SlideShare uma empresa Scribd logo
Overview Ricardo Amaral de Andrade
Cena do filme “O Exterminador do Futuro 1 (1987)” IDENTIFICATION DIVISION. PROGRAM ID. ACC. ENVIRONMENT DIVISION. WORKING-STORAGE SECTION. 77 IDX PICTURE 9999. 77 SUM PICTURE 999999. 77 X  PICTURE X. PROCEDURE DIVISION. BEGIN. ACCEPT X. MOVE ZERO TO IDX. MOVE ZERO TO SUM. PERFORM ACC UNTIL IDX = 1981.
DIVISIONs ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
....+.7A.1.B..+....2....+....3....+....4....+....5....+....6....+....7.. I DENTIFICATION DIVISION. P ROGRAM-ID.  HELLO. E NVIRONMENT  DIVISION. D ATA  DIVISION. P ROCEDURE  DIVISION. I NICIO. D ISPLAY 'Hello World!!!' S TOP RUN. Coluna para o asterisco (comentário) Colunas 1 a 6, que são ignoradas (antiga Área de Numeração) Margem A (note que apenas os nomes das divisões e dos parágrafos começam na coluna 8) Margem B (apenas os comandos lógicos iniciam na coluna 12 em diante)
Identificadores ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Literais Numéricos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Literais Não-numéricos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Constantes Figurativas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Resumo das Características Exclusivas do COBOL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Níveis e Sub-níveis de Variáveis SUFIXO PREFIXO DDD DDI TELEFONE SUFIXO PREFIXO CEP PAÍS ESTADO CIDADE BAIRRO NÚMERO RUA ENDEREÇO SOBRENOME NOME CLIENTE FICHA 04 03 02 01 NÍVEL
 
 
Pictures ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
 
 
 
 
 
Outro caso curioso da vida de Hopper, foi em 1945 quando o computador que utilizava, o Harvard Mark I, parou de funcionar. Ela fez uma varredura de detetive, em meio aos circuitos de válvulas e relês. Encontrou uma mariposa eletrocutada bloqueando uma chave elétrica. Usando uma pinça, ela extraiu a mariposa e a máquina voltou a funcionar normalmente. A partir daí, com seu tradicional bom humor, sempre que cobrada sobre o andamento de um projeto respondia: “Estamos desinsetizando (debugging) o computador” e o jargão debug pegou. Até mesmo em outras línguas, é usado até hoje como referência a correção de erros em programas. E parece difícil que algum dia venha a sair de uso. Por certo um técnico comum diria um palavrão e jogaria o bicho no lixo, deixando o caso para lá. Mas tratava-se de uma mulher e as mulheres, nós sabemos desde que comparamos os cadernos das meninas com os dos meninos, são mais caprichosas. Ela colou a mariposa com uma fita adesiva em seu meticuloso relatório que chamava de “diário de bordo”. Nele constava “O primeiro caso real de inseto (Bug) a ser encontrado”. Seu relatório virou literalmente peça de museu. BUG e Debug
A universalidade da linguagem COBOL ficou evidente, quando Hopper fez uma visita a um centro de computação no Japão. Ela e seus anfitriões não conseguiam se entender, até que ela lembrou de alguns comandos do COBOL. “ MOVE ”, disse ela apontando para si mesma, “ TO  Osaka Hotel”. Os japoneses imediatamente entenderam e levaram-na para seu hotel.
Obrigado! Dúvidas?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2832014 curso plsql
2832014 curso plsql2832014 curso plsql
2832014 curso plsql
Valter Marcondes B. Leite
 
Mini R
Mini R Mini R
Linguagem R
Linguagem RLinguagem R
Linguagem R
Laís Berlatto
 
Análise exploratória e modelação com R parte 1
Análise exploratória e modelação com R parte 1Análise exploratória e modelação com R parte 1
Análise exploratória e modelação com R parte 1
Lucas Castro
 
Apresentação Linguagem C
Apresentação Linguagem CApresentação Linguagem C
Apresentação Linguagem C
Ricardo Liyushiro Chikasawa
 
PHP - Strings
PHP - StringsPHP - Strings
PHP - Strings
Fabio Moura Pereira
 
Introduçãso a linguagem c
Introduçãso a linguagem cIntroduçãso a linguagem c
Introduçãso a linguagem c
sergiocrespo
 
