SlideShare uma empresa Scribd logo
GEOPOLÍTICA DA AMÉRICA
LATINA GEOGRAFIA 02 LIVRO
02
LEMBRAR México Am. Norte e início da América
Latina.
PROBLEMAS NÃO SÃO CRÔNICOS MAS FRUTOS DA
HISTÓRIA E DA APROPRIAÇÃO DO AMBIENTE.
GENOCÍDIO E ETNOCÍDIO
O Continente americano ao longo dos séculos
PÁGINA 30 GEOGRAFIA 02.
ECONOMIA DO NORTE:
Melhor desenvolvida em termos industriais -Mecânicas para aumentar a produção; -Construções de canais; -
Barcos a vapor; -Estradas de Ferro;
A agricultura e a pecuária expandiu-se para o Noroeste -Trigo, milho, uvas; -Gado, carneiros e suínos Vendiam
para outras regiões em troca de manufatura.
Classes Sociais do Norte:
Não havia escravos
Trabalhadores livres (imigrantes) -Trabalhavam em oficinas construções civis, estradas de ferro e canais; No campo
eram os jornaleiros
Classe média mais numerosa -No campo: Trabalho familiar; Encontra-se o maior número de pessoas nessa classe
-Nas cidades: Artesãos, mecânicos, advogados, médicos, professores, funcionários públicos e jornalistas.
Classe alta -Pessoas q acumulavam com o comercio de importação e exportação e atividades bancárias
ECONOMIA DO SUL:
Agricultura -Algodão; -Arroz;
-Milho; -Trigo;
Pequenas manufaturas Artesanato
Classes Sociais do Sul:
Escravos Pequenos lavradores Grandes fazendeiros
ECONOMIA DO OESTE:
Mineração; Agricultura; Pecuária
Políticas e as intervenções na américa latina.
DOUTRINA MONROE 1823
BIG STICK EMENDA PLATT 1823
DESTINO MANIFESTO 1845
GOOD NEIGHBOR 1933
DOUTRINA TRUMAN 1947
 MACARTHISMO
CEPAL
OPA
Doutrina Monroe
Destino Manifesto: O sentimento de superioridade racial ,arraigado nos
colonizadores europeus das Treze Colônias, aliado à crescente industrialização
e busca por terras cultiváveis levaram norte americanos a uma "Marcha para o
Oeste", realizando um massacre contra índios nativos.
Posteriormente, já no século XX, a indústria de Hollywood produziu inúmeros
filmes retratando a época do expansionismo. Os filmes de faroeste, como são
conhecidos, procuram legitimar o assassínio de índios, retratando sempre uma
visão maniqueísta, na qual os nativos sempre são os 'bandidos', e os
colonizadores os 'mocinhos'.
- Doutrina Monroe: James Monroe, em 1823, posicionou-se contra a tentativa
expansionista euroéia na América. Proferiu a famosa frase: "América para os
americanos". Conseqüência dessa Doutrina, foi o Corolário Polk. Esse, consistia
na anexação de antigas áreas coloniais espanholas ao território norte-
americano. O governo se comprometia a apoiar colonos que desejassem
anexar territórios. Tais ações permitiram a incorporação do Texas e Novo
México aos EUA.
BIG Stick
• Política do Big Stick: Theodore
Roosevelt, em 1904, elaborou a
Política do Big Stick ('Grande
Porrete'). Consistiu na cooperação
entre países latino-americanos com
os EUA, por meio de ações severas.
Isso nos mostra a face imperialista
estadunidense. Fato marcante da
época foi a intervenção do governo
americano na construção do Canal
do Panamá.
Platt (1903)
Aprovado em 22 de maio de 1903, a Emenda Platt foi um
tratado entre os EUA e Cuba, que tentou proteger a
independência de Cuba da intervenção estrangeira. É
permitido o envolvimento dos EUA em Cuba extensa
assuntos nacionais e internacionais para a aplicação da
independência cubana. É proibido Cuba de fazer um
tratado que deu outro poder nação sobre os seus
negócios, entrar em dívida, ou parar os Estados Unidos de
impor um programa de saneamento na ilha.
Especificamente, o artigo III exigiu que o governo de Cuba
consentimento para a direita dos Estados Unidos de
intervir nos assuntos cubanos para “a preservação da
independência cubana, a manutenção de um governo
adequado à proteção da vida, propriedade e liberdade
individual, e para cumprimento das obrigações com
respeito a Cuba, imposto pelo Tratado de Paris sobre os
Estados Unidos, agora a ser assumido e realizado pelo
