SlideShare uma empresa Scribd logo
FONTES DE ALIMENTAÇÃO
EFICIÊNCIA
A eficiência é o percentual de energia que a fonte consegue
realmente entregar aos componentes, em relação ao que puxa da
tomada. Ela não tem relação com a capacidade real de fornecimento da
fonte (ou seja, uma fonte de 450 watts de boa qualidade deve ser capaz
de fornecer os mesmos 450 watts, seja a eficiência de 65% ou de 90%)
Mas uma baixa eficiência indica que a fonte vai não apenas
desperdiçar energia no processo, mas também produzir muito mais calor,
o que significa um PC mais quente e mais barulhento.
Com os PCs consumindo cada vez mais energia, a eficiência da
fonte tem se tornado um fator cada vez mais importante, já que está
diretamente relacionado ao consumo total do micro.
Fontes genéricas, de uma maneira geral, trabalham com um nível
de eficiência bastante baixo, na maioria dos casos na faixa dos 60 a 65%,
já que a prioridade dos fabricantes é reduzir os custos e não melhorar a
eficiência do projeto.
Por outro lado, a maioria das fontes de qualidade da safra atual
são capazes de trabalhar acima dos 80%, uma diferença que ao longo do
tempo acaba se tornando bastante considerável.
Basta fazer as contas. Tomando como base um PC de
configuração modesta, que consumisse uma média de 100 watts e ficasse
ligado 12 horas por dia, teríamos o seguinte:
Fonte com 65% de eficiência:
Consumo médio: 152.3 watts/hora
Consumo total ao longo de 12 meses: 667 kilowatts-hora
Fonte com 80% de eficiência:
Consumo médio: 125 watts/hora
Consumo total ao longo de 12 meses: 547 kilowatts-hora
Existe uma empresa norte-americana que sertifica fontes de
alimentação e dá a elas um selo chamado 80 Plus, que indica que a fonte
tem eficiência de pelo menos 80%.
Portanto você deve escolher uma fonte que tenha esse selo.
 Certificações 80 Plus para computadores de mesa 115V/230V

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Eficiência

Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
CPFL Energia
 
Bioliminare
BioliminareBioliminare
Bioliminare
Marco Crepaldi
 
Catálogo de eficiência energética vivapower (jul.2012)
Catálogo de eficiência energética vivapower (jul.2012)Catálogo de eficiência energética vivapower (jul.2012)
Catálogo de eficiência energética vivapower (jul.2012)
Luís Miguel Santos
 
Catálogo De Eficiência Energética Vivapower Gas Natural Fenosa (Jul.2012)
Catálogo De Eficiência Energética Vivapower Gas Natural Fenosa (Jul.2012)Catálogo De Eficiência Energética Vivapower Gas Natural Fenosa (Jul.2012)
Catálogo De Eficiência Energética Vivapower Gas Natural Fenosa (Jul.2012)
Miguel_Mesquitela
 
Apresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada pptApresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada ppt
Murillo Rezende
 
Bioluminare
BioluminareBioluminare
Bioluminare
Marco Crepaldi
 
O QUE É EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A utilização racional de energia, que consiste ...
O QUE É EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A utilização racional de energia, que consiste ...O QUE É EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A utilização racional de energia, que consiste ...
O QUE É EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A utilização racional de energia, que consiste ...
Gregriomarcosmassina
 
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia SolarSolar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Thales Araujo
 
Brochura Solexor Tecnologias Solares
Brochura Solexor Tecnologias SolaresBrochura Solexor Tecnologias Solares
Brochura Solexor Tecnologias Solares
Lester Izaac
 
Fonte pc
Fonte pcFonte pc
Fonte pc
Olney joner
 
Reduzir
ReduzirReduzir
Reduzir
Lauro Volaco
 
COGERAÇÃO: ESTADO DE ARTE E PROSPECTIVAS NA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA
COGERAÇÃO: ESTADO DE ARTE E PROSPECTIVAS NA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRACOGERAÇÃO: ESTADO DE ARTE E PROSPECTIVAS NA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA
COGERAÇÃO: ESTADO DE ARTE E PROSPECTIVAS NA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA
Giuseppe Alessandro Signoriello
 
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptxEbook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
FrancieledeLiberoEsp
 
Fonte De Alimentação
Fonte De AlimentaçãoFonte De Alimentação
Fonte De Alimentação
Marcelo Gonçalves
 
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
itgfiles
 
Sustentabilidade: dicas sobre energia
Sustentabilidade: dicas sobre energiaSustentabilidade: dicas sobre energia
Sustentabilidade: dicas sobre energia
Sebrae Bahia
 

Semelhante a Eficiência (16)

Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
 
Bioliminare
BioliminareBioliminare
Bioliminare
 
Catálogo de eficiência energética vivapower (jul.2012)
Catálogo de eficiência energética vivapower (jul.2012)Catálogo de eficiência energética vivapower (jul.2012)
Catálogo de eficiência energética vivapower (jul.2012)
 
Catálogo De Eficiência Energética Vivapower Gas Natural Fenosa (Jul.2012)
Catálogo De Eficiência Energética Vivapower Gas Natural Fenosa (Jul.2012)Catálogo De Eficiência Energética Vivapower Gas Natural Fenosa (Jul.2012)
Catálogo De Eficiência Energética Vivapower Gas Natural Fenosa (Jul.2012)
 
Apresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada pptApresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada ppt
 
Bioluminare
BioluminareBioluminare
Bioluminare
 
O QUE É EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A utilização racional de energia, que consiste ...
O QUE É EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A utilização racional de energia, que consiste ...O QUE É EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A utilização racional de energia, que consiste ...
O QUE É EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A utilização racional de energia, que consiste ...
 
