SlideShare uma empresa Scribd logo
VII– NADA ME SEPARARÁ DE TI!
                             Fica comigo, Senhor!

(Que me pode afastar do amor de Deus? Que me impede de me entregar totalmente nas Suas
mãos? Atrai-me um seguimento total e radical por amor?)

Num sorriso que nasce do amor que Deus deposita em mim, abraço o
mundo que sou, porque o Senhor me ama e abraça fazendo-se hóspede
em mim. E porque Ele me habita, nada nem ninguém me pode “tirar” este
                                                                                                        “Cheio do
tesouro, porque Ele se oferece, se dá, por amor...                                                      Espírito Santo,
Palavra de Deus
35Quem poderá separar-nos do amor de Cristo? A tribulação, a angústia, a

perseguição, a fome, a nudez, o perigo, a espada?
                                                                                                        Jesus
 36De acordo com o que está escrito: Por causa de ti, estamos expostos à

morte o dia inteiro, fomos tratados como ovelhas destinadas ao matadouro.
                                                                                                        retirou-se...
 37Mas em tudo isso saímos mais do que vencedores, graças àquele que                                    e foi levado pelo
nos amou.
 38Estou convencido de que nem a morte nem a vida, nem os anjos nem os                                  Espírito Santo
principados, nem o presente nem o futuro, nem as potestades, 39nem a                                    ao
altura, nem o abismo, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do
amor de Deus que está em Cristo Jesus, Senhor nosso. (Rom 8)
                                                                                                        deserto”.
(Paro para escutar a Palavra em mim e deixar que germine em meu coração a semente                       (Lc 4,1)
da certeza do amor de Deus. Nas Suas mãos entrego o meu estar, o meu ser, a minha
história, o meu caminho, o meu passado, presente e futuro… sou toda dele…)
                                                                                                                      Compromisso:

Oração
Neste dia de deserto, entrego toda a minha história, a teus pés, Senhor.
Com a tua graça, cresce em mim a certeza de que depois da noite vem
sempre a aurora e a alegria virá depois da cruz.
Fica comigo, hoje e sempre.
Nada me separará de Ti, Senhor.

(Escrevo/desenho o meu compromisso na capa)
                                                       Carmelo da Sagrada Família, Torre de Moncorvo
                                               Juventude Eucarística Franciscana, 24 de Março de 2012

                                                                                                 12
0 - CHEGUEI                                                 Na oração está o segredo da sua beleza admirável;
                                                                                    No louvor está o segredo da sua grandeza.
                     PARA O ENCONTRO                                                ESSA MULHER CHAMA-SE MARIA
                                                                                    E É A MÃE DE JESUS
       A nossa vida é feita de caminhos. Partidas e chegadas. Avanços e
                                                                                    E A NOSSA MÃE!
retrocessos. Parar é andar para trás.
       Hoje vou parar, entrar em mim, para conhecer o Divino Hóspede que            (Leio, escuto e medito a Palavra)
me habita e me convida a escutar em contínuo louvor o segredo do amor.
                                                                                    Palavra de Deus
      Cheguei…                                                                      25Junto à cruz de Jesus estavam, de pé, sua mãe e a irmã da sua mãe,
      Trago comigo cada página de um livro que escrevo a cada momen-                Maria, a mulher de Clopas, e Maria Madalena. 26Então, Jesus, ao ver ali ao
to. Manchado do sangue dos sacrifícios da vida e húmido das lágrimas que            pé a sua mãe e o discípulo que Ele amava, disse à mãe: «Mulher, eis o teu
teimam e cair sobre ele.                                                            filho!» 27Depois, disse ao discípulo: «Eis a tua mãe!» E, desde aquela hora,
      Abro o meu livro para ti, Senhor, para que sejas Tu, hoje, neste mo-          o discípulo acolheu-a como sua.
mento a escrever a minha história.                                                  Depois disso, (…)Jesus disse: «Tudo está consumado.» E, inclinando a
      Sim, cheguei...cansada de te procurar lá fora quando estás dentro.            cabeça, entregou o espírito. (Jo 19)
      Sim, cheguei...para me encontrar contigo em mim e comigo em ti.
      Sim, cheguei...para descobrir o valor do silêncio que me fala de ti.          Oração
      Sim, cheguei...para saborear a beleza do teu abraço incondicional,            Senhor, dá-me um coração enamorado, como o coração de Maria,
do teu colo de pai e das tuas mãos ternurentas de mãe.                              Para confiar em Ti, mesmo quando tudo parece ilógico.
      Eis-me aqui, Senhor...
      (no silêncio disponho-me a escutar, contemplo e peço a luz do Espirito)       Senhor, dá-me um coração generoso, como o coração de Maria,
                                                                                    Para deixar de lado o olhar egoísta e egocêntrico.
Vem Espírito Santo:                                                                 Senhor, dá-me um coração aberto à Tua Palavra, como o coração de Ma-
                                                                                    ria, para aceitar os Teus projetos, mesmo contra a minha vontade...
Vem Espírito divino,
                                                                                    Senhor, dá-me um coração puro, como o coração de Maria,
Envia a tua luz celeste;
                                                                                    Para ter a coragem de me libertar de toda a sujidade que transporto.
Luz que penetra as almas,
Fonte do maior consolo.                                                             Senhor, dá-me um coração atento, como o coração de Maria,
Vê o meu vazio                                                                      Para ir ao encontro do irmão saltando o obstáculo da indiferença.
Quando me faltas.                                                                   Senhor, dá-me um coração alegre, como o coração de Maria,
Rega a minha terra                                                                  Para cantar de coração humilde as maravilhas que vais fazendo em mim.
Que tem sede de ti
                                                                                    Senhor, dá-me um coração sedento, como o coração de Maria,
Para que saiba percorrer
                                                                                    Para precisar sempre de Ti e beber de Ti a água pura da felicidade.
Este tempo na tua presença.
Vem Espírito de luz e de paz.                                                       Senhor, dá-me um coração, como o coração de Maria…

