SlideShare uma empresa Scribd logo
Seja você a vítima ou a
testemunha do bullying,
existem muitas coisas que
pode fazer para detê-lo.
Mas a melhor coisa é NÃO
Implicância, discrimina-
ção e agressões verbais
e físicas são formas de
violência chamada bul-
lying , palavra do inglês
que pode ser traduzida
como “intimidar” ou
"amedrontar” .
Sua principal característica
é que a agressão ( físi-
ca ,moral ou material ) é
sempre intencional e repe-
tida várias vezes sem uma
motivação específica. Na
escola ,isso é mais fre-
quente do que desejado .
Atualmente ,a tecnologia
deu nova cara ao proble-
ma. E-mails ameaçado-
res ,mensagens negativas
em sites de relacionamen-
to e torpedos com fotos e
textos constrangedores
para a vitima foram batiza-
dos de cyberbullying.
As pessoas que testemu-
nham o bullying, na sua
maioria, se calam em ra-
zão de temerem ser as
próximas vítimas do agres-
sor.
As crianças ou adolescen-
tes que sofrem esse tipo
de agressão podem tornar-
se adultos com sentimen-
tos negativos e baixa auto-
estima. Em casos extre-
mos , a vítima poderá ten-
tar ou cometer suicídio.
Reconhecer os sinais ,fazer
um diagnóstico ,falar com
os envolvidos e encami-
nhar o caso a outras ins-
tâncias são algumas das
providências a serem to-
madas em casos de bul-
lying.
Bullying : Isso não tem graça nenhuma!
Editorial
Já faz tempo que a EMEF
“Pedro Américo” neces-
sita de mais um canal de
comunicação . É com gran-
de entusiasmo que lança-
mos a 1º edição do nosso
jornal escolar. Fala Galera!
é um espaço em que o
protagonismo juvenil im-
pera. Por meio de leituras,
resumos , pesquisas , en-
trevistas , orientações ,
discursos e conversas diri-
gidas conseguimos finali-
zar nosso trabalho.
Se você, leitor, tiver algu-
ma duvida, sugestão ou
informação relevante, nos
envie um e-mail :
emefpedroamerico2013@gmail.com
Fala Galera !
Trabalhos desen-
volvidos no posto
de saúde Vila
Ramos:
Caminhada—2ª, 4ª
e 6ª às 8:00h
Coral—2ª às 10:45h
Terapia Comunitá-
ria—
Quinzenalmente às
4ª às 14:00h
Ginástica—3ª e 5ª
às 9:00h
Resgate feminino—
5ª às 15:30h
Exame Papanicolau
– 2ª à 6ª a partir
das 8:00h
- 3ª a partir das
9:00h
EMEF Pedro AméricoMaio de 2013 Ano 01, edição 01
Nesta edição:
Entrevista 2
Dicas de moda e
beleza
2
Dicas de saúde 2
Cultura 3
Esportes 3
Dicas de Games 3
Passatempo e
humor
4
Aequipe do Fala Galera
entrevistou a diretora da
nossa escola, senhora Ana
Maria Pinheiro Scabello, para
saber quais os principais pro-
blemas da nossa escola e
como podemos ajudar a resol-
vê-los.
FG.: Quais os principais pro-
blemas que nossa escola en-
frenta atualmente?
Diretora: Ausência de diálogo
e união para construirmos
normas de conduta que sejam
seguidas por todos.
F.G.: De que maneira pode-
mos ter uma escola melhor?
Diretora: Com a união de to-
dos, criando o Grêmio estu-
dantil e com um conjunto de
normas de conduta criado
entre os alunos, professores,
gestores e comunidade.
A escola tem melhorado ao
longo dos anos, falta a valori-
zação dos materiais e unifor-
me recebidos, por exemplo.
Muitos alunos destroem o
material, não trazem para a
escola e não usam o unifor-
me.
A escola pode melhorar mais
à medida que os alunos en-
tenderem que a escola tam-
bém pertence a eles, que na-
da que recebem é de graça,
as verbas para compra de
livros, materiais e uniformes
vem dos impostos que os pais
pagam.
F.G. Como os alunos e familia-
res podem contribuir para a
melhoria da escola?
Diretora: Começa com uma
discussão entre nós para en-
tender qual a escola que que-
remos; o que está impedindo
a melhoria da qualidade do
ensino? A responsabilidade é
de todos, cada um precisa
fazer sua parte. A criação de
regras deve ser acordada, não
adianta vir de cima para baixo.
O momento na nossa escola é
de sentar e dialogar sobre
como podemos contribuir para
a melhoria da escola. Somen-
te unindo os esforços de todos
levar isso como desculpa para
encher a pança ou beliscar
tranqueira o tempo todo. Entre
as refeições, fique com uma
fruta, um iogurte ou uma barri-
nha de cereal.
1. Não pule o café da manhã.
Estudos mostram que quem
come bem no café tem mais
facilidade de manter a linha
durante o dia. Além de contro-
lar a fome, um café da manhã
saudável induz uma alimenta-
ção saudável ao longo do dia.
2.Coma a cada 3 horas
Funciona assim: se o seu cor-
po recebe energia continua-
mente, fica sempre trabalhan-
do, acelerado. Só não vale
Fala Galera! Entrevista
SAÚDE: Três dicas para emagrecer com saúde
Dicas de beleza e moda: Como disfarçar
4 - Espalhe o corretivo com
um pincel específico
(achatado, fino e menor que o
de base) ou com a ponta de
um dedo, dando pequenas
batidinhas, bem leves, até o
canto externo do olho.
5 - Passe mais um pouco de
corretivo no centro da olheira
e espalhe até a extremidade,
para cobrir bem toda a região
e deixar a pele com uma cor
uniforme.
6 – Termine aplicando um
pouquinho (bem pouco mes-
mo!) de pó compacto em todo
o rosto. Use um pincel mais
largo e arredondado e faça
movimentos de vaivém para
que a camada fique bem fina.
Fonte:
www.capricho.abril.com.br
Passo a passo no disfarce:
1 - Coloque um pouco de base
líquida nas costas da mão.
2 - Use um pincel para base
(que deve ser fino e chato)
para passar uma fina camada
do produto por todo o rosto.
3 – A hora do corretivo: para
não errar na dose, coloque
alguns pontinhos do produto
sobre as olheiras.
Página 2Fala Galera !
Participe dos
projetos da
nossa escola:
XADREZ
VOLEI
CAPOEIRA
FUTEBOL
DANÇA
RECUPERAÇÃO
PARALELA
3. Faça trocas inteligentes. Você
não precisa dispensar a pizzaria
e virar uma chata só porque está
de dieta. É só fazer bem as suas
escolhas: assado é sempre me-
lhor que frito, molho de tomate é
sempre melhor que molho bran-
co, pizza com verduras e massa
fina é bem melhor que
queijos com massa grossa
e assim por diante. Dá pra
ser feliz, vá por mim!
Fonte:
