SlideShare uma empresa Scribd logo
LECIONÁRIO DOMINICAL – ANO C – 5° DOMINGO DA QUARESMA – TEXTOS BÍBLICOS: BÍBLIA JOÃO FERREIRA. DE ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA
        cf.  LECIONÁRIO  em:  CCT  ­  Consultation  on  Common  Texts,  (www.commontexts.org/Default.html)  ­  DESENHO:  www.servicioskoinonia.org/cerezo/



                                   DA OPRESSÃO À LIBERDADE 
1ª Leitura: No meio da opressão, o anúncio da libertação                                       Evangelho: Da opressão à liberdade

                           “19 Eis que faço coisa nova... 20 ...para dar... ao meu povo...”

Leitura do Livro do Profeta Isaías (Is 43,16-21)

16 Assim  diz o SENHOR,
o que outrora preparou um caminho no mar e nas águas impetuosas, uma vereda;
17 o que fez sair o carro e o cavalo, o exército e a força

– jazem juntamente lá e jamais se levantarão;
estão extintos, apagados como uma torcida.
18 Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas.
19 Eis que faço coisa nova, que está saindo à luz;

porventura, não o percebeis?
Eis que porei um caminho no deserto e rios, no ermo.
20 Os animais do campo me glorificarão, os chacais e os filhotes de avestruzes;

porque porei águas no deserto e rios, no ermo,
para dar de beber ao meu povo, ao meu escolhido,
21 ao povo que formei para mim, para celebrar o meu louvor.


Salmo Responsorial: Salmos 126,1-2a,2b-3,4-5,6 (R./3a)

        R. “3 ... Grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres”

1 Quando            o SENHOR restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha.
2a Então,          a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; R.

2b então,     entre as nações se dizia: Grandes coisas o SENHOR tem feito por eles.
3 Com       efeito, grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres. R.                                        “7 ... Aquele que dentre vós estiver sem pecado
                                                                                                                                            seja o primeiro que lhe atire pedra”
4 Restaura,    SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe.                            Evangelho de Jesus Cristo segundo João (Jo 8,1-11)
5 Os     que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. R.                                      [Naquele tempo,]
                                                                                               1 Jesus,  entretanto, foi para o monte das Oliveiras.
6 Quem                                                                                         2 De  madrugada, voltou novamente para o templo, e todo o povo ia ter com ele;
         sai andando e chorando, enquanto semeia,
voltará com júbilo, trazendo os seus feixes. R.                                                e, assentado, os ensinava.
                                                                                               3 Os escribas e fariseus trouxeram à sua presença uma mulher

2ª Leitura: O caminho de libertação deve ser conquistado dia após dia                          surpreendida em adultério e, fazendo-a ficar de pé no meio de todos,
                                                                                               4 disseram a Jesus: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério.
                                                                                               5 E na lei nos mandou Moisés que tais mulheres sejam apedrejadas;
                                   “8 ... Por causa... de Cristo... perdi todas as coisas...
                                            10 ... conformando-me com ele na sua morte”        tu, pois, que dizes?
                                                                                               6 Isto diziam eles tentando-o, para terem de que o acusar.

Leitura da Carta de Paulo aos Filipenses (Fl 3,8-14)                                           Mas Jesus, inclinando-se, escrevia na terra com o dedo.
                                                                                               7 Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse:

