SlideShare uma empresa Scribd logo
O AMOR GERA A FÉ, A FÉ GERA O TESTEMUNHO
LECIONÁRIO DOMINICAL – ANO A, B e C– DOMINGO DA RESSURREIÇÃO – TEXTOS BÍBLICOS: BÍBLIA J. F. DE ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA
cf. LECIONÁRIO em: CCT - Consultation on Common Texts, (www.commontexts.org/Default.html) - DESENHO: www.servicioskoinonia.org/cerezo/
1ª Leitura: A fé em Cristo ressuscitado gera o testemunho
“41b ...Comemos e bebemos com ele, depois que ressurgiu dentre os mortos”
Leitura do Livro dos Atos dos Apóstolos (At 10, 34. 37-43)
[Naqueles dias:]
34 ...falou Pedro, dizendo:... [...]
37 Vós conheceis a palavra que se divulgou por toda a Judéia,
tendo começado desde a Galiléia, depois do batismo que João pregou,
38 como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder,
o qual andou por toda parte, fazendo o bem
e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele;
39 e nós somos testemunhas de tudo o que ele fez na terra dos judeus
e em Jerusalém; ao qual também tiraram a vida, pendurando-o no madeiro.
40 A este ressuscitou Deus no terceiro dia e concedeu que fosse manifesto,
41 não a todo o povo,
mas às testemunhas que foram anteriormente escolhidas por Deus,
isto é, a nós que comemos e bebemos com ele,
depois que ressurgiu dentre os mortos;
42 e nos mandou pregar ao povo e testificar
que ele é quem foi constituído por Deus Juiz de vivos e de mortos.
43 Dele todos os profetas dão testemunho de que, por meio de seu nome,
todo aquele que nele crê recebe remissão de pecados.
Salmo responsorial: Salmo 118,1-2,16-17,22-23 (R./24)
R. “24 Este é o dia que o SENHOR fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele.”
1 Rendei graças ao SENHOR, porque ele é bom,
porque a sua misericórdia dura para sempre.
2 Diga, pois, Israel: Sim, a sua misericórdia dura para sempre. R.
16 A destra do SENHOR se eleva,
a destra do SENHOR faz proezas.
17 Não morrerei; antes, viverei e contarei as obras do SENHOR. R.
22 A pedra que os construtores rejeitaram,
essa veio a ser a principal pedra, angular;
23 isto procede do SENHOR e é maravilhoso aos nossos olhos. R.
2ª Leitura: Viver a ressurreição entre o já e o ainda não
“1b ... Buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive...”
Leitura da Carta de Paulo aos Colossenses (Col 3,1-4)
[Irmãos:]
1 ... se fostes ressuscitados juntamente com Cristo,
buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus.
2 Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra;
3 porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus.
4 Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar,
então, vós também sereis manifestados com ele, em glória.
Aclamação ao Evangelho (1Co 5,7b-8a):
“7b... Cristo nosso Cordeiro Pascal, foi imolado.
8a Por isso, celebremos a festa...”
Evangelho: O amor gera a fé
“9b ... Era necessário ressuscitar ele dentre os mortos”
Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo João (Jo 20, 1-9)
1 No primeiro dia da semana,
Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro,
e viu que a pedra estava revolvida.
2 Então, correu e foi ter com Simão Pedro
e com o outro discípulo, a quem Jesus amava, e disse-lhes:
Tiraram do sepulcro o Senhor, e não sabemos onde o puseram.
3 Saiu, pois, Pedro e o outro discípulo e foram ao sepulcro.
4 Ambos corriam juntos,
mas o outro discípulo correu mais depressa do que Pedro
e chegou primeiro ao sepulcro;
5 e, abaixando-se, viu os lençóis de linho; todavia, não entrou.
6 Então, Simão Pedro, seguindo-o, chegou e entrou no sepulcro.
Ele também viu os lençóis,
7 e o lenço que estivera sobre a cabeça de Jesus,
e que não estava com os lençóis, mas deixado num lugar à parte.
8 Então, entrou também o outro discípulo, que chegara primeiro ao sepulcro,
e viu, e creu.
9 Pois ainda não tinham compreendido a Escritura,
que era necessário ressuscitar ele dentre os mortos.
Oração do dia (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 122)
Ó Deus,
que para a nossa redenção entregaste o teu Unigênito Filho à morte de cruz,
e pela sua gloriosa ressurreição nos libertaste do poder de nosso inimigo;
concede que morramos diariamente para o pecado,
a fim de que vivamos sempre com Ele na alegria de sua ressurreição;
mediante Jesus Cristo, teu Filho, nosso Senhor,
que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus,
agora e sempre.
Amém.
Benção (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 106):
O Deus da Paz, que ressuscitou dos mortos a Jesus Cristo, Senhor nosso,
Grande Pastor das ovelhas, vos aperfeiçoe em todo o bem para fazerdes a
sua Vontade; e a Bênção de Deus Onipotente, Pai, Filho e Espírito Santo,
seja convosco, e convosco habite eternamente. Amém.
O AMOR GERA A FÉ, A FÉ GERA O TESTEMUNHO
LECIONÁRIO DOMINICAL – ANO A, B e C– DOMINGO DA RESSURREIÇÃO – TEXTOS BÍBLICOS: BÍBLIA J. F. DE ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA
