de-pascoa[1]A lenda-dos-ovos-de-pascoa[1]
A lenda-dos-ovos-de-pascoa[1]
Alice Maia
 
Meninos de todas as cores
Meninos de todas as coresMeninos de todas as cores
Meninos de todas as cores
Lúcia Cruz
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De PascoaA Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
gabifrias
 
Semana das leituras março
Semana das leituras marçoSemana das leituras março
Semana das leituras março
Nuno Pedroso
 
Um Livro, Um Amigo
Um Livro, Um AmigoUm Livro, Um Amigo
Um Livro, Um Amigo
MARIA NOGUE
 
Canção livro
Canção   livroCanção   livro
Canção livro
Joao Ferreira
 
Rubrica para valoración de ensayos act 4
Rubrica para valoración de ensayos act 4Rubrica para valoración de ensayos act 4
Rubrica para valoración de ensayos act 4
VictorMCM
 
Polyfoil Introduction
Polyfoil IntroductionPolyfoil Introduction
Polyfoil Introduction
Brian Coyle
 
Introduccin a-la-filosofa-1221004985207971-9
Introduccin a-la-filosofa-1221004985207971-9Introduccin a-la-filosofa-1221004985207971-9
Introduccin a-la-filosofa-1221004985207971-9
isa67vv
 
Polyfoil present
Polyfoil presentPolyfoil present
Polyfoil present
Brian Coyle
 
Developing route optimization based pmi pv6 testbed for reliable packet trans...
Developing route optimization based pmi pv6 testbed for reliable packet trans...Developing route optimization based pmi pv6 testbed for reliable packet trans...
Developing route optimization based pmi pv6 testbed for reliable packet trans...
redpel dot com
 
Polyfoil present
Polyfoil presentPolyfoil present
Polyfoil present
Brian Coyle
 
El desarrollo humano bloque i [autoguardado]
El desarrollo humano bloque i [autoguardado]El desarrollo humano bloque i [autoguardado]
El desarrollo humano bloque i [autoguardado]
VictorMCM
 
Grupos interactivos 2015 2016 ceip ildefonso navarro
Grupos interactivos 2015 2016 ceip ildefonso navarroGrupos interactivos 2015 2016 ceip ildefonso navarro
Grupos interactivos 2015 2016 ceip ildefonso navarro
alumnosvillamalea
 
1º periodo os sentidos
1º periodo os sentidos1º periodo os sentidos
1º periodo os sentidos
SimoneHelenDrumond
 
Upper tract TCC
Upper tract TCCUpper tract TCC
Upper tract TCC
Dr Jaynil Bagawade
 

Destaque (20)

Ovo da Páscoa
Ovo da PáscoaOvo da Páscoa
Ovo da Páscoa
 
C:\Users\Usuario\Desktop\O Coelho Que NãO Era Da PáScoa
C:\Users\Usuario\Desktop\O Coelho Que NãO Era Da PáScoaC:\Users\Usuario\Desktop\O Coelho Que NãO Era Da PáScoa
C:\Users\Usuario\Desktop\O Coelho Que NãO Era Da PáScoa
 
A lenda-dos-ovos-de-pascoa[1]
A lenda-dos-ovos-de-pascoa[1]A lenda-dos-ovos-de-pascoa[1]
A lenda-dos-ovos-de-pascoa[1]
 
Meninos de todas as cores
Meninos de todas as coresMeninos de todas as cores
Meninos de todas as cores
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
Páscoa
 
O coelho branco
O coelho brancoO coelho branco
O coelho branco
 
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De PascoaA Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
 
Semana das leituras março
Semana das leituras marçoSemana das leituras março
Semana das leituras março
 
Um Livro, Um Amigo
Um Livro, Um AmigoUm Livro, Um Amigo
Um Livro, Um Amigo
 
Canção livro
Canção   livroCanção   livro
Canção livro
 
Rubrica para valoración de ensayos act 4
Rubrica para valoración de ensayos act 4Rubrica para valoración de ensayos act 4
Rubrica para valoración de ensayos act 4
 
Polyfoil Introduction
Polyfoil IntroductionPolyfoil Introduction
Polyfoil Introduction
 
Introduccin a-la-filosofa-1221004985207971-9
Introduccin a-la-filosofa-1221004985207971-9Introduccin a-la-filosofa-1221004985207971-9
Introduccin a-la-filosofa-1221004985207971-9
 
Polyfoil present
Polyfoil presentPolyfoil present
Polyfoil present
 
Developing route optimization based pmi pv6 testbed for reliable packet trans...
Developing route optimization based pmi pv6 testbed for reliable packet trans...Developing route optimization based pmi pv6 testbed for reliable packet trans...
Developing route optimization based pmi pv6 testbed for reliable packet trans...
 
