SlideShare uma empresa Scribd logo
E STA D O D E M I N A S      ●      S E X T A - F E I R A ,         2 2     D E      J U N H O      D E    2 0 1 2
                                                                                                                                                                                                                                 3

                                                                            POLÍTICA
                                                                                                                                                                                       EDITOR: Baptista Chagas de Almeida
                                                                                                                                                                                EDITOR-ASSISTENTE: Renato Scapolatempore
                                                                                                                                                                                           E-MAIL: politica.em@uai.com.br
                                                                                                                                                                                                TELEFONE: (31) 3263-5293




                                                                                                                                                                                                                               REPRODUÇÃO
Para órgão da repressão, Dilma coordenava doutrina ideológica
em escolas, mas não integrava o grupo que assaltava bancos



Inquérito detalha
ação em Minas                                                                                                                                                     Fac-símile da ficha do Departamento de Vigilância Social da
                                                                                                                                                                         Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas


       JOSIE JERONIMO E EDSON LUIZ           presidente Dilma Rousseff, que sempre           ber contribuições mensais para a organi-        passouamiraremalvomaior:bancosem            Seixas Telles em que informa que ela es-
                                             negouterparticipadodeaçõesefetivasde            zação e utilizar "sua residência" para rea-     Uberaba.Os16presosdaColinaporassal-         tá presa "para ser interrogada no proces-
    Brasília – Um inquérito policial mili-   grupo armado. "Não tive nenhuma ação            lizar reuniões da organização.                  to a bancos em Minas tinham entre 21 e      so que responde" em Juiz de Fora. O do-
tar do Conselho de Segurança Nacional        armada, se tivesse não receberia conde-             O inquérito lista assaltos cometidos        24 anos. As armas usadas eram revólver      cumento é de 3 de julho de 1972.
(CSN) de 1969 relata as ações de roubo a     nação de dois anos. Cumpri três anos de         pelo comando em Belo Horizonte, Saba-           calibre 38 e bombas coquetel molotov.           Dez anos depois, Dilma ainda era mo-
bancosdoComandodeLibertaçãoNacio-            cadeia, mas fui condenada a dois", disse        rá, Ibirité e Uberaba. Além do trabalho de          Em um dos maiores roubos relata-        nitorada pelos militares. A polícia do Pa-
nal(Colina)emMinasGeraise"enquadra"          em abril de 2010, logo após deixar a Casa       acompanhamento que os militares fize-           dos, a organização levou 100 mil cruzei-    raná elaborou relatório sobre a atuação
aentãorevolucionáriaDilmaRousseffco-         Civil para disputar a Presidência, negan-       ram, identificando automóveis usados            ros de um banco, o equivalente a R$ 147     política da militante e Carlos Franklin
mo integrante da organização por ter ce-     do em uma entrevista em Porto Alegre            pelaorganizaçãoeomodusoperandidos               mil. Com o dinheiro dos roubos, o Coli-     Paixão de Araújo, com quem foi casada.
dido a casa para encontros do grupo e        que tenha pegado em armas.                      assaltos, depoimento de Afonso Celso La-        na comprava armas e aumentava o nú-         Os militares descobriram que Dilma re-
coordenar ações de doutrina ideológica           Os "delitos" de Dilma listados pelo in-     na Leite, o Ciro, tomado em 21 de feverei-      mero de "aparelhos", alugando casas e sí-   gistrou em seu nome a gráfica do mari-
nas escolas. O documento que se tornou       quérito policial militar são: pertencer a       ro de 1969, descreve as ações do Colina.        tios, para não manter o endereço, des-      do, a Impremato, usada para imprimir
público esta semana está sob a guarda do     "organização clandestina e revolucioná-             Os carros usados nos assaltos eram          pistando os militares.                      panfletos políticos. "Carlos Franklin é só-
Arquivo Nacional. O inquérito lista o no-    ria de cunho marxista-leninista", fazer         roubados e trocados com frequência, pa-                                                     cio da referida gráfica, embora no regis-
me dos 16 integrantes do Colina que ti-      parte da célula política da organização na      ranãochamaraatençãodapolícia.Àépo-              GRÁFICA A abertura dos documentos do        tro da mesma não conste o seu nome,
nham participação direta nos assaltos e      faculdade de medicina, integrar o setor         ca, os integrantes da organização direta-       período militar também trouxe a públi-      sim o de sua concubina, Dilma Vana
forampresosàépocadaditadura,relação          estudantil da organização, "encarregada         mentemobilizadosparaosroubosmoni-               co relatórios das superintendências da      Rousseff Linhares, ex-militante da Var-
da qual Dilma não faz parte. No perfil re-   de coordenar as ações nas escolas", reali-      toravamascidades,optandoporinstitui-            Polícia Federal em Minas Gerais e no Pa-    Palmares e ex-mulher de Galeno", traz o
volucionário de Dilma traçado pelo CSN       zar reuniões de "caráter subversivo em          ções que tivessem grande circulação de          raná, que abrigam informações sobre a       documento de agosto de 1982.
ela é descrita como agente de suporte in-    seu apartamento", participar de congres-        dinheiro e esquema de segurança de me-          atuação de Dilma no Colina. Em ficha do
telectual da organização.                    so da organização em Contagem, convi-           nor porte. O município de Sabará era um         Departamento de Vigilância Social da Se-


