SlideShare uma empresa Scribd logo
4º ANO DE AVIS
   (2011-2012)
Nascido em 17 de Março de 1864, o alemão Gottlieb
Daimler foi um grande engenheiro e inventor,
responsável por uma grande 'revolução' na indústria
europeia na segunda metade do século XIX, ao
desenvolver um motor que funcionava a rotações
mais elevadas, a motocicleta e o carburador. Ele foi
o fundador da Daimler Motor Company, hoje a
poderosa Daimler-Benz.
Àquela época, muitos motores operavam em baixas rotações
e se assemelhavam aos motores a vapor. Em 1884 ele
desenvolveu um pequeno motor movido a gás que ligava
através de um sistema de ignição de tubo quente e com ciclo
de combustão de 4 tempos, patenteado por Otto. Em 1885,
Daimler conseguiu a patente de um motor monocilindrico
vertical com cárter e roda volante. O motor tinha uma
válvula de admissão e outra de exaustão. Depois ele criou o
primeiro carburador de superfície, pois este era o primeiro
sistema de alimentação, utilizado nos carros até os anos 80.
Em 1889 inventou um outro motor, desta vez era bi-
cilindrico em 'V', sendo que os cilindros eram inclinados a 15
graus. Este motor fez bastante sucesso e foi produzido em
larga escala, pois ele tinha uma taxa de compressão 3:1 e o
sistema de refrigeração era feito por um radiador e um
tanque de armazenamento, a água não circulava pelo motor.
Em 1885 ele já havia projetado um motor vertical de altas
rotações, mas sua grande invenção foi o carburador com
bóia de alimentação, patenteada por Wlhelm Maybach em
1893. Maibach e Daimler trabalhavam juntos desde 1872,
sendo que eles fundaram a Daimler Motoren Gesellschaft.
A motocicleta também foi uma grande invenção, pois com a
ajuda de Maybach, ele adaptou numa bicicleta seu motor
vertical, isso em 1886. Em 1889 ele criou o quadriciclo, que
era mais adequado para a adaptação do seu motor vertical.
Mas todas essas invenções tinham sistema de ignição por
tubo quente e transmissão por corrente, além do que seus
veículos também ficaram conhecidos como Cannstatt
Daimler, pela distinção dos veículos produzidos na
Inglaterra, pela Daimler Company de Conventry, criada
em 1896. Daimler morreu no dia 6 de Março de 1900, mas
com suas invenções, acabou entrando para a história.
O Double Decker de Daimler foi projetado para operações em
Londres.


                                  Trabalho elaborado por Daniela
                                  Rosa e Ana Carpinteiro
Estudou medicina na Universidade de Pisa, onde depois
foi professor de matemática entre 1589 e 1592.
Em 1592 Galileu tornou-se professor de matemática na
Universidade de Pádua, onde permaneceu por 18 anos,
inventando em 1593 uma máquina para elevar água, uma
bomba movimentada por cavalos, patenteada no ano
seguinte. Em 1597 inventou uma régua de cálculo
(sector), o "compasso geométrico-militar", um instrumento
matemático com várias escalas.
A grande questão científica em 1609 era: -A Terra é o
centro do universo ou apenas um planeta que juntamente
com Mercúrio; Vênus; Marte; Júpiter e Saturno estão em
órbita constante em torno do Sol? Essa dúvida talvez
persistisse até hoje se não fosse o grande avanço
tecnológico obtido por Galileo Galilei na fabricação de
telescópios.
Em novembro de 1609 Galileu consumou um trabalho
que por mais de dois meses tomou quase que
integralmente o seu tempo. Nesse mês, Galileu terminou
a construção de mais um telescópio (ou luneta). Era a
terceira luneta construída por ele. Apresentava um
aumento de quase 21 vezes; bem superior ao da sua
segunda luneta cujo aumento era de apenas 8 vezes.
Foi com esse instrumento que Galileu realizou as suas
célebres observações do final de 1609 e início de 1610;
observações essas que, por si só, praticamente
confirmavam a teoria heliocêntrica.
Esse foi um dos momentos científicos mais expressivos da
história da humanidade; que só se tornou possível devido ao
grande salto tecnológico no polimento de lentes e na
fabricação de telescópios, obtido por Galileu Galilei.
O pai de Galileu Galilei queria que ele fosse médico e o
mandou estudar em Pisa. Mas o jovem estava mais
interessado em física e matemática. A vocação do aluno
também descontentou o professor Orazio Morandi, que o
estimulava a seguir a carreira artística.
Sua primeira contribuição à ciência se deu no Duomo de
Pisa. O sacristão acabara de acender uma lâmpada
pendurada numa longa corda e a empurrara. O movimento
pendular foi medido com as batidas do coração de Galileu.
Ele percebeu que o tempo de cada oscilação era sempre igual
e formulou a lei do "isocronismo" do pêndulo. Assim,
encontrou o primeiro uso prático para aquela regularidade e
desenhou um modelo de relógio.
A famosa torre inclinada de Pisa fez parte de uma outra
experiência para contestar a tese de Aristóteles de que,
quanto mais pesado fosse um corpo, mais velozmente
cairia. Galileu deixou cair da mesma altura duas esferas
iguais em volume, mas de peso diferente. Ambas tocaram o
solo no mesmo instante. Em seu livro, "Saggiatore"
("Experimentador") combateu a física aristotélica e
argumentou que a matemática deveria ser o fundamento
das ciências exatas.
Galileu desenvolveu os fundamentos da mecânica com o
estudo de máquinas simples (alavanca, plano inclinado,
parafuso etc.). Entre suas criações se destacam: o binóculo, a
balança hidrostática, o compasso geométrico, uma régua
calculadora e o termobaroscópio: feito para medir a pressão
atmosférica, porém, serviu como termômetro.