XVII SAMET - Prof. Marcello Macarthy [Mini-curso Fortran - 5ª feira 02.12.2010]
XVII SAMET - Prof. Marcello Macarthy [Mini-curso Fortran - 5ª feira 02.12.2010]XVII SAMET - Prof. Marcello Macarthy [Mini-curso Fortran - 5ª feira 02.12.2010]
XVII SAMET - Prof. Marcello Macarthy [Mini-curso Fortran - 5ª feira 02.12.2010]
Dafmet Ufpel
 
Introdução ao R
Introdução ao RIntrodução ao R
Introdução ao R
Leonardo Goliatt
 
Pro3 06 e_tratamento_de_erros
Pro3 06 e_tratamento_de_errosPro3 06 e_tratamento_de_erros
Pro3 06 e_tratamento_de_erros
Luiz Otavio Da Silva Ladeira
 
Pro3 04 e_enderecamento_indireto
Pro3 04 e_enderecamento_indiretoPro3 04 e_enderecamento_indireto
Pro3 04 e_enderecamento_indireto
Luiz Otavio Da Silva Ladeira
 
Introdução a linguagem c karen lowhany
Introdução a linguagem c   karen lowhanyIntrodução a linguagem c   karen lowhany
Introdução a linguagem c karen lowhany
Karen Costa
 
Compressão Huffman
Compressão HuffmanCompressão Huffman
Compressão Huffman
Helder Oliveira
 
Comandos html
Comandos html Comandos html
Comandos html
Francisco Anastácio
 
Compiladores 6
Compiladores 6Compiladores 6
Compiladores 6
Ivan Ricarte
 
Apostila linguagem c
Apostila linguagem cApostila linguagem c
Apostila linguagem c
orvel
 
Compiladores 7
Compiladores 7Compiladores 7
Compiladores 7
Ivan Ricarte
 
Shell Script - Luz e trevas
Shell Script - Luz e trevasShell Script - Luz e trevas
Shell Script - Luz e trevas
Osvaldo Filho
 
Curso de Shell Script 05/11
Curso de Shell Script 05/11Curso de Shell Script 05/11
Curso de Shell Script 05/11
Rodrigo Silva
 
TDC2014 SP - C/C++ - Modularização de Código C
TDC2014 SP - C/C++ - Modularização de Código CTDC2014 SP - C/C++ - Modularização de Código C
TDC2014 SP - C/C++ - Modularização de Código C
Felipe de Andrade Neves Lavratti
 

Mais procurados (20)

2832014 curso plsql
2832014 curso plsql2832014 curso plsql
2832014 curso plsql
 
Mini R
Mini R Mini R
Mini R
 
Linguagem R
Linguagem RLinguagem R
Linguagem R
 
Análise exploratória e modelação com R parte 1
Análise exploratória e modelação com R parte 1Análise exploratória e modelação com R parte 1
Análise exploratória e modelação com R parte 1
 
Apresentação Linguagem C
Apresentação Linguagem CApresentação Linguagem C
Apresentação Linguagem C
 
PHP - Strings
PHP - StringsPHP - Strings
PHP - Strings
 
Introduçãso a linguagem c
Introduçãso a linguagem cIntroduçãso a linguagem c
Introduçãso a linguagem c
 
XVII SAMET - Prof. Marcello Macarthy [Mini-curso Fortran - 5ª feira 02.12.2010]
XVII SAMET - Prof. Marcello Macarthy [Mini-curso Fortran - 5ª feira 02.12.2010]XVII SAMET - Prof. Marcello Macarthy [Mini-curso Fortran - 5ª feira 02.12.2010]
XVII SAMET - Prof. Marcello Macarthy [Mini-curso Fortran - 5ª feira 02.12.2010]
 
Introdução ao R
Introdução ao RIntrodução ao R
Introdução ao R
 
Pro3 06 e_tratamento_de_erros
Pro3 06 e_tratamento_de_errosPro3 06 e_tratamento_de_erros
Pro3 06 e_tratamento_de_erros
 
Pro3 04 e_enderecamento_indireto
Pro3 04 e_enderecamento_indiretoPro3 04 e_enderecamento_indireto
Pro3 04 e_enderecamento_indireto
 
Introdução a linguagem c karen lowhany
Introdução a linguagem c   karen lowhanyIntrodução a linguagem c   karen lowhany
Introdução a linguagem c karen lowhany
 
Compressão Huffman
Compressão HuffmanCompressão Huffman
Compressão Huffman
 
Comandos html
Comandos html Comandos html
Comandos html
 
Compiladores 6
Compiladores 6Compiladores 6
Compiladores 6
 
Apostila linguagem c
Apostila linguagem cApostila linguagem c
Apostila linguagem c
 