Governo de Cuba. “a Emenda Platt forneceu os termos
sob os quais os Estados Unidos intervieram nos assuntos
Good Neighbor Policy
Ler...
• http://www.aladi.org/nsfaladi/preguntasfre
cuentes.nsf/009c98144e0151fb03256ebe00
5e795d/963d1856659380d803256ed1005e
dc0c?OpenDocument
A ALADI foi criada com a assinatura do Tratado de Montevidéu 1980, em 12 de agosto de 1980.
• Por que foi criada?
Em 1960 foi assinado o primeiro Tratado de Montevidéu, estabelecendo a Associação Latino-Americana de Livre-Comércio (ALALC). Naquela
época, os países latino-americanos comercializavam principalmente com a Europa e os Estados Unidos.
• A Segunda Guerra Mundial e os anos do pós-guerra produziram mudanças favoráveis para a economia dos países da América Latina, pois seus
bens primários (carne, cacau, açúcar, etc.) encontraram mercados nas nações devastadas. Pouco tempo depois, os países europeus começaram
a reordenar suas economias e a impulsionar a recuperação de seus setores agrícola e industrial. Essa nova realidade incidiu negativamente nas
exportações latino-americanas.
• Os governos latino-americanos, em seu propósito de encontrar medidas de correção e impulsionados pelas exigências de criar fontes
alternativas de emprego para uma população com uma das taxas mais altas de crescimento (2,6%), iniciaram planos de industrialização para
atender as necessidades de abastecimento de bens de consumo duradouros e bens de capital. Esse objetivo, unido ao interesse de captar
maiores investimentos destinados ao desenvolvimento do parque industrial, tornava imperativa a ampliação dos pequenos mercados, de
maneira que caíssem os custos da produção em massa e aumentasse seu rendimento, permitindo melhores possibilidades de concorrência.
• Assim, em 1960 alcançou-se um acordo inicial entre sete países: Argentina, Brasil, Chile, México, Paraguai, Peru e Uruguai, que visava alcançar
uma maior integração econômica, por meio da ampliação do tamanho de seus mercados e da expansão de seu comércio recíproco.
Posteriormente, aderiram ao acordo a Colômbia, o Equador, a Bolívia e a Venezuela.
• Em 1980, os Governos desses onze países modificam o antigo tratado, decidem reafirmar a vontade política de fortalecer o processo de
integração e torná-lo mais flexível em sua aplicação, assinando o novo Tratado de Montevidéu (TM-80). Posteriormente, aderiram ao mesmo
Cuba e Panamá.
A Associação Latino-Americana de Integração (ALADI) é um organismo intergovernamental que,
continuando com o processo iniciado pela Associação Latino-Americana de Livre Comércio (ALALC) em
1960, promove a expansão da integração da região, com vistas a garantir seu desenvolvimento econômico e
social e tendo como meta final a criação de um mercado comum latino-americano.
• o Mercosul sempre foi mais
configurado apenas como uma Zona
de Livre Comércio e também uma
União Aduaneira, porque os
interesses historicamente estiveram
mais centrados na livre circulação de
bens, e o bloco não chegou a se
constituir como um Mercado Comum
efetivamente.
Os zapatistas queriam chamar a atenção do mundo para as três
principais reivindicações do movimento:
1. O fim da marginalização dos indígenas locais, descendentes dos
maias;
2. A extinção do NAFTA, o tratado de livre comércio entre México,
Estados Unidos e Canadá, visto por eles como exemplo de submissão ao
poder americano;
3. Combater a corrupção na política local.
Geopolítica da América Latina .
Geopolítica da América Latina .
Geopolítica da América Latina .
Geopolítica da América Latina .
Geopolítica da América Latina .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O continente americano completo
O continente americano  completoO continente americano  completo
O continente americano completo
Camila Brito
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
Josi Zanette do Canto
 