                                                                                               Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra.
[Irmãos:]                                                                                      8 E, tornando a inclinar-se, continuou a escrever no chão.
8 ...deveras considero tudo como perda,                                                        9 Mas, ouvindo eles esta resposta e acusados pela própria consciência,
por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor;                          foram-se retirando um por um, a começar pelos mais velhos até aos últimos,
por amor do qual perdi todas as coisas                                                         ficando só Jesus e a mulher no meio onde estava.
e as considero como refugo, para ganhar a Cristo                                               10 Erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém mais além da mulher,
9 e ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei,
                                                                                               perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores?
senão a que é mediante a fé em Cristo,                                                         Ninguém te condenou?
a justiça que procede de Deus, baseada na fé;                                                  11 Respondeu ela: Ninguém, Senhor!
10 para o conhecer, e o poder da sua ressurreição,
                                                                                               Então, lhe disse Jesus:
e a comunhão dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte;                        Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais.
11 para, de algum modo, alcançar a ressurreição dentre os mortos.
12 Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição;                              Oração do dia (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 118)
mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado                          Onipotente Deus, Tu somente podes colocar em ordem
por Cristo Jesus.                                                                              a vontade e as afeições desordenadas dos pecadores.
13 Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado;                                          Concede ao teu povo a graça de amar o que ordenas e desejar o que prometes;
mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam                               para que, entre as inconstâncias do mundo,
                                                                                               permaneçam nossos corações firmados lá onde se acha a verdadeira alegria,
e avançando para as que diante de mim estão,
14 prossigo para o alvo,                                                                       por nosso Senhor Jesus Cristo, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo,
                                                                                               um só Deus, agora e sempre.
para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”                                    Amém.
                                                                                               Benção (Quaresma: Livro de Oração Comum – LOC, pg. 105):
Aclamação ao Evangelho: Joel 2,12a.13b
                                                                                               Que Cristo conceda a vós a graça de crescer em santidade,
                                                                                               de negar a vós mesmos,
        12b ...,   diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração;...               de tomar a vossa cruz e de O seguir;
                     13b ... [O SENHOR] é misericordioso, e compassivo, ...”                   e a Bênção de Deus Onipotente, Pai, Filho e Espírito Santo,
                                                                                               seja convosco, e convosco habite eternamente. Amém.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
Robson Santana
 

Mais procurados (19)

A multidão e Jesus
A multidão e JesusA multidão e Jesus
A multidão e Jesus
 
Leituras: Domingo de Pascoa
Leituras: Domingo de PascoaLeituras: Domingo de Pascoa
Leituras: Domingo de Pascoa
 
Leituras: Domingo da Páscoa - Anos A, B e C
Leituras: Domingo da Páscoa - Anos A, B e CLeituras: Domingo da Páscoa - Anos A, B e C
Leituras: Domingo da Páscoa - Anos A, B e C
 
Jesus o filho literal de deus desde a eternidade
Jesus o filho literal de deus desde a eternidadeJesus o filho literal de deus desde a eternidade
Jesus o filho literal de deus desde a eternidade
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
 
Antes que seja tarde demais - E-book
Antes que seja tarde demais  - E-bookAntes que seja tarde demais  - E-book
Antes que seja tarde demais - E-book
 
Linguagem do amor
Linguagem do amorLinguagem do amor
Linguagem do amor
 
Zaqueu
ZaqueuZaqueu
Zaqueu
 
TESSALONICENSES
TESSALONICENSESTESSALONICENSES
TESSALONICENSES
 
OPERAÇÃO ICEBERG
OPERAÇÃO ICEBERGOPERAÇÃO ICEBERG
OPERAÇÃO ICEBERG
 
Lição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de DeusLição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de Deus
 
LUZES PROFÉTICAS - WAGGONER
LUZES PROFÉTICAS - WAGGONERLUZES PROFÉTICAS - WAGGONER
LUZES PROFÉTICAS - WAGGONER
 
Eu também o amarei e me manifestarei a ele
Eu também o amarei e me manifestarei a eleEu também o amarei e me manifestarei a ele
Eu também o amarei e me manifestarei a ele
 
Chamada e Escolha
Chamada e EscolhaChamada e Escolha
Chamada e Escolha
 
Leituras: 5° Domingo da Quaresma - Ano C
Leituras: 5° Domingo da Quaresma - Ano CLeituras: 5° Domingo da Quaresma - Ano C
Leituras: 5° Domingo da Quaresma - Ano C
 
Lição 9: Trabalhando na Judeia
Lição 9: Trabalhando na JudeiaLição 9: Trabalhando na Judeia
Lição 9: Trabalhando na Judeia
 
Biblia Acf
Biblia AcfBiblia Acf
Biblia Acf
 
Culto de páscoa
Culto de páscoaCulto de páscoa
Culto de páscoa
 
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
 

Destaque

Compromisso capitular individual
Compromisso capitular individualCompromisso capitular individual
Compromisso capitular individual
Antonia Santos
 