                                                                                2                                                                            11
VI - E MARIA?...                                            1 - EU...AQUI...CONTIGO...
                           ...junto à cruz...                           Não estou só. Deus habita-me...faz morada em mim. Sou a sua ten-
                                                                 da, o seu sacrário vivo. Eu, aqui, contigo, Senhor…
Num mundo todo voltado para o material,
A viver à margem de Deus ou a olhá-lo com desconfiança;          (Olho as pegadas, que me diz esta imagem? Rezo: Eu e Cristo)
Num mundo onde todos os valores espirituais
Correm o risco de serem simplesmente esquecidos                  EU E CRISTO
E onde a virtude é gozada;
Num mundo onde surgem novos ídolos,                              Eu, peregrino.
Tão caducos como os seus fabricantes;                                   Tu, o caminho.
Num mundo cheio de barulho,                                      Eu, a pergunta.
Cheio de espetáculos,                                                   Tu, a resposta.
Cheio de espetadores,                                            Eu, a sede.
Cheio de distraídos e apressados;                                       Tu, a fonte.
Num mundo onde a arrogância é adorada,                           Eu, tão fraco.
Onde a sensualidade é coroada,                                          Tu, a força.
Onde a ganância é venerada…                                      Eu, as trevas.
EIS A MULHER!                                                           Tu, a luz.
Uma mulher pobre e pura,                                         Eu, o pecado.
Uma mulher humilde e piedosa,                                           Tu, o perdão.
Uma mulher silenciosa e confiante,                               Eu, a luta.
Uma mulher espiritual e virtuosa,                                       Tu, a vitória.
Uma mulher que reza e adora                                      Eu, o Inverno.
Esse Deus que a tirou da sua humilde condição                           Tu, o Sol.
E a tornou “bendita entre as mulheres”.                          Eu, doente.
Esta mulher é modelo e luz para os peregrinos da verdade,               Tu, o milagre.
Esta mulher é irmã e guia para os que caminham sem norte,        Eu, o grão de trigo.
Esta mulher é mãe e mestra para os sedentos de Deus.                    Tu, o pão.
Ela fala mais com gestos do que com palavras;                    Eu, a procura.
Convence mais com as atitudes que com os argumentos;                    Tu, o endereço.
Conduz mais com o sorriso que com as ordens;
Revela Deus mais com o coração que com a cabeça.                 Meu passado e meu presente em tuas mãos.
Esta mulher reza,                                                Meu futuro, todo teu.
Esta mulher adora,                                               Quero caminhar contigo!
Esta mulher vive na intimidade com Deus.
                                                            10                                                                         3
II - TOMAI...                                                                    V - PRECISO DE TI...
                                Presente de Jesus                                                                        ...levo a Tua cruz...

       Jesus é surpresa.                                                                  Precisas de mim, Senhor?
       Cada gesto é uma escola de amor que me conduz ao mistério do                       Na surpresa do amor, requisitas-me para o Reino.
Pai, à essência do amor verdadeiro.                                                       Precisas de mim, Senhor!...
       Jesus quer estar, sempre, em mim. Faz-se presença e presente.                      Na surpresa da vida, convidas-me a ser Bom Samaritano, a estar atento a
       Na eucaristia, Jesus entrega-se por amor. No pão está Ele, aquele                  quem encontro pelo caminho, abandonado, para lhe ajudar a levar a cruz.
que me ensina a amar, a dar a vida a ser pão para os outros.                              Sou cireneu...porque de surpresa me tocas para que o Teu amor possa
       E diz-me, quase que em segredo:                                                    tocar os outros.
       Toma, come-me…                                                                     Precisas de mim...mesmo sendo eu assim…
       Quero habitar no teu coração e ser semente de Paz e de Bem.
       Aceitas-me como teu hóspede?                                                       (Recordo as vezes que ajudei o irmão a levar a cruz… e as vezes em que fui ajudada a
                                                                                          carregar a minha própria cruz… Leio, escuto e medito a Palavra.)
(Respondo no meu íntimo à questão lançada por Cristo. Leio, escuto e medito a Palavra.)



Palavra de Deus                                                                           Palavra de Deus
22Enquanto comiam, tomou um pão e, depois de pronunciar a bênção, par-                    Levaram-no, então, para o crucificar. 21Para lhe levar a cruz, requisitaram
tiu-o e entregou-o aos discípulos dizendo: «Tomai: isto é o meu cor-                      um homem que passava por ali ao regressar dos campos, um tal Simão de
po.» (…) 26Após o canto dos salmos, saíram para o Monte das Oliveiras.                    Cirene, pai de Alexandre e de Rufo. 22E conduziram-no ao lugar do Gólgo-
(Mc 14)                                                                                   ta, que quer dizer ‘lugar do Crânio’.(Mc 15)



(Que me diz a Palavra? Que digo eu a Deus com a Palavra?)                                 Oração
                                                                                          Senhor, acolhes-me, mesmo sabendo do me pecado. Abraças-me, mesmo
                                                                                          sabendo das minhas dúvidas. Precisas de mim, mesmo sabendo das mi-
                                                                                          nhas fugas. Que a graça do teu Espírito, que desceu sobre mim no dia do
Oração                                                                                    baptismo, lance os meus braços para o serviço dos irmãos. Tu és a minha
Jesus Cristo, antes de partires para o Pai, quiseste entregar-te a nós como               esperança, o meu Redentor.
alimento de vida nova. Tu és o pão, o pão dá vida que nos fortalece nos
caminhos da história. Ajuda-me também a ser pão para os outros.
                                                                                          (Num gesto de união a toda a criação e de entrega ao serviço de amor, como Bom Sama-
                                                                                          ritano, como Cireneu disponível, beijo o chão que piso, símbolo de humildade e serviço
                                                                                          incondicional…)
                                                                                      4                                                                                       9
Palavra de Deus
43…chegou Judas, um dos Doze, e, com ele, muito povo com espadas e
                                                                                                        III - PERMANECEI
varapaus, da parte dos sumos sacerdotes, dos doutores da Lei e dos an-                                             Sou ramo...
ciãos. 44Ora, o que o ia entregar tinha-lhes dado este sinal: «Aquele que eu
beijar é esse mesmo; prendei-o e levai-o bem guardado.» 45Mal chegou,          (Na mãe natureza que me rodeia procuro um ramo seco, acolho-o em minhas mãos e
aproximou-se de Jesus, dizendo: «Mestre!»; e beijou-o. 46Os outros deita-      contemplo a sua beleza e o seu significado neste momento para mim.)
ram-lhe as mãos e prenderam-no. (Mc 14)