cf. LECIONÁRIO em: CCT - Consultation on Common Texts, (www.commontexts.org/Default.html) - DESENHO: www.servicioskoinonia.org/cerezo/
Alternativas sugeridas pelo Lecionário para a Segunda Leitura e Evangeho:
2ª Leitura: Viver no mundo sem estar comprometido com o mundo
“7 Lançai fora o velho fermento, para que sejais nova massa...”
Leitura da Primeira Carta de Paulo aos Coríntos (1Cor 5,6b-8)
[Irmãos:]
6b ... Não sabeis que um pouco de fermento leveda a massa toda?
7 Lançai fora o velho fermento,
para que sejais nova massa, como sois, de fato, sem fermento.
Pois também Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi imolado.
8 Por isso, celebremos a festa não com o velho fermento,
nem com o fermento da maldade e da malícia,
e sim com os asmos da sinceridade e da verdade.
a. Evangelho: Jesus está vivo
“7 ... Ele ressuscitou dos... e vai adiante de vós para a Galiléia...”
Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus (Mt 28,1-10)
1 No findar do sábado,
ao entrar o primeiro dia da semana,
Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
2 E eis que houve um grande terremoto;
porque um anjo do Senhor desceu do céu,
chegou-se, removeu a pedra e assentou-se sobre ela.
3 O seu aspecto era como um relâmpago, e a sua veste, alva como a neve.
4 E os guardas tremeram espavoridos e ficaram como se estivessem mortos.
5 Mas o anjo, dirigindo-se às mulheres, disse:
Não temais; porque sei que buscais Jesus, que foi crucificado.
6 Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito. Vinde ver onde ele jazia.
7 Ide, pois, depressa e dizei aos seus discípulos que ele ressuscitou dos mortos
e vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. É como vos digo!
8 E, retirando-se elas apressadamente do sepulcro,
tomadas de medo e grande alegria, correram a anunciá-lo aos discípulos.
9 E eis que Jesus veio ao encontro delas e disse: Salve!
E elas, aproximando-se, abraçaram-lhe os pés e o adoraram.
10 Então, Jesus lhes disse: Não temais!
Ide avisar a meus irmãos que se dirijam à Galiléia e lá me verão.
b. Evangelho: Jesus caminha com os homens
“29 ...Fica conosco, porque é tarde...”
Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas (Lc 24,13-35)
13 Naquele mesmo dia,
dois deles estavam de caminho para uma aldeia chamada Emaús,
distante de Jerusalém sessenta estádios.
14 E iam conversando a respeito de todas as coisas sucedidas.
15 Aconteceu que, enquanto conversavam e discutiam,
o próprio Jesus se aproximou e ia com eles.
16 Os seus olhos, porém, estavam como que impedidos de o reconhecer.
17 Então, lhes perguntou Jesus:
Que é isso que vos preocupa e de que ides tratando à medida que caminhais?
E eles pararam entristecidos.
18 Um, porém, chamado Cleopas, respondeu, dizendo:
És o único, porventura, que, tendo estado em Jerusalém,
ignoras as ocorrências destes últimos dias?
19 Ele lhes perguntou: Quais?
E explicaram: O que aconteceu a Jesus, o Nazareno, que era varão profeta,
poderoso em obras e palavras, diante de Deus e de todo o povo,
20 e como os principais sacerdotes e as nossas autoridades o entregaram
para ser condenado à morte e o crucificaram.
21 Ora, nós esperávamos que fosse ele quem havia de redimir a Israel;
mas, depois de tudo isto, é já este o terceiro dia
desde que tais coisas sucederam.
22 É verdade também que algumas mulheres,
das que conosco estavam, nos surpreenderam,
tendo ido de madrugada ao túmulo;
23 e, não achando o corpo de Jesus,
voltaram dizendo terem tido uma visão de anjos,
os quais afirmam que ele vive.
24 De fato, alguns dos nossos foram ao sepulcro
e verificaram a exatidão do que disseram as mulheres; mas não o viram.
25 Então, lhes disse Jesus:
Ó néscios e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!
26 Porventura, não convinha que o Cristo padecesse e entrasse na sua glória?
27 E, começando por Moisés, discorrendo por todos os Profetas,
expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras.
28 Quando se aproximavam da aldeia para onde iam,
fez ele menção de passar adiante.
29 Mas eles o constrangeram, dizendo:
Fica conosco, porque é tarde, e o dia já declina.
E entrou para ficar com eles.
30 E aconteceu que, quando estavam à mesa, tomando ele o pão,
abençoou-o e, tendo-o partido, lhes deu;
31 então, se lhes abriram os olhos, e o reconheceram;
mas ele desapareceu da presença deles.
32 E disseram um ao outro:
Porventura, não nos ardia o coração, quando ele, pelo caminho,
nos falava, quando nos expunha as Escrituras?
33 E, na mesma hora, levantando-se, voltaram para Jerusalém,
onde acharam reunidos os onze e outros com eles,
34 os quais diziam:
O Senhor ressuscitou e já apareceu a Simão!
35 Então, os dois contaram o que lhes acontecera no caminho
e como fora por eles reconhecido no partir do pão.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ceia do Senhor
Ceia do SenhorCeia do Senhor
Ceia do Senhor
Paulo Roberto
 
A Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - ApresentaçãoA Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - Apresentação
Márcio Melânia
 
Cantata de Páscoa - Se isso não for amor
Cantata de Páscoa - Se isso não for amorCantata de Páscoa - Se isso não for amor
Cantata de Páscoa - Se isso não for amor
pcollares
 
Livro ebook-a-ressurreicao-dos-mortos
Livro ebook-a-ressurreicao-dos-mortosLivro ebook-a-ressurreicao-dos-mortos
Livro ebook-a-ressurreicao-dos-mortos
saulo1530
 
Jesus o Pão da Vida João 4 24-35
Jesus o Pão da Vida   João 4 24-35Jesus o Pão da Vida   João 4 24-35
Jesus o Pão da Vida João 4 24-35
Paulo Dias Nogueira
 
Outra dimensão da Páscoa
Outra dimensão da PáscoaOutra dimensão da Páscoa
Outra dimensão da Páscoa
Freekidstories
 
Lição 12ª Santa Ceia
Lição 12ª  Santa CeiaLição 12ª  Santa Ceia
Lição 12ª Santa Ceia
Igreja Presbiteriana Zona Sul
 
TEXTOS ADULTERADOS DA BIBLIA
TEXTOS ADULTERADOS DA BIBLIATEXTOS ADULTERADOS DA BIBLIA
TEXTOS ADULTERADOS DA BIBLIA
ASD Remanescentes
 
A ceia do Senhor - Thomas Watson
A ceia do Senhor - Thomas WatsonA ceia do Senhor - Thomas Watson
A ceia do Senhor - Thomas Watson
Hilton da Silva
 
Marcos 2.13 17
Marcos 2.13 17Marcos 2.13 17
Marcos 2.13 17
Maurício Neto
 
Ebook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryleEbook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryle
Paulo Costa
 
3° domingo do tempo comum ano C
3° domingo do tempo comum   ano C3° domingo do tempo comum   ano C
3° domingo do tempo comum ano C
José Lima
 
Institutogamaliel.com edificarei a minha igreja
Institutogamaliel.com edificarei a minha igrejaInstitutogamaliel.com edificarei a minha igreja
Institutogamaliel.com edificarei a minha igreja
Instituto Teológico Gamaliel
 
A verdade sobre a ceia
A verdade sobre a ceiaA verdade sobre a ceia
A verdade sobre a ceia
Maximiliano Rangel
 
1965 09-19-sede
1965 09-19-sede1965 09-19-sede
1965 09-19-sede
ssuser615052
 
Lição 13 ora vem senhor jesus
Lição 13   ora vem senhor jesusLição 13   ora vem senhor jesus
Lição 13 ora vem senhor jesus
Celso do Rozário Brasil Gonçalves
 
Andrew murray-o-poder-do-sangue
Andrew murray-o-poder-do-sangueAndrew murray-o-poder-do-sangue
Andrew murray-o-poder-do-sangue
Francisco Deuzilene
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
Pastor Natalino Das Neves
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
Almy Alves
 

Mais procurados (19)

Ceia do Senhor
Ceia do SenhorCeia do Senhor
Ceia do Senhor
 
A Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - ApresentaçãoA Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - Apresentação
 
Cantata de Páscoa - Se isso não for amor
Cantata de Páscoa - Se isso não for amorCantata de Páscoa - Se isso não for amor
Cantata de Páscoa - Se isso não for amor
 
Livro ebook-a-ressurreicao-dos-mortos
Livro ebook-a-ressurreicao-dos-mortosLivro ebook-a-ressurreicao-dos-mortos
Livro ebook-a-ressurreicao-dos-mortos
 
Jesus o Pão da Vida João 4 24-35
Jesus o Pão da Vida   João 4 24-35Jesus o Pão da Vida   João 4 24-35
Jesus o Pão da Vida João 4 24-35
 
Outra dimensão da Páscoa
Outra dimensão da PáscoaOutra dimensão da Páscoa
Outra dimensão da Páscoa
 
