SlideShare uma empresa Scribd logo
Evidentemente, a presença e a fala 
femininas neste local é uma inovação 
sonora. Subsistem, no entanto, muitas 
zonas mudas e, no que se refere ao 
passado, um oceano de silêncio, ligado 
à partilha desigual dos traços, da 
memória e da História, que, por muito 
tempo, "esqueceu" as mulheres, 
destinando-as à obscuridade da 
reprodução.
Mulheres
“A mulher deve adorar 
o homem como a um 
deus. Toda manhã, por 
nove vezes 
consecutivas, deve 
ajoelhar-se aos pés do 
marido e, de braços 
cruzados, perguntar-lhe: 
Senhor, que 
desejais que eu faça?” 
Zaratustra (filósofo 
persa, século VII a.C)
"Todas as mulheres que 
seduzirem e levarem ao 
casamento os súditos de 
Sua Majestade mediante 
o uso de perfumes, 
pinturas, dentes postiços, 
perucas e recheio nos 
quadris, incorrem em 
delito de bruxaria e o 
casamento fica 
automaticamente 
anulado." 
Constituição Nacional 
Inglesa (lei do século 
XVIII)
"Quando um homem for 
repreendido em público por 
uma mulher, cabe-lhe o 
direito de derrubá-la com um 
soco, desferir-lhe um pontapé 
e quebrar-lhe o nariz para 
que assim, desfigurada, não 
se deixe ver, envergonhada de 
sua face. E é bem merecido, 
por dirigir-se ao homem com 
maldade de linguajar 
ousado." 
Le Ménagier de Paris 
(Tratado de conduta moral e 
costumes da França, 
século XIV)
"As crianças, os 
idiotas, os lunáticos e 
as mulheres não podem 
e não têm capacidade 
para efetuar negócios.“ 
Henrique VII (rei da 
Inglaterra, chefe da 
Igreja Anglicana, 
século XVI)
"Que as mulheres 
estejam caladas nas 
igrejas, porque não 
lhes é permitido falar. 
Se quiserem ser 
instruídas sobre algum 
ponto, interroguem em 
casa os seus maridos.“ 
São Paulo (apóstolo 
cristão, ano 67 D.C.)
"A natureza só faz 
mulheres quando não 
pode fazer homens. A 
mulher é, portanto, 
um homem inferior." 
Aristóteles (filósofo, 
guia intelectual e 
preceptor grego de 
Alexandre, o Grande, 
século IV A.C.)
"O pior 
adorno que 
uma mulher 
pode querer 
usar é ser 
sábia.“ 
Lutero (teólogo 
alemão, 
reformador 
protestante, 
século XVI)
EVOLUÇÃO NO SISTEMA ECONÔMICO 
. Indústria doméstica 
. Oficina cooperativa
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL 
. Redução esforço muscular 
. Baixos salários 
. Ampliação da jornada de trabalho 
. Doenças profissionais
CONQUISTAS DAS MULHERES 
NA HISTÓRIA
1788 - o político e filósofo 
francês Condorcet reivindica 
direitos de participação política, 
emprego e educação para as 
mulheres. 
1840 - Lucrécia Mott luta pela 
igualdade de direitos para 
mulheres e negros dos Estados 
Unidos.
1859 - surge na Rússia, na cidade 
de São Petersburgo, um 
movimento de luta pelos direitos 
das mulheres. 
1862 - durante as eleições 
municipais, as mulheres podem 
votar pela primeira vez na Suécia. 
1865 - na Alemanha, Louise Otto, 
cria a Associação Geral das 
Mulheres Alemãs.
1866 - No Reino Unido, o 
economista John S. Mill escreve 
exigindo o direito de voto para 
as mulheres inglesas. 
1869 - é criada nos Estados 
Unidos a Associação Nacional 
para o Sufrágio das Mulheres 
1870 - Na França, as mulheres 
passam a ter acesso aos cursos 
de Medicina.
1874 - criada no Japão a 
primeira escola normal para 
moças. 
1878 - criada na Rússia uma 
Universidade Feminina. 
1901 - o deputado francês 
René Viviani defende o 
direito de voto das mulheres.
1932 –( 24/02) No Brasil 
é instituído o direito de 
votar e serem eleitas para 
cargos no executivo e 
legislativo.
PRIMEIRA GREVE DAS 
MULHERES 
8 de março de 
1857/Nova Iorque
RESULTADOS 
1910, Conferência na 
Dinamarca "Dia 
Internacional da Mulher“ 
1975, data foi oficializada 
pela ONU (Organização 
das Nações Unidas).
PERCORRENDO A HISTÓRIA 
DO BRASIL 
. A Mulher no Brasil Colonial 