Em 1609, construiu um telescópio muito melhor que os
existentes e explorou os céus como nunca fora feito antes.
Além de estudar as constelações Plêiades, Órion, Câncer e a
Via Láctea, descobriu as montanhas lunares, as manchas
solares, o planeta Saturno, os satélites de Júpiter e as fases de
Vênus. As descobertas foram publicadas no livro "Siderus
Nuntius" ("Mensageiro das Estrelas"), em 1610.
A partir de suas descobertas astronômicas, defendeu a
tese de Copérnico de que a Terra não ficava no centro do
Universo. Como essa teoria era contrária ao dogma da
Igreja, foi perseguido, processado duas vezes e obrigado
a negar (abjurar) suas idéias publicamente. Foi banido
para uma vila de Arcetri, perto de Florença, onde viveu em
um      regime     semelhante     à     prisão   domiciliar.
As longas horas ao telescópio causaram sua cegueira. A
amargura dos últimos anos de sua vida foi agravada pela
morte de sua filha Virgínia, que se dedicara à vida
religiosa com o nome de soror Maria Celeste. Em 1992,
mais de três séculos após a morte de Galileu, a Igreja
reviu o processo da Inquisição e decidiu pela sua
absolvição.
                       TRABALHO FEITO POR: Nelson Quirino,
                       Diogo Teles e Luís Leão

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Inventores 2
Inventores 2Inventores 2
Alexander graham bell.docx 2
Alexander graham bell.docx 2Alexander graham bell.docx 2
Alexander graham bell.docx 2
Keite Mello
 
07 aula - 18092012
07   aula - 1809201207   aula - 18092012
07 aula - 18092012
atsileg
 
Em pdf graham bell luiscarlos
Em pdf graham bell luiscarlosEm pdf graham bell luiscarlos
Em pdf graham bell luiscarlos
Luis Carlos da Rocha
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Keite Mello
 
João Pedro Silva - Telefone
João Pedro Silva - TelefoneJoão Pedro Silva - Telefone
João Pedro Silva - Telefone
riscas
 
Alexander Bell
Alexander BellAlexander Bell
Alexander Bell
Mateus Ferraz
 
Apogeo InCompany_RJ
Apogeo InCompany_RJApogeo InCompany_RJ
Apogeo InCompany_RJ
Apogeo Investimentos
 
Mangostão
MangostãoMangostão
Mangostão
Bruno
 
Visita à assosiação de bombeiros voluntários de avis marília e tatiana - 4º...
Visita à assosiação de bombeiros voluntários de avis   marília e tatiana - 4º...Visita à assosiação de bombeiros voluntários de avis   marília e tatiana - 4º...
Visita à assosiação de bombeiros voluntários de avis marília e tatiana - 4º...
Maria Antónia Oliveira
 
