SlideShare uma empresa Scribd logo
QUE TAL ORAR ?
        Se a noite é fria, se a insonia é maior,
        Se o deitar, agonia: o silêncio é pior...
              O sono é uma tortura, a lembrança, tão dura...
              E fragilizado, tão só, o que se pode esperar?
                      E nesse momento de intenso tormento,
                     Veio- me o pensamento: Orar... Que tal orar?
        Se os filhos se rebelam, se a família esfacelou,
        Se as dividas revelam que o dinheiro faltou...
              Se os compromissos aumentam, se não há como quitar...                  Primeira e má Noticia.                         Pecados e Jesus foi enviado para se
              Se a preocupação é intensa e a crise veio afetar...                   Por causa do pecado, nós já nascemos           tornar esse sacrifício. Ele foi pregado
                  Se a tristeza é intensa, e a insegurança adensa,                  separados de Deus. Sem uma interven-          numa cruz, e teve seu sangue vertido
                  Há algo que recompensa: Orar... Que tal orar ?                    ção, não podemos entrar no Céu. Isso          como pagamento por nossos pecados.
                        Se os amigos se afastam, abrigo, onde achar?                 se aplica a toda a raça humana, não a        Mas três dias após sua morte, Ele
                        Se os críticos atacam, se ajuda não há...                   você apenas. Em Romanos 3:23 diz:             ressuscitou, validando de uma vez por
        E nessa solidão de intenso pesar                                             '' Porque todos pecaram e destituídos        todas, sua condição de nosso único
        Só se acha oposição... como se equilibrar?                                  estão da gloria de Deus;'' - '' Como          salvador. Crer na morte, sepultamento
               Então, como todo conflito, mundo, tristonho, aflito,                 está escrito: Não há justo, nem sequer        e ressurreição de Cristo é o único meio
               eu ouvi algo implícito: Orar... Que tal orar?                         um.''(Romanos 3:10).''Porque o salario       de chegar ao Céu. Jesus diz (João 14:6),
                       Ah! Bendita oração, alavanca que move,                       do pecado é a morte'' ( Rom.6:23a ).           ''Eu sou o caminho, e a verdade, e a
                       que sensibiliza Deus a ação... que faz milagres, remove,      '' Mas, quanto aos medrosos, e aos           vida; ninguém vem ao Pai, senão por
       que faz a multiplicação... que faz o mar se abrir,                           incrédulos , e aos abomináveis, e aos          mim.'' - '' Porque Deus amou o mundo
       que faz a chuva cair, que fecha a boca do leão...                             homicidas, e aos adúlteros, a aos            de tal maneira que deu o seu Filho
 que torna a fornalha morna, que na aflição adorna,                                  feiticeiros, e aos idolatras, e a todos os   Unigênito, para que todo aquele que
que faz a a vida ressurgir ! Oração... alimento para o fiel,                        mentirosos, a sua parte será no lago          nele crê não pereça, mas tenha a vida
           sustento para o cristão, água para o sedento,                             ardente de fogo e enxofre, que é a           eterna. Porque Deus enviou o seu Filho
           sal na confusão, luz na escuridão                                        segunda morte.''(Apocalipse 21:8).Não          ao mundo, não para que julgasse o
                      força para o caído, bálsamo para o ferido,                    existe uma cota de boas obras que nós         mundo, mas para que o mundo fosse
                      seta, caminho, direção... Se a vida é fracasso,                possamos fazer para nos salvar da            salvo por ele .'' - ( João 3:16-17 ).
          os amigos escassos, se o insucesso é maior...                              separação e terna de Deus. ''Porque          A Bíblia nos ensina com sermos salvos:
          se a alegria é pequena, se a tristeza é a cena,                           pela graça sois salvos, por meio da fé,       '' Porque, se com a tua boca confessares
                     se a dor é pior... Vale a pena lembrar:                        e isto não vem de vós, é dom de Deus;          a Jesus como Senhor, e em teu coração
                     Deus no céu está atento, vivo, escutando,                      não vem das obras, mas para que               creres que Deus o ressuscitou dentre os
                           e pronto para atuar! É a minha decisão:                  ninguém se glorie.'' ( Efésios 2:8-9 ).       mortos, será salvo; pois é com o
                          Deus fala na confusão - há 18 solução, saída não há!        Mas existe uma boa noticia!                   coração que se crê para justiça, e com
        Há como vencer na vida e a formula é conhecida:                              Existe uma maneira simples e gratuita        a boca se faz confissão para a salvação''
        buscar para encontrar. Fale a Deus - Ele entende                             de nos reconciliarmos com Deus, que          (Romanos 10:9-10). - Este é o dom
                    É o amigo que atende: Ele vai solucionar!                       é possível graça ao Filho Unigênito de        gratuito de Deus, porque e le Te ama.
                   Então, com sinceridade, busque-o com humildade:                  Deus. Um sacrifício de sangue foi             '' Mas o dom gratuito de Deus é a vida
                   É só isso! Que tal orar?             ( Autor: Noélio Duarte ).   necessário para pagar por nossos              eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.''
( Romanos 6:23b). - '' Porque todo
aquele que invocar o nome do Senhor
será salvo.'' - ( Romanos 10:13 ).              Vinho Novo, Odres Novo!
   Você está pronto para crer nisso        '' E ninguém poe vinho novo em odres
agora ? Se sim, então simplesmente         velhos, pois o vinho novo rebenta os
diga a Deus o que ele mesmo te pediu       odres velhos, estragando-se os odres e
para confessar: '' Deus, eu admito que      derramando-se o vinho. Vinho novo
sou um pecador e seu que não posso         deve ser posto em odres novos. ''
fazer nada para merecer entrar no céu.                              (Lucas 5:37-38).
Eu verdadeiramente creio que Jesus         Odres, nos tempos antigos, eram feitos de
morreu numa cruz, foi sepultado e          pele de ovelhas ou de cordeiros. Esta pele
ressuscitou. Eu ponho minha fé no          é macia e muito forte, de sorte que serve
Seu sacrifício para pagar completa-        bem para conter vinho novo que fermenta.
mente por meus pecados.''                  estes odres no entanto, só podiam ser
                                           usados durante um ano. Na safra do ano
                                           seguinte, a pele já estaria ressequida e
   '' Tinham conhecimento que eles         endurecida, e, por isso, os odres se
haviam estado com Jesus.''(Atos 4:13)      tornavam impróprios para serem reutiliza-
O cristão deveria possuir uma              dos com vinhos novos. O emprego que
semelhança marcante com Jesus              Jesus fez desta figura dos odres é muito
Cristo. Você já leu a história de Jesus,   ilustrativa porque nunca é tarde para
escrita em forma bela e eloquente,         desprezarmos os odres velhos, isto é, os
mas com a melhor história de Cristo é      erros, os fracassos e os pecados que nos
a sua biografia viva, escrita nas          envolveram no passado. Cada novo dia é
palavras e ações de seu povo.              uma ótima oportunidade para iniciarmos
Se fôssemos o que dizemos e o que           uma nova vida. Quais foram os erros que
deveríamos ser, seriamos quadros de        você não quer repetir? Quais os relaciona-
Cristo; sim, haveria semelhança tão        mentos errados que você que corrigir ?
marcante com Ele, que o mundo não             Como foi o seu comportamento?
poderia nos ridicularizar depois de        Foi sempre cordial, ou muitas vezes
uma hora conosco, dizendo: ''Bem,          agressivo ? Como foi a devoção para com
parece que existe um pouquinho de          Deus e o que você precisa renovar ?
semelhança'', mas, depois de nos ver,      Pense nessas coisas e tente estabelecer
exclamaria: ''Ele esteve com Jesus; ele     novos alvos, e novas metas para sua vida,
aprendeu sobre Jesus; ele é como           para seus relacionamentos, e para sua
Jesus; ele captou exatamente a ideia        devoção a Deus. Tire tempo para renovar
do homem santo de Nazaré, e ele            a sua fé e o seu amor para com Deus.
pratica isso na vida e nas ações do        Proponha-se em fazer o melhor uso
dia - a - dia ''.                           possível das bençãos que Deus está te
                      Autor: Spurgeon       oferecendo.                                 Respostas: - 1.Jezabel - 2.Ezequiel - 3.José - 4.Jeoseba - 5.Oseias - 6.Geazi
ARANHA                  Uma vez um homem estava sendo perseguido por vários                                        Quando as Pedras não se mexem
E A FÉ              malfeitores que queriam mata-lo. O homem, correndo, virou um                            Esta história é contada d e diversas formas e com algumas
                 atalho que saia da estrada e entrava pelo meio do mato e, no                             variantes, mas ela é mais ou menos assim: Um dia, Deus levou
               desespero, elevou uma oração a Deus da seguinte maneira: - Deus todo                     um homem diante de uma enorme pedra e ordenou-lhe que a
             poderoso, fazei com que dois anjos venham do céu e tapem a entrada da                    empurrasse. Obedecendo à ordem de Deus, o homem começou a
          trilha para que os bandidos não me matem!!! Nesse momento escutou que                    empurrar a pedra. Mas, por mais que se esforçasse, a pedra não se
os homens se aproximavam da trilha onde ele se escondia e viu que na entrada da       movia nenhum milimetro. Mas, como foi que Deus quem mandou que
trilha apareceu uma minuscula aranha. A aranha começou a tecer uma teia na            empurrasse a pedra, o homem continuou tentando, pois, afinal de contas, Deus é
entrada da trilha. - Senhor, eu vos pedi anjos, não uma aranha. Senhor, por favor,    coerente e não iria mandá-lo fazer algo que não trouxesse resultados. O tempo