. A Mulher na Indústria 
Têxtil no Brasil
A GRANDE 
OPORTUNIDADE 
I e II Guerras Mundiais 
(1914/1918 e 
1939/1945)
CONSOLIDAÇÃO DO 
SISTEMA CAPITALISTA 
Mudanças na produção 
e na organização do 
trabalho feminino.
CONSTITUIÇÃO DE 1932 
“Sem distinção de sexo, a todo 
trabalho de igual valor correspondente 
salário igual; veda-se o trabalho 
feminino das 22 horas às 5 da manhã; 
é proibido o trabalho da mulher 
grávida durante o período de quatro 
semanas antes do parto e quatro 
semanas depois; é proibido despedir 
mulher grávida pelo simples fato da 
gravidez”
SERÁ?
"O lugar de mulher 
é no lar. 
O trabalho fora de 
casa masculiniza". 
(Revista Querida, 
1955)
"A esposa deve vestir-se depois de 
casada com a mesma elegância 
de solteira, pois é preciso 
lembrar-se de que a caça já foi 
feita, mas é preciso mantê-la 
bem presa." 
(Jornal das Moças, 1955)
"Sempre que o homem sair com os 
amigos 
e voltar tarde da noite, 
espere-o linda, cheirosa e dócil". 
(Jornal das Moças, 1958) 
"É fundamental manter sempre 
a aparência impecável diante do 
marido". 
(Jornal das Moças, 1957)
Observem a alegria e o brilho 
nos olhos da esposa obediente, 
uma rainha do lar!
"A mulher deve fazer o marido 
descansar nas horas vagas, 
servindo-lhe uma cerveja bem gelada. 
Nada de incomodá-lo com serviços 
ou notícias domésticas". 
(Jornal das Moças, 1959) 
"Se o seu marido fuma, 
não discuta pelo simples facto 
de cair cinzas no tapete. 
Tenha cinzeiros espalhados por toda casa". 
(Jornal das Moças, 1957) 
"O noivado longo é um perigo, 
mas nunca sugira o matrimônio. 
ELE é quem decide - sempre". 
(Revista Querida, 1953)
"Se desconfiar da infidelidade do marido, 
a esposa deve redobrar seu carinho 
e provas de afecto, 
sem questioná-lo". 
(Revista Claudia, 1962) 
"A desordem em um banheiro desperta no marido 
a vontade de ir tomar banho fora de casa". 
(Jornal das Moças, 1965)
ANOS 70 
. Crescimento econômico 
. Complementação da renda 
familiar 
. Consumismo 
. Movimento Hippie 
. Movimento feminista AL
Mulheres
Mulheres
Mulheres
ANOS 80 
. Ampliação e organização do 
movimento feminino criado pela anistia. 
. Encontros de mulheres, palestras, 
seminários e congressos, com objetivos 
de discutir o papel da mulher na 
sociedade e seus direitos. 
. Denunciam e combatem a violência, 
enfrentam de forma mais aberta as 
contradições de seu papel familiar.
Mulheres
Mulheres
ANOS 90 
. Fortalecimento de sua participação 
no mercado de trabalho e o Aumento 
da responsabilidade no comando das 
famílias 
. Aumento da escolaridade e redução 
defasagem salarial em relação ao 
homem 
. Queda da taxa de fecundidade
Mulheres
DIAS DE HOJE NO BRASIL 
. As mulheres são 60% da força de trabalho 
Ocupam somente 24% dos cargos de 
gerência 
. Recebem em média, o correspondente a 
71% do salário dos homens (funções menos 
qualificadas) 
. De cada dez pessoas afetadas pelas lesões 
por esforço repetitivo (LER/DORT), oito são 
mulheres 
. 30% possuem mais de dez anos de 
escolaridade (homens 20%) 
. Maior nível de estresse 
. Dupla ou tripla jornada de trabalho
POR QUE O MUNDO DO 
TRABALHO É INADEQUADO PARA 
AS MULHERES? 
. Processos de Produção 
. Métodos de Trabalho 
. Ferramentas de Trabalho 
. Variabilidade da Produção 
. Variabilidade Humana
TIPO DE TRABALHO 
DIFERENTE 
. Homens – se dedicavam à 
caça 
. Mulheres – cuidavam da 
prole 
Desenvolveram diferentes 
habilidades ao longo do 
desenvolvimento da espécie
AS MULHERES SOFREM NO 
TRABALHO 
“A jornada de trabalho não 
se resume as 8 horas 
diárias, ela se estende 24 
horas por dia ao longo de 
toda a nossa vida”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dia das mulheres
Dia das mulheresDia das mulheres
Dia das mulheres
vanessacristina
 