Canta um conto
Canta um contoCanta um conto
Canta um conto
Maria Antónia Oliveira
 
Guião de leitura_1_mês
Guião de leitura_1_mêsGuião de leitura_1_mês
Guião de leitura_1_mês
Risoleta Montez
 
Semana Da Leitura 2009
Semana Da Leitura 2009Semana Da Leitura 2009
Semana Da Leitura 2009
guestf7964d2
 
O vampiro que bebia groselha a1
O vampiro que bebia groselha a1O vampiro que bebia groselha a1
O vampiro que bebia groselha a1
eb1penha4
 
Semana da Leitura
Semana da LeituraSemana da Leitura
Semana da Leitura
Risoleta Montez
 
Tarde cultural
Tarde culturalTarde cultural
Tarde cultural
Risoleta Montez
 
O beijo da palavrinha
O beijo da palavrinhaO beijo da palavrinha
O beijo da palavrinha
luiscontente
 
Semana da leitura
Semana da leituraSemana da leitura
Semana da leitura
Carla Maia
 
Programa semana leitura
Programa semana leituraPrograma semana leitura
Programa semana leitura
bibliosdomingos
 
Março 2011
Março 2011Março 2011
Março 2011
Colmeias
 

Destaque (20)

Inventores 2
Inventores 2Inventores 2
Inventores 2
 
Alexander graham bell.docx 2
Alexander graham bell.docx 2Alexander graham bell.docx 2
Alexander graham bell.docx 2
 
07 aula - 18092012
07   aula - 1809201207   aula - 18092012
07 aula - 18092012
 
Em pdf graham bell luiscarlos
Em pdf graham bell luiscarlosEm pdf graham bell luiscarlos
Em pdf graham bell luiscarlos
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
João Pedro Silva - Telefone
João Pedro Silva - TelefoneJoão Pedro Silva - Telefone
João Pedro Silva - Telefone
 
Alexander Bell
Alexander BellAlexander Bell
Alexander Bell
 
Apogeo InCompany_RJ
Apogeo InCompany_RJApogeo InCompany_RJ
Apogeo InCompany_RJ
 
Mangostão
MangostãoMangostão
Mangostão
 
Visita à assosiação de bombeiros voluntários de avis marília e tatiana - 4º...
Visita à assosiação de bombeiros voluntários de avis   marília e tatiana - 4º...Visita à assosiação de bombeiros voluntários de avis   marília e tatiana - 4º...
Visita à assosiação de bombeiros voluntários de avis marília e tatiana - 4º...
 
Canta um conto
Canta um contoCanta um conto
Canta um conto
 
Guião de leitura_1_mês
Guião de leitura_1_mêsGuião de leitura_1_mês
Guião de leitura_1_mês
 
Semana Da Leitura 2009
Semana Da Leitura 2009Semana Da Leitura 2009
Semana Da Leitura 2009
 
O vampiro que bebia groselha a1
O vampiro que bebia groselha a1O vampiro que bebia groselha a1
O vampiro que bebia groselha a1
 
Semana da Leitura
Semana da LeituraSemana da Leitura
Semana da Leitura
 
Tarde cultural
Tarde culturalTarde cultural
Tarde cultural
 
O beijo da palavrinha
O beijo da palavrinhaO beijo da palavrinha
O beijo da palavrinha
 
Semana da leitura
Semana da leituraSemana da leitura
Semana da leitura
 
Programa semana leitura
Programa semana leituraPrograma semana leitura
Programa semana leitura
 
Março 2011
Março 2011Março 2011
Março 2011
 

Semelhante a Inventores

Galileu Galilei
Galileu GalileiGalileu Galilei
Galileu Galilei
edson
 
Trabalho de fisica
Trabalho de fisicaTrabalho de fisica
Trabalho de fisica
Matheus Mendonça
 
Grandes invenções que influenciaram a nossa vida
Grandes  invenções  que influenciaram a nossa vidaGrandes  invenções  que influenciaram a nossa vida
Grandes invenções que influenciaram a nossa vida
Helder Martinho
 