com tua mão poderosa coloca um muro forte na entrada desta trilha, para que           passou, o homem continuou tentando, mas, nada da pedra se mexer.
os homens não possam entrar e me matar... Então ele abriu os olhos esperando ver      Cansado de não ver nada acontecer, o homem dirigiu-se a Deus e apresentou-lhe
um muro tapando a entrada e viu apenas a aranha tecendo a teia. Os malfeitores        suas queixas: ''como foi que o Senhor deixou que eu perdesse tanto tempo
estavam entrando na trilha, na qual ele se encontrava, e ele estava esperando         empurrando uma pedra que se recusa a mexer-se? ''. E Deus lhe respondeu:
apenas a morte.          Quando passaram em frente da trilha o homem escultou:           - Mas, eu não lhe mandei mover a pedra. Eu ordenei que você empurrasse a
-Vamos, entremos nesta trilha. - Não, está vendo que tem até teia de aranha?          pedra, o que você fez muito bem. - Como assim? - Disse o homem perplexo
Nada entrou por aqui.             Continuemos procurando nas próximas trilhas.          - Estive este tempo todo empurrando uma pedra que não iria se mexer mesmo ?
Fé é crer no que não se vê, é perseverar diante do impossível. As vezes pedimos        Pra que isso? - O meu proposito não era com a pedra, e sim, com você.
muros para estarmos seguros, mas Deus pede que tenhamos confiança nEle para             - Não entendi. - Filho, olhe para você. Veja como você se tornou forte e robusto
deixar que sua Glória se manifeste e faça algo como uma teia, que nos dá a            desde que começou a empurrar a pedra. Repare nos músculos que cresceram em
mesma proteção de uma muralha. Nunca desanime em meio às lutas, siga em               você. Reparando em si mesmo, o homem viu que, de fato, ele havia se tornado
frente, pois Deus disse: ''Diga aos fracos que Eu sou forte''. São nos momentos        mais forte e entendeu o que Deus havia feito. Depois disso, com um sopro,
mais difíceis que encontramos em Deus a nossa força.                                  Deus fez com que a pedra se mexesse. Ás vezes oramos e lutamos para que
==========================================================                            situações mudem e elas não mudam. Oramos e fazemos de tudo para que certas
 '' O que é a fé? É a convicção segura de alguma coisa que nós queremos vai             pessoas mudem, e nada. Essas coisas nos deixam frustrados e muitas vezes nos
acontecer. É a certeza de que o que nós esperamos está nos aguardando,                 impedem de ver o que Deus mais quer fazer que é nós transformar e nos tornar
ainda que o não possamos ver adiante de nós.'' ( Hebreus 11:1 ).                       mais fortes. É somente quando entendemos o proposito de Deus e nos deixamos
  ''crer'' é confiar, acreditar. É o nos criou. Neste sentido, ''eu creio'' não       lapidar que Ele vem mover as pedras do nosso caminho. Enquanto isso não
propõe o texto bíblico citado, é ter fé. contém mais sobras de duvida. O ''creio''    acontece, elas estarão lá, imóveis.
  A palavra de Hebreus 11:1 explica: é também uma confissão de alguma coisa.                                     ========================================
''A fé é a certeza de que vamos receber Se dizemos '' creio em Deus Pai, todo                              Salmos 119:83 – Um Odre na fumaça. - Odres são vasilhas
as coisas que esperamos e a prova de poderoso'', estamos fazendo uma                                    feitas de pele para o transporte de liquido. Eram postas sobre a
que existem coisas que não vemos.'' confissão de fé. Quem não crê é uma                             fumaça para ficarem endurecidas pelo calor e fumaça. Isso também
Parte de nossa vida é vivida nessa pessoa desanimada, sem rumo e sem base.                  fazia aumentar a resistência e a espessura do couro através do encolhimento.
certeza e convicção. Se a fé é a certeza é ruim viver assim. Quem não crê em              Fala do estado de alma de Davi. ( Salmos 119:83 ).
de coisas que não vemos, então ela é Jesus como seu Salvador sem salvação é
uma forma de conhecimento. É por mortal viver assim. Que sempre possamos
causa da fé, por exemplo, que uma abrir os nossos corações para a fé em
pessoa entende que o universo foi Jesus Cristo e expressar a nossa confiança
formado por Deus. Ela não viu Deus dizendo: '' Eu Creio '' - ''Eu creio que
criando, mas está convicta de que Ele Jesus morreu na cruz para me salvar.''
CRISTO É NOSSA SEGURANÇA
Somente o carcereiro                                                que nos abra as                           ''Quem, então, pode jamais ocultar de nós o amor de Cristo?
dormia naquela noite.                                                cadeias do amor                         Quando estamos em aflição ou desventura, quando somos
Dois homens, Paulo                                                   pelas        coisas                  perseguidos de morte ou destruídos, será que isso acontece por
e Silas, haviam sido                                                 terrenas. Como                    Ele não mais nos ama? E se tivemos fome ou ficamos sem dinheiro,
presos injustamente,                                                estamos preocupa-                ou passamos por perigo, ou fomos ameaçados de morte, será pois que
mas reagiram de um                                                  dos com o nosso             Deus nos desamparou? Não, pois as Escrituras nos dizem que por sua causa
modo peculiar, quase                                                status social, com     precisamos estar prontos a enfrentar a morte a qualquer momento do dia,
estranho. Eles canta-                                               o vizinho, temendo      somos como ovelha prontas a ser abatidas no matadouro. Mas apesar de tudo
cantavam, louvavam                                                  não poder fazer ou      isso, temos uma vitória esmagadora por meio de Cristo, que nos amou a ponto
a Deus e oravam,                                                   adquirir o que eles     de morrer por nós. Estou convencido de que nada poderá jamais separar de seu
enquanto os outros                                                  conseguem.              Amor. A morte não o pode, nem tampouco a vida. Os anjos não o poderão, e
prisioneiros escuta-                                               Estamos arraigados      todas as forças do inferno não poderão afastar de nós amor de Deus. Nossos
vam. Subitamente                                                  no empenho de fazer      temores pelo dia de hoje, nossas preocupações sobre o dia de amanhã, ou o
ocorreu um terremoto                       fazer dinheiro, de juntar, de crescer           lugar onde estivemos, bem alto no céu, ou nas profundezas do mar, nada jamais,
e sacudiu os alicerces da prisão.          Social e intelectualmente. Embora todas         será capaz de separar-nos do amor de Deus demostrando pelo nosso Senhor
Abriram-se todas as portas, soltaram-      essas coisas sejam legitimas, não deve ser       Jesus Cristo quando morreu por nós''. ( Romanos 8:35 a 39 )      - Bíblia Viva
se as cadeias de todos. O carcereiro       o alvo maior de nossas vidas. O fato é          As vezes pensamos e mesmo sentimos que estamos totalmente desamparado.
acordou cheio de pavor, porque             que estamos comprometidos com o                  Deus não nos ouve, nossas orações parecem vazias e ficamos sem sustentação
sabia que deveria pagar com a vida          sistema do mundo e nos esquecemos de            psicológicas. Os problemas do dia a dia nos roubam a real perspectiva do nosso
caso deixasse fugir os presos. Estava      Deus. Quando o carcereiro referido na           relacionamento com Cristo. Porque não encontramos rápidas respostas para os
perdido e ia suicidar-se quando Paulo      passagem b íblica estava            pronto a    problemas e os encararmos como grandes demais, julgamos que estamos
bradou em alta voz: ''Não te faças         suicidar-se e ouviu de Paulo aquelas             ilhados, desamparados e um sentimento de desassossego emerge em nossa alma
nenhum mal, porque todos aqui              palavras, ele respondeu: ''Que devo fazer        Só que para Ele não existe crise, dificuldade ou situação que seja por demais
estamos''. Essa história esta registrada   para que seja salvo?'' E Paulo e Silas          complicada. O Apostolo Paulo nos faz lembrar que nada nós poderá separar do
no livro de Atos 16:19 a 40.               responderam: ''Crê no Senhor Jesus, e           amor de Deus que está em Cristo Jesus. Ele usa linguagem enfática quando diz
Nos nos assemelhamos àqueles presos        serás salvo, tu e tua casa''. É precisamente    que nem a morte, nem seres espirituais, nem qualquer circunstância ou criatura,
que ouviram o que Paulo e Silas            isso que cada um de nós precisamos              poderá nos separar do Senhor Jesus. A Palavra de Deus é enfática em dizer que
ministraram, e estamos precisando que       também: crer no Senhor Jesus, entregar         os verdadeiros cristão estão seguro em Cristo. Paulo chega a dizer que nossas
um terremoto ocorra em nossas vidas        nossas vidas a Ele para que sejamos              vidas estão escondidas em Cristo ( Colossenses 3:3 ). Já que abrimos nossas
também. Um terremoto que venha             salvos. Ele pode nos dar libertação e vida       vidas para Ele então podemos descansar. Porque Cristo é maior que nossas
sacudir os alicerces da nossa prisão,      plena e abundante. Entregue-se a Ele            dificuldades.         Cristo é suficiente, para nós, em qualquer situação.
da nosso estrutura religiosa, denomi-      hoje. Só Jesus pode nos libertar dos laços                      ''Se Deus é por nós, quem será contra nós?''
nacional e eclesiástica; um terremoto      que nos prende e nos dar a vida eterna.
que venha soltar as correntes que nos      Ele mesmo disse: ''Eu sou o caminho, a
prendem, as correntes da preocupação       verdade é a vida, ninguém vem ao Pai
excessiva em embelezar o corpo e           se não por mim.'' (João 14:6).
cultivar a mente, em abastecer o
celeiro e participar da sociedade de
consumo. Precisamos de um terremoto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Quebrando as cadeias da intimidação
Quebrando as cadeias da intimidaçãoQuebrando as cadeias da intimidação
Quebrando as cadeias da intimidação
EdevaldoCMonteiro
 