O Conseguir Da Beleza Feminina. Descubra Você Mesma.
O Conseguir Da Beleza Feminina. Descubra Você Mesma.O Conseguir Da Beleza Feminina. Descubra Você Mesma.
O Conseguir Da Beleza Feminina. Descubra Você Mesma.
l1mnkey106
 
Mulher do século xx vs mulher do século xxi
Mulher do século xx vs mulher do século xxiMulher do século xx vs mulher do século xxi
Mulher do século xx vs mulher do século xxi
WAGNER OLIVEIRA
 
A CONDIÇÃO DA MULHER
A CONDIÇÃO DA MULHERA CONDIÇÃO DA MULHER
A CONDIÇÃO DA MULHER
MELORIBEIRO
 
NECESSIDADE DA EXISTÊNCIA DO DIA DA MULHER E DA DECLARAÇÃO DOS SEUS DIREITOS
NECESSIDADE DA EXISTÊNCIA DO DIA DA MULHER E DA DECLARAÇÃO DOS SEUS DIREITOSNECESSIDADE DA EXISTÊNCIA DO DIA DA MULHER E DA DECLARAÇÃO DOS SEUS DIREITOS
NECESSIDADE DA EXISTÊNCIA DO DIA DA MULHER E DA DECLARAÇÃO DOS SEUS DIREITOS
bejr
 
Apresentação2[1]
Apresentação2[1]Apresentação2[1]
Apresentação2[1]
Wilma Profeta
 
Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da MulherDia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher
Produções HUMORDATRETA
 
A mulher na história
A mulher na históriaA mulher na história
A mulher na história
Tavinho Koneski Westphal
 
Direitos da mulher
Direitos da mulherDireitos da mulher
Direitos da mulher
bejr
 
Dia da mulher
Dia da mulherDia da mulher
Dia da mulher
Alfredo Lopes
 
Direitos das Mulheres
Direitos das MulheresDireitos das Mulheres
Direitos das Mulheres
Espaço Emrc
 

Mais procurados (11)

Dia das mulheres
Dia das mulheresDia das mulheres
Dia das mulheres
 
O Conseguir Da Beleza Feminina. Descubra Você Mesma.
O Conseguir Da Beleza Feminina. Descubra Você Mesma.O Conseguir Da Beleza Feminina. Descubra Você Mesma.
O Conseguir Da Beleza Feminina. Descubra Você Mesma.
 