www.cyberdiet.terra.com.br
Educação não trans-
forma o mundo.
Educação muda pes-
soas.
Pessoas transfor-
mam o mundo.
“Paulo Freire”
Uma alimentação
balanceada ajuda na
manutenção do peso.
teremos a escola que quere-
mos.
Quem nunca ouvir falar da
história do Sítio do Pica-
pau Amarelo e seus persona-
gens Pedrinho, Narizinho,
Emília – a boneca de pano, Tia
Nastácia, Tio Barnabé, Dona
Benta, Visconde de Sabugosa,
Rabicó – o porquinho, a Cuca,
além dos personagens folclóri-
cos como Saci Pererê, Mino-
tauro e vários outros que apa-
reciam conforme o enredo das
histórias?
Esse clássico da Literatura
infanto-juvenil foi escrito por
Monteiro Lobato e teve seu
lançamento em dezembro de
1920, com a publicação dos
primeiros fascículos, O Saci,
Narizinho Arrebitado e Fábulas
de Narizinho.
José Bento Monteiro Lobato
nasceu em 18 de abril, em
Taubaté, no interior de São
Paulo. Em razão da grandiosi-
dade de sua obra, o livro in-
fantil ganhou uma data para
incentivar as crianças a gosta-
rem de ler e a manter contato
com obras de qualidade. A
data foi escolhida por ser ani-
versário de Monteiro Lobato, o
maior escritor brasileiro de
livros infantis. Monteiro Lo-
bato – autor do Sítio do Pica-
pau Amarelo A adaptação da
obra tornou-se um marco da
televisão brasileira, no ano de
1952, apresentava outra for-
ma de cultura e diversão para
as crianças, além de levar
histórias de qualidade para as
que não tinham acesso aos
livros.
Após anos de dedicação à
Academia Brasileira de Letras
e à autoria de vários livros,
Monteiro Lobato morreu aos
66 anos, deixando-nos a prin-
cipal obra da literatura infantil
brasileira.
Fala Galera! Recomenda os
clássicos “Reinações de Nari-
zinho” e “Caçadas de Pedri-
nho” , que narram as aventu-
ras da turma do sítio.
algumas dicas, conseguirá
fazer tudo o que quiser.
A primeira e talvez a mais
importante dica é: solte a ima-
ginação.
Os jogadores do modo
“Sobrevivência”, por não te-
rem tantos recursos disponí-
veis de início, geralmente co-
meçam o jogo construindo a
sua casinha quadrada e sem
muitos atrativos..
OMinecraft é um jogo de
mundo aberto no estilo
“sandbox”, que permite ao
jogador inúmeras possibilida-
des de aventuras, objetivos e,
principalmente, de constru-
ções. Neste universo o usuário
é capaz de criar praticamente
qualquer coisa que imaginar.
Inicialmente, o usuário pode
ter algumas dificuldades para
criar prédios mais complexos,
mas, com tempo de prática e
Cultura: Dia nacional do livro infantil
Games: Minecraft
Esportes : Copa das confederações 2013
campeões continentais, além
do Brasil, país-sede.
A bola oficial do torneio foi
apresentada pelo ex-jogador
brasileiro Cafu no dia do sor-
teio dos grupos. Fabricada
pela Adidas, ela terá o nome
de "Cafusa", que representa a
expressão "cafuzo", usada
para designar no Brasil os
indivíduos que nasceram da
miscigenação entre índios e
negros.
Também foi composta de uma
mistura de três palavras que
representam nosso país: car-
naval, futebol e samba.
Fonte: www.wikpedia.com.br
ACopa das Confedera-
ções de 2013 será a
nona edição da competição
realizada a cada quatro anos
pela Federação Internacional
de Futebol ,FIFA.
Será realizada no Brasil entre
15 e 30 de junho e servirá
como teste para realização da
Copa do Mundo de 2014.
Terá a participação de oito
equipes: a campeã da Copa
do Mundo de 2010, os seis
Ano 01, edição 01 Página 3
Ao construir um simples lar
personalizado é preciso
pensar primeiro na porta.
Se ela for única, o local
precisará ter um número
ímpar de blocos (15×15,
por exemplo), para que a
porta fique centralizada
caso queira portas duplas,
é necessário usar números
pares (20×20), funcionan-
do da mesma forma.
Para fazer o telhado, as
escadas são ótimas alternati-
vas. Quando dispostas da
maneira certa, elas formam
um telhadinho semelhante
aos das casas de telhas re-
ais.
Cafú apresenta a bola
“ Cafusa”
Passatempo
Sudoku
Humor
Joaozinho foi até a mãe e disse:
- Mãe, eu quero 1 real pra dar para uma senho-
rinha lá da praça!
- Claro meu filho! E para qual velhinha você vai
dar o dinheiro?
- Para aquela que esta gritando : Olha a pipoca quenti-
nha !
VITÓRIA EMANUELLE PEREIRA
SOARES
JENIFFER CRISTINA LOPES RIBEIRO
RODRIGO FIORELLI
YESENIA MAGDIEL PAMURI SALAS
JONAS CARLOS DE ANDRADE
CHARLES
DHESSYCA RODRIGUES MEIRA
KESSI YOHANA DE SOUZA
DAYANA PRINCI PAMURI SALAS
ELIZABETH AZEVEDO NASCIMENTO
MARIA ALET GUTIERREZ MAMANI
ELISEU BORGES DA SILVA
JOSÉ RENATO SILVA SANTOS
REBECCA REIS DO NASCIMENTO
ARIANE COSTA VIEIRA
DANILO BARBOSA X. SILVA
DANIEL SANTOS SILVA
LILIAN RAYANE UMA LACERDA
DEBORA GABRIELLY LEIDE SANTANA
MATHEUS ANDRADE FERNANDES
MATHEUS SANTOS R. RAMOS
CAUÃ NUNES PEREIRA
HELEN BEATRIZ CAMARGO DA SILVA
IZABELLE DOS SANTOS SILVA
IAGO LOTURCO
JANDIRA STEPHANIE ROJAS TOLA
KAIKE CAMURÇA
ALEX RAFAEL JESUS DA SILVA
SUELY MICHELY
DANIEL RAFAH M. A. DA SILVA
GUILHERME ELIAS MISAEL
DIDIA ALEYDA PUSARICO
JHOSELIN DANIELA PAMURI SALAS
MARIANA FERES FERREIRA
ISABELLE PARRAS RIBEIRO
JULIANA PINHEIRO DE OLIVEIRA
VANESSA DE OLIVEIRA
NAYANE LOPES
ADEVANILDO MATOS ALCANTARA
JHAZARET GARCIA GISBERT
NAYANE LOPES DOS S. OLIVEIRA
LUAN PINHO
LUCAS VITORINO
MARCOS VINÍCIUS
NATÁLIA CRISTINA
ROBERT DOS SANTOS
SARAH TAMARA
TAÍS LOPES
VALÉRIA VITÓRIA
VITÓRIA SILVA
JAQUELINE RODRIGUES
POLIANA BRAZ
LARISSA DA SILVA
YASMIN FERREIRA
GIOVANNA KARIELLE
GABRIEL HENRIQUE
AGATHA KESLEY
BRUNA CRISTINA
FERNANDA MIRELI
ELIZAMA AZEVEDO
GABRIELLE DE SOUZA
JEYSIANE DOS SANTOS
LIDIANE MARIA
LÍVIA QUISPE
NAELLY PUSARICO
YESENIA MAGDIEL
SUANE SUELEN
DAYANA PAMURI
VITÓRIA EMANUELLE
RAINARA DA SILVA
PROFESSORAS:
ANELÍ BUCK SIMÃO
CAMILA PEREIRA ANDRADE
CLAUDIA MEIRELLES
FERNANDA VALÉRIA DOS S. MOTA
Equipe Fala Galera!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revista d mais_midia_kit2016
Revista d mais_midia_kit2016Revista d mais_midia_kit2016
Revista d mais_midia_kit2016
manoelcca
 