Polyfoil present
Polyfoil presentPolyfoil present
Polyfoil present
 
El desarrollo humano bloque i [autoguardado]
El desarrollo humano bloque i [autoguardado]El desarrollo humano bloque i [autoguardado]
El desarrollo humano bloque i [autoguardado]
 
Grupos interactivos 2015 2016 ceip ildefonso navarro
Grupos interactivos 2015 2016 ceip ildefonso navarroGrupos interactivos 2015 2016 ceip ildefonso navarro
Grupos interactivos 2015 2016 ceip ildefonso navarro
 
1º periodo os sentidos
1º periodo os sentidos1º periodo os sentidos
1º periodo os sentidos
 
Upper tract TCC
Upper tract TCCUpper tract TCC
Upper tract TCC
 

Semelhante a O Coelho

O coelho que não era da Páscoa.pp Saibreiras 2024t
O coelho que não era da Páscoa.pp Saibreiras 2024tO coelho que não era da Páscoa.pp Saibreiras 2024t
O coelho que não era da Páscoa.pp Saibreiras 2024t
TeresaCosta92
 
O coelho que não era da Páscoa.pdf
O coelho que não era da Páscoa.pdfO coelho que não era da Páscoa.pdf
O coelho que não era da Páscoa.pdf
MrciaKurpiel
 
Retalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memoriasRetalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memorias
10-09-61
 
72498966-O-coelhinho-que-nao-era-de-Pascoa.ppt
72498966-O-coelhinho-que-nao-era-de-Pascoa.ppt72498966-O-coelhinho-que-nao-era-de-Pascoa.ppt
72498966-O-coelhinho-que-nao-era-de-Pascoa.ppt
Evany Araujo
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
sallesz
 
Jornal escolar paços brandão
Jornal escolar paços brandãoJornal escolar paços brandão
Jornal escolar paços brandão
Albertina Pereira
 
O doce de buriti
O doce de buritiO doce de buriti
O doce de buriti
Eng. Eduardo F. dos Santos
 
A história do pinda
A história do pindaA história do pinda
A história do pinda
Jussimar Siqueira
 
Ovo da vida, a vida do ovo
Ovo da vida, a vida do ovoOvo da vida, a vida do ovo
Ovo da vida, a vida do ovo
sandra subtil
 
Vila criança
Vila criançaVila criança
Vila criança
Leandro Ferreira
 
Ficheiro lp casos de ortografia
Ficheiro lp casos de ortografiaFicheiro lp casos de ortografia
Ficheiro lp casos de ortografia
Isa Crowe
 
Memorial descritivo perim 20102013(2b) (1)
Memorial descritivo perim 20102013(2b) (1)Memorial descritivo perim 20102013(2b) (1)
Memorial descritivo perim 20102013(2b) (1)
Cida Perim
 
A minha infância e adolescência (1/3)
A minha infância e adolescência (1/3)A minha infância e adolescência (1/3)
A minha infância e adolescência (1/3)
Patricia de Portugal
 
Trabalho do 4ºc2
Trabalho do 4ºc2Trabalho do 4ºc2
Trabalho do 4ºc2
fatuchacoelho29
 
Trabalho do 4ºc2
Trabalho do 4ºc2Trabalho do 4ºc2
Trabalho do 4ºc2
fatuchacoelho29
 
Parte i homenagem anesg as mães geapeanas
Parte i   homenagem anesg as mães geapeanasParte i   homenagem anesg as mães geapeanas
Parte i homenagem anesg as mães geapeanas
GSArt Web Solutions
 
Ae plv5 teste_avancado4
Ae plv5 teste_avancado4Ae plv5 teste_avancado4
Ae plv5 teste_avancado4
Ana Ferreira
 
Letras com rugas
Letras com rugasLetras com rugas
Letras com rugas
Biblioteca Escolar Portel
 
Autobiografia
AutobiografiaAutobiografia
Autobiografia
instituto monitor
 
32 florentino 1-abril-a corrigir
32 florentino 1-abril-a corrigir32 florentino 1-abril-a corrigir
32 florentino 1-abril-a corrigir
Florentino Junior
 