Mulher do século xx vs mulher do século xxi
Mulher do século xx vs mulher do século xxiMulher do século xx vs mulher do século xxi
Mulher do século xx vs mulher do século xxi
 
A CONDIÇÃO DA MULHER
A CONDIÇÃO DA MULHERA CONDIÇÃO DA MULHER
A CONDIÇÃO DA MULHER
 
NECESSIDADE DA EXISTÊNCIA DO DIA DA MULHER E DA DECLARAÇÃO DOS SEUS DIREITOS
NECESSIDADE DA EXISTÊNCIA DO DIA DA MULHER E DA DECLARAÇÃO DOS SEUS DIREITOSNECESSIDADE DA EXISTÊNCIA DO DIA DA MULHER E DA DECLARAÇÃO DOS SEUS DIREITOS
NECESSIDADE DA EXISTÊNCIA DO DIA DA MULHER E DA DECLARAÇÃO DOS SEUS DIREITOS
 
Apresentação2[1]
Apresentação2[1]Apresentação2[1]
Apresentação2[1]
 
Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da MulherDia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher
 
A mulher na história
A mulher na históriaA mulher na história
A mulher na história
 
Direitos da mulher
Direitos da mulherDireitos da mulher
Direitos da mulher
 
Dia da mulher
Dia da mulherDia da mulher
Dia da mulher
 
Direitos das Mulheres
Direitos das MulheresDireitos das Mulheres
Direitos das Mulheres
 

Destaque

Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
centroespirita
 
Trabalho da Mulher
Trabalho da MulherTrabalho da Mulher
Trabalho da Mulher
Wandick Rocha de Aquino
 
A inserção da Mulher no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto ...
A inserção da Mulher no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto ...A inserção da Mulher no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto ...
A inserção da Mulher no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto ...
Fundação de Economia e Estatística
 
A importância da mulher na sociedade
A importância da mulher na sociedadeA importância da mulher na sociedade
A importância da mulher na sociedade
Wedja Vieira
 
História da mulher no mercado de trabalho
História da mulher no mercado de trabalhoHistória da mulher no mercado de trabalho
História da mulher no mercado de trabalho
Gustavo Tamagno Martins
 
Movimento feminista
Movimento feministaMovimento feminista
Movimento feminista
Ronannc01
 
A Trajetória do poder da mulher: do lar ao mercado de trabalho
A Trajetória do poder da mulher: do lar ao mercado de trabalho A Trajetória do poder da mulher: do lar ao mercado de trabalho
A Trajetória do poder da mulher: do lar ao mercado de trabalho
Psiciclo Treinamento & Desenvolvimento Profissional
 

Destaque (7)

Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
 
Trabalho da Mulher
Trabalho da MulherTrabalho da Mulher
Trabalho da Mulher
 
A inserção da Mulher no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto ...
A inserção da Mulher no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto ...A inserção da Mulher no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto ...
A inserção da Mulher no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto ...
 
A importância da mulher na sociedade
A importância da mulher na sociedadeA importância da mulher na sociedade
A importância da mulher na sociedade
 
História da mulher no mercado de trabalho
História da mulher no mercado de trabalhoHistória da mulher no mercado de trabalho
História da mulher no mercado de trabalho
 
Movimento feminista
Movimento feministaMovimento feminista
Movimento feminista
 
A Trajetória do poder da mulher: do lar ao mercado de trabalho
A Trajetória do poder da mulher: do lar ao mercado de trabalho A Trajetória do poder da mulher: do lar ao mercado de trabalho
A Trajetória do poder da mulher: do lar ao mercado de trabalho
 

Semelhante a Mulheres

Aula 2_Feminismos_História e Conceito de Genero.pdf
Aula 2_Feminismos_História e Conceito de Genero.pdfAula 2_Feminismos_História e Conceito de Genero.pdf
Aula 2_Feminismos_História e Conceito de Genero.pdf
rosemendes2001hotmai
 