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia SolarSolar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
 
Brochura Solexor Tecnologias Solares
Brochura Solexor Tecnologias SolaresBrochura Solexor Tecnologias Solares
Brochura Solexor Tecnologias Solares
 
Fonte pc
Fonte pcFonte pc
Fonte pc
 
Reduzir
ReduzirReduzir
Reduzir
 
COGERAÇÃO: ESTADO DE ARTE E PROSPECTIVAS NA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA
COGERAÇÃO: ESTADO DE ARTE E PROSPECTIVAS NA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRACOGERAÇÃO: ESTADO DE ARTE E PROSPECTIVAS NA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA
COGERAÇÃO: ESTADO DE ARTE E PROSPECTIVAS NA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA
 
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptxEbook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
 
Fonte De Alimentação
Fonte De AlimentaçãoFonte De Alimentação
Fonte De Alimentação
 
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
 
Sustentabilidade: dicas sobre energia
Sustentabilidade: dicas sobre energiaSustentabilidade: dicas sobre energia
Sustentabilidade: dicas sobre energia
 

Mais de Mario Kleber

Saída e configuração de saída +12v
Saída e configuração de saída +12vSaída e configuração de saída +12v
Saída e configuração de saída +12v
Mario Kleber
 
PFC na fonte de alimentação
PFC na fonte de alimentaçãoPFC na fonte de alimentação
PFC na fonte de alimentação
Mario Kleber
 
Ventilação e bitola do fios
Ventilação e bitola do fiosVentilação e bitola do fios
Ventilação e bitola do fios
Mario Kleber
 
Fontes de alimentação - principios
Fontes de alimentação - principiosFontes de alimentação - principios
Fontes de alimentação - principios
Mario Kleber
 
Servidor dns
Servidor dnsServidor dns
Servidor dns
Mario Kleber
 
Configurando o serviço dhcp no windows server 2012
Configurando o serviço dhcp no windows server 2012Configurando o serviço dhcp no windows server 2012
Configurando o serviço dhcp no windows server 2012
Mario Kleber
 
Virus de Macro e Spy
Virus de Macro e SpyVirus de Macro e Spy
Virus de Macro e Spy
Mario Kleber
 
Virus de Facebook e Adware
Virus de Facebook e AdwareVirus de Facebook e Adware
Virus de Facebook e Adware
Mario Kleber
 
Keylogger e Screenlogger
Keylogger e ScreenloggerKeylogger e Screenlogger
Keylogger e Screenlogger
Mario Kleber
 
Worm e hoax
Worm e  hoaxWorm e  hoax
Worm e hoax
Mario Kleber
 
Trojan e Time Bomb
Trojan e Time BombTrojan e Time Bomb
Trojan e Time Bomb
Mario Kleber
 
Cuidados com Eletricidade Estática (ESD)
Cuidados com Eletricidade Estática (ESD)Cuidados com Eletricidade Estática (ESD)
Cuidados com Eletricidade Estática (ESD)
Mario Kleber
 
Importância do Aterramento
Importância do AterramentoImportância do Aterramento
Importância do Aterramento
Mario Kleber
 
Cuidados com a Fonte de Alimentação
Cuidados com a Fonte de AlimentaçãoCuidados com a Fonte de Alimentação
Cuidados com a Fonte de Alimentação
Mario Kleber
 
Instalação de Fonte de Alimentação no Gabinete
Instalação de Fonte de Alimentação no GabineteInstalação de Fonte de Alimentação no Gabinete
Instalação de Fonte de Alimentação no Gabinete
Mario Kleber
 
Manumtençao Preventiva de Fonte de Alimentação
Manumtençao Preventiva de Fonte de AlimentaçãoManumtençao Preventiva de Fonte de Alimentação
Manumtençao Preventiva de Fonte de Alimentação
Mario Kleber
 
Virus Hijacker e I love you
Virus Hijacker e I love youVirus Hijacker e I love you
Virus Hijacker e I love you
Mario Kleber
 
Virus de boot e Time Bomb
Virus de boot e Time BombVirus de boot e Time Bomb
Virus de boot e Time Bomb
Mario Kleber
 
Virus de Macro e Zumbi
Virus de Macro e ZumbiVirus de Macro e Zumbi
Virus de Macro e Zumbi
Mario Kleber
 
Worm e Cavalo de Troia
Worm e Cavalo de TroiaWorm e Cavalo de Troia
Worm e Cavalo de Troia
Mario Kleber
 