                                                                                     Preciso de Ti, Senhor…
        Que tipo de beijos descubro no mundo que me rodeia?                          Por vezes adormeço e deixo-me levar por outros deuses. Acabo por
                                                                               me desprender da verdadeira árvore que és Tu e seco…
                                                                                     Tenho sede de Ti… não consigo a vida fora de Ti…
1.                                                                                   Faço mil promessas de amor para contigo, mas acabo sempre por
                                                                               me afastar e desligar da Tua verdade.
                                                                                     Sim...perdoa...porque adormeci e te deixei só…
2.
                                                                               (Recordo os momentos em que me senti mais desligada de Deus e me afastei do Seu
                                                                               amor. Faço silêncio e leio, escuto e medito a Palavra.)
3.
                                                                               Palavra de Deus
                                                                               32Chegaram a uma propriedade chamada Getsémani, e Jesus disse aos
4.                                                                             discípulos: «Ficai aqui enquanto Eu vou orar.» (….) 35Adiantando-se um
                                                                               pouco, caiu por terra e orou para que, se possível, passasse dele aquela
                                                                               hora. 36E dizia: «Abbá, Pai, tudo te é possível; afasta de mim este cálice!
5.                                                                             Mas não se faça o que Eu quero, e sim o que Tu queres.» 37Depois, foi ter
                                                                               com os discípulos, encontrou-os a dormir e disse a Pedro: «Simão, dor-
                                                                               mes? Nem uma hora pudeste vigiar! 38Vigiai e orai, para não cederdes à
                                                                               tentação…» (Mc 14)

Oração
Senhor, a Tua Palavra é um segredo Teu que se vai revelando sempre que         (Porque Deus é perdão e só sabe amar, coloco todo o meu ser no seu regaço maternal e
dou espaço para o encontro contigo. Perdoa, Senhor, as vezes em que            sinto o Seu abraço de perdão em mim. Ele me convida a voltar para casa, para Ele. Con-
não deixo que a Tua Palavra conduza os meus passos e seja farol dos            vida-me a acordar, a vigiar. Neste momento posso abeirar-me do Sacramento da Reconci-
                                                                               liação para receber o perdão de Deus na forma sacramental.)
meus caminhos.

                                                                           8                                                                                        5
Oração                                                                                                               IV - ENTREGA
Senhor, Tu és a luz, a única luz que dissipa as minhas trevas. Só à luz do
teu amor, posso compreender o mistério da dor, da vida, da fé… Quero                                                       Que beijo?...
estar contigo. Permanecer em Ti. Ajuda-me a vigiar nesta hora. Que eu
não adormeça e me afaste da tua presença. Porque Tu és a videira e eu o                        Ninguém te tira a vida, Jesus, és tu mesmo que a ofereces.
ramo que só tem vida em ti.                                                                    No silêncio e na humildade, dás-me uma lição de amor.

                                                                                               Aceitas o meu beijo, sabendo que leva em si
(Procuro descobrir como manter firme esta ligação entre o ramo que sou e a videira da
qual depende o meu existir, Deus.)                                                             o peso do pecado,
                                                                                               da inveja,
                                                                                               da desilusão,
                                                                                               da frieza,
                                                                                               da dúvida
                                                                                               e do medo.

                                                                                               Aceitas o meu beijo, sabendo que carrega consigo
                                                                                               a desconfiança,
                                                                                               o desespero,
                                                                                               a solidão,
                                                                                               a fuga,
                                                                                               o superficialismo.

                                                                                               Aceitas o meu beijo, sabendo que tem as cores cinzentas
                                                                                               da crítica,
                                                                                               da escuridão,
                                                                                               do orgulho
                                                                                               e da traição.


                                                                                        (Medito no poder da humildade, da verdade e da entrega de Jesus. Leio, escuto e medito
                                                                                        a Palavra.)




                                                                                   6                                                                                        7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mp - vocacional agosto folheto
Mp - vocacional agosto folhetoMp - vocacional agosto folheto
Mp - vocacional agosto folheto
Cynthia Janiele
 
Louvores 160 l
Louvores  160   lLouvores  160   l
Louvores 160 l
Jairo Sousa
 
Pe sanches
Pe sanchesPe sanches
Pe sanches
Nelson Ramalhoto
 
O pior inimigo
O pior inimigoO pior inimigo
O pior inimigo
Helio Cruz
 
Letras de músicas
Letras de músicasLetras de músicas
Letras de músicas
Damadu
 
38092254 250-canticos-e-corinhos-evangelicos-antigos-e-novos
38092254 250-canticos-e-corinhos-evangelicos-antigos-e-novos38092254 250-canticos-e-corinhos-evangelicos-antigos-e-novos
38092254 250-canticos-e-corinhos-evangelicos-antigos-e-novos
Katia Lourene
 
Subsídios para 31 dias vocacionais
Subsídios para 31 dias vocacionaisSubsídios para 31 dias vocacionais
Subsídios para 31 dias vocacionais
Antonia Santos
 
Letras De Louvor
Letras De LouvorLetras De Louvor
Letras De Louvor
flaviobeckjunior
 
Letras musicais
Letras musicaisLetras musicais
Letras musicais
Adauto César
 
JORMI - Jornal Missionário nº 89
JORMI - Jornal Missionário nº 89JORMI - Jornal Missionário nº 89
JORMI - Jornal Missionário nº 89
Almir Rodrigues
 
Oração e Adoração.docx.pdf
Oração e Adoração.docx.pdfOração e Adoração.docx.pdf
Oração e Adoração.docx.pdf
DUARTE53
 
Bezerra 37 - janeiro de 2016
Bezerra 37 - janeiro de 2016Bezerra 37 - janeiro de 2016
Bezerra 37 - janeiro de 2016
josé pery salgado
 
Novena em honra de nossa senhora de nazaré
Novena em honra de nossa senhora de nazaréNovena em honra de nossa senhora de nazaré
Novena em honra de nossa senhora de nazaré
Mauricio Cruz
 
Livro canticos eac_2011
Livro canticos eac_2011Livro canticos eac_2011
Livro canticos eac_2011
Pascom Paroquia Nssc
 
Estudo de celula
Estudo de celulaEstudo de celula
Estudo de celula
jonasecj
 
Centenas de hinos polulares parte 1
Centenas de hinos polulares   parte 1Centenas de hinos polulares   parte 1
Centenas de hinos polulares parte 1
César E Denise Variza
 
# Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
#   Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]#   Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
# Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Jormi - Jornal Missionário n° 44
Jormi - Jornal Missionário n° 44Jormi - Jornal Missionário n° 44
Jormi - Jornal Missionário n° 44
trabalho como autonomo
 

Mais procurados (18)

Mp - vocacional agosto folheto
Mp - vocacional agosto folhetoMp - vocacional agosto folheto
Mp - vocacional agosto folheto
 
Louvores 160 l
Louvores  160   lLouvores  160   l
Louvores 160 l
 
Pe sanches
Pe sanchesPe sanches
Pe sanches
 
O pior inimigo
O pior inimigoO pior inimigo
O pior inimigo
 
Letras de músicas
Letras de músicasLetras de músicas
Letras de músicas
 
38092254 250-canticos-e-corinhos-evangelicos-antigos-e-novos
38092254 250-canticos-e-corinhos-evangelicos-antigos-e-novos38092254 250-canticos-e-corinhos-evangelicos-antigos-e-novos
38092254 250-canticos-e-corinhos-evangelicos-antigos-e-novos
 