Galileu
GalileuGalileu
Galileu
elenaiaronka
 
Catarina, Bruno e Manuel - Automóvel e Lâmpada
Catarina, Bruno e Manuel - Automóvel e LâmpadaCatarina, Bruno e Manuel - Automóvel e Lâmpada
Catarina, Bruno e Manuel - Automóvel e Lâmpada
riscas
 
Seminário Watt - Carnot.pptx
Seminário Watt - Carnot.pptxSeminário Watt - Carnot.pptx
Seminário Watt - Carnot.pptx
VanderleiMastrocollo1
 
Teoria de Galileu Galilei
Teoria de Galileu GalileiTeoria de Galileu Galilei
Teoria de Galileu Galilei
momengtonoticia
 
Galileu
Galileu Galileu
Galileu
Keite Mello
 
Uma breve história das máquinas térmicas
Uma breve história das máquinas térmicasUma breve história das máquinas térmicas
Uma breve história das máquinas térmicas
Gustavo Brandão de Souza
 
Galileu Galilei
Galileu GalileiGalileu Galilei
Galileu Galilei
Keite Mello
 
Historia das maquinas termicas
Historia das maquinas termicasHistoria das maquinas termicas
Historia das maquinas termicas
Gustavo Brandão de Souza
 
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
Octavio Silvério de Souza Vieira Neto
 
Artigo de Divulgação Científica
Artigo de Divulgação Científica Artigo de Divulgação Científica
Artigo de Divulgação Científica
João Vitor
 
Emanuel - Automóvel, Bicicleta e Máquina Fotográfica
Emanuel - Automóvel, Bicicleta e Máquina FotográficaEmanuel - Automóvel, Bicicleta e Máquina Fotográfica
Emanuel - Automóvel, Bicicleta e Máquina Fotográfica
riscas
 
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E XviiDinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Sílvia Mendonça
 
Física - Modelos Atômicos
Física - Modelos AtômicosFísica - Modelos Atômicos
Física - Modelos Atômicos
Vania Lima "Somos Físicos"
 
A HISTÓRIA DO ELETROMAGNETISMO E O FENÔMENO DA SUPERCONDUTIVIDADE
A HISTÓRIA DO ELETROMAGNETISMO E O FENÔMENO DA SUPERCONDUTIVIDADEA HISTÓRIA DO ELETROMAGNETISMO E O FENÔMENO DA SUPERCONDUTIVIDADE
A HISTÓRIA DO ELETROMAGNETISMO E O FENÔMENO DA SUPERCONDUTIVIDADE
Luciana Camargo
 
Módulo V - O caso Galileu - Parte 1
Módulo V - O caso Galileu - Parte 1Módulo V - O caso Galileu - Parte 1
Módulo V - O caso Galileu - Parte 1
Bernardo Motta
 
A ciência e os avanços no conhecimento da física clássica à física quântica
A ciência e os avanços no conhecimento da física clássica à física quânticaA ciência e os avanços no conhecimento da física clássica à física quântica
A ciência e os avanços no conhecimento da física clássica à física quântica
Fernando Alcoforado
 
Ferramentasda geologia
Ferramentasda geologiaFerramentasda geologia
Ferramentasda geologia
Petroleoecologia
 

Semelhante a Inventores (20)

Galileu Galilei
Galileu GalileiGalileu Galilei
Galileu Galilei
 
Trabalho de fisica
Trabalho de fisicaTrabalho de fisica
Trabalho de fisica
 
Grandes invenções que influenciaram a nossa vida
Grandes  invenções  que influenciaram a nossa vidaGrandes  invenções  que influenciaram a nossa vida
Grandes invenções que influenciaram a nossa vida
 
Galileu
GalileuGalileu
Galileu
 
Catarina, Bruno e Manuel - Automóvel e Lâmpada
Catarina, Bruno e Manuel - Automóvel e LâmpadaCatarina, Bruno e Manuel - Automóvel e Lâmpada
Catarina, Bruno e Manuel - Automóvel e Lâmpada
 
Seminário Watt - Carnot.pptx
Seminário Watt - Carnot.pptxSeminário Watt - Carnot.pptx
Seminário Watt - Carnot.pptx
 