Zong 3ª Edição
Zong 3ª EdiçãoZong 3ª Edição
Zong 3ª Edição
revistazong
 
Vila Flores - Clipping 2015
Vila Flores - Clipping 2015Vila Flores - Clipping 2015
Vila Flores - Clipping 2015
vilaflores
 
8 jeitos criancas
8 jeitos criancas8 jeitos criancas
8 jeitos criancas
Vanessa Reis
 
De olho na cultura
De olho na culturaDe olho na cultura
De olho na cultura
Rosangela Nascimento
 
Jor maiopinotti
Jor maiopinottiJor maiopinotti
Jor maiopinotti
Marioregut
 
Jornal firmino informa - 3ª edição
Jornal   firmino informa - 3ª ediçãoJornal   firmino informa - 3ª edição
Jornal firmino informa - 3ª edição
firmino8serie
 
1.ano aluno 2.0.1.3.
1.ano aluno 2.0.1.3.1.ano aluno 2.0.1.3.
1.ano aluno 2.0.1.3.
maria Dias
 
Deixa eu falar
Deixa eu falarDeixa eu falar
Deixa eu falar
Claudinéia Barbosa
 
Diversidade livro - educação em diálogos com a diversidade
Diversidade   livro - educação em diálogos com a diversidadeDiversidade   livro - educação em diálogos com a diversidade
Diversidade livro - educação em diálogos com a diversidade
Elizete Santos
 
História da educação do negro e outras histórias
História da educação do negro e outras históriasHistória da educação do negro e outras histórias
História da educação do negro e outras histórias
André Santos Luigi
 