10 sermões vol. ii, por robert murray m'cheyne
10 sermões vol. ii, por robert murray m'cheyne10 sermões vol. ii, por robert murray m'cheyne
10 sermões vol. ii, por robert murray m'cheyne
soarescastrodf
 
63573803 manual-do-encontro-com-deus
63573803 manual-do-encontro-com-deus63573803 manual-do-encontro-com-deus
63573803 manual-do-encontro-com-deus
Jaasiel Gomes de Oliveira
 
[EBD Maranata] Lição 12 - Davi | Revista Heróis do Antigo Testamento | 01/04/12
[EBD Maranata] Lição 12 - Davi | Revista Heróis do Antigo Testamento | 01/04/12[EBD Maranata] Lição 12 - Davi | Revista Heróis do Antigo Testamento | 01/04/12
[EBD Maranata] Lição 12 - Davi | Revista Heróis do Antigo Testamento | 01/04/12
José Carlos Polozi
 
Jormi 42
Jormi 42Jormi 42
Sermão do Monte
Sermão do Monte Sermão do Monte
Sermão do Monte
Ponte de Luz ASEC
 
7296943 john-bevere-a-uncao-profetica
7296943 john-bevere-a-uncao-profetica7296943 john-bevere-a-uncao-profetica
7296943 john-bevere-a-uncao-profetica
antonio ferreira
 
JORMI - Jornal Missionário nº 95
JORMI - Jornal Missionário nº 95JORMI - Jornal Missionário nº 95
JORMI - Jornal Missionário nº 95
Almir Rodrigues
 
Jormi 38 - Jornal Missionario
Jormi 38 - Jornal MissionarioJormi 38 - Jornal Missionario
Jormi 38 - Jornal Missionario
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 57
Jormi - Jornal Missionário n° 57Jormi - Jornal Missionário n° 57
Jormi - Jornal Missionário n° 57
trabalho como autonomo
 
Eventos finais
Eventos finaisEventos finais
Eventos finais
frenjr
 
Arrependimento ou remosso
Arrependimento ou remossoArrependimento ou remosso
Arrependimento ou remosso
Eid Marques
 
O drama do sofrimento do justo
O drama do sofrimento do justoO drama do sofrimento do justo
O drama do sofrimento do justo
Eid Marques
 
JORMI - jornal missionário n° 78
JORMI -  jornal missionário n° 78JORMI -  jornal missionário n° 78
JORMI - jornal missionário n° 78
trabalho como autonomo
 