CONFERÊNCIA SOBRE A MULHER NO CONTEXTO (MULTI)CULTURAL
CONFERÊNCIA SOBRE A MULHER NO CONTEXTO (MULTI)CULTURALCONFERÊNCIA SOBRE A MULHER NO CONTEXTO (MULTI)CULTURAL
CONFERÊNCIA SOBRE A MULHER NO CONTEXTO (MULTI)CULTURAL
CoordTic
 
RODA DE CONVERSA MULHERES NA RODA - FEMINISMO.pptx
RODA DE CONVERSA MULHERES NA RODA - FEMINISMO.pptxRODA DE CONVERSA MULHERES NA RODA - FEMINISMO.pptx
RODA DE CONVERSA MULHERES NA RODA - FEMINISMO.pptx
MarinesdeOliveira
 
Estereótipos de género
Estereótipos de géneroEstereótipos de género
Estereótipos de género
Carla Teixeira
 
Estereótipos de género
Estereótipos de géneroEstereótipos de género
Estereótipos de género
Carla Teixeira
 
Estereótipos de género
Estereótipos de géneroEstereótipos de género
Estereótipos de género
Carla Teixeira
 
Mulheres na 1ª República
Mulheres na 1ª República Mulheres na 1ª República
Mulheres na 1ª República
becreebsr
 
Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da MulherDia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher
univsenior
 
Feminismo, Histórico e Conceitos.pdf
Feminismo, Histórico e Conceitos.pdfFeminismo, Histórico e Conceitos.pdf
Feminismo, Histórico e Conceitos.pdf
MarioMarcelloNeto
 
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
Profesonline
 
Feminismo
FeminismoFeminismo
Feminismo
CEF16
 
Cartazes de informação na Escola Secundária do Cartaxo
Cartazes de informação na Escola Secundária do CartaxoCartazes de informação na Escola Secundária do Cartaxo
Cartazes de informação na Escola Secundária do Cartaxo
Femininisses
 
Preconceito contra a Mulher
Preconceito contra a MulherPreconceito contra a Mulher
Preconceito contra a Mulher
carolpixel
 
História do 8 de março
História do 8 de marçoHistória do 8 de março
História do 8 de março
Angra Santos
 
MOVIMENTO FEMINISTA
MOVIMENTO FEMINISTAMOVIMENTO FEMINISTA
MOVIMENTO FEMINISTA
GUILHERME FRANÇA
 
Femina2011 oficina prof_eustaquio
Femina2011 oficina prof_eustaquioFemina2011 oficina prof_eustaquio
Femina2011 oficina prof_eustaquio
Maria da Graça Costa
 
Nisia apresentacao
Nisia apresentacaoNisia apresentacao
Nisia apresentacao
Priscila Aristimunha
 
Mendes s.-as-mulheres-anarquistas-na-cidade-de-são-paulo-1889-1930
Mendes s.-as-mulheres-anarquistas-na-cidade-de-são-paulo-1889-1930Mendes s.-as-mulheres-anarquistas-na-cidade-de-são-paulo-1889-1930
Mendes s.-as-mulheres-anarquistas-na-cidade-de-são-paulo-1889-1930
moratonoise
 
Ydocumentosdosprofessoresvanessa educaofsicadiadasmulheresvanessa-09031206164...
Ydocumentosdosprofessoresvanessa educaofsicadiadasmulheresvanessa-09031206164...Ydocumentosdosprofessoresvanessa educaofsicadiadasmulheresvanessa-09031206164...
Ydocumentosdosprofessoresvanessa educaofsicadiadasmulheresvanessa-09031206164...
adrnsilva
 
A marca do batom
A marca do batomA marca do batom
A marca do batom
Juliana Sarieddine
 