Subsídios para 31 dias vocacionais
Subsídios para 31 dias vocacionaisSubsídios para 31 dias vocacionais
Subsídios para 31 dias vocacionais
 
Letras De Louvor
Letras De LouvorLetras De Louvor
Letras De Louvor
 
Letras musicais
Letras musicaisLetras musicais
Letras musicais
 
JORMI - Jornal Missionário nº 89
JORMI - Jornal Missionário nº 89JORMI - Jornal Missionário nº 89
JORMI - Jornal Missionário nº 89
 
Oração e Adoração.docx.pdf
Oração e Adoração.docx.pdfOração e Adoração.docx.pdf
Oração e Adoração.docx.pdf
 
Bezerra 37 - janeiro de 2016
Bezerra 37 - janeiro de 2016Bezerra 37 - janeiro de 2016
Bezerra 37 - janeiro de 2016
 
Novena em honra de nossa senhora de nazaré
Novena em honra de nossa senhora de nazaréNovena em honra de nossa senhora de nazaré
Novena em honra de nossa senhora de nazaré
 
Livro canticos eac_2011
Livro canticos eac_2011Livro canticos eac_2011
Livro canticos eac_2011
 
Estudo de celula
Estudo de celulaEstudo de celula
Estudo de celula
 
Centenas de hinos polulares parte 1
Centenas de hinos polulares   parte 1Centenas de hinos polulares   parte 1
Centenas de hinos polulares parte 1
 
# Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
#   Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]#   Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
# Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
 
Jormi - Jornal Missionário n° 44
Jormi - Jornal Missionário n° 44Jormi - Jornal Missionário n° 44
Jormi - Jornal Missionário n° 44
 

Destaque

empenhosemitidosdiariasmar10
empenhosemitidosdiariasmar10empenhosemitidosdiariasmar10
empenhosemitidosdiariasmar10
guest8f716e
 
blog sobre nanotecnologia
blog sobre nanotecnologiablog sobre nanotecnologia
blog sobre nanotecnologia
Aline
 
Eva b. trabajo de f y q
Eva b. trabajo de f y qEva b. trabajo de f y q
Eva b. trabajo de f y q
evitabf
 
MarsalZamoraAndrea_PowerEnunciat2
MarsalZamoraAndrea_PowerEnunciat2MarsalZamoraAndrea_PowerEnunciat2
MarsalZamoraAndrea_PowerEnunciat2
amarsalz
 
Menu principal
Menu principalMenu principal
Menu principal
Priscila Chacon
 
Memorial Reflexivo
Memorial ReflexivoMemorial Reflexivo
Memorial Reflexivo
Auta Fernandes Costa
 
Amizade
AmizadeAmizade
Superacion de ingles
Superacion de inglesSuperacion de ingles
Superacion de ingles
ferchitho
 
Exemplos-Apresentacao
Exemplos-ApresentacaoExemplos-Apresentacao
Exemplos-Apresentacao
Mauricio Takahashi
 
Administración de Live Meeting
Administración de Live MeetingAdministración de Live Meeting
Administración de Live Meeting
Pilar [PALEL] Arguiñáriz Lusarreta
 
Profissional da contabilidade oportunidade
Profissional da contabilidade oportunidade Profissional da contabilidade oportunidade
Profissional da contabilidade oportunidade
Joper Padrão do Espírito Santo, MBA
 
Pintar capot de optra 1 Trimestre 2012
Pintar capot de optra 1 Trimestre 2012Pintar capot de optra 1 Trimestre 2012
Pintar capot de optra 1 Trimestre 2012
Innovacion Tecnologica PDAUTO, C.A.
 
Energias renovables jorge del barco gonzalez
Energias renovables jorge del barco gonzalezEnergias renovables jorge del barco gonzalez
Energias renovables jorge del barco gonzalez
Joorge10
 
Dia 12 04_2010
Dia 12 04_2010Dia 12 04_2010
Dia 12 04_2010
scorpio3
 
Book Financeiro - Empreender na Area de Crédito
Book Financeiro - Empreender na Area de CréditoBook Financeiro - Empreender na Area de Crédito
Book Financeiro - Empreender na Area de Crédito
Mauricio Takahashi
 
Live cd dvd-usb.pdf
Live cd dvd-usb.pdfLive cd dvd-usb.pdf
Live cd dvd-usb.pdf
Arturo Sarmiento Soriano
 
GULF Pré banca
GULF Pré bancaGULF Pré banca
GULF Pré banca
abigobaldojr
 
Fernando de Noronha - Brasil
Fernando de Noronha - BrasilFernando de Noronha - Brasil
Fernando de Noronha - Brasil
Loise Goes
 

Destaque (20)

empenhosemitidosdiariasmar10
empenhosemitidosdiariasmar10empenhosemitidosdiariasmar10
empenhosemitidosdiariasmar10
 
blog sobre nanotecnologia
blog sobre nanotecnologiablog sobre nanotecnologia
blog sobre nanotecnologia
 
Estatutos
EstatutosEstatutos
Estatutos
 
Eva b. trabajo de f y q
Eva b. trabajo de f y qEva b. trabajo de f y q
Eva b. trabajo de f y q
 
MarsalZamoraAndrea_PowerEnunciat2
MarsalZamoraAndrea_PowerEnunciat2MarsalZamoraAndrea_PowerEnunciat2
MarsalZamoraAndrea_PowerEnunciat2
 
Menu principal
Menu principalMenu principal
Menu principal
 
Memorial Reflexivo
Memorial ReflexivoMemorial Reflexivo
Memorial Reflexivo
 
Amizade
AmizadeAmizade
Amizade
 
Superacion de ingles
Superacion de inglesSuperacion de ingles
Superacion de ingles
 
Exemplos-Apresentacao
Exemplos-ApresentacaoExemplos-Apresentacao
Exemplos-Apresentacao
 
Administración de Live Meeting
Administración de Live MeetingAdministración de Live Meeting
Administración de Live Meeting
 
Profissional da contabilidade oportunidade
Profissional da contabilidade oportunidade Profissional da contabilidade oportunidade
Profissional da contabilidade oportunidade
 
Pintar capot de optra 1 Trimestre 2012
Pintar capot de optra 1 Trimestre 2012Pintar capot de optra 1 Trimestre 2012
Pintar capot de optra 1 Trimestre 2012
 
Energias renovables jorge del barco gonzalez
Energias renovables jorge del barco gonzalezEnergias renovables jorge del barco gonzalez
Energias renovables jorge del barco gonzalez
 