Mais de Mario Kleber (20)

Saída e configuração de saída +12v
Saída e configuração de saída +12vSaída e configuração de saída +12v
Saída e configuração de saída +12v
 
PFC na fonte de alimentação
PFC na fonte de alimentaçãoPFC na fonte de alimentação
PFC na fonte de alimentação
 
Ventilação e bitola do fios
Ventilação e bitola do fiosVentilação e bitola do fios
Ventilação e bitola do fios
 
Fontes de alimentação - principios
Fontes de alimentação - principiosFontes de alimentação - principios
Fontes de alimentação - principios
 
Servidor dns
Servidor dnsServidor dns
Servidor dns
 
Configurando o serviço dhcp no windows server 2012
Configurando o serviço dhcp no windows server 2012Configurando o serviço dhcp no windows server 2012
Configurando o serviço dhcp no windows server 2012
 
Virus de Macro e Spy
Virus de Macro e SpyVirus de Macro e Spy
Virus de Macro e Spy
 
Virus de Facebook e Adware
Virus de Facebook e AdwareVirus de Facebook e Adware
Virus de Facebook e Adware
 
Keylogger e Screenlogger
Keylogger e ScreenloggerKeylogger e Screenlogger
Keylogger e Screenlogger
 
Worm e hoax
Worm e  hoaxWorm e  hoax
Worm e hoax
 
Trojan e Time Bomb
Trojan e Time BombTrojan e Time Bomb
Trojan e Time Bomb
 
Cuidados com Eletricidade Estática (ESD)
Cuidados com Eletricidade Estática (ESD)Cuidados com Eletricidade Estática (ESD)
Cuidados com Eletricidade Estática (ESD)
 
Importância do Aterramento
Importância do AterramentoImportância do Aterramento
Importância do Aterramento
 
Cuidados com a Fonte de Alimentação
Cuidados com a Fonte de AlimentaçãoCuidados com a Fonte de Alimentação
Cuidados com a Fonte de Alimentação
 
Instalação de Fonte de Alimentação no Gabinete
Instalação de Fonte de Alimentação no GabineteInstalação de Fonte de Alimentação no Gabinete
Instalação de Fonte de Alimentação no Gabinete
 
Manumtençao Preventiva de Fonte de Alimentação
Manumtençao Preventiva de Fonte de AlimentaçãoManumtençao Preventiva de Fonte de Alimentação
Manumtençao Preventiva de Fonte de Alimentação
 
Virus Hijacker e I love you
Virus Hijacker e I love youVirus Hijacker e I love you
Virus Hijacker e I love you
 
Virus de boot e Time Bomb
Virus de boot e Time BombVirus de boot e Time Bomb
Virus de boot e Time Bomb
 
Virus de Macro e Zumbi
Virus de Macro e ZumbiVirus de Macro e Zumbi
Virus de Macro e Zumbi
 
Worm e Cavalo de Troia
Worm e Cavalo de TroiaWorm e Cavalo de Troia
Worm e Cavalo de Troia
 

Último

Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 

Último (20)

Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 

Eficiência

  • 2. EFICIÊNCIA A eficiência é o percentual de energia que a fonte consegue realmente entregar aos componentes, em relação ao que puxa da tomada. Ela não tem relação com a capacidade real de fornecimento da fonte (ou seja, uma fonte de 450 watts de boa qualidade deve ser capaz de fornecer os mesmos 450 watts, seja a eficiência de 65% ou de 90%) Mas uma baixa eficiência indica que a fonte vai não apenas desperdiçar energia no processo, mas também produzir muito mais calor, o que significa um PC mais quente e mais barulhento. Com os PCs consumindo cada vez mais energia, a eficiência da fonte tem se tornado um fator cada vez mais importante, já que está diretamente relacionado ao consumo total do micro.
  • 3. Fontes genéricas, de uma maneira geral, trabalham com um nível de eficiência bastante baixo, na maioria dos casos na faixa dos 60 a 65%, já que a prioridade dos fabricantes é reduzir os custos e não melhorar a eficiência do projeto. Por outro lado, a maioria das fontes de qualidade da safra atual são capazes de trabalhar acima dos 80%, uma diferença que ao longo do tempo acaba se tornando bastante considerável. Basta fazer as contas. Tomando como base um PC de configuração modesta, que consumisse uma média de 100 watts e ficasse ligado 12 horas por dia, teríamos o seguinte: Fonte com 65% de eficiência: Consumo médio: 152.3 watts/hora Consumo total ao longo de 12 meses: 667 kilowatts-hora Fonte com 80% de eficiência: Consumo médio: 125 watts/hora Consumo total ao longo de 12 meses: 547 kilowatts-hora
  • 4. Existe uma empresa norte-americana que sertifica fontes de alimentação e dá a elas um selo chamado 80 Plus, que indica que a fonte tem eficiência de pelo menos 80%. Portanto você deve escolher uma fonte que tenha esse selo.  Certificações 80 Plus para computadores de mesa 115V/230V