Jose mercado
Jose mercadoJose mercado
Jose mercado
josevivo
 
Resultado 17 03-2013
Resultado 17 03-2013Resultado 17 03-2013
Resultado 17 03-2013
Evandro Lira
 
Se eu fosse um brinquedo
Se eu fosse um brinquedoSe eu fosse um brinquedo
Se eu fosse um brinquedo
inesaalexandra
 
Lançamentos civilização março 2013
Lançamentos civilização março 2013Lançamentos civilização março 2013
Lançamentos civilização março 2013
92929
 
Jose mercado
Jose mercadoJose mercado
Jose mercado
josevivo
 

Destaque (20)

Compromisso capitular individual
Compromisso capitular individualCompromisso capitular individual
Compromisso capitular individual
 
Federados
FederadosFederados
Federados
 
Pauta certificación 2009
Pauta certificación 2009Pauta certificación 2009
Pauta certificación 2009
 
2014 cha-situacion-tb-americas-1
2014 cha-situacion-tb-americas-12014 cha-situacion-tb-americas-1
2014 cha-situacion-tb-americas-1
 
Jose mercado
Jose mercadoJose mercado
Jose mercado
 
Resultado 17 03-2013
Resultado 17 03-2013Resultado 17 03-2013
Resultado 17 03-2013
 
voto correo mayo2015
voto correo mayo2015voto correo mayo2015
voto correo mayo2015
 
Triqui
TriquiTriqui
Triqui
 
8a candeeiro solar
8a   candeeiro solar8a   candeeiro solar
8a candeeiro solar
 
Se eu fosse um brinquedo
Se eu fosse um brinquedoSe eu fosse um brinquedo
Se eu fosse um brinquedo
 
Lançamentos civilização março 2013
Lançamentos civilização março 2013Lançamentos civilização março 2013
Lançamentos civilização março 2013
 
Voucher
VoucherVoucher
Voucher
 
Portada
PortadaPortada
Portada
 
Jose mercado
Jose mercadoJose mercado
Jose mercado
 
Peter Armstrong - Especialista alerta para a urgência de soluções que minimiz...
Peter Armstrong - Especialista alerta para a urgência de soluções que minimiz...Peter Armstrong - Especialista alerta para a urgência de soluções que minimiz...
Peter Armstrong - Especialista alerta para a urgência de soluções que minimiz...
 
Jornal sg jun 2012
Jornal sg jun 2012Jornal sg jun 2012
Jornal sg jun 2012
 
De Lo Que Es Capaz Nuestro Cerebro
De Lo Que Es Capaz Nuestro CerebroDe Lo Que Es Capaz Nuestro Cerebro
De Lo Que Es Capaz Nuestro Cerebro
 
CAS aprova proposta que regulamenta entidades de autogestão de saúde
CAS aprova proposta que regulamenta entidades de autogestão de saúdeCAS aprova proposta que regulamenta entidades de autogestão de saúde
CAS aprova proposta que regulamenta entidades de autogestão de saúde
 
Comunicación REBEX
Comunicación REBEXComunicación REBEX
Comunicación REBEX
 
Ofício de Representação - CNSP
Ofício de Representação - CNSP Ofício de Representação - CNSP
Ofício de Representação - CNSP
 

Semelhante a 5° dom da quaresma - Ano C

Testos: Domingo da pascoa - Ano C
Testos: Domingo da pascoa  - Ano CTestos: Domingo da pascoa  - Ano C
Testos: Domingo da pascoa - Ano C
José Lima
 
2° dom tempo comum ano c 2013
2° dom tempo comum   ano c 20132° dom tempo comum   ano c 2013
2° dom tempo comum ano c 2013
José Lima
 
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011
jesmioma
 
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Fernando Chapeiro
 
Bibliaacf
BibliaacfBibliaacf
Bibliaacf
Ed Mir
 
Quarta feira de cinzas - Ano C
Quarta feira de cinzas - Ano CQuarta feira de cinzas - Ano C
Quarta feira de cinzas - Ano C
José Lima
 