11 mx
11 mx11 mx
11 mx
 
Dia 12 04_2010
Dia 12 04_2010Dia 12 04_2010
Dia 12 04_2010
 
Book Financeiro - Empreender na Area de Crédito
Book Financeiro - Empreender na Area de CréditoBook Financeiro - Empreender na Area de Crédito
Book Financeiro - Empreender na Area de Crédito
 
Live cd dvd-usb.pdf
Live cd dvd-usb.pdfLive cd dvd-usb.pdf
Live cd dvd-usb.pdf
 
GULF Pré banca
GULF Pré bancaGULF Pré banca
GULF Pré banca
 
Fernando de Noronha - Brasil
Fernando de Noronha - BrasilFernando de Noronha - Brasil
Fernando de Noronha - Brasil
 

Semelhante a Escutar em louvor deserto

Semana Cavanis 2009
Semana Cavanis 2009Semana Cavanis 2009
Semana Cavanis 2009
Edvaldo001
 
vim para adorar te.ppt
vim para adorar te.pptvim para adorar te.ppt
vim para adorar te.ppt
AnisioFilho8
 
cc3a2ntico.ppt
cc3a2ntico.pptcc3a2ntico.ppt
cc3a2ntico.ppt
AriadneAlves4
 
Powerpointdiversosmederramareaoqueestsentado 130224152050-phpapp01
Powerpointdiversosmederramareaoqueestsentado 130224152050-phpapp01Powerpointdiversosmederramareaoqueestsentado 130224152050-phpapp01
Powerpointdiversosmederramareaoqueestsentado 130224152050-phpapp01
Hernani Pereira Hermogenes Hermogenes
 
Cânticos para o retiro
Cânticos para o retiroCânticos para o retiro
Cânticos para o retiro
Victor Francisco Xavier de Carvalho
 
Cânticos para o retiro
Cânticos para o retiroCânticos para o retiro
Cânticos para o retiro
Victor Francisco Xavier de Carvalho
 
Poemas de santa teresinha do menino jesus carmelo de sorocoba
Poemas de santa  teresinha do menino jesus carmelo de sorocobaPoemas de santa  teresinha do menino jesus carmelo de sorocoba
Poemas de santa teresinha do menino jesus carmelo de sorocoba
LEONARDO RODRIGUES DA SILVA
 
Poemas de santa teresinha do menino jesus
Poemas de santa teresinha do menino jesus Poemas de santa teresinha do menino jesus
Poemas de santa teresinha do menino jesus
Karine Serrano
 
3 noite do trigo amecedv
3 noite do trigo amecedv3 noite do trigo amecedv
3 noite do trigo amecedv
Gustavo Scheffer
 
Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!
Dalila Melo
 
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos MensageirosReflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
Lisandra Rego
 
69623657-Biblia-Da-Abertura-Dos-Portais-de-Luz.pdf
69623657-Biblia-Da-Abertura-Dos-Portais-de-Luz.pdf69623657-Biblia-Da-Abertura-Dos-Portais-de-Luz.pdf
69623657-Biblia-Da-Abertura-Dos-Portais-de-Luz.pdf
jaciaradamasceno36
 
Semana Cavanis 2009
Semana Cavanis 2009Semana Cavanis 2009
Semana Cavanis 2009
Edvaldo001
 
3 noite do trigo amecedv
3 noite do trigo amecedv3 noite do trigo amecedv
3 noite do trigo amecedv
Gustavo Scheffer
 
Folhetão
FolhetãoFolhetão
Folhetão
Marly Fernandes
 
Livro As Orações Mais Importantes Para O Católico
Livro As Orações Mais Importantes Para O CatólicoLivro As Orações Mais Importantes Para O Católico
Livro As Orações Mais Importantes Para O Católico
Nilson Almeida
 
assunçao de maria grupo misao .ppt
assunçao de maria grupo misao .pptassunçao de maria grupo misao .ppt
assunçao de maria grupo misao .ppt
RenatoEpifniodeSouza
 
Slides cynthia, 01 05
Slides cynthia, 01 05Slides cynthia, 01 05
Slides cynthia, 01 05
Cynthia Janiele
 
Navegar
NavegarNavegar
Navegar
Edvaldo001
 
Ofício de romaria ao círio de nazaré
Ofício de romaria ao círio de nazaréOfício de romaria ao círio de nazaré
Ofício de romaria ao círio de nazaré
Fábio Vasconcelos
 

Semelhante a Escutar em louvor deserto (20)

Semana Cavanis 2009
Semana Cavanis 2009Semana Cavanis 2009
Semana Cavanis 2009
 
vim para adorar te.ppt
vim para adorar te.pptvim para adorar te.ppt
vim para adorar te.ppt
 
cc3a2ntico.ppt
cc3a2ntico.pptcc3a2ntico.ppt
cc3a2ntico.ppt
 
Powerpointdiversosmederramareaoqueestsentado 130224152050-phpapp01
Powerpointdiversosmederramareaoqueestsentado 130224152050-phpapp01Powerpointdiversosmederramareaoqueestsentado 130224152050-phpapp01
Powerpointdiversosmederramareaoqueestsentado 130224152050-phpapp01
 
Cânticos para o retiro
Cânticos para o retiroCânticos para o retiro
Cânticos para o retiro
 
Cânticos para o retiro
Cânticos para o retiroCânticos para o retiro
Cânticos para o retiro
 
Poemas de santa teresinha do menino jesus carmelo de sorocoba
Poemas de santa  teresinha do menino jesus carmelo de sorocobaPoemas de santa  teresinha do menino jesus carmelo de sorocoba
Poemas de santa teresinha do menino jesus carmelo de sorocoba
 
Poemas de santa teresinha do menino jesus
Poemas de santa teresinha do menino jesus Poemas de santa teresinha do menino jesus
Poemas de santa teresinha do menino jesus
 
3 noite do trigo amecedv
3 noite do trigo amecedv3 noite do trigo amecedv
3 noite do trigo amecedv
 
Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!
 