Dia-a-Dia da Educação - Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-Dia da Educação - Revista da Escola Estadual Francisco PriscoDia-a-Dia da Educação - Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-Dia da Educação - Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
silviaczanella
 
Saberes E Sabores Filosoficos 1 M4
Saberes E Sabores Filosoficos 1 M4Saberes E Sabores Filosoficos 1 M4
Saberes E Sabores Filosoficos 1 M4
Lúcia Dantas
 

Mais procurados (13)

Revista d mais_midia_kit2016
Revista d mais_midia_kit2016Revista d mais_midia_kit2016
Revista d mais_midia_kit2016
 
Zong 3ª Edição
Zong 3ª EdiçãoZong 3ª Edição
Zong 3ª Edição
 
Vila Flores - Clipping 2015
Vila Flores - Clipping 2015Vila Flores - Clipping 2015
Vila Flores - Clipping 2015
 
8 jeitos criancas
8 jeitos criancas8 jeitos criancas
8 jeitos criancas
 
De olho na cultura
De olho na culturaDe olho na cultura
De olho na cultura
 
Jor maiopinotti
Jor maiopinottiJor maiopinotti
Jor maiopinotti
 
Jornal firmino informa - 3ª edição
Jornal   firmino informa - 3ª ediçãoJornal   firmino informa - 3ª edição
Jornal firmino informa - 3ª edição
 
1.ano aluno 2.0.1.3.
1.ano aluno 2.0.1.3.1.ano aluno 2.0.1.3.
1.ano aluno 2.0.1.3.
 
Deixa eu falar
Deixa eu falarDeixa eu falar
Deixa eu falar
 
Diversidade livro - educação em diálogos com a diversidade
Diversidade   livro - educação em diálogos com a diversidadeDiversidade   livro - educação em diálogos com a diversidade
Diversidade livro - educação em diálogos com a diversidade
 
História da educação do negro e outras histórias
História da educação do negro e outras históriasHistória da educação do negro e outras histórias
História da educação do negro e outras histórias
 
Dia-a-Dia da Educação - Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-Dia da Educação - Revista da Escola Estadual Francisco PriscoDia-a-Dia da Educação - Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-Dia da Educação - Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
 
Saberes E Sabores Filosoficos 1 M4
Saberes E Sabores Filosoficos 1 M4Saberes E Sabores Filosoficos 1 M4
Saberes E Sabores Filosoficos 1 M4
 

Destaque

C:\fakepath\presentation2
C:\fakepath\presentation2C:\fakepath\presentation2
C:\fakepath\presentation2
reedsterscience
 
Kurzfilm programm-freitag
Kurzfilm programm-freitagKurzfilm programm-freitag
Kurzfilm programm-freitag
Reba Erhalten
 
Kopie Van Voorkant Mei Flyer Trainingen Def
Kopie Van Voorkant Mei Flyer Trainingen DefKopie Van Voorkant Mei Flyer Trainingen Def
Kopie Van Voorkant Mei Flyer Trainingen Def
truusisme
 
White Water Rafting Flyer
White Water Rafting FlyerWhite Water Rafting Flyer
White Water Rafting Flyer
Katrina Chandler
 
Horario.
Horario.Horario.
Horario.
123695847
 
Inibição e negação da cultura do oprimido: proibindo gente de ser mais.
Inibição e negação da cultura do oprimido: proibindo gente de ser mais.Inibição e negação da cultura do oprimido: proibindo gente de ser mais.
Inibição e negação da cultura do oprimido: proibindo gente de ser mais.
atodeler
 
Cursos virtuales jose
Cursos virtuales joseCursos virtuales jose
Cursos virtuales jose
Jose Perez
 
Consumo de sustancias psicotrópicas y su influencia en adolescentes
Consumo de sustancias psicotrópicas y su influencia en adolescentesConsumo de sustancias psicotrópicas y su influencia en adolescentes
Consumo de sustancias psicotrópicas y su influencia en adolescentes
Valeria Levoyer Egas
 
Unidad 7 - Redes
Unidad 7 - RedesUnidad 7 - Redes
Icom boletín
Icom boletínIcom boletín
Icom boletín
Trinidad Pasies
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Melanie Fernandes
 
Lessons from 10 years of public meetups addressing existential risk
Lessons from 10 years of public meetups addressing existential riskLessons from 10 years of public meetups addressing existential risk
Lessons from 10 years of public meetups addressing existential risk
David Wood
 
Situação de aprendizagem
Situação de aprendizagemSituação de aprendizagem
Situação de aprendizagem
Ericaeduc
 
Mi otras casa tavo
Mi otras casa tavoMi otras casa tavo
Mi otras casa tavo
octaviurs
 
Lovefraud.pptx
Lovefraud.pptxLovefraud.pptx
Lovefraud.pptx
Kimberly Raya
 

Destaque (18)

C:\fakepath\presentation2
C:\fakepath\presentation2C:\fakepath\presentation2
C:\fakepath\presentation2
 
Kurzfilm programm-freitag
Kurzfilm programm-freitagKurzfilm programm-freitag
Kurzfilm programm-freitag
 
Kopie Van Voorkant Mei Flyer Trainingen Def
Kopie Van Voorkant Mei Flyer Trainingen DefKopie Van Voorkant Mei Flyer Trainingen Def
Kopie Van Voorkant Mei Flyer Trainingen Def
 
White Water Rafting Flyer
White Water Rafting FlyerWhite Water Rafting Flyer
White Water Rafting Flyer
 
Horario.
Horario.Horario.
Horario.
 