Teoria de Galileu Galilei
Teoria de Galileu GalileiTeoria de Galileu Galilei
Teoria de Galileu Galilei
 
Galileu
Galileu Galileu
Galileu
 
Uma breve história das máquinas térmicas
Uma breve história das máquinas térmicasUma breve história das máquinas térmicas
Uma breve história das máquinas térmicas
 
Galileu Galilei
Galileu GalileiGalileu Galilei
Galileu Galilei
 
Historia das maquinas termicas
Historia das maquinas termicasHistoria das maquinas termicas
Historia das maquinas termicas
 
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
 
Artigo de Divulgação Científica
Artigo de Divulgação Científica Artigo de Divulgação Científica
Artigo de Divulgação Científica
 
Emanuel - Automóvel, Bicicleta e Máquina Fotográfica
Emanuel - Automóvel, Bicicleta e Máquina FotográficaEmanuel - Automóvel, Bicicleta e Máquina Fotográfica
Emanuel - Automóvel, Bicicleta e Máquina Fotográfica
 
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E XviiDinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
 
Física - Modelos Atômicos
Física - Modelos AtômicosFísica - Modelos Atômicos
Física - Modelos Atômicos
 
A HISTÓRIA DO ELETROMAGNETISMO E O FENÔMENO DA SUPERCONDUTIVIDADE
A HISTÓRIA DO ELETROMAGNETISMO E O FENÔMENO DA SUPERCONDUTIVIDADEA HISTÓRIA DO ELETROMAGNETISMO E O FENÔMENO DA SUPERCONDUTIVIDADE
A HISTÓRIA DO ELETROMAGNETISMO E O FENÔMENO DA SUPERCONDUTIVIDADE
 
Módulo V - O caso Galileu - Parte 1
Módulo V - O caso Galileu - Parte 1Módulo V - O caso Galileu - Parte 1
Módulo V - O caso Galileu - Parte 1
 
A ciência e os avanços no conhecimento da física clássica à física quântica
A ciência e os avanços no conhecimento da física clássica à física quânticaA ciência e os avanços no conhecimento da física clássica à física quântica
A ciência e os avanços no conhecimento da física clássica à física quântica
 
Ferramentasda geologia
Ferramentasda geologiaFerramentasda geologia
Ferramentasda geologia
 

Mais de Maria Antónia Oliveira

Trabalhos dos alunos do 4º ano de avis andante
Trabalhos dos alunos do 4º ano de avis   andanteTrabalhos dos alunos do 4º ano de avis   andante
Trabalhos dos alunos do 4º ano de avis andante
Maria Antónia Oliveira
 
Fim de ano
Fim de anoFim de ano
Thomas edison trabalho de carolina e érica
Thomas edison   trabalho de carolina e éricaThomas edison   trabalho de carolina e érica
Thomas edison trabalho de carolina e érica
Maria Antónia Oliveira
 
25 de abril 1974 (1)
25 de abril 1974 (1)25 de abril 1974 (1)
25 de abril 1974 (1)
Maria Antónia Oliveira
 
Trabalhos dos alunos de 4º ano sobre a
Trabalhos dos alunos de 4º ano sobre aTrabalhos dos alunos de 4º ano sobre a
Trabalhos dos alunos de 4º ano sobre a
Maria Antónia Oliveira
 
Pelos alunos do 4º ano de avis
Pelos alunos do 4º ano de avisPelos alunos do 4º ano de avis
Pelos alunos do 4º ano de avis
Maria Antónia Oliveira
 
Amizade
AmizadeAmizade
Jornalinho
JornalinhoJornalinho
O livro das sete cores rita
O livro das sete cores ritaO livro das sete cores rita
O livro das sete cores rita
Maria Antónia Oliveira
 
Monumentos de avis_diogo_e__alexandre
Monumentos de avis_diogo_e__alexandreMonumentos de avis_diogo_e__alexandre
Monumentos de avis_diogo_e__alexandre
Maria Antónia Oliveira
 

Mais de Maria Antónia Oliveira (11)

Trabalhos dos alunos do 4º ano de avis andante
Trabalhos dos alunos do 4º ano de avis   andanteTrabalhos dos alunos do 4º ano de avis   andante
Trabalhos dos alunos do 4º ano de avis andante
 