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos MensageirosReflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
 
69623657-Biblia-Da-Abertura-Dos-Portais-de-Luz.pdf
69623657-Biblia-Da-Abertura-Dos-Portais-de-Luz.pdf69623657-Biblia-Da-Abertura-Dos-Portais-de-Luz.pdf
69623657-Biblia-Da-Abertura-Dos-Portais-de-Luz.pdf
 
Semana Cavanis 2009
Semana Cavanis 2009Semana Cavanis 2009
Semana Cavanis 2009
 
3 noite do trigo amecedv
3 noite do trigo amecedv3 noite do trigo amecedv
3 noite do trigo amecedv
 
Folhetão
FolhetãoFolhetão
Folhetão
 
Livro As Orações Mais Importantes Para O Católico
Livro As Orações Mais Importantes Para O CatólicoLivro As Orações Mais Importantes Para O Católico
Livro As Orações Mais Importantes Para O Católico
 
assunçao de maria grupo misao .ppt
assunçao de maria grupo misao .pptassunçao de maria grupo misao .ppt
assunçao de maria grupo misao .ppt
 
Slides cynthia, 01 05
Slides cynthia, 01 05Slides cynthia, 01 05
Slides cynthia, 01 05
 
Navegar
NavegarNavegar
Navegar
 
Ofício de romaria ao círio de nazaré
Ofício de romaria ao círio de nazaréOfício de romaria ao círio de nazaré
Ofício de romaria ao círio de nazaré
 

Mais de conceicaoborges

Não tenhas medo (retiro de jovens 2013)
Não tenhas medo (retiro de jovens 2013)Não tenhas medo (retiro de jovens 2013)
Não tenhas medo (retiro de jovens 2013)
conceicaoborges
 
Semeando fevereiro 2013
Semeando fevereiro 2013Semeando fevereiro 2013
Semeando fevereiro 2013
conceicaoborges
 
Semeando dezembro 2012
Semeando dezembro 2012Semeando dezembro 2012
Semeando dezembro 2012
conceicaoborges
 
Reuniões jef 2012 2013
Reuniões jef 2012 2013Reuniões jef 2012 2013
Reuniões jef 2012 2013
conceicaoborges
 
Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012
conceicaoborges
 
Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012
conceicaoborges
 
Alegria é uma coisa séria reflexão pessoal
Alegria é uma coisa séria   reflexão pessoalAlegria é uma coisa séria   reflexão pessoal
Alegria é uma coisa séria reflexão pessoal
conceicaoborges
 
Retiro jef 2012
Retiro jef 2012Retiro jef 2012
Retiro jef 2012
conceicaoborges
 
Semeando junho 2012
Semeando junho 2012Semeando junho 2012
Semeando junho 2012
conceicaoborges
 
Via sacra dia do deserto
Via sacra dia do desertoVia sacra dia do deserto
Via sacra dia do deserto
conceicaoborges
 
Verdadeira e perfeita alegria
Verdadeira e perfeita alegriaVerdadeira e perfeita alegria
Verdadeira e perfeita alegria
conceicaoborges
 
A Palavra de Deus e a Eucaristia na vida do cristão
A Palavra de Deus e a Eucaristia na vida do cristãoA Palavra de Deus e a Eucaristia na vida do cristão
A Palavra de Deus e a Eucaristia na vida do cristão
conceicaoborges
 
Semeando fevereiro 2012
Semeando fevereiro 2012Semeando fevereiro 2012
Semeando fevereiro 2012
conceicaoborges
 
Oração de compromisso bem aventuranças
Oração de compromisso bem aventurançasOração de compromisso bem aventuranças
Oração de compromisso bem aventuranças
conceicaoborges
 
Bem aventuranças
Bem aventurançasBem aventuranças
Bem aventuranças
conceicaoborges
 
Trabalhos de grupo
Trabalhos de grupoTrabalhos de grupo
Trabalhos de grupo
conceicaoborges
 
Semeando dezembro 2011
Semeando dezembro 2011Semeando dezembro 2011
Semeando dezembro 2011
conceicaoborges
 

Mais de conceicaoborges (20)

Não tenhas medo (retiro de jovens 2013)
Não tenhas medo (retiro de jovens 2013)Não tenhas medo (retiro de jovens 2013)
Não tenhas medo (retiro de jovens 2013)
 
Semeando fevereiro 2013
Semeando fevereiro 2013Semeando fevereiro 2013
Semeando fevereiro 2013
 
Postais de natal
Postais de natalPostais de natal
Postais de natal
 
Semeando dezembro 2012
Semeando dezembro 2012Semeando dezembro 2012
Semeando dezembro 2012
 
Reuniões jef 2012 2013
Reuniões jef 2012 2013Reuniões jef 2012 2013
Reuniões jef 2012 2013
 
Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012
 
Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012
 
Festa da escola
Festa da escolaFesta da escola
Festa da escola
 
Alegria é uma coisa séria reflexão pessoal
Alegria é uma coisa séria   reflexão pessoalAlegria é uma coisa séria   reflexão pessoal
Alegria é uma coisa séria reflexão pessoal
 
Retiro jef 2012
Retiro jef 2012Retiro jef 2012
Retiro jef 2012
 
Semeando junho 2012
Semeando junho 2012Semeando junho 2012
Semeando junho 2012
 
Via sacra dia do deserto
Via sacra dia do desertoVia sacra dia do deserto
Via sacra dia do deserto
 
Verdadeira e perfeita alegria
Verdadeira e perfeita alegriaVerdadeira e perfeita alegria
Verdadeira e perfeita alegria
 
A Palavra de Deus e a Eucaristia na vida do cristão
A Palavra de Deus e a Eucaristia na vida do cristãoA Palavra de Deus e a Eucaristia na vida do cristão
A Palavra de Deus e a Eucaristia na vida do cristão
 
Semeando fevereiro 2012
Semeando fevereiro 2012Semeando fevereiro 2012
Semeando fevereiro 2012
 
Oração de compromisso bem aventuranças
Oração de compromisso bem aventurançasOração de compromisso bem aventuranças
Oração de compromisso bem aventuranças
 
Carta de jesus
Carta de jesusCarta de jesus
Carta de jesus
 
Bem aventuranças
Bem aventurançasBem aventuranças
Bem aventuranças
 
Trabalhos de grupo
Trabalhos de grupoTrabalhos de grupo
Trabalhos de grupo
 
Semeando dezembro 2011
Semeando dezembro 2011Semeando dezembro 2011
Semeando dezembro 2011
 

Último

11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 

Último (15)