As Bodas de Caná - Retiro de Casais 2008
As Bodas de Caná - Retiro de Casais 2008As Bodas de Caná - Retiro de Casais 2008
As Bodas de Caná - Retiro de Casais 2008
HaroldoMaranhao
 

Semelhante a 5° dom da quaresma - Ano C (20)

Jormi - Jornal Missionário n° 44
Jormi - Jornal Missionário n° 44Jormi - Jornal Missionário n° 44
Jormi - Jornal Missionário n° 44
 
Testos: Domingo da pascoa - Ano C
Testos: Domingo da pascoa  - Ano CTestos: Domingo da pascoa  - Ano C
Testos: Domingo da pascoa - Ano C
 
2° dom tempo comum ano c 2013
2° dom tempo comum   ano c 20132° dom tempo comum   ano c 2013
2° dom tempo comum ano c 2013
 
Leituras: 5° Domingo da Pascoa - Ano A
Leituras: 5° Domingo da Pascoa - Ano ALeituras: 5° Domingo da Pascoa - Ano A
Leituras: 5° Domingo da Pascoa - Ano A
 
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011
 
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011
 
Leituras para Quinta Feira Santa
Leituras para Quinta Feira SantaLeituras para Quinta Feira Santa
Leituras para Quinta Feira Santa
 
Leituras: 3° Domingo da Quaresma - Ano A
Leituras: 3° Domingo da Quaresma - Ano ALeituras: 3° Domingo da Quaresma - Ano A
Leituras: 3° Domingo da Quaresma - Ano A
 
Triunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicaoTriunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicao
 
Leituras: 4° Domingo do Tempo Comum - Ano C
Leituras: 4° Domingo do Tempo Comum - Ano CLeituras: 4° Domingo do Tempo Comum - Ano C
Leituras: 4° Domingo do Tempo Comum - Ano C
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...
 
Bibliaacf
BibliaacfBibliaacf
Bibliaacf
 
Leituras: 3° Domingo da Quaresma - Ano C
Leituras: 3° Domingo da Quaresma - Ano CLeituras: 3° Domingo da Quaresma - Ano C
Leituras: 3° Domingo da Quaresma - Ano C
 
Quarta feira de cinzas - Ano C
Quarta feira de cinzas - Ano CQuarta feira de cinzas - Ano C
Quarta feira de cinzas - Ano C
 
As Bodas de Caná - Retiro de Casais 2008
As Bodas de Caná - Retiro de Casais 2008As Bodas de Caná - Retiro de Casais 2008
As Bodas de Caná - Retiro de Casais 2008
 
Leituras: 26º Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 26º Domingo do Tempo Comum - Ano ALeituras: 26º Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 26º Domingo do Tempo Comum - Ano A
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Chamada e escolha
Chamada e escolhaChamada e escolha
Chamada e escolha
 
18 03 12
18 03 1218 03 12
18 03 12
 

Último

Último (8)

JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]
JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]
JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]
 
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt
1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt
1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt
 
GUIA DE ESTUDO BIBLICO [Teologia sistemática e Vida Cristã]
GUIA DE ESTUDO BIBLICO [Teologia sistemática e Vida Cristã]GUIA DE ESTUDO BIBLICO [Teologia sistemática e Vida Cristã]
GUIA DE ESTUDO BIBLICO [Teologia sistemática e Vida Cristã]
 