Semelhante a Mulheres (20)

Aula 2_Feminismos_História e Conceito de Genero.pdf
Aula 2_Feminismos_História e Conceito de Genero.pdfAula 2_Feminismos_História e Conceito de Genero.pdf
Aula 2_Feminismos_História e Conceito de Genero.pdf
 
CONFERÊNCIA SOBRE A MULHER NO CONTEXTO (MULTI)CULTURAL
CONFERÊNCIA SOBRE A MULHER NO CONTEXTO (MULTI)CULTURALCONFERÊNCIA SOBRE A MULHER NO CONTEXTO (MULTI)CULTURAL
CONFERÊNCIA SOBRE A MULHER NO CONTEXTO (MULTI)CULTURAL
 
RODA DE CONVERSA MULHERES NA RODA - FEMINISMO.pptx
RODA DE CONVERSA MULHERES NA RODA - FEMINISMO.pptxRODA DE CONVERSA MULHERES NA RODA - FEMINISMO.pptx
RODA DE CONVERSA MULHERES NA RODA - FEMINISMO.pptx
 
Estereótipos de género
Estereótipos de géneroEstereótipos de género
Estereótipos de género
 
Estereótipos de género
Estereótipos de géneroEstereótipos de género
Estereótipos de género
 
Estereótipos de género
Estereótipos de géneroEstereótipos de género
Estereótipos de género
 
Mulheres na 1ª República
Mulheres na 1ª República Mulheres na 1ª República
Mulheres na 1ª República
 
Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da MulherDia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher
 
Feminismo, Histórico e Conceitos.pdf
Feminismo, Histórico e Conceitos.pdfFeminismo, Histórico e Conceitos.pdf
Feminismo, Histórico e Conceitos.pdf
 
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
 
Feminismo
FeminismoFeminismo
Feminismo
 
Cartazes de informação na Escola Secundária do Cartaxo
Cartazes de informação na Escola Secundária do CartaxoCartazes de informação na Escola Secundária do Cartaxo
Cartazes de informação na Escola Secundária do Cartaxo
 
Preconceito contra a Mulher
Preconceito contra a MulherPreconceito contra a Mulher
Preconceito contra a Mulher
 
História do 8 de março
História do 8 de marçoHistória do 8 de março
História do 8 de março
 
MOVIMENTO FEMINISTA
MOVIMENTO FEMINISTAMOVIMENTO FEMINISTA
MOVIMENTO FEMINISTA
 
Femina2011 oficina prof_eustaquio
Femina2011 oficina prof_eustaquioFemina2011 oficina prof_eustaquio
Femina2011 oficina prof_eustaquio
 
Nisia apresentacao
Nisia apresentacaoNisia apresentacao
Nisia apresentacao
 
Mendes s.-as-mulheres-anarquistas-na-cidade-de-são-paulo-1889-1930
Mendes s.-as-mulheres-anarquistas-na-cidade-de-são-paulo-1889-1930Mendes s.-as-mulheres-anarquistas-na-cidade-de-são-paulo-1889-1930
Mendes s.-as-mulheres-anarquistas-na-cidade-de-são-paulo-1889-1930
 
Ydocumentosdosprofessoresvanessa educaofsicadiadasmulheresvanessa-09031206164...
Ydocumentosdosprofessoresvanessa educaofsicadiadasmulheresvanessa-09031206164...Ydocumentosdosprofessoresvanessa educaofsicadiadasmulheresvanessa-09031206164...
Ydocumentosdosprofessoresvanessa educaofsicadiadasmulheresvanessa-09031206164...
 