Regionalização do continente africano
Regionalização do continente africanoRegionalização do continente africano
Regionalização do continente africano
Abner de Paula
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
Prof.Paulo/geografia
 
África
ÁfricaÁfrica
ÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIAL
ÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIALÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIAL
ÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIAL
Gustavo Silva de Souza
 
Africa Quadro Natural
Africa   Quadro NaturalAfrica   Quadro Natural
Africa Quadro Natural
Luciano Pessanha
 
ORIENTE MÉDIO.
ORIENTE MÉDIO.ORIENTE MÉDIO.
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Professor
 
China
ChinaChina
Geografia continente europeu
Geografia   continente europeuGeografia   continente europeu
Geografia continente europeu
André Luiz Marques
 
Europa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturaisEuropa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturais
Professor
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticosTigres asiáticos
Tigres asiáticos
Prof.Paulo/geografia
 
Conflitos mundiais
Conflitos mundiaisConflitos mundiais
Conflitos mundiais
karolpoa
 
A nova china
A nova chinaA nova china
A nova china
Professor
 
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos InternacionaisAula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
ProfMario De Mori
 
ÍNDIA
ÍNDIAÍNDIA
ÍNDIA
Manu Costa
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
Cléber Figueiredo Beda de Ávila
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
guiodrumond
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticos  Tigres asiáticos
Tigres asiáticos
Camila Brito
 

Mais procurados (20)

O continente americano completo
O continente americano  completoO continente americano  completo
O continente americano completo
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
 
Regionalização do continente africano
Regionalização do continente africanoRegionalização do continente africano
Regionalização do continente africano
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
 
África
ÁfricaÁfrica
África
 
ÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIAL
ÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIALÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIAL
ÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIAL
 
Africa Quadro Natural
Africa   Quadro NaturalAfrica   Quadro Natural
Africa Quadro Natural
 
ORIENTE MÉDIO.
ORIENTE MÉDIO.ORIENTE MÉDIO.
ORIENTE MÉDIO.
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
 
China
ChinaChina
China
 
Geografia continente europeu
Geografia   continente europeuGeografia   continente europeu
Geografia continente europeu
 
Europa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturaisEuropa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturais
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticosTigres asiáticos
Tigres asiáticos
 
Conflitos mundiais
Conflitos mundiaisConflitos mundiais
Conflitos mundiais
 
A nova china
A nova chinaA nova china
A nova china
 
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos InternacionaisAula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
 
ÍNDIA
ÍNDIAÍNDIA
ÍNDIA
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticos  Tigres asiáticos
Tigres asiáticos
 

Semelhante a Geopolítica da América Latina .

AMÉRICA.pdf
AMÉRICA.pdfAMÉRICA.pdf
AMÉRICA.pdf
Henrique Pontes
 
América século xix
América século xixAmérica século xix
América século xix
ProfessoresColeguium
 
Eua xix - 2012
Eua   xix -  2012Eua   xix -  2012
Eua xix - 2012
ProfessoresColeguium
 
Historiadaamerica2185200917911
Historiadaamerica2185200917911Historiadaamerica2185200917911
Historiadaamerica2185200917911
fioravanti_silvia
 
Eua
EuaEua
Geografia e Economia dos Estados Unidos
Geografia e Economia dos Estados UnidosGeografia e Economia dos Estados Unidos
Geografia e Economia dos Estados Unidos
Eder Liborio
 
Movimentoscoloniais
MovimentoscoloniaisMovimentoscoloniais
Movimentoscoloniais
Gean Bonatto
 
II-TRIMESTRE-GEOGRAFIA-AMERICA-CENTRAL-1ª-SÉRIE-EM-PROFº-CHICO-NOGUEIRA (1).pdf
II-TRIMESTRE-GEOGRAFIA-AMERICA-CENTRAL-1ª-SÉRIE-EM-PROFº-CHICO-NOGUEIRA (1).pdfII-TRIMESTRE-GEOGRAFIA-AMERICA-CENTRAL-1ª-SÉRIE-EM-PROFº-CHICO-NOGUEIRA (1).pdf
II-TRIMESTRE-GEOGRAFIA-AMERICA-CENTRAL-1ª-SÉRIE-EM-PROFº-CHICO-NOGUEIRA (1).pdf
KduDourado
 
História da morte prematura
História da morte prematuraHistória da morte prematura
História da morte prematura
Emanuelle Santiago
 