Lição 12ª Santa Ceia
Lição 12ª  Santa CeiaLição 12ª  Santa Ceia
Lição 12ª Santa Ceia
 
TEXTOS ADULTERADOS DA BIBLIA
TEXTOS ADULTERADOS DA BIBLIATEXTOS ADULTERADOS DA BIBLIA
TEXTOS ADULTERADOS DA BIBLIA
 
A ceia do Senhor - Thomas Watson
A ceia do Senhor - Thomas WatsonA ceia do Senhor - Thomas Watson
A ceia do Senhor - Thomas Watson
 
Marcos 2.13 17
Marcos 2.13 17Marcos 2.13 17
Marcos 2.13 17
 
Ebook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryleEbook ceia senhor_ryle
Ebook ceia senhor_ryle
 
3° domingo do tempo comum ano C
3° domingo do tempo comum   ano C3° domingo do tempo comum   ano C
3° domingo do tempo comum ano C
 
Institutogamaliel.com edificarei a minha igreja
Institutogamaliel.com edificarei a minha igrejaInstitutogamaliel.com edificarei a minha igreja
Institutogamaliel.com edificarei a minha igreja
 
A verdade sobre a ceia
A verdade sobre a ceiaA verdade sobre a ceia
A verdade sobre a ceia
 
1965 09-19-sede
1965 09-19-sede1965 09-19-sede
1965 09-19-sede
 
Lição 13 ora vem senhor jesus
Lição 13   ora vem senhor jesusLição 13   ora vem senhor jesus
Lição 13 ora vem senhor jesus
 
Andrew murray-o-poder-do-sangue
Andrew murray-o-poder-do-sangueAndrew murray-o-poder-do-sangue
Andrew murray-o-poder-do-sangue
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
 

Destaque

Interfaz de usuario de power point-Leopoldo Cora Romero
Interfaz de usuario de power point-Leopoldo Cora RomeroInterfaz de usuario de power point-Leopoldo Cora Romero
Interfaz de usuario de power point-Leopoldo Cora Romero
141197e
 
Computacion videoconferencia
Computacion videoconferenciaComputacion videoconferencia
Computacion videoconferencia
anaely123
 
Exerciciosreatores
ExerciciosreatoresExerciciosreatores
Exerciciosreatores
danitudinha
 
Portada
PortadaPortada
mapa conceptual
 mapa conceptual mapa conceptual
mapa conceptual
andre-rodriguez
 
Será este o momento de rever seus investimentos?
Será este o momento de rever seus investimentos? Será este o momento de rever seus investimentos?
Será este o momento de rever seus investimentos?
Renart Cabral, CEA
 
Palavra de fé
Palavra de féPalavra de fé
Phenix
PhenixPhenix
T rado clothing Company
T rado clothing CompanyT rado clothing Company
T rado clothing Company
seanaka88
 
Planificação anual simplificada comércio 1º ano
Planificação anual simplificada comércio  1º anoPlanificação anual simplificada comércio  1º ano
Planificação anual simplificada comércio 1º ano
Leonor Alves
 
Projecte Tandem. Escola Poblenou
Projecte Tandem. Escola PoblenouProjecte Tandem. Escola Poblenou
Projecte Tandem. Escola Poblenou
CRP Sant Martí
 
DÍA DEL PADRE
DÍA DEL PADREDÍA DEL PADRE
DÍA DEL PADRE
131498dc
 
Trabajo paty
Trabajo patyTrabajo paty
Trabajo paty
jaimiko8
 
Graficos
GraficosGraficos
Graficos
zipa1
 
DevQA: Um futuro para analistas de testes ?
DevQA: Um futuro para analistas de testes ?DevQA: Um futuro para analistas de testes ?
DevQA: Um futuro para analistas de testes ?
Kamilla Queiroz Xavier
 
Talleres excel karen malo ramirez
Talleres excel karen malo ramirezTalleres excel karen malo ramirez
Talleres excel karen malo ramirez
KarenYulieth1517
 
Principales Navegadores
Principales NavegadoresPrincipales Navegadores
Principales Navegadores
cimarvidal
 
Planeacio alma
Planeacio almaPlaneacio alma
Planeacio alma
almis1227
 
Roteiro gestão e culturas
Roteiro gestão e culturasRoteiro gestão e culturas
Roteiro gestão e culturas
Jornalsaomateus
 
La moto magica
La moto magicaLa moto magica
La moto magica
JURORU
 

Destaque (20)

Interfaz de usuario de power point-Leopoldo Cora Romero
Interfaz de usuario de power point-Leopoldo Cora RomeroInterfaz de usuario de power point-Leopoldo Cora Romero
Interfaz de usuario de power point-Leopoldo Cora Romero
 
Computacion videoconferencia
Computacion videoconferenciaComputacion videoconferencia
Computacion videoconferencia
 
Exerciciosreatores
ExerciciosreatoresExerciciosreatores
Exerciciosreatores
 
Portada
PortadaPortada
Portada
 
mapa conceptual
 mapa conceptual mapa conceptual
mapa conceptual
 
Será este o momento de rever seus investimentos?
Será este o momento de rever seus investimentos? Será este o momento de rever seus investimentos?
Será este o momento de rever seus investimentos?
 