Semelhante a O Coelho (20)

O coelho que não era da Páscoa.pp Saibreiras 2024t
O coelho que não era da Páscoa.pp Saibreiras 2024tO coelho que não era da Páscoa.pp Saibreiras 2024t
O coelho que não era da Páscoa.pp Saibreiras 2024t
 
O coelho que não era da Páscoa.pdf
O coelho que não era da Páscoa.pdfO coelho que não era da Páscoa.pdf
O coelho que não era da Páscoa.pdf
 
Retalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memoriasRetalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memorias
 
72498966-O-coelhinho-que-nao-era-de-Pascoa.ppt
72498966-O-coelhinho-que-nao-era-de-Pascoa.ppt72498966-O-coelhinho-que-nao-era-de-Pascoa.ppt
72498966-O-coelhinho-que-nao-era-de-Pascoa.ppt
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
 
Jornal escolar paços brandão
Jornal escolar paços brandãoJornal escolar paços brandão
Jornal escolar paços brandão
 
O doce de buriti
O doce de buritiO doce de buriti
O doce de buriti
 
A história do pinda
A história do pindaA história do pinda
A história do pinda
 
Ovo da vida, a vida do ovo
Ovo da vida, a vida do ovoOvo da vida, a vida do ovo
Ovo da vida, a vida do ovo
 
Vila criança
Vila criançaVila criança
Vila criança
 
Ficheiro lp casos de ortografia
Ficheiro lp casos de ortografiaFicheiro lp casos de ortografia
Ficheiro lp casos de ortografia
 
Memorial descritivo perim 20102013(2b) (1)
Memorial descritivo perim 20102013(2b) (1)Memorial descritivo perim 20102013(2b) (1)
Memorial descritivo perim 20102013(2b) (1)
 
A minha infância e adolescência (1/3)
A minha infância e adolescência (1/3)A minha infância e adolescência (1/3)
A minha infância e adolescência (1/3)
 
Trabalho do 4ºc2
Trabalho do 4ºc2Trabalho do 4ºc2
Trabalho do 4ºc2
 
Trabalho do 4ºc2
Trabalho do 4ºc2Trabalho do 4ºc2
Trabalho do 4ºc2
 
Parte i homenagem anesg as mães geapeanas
Parte i   homenagem anesg as mães geapeanasParte i   homenagem anesg as mães geapeanas
Parte i homenagem anesg as mães geapeanas
 
Ae plv5 teste_avancado4
Ae plv5 teste_avancado4Ae plv5 teste_avancado4
Ae plv5 teste_avancado4
 
Letras com rugas
Letras com rugasLetras com rugas
Letras com rugas
 
Autobiografia
AutobiografiaAutobiografia
Autobiografia
 
32 florentino 1-abril-a corrigir
32 florentino 1-abril-a corrigir32 florentino 1-abril-a corrigir
32 florentino 1-abril-a corrigir
 

Mais de gentedepalmoemeio

Os meses do ano
Os meses do anoOs meses do ano
Os meses do ano
gentedepalmoemeio
 
Vamos Descobrir AntóNimos
Vamos Descobrir AntóNimosVamos Descobrir AntóNimos
Vamos Descobrir AntóNimos
gentedepalmoemeio
 
Duendes Dos Legumes
Duendes Dos LegumesDuendes Dos Legumes
Duendes Dos Legumes
gentedepalmoemeio
 
As Cenouras Do Sr Benedito
As Cenouras Do Sr BeneditoAs Cenouras Do Sr Benedito
As Cenouras Do Sr Benedito
gentedepalmoemeio
 
Pintura Naif
Pintura NaifPintura Naif
Pintura Naif
gentedepalmoemeio
 
Livro 1ºA A Sara Tem
Livro 1ºA   A Sara TemLivro 1ºA   A Sara Tem
Livro 1ºA A Sara Tem
gentedepalmoemeio
 
AlimentaçãO
AlimentaçãOAlimentaçãO
AlimentaçãO
gentedepalmoemeio
 

Mais de gentedepalmoemeio (8)

Os meses do ano
Os meses do anoOs meses do ano
Os meses do ano
 
Vamos Descobrir AntóNimos
Vamos Descobrir AntóNimosVamos Descobrir AntóNimos
Vamos Descobrir AntóNimos
 