Compiladores 7
Compiladores 7Compiladores 7
Compiladores 7
 
Shell Script - Luz e trevas
Shell Script - Luz e trevasShell Script - Luz e trevas
Shell Script - Luz e trevas
 
Curso de Shell Script 05/11
Curso de Shell Script 05/11Curso de Shell Script 05/11
Curso de Shell Script 05/11
 
TDC2014 SP - C/C++ - Modularização de Código C
TDC2014 SP - C/C++ - Modularização de Código CTDC2014 SP - C/C++ - Modularização de Código C
TDC2014 SP - C/C++ - Modularização de Código C
 

Destaque

Apresentação linguagem cobol
Apresentação linguagem cobolApresentação linguagem cobol
Apresentação linguagem cobol
Lorranna Machado
 
Cobol
CobolCobol
TRABALHO PARADIGMAS - COBOL
TRABALHO PARADIGMAS - COBOLTRABALHO PARADIGMAS - COBOL
TRABALHO PARADIGMAS - COBOL
Ellen Diana
 
Grande porte cobol level 1 - versão 2.3.5
Grande porte   cobol level 1 - versão 2.3.5Grande porte   cobol level 1 - versão 2.3.5
Grande porte cobol level 1 - versão 2.3.5
Jeison Barros
 
Apostila de algoritmo e programação
Apostila de algoritmo e programaçãoApostila de algoritmo e programação
Apostila de algoritmo e programação
Thiago Marques
 
Apresentação linguagem cobol
Apresentação linguagem cobolApresentação linguagem cobol
Apresentação linguagem cobol
AlexByDoomS
 
Seminário: C
Seminário: CSeminário: C
Seminário: C
Ivna Valença
 
Seminário: COBOL
Seminário: COBOLSeminário: COBOL
Seminário: COBOL
Ivna Valença
 
Cobol manual prático de programação
Cobol   manual prático de programaçãoCobol   manual prático de programação
Cobol manual prático de programação
Pedro Barros
 
COBOL como factor de diferencia en tu carrera profesional
COBOL como factor de diferencia en tu carrera profesionalCOBOL como factor de diferencia en tu carrera profesional
COBOL como factor de diferencia en tu carrera profesional
Software Guru
 
Microarquitetura Intel Core Duo
Microarquitetura Intel Core DuoMicroarquitetura Intel Core Duo
Microarquitetura Intel Core Duo
Samuel Bié
 
Aula 5 aed - vetores
Aula 5   aed - vetoresAula 5   aed - vetores
Aula 5 aed - vetores
Elaine Cecília Gatto
 
Assemblyparte1 140320111308-phpapp02
Assemblyparte1 140320111308-phpapp02Assemblyparte1 140320111308-phpapp02
Assemblyparte1 140320111308-phpapp02
bruno santos ferreira
 
50978145 algoritmos-exercicios-resolvidos
50978145 algoritmos-exercicios-resolvidos50978145 algoritmos-exercicios-resolvidos
50978145 algoritmos-exercicios-resolvidos
Edvan Mateó
 
MIPS Pipeline
MIPS Pipeline MIPS Pipeline
MIPS Pipeline
Diego Streck
 
Caderno de exercícios
Caderno de exercíciosCaderno de exercícios
Caderno de exercícios
Rogerio Fernando
 
Logica Algoritmo 05 Repeticao
Logica Algoritmo 05 RepeticaoLogica Algoritmo 05 Repeticao
Logica Algoritmo 05 Repeticao
Regis Magalhães
 
Aula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadoresAula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadores
Cristiano Pires Martins
 
Introdução ao PHP
Introdução ao PHPIntrodução ao PHP
Introdução ao PHP
Adao Chiavelli
 
CakePHP com sotaque brasileiro
CakePHP com sotaque brasileiroCakePHP com sotaque brasileiro
CakePHP com sotaque brasileiro
Juan Basso
 

Destaque (20)

Apresentação linguagem cobol
Apresentação linguagem cobolApresentação linguagem cobol
Apresentação linguagem cobol
 
Cobol
CobolCobol
Cobol
 
TRABALHO PARADIGMAS - COBOL
TRABALHO PARADIGMAS - COBOLTRABALHO PARADIGMAS - COBOL
TRABALHO PARADIGMAS - COBOL
 
Grande porte cobol level 1 - versão 2.3.5
Grande porte   cobol level 1 - versão 2.3.5Grande porte   cobol level 1 - versão 2.3.5
Grande porte cobol level 1 - versão 2.3.5
 