Dia madre juan jose
Dia madre juan joseDia madre juan jose
Dia madre juan jose
 
Inibição e negação da cultura do oprimido: proibindo gente de ser mais.
Inibição e negação da cultura do oprimido: proibindo gente de ser mais.Inibição e negação da cultura do oprimido: proibindo gente de ser mais.
Inibição e negação da cultura do oprimido: proibindo gente de ser mais.
 
Silvio Pinhati
Silvio PinhatiSilvio Pinhati
Silvio Pinhati
 
Cursos virtuales jose
Cursos virtuales joseCursos virtuales jose
Cursos virtuales jose
 
Consumo de sustancias psicotrópicas y su influencia en adolescentes
Consumo de sustancias psicotrópicas y su influencia en adolescentesConsumo de sustancias psicotrópicas y su influencia en adolescentes
Consumo de sustancias psicotrópicas y su influencia en adolescentes
 
Unidad 7 - Redes
Unidad 7 - RedesUnidad 7 - Redes
Unidad 7 - Redes
 
Icom boletín
Icom boletínIcom boletín
Icom boletín
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Lessons from 10 years of public meetups addressing existential risk
Lessons from 10 years of public meetups addressing existential riskLessons from 10 years of public meetups addressing existential risk
Lessons from 10 years of public meetups addressing existential risk
 
Situação de aprendizagem
Situação de aprendizagemSituação de aprendizagem
Situação de aprendizagem
 
105
105105
105
 
Mi otras casa tavo
Mi otras casa tavoMi otras casa tavo
Mi otras casa tavo
 
Lovefraud.pptx
Lovefraud.pptxLovefraud.pptx
Lovefraud.pptx
 

Semelhante a Fala galera

Nosso jornal pronto (1)
Nosso jornal pronto (1)Nosso jornal pronto (1)
Nosso jornal pronto (1)
Debora Carpin
 
Folha galera do elias 3ª edição 2013
Folha galera do elias 3ª edição 2013Folha galera do elias 3ª edição 2013
Folha galera do elias 3ª edição 2013
Emef Elias Shammass
 
Revista bem estar-20150503 (1)
Revista bem estar-20150503 (1)Revista bem estar-20150503 (1)
Revista bem estar-20150503 (1)
Fernanda Caprio
 
Oliveira News
Oliveira News Oliveira News
Oliveira News
elorose
 
Jornal Oliveira News - 6ª Edição
Jornal Oliveira News - 6ª EdiçãoJornal Oliveira News - 6ª Edição
Jornal Oliveira News - 6ª Edição
elorose
 
Saletinho 2013
Saletinho 2013    Saletinho 2013
Saletinho 2013
Beatriz Sayuri
 
Saletinho 2013 agosto definitivo
Saletinho 2013    agosto  definitivoSaletinho 2013    agosto  definitivo
Saletinho 2013 agosto definitivo
Beatriz Sayuri
 
Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013
Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013
Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013
Emef Elias Shammass
 
O Primeirão Janeiro 2016
O Primeirão Janeiro 2016O Primeirão Janeiro 2016
O Primeirão Janeiro 2016
Fábio SIlva
 
Revista finalizada lucilene (revisada)2
Revista finalizada lucilene (revisada)2Revista finalizada lucilene (revisada)2
Revista finalizada lucilene (revisada)2
Lucilene-30
 
Jornal radical 10/13
Jornal radical 10/13Jornal radical 10/13
Jornal radical 10/13
Crismara Gaia
 
Whats Up6
Whats Up6Whats Up6
Whats Upnº6
Whats Upnº6Whats Upnº6
Whats Upnº6
AIESEC Belo Horizonte
 
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
Nivea Neves
 
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
AlineNobreSilva
 
8 jeitos de mudar o mundo para crianças
8 jeitos de mudar o mundo para crianças8 jeitos de mudar o mundo para crianças
8 jeitos de mudar o mundo para crianças
Marisa Seara
 
8 jeitos_criancas.pdf
8 jeitos_criancas.pdf8 jeitos_criancas.pdf
8 jeitos_criancas.pdf
André Luiz Panegalli
 
3ªedição jornal
3ªedição jornal3ªedição jornal
Jornal junho 2015
Jornal junho 2015Jornal junho 2015
Jornal junho 2015
FalaGalera
 
Jornal junho 2015
Jornal junho 2015Jornal junho 2015
Jornal junho 2015
FalaGalera
 

Semelhante a Fala galera (20)

Nosso jornal pronto (1)
Nosso jornal pronto (1)Nosso jornal pronto (1)
Nosso jornal pronto (1)
 
Folha galera do elias 3ª edição 2013
Folha galera do elias 3ª edição 2013Folha galera do elias 3ª edição 2013
Folha galera do elias 3ª edição 2013
 
Revista bem estar-20150503 (1)
Revista bem estar-20150503 (1)Revista bem estar-20150503 (1)
Revista bem estar-20150503 (1)
 
Oliveira News
Oliveira News Oliveira News
Oliveira News
 
Jornal Oliveira News - 6ª Edição
Jornal Oliveira News - 6ª EdiçãoJornal Oliveira News - 6ª Edição
Jornal Oliveira News - 6ª Edição
 
Saletinho 2013
Saletinho 2013    Saletinho 2013
Saletinho 2013
 
Saletinho 2013 agosto definitivo
Saletinho 2013    agosto  definitivoSaletinho 2013    agosto  definitivo
Saletinho 2013 agosto definitivo
 
Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013
Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013
Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013
 
O Primeirão Janeiro 2016
O Primeirão Janeiro 2016O Primeirão Janeiro 2016
O Primeirão Janeiro 2016
 