Industrialização dos Estados Unidos
Industrialização dos Estados Unidos Industrialização dos Estados Unidos
Industrialização dos Estados Unidos
Weslei Ferraz
 
Continente américano e México
Continente américano e MéxicoContinente américano e México
Continente américano e México
williandadalto
 
Aula 13 e.u.a. nos séculos xviii e xix
Aula 13   e.u.a. nos séculos xviii e xixAula 13   e.u.a. nos séculos xviii e xix
Aula 13 e.u.a. nos séculos xviii e xix
Jonatas Carlos
 
Revisão de história 2º ano 2º bimestre
Revisão de história 2º ano 2º bimestreRevisão de história 2º ano 2º bimestre
Revisão de história 2º ano 2º bimestre
eunamahcado
 
Slide america latina
Slide america latinaSlide america latina
Slide america latina
VIVIDANTAS23
 
Revolução Liberal Americana
Revolução Liberal AmericanaRevolução Liberal Americana
Revolução Liberal Americana
tomas-soares-oliveira
 
Materiaaa
MateriaaaMateriaaa
Materiaaa
takahico
 
ALCA - Área de Livre Comércio das Américas
ALCA - Área de Livre Comércio das AméricasALCA - Área de Livre Comércio das Américas
ALCA - Área de Livre Comércio das Américas
Fábio Luz
 
A América Anglo Saxônica - grupo 8.
A América Anglo Saxônica - grupo 8.A América Anglo Saxônica - grupo 8.
A América Anglo Saxônica - grupo 8.
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO
 
América latina def
América latina defAmérica latina def
América latina def
Rosemildo Lima
 
Aula 2 - GEOGRAFIA - ENSINO MÉDIO
Aula 2  - GEOGRAFIA - ENSINO MÉDIOAula 2  - GEOGRAFIA - ENSINO MÉDIO
Aula 2 - GEOGRAFIA - ENSINO MÉDIO
Walney M.F
 

Semelhante a Geopolítica da América Latina . (20)

AMÉRICA.pdf
AMÉRICA.pdfAMÉRICA.pdf
AMÉRICA.pdf
 
América século xix
América século xixAmérica século xix
América século xix
 
Eua xix - 2012
Eua   xix -  2012Eua   xix -  2012
Eua xix - 2012
 
Historiadaamerica2185200917911
Historiadaamerica2185200917911Historiadaamerica2185200917911
Historiadaamerica2185200917911
 
Eua
EuaEua
Eua
 
Geografia e Economia dos Estados Unidos
Geografia e Economia dos Estados UnidosGeografia e Economia dos Estados Unidos
Geografia e Economia dos Estados Unidos
 
Movimentoscoloniais
MovimentoscoloniaisMovimentoscoloniais
Movimentoscoloniais
 
II-TRIMESTRE-GEOGRAFIA-AMERICA-CENTRAL-1ª-SÉRIE-EM-PROFº-CHICO-NOGUEIRA (1).pdf
II-TRIMESTRE-GEOGRAFIA-AMERICA-CENTRAL-1ª-SÉRIE-EM-PROFº-CHICO-NOGUEIRA (1).pdfII-TRIMESTRE-GEOGRAFIA-AMERICA-CENTRAL-1ª-SÉRIE-EM-PROFº-CHICO-NOGUEIRA (1).pdf
II-TRIMESTRE-GEOGRAFIA-AMERICA-CENTRAL-1ª-SÉRIE-EM-PROFº-CHICO-NOGUEIRA (1).pdf
 
História da morte prematura
História da morte prematuraHistória da morte prematura
História da morte prematura
 
Industrialização dos Estados Unidos
Industrialização dos Estados Unidos Industrialização dos Estados Unidos
Industrialização dos Estados Unidos
 
Continente américano e México
Continente américano e MéxicoContinente américano e México
Continente américano e México
 
Aula 13 e.u.a. nos séculos xviii e xix
Aula 13   e.u.a. nos séculos xviii e xixAula 13   e.u.a. nos séculos xviii e xix
Aula 13 e.u.a. nos séculos xviii e xix
 
Revisão de história 2º ano 2º bimestre
Revisão de história 2º ano 2º bimestreRevisão de história 2º ano 2º bimestre
Revisão de história 2º ano 2º bimestre
 