Palavra de fé
Palavra de féPalavra de fé
Palavra de fé
 
Phenix
PhenixPhenix
Phenix
 
T rado clothing Company
T rado clothing CompanyT rado clothing Company
T rado clothing Company
 
Planificação anual simplificada comércio 1º ano
Planificação anual simplificada comércio  1º anoPlanificação anual simplificada comércio  1º ano
Planificação anual simplificada comércio 1º ano
 
Projecte Tandem. Escola Poblenou
Projecte Tandem. Escola PoblenouProjecte Tandem. Escola Poblenou
Projecte Tandem. Escola Poblenou
 
DÍA DEL PADRE
DÍA DEL PADREDÍA DEL PADRE
DÍA DEL PADRE
 
Trabajo paty
Trabajo patyTrabajo paty
Trabajo paty
 
Graficos
GraficosGraficos
Graficos
 
DevQA: Um futuro para analistas de testes ?
DevQA: Um futuro para analistas de testes ?DevQA: Um futuro para analistas de testes ?
DevQA: Um futuro para analistas de testes ?
 
Talleres excel karen malo ramirez
Talleres excel karen malo ramirezTalleres excel karen malo ramirez
Talleres excel karen malo ramirez
 
Principales Navegadores
Principales NavegadoresPrincipales Navegadores
Principales Navegadores
 
Planeacio alma
Planeacio almaPlaneacio alma
Planeacio alma
 
Roteiro gestão e culturas
Roteiro gestão e culturasRoteiro gestão e culturas
Roteiro gestão e culturas
 
La moto magica
La moto magicaLa moto magica
La moto magica
 

Semelhante a Leituras: Domingo da Páscoa - Anos A, B e C

Testos: Domingo da pascoa - Ano C
Testos: Domingo da pascoa  - Ano CTestos: Domingo da pascoa  - Ano C
Testos: Domingo da pascoa - Ano C
José Lima
 
O batismo e as tentações_Lição_original com textos_222015
O batismo e as tentações_Lição_original com textos_222015O batismo e as tentações_Lição_original com textos_222015
O batismo e as tentações_Lição_original com textos_222015
Gerson G. Ramos
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano B
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano BLeituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano B
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano B
José Lima
 
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano C
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano CLeituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano C
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano C
José Lima
 
Leituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano ALeituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano A
José Lima
 
Festa-da-Palavra
Festa-da-PalavraFesta-da-Palavra
Festa-da-Palavra
MarilinaSimesFernand
 
O exemplo apostólico (1Ts 2:1-12)_Lição da escola sabatina_original_com_textos
O exemplo apostólico (1Ts 2:1-12)_Lição da escola sabatina_original_com_textos O exemplo apostólico (1Ts 2:1-12)_Lição da escola sabatina_original_com_textos
O exemplo apostólico (1Ts 2:1-12)_Lição da escola sabatina_original_com_textos
Gerson G. Ramos
 
Caminhada da Ressurreição
Caminhada da RessurreiçãoCaminhada da Ressurreição
Caminhada da Ressurreição
guest61eb32c
 
Por54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgrPor54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgr
nara machado
 
Por54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgrPor54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgr
nara machado
 
Evangelismo-7.ppt
Evangelismo-7.pptEvangelismo-7.ppt
Evangelismo-7.ppt
ssuser5b5681
 
56 A Igreja encontra problemas / 56 the church meets trouble portuguese
56 A Igreja encontra problemas / 56 the church meets trouble portuguese56 A Igreja encontra problemas / 56 the church meets trouble portuguese
56 A Igreja encontra problemas / 56 the church meets trouble portuguese
Ping Ponga
 
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
Gerson G. Ramos
 
Jesus a água da vida 27 02 2005 - 3 dom da quaresma - culto vespertino
Jesus a água da vida   27 02 2005 - 3 dom da quaresma - culto vespertinoJesus a água da vida   27 02 2005 - 3 dom da quaresma - culto vespertino
Jesus a água da vida 27 02 2005 - 3 dom da quaresma - culto vespertino
Paulo Dias Nogueira
 
01-histc3b3ria-eclesic3a1stica-a-igreja-no-perc3adodo-apostc3b3lic0.ppt
01-histc3b3ria-eclesic3a1stica-a-igreja-no-perc3adodo-apostc3b3lic0.ppt01-histc3b3ria-eclesic3a1stica-a-igreja-no-perc3adodo-apostc3b3lic0.ppt
01-histc3b3ria-eclesic3a1stica-a-igreja-no-perc3adodo-apostc3b3lic0.ppt
Tiago Silva
 