                                                                                                                                                                                         ❚                                            ❚
    O documento do CSN de monitora-          dar dois integrantes (Ageu Henriger Lis-        dos alvos favoritos. Nos relatos, os milita-    cretaria de Estado de Segurança Pública           LEIA MAIS SOBRE O GRUPO
mento das ações de roubo a bancos em         boa e Marcos Antonio de Azevedo                 res identificaram que a má conservação          de Minas Gerais, foto original de Dilma              DE DILMA EM MINAS
Minas Gerais confirma as declarações da      Meyer) para entrar na organização, rece-        das estradas desmotivou o grupo, que            está anexada a despacho do juiz Mauro                        PÁGINA 4

Mais conteúdo relacionado

Destaque

FAW CERT ORMISTON Terry
FAW CERT ORMISTON TerryFAW CERT ORMISTON Terry
FAW CERT ORMISTON Terry
Terry Ormiston
 
Publicación 1
Publicación 1Publicación 1
Publicación 1
Andrea Apellidos
 
اليوم العالمي للسكري
اليوم العالمي للسكرياليوم العالمي للسكري
اليوم العالمي للسكري
ftoonkhayyat
 
Trabajo practico 2
Trabajo practico 2Trabajo practico 2
Trabajo practico 2
pelela12
 
Tates Creek Christian Church Herald June 11, 2014
Tates Creek Christian Church Herald June 11, 2014Tates Creek Christian Church Herald June 11, 2014
Tates Creek Christian Church Herald June 11, 2014
tatescreek
 
Award
AwardAward
Planificación de clase1
Planificación de clase1Planificación de clase1
Planificación de clase1
Javierafigueroa30
 
Infosheet on the Laboratory of Aquaculture & Artemia Reference Center
Infosheet on the Laboratory of Aquaculture & Artemia Reference CenterInfosheet on the Laboratory of Aquaculture & Artemia Reference Center
Infosheet on the Laboratory of Aquaculture & Artemia Reference Center
Jean Dhont
 
Ddl concorrenza
Ddl concorrenzaDdl concorrenza
Ddl concorrenza
Fabrizio Patti
 
Ideas generation
Ideas generationIdeas generation
Ideas generation
lauraslater_
 

Destaque (11)

FAW CERT ORMISTON Terry
FAW CERT ORMISTON TerryFAW CERT ORMISTON Terry
FAW CERT ORMISTON Terry
 
Publicación 1
Publicación 1Publicación 1
Publicación 1
 
اليوم العالمي للسكري
اليوم العالمي للسكرياليوم العالمي للسكري
اليوم العالمي للسكري
 
Cortejo2
Cortejo2Cortejo2
Cortejo2
 
Trabajo practico 2
Trabajo practico 2Trabajo practico 2
Trabajo practico 2
 
Tates Creek Christian Church Herald June 11, 2014
Tates Creek Christian Church Herald June 11, 2014Tates Creek Christian Church Herald June 11, 2014
Tates Creek Christian Church Herald June 11, 2014
 
Award
AwardAward
Award
 
Planificación de clase1
Planificación de clase1Planificación de clase1
Planificación de clase1
 
Infosheet on the Laboratory of Aquaculture & Artemia Reference Center
Infosheet on the Laboratory of Aquaculture & Artemia Reference CenterInfosheet on the Laboratory of Aquaculture & Artemia Reference Center
Infosheet on the Laboratory of Aquaculture & Artemia Reference Center
 
Ddl concorrenza
Ddl concorrenzaDdl concorrenza
Ddl concorrenza
 
Ideas generation
Ideas generationIdeas generation
Ideas generation
 

Mais de Daniel Camargos

Ept2506p0003
Ept2506p0003Ept2506p0003
Ept2506p0003
Daniel Camargos
 
Efi2506p0001
Efi2506p0001Efi2506p0001
Efi2506p0001
Daniel Camargos
 
Ept2406p0005
Ept2406p0005Ept2406p0005
Ept2406p0005
Daniel Camargos
 
Ept2406p0004
Ept2406p0004Ept2406p0004
Ept2406p0004
Daniel Camargos
 
Ept2406p0003
Ept2406p0003Ept2406p0003
Ept2406p0003
Daniel Camargos
 
Efi2406p0001
Efi2406p0001Efi2406p0001
Efi2406p0001
Daniel Camargos
 
Ept2306p0004
Ept2306p0004Ept2306p0004
Ept2306p0004
Daniel Camargos
 
Ept2306p0003
Ept2306p0003Ept2306p0003
Ept2306p0003
Daniel Camargos
 
Efi2306p0001 2ed
Efi2306p0001 2edEfi2306p0001 2ed
Efi2306p0001 2ed
Daniel Camargos
 