Fim de ano
Fim de anoFim de ano
Fim de ano
 
Thomas edison trabalho de carolina e érica
Thomas edison   trabalho de carolina e éricaThomas edison   trabalho de carolina e érica
Thomas edison trabalho de carolina e érica
 
25 de abril 1974 (1)
25 de abril 1974 (1)25 de abril 1974 (1)
25 de abril 1974 (1)
 
Trabalhos dos alunos de 4º ano sobre a
Trabalhos dos alunos de 4º ano sobre aTrabalhos dos alunos de 4º ano sobre a
Trabalhos dos alunos de 4º ano sobre a
 
Pelos alunos do 4º ano de avis
Pelos alunos do 4º ano de avisPelos alunos do 4º ano de avis
Pelos alunos do 4º ano de avis
 
Amizade
AmizadeAmizade
Amizade
 
Jornalinho
JornalinhoJornalinho
Jornalinho
 
Ciclo da água
Ciclo da águaCiclo da água
Ciclo da água
 
O livro das sete cores rita
O livro das sete cores ritaO livro das sete cores rita
O livro das sete cores rita
 
Monumentos de avis_diogo_e__alexandre
Monumentos de avis_diogo_e__alexandreMonumentos de avis_diogo_e__alexandre
Monumentos de avis_diogo_e__alexandre
 