Leituras: 2° Domingo de Páscoa - Ano A
Leituras: 2° Domingo de Páscoa - Ano ALeituras: 2° Domingo de Páscoa - Ano A
Leituras: 2° Domingo de Páscoa - Ano A
José Lima
 
Leituras: 2° Domingo da Pascoa - Ano B
Leituras: 2° Domingo da Pascoa - Ano BLeituras: 2° Domingo da Pascoa - Ano B
Leituras: 2° Domingo da Pascoa - Ano B
José Lima
 
Apr 4 2021 easter-website
Apr 4 2021   easter-websiteApr 4 2021   easter-website
Apr 4 2021 easter-website
MariadaSilva95
 
Leituras: Domingo de Ramos - Ano B
Leituras: Domingo de Ramos - Ano BLeituras: Domingo de Ramos - Ano B
Leituras: Domingo de Ramos - Ano B
José Lima
 

Semelhante a Leituras: Domingo da Páscoa - Anos A, B e C (20)

Testos: Domingo da pascoa - Ano C
Testos: Domingo da pascoa  - Ano CTestos: Domingo da pascoa  - Ano C
Testos: Domingo da pascoa - Ano C
 
O batismo e as tentações_Lição_original com textos_222015
O batismo e as tentações_Lição_original com textos_222015O batismo e as tentações_Lição_original com textos_222015
O batismo e as tentações_Lição_original com textos_222015
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano B
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano BLeituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano B
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano B
 
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano C
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano CLeituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano C
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano C
 
Leituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano ALeituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano A
 
Festa-da-Palavra
Festa-da-PalavraFesta-da-Palavra
Festa-da-Palavra
 
O exemplo apostólico (1Ts 2:1-12)_Lição da escola sabatina_original_com_textos
O exemplo apostólico (1Ts 2:1-12)_Lição da escola sabatina_original_com_textos O exemplo apostólico (1Ts 2:1-12)_Lição da escola sabatina_original_com_textos
O exemplo apostólico (1Ts 2:1-12)_Lição da escola sabatina_original_com_textos
 
Caminhada da Ressurreição
Caminhada da RessurreiçãoCaminhada da Ressurreição
Caminhada da Ressurreição
 
Por54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgrPor54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgr
 
Por54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgrPor54 0329 redemption by power vgr
Por54 0329 redemption by power vgr
 
Evangelismo-7.ppt
Evangelismo-7.pptEvangelismo-7.ppt
Evangelismo-7.ppt
 
56 A Igreja encontra problemas / 56 the church meets trouble portuguese
56 A Igreja encontra problemas / 56 the church meets trouble portuguese56 A Igreja encontra problemas / 56 the church meets trouble portuguese
56 A Igreja encontra problemas / 56 the church meets trouble portuguese
 
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
GGR_Jesus, o Espírito Santo e a oração_722015
 
Jesus a água da vida 27 02 2005 - 3 dom da quaresma - culto vespertino
Jesus a água da vida   27 02 2005 - 3 dom da quaresma - culto vespertinoJesus a água da vida   27 02 2005 - 3 dom da quaresma - culto vespertino
Jesus a água da vida 27 02 2005 - 3 dom da quaresma - culto vespertino
 
01-histc3b3ria-eclesic3a1stica-a-igreja-no-perc3adodo-apostc3b3lic0.ppt
01-histc3b3ria-eclesic3a1stica-a-igreja-no-perc3adodo-apostc3b3lic0.ppt01-histc3b3ria-eclesic3a1stica-a-igreja-no-perc3adodo-apostc3b3lic0.ppt
01-histc3b3ria-eclesic3a1stica-a-igreja-no-perc3adodo-apostc3b3lic0.ppt
 
Leituras: 2° Domingo de Páscoa - Ano A
Leituras: 2° Domingo de Páscoa - Ano ALeituras: 2° Domingo de Páscoa - Ano A
Leituras: 2° Domingo de Páscoa - Ano A
 
Leituras: 2° Domingo da Pascoa - Ano B
Leituras: 2° Domingo da Pascoa - Ano BLeituras: 2° Domingo da Pascoa - Ano B
Leituras: 2° Domingo da Pascoa - Ano B
 
Apr 4 2021 easter-website
Apr 4 2021   easter-websiteApr 4 2021   easter-website
Apr 4 2021 easter-website
 
Leituras: Domingo de Ramos - Ano B
Leituras: Domingo de Ramos - Ano BLeituras: Domingo de Ramos - Ano B
Leituras: Domingo de Ramos - Ano B
 

Último

21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 

Último (14)