Apostila de algoritmo e programação
Apostila de algoritmo e programaçãoApostila de algoritmo e programação
Apostila de algoritmo e programação
 
Apresentação linguagem cobol
Apresentação linguagem cobolApresentação linguagem cobol
Apresentação linguagem cobol
 
Seminário: C
Seminário: CSeminário: C
Seminário: C
 
Seminário: COBOL
Seminário: COBOLSeminário: COBOL
Seminário: COBOL
 
Cobol manual prático de programação
Cobol   manual prático de programaçãoCobol   manual prático de programação
Cobol manual prático de programação
 
COBOL como factor de diferencia en tu carrera profesional
COBOL como factor de diferencia en tu carrera profesionalCOBOL como factor de diferencia en tu carrera profesional
COBOL como factor de diferencia en tu carrera profesional
 
Microarquitetura Intel Core Duo
Microarquitetura Intel Core DuoMicroarquitetura Intel Core Duo
Microarquitetura Intel Core Duo
 
Aula 5 aed - vetores
Aula 5   aed - vetoresAula 5   aed - vetores
Aula 5 aed - vetores
 
Assemblyparte1 140320111308-phpapp02
Assemblyparte1 140320111308-phpapp02Assemblyparte1 140320111308-phpapp02
Assemblyparte1 140320111308-phpapp02
 
50978145 algoritmos-exercicios-resolvidos
50978145 algoritmos-exercicios-resolvidos50978145 algoritmos-exercicios-resolvidos
50978145 algoritmos-exercicios-resolvidos
 
MIPS Pipeline
MIPS Pipeline MIPS Pipeline
MIPS Pipeline
 
Caderno de exercícios
Caderno de exercíciosCaderno de exercícios
Caderno de exercícios
 
Logica Algoritmo 05 Repeticao
Logica Algoritmo 05 RepeticaoLogica Algoritmo 05 Repeticao
Logica Algoritmo 05 Repeticao
 
Aula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadoresAula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadores
 
Introdução ao PHP
Introdução ao PHPIntrodução ao PHP
Introdução ao PHP
 
CakePHP com sotaque brasileiro
CakePHP com sotaque brasileiroCakePHP com sotaque brasileiro
CakePHP com sotaque brasileiro
 

Semelhante a COBOL

Resumo Tipos de Dados - LP1
Resumo Tipos de Dados - LP1Resumo Tipos de Dados - LP1
Resumo Tipos de Dados - LP1
Pedro Augusto
 
Linguagem em c
Linguagem em cLinguagem em c
Linguagem em c
Rafaela Alves
 
Apostila linguagem c
Apostila linguagem cApostila linguagem c
Apostila linguagem c
vingue
 
Apostila linguagem c
Apostila linguagem cApostila linguagem c
Apostila linguagem c
marcelo00001975
 
Apostila linguagem c
Apostila linguagem cApostila linguagem c
Apostila linguagem c
Valdinho Pereira
 
Cet P Sistemas Linguagem C Introducao
Cet P Sistemas Linguagem C IntroducaoCet P Sistemas Linguagem C Introducao
Cet P Sistemas Linguagem C Introducao
mmind
 
CURSO JAVA - AULA 1 - INTRODUÇÃO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO
CURSO JAVA - AULA 1 - INTRODUÇÃO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃOCURSO JAVA - AULA 1 - INTRODUÇÃO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO
CURSO JAVA - AULA 1 - INTRODUÇÃO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO
Microsoft
 
Algoritmos computacionais
Algoritmos computacionaisAlgoritmos computacionais
Algoritmos computacionais
Dérick Platini
 
Fundamentos de algoritmos e programação - Fortran
Fundamentos de algoritmos e programação - FortranFundamentos de algoritmos e programação - Fortran
Fundamentos de algoritmos e programação - Fortran
Kennedy Morais Fernandes
 
Introdução ao c++
Introdução ao c++Introdução ao c++
Introdução ao c++
Jonas Silva
 
Lógica de programação 4
Lógica de programação 4Lógica de programação 4
Lógica de programação 4
José Lopes
 