11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 

Escutar em louvor deserto

  • 1. VII– NADA ME SEPARARÁ DE TI! Fica comigo, Senhor! (Que me pode afastar do amor de Deus? Que me impede de me entregar totalmente nas Suas mãos? Atrai-me um seguimento total e radical por amor?) Num sorriso que nasce do amor que Deus deposita em mim, abraço o mundo que sou, porque o Senhor me ama e abraça fazendo-se hóspede em mim. E porque Ele me habita, nada nem ninguém me pode “tirar” este “Cheio do tesouro, porque Ele se oferece, se dá, por amor... Espírito Santo, Palavra de Deus 35Quem poderá separar-nos do amor de Cristo? A tribulação, a angústia, a perseguição, a fome, a nudez, o perigo, a espada? Jesus 36De acordo com o que está escrito: Por causa de ti, estamos expostos à morte o dia inteiro, fomos tratados como ovelhas destinadas ao matadouro. retirou-se... 37Mas em tudo isso saímos mais do que vencedores, graças àquele que e foi levado pelo nos amou. 38Estou convencido de que nem a morte nem a vida, nem os anjos nem os Espírito Santo principados, nem o presente nem o futuro, nem as potestades, 39nem a ao altura, nem o abismo, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus que está em Cristo Jesus, Senhor nosso. (Rom 8) deserto”. (Paro para escutar a Palavra em mim e deixar que germine em meu coração a semente (Lc 4,1) da certeza do amor de Deus. Nas Suas mãos entrego o meu estar, o meu ser, a minha história, o meu caminho, o meu passado, presente e futuro… sou toda dele…) Compromisso: Oração Neste dia de deserto, entrego toda a minha história, a teus pés, Senhor. Com a tua graça, cresce em mim a certeza de que depois da noite vem sempre a aurora e a alegria virá depois da cruz. Fica comigo, hoje e sempre. Nada me separará de Ti, Senhor. (Escrevo/desenho o meu compromisso na capa) Carmelo da Sagrada Família, Torre de Moncorvo Juventude Eucarística Franciscana, 24 de Março de 2012 12
  • 2. 0 - CHEGUEI Na oração está o segredo da sua beleza admirável; No louvor está o segredo da sua grandeza. PARA O ENCONTRO ESSA MULHER CHAMA-SE MARIA E É A MÃE DE JESUS A nossa vida é feita de caminhos. Partidas e chegadas. Avanços e E A NOSSA MÃE! retrocessos. Parar é andar para trás. Hoje vou parar, entrar em mim, para conhecer o Divino Hóspede que (Leio, escuto e medito a Palavra) me habita e me convida a escutar em contínuo louvor o segredo do amor. Palavra de Deus Cheguei… 25Junto à cruz de Jesus estavam, de pé, sua mãe e a irmã da sua mãe, Trago comigo cada página de um livro que escrevo a cada momen- Maria, a mulher de Clopas, e Maria Madalena. 26Então, Jesus, ao ver ali ao to. Manchado do sangue dos sacrifícios da vida e húmido das lágrimas que pé a sua mãe e o discípulo que Ele amava, disse à mãe: «Mulher, eis o teu teimam e cair sobre ele. filho!» 27Depois, disse ao discípulo: «Eis a tua mãe!» E, desde aquela hora, Abro o meu livro para ti, Senhor, para que sejas Tu, hoje, neste mo- o discípulo acolheu-a como sua. mento a escrever a minha história. Depois disso, (…)Jesus disse: «Tudo está consumado.» E, inclinando a Sim, cheguei...cansada de te procurar lá fora quando estás dentro. cabeça, entregou o espírito. (Jo 19) Sim, cheguei...para me encontrar contigo em mim e comigo em ti. Sim, cheguei...para descobrir o valor do silêncio que me fala de ti. Oração Sim, cheguei...para saborear a beleza do teu abraço incondicional, Senhor, dá-me um coração enamorado, como o coração de Maria, do teu colo de pai e das tuas mãos ternurentas de mãe. Para confiar em Ti, mesmo quando tudo parece ilógico. Eis-me aqui, Senhor... (no silêncio disponho-me a escutar, contemplo e peço a luz do Espirito) Senhor, dá-me um coração generoso, como o coração de Maria, Para deixar de lado o olhar egoísta e egocêntrico. Vem Espírito Santo: Senhor, dá-me um coração aberto à Tua Palavra, como o coração de Ma- ria, para aceitar os Teus projetos, mesmo contra a minha vontade... Vem Espírito divino, Senhor, dá-me um coração puro, como o coração de Maria, Envia a tua luz celeste; Para ter a coragem de me libertar de toda a sujidade que transporto. Luz que penetra as almas, Fonte do maior consolo. Senhor, dá-me um coração atento, como o coração de Maria, Vê o meu vazio Para ir ao encontro do irmão saltando o obstáculo da indiferença. Quando me faltas. Senhor, dá-me um coração alegre, como o coração de Maria, Rega a minha terra Para cantar de coração humilde as maravilhas que vais fazendo em mim. Que tem sede de ti Senhor, dá-me um coração sedento, como o coração de Maria, Para que saiba percorrer Para precisar sempre de Ti e beber de Ti a água pura da felicidade. Este tempo na tua presença. Vem Espírito de luz e de paz. Senhor, dá-me um coração, como o coração de Maria… 2 11
  • 3. VI - E MARIA?... 1 - EU...AQUI...CONTIGO... ...junto à cruz... Não estou só. Deus habita-me...faz morada em mim. Sou a sua ten- da, o seu sacrário vivo. Eu, aqui, contigo, Senhor… Num mundo todo voltado para o material, A viver à margem de Deus ou a olhá-lo com desconfiança; (Olho as pegadas, que me diz esta imagem? Rezo: Eu e Cristo) Num mundo onde todos os valores espirituais Correm o risco de serem simplesmente esquecidos EU E CRISTO E onde a virtude é gozada; Num mundo onde surgem novos ídolos, Eu, peregrino. Tão caducos como os seus fabricantes; Tu, o caminho. Num mundo cheio de barulho, Eu, a pergunta. Cheio de espetáculos, Tu, a resposta. Cheio de espetadores, Eu, a sede. Cheio de distraídos e apressados; Tu, a fonte. Num mundo onde a arrogância é adorada, Eu, tão fraco. Onde a sensualidade é coroada, Tu, a força. Onde a ganância é venerada… Eu, as trevas. EIS A MULHER! Tu, a luz. Uma mulher pobre e pura, Eu, o pecado. Uma mulher humilde e piedosa, Tu, o perdão. Uma mulher silenciosa e confiante, Eu, a luta. Uma mulher espiritual e virtuosa, Tu, a vitória. Uma mulher que reza e adora Eu, o Inverno. Esse Deus que a tirou da sua humilde condição Tu, o Sol. E a tornou “bendita entre as mulheres”. Eu, doente. Esta mulher é modelo e luz para os peregrinos da verdade, Tu, o milagre. Esta mulher é irmã e guia para os que caminham sem norte, Eu, o grão de trigo. Esta mulher é mãe e mestra para os sedentos de Deus. Tu, o pão. Ela fala mais com gestos do que com palavras; Eu, a procura. Convence mais com as atitudes que com os argumentos; Tu, o endereço. Conduz mais com o sorriso que com as ordens; Revela Deus mais com o coração que com a cabeça. Meu passado e meu presente em tuas mãos. Esta mulher reza, Meu futuro, todo teu. Esta mulher adora, Quero caminhar contigo! Esta mulher vive na intimidade com Deus. 10 3
