SlideShare uma empresa Scribd logo
Armas de fogo
   O Que São?
   Constituição
   Classificação
   Exemplos de Armas
   Principais Fabricantes
   Tiro Desportivo
   As arma de fogo é um objecto utilizado para
    disparar projecteis por exemplo balas por meio
    de uma rápida expansão de gases obtidos pela
    queima controlada de proponente, geralmente
    sólido, que na maioria dos casos é a pólvora,
    contido em uma câmara fechada por todos os
    lados, excepto por aquele que conduz o
    projéctil através de um orifício cilíndrico
    denominado cano ou tubo. É imprescindível
    para o funcionamento letal da arma de fogo
    também a munição.
As armas de fogo são constituídas por:
 Cano

 Câmara de expansão dos gases

 Culatra

 Sistema de disparo

 Sistema de segurança

 Sistema de mira

 Cabo

 Carregador
As armas podem ser classificadas como:
 Tipo de Fogo

 Acção

 Calibre

 Munição
NOMES        IMAGENS

Bazuca



Carabina


Espingarda Automática



Metralhadora



Pistola


Revolver
   CBC, Brasil
   INDEP, Portugal
   Llama, Espanha
   Mauser, Alemanha
   Remington, EUA
   Rossi, Brasil
   Ruger, EUA
   Urko, Brasil
   O TIRO DESPORTIVO é uma modalidade
    desportiva que envolve precisão e velocidade
    no manejamento de uma arma de fogo ou ar
    comprimido. A prática dessa modalidade
    requer muito treino e disciplina. É
    indispensável o uso de equipamentos de
    protecção individual como óculos e
    auriculares.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

RUE - Capítulo IV - Das Insígnias
RUE - Capítulo IV - Das InsígniasRUE - Capítulo IV - Das Insígnias
RUE - Capítulo IV - Das Insígnias
Falcão Brasil
 
Pistola
PistolaPistola
Pistola
Eval Frans
 
Coe pmesp
Coe pmespCoe pmesp
Coe pmesp
Triplo Sof
 
CADERNO DE INSTRUÇÃO PATRULHAS CI 21-75/1
CADERNO DE INSTRUÇÃO PATRULHAS CI 21-75/1CADERNO DE INSTRUÇÃO PATRULHAS CI 21-75/1
CADERNO DE INSTRUÇÃO PATRULHAS CI 21-75/1
Falcão Brasil
 
Apostila tiro-defensivo
Apostila tiro-defensivoApostila tiro-defensivo
Apostila tiro-defensivo
rui37
 
Exercito Brasileiro - Manual de Sobrevivencia na Selva
Exercito Brasileiro - Manual de Sobrevivencia na SelvaExercito Brasileiro - Manual de Sobrevivencia na Selva
Exercito Brasileiro - Manual de Sobrevivencia na Selva
Jeferson Espindola
 
INSTRUÇÕES PROVISÓRIAS MORTEIRO 81 mm ROYAL ORDNANCE IP 23-90
INSTRUÇÕES PROVISÓRIAS MORTEIRO 81 mm ROYAL ORDNANCE IP 23-90 INSTRUÇÕES PROVISÓRIAS MORTEIRO 81 mm ROYAL ORDNANCE IP 23-90
INSTRUÇÕES PROVISÓRIAS MORTEIRO 81 mm ROYAL ORDNANCE IP 23-90
Falcão Brasil
 
CADERNO DE INSTRUÇÃO PISTA DE COMBATE DE GC NA DEFESA EXTERNA CI 21-76 2
CADERNO DE INSTRUÇÃO PISTA DE COMBATE DE GC NA DEFESA EXTERNA CI 21-76 2CADERNO DE INSTRUÇÃO PISTA DE COMBATE DE GC NA DEFESA EXTERNA CI 21-76 2
CADERNO DE INSTRUÇÃO PISTA DE COMBATE DE GC NA DEFESA EXTERNA CI 21-76 2
Falcão Brasil
 
MANUAL DE CAMPANHA TREINAMENTO FÍSICO MILITAR LUTAS C 20-50
MANUAL DE CAMPANHA TREINAMENTO FÍSICO MILITAR LUTAS C 20-50MANUAL DE CAMPANHA TREINAMENTO FÍSICO MILITAR LUTAS C 20-50
MANUAL DE CAMPANHA TREINAMENTO FÍSICO MILITAR LUTAS C 20-50
Falcão Brasil
 
Bases, posições, fundamentos e incidentes de tiro
Bases, posições, fundamentos e incidentes de tiroBases, posições, fundamentos e incidentes de tiro
Bases, posições, fundamentos e incidentes de tiro
Daltro Feil Kmexpress
 