Alguem me tocou
Alguem me tocouAlguem me tocou
Alguem me tocou
Mensagens Virtuais
 
O Clamor de um Desviado - Marthin lloyd Jones
O Clamor de um Desviado - Marthin lloyd JonesO Clamor de um Desviado - Marthin lloyd Jones
O Clamor de um Desviado - Marthin lloyd Jones
Rosangela Borkoski
 
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monteApresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
João Eduardo
 
Preparando o caminho para a presença manifesta de deus
Preparando o caminho para a presença manifesta de deusPreparando o caminho para a presença manifesta de deus
Preparando o caminho para a presença manifesta de deus
Carla Rodrigo
 

Mais procurados (18)

Quebrando as cadeias da intimidação
Quebrando as cadeias da intimidaçãoQuebrando as cadeias da intimidação
Quebrando as cadeias da intimidação
 
10 sermões vol. ii, por robert murray m'cheyne
10 sermões vol. ii, por robert murray m'cheyne10 sermões vol. ii, por robert murray m'cheyne
10 sermões vol. ii, por robert murray m'cheyne
 
63573803 manual-do-encontro-com-deus
63573803 manual-do-encontro-com-deus63573803 manual-do-encontro-com-deus
63573803 manual-do-encontro-com-deus
 
[EBD Maranata] Lição 12 - Davi | Revista Heróis do Antigo Testamento | 01/04/12
[EBD Maranata] Lição 12 - Davi | Revista Heróis do Antigo Testamento | 01/04/12[EBD Maranata] Lição 12 - Davi | Revista Heróis do Antigo Testamento | 01/04/12
[EBD Maranata] Lição 12 - Davi | Revista Heróis do Antigo Testamento | 01/04/12
 
Jormi 42
Jormi 42Jormi 42
Jormi 42
 
Sermão do Monte
Sermão do Monte Sermão do Monte
Sermão do Monte
 
7296943 john-bevere-a-uncao-profetica
7296943 john-bevere-a-uncao-profetica7296943 john-bevere-a-uncao-profetica
7296943 john-bevere-a-uncao-profetica
 
JORMI - Jornal Missionário nº 95
JORMI - Jornal Missionário nº 95JORMI - Jornal Missionário nº 95
JORMI - Jornal Missionário nº 95
 
Jormi 38 - Jornal Missionario
Jormi 38 - Jornal MissionarioJormi 38 - Jornal Missionario
Jormi 38 - Jornal Missionario
 
Jormi - Jornal Missionário n° 57
Jormi - Jornal Missionário n° 57Jormi - Jornal Missionário n° 57
Jormi - Jornal Missionário n° 57
 
Eventos finais
Eventos finaisEventos finais
Eventos finais
 
Arrependimento ou remosso
Arrependimento ou remossoArrependimento ou remosso
Arrependimento ou remosso
 
O drama do sofrimento do justo
O drama do sofrimento do justoO drama do sofrimento do justo
O drama do sofrimento do justo
 
JORMI - jornal missionário n° 78
JORMI -  jornal missionário n° 78JORMI -  jornal missionário n° 78
JORMI - jornal missionário n° 78
 
Alguem me tocou
Alguem me tocouAlguem me tocou
Alguem me tocou
 
O Clamor de um Desviado - Marthin lloyd Jones
O Clamor de um Desviado - Marthin lloyd JonesO Clamor de um Desviado - Marthin lloyd Jones
O Clamor de um Desviado - Marthin lloyd Jones
 
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monteApresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
 
Preparando o caminho para a presença manifesta de deus
Preparando o caminho para a presença manifesta de deusPreparando o caminho para a presença manifesta de deus
Preparando o caminho para a presença manifesta de deus
 

Destaque

Jormi - Jornal Missionário n° 68
Jormi  -  Jornal Missionário n° 68Jormi  -  Jornal Missionário n° 68
Jormi - Jornal Missionário n° 68
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 66
Jormi - Jornal Missionário n° 66Jormi - Jornal Missionário n° 66
Jormi - Jornal Missionário n° 66
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 71
Jormi  -  Jornal Missionário n° 71Jormi  -  Jornal Missionário n° 71
Jormi - Jornal Missionário n° 71
trabalho como autonomo
 
JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70
trabalho como autonomo
 
Jorm - Jornal Missionário n° 64
Jorm  - Jornal Missionário n° 64Jorm  - Jornal Missionário n° 64
Jorm - Jornal Missionário n° 64
trabalho como autonomo
 
Jormi 40
Jormi 40Jormi 40
jormi - Jornal Missionario n° 45
jormi - Jornal Missionario n° 45jormi - Jornal Missionario n° 45
jormi - Jornal Missionario n° 45
trabalho como autonomo
 
Jormi - jornal missionário n° 69
Jormi - jornal missionário n° 69Jormi - jornal missionário n° 69
Jormi - jornal missionário n° 69
trabalho como autonomo
 
Jormi 41
Jormi 41Jormi 41
JORMI - Jornal Missionário n° 72
JORMI - Jornal Missionário n° 72JORMI - Jornal Missionário n° 72
JORMI - Jornal Missionário n° 72
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 63
Jormi - Jornal Missionário n° 63Jormi - Jornal Missionário n° 63
Jormi - Jornal Missionário n° 63
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 67
Jormi - Jornal Missionário n° 67Jormi - Jornal Missionário n° 67
Jormi - Jornal Missionário n° 67
trabalho como autonomo
 
Jormi 43 - Jornal Misionário
Jormi 43 - Jornal MisionárioJormi 43 - Jornal Misionário
Jormi 43 - Jornal Misionário
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 65
Jormi - Jornal Missionário n° 65Jormi - Jornal Missionário n° 65
Jormi - Jornal Missionário n° 65
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 84
Jormi -  Jornal Missionário n° 84Jormi -  Jornal Missionário n° 84
Jormi - Jornal Missionário n° 84
Almir Rodrigues
 

Destaque (15)

Jormi - Jornal Missionário n° 68
Jormi  -  Jornal Missionário n° 68Jormi  -  Jornal Missionário n° 68
Jormi - Jornal Missionário n° 68
 
Jormi - Jornal Missionário n° 66
Jormi - Jornal Missionário n° 66Jormi - Jornal Missionário n° 66
Jormi - Jornal Missionário n° 66
 
Jormi - Jornal Missionário n° 71
Jormi  -  Jornal Missionário n° 71Jormi  -  Jornal Missionário n° 71
Jormi - Jornal Missionário n° 71
 
JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70
 
Jorm - Jornal Missionário n° 64
Jorm  - Jornal Missionário n° 64Jorm  - Jornal Missionário n° 64
Jorm - Jornal Missionário n° 64
 
Jormi 40
Jormi 40Jormi 40
Jormi 40
 
jormi - Jornal Missionario n° 45
jormi - Jornal Missionario n° 45jormi - Jornal Missionario n° 45
jormi - Jornal Missionario n° 45
 
Jormi - jornal missionário n° 69
Jormi - jornal missionário n° 69Jormi - jornal missionário n° 69
Jormi - jornal missionário n° 69
 
Jormi 41
Jormi 41Jormi 41
Jormi 41
 
JORMI - Jornal Missionário n° 72
JORMI - Jornal Missionário n° 72JORMI - Jornal Missionário n° 72
JORMI - Jornal Missionário n° 72
 