A marca do batom
A marca do batomA marca do batom
A marca do batom
 

Mulheres

  • 1. Evidentemente, a presença e a fala femininas neste local é uma inovação sonora. Subsistem, no entanto, muitas zonas mudas e, no que se refere ao passado, um oceano de silêncio, ligado à partilha desigual dos traços, da memória e da História, que, por muito tempo, "esqueceu" as mulheres, destinando-as à obscuridade da reprodução.
  • 3. “A mulher deve adorar o homem como a um deus. Toda manhã, por nove vezes consecutivas, deve ajoelhar-se aos pés do marido e, de braços cruzados, perguntar-lhe: Senhor, que desejais que eu faça?” Zaratustra (filósofo persa, século VII a.C)
  • 4. "Todas as mulheres que seduzirem e levarem ao casamento os súditos de Sua Majestade mediante o uso de perfumes, pinturas, dentes postiços, perucas e recheio nos quadris, incorrem em delito de bruxaria e o casamento fica automaticamente anulado." Constituição Nacional Inglesa (lei do século XVIII)
  • 5. "Quando um homem for repreendido em público por uma mulher, cabe-lhe o direito de derrubá-la com um soco, desferir-lhe um pontapé e quebrar-lhe o nariz para que assim, desfigurada, não se deixe ver, envergonhada de sua face. E é bem merecido, por dirigir-se ao homem com maldade de linguajar ousado." Le Ménagier de Paris (Tratado de conduta moral e costumes da França, século XIV)
  • 6. "As crianças, os idiotas, os lunáticos e as mulheres não podem e não têm capacidade para efetuar negócios.“ Henrique VII (rei da Inglaterra, chefe da Igreja Anglicana, século XVI)
  • 7. "Que as mulheres estejam caladas nas igrejas, porque não lhes é permitido falar. Se quiserem ser instruídas sobre algum ponto, interroguem em casa os seus maridos.“ São Paulo (apóstolo cristão, ano 67 D.C.)
  • 8. "A natureza só faz mulheres quando não pode fazer homens. A mulher é, portanto, um homem inferior." Aristóteles (filósofo, guia intelectual e preceptor grego de Alexandre, o Grande, século IV A.C.)
  • 9. "O pior adorno que uma mulher pode querer usar é ser sábia.“ Lutero (teólogo alemão, reformador protestante, século XVI)
  • 10. EVOLUÇÃO NO SISTEMA ECONÔMICO . Indústria doméstica . Oficina cooperativa
  • 11. REVOLUÇÃO INDUSTRIAL . Redução esforço muscular . Baixos salários . Ampliação da jornada de trabalho . Doenças profissionais
  • 12. CONQUISTAS DAS MULHERES NA HISTÓRIA
  • 13. 1788 - o político e filósofo francês Condorcet reivindica direitos de participação política, emprego e educação para as mulheres. 1840 - Lucrécia Mott luta pela igualdade de direitos para mulheres e negros dos Estados Unidos.
  • 14. 1859 - surge na Rússia, na cidade de São Petersburgo, um movimento de luta pelos direitos das mulheres. 1862 - durante as eleições municipais, as mulheres podem votar pela primeira vez na Suécia. 1865 - na Alemanha, Louise Otto, cria a Associação Geral das Mulheres Alemãs.
  • 15. 1866 - No Reino Unido, o economista John S. Mill escreve exigindo o direito de voto para as mulheres inglesas. 1869 - é criada nos Estados Unidos a Associação Nacional para o Sufrágio das Mulheres 1870 - Na França, as mulheres passam a ter acesso aos cursos de Medicina.
  • 16. 1874 - criada no Japão a primeira escola normal para moças. 1878 - criada na Rússia uma Universidade Feminina. 1901 - o deputado francês René Viviani defende o direito de voto das mulheres.
  • 17. 1932 –( 24/02) No Brasil é instituído o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.
  • 18. PRIMEIRA GREVE DAS MULHERES 8 de março de 1857/Nova Iorque
  • 19. RESULTADOS 1910, Conferência na Dinamarca "Dia Internacional da Mulher“ 1975, data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).