Slide america latina
Slide america latinaSlide america latina
Slide america latina
 
Revolução Liberal Americana
Revolução Liberal AmericanaRevolução Liberal Americana
Revolução Liberal Americana
 
Materiaaa
MateriaaaMateriaaa
Materiaaa
 
ALCA - Área de Livre Comércio das Américas
ALCA - Área de Livre Comércio das AméricasALCA - Área de Livre Comércio das Américas
ALCA - Área de Livre Comércio das Américas
 
A América Anglo Saxônica - grupo 8.
A América Anglo Saxônica - grupo 8.A América Anglo Saxônica - grupo 8.
A América Anglo Saxônica - grupo 8.
 
América latina def
América latina defAmérica latina def
América latina def
 
Aula 2 - GEOGRAFIA - ENSINO MÉDIO
Aula 2  - GEOGRAFIA - ENSINO MÉDIOAula 2  - GEOGRAFIA - ENSINO MÉDIO
Aula 2 - GEOGRAFIA - ENSINO MÉDIO
 

Mais de Camila Brito

Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Metodologias Ativas
Camila Brito
 
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Camila Brito
 
Kahoot presentation (1)
Kahoot presentation (1)Kahoot presentation (1)
Kahoot presentation (1)
Camila Brito
 
Exemplo de Curriculo para professor.
Exemplo de Curriculo para professor.Exemplo de Curriculo para professor.
Exemplo de Curriculo para professor.
Camila Brito
 
Flipped classroom online
Flipped classroom onlineFlipped classroom online
Flipped classroom online
Camila Brito
 
Innovation for Learning - Griffith College
Innovation for Learning - Griffith CollegeInnovation for Learning - Griffith College
Innovation for Learning - Griffith College
Camila Brito
 
Aula Filosofia Contemporânea.
Aula Filosofia Contemporânea.Aula Filosofia Contemporânea.
Aula Filosofia Contemporânea.
Camila Brito
 
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Camila Brito
 
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Camila Brito
 
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Camila Brito
 
Guia de estudos 9ano
Guia de estudos 9ano Guia de estudos 9ano
Guia de estudos 9ano
Camila Brito
 
Guia de estudos 8 ano
Guia de estudos 8 ano Guia de estudos 8 ano
Guia de estudos 8 ano
Camila Brito
 
Geologia geral e do Brasil
Geologia geral e do BrasilGeologia geral e do Brasil
Geologia geral e do Brasil
Camila Brito
 
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
Camila Brito
 
Conhecimento platônico
Conhecimento platônico Conhecimento platônico
Conhecimento platônico
Camila Brito
 
Filosofia resumo
Filosofia resumoFilosofia resumo
Filosofia resumo
Camila Brito
 
Aula
Aula Aula
Guia de estudo para prova oficial 7ano
Guia de estudo para prova oficial 7anoGuia de estudo para prova oficial 7ano
Guia de estudo para prova oficial 7ano
Camila Brito
 
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Camila Brito
 
Exercicios geografia geral_cartografia
Exercicios geografia geral_cartografiaExercicios geografia geral_cartografia
Exercicios geografia geral_cartografia
Camila Brito
 

Mais de Camila Brito (20)

Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Metodologias Ativas
 
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
 
Kahoot presentation (1)
Kahoot presentation (1)Kahoot presentation (1)
Kahoot presentation (1)
 
Exemplo de Curriculo para professor.
Exemplo de Curriculo para professor.Exemplo de Curriculo para professor.
Exemplo de Curriculo para professor.
 
Flipped classroom online
Flipped classroom onlineFlipped classroom online
Flipped classroom online
 
Innovation for Learning - Griffith College
Innovation for Learning - Griffith CollegeInnovation for Learning - Griffith College
Innovation for Learning - Griffith College
 
Aula Filosofia Contemporânea.
Aula Filosofia Contemporânea.Aula Filosofia Contemporânea.
Aula Filosofia Contemporânea.
 