Ud2
Ud2Ud2
C++ basico
C++ basicoC++ basico
C++ basico
Rui Duarte
 
C ou c++
C ou c++C ou c++
C ou c++
Jônatas Amin
 
Funções em C
Funções em CFunções em C
Funções em C
Elaine Cecília Gatto
 
Linguagem C clecioamerico
Linguagem C clecioamericoLinguagem C clecioamerico
Linguagem C clecioamerico
Clécio Américo de Lima
 
Aula 11- Algoritmos e Programação.pptx
Aula 11- Algoritmos e Programação.pptxAula 11- Algoritmos e Programação.pptx
Aula 11- Algoritmos e Programação.pptx
LemosManuel
 
Python.pptx
Python.pptxPython.pptx
Python.pptx
IvairLima3
 
Introdução a Linguagem C
Introdução a Linguagem CIntrodução a Linguagem C
Introdução a Linguagem C
apolllorj
 
Módulo 5 Arquitetura de Computadores
Módulo 5 Arquitetura de ComputadoresMódulo 5 Arquitetura de Computadores
Módulo 5 Arquitetura de Computadores
Luis Ferreira
 

Semelhante a COBOL (20)

Resumo Tipos de Dados - LP1
Resumo Tipos de Dados - LP1Resumo Tipos de Dados - LP1
Resumo Tipos de Dados - LP1
 
Linguagem em c
Linguagem em cLinguagem em c
Linguagem em c
 
Apostila linguagem c
Apostila linguagem cApostila linguagem c
Apostila linguagem c
 
Apostila linguagem c
Apostila linguagem cApostila linguagem c
Apostila linguagem c
 
Apostila linguagem c
Apostila linguagem cApostila linguagem c
Apostila linguagem c
 
Cet P Sistemas Linguagem C Introducao
Cet P Sistemas Linguagem C IntroducaoCet P Sistemas Linguagem C Introducao
Cet P Sistemas Linguagem C Introducao
 
CURSO JAVA - AULA 1 - INTRODUÇÃO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO
CURSO JAVA - AULA 1 - INTRODUÇÃO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃOCURSO JAVA - AULA 1 - INTRODUÇÃO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO
CURSO JAVA - AULA 1 - INTRODUÇÃO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO
 
Algoritmos computacionais
Algoritmos computacionaisAlgoritmos computacionais
Algoritmos computacionais
 
Fundamentos de algoritmos e programação - Fortran
Fundamentos de algoritmos e programação - FortranFundamentos de algoritmos e programação - Fortran
Fundamentos de algoritmos e programação - Fortran
 
Introdução ao c++
Introdução ao c++Introdução ao c++
Introdução ao c++
 
Lógica de programação 4
Lógica de programação 4Lógica de programação 4
Lógica de programação 4
 
Ud2
Ud2Ud2
Ud2
 
C++ basico
C++ basicoC++ basico
C++ basico
 
C ou c++
C ou c++C ou c++
C ou c++
 
Funções em C
Funções em CFunções em C
Funções em C
 
Linguagem C clecioamerico
Linguagem C clecioamericoLinguagem C clecioamerico
Linguagem C clecioamerico
 
Aula 11- Algoritmos e Programação.pptx
Aula 11- Algoritmos e Programação.pptxAula 11- Algoritmos e Programação.pptx
Aula 11- Algoritmos e Programação.pptx
 
Python.pptx
Python.pptxPython.pptx
Python.pptx
 
Introdução a Linguagem C
Introdução a Linguagem CIntrodução a Linguagem C
Introdução a Linguagem C
 
Módulo 5 Arquitetura de Computadores
Módulo 5 Arquitetura de ComputadoresMódulo 5 Arquitetura de Computadores
Módulo 5 Arquitetura de Computadores
 

Mais de Ricardo Andrade

Windows Xp And Mac Os X
Windows Xp And Mac Os XWindows Xp And Mac Os X
Windows Xp And Mac Os X
Ricardo Andrade
 
Tecnologia Básica
Tecnologia BásicaTecnologia Básica
Tecnologia Básica
Ricardo Andrade
 
Digital Definitivo
Digital DefinitivoDigital Definitivo
Digital Definitivo
Ricardo Andrade
 
Dentro da Tecnologia
Dentro da TecnologiaDentro da Tecnologia
Dentro da Tecnologia
Ricardo Andrade
 
Apresentação Wireless
Apresentação WirelessApresentação Wireless
Apresentação Wireless
Ricardo Andrade
 
Palestra Mac x86
Palestra Mac x86Palestra Mac x86
Palestra Mac x86
Ricardo Andrade
 