Ept2206p0004
Ept2206p0004Ept2206p0004
Ept2206p0004
Daniel Camargos
 
Ept2206p0003
Ept2206p0003Ept2206p0003
Ept2206p0003
Daniel Camargos
 
Efi2206p0001 2ed
Efi2206p0001 2edEfi2206p0001 2ed
Efi2206p0001 2ed
Daniel Camargos
 
Ept2206p0004
Ept2206p0004Ept2206p0004
Ept2206p0004
Daniel Camargos
 
Efi2206p0001 2ed
Efi2206p0001 2edEfi2206p0001 2ed
Efi2206p0001 2ed
Daniel Camargos
 
Ept2106p0004
Ept2106p0004Ept2106p0004
Ept2106p0004
Daniel Camargos
 
Ept2106p0003
Ept2106p0003Ept2106p0003
Ept2106p0003
Daniel Camargos
 
Efi2106p0001 2ed
Efi2106p0001 2edEfi2106p0001 2ed
Efi2106p0001 2ed
Daniel Camargos
 
Ept2006p0004
Ept2006p0004Ept2006p0004
Ept2006p0004
Daniel Camargos
 
Ept2006p0003
Ept2006p0003Ept2006p0003
Ept2006p0003
Daniel Camargos
 
Efi2006p0001 2ed
Efi2006p0001 2edEfi2006p0001 2ed
Efi2006p0001 2ed
Daniel Camargos
 

Mais de Daniel Camargos (20)