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
 
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
 
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
 
Guia de estudos 9ano
Guia de estudos 9ano Guia de estudos 9ano
Guia de estudos 9ano
 
Guia de estudos 8 ano
Guia de estudos 8 ano Guia de estudos 8 ano
Guia de estudos 8 ano
 
Geologia geral e do Brasil
Geologia geral e do BrasilGeologia geral e do Brasil
Geologia geral e do Brasil
 
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
 
Conhecimento platônico
Conhecimento platônico Conhecimento platônico
Conhecimento platônico
 
Filosofia resumo
Filosofia resumoFilosofia resumo
Filosofia resumo
 
Aula
Aula Aula
Aula
 
Guia de estudo para prova oficial 7ano
Guia de estudo para prova oficial 7anoGuia de estudo para prova oficial 7ano
Guia de estudo para prova oficial 7ano
 
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
 
Exercicios geografia geral_cartografia
Exercicios geografia geral_cartografiaExercicios geografia geral_cartografia
Exercicios geografia geral_cartografia
 

Último

Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 

Último (20)

Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
 

Geopolítica da América Latina .

  • 1. GEOPOLÍTICA DA AMÉRICA LATINA GEOGRAFIA 02 LIVRO 02
  • 2. LEMBRAR México Am. Norte e início da América Latina. PROBLEMAS NÃO SÃO CRÔNICOS MAS FRUTOS DA HISTÓRIA E DA APROPRIAÇÃO DO AMBIENTE. GENOCÍDIO E ETNOCÍDIO
  • 3. O Continente americano ao longo dos séculos PÁGINA 30 GEOGRAFIA 02.
  • 4.
  • 5. ECONOMIA DO NORTE: Melhor desenvolvida em termos industriais -Mecânicas para aumentar a produção; -Construções de canais; - Barcos a vapor; -Estradas de Ferro; A agricultura e a pecuária expandiu-se para o Noroeste -Trigo, milho, uvas; -Gado, carneiros e suínos Vendiam para outras regiões em troca de manufatura. Classes Sociais do Norte: Não havia escravos Trabalhadores livres (imigrantes) -Trabalhavam em oficinas construções civis, estradas de ferro e canais; No campo eram os jornaleiros Classe média mais numerosa -No campo: Trabalho familiar; Encontra-se o maior número de pessoas nessa classe -Nas cidades: Artesãos, mecânicos, advogados, médicos, professores, funcionários públicos e jornalistas. Classe alta -Pessoas q acumulavam com o comercio de importação e exportação e atividades bancárias ECONOMIA DO SUL: Agricultura -Algodão; -Arroz; -Milho; -Trigo; Pequenas manufaturas Artesanato Classes Sociais do Sul: Escravos Pequenos lavradores Grandes fazendeiros ECONOMIA DO OESTE: Mineração; Agricultura; Pecuária
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13. Políticas e as intervenções na américa latina. DOUTRINA MONROE 1823 BIG STICK EMENDA PLATT 1823 DESTINO MANIFESTO 1845 GOOD NEIGHBOR 1933 DOUTRINA TRUMAN 1947  MACARTHISMO CEPAL OPA
  • 14. Doutrina Monroe Destino Manifesto: O sentimento de superioridade racial ,arraigado nos colonizadores europeus das Treze Colônias, aliado à crescente industrialização e busca por terras cultiváveis levaram norte americanos a uma "Marcha para o Oeste", realizando um massacre contra índios nativos. Posteriormente, já no século XX, a indústria de Hollywood produziu inúmeros filmes retratando a época do expansionismo. Os filmes de faroeste, como são conhecidos, procuram legitimar o assassínio de índios, retratando sempre uma visão maniqueísta, na qual os nativos sempre são os 'bandidos', e os colonizadores os 'mocinhos'. - Doutrina Monroe: James Monroe, em 1823, posicionou-se contra a tentativa expansionista euroéia na América. Proferiu a famosa frase: "América para os americanos". Conseqüência dessa Doutrina, foi o Corolário Polk. Esse, consistia na anexação de antigas áreas coloniais espanholas ao território norte- americano. O governo se comprometia a apoiar colonos que desejassem anexar territórios. Tais ações permitiram a incorporação do Texas e Novo México aos EUA.
  • 15. BIG Stick • Política do Big Stick: Theodore Roosevelt, em 1904, elaborou a Política do Big Stick ('Grande Porrete'). Consistiu na cooperação entre países latino-americanos com os EUA, por meio de ações severas. Isso nos mostra a face imperialista estadunidense. Fato marcante da época foi a intervenção do governo americano na construção do Canal do Panamá.