MANUAL DE CAMPANHA MINAS E ARMADILHAS C 5-37
MANUAL DE CAMPANHA MINAS E ARMADILHAS C 5-37MANUAL DE CAMPANHA MINAS E ARMADILHAS C 5-37
MANUAL DE CAMPANHA MINAS E ARMADILHAS C 5-37
Falcão Brasil
 
CADERNO DE INSTRUÇÃO CONDUÇÃO DO TIRO DE ARTILHARIA PELO COMBATENTE DE QUALQU...
CADERNO DE INSTRUÇÃO CONDUÇÃO DO TIRO DE ARTILHARIA PELO COMBATENTE DE QUALQU...CADERNO DE INSTRUÇÃO CONDUÇÃO DO TIRO DE ARTILHARIA PELO COMBATENTE DE QUALQU...
CADERNO DE INSTRUÇÃO CONDUÇÃO DO TIRO DE ARTILHARIA PELO COMBATENTE DE QUALQU...
Falcão Brasil
 
Aikido técnicas de defensa personal
Aikido   técnicas de defensa personalAikido   técnicas de defensa personal
Aikido técnicas de defensa personal
Arturo Vasquez
 
Modulo 2 (tiro) ver3.0
Modulo 2 (tiro) ver3.0Modulo 2 (tiro) ver3.0
Modulo 2 (tiro) ver3.0
Douglas Ronchi
 
86610891 apostila-de-armas-curtas
86610891 apostila-de-armas-curtas86610891 apostila-de-armas-curtas
86610891 apostila-de-armas-curtas
Psyfers
 
MANUAL DE CAMPANHA SERVIÇO DA PEÇA DO MÍSSIL IGLA C 44-62
MANUAL DE CAMPANHA SERVIÇO DA PEÇA DO MÍSSIL IGLA C 44-62MANUAL DE CAMPANHA SERVIÇO DA PEÇA DO MÍSSIL IGLA C 44-62
MANUAL DE CAMPANHA SERVIÇO DA PEÇA DO MÍSSIL IGLA C 44-62
Falcão Brasil
 
OPERAÇÕES EM AMBIENTE INTERAGÊNCIAS EB20-MC-10.201
OPERAÇÕES EM AMBIENTE INTERAGÊNCIAS EB20-MC-10.201OPERAÇÕES EM AMBIENTE INTERAGÊNCIAS EB20-MC-10.201
OPERAÇÕES EM AMBIENTE INTERAGÊNCIAS EB20-MC-10.201
Falcão Brasil
 
Mercado negro
Mercado negroMercado negro
Mercado negro
Hugo Santos
 
MANUAL DE CAMPANHA TÉCNICA DE TIRO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA VOLUME I C 6-40
MANUAL DE CAMPANHA TÉCNICA DE TIRO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA VOLUME I C 6-40MANUAL DE CAMPANHA TÉCNICA DE TIRO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA VOLUME I C 6-40
MANUAL DE CAMPANHA TÉCNICA DE TIRO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA VOLUME I C 6-40
Falcão Brasil
 
Guia do aluno comanf 2012
Guia do aluno comanf 2012Guia do aluno comanf 2012
Guia do aluno comanf 2012
Falcão Brasil
 

Mais procurados (20)

RUE - Capítulo IV - Das Insígnias
RUE - Capítulo IV - Das InsígniasRUE - Capítulo IV - Das Insígnias
RUE - Capítulo IV - Das Insígnias
 
Pistola
PistolaPistola
Pistola
 
Coe pmesp
Coe pmespCoe pmesp
Coe pmesp
 
CADERNO DE INSTRUÇÃO PATRULHAS CI 21-75/1
CADERNO DE INSTRUÇÃO PATRULHAS CI 21-75/1CADERNO DE INSTRUÇÃO PATRULHAS CI 21-75/1
CADERNO DE INSTRUÇÃO PATRULHAS CI 21-75/1
 
Apostila tiro-defensivo
Apostila tiro-defensivoApostila tiro-defensivo
Apostila tiro-defensivo
 
Exercito Brasileiro - Manual de Sobrevivencia na Selva
Exercito Brasileiro - Manual de Sobrevivencia na SelvaExercito Brasileiro - Manual de Sobrevivencia na Selva
Exercito Brasileiro - Manual de Sobrevivencia na Selva
 