  • 20. PERCORRENDO A HISTÓRIA DO BRASIL . A Mulher no Brasil Colonial . A Mulher na Indústria Têxtil no Brasil
  • 21. A GRANDE OPORTUNIDADE I e II Guerras Mundiais (1914/1918 e 1939/1945)
  • 22. CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA CAPITALISTA Mudanças na produção e na organização do trabalho feminino.
  • 23. CONSTITUIÇÃO DE 1932 “Sem distinção de sexo, a todo trabalho de igual valor correspondente salário igual; veda-se o trabalho feminino das 22 horas às 5 da manhã; é proibido o trabalho da mulher grávida durante o período de quatro semanas antes do parto e quatro semanas depois; é proibido despedir mulher grávida pelo simples fato da gravidez”
  • 25. "O lugar de mulher é no lar. O trabalho fora de casa masculiniza". (Revista Querida, 1955)
  • 26. "A esposa deve vestir-se depois de casada com a mesma elegância de solteira, pois é preciso lembrar-se de que a caça já foi feita, mas é preciso mantê-la bem presa." (Jornal das Moças, 1955)
  • 27. "Sempre que o homem sair com os amigos e voltar tarde da noite, espere-o linda, cheirosa e dócil". (Jornal das Moças, 1958) "É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do marido". (Jornal das Moças, 1957)
  • 28. Observem a alegria e o brilho nos olhos da esposa obediente, uma rainha do lar!
  • 29. "A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas, servindo-lhe uma cerveja bem gelada. Nada de incomodá-lo com serviços ou notícias domésticas". (Jornal das Moças, 1959) "Se o seu marido fuma, não discuta pelo simples facto de cair cinzas no tapete. Tenha cinzeiros espalhados por toda casa". (Jornal das Moças, 1957) "O noivado longo é um perigo, mas nunca sugira o matrimônio. ELE é quem decide - sempre". (Revista Querida, 1953)
  • 30. "Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho e provas de afecto, sem questioná-lo". (Revista Claudia, 1962) "A desordem em um banheiro desperta no marido a vontade de ir tomar banho fora de casa". (Jornal das Moças, 1965)
  • 31. ANOS 70 . Crescimento econômico . Complementação da renda familiar . Consumismo . Movimento Hippie . Movimento feminista AL
  • 35. ANOS 80 . Ampliação e organização do movimento feminino criado pela anistia. . Encontros de mulheres, palestras, seminários e congressos, com objetivos de discutir o papel da mulher na sociedade e seus direitos. . Denunciam e combatem a violência, enfrentam de forma mais aberta as contradições de seu papel familiar.
  • 38. ANOS 90 . Fortalecimento de sua participação no mercado de trabalho e o Aumento da responsabilidade no comando das famílias . Aumento da escolaridade e redução defasagem salarial em relação ao homem . Queda da taxa de fecundidade
  • 40. DIAS DE HOJE NO BRASIL . As mulheres são 60% da força de trabalho Ocupam somente 24% dos cargos de gerência . Recebem em média, o correspondente a 71% do salário dos homens (funções menos qualificadas) . De cada dez pessoas afetadas pelas lesões por esforço repetitivo (LER/DORT), oito são mulheres . 30% possuem mais de dez anos de escolaridade (homens 20%) . Maior nível de estresse . Dupla ou tripla jornada de trabalho
  • 41. POR QUE O MUNDO DO TRABALHO É INADEQUADO PARA AS MULHERES? . Processos de Produção . Métodos de Trabalho . Ferramentas de Trabalho . Variabilidade da Produção . Variabilidade Humana
  • 42. TIPO DE TRABALHO DIFERENTE . Homens – se dedicavam à caça . Mulheres – cuidavam da prole Desenvolveram diferentes habilidades ao longo do desenvolvimento da espécie
  • 43. AS MULHERES SOFREM NO TRABALHO “A jornada de trabalho não se resume as 8 horas diárias, ela se estende 24 horas por dia ao longo de toda a nossa vida”