Inventores

  • 1. 4º ANO DE AVIS (2011-2012)
  • 2. Nascido em 17 de Março de 1864, o alemão Gottlieb Daimler foi um grande engenheiro e inventor, responsável por uma grande 'revolução' na indústria europeia na segunda metade do século XIX, ao desenvolver um motor que funcionava a rotações mais elevadas, a motocicleta e o carburador. Ele foi o fundador da Daimler Motor Company, hoje a poderosa Daimler-Benz.
  • 3. Àquela época, muitos motores operavam em baixas rotações e se assemelhavam aos motores a vapor. Em 1884 ele desenvolveu um pequeno motor movido a gás que ligava através de um sistema de ignição de tubo quente e com ciclo de combustão de 4 tempos, patenteado por Otto. Em 1885, Daimler conseguiu a patente de um motor monocilindrico vertical com cárter e roda volante. O motor tinha uma válvula de admissão e outra de exaustão. Depois ele criou o primeiro carburador de superfície, pois este era o primeiro sistema de alimentação, utilizado nos carros até os anos 80. Em 1889 inventou um outro motor, desta vez era bi- cilindrico em 'V', sendo que os cilindros eram inclinados a 15 graus. Este motor fez bastante sucesso e foi produzido em larga escala, pois ele tinha uma taxa de compressão 3:1 e o sistema de refrigeração era feito por um radiador e um tanque de armazenamento, a água não circulava pelo motor.
  • 4. Em 1885 ele já havia projetado um motor vertical de altas rotações, mas sua grande invenção foi o carburador com bóia de alimentação, patenteada por Wlhelm Maybach em 1893. Maibach e Daimler trabalhavam juntos desde 1872, sendo que eles fundaram a Daimler Motoren Gesellschaft. A motocicleta também foi uma grande invenção, pois com a ajuda de Maybach, ele adaptou numa bicicleta seu motor vertical, isso em 1886. Em 1889 ele criou o quadriciclo, que era mais adequado para a adaptação do seu motor vertical.
  • 5. Mas todas essas invenções tinham sistema de ignição por tubo quente e transmissão por corrente, além do que seus veículos também ficaram conhecidos como Cannstatt Daimler, pela distinção dos veículos produzidos na Inglaterra, pela Daimler Company de Conventry, criada em 1896. Daimler morreu no dia 6 de Março de 1900, mas com suas invenções, acabou entrando para a história.
  • 6. O Double Decker de Daimler foi projetado para operações em Londres. Trabalho elaborado por Daniela Rosa e Ana Carpinteiro
  • 7. Estudou medicina na Universidade de Pisa, onde depois foi professor de matemática entre 1589 e 1592. Em 1592 Galileu tornou-se professor de matemática na Universidade de Pádua, onde permaneceu por 18 anos, inventando em 1593 uma máquina para elevar água, uma bomba movimentada por cavalos, patenteada no ano seguinte. Em 1597 inventou uma régua de cálculo (sector), o "compasso geométrico-militar", um instrumento matemático com várias escalas.
  • 8. A grande questão científica em 1609 era: -A Terra é o centro do universo ou apenas um planeta que juntamente com Mercúrio; Vênus; Marte; Júpiter e Saturno estão em órbita constante em torno do Sol? Essa dúvida talvez persistisse até hoje se não fosse o grande avanço tecnológico obtido por Galileo Galilei na fabricação de telescópios.
  • 9. Em novembro de 1609 Galileu consumou um trabalho que por mais de dois meses tomou quase que integralmente o seu tempo. Nesse mês, Galileu terminou a construção de mais um telescópio (ou luneta). Era a terceira luneta construída por ele. Apresentava um aumento de quase 21 vezes; bem superior ao da sua segunda luneta cujo aumento era de apenas 8 vezes. Foi com esse instrumento que Galileu realizou as suas célebres observações do final de 1609 e início de 1610; observações essas que, por si só, praticamente confirmavam a teoria heliocêntrica.
  • 10. Esse foi um dos momentos científicos mais expressivos da história da humanidade; que só se tornou possível devido ao grande salto tecnológico no polimento de lentes e na fabricação de telescópios, obtido por Galileu Galilei. O pai de Galileu Galilei queria que ele fosse médico e o mandou estudar em Pisa. Mas o jovem estava mais interessado em física e matemática. A vocação do aluno também descontentou o professor Orazio Morandi, que o estimulava a seguir a carreira artística.
  • 11. Sua primeira contribuição à ciência se deu no Duomo de Pisa. O sacristão acabara de acender uma lâmpada pendurada numa longa corda e a empurrara. O movimento pendular foi medido com as batidas do coração de Galileu. Ele percebeu que o tempo de cada oscilação era sempre igual e formulou a lei do "isocronismo" do pêndulo. Assim, encontrou o primeiro uso prático para aquela regularidade e desenhou um modelo de relógio.
  • 12. A famosa torre inclinada de Pisa fez parte de uma outra experiência para contestar a tese de Aristóteles de que, quanto mais pesado fosse um corpo, mais velozmente cairia. Galileu deixou cair da mesma altura duas esferas iguais em volume, mas de peso diferente. Ambas tocaram o solo no mesmo instante. Em seu livro, "Saggiatore" ("Experimentador") combateu a física aristotélica e argumentou que a matemática deveria ser o fundamento das ciências exatas.
  • 13. Galileu desenvolveu os fundamentos da mecânica com o estudo de máquinas simples (alavanca, plano inclinado, parafuso etc.). Entre suas criações se destacam: o binóculo, a balança hidrostática, o compasso geométrico, uma régua calculadora e o termobaroscópio: feito para medir a pressão atmosférica, porém, serviu como termômetro. Em 1609, construiu um telescópio muito melhor que os existentes e explorou os céus como nunca fora feito antes. Além de estudar as constelações Plêiades, Órion, Câncer e a Via Láctea, descobriu as montanhas lunares, as manchas solares, o planeta Saturno, os satélites de Júpiter e as fases de Vênus. As descobertas foram publicadas no livro "Siderus Nuntius" ("Mensageiro das Estrelas"), em 1610.
  • 14. A partir de suas descobertas astronômicas, defendeu a tese de Copérnico de que a Terra não ficava no centro do Universo. Como essa teoria era contrária ao dogma da Igreja, foi perseguido, processado duas vezes e obrigado a negar (abjurar) suas idéias publicamente. Foi banido para uma vila de Arcetri, perto de Florença, onde viveu em um regime semelhante à prisão domiciliar. As longas horas ao telescópio causaram sua cegueira. A amargura dos últimos anos de sua vida foi agravada pela morte de sua filha Virgínia, que se dedicara à vida religiosa com o nome de soror Maria Celeste. Em 1992, mais de três séculos após a morte de Galileu, a Igreja reviu o processo da Inquisição e decidiu pela sua absolvição. TRABALHO FEITO POR: Nelson Quirino, Diogo Teles e Luís Leão