Revista finalizada lucilene (revisada)2
Revista finalizada lucilene (revisada)2Revista finalizada lucilene (revisada)2
Revista finalizada lucilene (revisada)2
 
Jornal radical 10/13
Jornal radical 10/13Jornal radical 10/13
Jornal radical 10/13
 
Whats Up6
Whats Up6Whats Up6
Whats Up6
 
Whats Upnº6
Whats Upnº6Whats Upnº6
Whats Upnº6
 
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
 
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
3 Ano - Aluno - História e Geografia .pdf
 
8 jeitos de mudar o mundo para crianças
8 jeitos de mudar o mundo para crianças8 jeitos de mudar o mundo para crianças
8 jeitos de mudar o mundo para crianças
 
8 jeitos_criancas.pdf
8 jeitos_criancas.pdf8 jeitos_criancas.pdf
8 jeitos_criancas.pdf
 
3ªedição jornal
3ªedição jornal3ªedição jornal
3ªedição jornal
 
Jornal junho 2015
Jornal junho 2015Jornal junho 2015
Jornal junho 2015
 
Jornal junho 2015
Jornal junho 2015Jornal junho 2015
Jornal junho 2015
 

Mais de FalaGalera

Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
FalaGalera
 
Entrevistas aluno monitor
Entrevistas aluno monitorEntrevistas aluno monitor
Entrevistas aluno monitor
FalaGalera
 
Jornal Pedro Américo setembro 2014
Jornal Pedro Américo setembro 2014Jornal Pedro Américo setembro 2014
Jornal Pedro Américo setembro 2014
FalaGalera
 
Bienal
BienalBienal
Bienal
FalaGalera
 
Fala galera agosto
Fala galera agostoFala galera agosto
Fala galera agosto
FalaGalera
 
Festa junina 2013
Festa junina 2013Festa junina 2013
Festa junina 2013
FalaGalera
 
Festa junina 2013
Festa junina 2013Festa junina 2013
Festa junina 2013
FalaGalera
 
Fala galera
Fala galeraFala galera
Fala galera
FalaGalera
 

Mais de FalaGalera (8)

Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Entrevistas aluno monitor
Entrevistas aluno monitorEntrevistas aluno monitor
Entrevistas aluno monitor
 
Jornal Pedro Américo setembro 2014
Jornal Pedro Américo setembro 2014Jornal Pedro Américo setembro 2014
Jornal Pedro Américo setembro 2014
 