Jormi - Jornal Missionário n° 63
Jormi - Jornal Missionário n° 63Jormi - Jornal Missionário n° 63
Jormi - Jornal Missionário n° 63
 
Jormi - Jornal Missionário n° 67
Jormi - Jornal Missionário n° 67Jormi - Jornal Missionário n° 67
Jormi - Jornal Missionário n° 67
 
Jormi 43 - Jornal Misionário
Jormi 43 - Jornal MisionárioJormi 43 - Jornal Misionário
Jormi 43 - Jornal Misionário
 
Jormi - Jornal Missionário n° 65
Jormi - Jornal Missionário n° 65Jormi - Jornal Missionário n° 65
Jormi - Jornal Missionário n° 65
 
Jormi - Jornal Missionário n° 84
Jormi -  Jornal Missionário n° 84Jormi -  Jornal Missionário n° 84
Jormi - Jornal Missionário n° 84
 

Semelhante a Jormi - Jornal Missionário n° 44

Caminho a cristo
Caminho a cristoCaminho a cristo
Caminho a cristo
DesbravadoresBaluart
 
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Gerson G. Ramos
 
Triunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicaoTriunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicao
Joary Jossué Carlesso
 
Triunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicaoTriunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicao
Joary Jossué Carlesso
 
Jormi - Jornal Missionário n° 48
Jormi - Jornal Missionário n° 48Jormi - Jornal Missionário n° 48
Jormi - Jornal Missionário n° 48
rodrigueessilva
 
Jormi - Jornal Missionário n° 48
Jormi - Jornal Missionário n° 48Jormi - Jornal Missionário n° 48
Jormi - Jornal Missionário n° 48
trabalho como autonomo
 
JORMIi - jornal missionário nº 82
JORMIi  - jornal missionário nº 82JORMIi  - jornal missionário nº 82
JORMIi - jornal missionário nº 82
Almir Rodrigues
 
5° dom da quaresma - Ano C
5° dom da quaresma - Ano C5° dom da quaresma - Ano C
5° dom da quaresma - Ano C
José Lima
 
Jormi 37
Jormi 37Jormi 37
Voz da Paróquia - Julho 2012
Voz da Paróquia - Julho 2012Voz da Paróquia - Julho 2012
Voz da Paróquia - Julho 2012
jesmioma
 
PERDÃO.pptx
PERDÃO.pptxPERDÃO.pptx
PERDÃO.pptx
OtonielLopes
 
O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
JORMI - Jornal Missionário n° 99
JORMI - Jornal Missionário n° 99JORMI - Jornal Missionário n° 99
JORMI - Jornal Missionário n° 99
Almir Rodrigues
 
Jormi - jornal missionário n° 60
Jormi -  jornal missionário n° 60Jormi -  jornal missionário n° 60
Jormi - jornal missionário n° 60
trabalho como autonomo
 
Morrer para viver
Morrer para viverMorrer para viver
43 na mensagem apoc 21 1-8
43 na mensagem apoc 21 1-843 na mensagem apoc 21 1-8
43 na mensagem apoc 21 1-8
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
02 11 11
02 11 1102 11 11
Caminho a cristo´Holy Books
Caminho a cristo´Holy BooksCaminho a cristo´Holy Books
Caminho a cristo´Holy Books
Lutio
 

Semelhante a Jormi - Jornal Missionário n° 44 (20)

Caminho a cristo
Caminho a cristoCaminho a cristo
Caminho a cristo
 
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
 
Triunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicaoTriunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicao
 
Triunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicaoTriunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicao
 
Jormi - Jornal Missionário n° 48
Jormi - Jornal Missionário n° 48Jormi - Jornal Missionário n° 48
Jormi - Jornal Missionário n° 48
 
Jormi - Jornal Missionário n° 48
Jormi - Jornal Missionário n° 48Jormi - Jornal Missionário n° 48
Jormi - Jornal Missionário n° 48
 
JORMIi - jornal missionário nº 82
JORMIi  - jornal missionário nº 82JORMIi  - jornal missionário nº 82
JORMIi - jornal missionário nº 82
 
Jormi - Jornal Missionário n° 53
Jormi - Jornal Missionário n° 53Jormi - Jornal Missionário n° 53
Jormi - Jornal Missionário n° 53
 
5° dom da quaresma - Ano C
5° dom da quaresma - Ano C5° dom da quaresma - Ano C
5° dom da quaresma - Ano C
 
Jormi 37
Jormi 37Jormi 37
Jormi 37
 
Voz da Paróquia - Julho 2012
Voz da Paróquia - Julho 2012Voz da Paróquia - Julho 2012
Voz da Paróquia - Julho 2012
 
PERDÃO.pptx
PERDÃO.pptxPERDÃO.pptx
PERDÃO.pptx
 
O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
 
O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
 
JORMI - Jornal Missionário n° 99
JORMI - Jornal Missionário n° 99JORMI - Jornal Missionário n° 99
JORMI - Jornal Missionário n° 99
 
Jormi - jornal missionário n° 60
Jormi -  jornal missionário n° 60Jormi -  jornal missionário n° 60
Jormi - jornal missionário n° 60
 
Morrer para viver
Morrer para viverMorrer para viver
Morrer para viver
 
43 na mensagem apoc 21 1-8
43 na mensagem apoc 21 1-843 na mensagem apoc 21 1-8
43 na mensagem apoc 21 1-8
 
02 11 11
02 11 1102 11 11
02 11 11
 
Caminho a cristo´Holy Books
Caminho a cristo´Holy BooksCaminho a cristo´Holy Books
Caminho a cristo´Holy Books
 

Mais de trabalho como autonomo

JORMI - Jornal Missionário nº 81
JORMI - Jornal Missionário nº 81JORMI - Jornal Missionário nº 81
JORMI - Jornal Missionário nº 81
trabalho como autonomo
 
JORMI - Jornal Missionário n° 80
JORMI  -  Jornal Missionário n° 80JORMI  -  Jornal Missionário n° 80
JORMI - Jornal Missionário n° 80
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário nº 79
Jormi -  Jornal Missionário nº 79Jormi -  Jornal Missionário nº 79
Jormi - Jornal Missionário nº 79
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 77
Jormi -  Jornal Missionário n° 77Jormi -  Jornal Missionário n° 77
Jormi - Jornal Missionário n° 77
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 76
Jormi  -   Jornal Missionário n° 76Jormi  -   Jornal Missionário n° 76
Jormi - Jornal Missionário n° 76
trabalho como autonomo
 
JORMI - jornal missionário n° 75
JORMI  -  jornal missionário n° 75JORMI  -  jornal missionário n° 75
JORMI - jornal missionário n° 75
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 74
Jormi  -  Jornal  Missionário n° 74Jormi  -  Jornal  Missionário n° 74
Jormi - Jornal Missionário n° 74
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 73
Jormi  -  Jornal Missionário n° 73Jormi  -  Jornal Missionário n° 73
Jormi - Jornal Missionário n° 73
trabalho como autonomo
 
Jormi - jornal missionário n° 62
Jormi  -  jornal missionário n° 62Jormi  -  jornal missionário n° 62
Jormi - jornal missionário n° 62
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Misionário nº 61
Jormi - Jornal Misionário nº 61Jormi - Jornal Misionário nº 61
Jormi - Jornal Misionário nº 61
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 59
Jormi - Jornal Missionário n° 59Jormi - Jornal Missionário n° 59
Jormi - Jornal Missionário n° 59
trabalho como autonomo
 