Pe De Pai
Pe De PaiPe De Pai
Pe De Pai
 
Duendes Dos Legumes
Duendes Dos LegumesDuendes Dos Legumes
Duendes Dos Legumes
 
As Cenouras Do Sr Benedito
As Cenouras Do Sr BeneditoAs Cenouras Do Sr Benedito
As Cenouras Do Sr Benedito
 
Pintura Naif
Pintura NaifPintura Naif
Pintura Naif
 
Livro 1ºA A Sara Tem
Livro 1ºA   A Sara TemLivro 1ºA   A Sara Tem
Livro 1ºA A Sara Tem
 
AlimentaçãO
AlimentaçãOAlimentaçãO
AlimentaçãO
 

Último

1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 

O Coelho

  • 1. O Coelho que não era de Páscoa
  • 2. Vivinho era uma coelhinho branco redondo e fofinho. Todos os dias ia à escola com os seus irmãos .
  • 3. Vivinho aprendia a pular, a correr… aprendia qual seria a melhor couve para comer
  • 4. Os coelhinhos foram crescendo, até que chegou a hora de escolherem a sua profissão.
  • 5.
  • 6. Todos queriam ser coelhos de Páscoa como o trisavô, o tetravô, enfim como todos os avós.
  • 7.
  • 8. Vivinho tinha muitos amigos: o beija-flor Florindo, a borboleta Julieta e a abelha Melinda.
  • 9.
  • 10. Não se preocupem! Eu estou a aprender uma óptima profissão - dizia o coelhinho Vivinho. Só se estás a prender a voar, ou a zumbir –diziam os irmãos.
  • 11. Até que chegou festa da Páscoa e o Pai e a Mãe Coelhos foram comprar ovos para distribuir. Mas as fábricas tinham muitas encomendas. Não tinham mais ovos para vender.
  • 12. Em todos os lugares a resposta era sempre a mesma: - Não temos mais ovos. Já vendemos tudo.
  • 13. O casal Coelho foi a todas as fábricas existentes na floresta. Foram à fábrica dos senhores: João Simão Veloso Matoso Cardoso António Petrónio Sinfrónio A resposta era sempre a mesma: - Já vendemos tudo.
  • 14. E o casal Coelho voltava para casa muito desanimado: -Ora esta! Isto nunca aconteceu! Dizia o Pai Coelho -Não podemos desiludir os nossos filhos – dizia a Mãe Coelha - Mas já fomos a todas as fábricas. Não há solução – concluía o Pai Coelho.
  • 15. Os irmãos do coelhinho estavam muito tristes e diziam: - Esta era a 1ª vez que íamos distribuir ovos aos meninos! Que tristeza no coração!
  • 16.
  • 17. Será que ele sabe mesmo? – disse o pai -Ele disse que sabe – disseram os irmãos. -Ele sabe, ele sabe! – disse a mãe E com quem é que aprendeste? perguntaram todos curiosos.
  • 18. Com os meus amigos. Eu não disse que estava a aprender uma profissão? Com o Florindo e com a Julieta aprendi a tirar o pólen das flores e com a Melinda aprendi a fazer os melhores doces do mundo com sabor a mel.
  • 19. Então a casa da família Coelho virou uma Fábrica, onde todos ajudavam.
  • 20. O beija-flor Florindo, a borboleta Julieta e Melinda a maior doceira do Mundo…e era o nosso Coelhinho Vivinho o Chefe da fábrica dos Ovos.
  • 21. E quando a Páscoa chegou já tudo estava preparado. As cestas dos Ovos estavam prontas.
  • 22. Os irmãos do Vivinho podiam ir distribuir os Ovos a todos os meninos. Como estavam felizes!
  • 23. Os pais do nosso coelhinho Vivinho estavam muito contentes. A Mãe coelha deu um grande xi- coração!
  • 24. Toda a família estava feliz pois agora não iriam faltar nunca os ovos, pois tinham um Pasteleiro , o Vivinho.
  • 25. A mãe coelha dizia: -O nosso filho já tem uma profissão. O pai coelho dizia: -Cada um deve seguir a sua vocação, quer dizer trabalhar com gosto e dedicação. Vivinho saltava de contente.
  • 26. Vitória ou Carolim, a nossa história chegou ao FIM
  • 27. BOA PÁSCOA ! MUITOS OVINHOS PARA TODOS!