Bienal
BienalBienal
Bienal
 
Fala galera agosto
Fala galera agostoFala galera agosto
Fala galera agosto
 
Festa junina 2013
Festa junina 2013Festa junina 2013
Festa junina 2013
 
Festa junina 2013
Festa junina 2013Festa junina 2013
Festa junina 2013
 
Fala galera
Fala galeraFala galera
Fala galera
 

Fala galera

  • 1. Seja você a vítima ou a testemunha do bullying, existem muitas coisas que pode fazer para detê-lo. Mas a melhor coisa é NÃO Implicância, discrimina- ção e agressões verbais e físicas são formas de violência chamada bul- lying , palavra do inglês que pode ser traduzida como “intimidar” ou "amedrontar” . Sua principal característica é que a agressão ( físi- ca ,moral ou material ) é sempre intencional e repe- tida várias vezes sem uma motivação específica. Na escola ,isso é mais fre- quente do que desejado . Atualmente ,a tecnologia deu nova cara ao proble- ma. E-mails ameaçado- res ,mensagens negativas em sites de relacionamen- to e torpedos com fotos e textos constrangedores para a vitima foram batiza- dos de cyberbullying. As pessoas que testemu- nham o bullying, na sua maioria, se calam em ra- zão de temerem ser as próximas vítimas do agres- sor. As crianças ou adolescen- tes que sofrem esse tipo de agressão podem tornar- se adultos com sentimen- tos negativos e baixa auto- estima. Em casos extre- mos , a vítima poderá ten- tar ou cometer suicídio. Reconhecer os sinais ,fazer um diagnóstico ,falar com os envolvidos e encami- nhar o caso a outras ins- tâncias são algumas das providências a serem to- madas em casos de bul- lying. Bullying : Isso não tem graça nenhuma! Editorial Já faz tempo que a EMEF “Pedro Américo” neces- sita de mais um canal de comunicação . É com gran- de entusiasmo que lança- mos a 1º edição do nosso jornal escolar. Fala Galera! é um espaço em que o protagonismo juvenil im- pera. Por meio de leituras, resumos , pesquisas , en- trevistas , orientações , discursos e conversas diri- gidas conseguimos finali- zar nosso trabalho. Se você, leitor, tiver algu- ma duvida, sugestão ou informação relevante, nos envie um e-mail : emefpedroamerico2013@gmail.com Fala Galera ! Trabalhos desen- volvidos no posto de saúde Vila Ramos: Caminhada—2ª, 4ª e 6ª às 8:00h Coral—2ª às 10:45h Terapia Comunitá- ria— Quinzenalmente às 4ª às 14:00h Ginástica—3ª e 5ª às 9:00h Resgate feminino— 5ª às 15:30h Exame Papanicolau – 2ª à 6ª a partir das 8:00h - 3ª a partir das 9:00h EMEF Pedro AméricoMaio de 2013 Ano 01, edição 01 Nesta edição: Entrevista 2 Dicas de moda e beleza 2 Dicas de saúde 2 Cultura 3 Esportes 3 Dicas de Games 3 Passatempo e humor 4
  • 2. Aequipe do Fala Galera entrevistou a diretora da nossa escola, senhora Ana Maria Pinheiro Scabello, para saber quais os principais pro- blemas da nossa escola e como podemos ajudar a resol- vê-los. FG.: Quais os principais pro- blemas que nossa escola en- frenta atualmente? Diretora: Ausência de diálogo e união para construirmos normas de conduta que sejam seguidas por todos. F.G.: De que maneira pode- mos ter uma escola melhor? Diretora: Com a união de to- dos, criando o Grêmio estu- dantil e com um conjunto de normas de conduta criado entre os alunos, professores, gestores e comunidade. A escola tem melhorado ao longo dos anos, falta a valori- zação dos materiais e unifor- me recebidos, por exemplo. Muitos alunos destroem o material, não trazem para a escola e não usam o unifor- me. A escola pode melhorar mais à medida que os alunos en- tenderem que a escola tam- bém pertence a eles, que na- da que recebem é de graça, as verbas para compra de livros, materiais e uniformes vem dos impostos que os pais pagam. F.G. Como os alunos e familia- res podem contribuir para a melhoria da escola? Diretora: Começa com uma discussão entre nós para en- tender qual a escola que que- remos; o que está impedindo a melhoria da qualidade do ensino? A responsabilidade é de todos, cada um precisa fazer sua parte. A criação de regras deve ser acordada, não adianta vir de cima para baixo. O momento na nossa escola é de sentar e dialogar sobre como podemos contribuir para a melhoria da escola. Somen- te unindo os esforços de todos levar isso como desculpa para encher a pança ou beliscar tranqueira o tempo todo. Entre as refeições, fique com uma fruta, um iogurte ou uma barri- nha de cereal. 1. Não pule o café da manhã. Estudos mostram que quem come bem no café tem mais facilidade de manter a linha durante o dia. Além de contro- lar a fome, um café da manhã saudável induz uma alimenta- ção saudável ao longo do dia. 2.Coma a cada 3 horas Funciona assim: se o seu cor- po recebe energia continua- mente, fica sempre trabalhan- do, acelerado. Só não vale Fala Galera! Entrevista SAÚDE: Três dicas para emagrecer com saúde Dicas de beleza e moda: Como disfarçar 4 - Espalhe o corretivo com um pincel específico (achatado, fino e menor que o de base) ou com a ponta de um dedo, dando pequenas batidinhas, bem leves, até o canto externo do olho. 5 - Passe mais um pouco de corretivo no centro da olheira e espalhe até a extremidade, para cobrir bem toda a região e deixar a pele com uma cor uniforme. 6 – Termine aplicando um pouquinho (bem pouco mes- mo!) de pó compacto em todo o rosto. Use um pincel mais largo e arredondado e faça movimentos de vaivém para que a camada fique bem fina. Fonte: www.capricho.abril.com.br Passo a passo no disfarce: 1 - Coloque um pouco de base líquida nas costas da mão. 2 - Use um pincel para base (que deve ser fino e chato) para passar uma fina camada do produto por todo o rosto. 3 – A hora do corretivo: para não errar na dose, coloque alguns pontinhos do produto sobre as olheiras. Página 2Fala Galera ! Participe dos projetos da nossa escola: XADREZ VOLEI CAPOEIRA FUTEBOL DANÇA RECUPERAÇÃO PARALELA 3. Faça trocas inteligentes. Você não precisa dispensar a pizzaria e virar uma chata só porque está de dieta. É só fazer bem as suas escolhas: assado é sempre me- lhor que frito, molho de tomate é sempre melhor que molho bran- co, pizza com verduras e massa fina é bem melhor que queijos com massa grossa e assim por diante. Dá pra ser feliz, vá por mim! Fonte: www.cyberdiet.terra.com.br Educação não trans- forma o mundo. Educação muda pes- soas. Pessoas transfor- mam o mundo. “Paulo Freire” Uma alimentação balanceada ajuda na manutenção do peso. teremos a escola que quere- mos.