Ept2506p0003
Ept2506p0003Ept2506p0003
Ept2506p0003
 
Efi2506p0001
Efi2506p0001Efi2506p0001
Efi2506p0001
 
Ept2406p0005
Ept2406p0005Ept2406p0005
Ept2406p0005
 
Ept2406p0004
Ept2406p0004Ept2406p0004
Ept2406p0004
 
Ept2406p0003
Ept2406p0003Ept2406p0003
Ept2406p0003
 
Efi2406p0001
Efi2406p0001Efi2406p0001
Efi2406p0001
 
Ept2306p0004
Ept2306p0004Ept2306p0004
Ept2306p0004
 
Ept2306p0003
Ept2306p0003Ept2306p0003
Ept2306p0003
 
Efi2306p0001 2ed
Efi2306p0001 2edEfi2306p0001 2ed
Efi2306p0001 2ed
 
Ept2206p0004
Ept2206p0004Ept2206p0004
Ept2206p0004
 
Ept2206p0003
Ept2206p0003Ept2206p0003
Ept2206p0003
 
Efi2206p0001 2ed
Efi2206p0001 2edEfi2206p0001 2ed
Efi2206p0001 2ed
 
Ept2206p0004
Ept2206p0004Ept2206p0004
Ept2206p0004
 
Efi2206p0001 2ed
Efi2206p0001 2edEfi2206p0001 2ed
Efi2206p0001 2ed
 
Ept2106p0004
Ept2106p0004Ept2106p0004
Ept2106p0004
 
Ept2106p0003
Ept2106p0003Ept2106p0003
Ept2106p0003
 
Efi2106p0001 2ed
Efi2106p0001 2edEfi2106p0001 2ed
Efi2106p0001 2ed
 
Ept2006p0004
Ept2006p0004Ept2006p0004
Ept2006p0004
 
Ept2006p0003
Ept2006p0003Ept2006p0003
Ept2006p0003
 
Efi2006p0001 2ed
Efi2006p0001 2edEfi2006p0001 2ed
Efi2006p0001 2ed
 

Ept2206p0003

  • 1. E STA D O D E M I N A S ● S E X T A - F E I R A , 2 2 D E J U N H O D E 2 0 1 2 3 POLÍTICA EDITOR: Baptista Chagas de Almeida EDITOR-ASSISTENTE: Renato Scapolatempore E-MAIL: politica.em@uai.com.br TELEFONE: (31) 3263-5293 REPRODUÇÃO Para órgão da repressão, Dilma coordenava doutrina ideológica em escolas, mas não integrava o grupo que assaltava bancos Inquérito detalha ação em Minas Fac-símile da ficha do Departamento de Vigilância Social da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas JOSIE JERONIMO E EDSON LUIZ presidente Dilma Rousseff, que sempre ber contribuições mensais para a organi- passouamiraremalvomaior:bancosem Seixas Telles em que informa que ela es- negouterparticipadodeaçõesefetivasde zação e utilizar "sua residência" para rea- Uberaba.Os16presosdaColinaporassal- tá presa "para ser interrogada no proces- Brasília – Um inquérito policial mili- grupo armado. "Não tive nenhuma ação lizar reuniões da organização. to a bancos em Minas tinham entre 21 e so que responde" em Juiz de Fora. O do- tar do Conselho de Segurança Nacional armada, se tivesse não receberia conde- O inquérito lista assaltos cometidos 24 anos. As armas usadas eram revólver cumento é de 3 de julho de 1972. (CSN) de 1969 relata as ações de roubo a nação de dois anos. Cumpri três anos de pelo comando em Belo Horizonte, Saba- calibre 38 e bombas coquetel molotov. Dez anos depois, Dilma ainda era mo- bancosdoComandodeLibertaçãoNacio- cadeia, mas fui condenada a dois", disse rá, Ibirité e Uberaba. Além do trabalho de Em um dos maiores roubos relata- nitorada pelos militares. A polícia do Pa- nal(Colina)emMinasGeraise"enquadra" em abril de 2010, logo após deixar a Casa acompanhamento que os militares fize- dos, a organização levou 100 mil cruzei- raná elaborou relatório sobre a atuação aentãorevolucionáriaDilmaRousseffco- Civil para disputar a Presidência, negan- ram, identificando automóveis usados ros de um banco, o equivalente a R$ 147 política da militante e Carlos Franklin mo integrante da organização por ter ce- do em uma entrevista em Porto Alegre pelaorganizaçãoeomodusoperandidos mil. Com o dinheiro dos roubos, o Coli- Paixão de Araújo, com quem foi casada. dido a casa para encontros do grupo e que tenha pegado em armas. assaltos, depoimento de Afonso Celso La- na comprava armas e aumentava o nú- Os militares descobriram que Dilma re- coordenar ações de doutrina ideológica Os "delitos" de Dilma listados pelo in- na Leite, o Ciro, tomado em 21 de feverei- mero de "aparelhos", alugando casas e sí- gistrou em seu nome a gráfica do mari- nas escolas. O documento que se tornou quérito policial militar são: pertencer a ro de 1969, descreve as ações do Colina. tios, para não manter o endereço, des- do, a Impremato, usada para imprimir público esta semana está sob a guarda do "organização clandestina e revolucioná- Os carros usados nos assaltos eram pistando os militares. panfletos políticos. "Carlos Franklin é só- Arquivo Nacional. O inquérito lista o no- ria de cunho marxista-leninista", fazer roubados e trocados com frequência, pa- cio da referida gráfica, embora no regis- me dos 16 integrantes do Colina que ti- parte da célula política da organização na ranãochamaraatençãodapolícia.Àépo- GRÁFICA A abertura dos documentos do tro da mesma não conste o seu nome, nham participação direta nos assaltos e faculdade de medicina, integrar o setor ca, os integrantes da organização direta- período militar também trouxe a públi- sim o de sua concubina, Dilma Vana forampresosàépocadaditadura,relação estudantil da organização, "encarregada mentemobilizadosparaosroubosmoni- co relatórios das superintendências da Rousseff Linhares, ex-militante da Var- da qual Dilma não faz parte. No perfil re- de coordenar as ações nas escolas", reali- toravamascidades,optandoporinstitui- Polícia Federal em Minas Gerais e no Pa- Palmares e ex-mulher de Galeno", traz o volucionário de Dilma traçado pelo CSN zar reuniões de "caráter subversivo em ções que tivessem grande circulação de raná, que abrigam informações sobre a documento de agosto de 1982. ela é descrita como agente de suporte in- seu apartamento", participar de congres- dinheiro e esquema de segurança de me- atuação de Dilma no Colina. Em ficha do telectual da organização. so da organização em Contagem, convi- nor porte. O município de Sabará era um Departamento de Vigilância Social da Se- ❚ ❚ O documento do CSN de monitora- dar dois integrantes (Ageu Henriger Lis- dos alvos favoritos. Nos relatos, os milita- cretaria de Estado de Segurança Pública LEIA MAIS SOBRE O GRUPO mento das ações de roubo a bancos em boa e Marcos Antonio de Azevedo res identificaram que a má conservação de Minas Gerais, foto original de Dilma DE DILMA EM MINAS Minas Gerais confirma as declarações da Meyer) para entrar na organização, rece- das estradas desmotivou o grupo, que está anexada a despacho do juiz Mauro PÁGINA 4