21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 

Leituras: Domingo da Páscoa - Anos A, B e C

  • 1. O AMOR GERA A FÉ, A FÉ GERA O TESTEMUNHO LECIONÁRIO DOMINICAL – ANO A, B e C– DOMINGO DA RESSURREIÇÃO – TEXTOS BÍBLICOS: BÍBLIA J. F. DE ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA cf. LECIONÁRIO em: CCT - Consultation on Common Texts, (www.commontexts.org/Default.html) - DESENHO: www.servicioskoinonia.org/cerezo/ 1ª Leitura: A fé em Cristo ressuscitado gera o testemunho “41b ...Comemos e bebemos com ele, depois que ressurgiu dentre os mortos” Leitura do Livro dos Atos dos Apóstolos (At 10, 34. 37-43) [Naqueles dias:] 34 ...falou Pedro, dizendo:... [...] 37 Vós conheceis a palavra que se divulgou por toda a Judéia, tendo começado desde a Galiléia, depois do batismo que João pregou, 38 como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder, o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele; 39 e nós somos testemunhas de tudo o que ele fez na terra dos judeus e em Jerusalém; ao qual também tiraram a vida, pendurando-o no madeiro. 40 A este ressuscitou Deus no terceiro dia e concedeu que fosse manifesto, 41 não a todo o povo, mas às testemunhas que foram anteriormente escolhidas por Deus, isto é, a nós que comemos e bebemos com ele, depois que ressurgiu dentre os mortos; 42 e nos mandou pregar ao povo e testificar que ele é quem foi constituído por Deus Juiz de vivos e de mortos. 43 Dele todos os profetas dão testemunho de que, por meio de seu nome, todo aquele que nele crê recebe remissão de pecados. Salmo responsorial: Salmo 118,1-2,16-17,22-23 (R./24) R. “24 Este é o dia que o SENHOR fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele.” 1 Rendei graças ao SENHOR, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre. 2 Diga, pois, Israel: Sim, a sua misericórdia dura para sempre. R. 16 A destra do SENHOR se eleva, a destra do SENHOR faz proezas. 17 Não morrerei; antes, viverei e contarei as obras do SENHOR. R. 22 A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular; 23 isto procede do SENHOR e é maravilhoso aos nossos olhos. R. 2ª Leitura: Viver a ressurreição entre o já e o ainda não “1b ... Buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive...” Leitura da Carta de Paulo aos Colossenses (Col 3,1-4) [Irmãos:] 1 ... se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. 2 Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra; 3 porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus. 4 Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, vós também sereis manifestados com ele, em glória. Aclamação ao Evangelho (1Co 5,7b-8a): “7b... Cristo nosso Cordeiro Pascal, foi imolado. 8a Por isso, celebremos a festa...” Evangelho: O amor gera a fé “9b ... Era necessário ressuscitar ele dentre os mortos” Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo João (Jo 20, 1-9) 1 No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu que a pedra estava revolvida. 2 Então, correu e foi ter com Simão Pedro e com o outro discípulo, a quem Jesus amava, e disse-lhes: Tiraram do sepulcro o Senhor, e não sabemos onde o puseram. 3 Saiu, pois, Pedro e o outro discípulo e foram ao sepulcro. 4 Ambos corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa do que Pedro e chegou primeiro ao sepulcro; 5 e, abaixando-se, viu os lençóis de linho; todavia, não entrou. 6 Então, Simão Pedro, seguindo-o, chegou e entrou no sepulcro. Ele também viu os lençóis, 7 e o lenço que estivera sobre a cabeça de Jesus, e que não estava com os lençóis, mas deixado num lugar à parte. 8 Então, entrou também o outro discípulo, que chegara primeiro ao sepulcro, e viu, e creu. 9 Pois ainda não tinham compreendido a Escritura, que era necessário ressuscitar ele dentre os mortos. Oração do dia (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 122) Ó Deus, que para a nossa redenção entregaste o teu Unigênito Filho à morte de cruz, e pela sua gloriosa ressurreição nos libertaste do poder de nosso inimigo; concede que morramos diariamente para o pecado, a fim de que vivamos sempre com Ele na alegria de sua ressurreição; mediante Jesus Cristo, teu Filho, nosso Senhor, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém. Benção (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 106): O Deus da Paz, que ressuscitou dos mortos a Jesus Cristo, Senhor nosso, Grande Pastor das ovelhas, vos aperfeiçoe em todo o bem para fazerdes a sua Vontade; e a Bênção de Deus Onipotente, Pai, Filho e Espírito Santo, seja convosco, e convosco habite eternamente. Amém.