  • 4. II - TOMAI... V - PRECISO DE TI... Presente de Jesus ...levo a Tua cruz... Jesus é surpresa. Precisas de mim, Senhor? Cada gesto é uma escola de amor que me conduz ao mistério do Na surpresa do amor, requisitas-me para o Reino. Pai, à essência do amor verdadeiro. Precisas de mim, Senhor!... Jesus quer estar, sempre, em mim. Faz-se presença e presente. Na surpresa da vida, convidas-me a ser Bom Samaritano, a estar atento a Na eucaristia, Jesus entrega-se por amor. No pão está Ele, aquele quem encontro pelo caminho, abandonado, para lhe ajudar a levar a cruz. que me ensina a amar, a dar a vida a ser pão para os outros. Sou cireneu...porque de surpresa me tocas para que o Teu amor possa E diz-me, quase que em segredo: tocar os outros. Toma, come-me… Precisas de mim...mesmo sendo eu assim… Quero habitar no teu coração e ser semente de Paz e de Bem. Aceitas-me como teu hóspede? (Recordo as vezes que ajudei o irmão a levar a cruz… e as vezes em que fui ajudada a carregar a minha própria cruz… Leio, escuto e medito a Palavra.) (Respondo no meu íntimo à questão lançada por Cristo. Leio, escuto e medito a Palavra.) Palavra de Deus Palavra de Deus 22Enquanto comiam, tomou um pão e, depois de pronunciar a bênção, par- Levaram-no, então, para o crucificar. 21Para lhe levar a cruz, requisitaram tiu-o e entregou-o aos discípulos dizendo: «Tomai: isto é o meu cor- um homem que passava por ali ao regressar dos campos, um tal Simão de po.» (…) 26Após o canto dos salmos, saíram para o Monte das Oliveiras. Cirene, pai de Alexandre e de Rufo. 22E conduziram-no ao lugar do Gólgo- (Mc 14) ta, que quer dizer ‘lugar do Crânio’.(Mc 15) (Que me diz a Palavra? Que digo eu a Deus com a Palavra?) Oração Senhor, acolhes-me, mesmo sabendo do me pecado. Abraças-me, mesmo sabendo das minhas dúvidas. Precisas de mim, mesmo sabendo das mi- nhas fugas. Que a graça do teu Espírito, que desceu sobre mim no dia do Oração baptismo, lance os meus braços para o serviço dos irmãos. Tu és a minha Jesus Cristo, antes de partires para o Pai, quiseste entregar-te a nós como esperança, o meu Redentor. alimento de vida nova. Tu és o pão, o pão dá vida que nos fortalece nos caminhos da história. Ajuda-me também a ser pão para os outros. (Num gesto de união a toda a criação e de entrega ao serviço de amor, como Bom Sama- ritano, como Cireneu disponível, beijo o chão que piso, símbolo de humildade e serviço incondicional…) 4 9
  • 5. Palavra de Deus 43…chegou Judas, um dos Doze, e, com ele, muito povo com espadas e III - PERMANECEI varapaus, da parte dos sumos sacerdotes, dos doutores da Lei e dos an- Sou ramo... ciãos. 44Ora, o que o ia entregar tinha-lhes dado este sinal: «Aquele que eu beijar é esse mesmo; prendei-o e levai-o bem guardado.» 45Mal chegou, (Na mãe natureza que me rodeia procuro um ramo seco, acolho-o em minhas mãos e aproximou-se de Jesus, dizendo: «Mestre!»; e beijou-o. 46Os outros deita- contemplo a sua beleza e o seu significado neste momento para mim.) ram-lhe as mãos e prenderam-no. (Mc 14) Preciso de Ti, Senhor… Que tipo de beijos descubro no mundo que me rodeia? Por vezes adormeço e deixo-me levar por outros deuses. Acabo por me desprender da verdadeira árvore que és Tu e seco… Tenho sede de Ti… não consigo a vida fora de Ti… 1. Faço mil promessas de amor para contigo, mas acabo sempre por me afastar e desligar da Tua verdade. Sim...perdoa...porque adormeci e te deixei só… 2. (Recordo os momentos em que me senti mais desligada de Deus e me afastei do Seu amor. Faço silêncio e leio, escuto e medito a Palavra.) 3. Palavra de Deus 32Chegaram a uma propriedade chamada Getsémani, e Jesus disse aos 4. discípulos: «Ficai aqui enquanto Eu vou orar.» (….) 35Adiantando-se um pouco, caiu por terra e orou para que, se possível, passasse dele aquela hora. 36E dizia: «Abbá, Pai, tudo te é possível; afasta de mim este cálice! 5. Mas não se faça o que Eu quero, e sim o que Tu queres.» 37Depois, foi ter com os discípulos, encontrou-os a dormir e disse a Pedro: «Simão, dor- mes? Nem uma hora pudeste vigiar! 38Vigiai e orai, para não cederdes à tentação…» (Mc 14) Oração Senhor, a Tua Palavra é um segredo Teu que se vai revelando sempre que (Porque Deus é perdão e só sabe amar, coloco todo o meu ser no seu regaço maternal e dou espaço para o encontro contigo. Perdoa, Senhor, as vezes em que sinto o Seu abraço de perdão em mim. Ele me convida a voltar para casa, para Ele. Con- não deixo que a Tua Palavra conduza os meus passos e seja farol dos vida-me a acordar, a vigiar. Neste momento posso abeirar-me do Sacramento da Reconci- liação para receber o perdão de Deus na forma sacramental.) meus caminhos. 8 5
  • 6. Oração IV - ENTREGA Senhor, Tu és a luz, a única luz que dissipa as minhas trevas. Só à luz do teu amor, posso compreender o mistério da dor, da vida, da fé… Quero Que beijo?... estar contigo. Permanecer em Ti. Ajuda-me a vigiar nesta hora. Que eu não adormeça e me afaste da tua presença. Porque Tu és a videira e eu o Ninguém te tira a vida, Jesus, és tu mesmo que a ofereces. ramo que só tem vida em ti. No silêncio e na humildade, dás-me uma lição de amor. Aceitas o meu beijo, sabendo que leva em si (Procuro descobrir como manter firme esta ligação entre o ramo que sou e a videira da qual depende o meu existir, Deus.) o peso do pecado, da inveja, da desilusão, da frieza, da dúvida e do medo. Aceitas o meu beijo, sabendo que carrega consigo a desconfiança, o desespero, a solidão, a fuga, o superficialismo. Aceitas o meu beijo, sabendo que tem as cores cinzentas da crítica, da escuridão, do orgulho e da traição. (Medito no poder da humildade, da verdade e da entrega de Jesus. Leio, escuto e medito a Palavra.) 6 7