JORMI - Jornal Missionário n° 58
JORMI - Jornal Missionário n° 58JORMI - Jornal Missionário n° 58
JORMI - Jornal Missionário n° 58
trabalho como autonomo
 
JORMI - Jornal Missionário n° 56
JORMI - Jornal Missionário n° 56JORMI - Jornal Missionário n° 56
JORMI - Jornal Missionário n° 56
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 55
Jormi - Jornal Missionário n° 55Jormi - Jornal Missionário n° 55
Jormi - Jornal Missionário n° 55
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 54
Jormi - Jornal Missionário n° 54Jormi - Jornal Missionário n° 54
Jormi - Jornal Missionário n° 54
trabalho como autonomo
 
Jormi - Jornal Missionario n° 52
Jormi - Jornal Missionario n° 52Jormi - Jornal Missionario n° 52
Jormi - Jornal Missionario n° 52
trabalho como autonomo
 

Mais de trabalho como autonomo (16)

JORMI - Jornal Missionário nº 81
JORMI - Jornal Missionário nº 81JORMI - Jornal Missionário nº 81
JORMI - Jornal Missionário nº 81
 
JORMI - Jornal Missionário n° 80
JORMI  -  Jornal Missionário n° 80JORMI  -  Jornal Missionário n° 80
JORMI - Jornal Missionário n° 80
 
Jormi - Jornal Missionário nº 79
Jormi -  Jornal Missionário nº 79Jormi -  Jornal Missionário nº 79
Jormi - Jornal Missionário nº 79
 
Jormi - Jornal Missionário n° 77
Jormi -  Jornal Missionário n° 77Jormi -  Jornal Missionário n° 77
Jormi - Jornal Missionário n° 77
 
Jormi - Jornal Missionário n° 76
Jormi  -   Jornal Missionário n° 76Jormi  -   Jornal Missionário n° 76
Jormi - Jornal Missionário n° 76
 
JORMI - jornal missionário n° 75
JORMI  -  jornal missionário n° 75JORMI  -  jornal missionário n° 75
JORMI - jornal missionário n° 75
 
Jormi - Jornal Missionário n° 74
Jormi  -  Jornal  Missionário n° 74Jormi  -  Jornal  Missionário n° 74
Jormi - Jornal Missionário n° 74
 
Jormi - Jornal Missionário n° 73
Jormi  -  Jornal Missionário n° 73Jormi  -  Jornal Missionário n° 73
Jormi - Jornal Missionário n° 73
 
Jormi - jornal missionário n° 62
Jormi  -  jornal missionário n° 62Jormi  -  jornal missionário n° 62
Jormi - jornal missionário n° 62
 
Jormi - Jornal Misionário nº 61
Jormi - Jornal Misionário nº 61Jormi - Jornal Misionário nº 61
Jormi - Jornal Misionário nº 61
 
Jormi - Jornal Missionário n° 59
Jormi - Jornal Missionário n° 59Jormi - Jornal Missionário n° 59
Jormi - Jornal Missionário n° 59
 
JORMI - Jornal Missionário n° 58
JORMI - Jornal Missionário n° 58JORMI - Jornal Missionário n° 58
JORMI - Jornal Missionário n° 58
 
JORMI - Jornal Missionário n° 56
JORMI - Jornal Missionário n° 56JORMI - Jornal Missionário n° 56
JORMI - Jornal Missionário n° 56
 
Jormi - Jornal Missionário n° 55
Jormi - Jornal Missionário n° 55Jormi - Jornal Missionário n° 55
Jormi - Jornal Missionário n° 55
 
Jormi - Jornal Missionário n° 54
Jormi - Jornal Missionário n° 54Jormi - Jornal Missionário n° 54
Jormi - Jornal Missionário n° 54
 
Jormi - Jornal Missionario n° 52
Jormi - Jornal Missionario n° 52Jormi - Jornal Missionario n° 52
Jormi - Jornal Missionario n° 52
 

Último

Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 

Último (14)

Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 

Jormi - Jornal Missionário n° 44

  • 1. QUE TAL ORAR ? Se a noite é fria, se a insonia é maior, Se o deitar, agonia: o silêncio é pior... O sono é uma tortura, a lembrança, tão dura... E fragilizado, tão só, o que se pode esperar? E nesse momento de intenso tormento, Veio- me o pensamento: Orar... Que tal orar? Se os filhos se rebelam, se a família esfacelou, Se as dividas revelam que o dinheiro faltou... Se os compromissos aumentam, se não há como quitar... Primeira e má Noticia. Pecados e Jesus foi enviado para se Se a preocupação é intensa e a crise veio afetar... Por causa do pecado, nós já nascemos tornar esse sacrifício. Ele foi pregado Se a tristeza é intensa, e a insegurança adensa, separados de Deus. Sem uma interven- numa cruz, e teve seu sangue vertido Há algo que recompensa: Orar... Que tal orar ? ção, não podemos entrar no Céu. Isso como pagamento por nossos pecados. Se os amigos se afastam, abrigo, onde achar? se aplica a toda a raça humana, não a Mas três dias após sua morte, Ele Se os críticos atacam, se ajuda não há... você apenas. Em Romanos 3:23 diz: ressuscitou, validando de uma vez por E nessa solidão de intenso pesar '' Porque todos pecaram e destituídos todas, sua condição de nosso único Só se acha oposição... como se equilibrar? estão da gloria de Deus;'' - '' Como salvador. Crer na morte, sepultamento Então, como todo conflito, mundo, tristonho, aflito, está escrito: Não há justo, nem sequer e ressurreição de Cristo é o único meio eu ouvi algo implícito: Orar... Que tal orar? um.''(Romanos 3:10).''Porque o salario de chegar ao Céu. Jesus diz (João 14:6), Ah! Bendita oração, alavanca que move, do pecado é a morte'' ( Rom.6:23a ). ''Eu sou o caminho, e a verdade, e a que sensibiliza Deus a ação... que faz milagres, remove, '' Mas, quanto aos medrosos, e aos vida; ninguém vem ao Pai, senão por que faz a multiplicação... que faz o mar se abrir, incrédulos , e aos abomináveis, e aos mim.'' - '' Porque Deus amou o mundo que faz a chuva cair, que fecha a boca do leão... homicidas, e aos adúlteros, a aos de tal maneira que deu o seu Filho que torna a fornalha morna, que na aflição adorna, feiticeiros, e aos idolatras, e a todos os Unigênito, para que todo aquele que que faz a a vida ressurgir ! Oração... alimento para o fiel, mentirosos, a sua parte será no lago nele crê não pereça, mas tenha a vida sustento para o cristão, água para o sedento, ardente de fogo e enxofre, que é a eterna. Porque Deus enviou o seu Filho sal na confusão, luz na escuridão segunda morte.''(Apocalipse 21:8).Não ao mundo, não para que julgasse o força para o caído, bálsamo para o ferido, existe uma cota de boas obras que nós mundo, mas para que o mundo fosse seta, caminho, direção... Se a vida é fracasso, possamos fazer para nos salvar da salvo por ele .'' - ( João 3:16-17 ). os amigos escassos, se o insucesso é maior... separação e terna de Deus. ''Porque A Bíblia nos ensina com sermos salvos: se a alegria é pequena, se a tristeza é a cena, pela graça sois salvos, por meio da fé, '' Porque, se com a tua boca confessares se a dor é pior... Vale a pena lembrar: e isto não vem de vós, é dom de Deus; a Jesus como Senhor, e em teu coração Deus no céu está atento, vivo, escutando, não vem das obras, mas para que creres que Deus o ressuscitou dentre os e pronto para atuar! É a minha decisão: ninguém se glorie.'' ( Efésios 2:8-9 ). mortos, será salvo; pois é com o Deus fala na confusão - há 18 solução, saída não há! Mas existe uma boa noticia! coração que se crê para justiça, e com Há como vencer na vida e a formula é conhecida: Existe uma maneira simples e gratuita a boca se faz confissão para a salvação'' buscar para encontrar. Fale a Deus - Ele entende de nos reconciliarmos com Deus, que (Romanos 10:9-10). - Este é o dom É o amigo que atende: Ele vai solucionar! é possível graça ao Filho Unigênito de gratuito de Deus, porque e le Te ama. Então, com sinceridade, busque-o com humildade: Deus. Um sacrifício de sangue foi '' Mas o dom gratuito de Deus é a vida É só isso! Que tal orar? ( Autor: Noélio Duarte ). necessário para pagar por nossos eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.''
  • 2. ( Romanos 6:23b). - '' Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.'' - ( Romanos 10:13 ). Vinho Novo, Odres Novo! Você está pronto para crer nisso '' E ninguém poe vinho novo em odres agora ? Se sim, então simplesmente velhos, pois o vinho novo rebenta os diga a Deus o que ele mesmo te pediu odres velhos, estragando-se os odres e para confessar: '' Deus, eu admito que derramando-se o vinho. Vinho novo sou um pecador e seu que não posso deve ser posto em odres novos. '' fazer nada para merecer entrar no céu. (Lucas 5:37-38). Eu verdadeiramente creio que Jesus Odres, nos tempos antigos, eram feitos de morreu numa cruz, foi sepultado e pele de ovelhas ou de cordeiros. Esta pele ressuscitou. Eu ponho minha fé no é macia e muito forte, de sorte que serve Seu sacrifício para pagar completa- bem para conter vinho novo que fermenta. mente por meus pecados.'' estes odres no entanto, só podiam ser usados durante um ano. Na safra do ano seguinte, a pele já estaria ressequida e '' Tinham conhecimento que eles endurecida, e, por isso, os odres se haviam estado com Jesus.''(Atos 4:13) tornavam impróprios para serem reutiliza- O cristão deveria possuir uma dos com vinhos novos. O emprego que semelhança marcante com Jesus Jesus fez desta figura dos odres é muito Cristo. Você já leu a história de Jesus, ilustrativa porque nunca é tarde para escrita em forma bela e eloquente, desprezarmos os odres velhos, isto é, os mas com a melhor história de Cristo é erros, os fracassos e os pecados que nos a sua biografia viva, escrita nas envolveram no passado. Cada novo dia é palavras e ações de seu povo. uma ótima oportunidade para iniciarmos Se fôssemos o que dizemos e o que uma nova vida. Quais foram os erros que deveríamos ser, seriamos quadros de você não quer repetir? Quais os relaciona- Cristo; sim, haveria semelhança tão mentos errados que você que corrigir ? marcante com Ele, que o mundo não Como foi o seu comportamento? poderia nos ridicularizar depois de Foi sempre cordial, ou muitas vezes uma hora conosco, dizendo: ''Bem, agressivo ? Como foi a devoção para com parece que existe um pouquinho de Deus e o que você precisa renovar ? semelhança'', mas, depois de nos ver, Pense nessas coisas e tente estabelecer exclamaria: ''Ele esteve com Jesus; ele novos alvos, e novas metas para sua vida, aprendeu sobre Jesus; ele é como para seus relacionamentos, e para sua Jesus; ele captou exatamente a ideia devoção a Deus. Tire tempo para renovar do homem santo de Nazaré, e ele a sua fé e o seu amor para com Deus. pratica isso na vida e nas ações do Proponha-se em fazer o melhor uso dia - a - dia ''. possível das bençãos que Deus está te Autor: Spurgeon oferecendo. Respostas: - 1.Jezabel - 2.Ezequiel - 3.José - 4.Jeoseba - 5.Oseias - 6.Geazi
  • 3. ARANHA Uma vez um homem estava sendo perseguido por vários Quando as Pedras não se mexem E A FÉ malfeitores que queriam mata-lo. O homem, correndo, virou um Esta história é contada d e diversas formas e com algumas atalho que saia da estrada e entrava pelo meio do mato e, no variantes, mas ela é mais ou menos assim: Um dia, Deus levou desespero, elevou uma oração a Deus da seguinte maneira: - Deus todo um homem diante de uma enorme pedra e ordenou-lhe que a poderoso, fazei com que dois anjos venham do céu e tapem a entrada da empurrasse. Obedecendo à ordem de Deus, o homem começou a trilha para que os bandidos não me matem!!! Nesse momento escutou que empurrar a pedra. Mas, por mais que se esforçasse, a pedra não se os homens se aproximavam da trilha onde ele se escondia e viu que na entrada da movia nenhum milimetro. Mas, como foi que Deus quem mandou que trilha apareceu uma minuscula aranha. A aranha começou a tecer uma teia na empurrasse a pedra, o homem continuou tentando, pois, afinal de contas, Deus é entrada da trilha. - Senhor, eu vos pedi anjos, não uma aranha. Senhor, por favor, coerente e não iria mandá-lo fazer algo que não trouxesse resultados. O tempo com tua mão poderosa coloca um muro forte na entrada desta trilha, para que passou, o homem continuou tentando, mas, nada da pedra se mexer. os homens não possam entrar e me matar... Então ele abriu os olhos esperando