  • 2. O AMOR GERA A FÉ, A FÉ GERA O TESTEMUNHO LECIONÁRIO DOMINICAL – ANO A, B e C– DOMINGO DA RESSURREIÇÃO – TEXTOS BÍBLICOS: BÍBLIA J. F. DE ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA cf. LECIONÁRIO em: CCT - Consultation on Common Texts, (www.commontexts.org/Default.html) - DESENHO: www.servicioskoinonia.org/cerezo/ Alternativas sugeridas pelo Lecionário para a Segunda Leitura e Evangeho: 2ª Leitura: Viver no mundo sem estar comprometido com o mundo “7 Lançai fora o velho fermento, para que sejais nova massa...” Leitura da Primeira Carta de Paulo aos Coríntos (1Cor 5,6b-8) [Irmãos:] 6b ... Não sabeis que um pouco de fermento leveda a massa toda? 7 Lançai fora o velho fermento, para que sejais nova massa, como sois, de fato, sem fermento. Pois também Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi imolado. 8 Por isso, celebremos a festa não com o velho fermento, nem com o fermento da maldade e da malícia, e sim com os asmos da sinceridade e da verdade. a. Evangelho: Jesus está vivo “7 ... Ele ressuscitou dos... e vai adiante de vós para a Galiléia...” Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus (Mt 28,1-10) 1 No findar do sábado, ao entrar o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. 2 E eis que houve um grande terremoto; porque um anjo do Senhor desceu do céu, chegou-se, removeu a pedra e assentou-se sobre ela. 3 O seu aspecto era como um relâmpago, e a sua veste, alva como a neve. 4 E os guardas tremeram espavoridos e ficaram como se estivessem mortos. 5 Mas o anjo, dirigindo-se às mulheres, disse: Não temais; porque sei que buscais Jesus, que foi crucificado. 6 Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito. Vinde ver onde ele jazia. 7 Ide, pois, depressa e dizei aos seus discípulos que ele ressuscitou dos mortos e vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. É como vos digo! 8 E, retirando-se elas apressadamente do sepulcro, tomadas de medo e grande alegria, correram a anunciá-lo aos discípulos. 9 E eis que Jesus veio ao encontro delas e disse: Salve! E elas, aproximando-se, abraçaram-lhe os pés e o adoraram. 10 Então, Jesus lhes disse: Não temais! Ide avisar a meus irmãos que se dirijam à Galiléia e lá me verão. b. Evangelho: Jesus caminha com os homens “29 ...Fica conosco, porque é tarde...” Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas (Lc 24,13-35) 13 Naquele mesmo dia, dois deles estavam de caminho para uma aldeia chamada Emaús, distante de Jerusalém sessenta estádios. 14 E iam conversando a respeito de todas as coisas sucedidas. 15 Aconteceu que, enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e ia com eles. 16 Os seus olhos, porém, estavam como que impedidos de o reconhecer. 17 Então, lhes perguntou Jesus: Que é isso que vos preocupa e de que ides tratando à medida que caminhais? E eles pararam entristecidos. 18 Um, porém, chamado Cleopas, respondeu, dizendo: És o único, porventura, que, tendo estado em Jerusalém, ignoras as ocorrências destes últimos dias? 19 Ele lhes perguntou: Quais? E explicaram: O que aconteceu a Jesus, o Nazareno, que era varão profeta, poderoso em obras e palavras, diante de Deus e de todo o povo, 20 e como os principais sacerdotes e as nossas autoridades o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram. 21 Ora, nós esperávamos que fosse ele quem havia de redimir a Israel; mas, depois de tudo isto, é já este o terceiro dia desde que tais coisas sucederam. 22 É verdade também que algumas mulheres, das que conosco estavam, nos surpreenderam, tendo ido de madrugada ao túmulo; 23 e, não achando o corpo de Jesus, voltaram dizendo terem tido uma visão de anjos, os quais afirmam que ele vive. 24 De fato, alguns dos nossos foram ao sepulcro e verificaram a exatidão do que disseram as mulheres; mas não o viram. 25 Então, lhes disse Jesus: Ó néscios e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram! 26 Porventura, não convinha que o Cristo padecesse e entrasse na sua glória? 27 E, começando por Moisés, discorrendo por todos os Profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras. 28 Quando se aproximavam da aldeia para onde iam, fez ele menção de passar adiante. 29 Mas eles o constrangeram, dizendo: Fica conosco, porque é tarde, e o dia já declina. E entrou para ficar com eles. 30 E aconteceu que, quando estavam à mesa, tomando ele o pão, abençoou-o e, tendo-o partido, lhes deu; 31 então, se lhes abriram os olhos, e o reconheceram; mas ele desapareceu da presença deles. 32 E disseram um ao outro: Porventura, não nos ardia o coração, quando ele, pelo caminho, nos falava, quando nos expunha as Escrituras? 33 E, na mesma hora, levantando-se, voltaram para Jerusalém, onde acharam reunidos os onze e outros com eles, 34 os quais diziam: O Senhor ressuscitou e já apareceu a Simão! 35 Então, os dois contaram o que lhes acontecera no caminho e como fora por eles reconhecido no partir do pão.