  • 3. Quem nunca ouvir falar da história do Sítio do Pica- pau Amarelo e seus persona- gens Pedrinho, Narizinho, Emília – a boneca de pano, Tia Nastácia, Tio Barnabé, Dona Benta, Visconde de Sabugosa, Rabicó – o porquinho, a Cuca, além dos personagens folclóri- cos como Saci Pererê, Mino- tauro e vários outros que apa- reciam conforme o enredo das histórias? Esse clássico da Literatura infanto-juvenil foi escrito por Monteiro Lobato e teve seu lançamento em dezembro de 1920, com a publicação dos primeiros fascículos, O Saci, Narizinho Arrebitado e Fábulas de Narizinho. José Bento Monteiro Lobato nasceu em 18 de abril, em Taubaté, no interior de São Paulo. Em razão da grandiosi- dade de sua obra, o livro in- fantil ganhou uma data para incentivar as crianças a gosta- rem de ler e a manter contato com obras de qualidade. A data foi escolhida por ser ani- versário de Monteiro Lobato, o maior escritor brasileiro de livros infantis. Monteiro Lo- bato – autor do Sítio do Pica- pau Amarelo A adaptação da obra tornou-se um marco da televisão brasileira, no ano de 1952, apresentava outra for- ma de cultura e diversão para as crianças, além de levar histórias de qualidade para as que não tinham acesso aos livros. Após anos de dedicação à Academia Brasileira de Letras e à autoria de vários livros, Monteiro Lobato morreu aos 66 anos, deixando-nos a prin- cipal obra da literatura infantil brasileira. Fala Galera! Recomenda os clássicos “Reinações de Nari- zinho” e “Caçadas de Pedri- nho” , que narram as aventu- ras da turma do sítio. algumas dicas, conseguirá fazer tudo o que quiser. A primeira e talvez a mais importante dica é: solte a ima- ginação. Os jogadores do modo “Sobrevivência”, por não te- rem tantos recursos disponí- veis de início, geralmente co- meçam o jogo construindo a sua casinha quadrada e sem muitos atrativos.. OMinecraft é um jogo de mundo aberto no estilo “sandbox”, que permite ao jogador inúmeras possibilida- des de aventuras, objetivos e, principalmente, de constru- ções. Neste universo o usuário é capaz de criar praticamente qualquer coisa que imaginar. Inicialmente, o usuário pode ter algumas dificuldades para criar prédios mais complexos, mas, com tempo de prática e Cultura: Dia nacional do livro infantil Games: Minecraft Esportes : Copa das confederações 2013 campeões continentais, além do Brasil, país-sede. A bola oficial do torneio foi apresentada pelo ex-jogador brasileiro Cafu no dia do sor- teio dos grupos. Fabricada pela Adidas, ela terá o nome de "Cafusa", que representa a expressão "cafuzo", usada para designar no Brasil os indivíduos que nasceram da miscigenação entre índios e negros. Também foi composta de uma mistura de três palavras que representam nosso país: car- naval, futebol e samba. Fonte: www.wikpedia.com.br ACopa das Confedera- ções de 2013 será a nona edição da competição realizada a cada quatro anos pela Federação Internacional de Futebol ,FIFA. Será realizada no Brasil entre 15 e 30 de junho e servirá como teste para realização da Copa do Mundo de 2014. Terá a participação de oito equipes: a campeã da Copa do Mundo de 2010, os seis Ano 01, edição 01 Página 3 Ao construir um simples lar personalizado é preciso pensar primeiro na porta. Se ela for única, o local precisará ter um número ímpar de blocos (15×15, por exemplo), para que a porta fique centralizada caso queira portas duplas, é necessário usar números pares (20×20), funcionan- do da mesma forma. Para fazer o telhado, as escadas são ótimas alternati- vas. Quando dispostas da maneira certa, elas formam um telhadinho semelhante aos das casas de telhas re- ais. Cafú apresenta a bola “ Cafusa”
  • 4. Passatempo Sudoku Humor Joaozinho foi até a mãe e disse: - Mãe, eu quero 1 real pra dar para uma senho- rinha lá da praça! - Claro meu filho! E para qual velhinha você vai dar o dinheiro? - Para aquela que esta gritando : Olha a pipoca quenti- nha ! VITÓRIA EMANUELLE PEREIRA SOARES JENIFFER CRISTINA LOPES RIBEIRO RODRIGO FIORELLI YESENIA MAGDIEL PAMURI SALAS JONAS CARLOS DE ANDRADE CHARLES DHESSYCA RODRIGUES MEIRA KESSI YOHANA DE SOUZA DAYANA PRINCI PAMURI SALAS ELIZABETH AZEVEDO NASCIMENTO MARIA ALET GUTIERREZ MAMANI ELISEU BORGES DA SILVA JOSÉ RENATO SILVA SANTOS REBECCA REIS DO NASCIMENTO ARIANE COSTA VIEIRA DANILO BARBOSA X. SILVA DANIEL SANTOS SILVA LILIAN RAYANE UMA LACERDA DEBORA GABRIELLY LEIDE SANTANA MATHEUS ANDRADE FERNANDES MATHEUS SANTOS R. RAMOS CAUÃ NUNES PEREIRA HELEN BEATRIZ CAMARGO DA SILVA IZABELLE DOS SANTOS SILVA IAGO LOTURCO JANDIRA STEPHANIE ROJAS TOLA KAIKE CAMURÇA ALEX RAFAEL JESUS DA SILVA SUELY MICHELY DANIEL RAFAH M. A. DA SILVA GUILHERME ELIAS MISAEL DIDIA ALEYDA PUSARICO JHOSELIN DANIELA PAMURI SALAS MARIANA FERES FERREIRA ISABELLE PARRAS RIBEIRO JULIANA PINHEIRO DE OLIVEIRA VANESSA DE OLIVEIRA NAYANE LOPES ADEVANILDO MATOS ALCANTARA JHAZARET GARCIA GISBERT NAYANE LOPES DOS S. OLIVEIRA LUAN PINHO LUCAS VITORINO MARCOS VINÍCIUS NATÁLIA CRISTINA ROBERT DOS SANTOS SARAH TAMARA TAÍS LOPES VALÉRIA VITÓRIA VITÓRIA SILVA JAQUELINE RODRIGUES POLIANA BRAZ LARISSA DA SILVA YASMIN FERREIRA GIOVANNA KARIELLE GABRIEL HENRIQUE AGATHA KESLEY BRUNA CRISTINA FERNANDA MIRELI ELIZAMA AZEVEDO GABRIELLE DE SOUZA JEYSIANE DOS SANTOS LIDIANE MARIA LÍVIA QUISPE NAELLY PUSARICO YESENIA MAGDIEL SUANE SUELEN DAYANA PAMURI VITÓRIA EMANUELLE RAINARA DA SILVA PROFESSORAS: ANELÍ BUCK SIMÃO CAMILA PEREIRA ANDRADE CLAUDIA MEIRELLES FERNANDA VALÉRIA DOS S. MOTA Equipe Fala Galera!