  • 16. Platt (1903) Aprovado em 22 de maio de 1903, a Emenda Platt foi um tratado entre os EUA e Cuba, que tentou proteger a independência de Cuba da intervenção estrangeira. É permitido o envolvimento dos EUA em Cuba extensa assuntos nacionais e internacionais para a aplicação da independência cubana. É proibido Cuba de fazer um tratado que deu outro poder nação sobre os seus negócios, entrar em dívida, ou parar os Estados Unidos de impor um programa de saneamento na ilha. Especificamente, o artigo III exigiu que o governo de Cuba consentimento para a direita dos Estados Unidos de intervir nos assuntos cubanos para “a preservação da independência cubana, a manutenção de um governo adequado à proteção da vida, propriedade e liberdade individual, e para cumprimento das obrigações com respeito a Cuba, imposto pelo Tratado de Paris sobre os Estados Unidos, agora a ser assumido e realizado pelo Governo de Cuba. “a Emenda Platt forneceu os termos sob os quais os Estados Unidos intervieram nos assuntos
  • 18.
  • 20. A ALADI foi criada com a assinatura do Tratado de Montevidéu 1980, em 12 de agosto de 1980. • Por que foi criada? Em 1960 foi assinado o primeiro Tratado de Montevidéu, estabelecendo a Associação Latino-Americana de Livre-Comércio (ALALC). Naquela época, os países latino-americanos comercializavam principalmente com a Europa e os Estados Unidos. • A Segunda Guerra Mundial e os anos do pós-guerra produziram mudanças favoráveis para a economia dos países da América Latina, pois seus bens primários (carne, cacau, açúcar, etc.) encontraram mercados nas nações devastadas. Pouco tempo depois, os países europeus começaram a reordenar suas economias e a impulsionar a recuperação de seus setores agrícola e industrial. Essa nova realidade incidiu negativamente nas exportações latino-americanas. • Os governos latino-americanos, em seu propósito de encontrar medidas de correção e impulsionados pelas exigências de criar fontes alternativas de emprego para uma população com uma das taxas mais altas de crescimento (2,6%), iniciaram planos de industrialização para atender as necessidades de abastecimento de bens de consumo duradouros e bens de capital. Esse objetivo, unido ao interesse de captar maiores investimentos destinados ao desenvolvimento do parque industrial, tornava imperativa a ampliação dos pequenos mercados, de maneira que caíssem os custos da produção em massa e aumentasse seu rendimento, permitindo melhores possibilidades de concorrência. • Assim, em 1960 alcançou-se um acordo inicial entre sete países: Argentina, Brasil, Chile, México, Paraguai, Peru e Uruguai, que visava alcançar uma maior integração econômica, por meio da ampliação do tamanho de seus mercados e da expansão de seu comércio recíproco. Posteriormente, aderiram ao acordo a Colômbia, o Equador, a Bolívia e a Venezuela. • Em 1980, os Governos desses onze países modificam o antigo tratado, decidem reafirmar a vontade política de fortalecer o processo de integração e torná-lo mais flexível em sua aplicação, assinando o novo Tratado de Montevidéu (TM-80). Posteriormente, aderiram ao mesmo Cuba e Panamá. A Associação Latino-Americana de Integração (ALADI) é um organismo intergovernamental que, continuando com o processo iniciado pela Associação Latino-Americana de Livre Comércio (ALALC) em 1960, promove a expansão da integração da região, com vistas a garantir seu desenvolvimento econômico e social e tendo como meta final a criação de um mercado comum latino-americano.
  • 21. • o Mercosul sempre foi mais configurado apenas como uma Zona de Livre Comércio e também uma União Aduaneira, porque os interesses historicamente estiveram mais centrados na livre circulação de bens, e o bloco não chegou a se constituir como um Mercado Comum efetivamente.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29. Os zapatistas queriam chamar a atenção do mundo para as três principais reivindicações do movimento: 1. O fim da marginalização dos indígenas locais, descendentes dos maias; 2. A extinção do NAFTA, o tratado de livre comércio entre México, Estados Unidos e Canadá, visto por eles como exemplo de submissão ao poder americano; 3. Combater a corrupção na política local.