Geração dos Computadores
Geração dos ComputadoresGeração dos Computadores
Geração dos Computadores
Ricardo Andrade
 
Correio Eletrônico
Correio EletrônicoCorreio Eletrônico
Correio Eletrônico
Ricardo Andrade
 

Mais de Ricardo Andrade (8)

Windows Xp And Mac Os X
Windows Xp And Mac Os XWindows Xp And Mac Os X
Windows Xp And Mac Os X
 
Tecnologia Básica
Tecnologia BásicaTecnologia Básica
Tecnologia Básica
 
Digital Definitivo
Digital DefinitivoDigital Definitivo
Digital Definitivo
 
Dentro da Tecnologia
Dentro da TecnologiaDentro da Tecnologia
Dentro da Tecnologia
 
Apresentação Wireless
Apresentação WirelessApresentação Wireless
Apresentação Wireless
 
Palestra Mac x86
Palestra Mac x86Palestra Mac x86
Palestra Mac x86
 
Geração dos Computadores
Geração dos ComputadoresGeração dos Computadores
Geração dos Computadores
 
Correio Eletrônico
Correio EletrônicoCorreio Eletrônico
Correio Eletrônico
 

Último

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 

Último (8)

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 

COBOL

  • 2. Cena do filme “O Exterminador do Futuro 1 (1987)” IDENTIFICATION DIVISION. PROGRAM ID. ACC. ENVIRONMENT DIVISION. WORKING-STORAGE SECTION. 77 IDX PICTURE 9999. 77 SUM PICTURE 999999. 77 X PICTURE X. PROCEDURE DIVISION. BEGIN. ACCEPT X. MOVE ZERO TO IDX. MOVE ZERO TO SUM. PERFORM ACC UNTIL IDX = 1981.
  • 3.
  • 4. ....+.7A.1.B..+....2....+....3....+....4....+....5....+....6....+....7.. I DENTIFICATION DIVISION. P ROGRAM-ID. HELLO. E NVIRONMENT DIVISION. D ATA DIVISION. P ROCEDURE DIVISION. I NICIO. D ISPLAY 'Hello World!!!' S TOP RUN. Coluna para o asterisco (comentário) Colunas 1 a 6, que são ignoradas (antiga Área de Numeração) Margem A (note que apenas os nomes das divisões e dos parágrafos começam na coluna 8) Margem B (apenas os comandos lógicos iniciam na coluna 12 em diante)
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Níveis e Sub-níveis de Variáveis SUFIXO PREFIXO DDD DDI TELEFONE SUFIXO PREFIXO CEP PAÍS ESTADO CIDADE BAIRRO NÚMERO RUA ENDEREÇO SOBRENOME NOME CLIENTE FICHA 04 03 02 01 NÍVEL
  • 11.  
  • 12.  
  • 13.
  • 14.  
  • 15.  
  • 16.  
  • 17.  
  • 18.  
  • 19.  
  • 20. Outro caso curioso da vida de Hopper, foi em 1945 quando o computador que utilizava, o Harvard Mark I, parou de funcionar. Ela fez uma varredura de detetive, em meio aos circuitos de válvulas e relês. Encontrou uma mariposa eletrocutada bloqueando uma chave elétrica. Usando uma pinça, ela extraiu a mariposa e a máquina voltou a funcionar normalmente. A partir daí, com seu tradicional bom humor, sempre que cobrada sobre o andamento de um projeto respondia: “Estamos desinsetizando (debugging) o computador” e o jargão debug pegou. Até mesmo em outras línguas, é usado até hoje como referência a correção de erros em programas. E parece difícil que algum dia venha a sair de uso. Por certo um técnico comum diria um palavrão e jogaria o bicho no lixo, deixando o caso para lá. Mas tratava-se de uma mulher e as mulheres, nós sabemos desde que comparamos os cadernos das meninas com os dos meninos, são mais caprichosas. Ela colou a mariposa com uma fita adesiva em seu meticuloso relatório que chamava de “diário de bordo”. Nele constava “O primeiro caso real de inseto (Bug) a ser encontrado”. Seu relatório virou literalmente peça de museu. BUG e Debug
  • 21. A universalidade da linguagem COBOL ficou evidente, quando Hopper fez uma visita a um centro de computação no Japão. Ela e seus anfitriões não conseguiam se entender, até que ela lembrou de alguns comandos do COBOL. “ MOVE ”, disse ela apontando para si mesma, “ TO Osaka Hotel”. Os japoneses imediatamente entenderam e levaram-na para seu hotel.