ver Cansado de não ver nada acontecer, o homem dirigiu-se a Deus e apresentou-lhe um muro tapando a entrada e viu apenas a aranha tecendo a teia. Os malfeitores suas queixas: ''como foi que o Senhor deixou que eu perdesse tanto tempo estavam entrando na trilha, na qual ele se encontrava, e ele estava esperando empurrando uma pedra que se recusa a mexer-se? ''. E Deus lhe respondeu: apenas a morte. Quando passaram em frente da trilha o homem escultou: - Mas, eu não lhe mandei mover a pedra. Eu ordenei que você empurrasse a -Vamos, entremos nesta trilha. - Não, está vendo que tem até teia de aranha? pedra, o que você fez muito bem. - Como assim? - Disse o homem perplexo Nada entrou por aqui. Continuemos procurando nas próximas trilhas. - Estive este tempo todo empurrando uma pedra que não iria se mexer mesmo ? Fé é crer no que não se vê, é perseverar diante do impossível. As vezes pedimos Pra que isso? - O meu proposito não era com a pedra, e sim, com você. muros para estarmos seguros, mas Deus pede que tenhamos confiança nEle para - Não entendi. - Filho, olhe para você. Veja como você se tornou forte e robusto deixar que sua Glória se manifeste e faça algo como uma teia, que nos dá a desde que começou a empurrar a pedra. Repare nos músculos que cresceram em mesma proteção de uma muralha. Nunca desanime em meio às lutas, siga em você. Reparando em si mesmo, o homem viu que, de fato, ele havia se tornado frente, pois Deus disse: ''Diga aos fracos que Eu sou forte''. São nos momentos mais forte e entendeu o que Deus havia feito. Depois disso, com um sopro, mais difíceis que encontramos em Deus a nossa força. Deus fez com que a pedra se mexesse. Ás vezes oramos e lutamos para que ========================================================== situações mudem e elas não mudam. Oramos e fazemos de tudo para que certas '' O que é a fé? É a convicção segura de alguma coisa que nós queremos vai pessoas mudem, e nada. Essas coisas nos deixam frustrados e muitas vezes nos acontecer. É a certeza de que o que nós esperamos está nos aguardando, impedem de ver o que Deus mais quer fazer que é nós transformar e nos tornar ainda que o não possamos ver adiante de nós.'' ( Hebreus 11:1 ). mais fortes. É somente quando entendemos o proposito de Deus e nos deixamos ''crer'' é confiar, acreditar. É o nos criou. Neste sentido, ''eu creio'' não lapidar que Ele vem mover as pedras do nosso caminho. Enquanto isso não propõe o texto bíblico citado, é ter fé. contém mais sobras de duvida. O ''creio'' acontece, elas estarão lá, imóveis. A palavra de Hebreus 11:1 explica: é também uma confissão de alguma coisa. ======================================== ''A fé é a certeza de que vamos receber Se dizemos '' creio em Deus Pai, todo Salmos 119:83 – Um Odre na fumaça. - Odres são vasilhas as coisas que esperamos e a prova de poderoso'', estamos fazendo uma feitas de pele para o transporte de liquido. Eram postas sobre a que existem coisas que não vemos.'' confissão de fé. Quem não crê é uma fumaça para ficarem endurecidas pelo calor e fumaça. Isso também Parte de nossa vida é vivida nessa pessoa desanimada, sem rumo e sem base. fazia aumentar a resistência e a espessura do couro através do encolhimento. certeza e convicção. Se a fé é a certeza é ruim viver assim. Quem não crê em Fala do estado de alma de Davi. ( Salmos 119:83 ). de coisas que não vemos, então ela é Jesus como seu Salvador sem salvação é uma forma de conhecimento. É por mortal viver assim. Que sempre possamos causa da fé, por exemplo, que uma abrir os nossos corações para a fé em pessoa entende que o universo foi Jesus Cristo e expressar a nossa confiança formado por Deus. Ela não viu Deus dizendo: '' Eu Creio '' - ''Eu creio que criando, mas está convicta de que Ele Jesus morreu na cruz para me salvar.''
  • 4. CRISTO É NOSSA SEGURANÇA Somente o carcereiro que nos abra as ''Quem, então, pode jamais ocultar de nós o amor de Cristo? dormia naquela noite. cadeias do amor Quando estamos em aflição ou desventura, quando somos Dois homens, Paulo pelas coisas perseguidos de morte ou destruídos, será que isso acontece por e Silas, haviam sido terrenas. Como Ele não mais nos ama? E se tivemos fome ou ficamos sem dinheiro, presos injustamente, estamos preocupa- ou passamos por perigo, ou fomos ameaçados de morte, será pois que mas reagiram de um dos com o nosso Deus nos desamparou? Não, pois as Escrituras nos dizem que por sua causa modo peculiar, quase status social, com precisamos estar prontos a enfrentar a morte a qualquer momento do dia, estranho. Eles canta- o vizinho, temendo somos como ovelha prontas a ser abatidas no matadouro. Mas apesar de tudo cantavam, louvavam não poder fazer ou isso, temos uma vitória esmagadora por meio de Cristo, que nos amou a ponto a Deus e oravam, adquirir o que eles de morrer por nós. Estou convencido de que nada poderá jamais separar de seu enquanto os outros conseguem. Amor. A morte não o pode, nem tampouco a vida. Os anjos não o poderão, e prisioneiros escuta- Estamos arraigados todas as forças do inferno não poderão afastar de nós amor de Deus. Nossos vam. Subitamente no empenho de fazer temores pelo dia de hoje, nossas preocupações sobre o dia de amanhã, ou o ocorreu um terremoto fazer dinheiro, de juntar, de crescer lugar onde estivemos, bem alto no céu, ou nas profundezas do mar, nada jamais, e sacudiu os alicerces da prisão. Social e intelectualmente. Embora todas será capaz de separar-nos do amor de Deus demostrando pelo nosso Senhor Abriram-se todas as portas, soltaram- essas coisas sejam legitimas, não deve ser Jesus Cristo quando morreu por nós''. ( Romanos 8:35 a 39 ) - Bíblia Viva se as cadeias de todos. O carcereiro o alvo maior de nossas vidas. O fato é As vezes pensamos e mesmo sentimos que estamos totalmente desamparado. acordou cheio de pavor, porque que estamos comprometidos com o Deus não nos ouve, nossas orações parecem vazias e ficamos sem sustentação sabia que deveria pagar com a vida sistema do mundo e nos esquecemos de psicológicas. Os problemas do dia a dia nos roubam a real perspectiva do nosso caso deixasse fugir os presos. Estava Deus. Quando o carcereiro referido na relacionamento com Cristo. Porque não encontramos rápidas respostas para os perdido e ia suicidar-se quando Paulo passagem b íblica estava pronto a problemas e os encararmos como grandes demais, julgamos que estamos bradou em alta voz: ''Não te faças suicidar-se e ouviu de Paulo aquelas ilhados, desamparados e um sentimento de desassossego emerge em nossa alma nenhum mal, porque todos aqui palavras, ele respondeu: ''Que devo fazer Só que para Ele não existe crise, dificuldade ou situação que seja por demais estamos''. Essa história esta registrada para que seja salvo?'' E Paulo e Silas complicada. O Apostolo Paulo nos faz lembrar que nada nós poderá separar do no livro de Atos 16:19 a 40. responderam: ''Crê no Senhor Jesus, e amor de Deus que está em Cristo Jesus. Ele usa linguagem enfática quando diz Nos nos assemelhamos àqueles presos serás salvo, tu e tua casa''. É precisamente que nem a morte, nem seres espirituais, nem qualquer circunstância ou criatura, que ouviram o que Paulo e Silas isso que cada um de nós precisamos poderá nos separar do Senhor Jesus. A Palavra de Deus é enfática em dizer que ministraram, e estamos precisando que também: crer no Senhor Jesus, entregar os verdadeiros cristão estão seguro em Cristo. Paulo chega a dizer que nossas um terremoto ocorra em nossas vidas nossas vidas a Ele para que sejamos vidas estão escondidas em Cristo ( Colossenses 3:3 ). Já que abrimos nossas também. Um terremoto que venha salvos. Ele pode nos dar libertação e vida vidas para Ele então podemos descansar. Porque Cristo é maior que nossas sacudir os alicerces da nossa prisão, plena e abundante. Entregue-se a Ele dificuldades. Cristo é suficiente, para nós, em qualquer situação. da nosso estrutura religiosa, denomi- hoje. Só Jesus pode nos libertar dos laços ''Se Deus é por nós, quem será contra nós?'' nacional e eclesiástica; um terremoto que nos prende e nos dar a vida eterna. que venha soltar as correntes que nos Ele mesmo disse: ''Eu sou o caminho, a prendem, as correntes da preocupação verdade é a vida, ninguém vem ao Pai excessiva em embelezar o corpo e se não por mim.'' (João 14:6). cultivar a mente, em abastecer o celeiro e participar da sociedade de consumo. Precisamos de um terremoto