5° dom da quaresma - Ano C

  • 1. LECIONÁRIO DOMINICAL – ANO C – 5° DOMINGO DA QUARESMA – TEXTOS BÍBLICOS: BÍBLIA JOÃO FERREIRA. DE ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA cf.  LECIONÁRIO  em:  CCT  ­  Consultation  on  Common  Texts,  (www.commontexts.org/Default.html)  ­  DESENHO:  www.servicioskoinonia.org/cerezo/ DA OPRESSÃO À LIBERDADE  1ª Leitura: No meio da opressão, o anúncio da libertação Evangelho: Da opressão à liberdade “19 Eis que faço coisa nova... 20 ...para dar... ao meu povo...” Leitura do Livro do Profeta Isaías (Is 43,16-21) 16 Assim diz o SENHOR, o que outrora preparou um caminho no mar e nas águas impetuosas, uma vereda; 17 o que fez sair o carro e o cavalo, o exército e a força – jazem juntamente lá e jamais se levantarão; estão extintos, apagados como uma torcida. 18 Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. 19 Eis que faço coisa nova, que está saindo à luz; porventura, não o percebeis? Eis que porei um caminho no deserto e rios, no ermo. 20 Os animais do campo me glorificarão, os chacais e os filhotes de avestruzes; porque porei águas no deserto e rios, no ermo, para dar de beber ao meu povo, ao meu escolhido, 21 ao povo que formei para mim, para celebrar o meu louvor. Salmo Responsorial: Salmos 126,1-2a,2b-3,4-5,6 (R./3a) R. “3 ... Grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres” 1 Quando o SENHOR restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. 2a Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; R. 2b então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o SENHOR tem feito por eles. 3 Com efeito, grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres. R. “7 ... Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra” 4 Restaura, SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe. Evangelho de Jesus Cristo segundo João (Jo 8,1-11) 5 Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. R. [Naquele tempo,] 1 Jesus, entretanto, foi para o monte das Oliveiras. 6 Quem 2 De madrugada, voltou novamente para o templo, e todo o povo ia ter com ele; sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes. R. e, assentado, os ensinava. 3 Os escribas e fariseus trouxeram à sua presença uma mulher 2ª Leitura: O caminho de libertação deve ser conquistado dia após dia surpreendida em adultério e, fazendo-a ficar de pé no meio de todos, 4 disseram a Jesus: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério. 5 E na lei nos mandou Moisés que tais mulheres sejam apedrejadas; “8 ... Por causa... de Cristo... perdi todas as coisas... 10 ... conformando-me com ele na sua morte” tu, pois, que dizes? 6 Isto diziam eles tentando-o, para terem de que o acusar. Leitura da Carta de Paulo aos Filipenses (Fl 3,8-14) Mas Jesus, inclinando-se, escrevia na terra com o dedo. 7 Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse: Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra. [Irmãos:] 8 E, tornando a inclinar-se, continuou a escrever no chão. 8 ...deveras considero tudo como perda, 9 Mas, ouvindo eles esta resposta e acusados pela própria consciência, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; foram-se retirando um por um, a começar pelos mais velhos até aos últimos, por amor do qual perdi todas as coisas ficando só Jesus e a mulher no meio onde estava. e as considero como refugo, para ganhar a Cristo 10 Erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém mais além da mulher, 9 e ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei, perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? senão a que é mediante a fé em Cristo, Ninguém te condenou? a justiça que procede de Deus, baseada na fé; 11 Respondeu ela: Ninguém, Senhor! 10 para o conhecer, e o poder da sua ressurreição, Então, lhe disse Jesus: e a comunhão dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte; Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais. 11 para, de algum modo, alcançar a ressurreição dentre os mortos. 12 Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; Oração do dia (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 118) mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado Onipotente Deus, Tu somente podes colocar em ordem por Cristo Jesus. a vontade e as afeições desordenadas dos pecadores. 13 Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; Concede ao teu povo a graça de amar o que ordenas e desejar o que prometes; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam para que, entre as inconstâncias do mundo, permaneçam nossos corações firmados lá onde se acha a verdadeira alegria, e avançando para as que diante de mim estão, 14 prossigo para o alvo, por nosso Senhor Jesus Cristo, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” Amém. Benção (Quaresma: Livro de Oração Comum – LOC, pg. 105): Aclamação ao Evangelho: Joel 2,12a.13b Que Cristo conceda a vós a graça de crescer em santidade, de negar a vós mesmos, 12b ..., diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração;... de tomar a vossa cruz e de O seguir; 13b ... [O SENHOR] é misericordioso, e compassivo, ...” e a Bênção de Deus Onipotente, Pai, Filho e Espírito Santo, seja convosco, e convosco habite eternamente. Amém.