INSTRUÇÕES PROVISÓRIAS MORTEIRO 81 mm ROYAL ORDNANCE IP 23-90
INSTRUÇÕES PROVISÓRIAS MORTEIRO 81 mm ROYAL ORDNANCE IP 23-90 INSTRUÇÕES PROVISÓRIAS MORTEIRO 81 mm ROYAL ORDNANCE IP 23-90
INSTRUÇÕES PROVISÓRIAS MORTEIRO 81 mm ROYAL ORDNANCE IP 23-90
 
CADERNO DE INSTRUÇÃO PISTA DE COMBATE DE GC NA DEFESA EXTERNA CI 21-76 2
CADERNO DE INSTRUÇÃO PISTA DE COMBATE DE GC NA DEFESA EXTERNA CI 21-76 2CADERNO DE INSTRUÇÃO PISTA DE COMBATE DE GC NA DEFESA EXTERNA CI 21-76 2
CADERNO DE INSTRUÇÃO PISTA DE COMBATE DE GC NA DEFESA EXTERNA CI 21-76 2
 
MANUAL DE CAMPANHA TREINAMENTO FÍSICO MILITAR LUTAS C 20-50
MANUAL DE CAMPANHA TREINAMENTO FÍSICO MILITAR LUTAS C 20-50MANUAL DE CAMPANHA TREINAMENTO FÍSICO MILITAR LUTAS C 20-50
MANUAL DE CAMPANHA TREINAMENTO FÍSICO MILITAR LUTAS C 20-50
 
Bases, posições, fundamentos e incidentes de tiro
Bases, posições, fundamentos e incidentes de tiroBases, posições, fundamentos e incidentes de tiro
Bases, posições, fundamentos e incidentes de tiro
 
MANUAL DE CAMPANHA MINAS E ARMADILHAS C 5-37
MANUAL DE CAMPANHA MINAS E ARMADILHAS C 5-37MANUAL DE CAMPANHA MINAS E ARMADILHAS C 5-37
MANUAL DE CAMPANHA MINAS E ARMADILHAS C 5-37
 
CADERNO DE INSTRUÇÃO CONDUÇÃO DO TIRO DE ARTILHARIA PELO COMBATENTE DE QUALQU...
CADERNO DE INSTRUÇÃO CONDUÇÃO DO TIRO DE ARTILHARIA PELO COMBATENTE DE QUALQU...CADERNO DE INSTRUÇÃO CONDUÇÃO DO TIRO DE ARTILHARIA PELO COMBATENTE DE QUALQU...
CADERNO DE INSTRUÇÃO CONDUÇÃO DO TIRO DE ARTILHARIA PELO COMBATENTE DE QUALQU...
 
Aikido técnicas de defensa personal
Aikido   técnicas de defensa personalAikido   técnicas de defensa personal
Aikido técnicas de defensa personal
 
Modulo 2 (tiro) ver3.0
Modulo 2 (tiro) ver3.0Modulo 2 (tiro) ver3.0
Modulo 2 (tiro) ver3.0
 
86610891 apostila-de-armas-curtas
86610891 apostila-de-armas-curtas86610891 apostila-de-armas-curtas
86610891 apostila-de-armas-curtas
 
MANUAL DE CAMPANHA SERVIÇO DA PEÇA DO MÍSSIL IGLA C 44-62
MANUAL DE CAMPANHA SERVIÇO DA PEÇA DO MÍSSIL IGLA C 44-62MANUAL DE CAMPANHA SERVIÇO DA PEÇA DO MÍSSIL IGLA C 44-62
MANUAL DE CAMPANHA SERVIÇO DA PEÇA DO MÍSSIL IGLA C 44-62
 
OPERAÇÕES EM AMBIENTE INTERAGÊNCIAS EB20-MC-10.201
OPERAÇÕES EM AMBIENTE INTERAGÊNCIAS EB20-MC-10.201OPERAÇÕES EM AMBIENTE INTERAGÊNCIAS EB20-MC-10.201
OPERAÇÕES EM AMBIENTE INTERAGÊNCIAS EB20-MC-10.201
 
Mercado negro
Mercado negroMercado negro
Mercado negro
 
MANUAL DE CAMPANHA TÉCNICA DE TIRO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA VOLUME I C 6-40
MANUAL DE CAMPANHA TÉCNICA DE TIRO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA VOLUME I C 6-40MANUAL DE CAMPANHA TÉCNICA DE TIRO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA VOLUME I C 6-40
MANUAL DE CAMPANHA TÉCNICA DE TIRO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA VOLUME I C 6-40
 
Guia do aluno comanf 2012
Guia do aluno comanf 2012Guia do aluno comanf 2012
Guia do aluno comanf 2012
 

Mais de Bernardo Matos

Desigualdades sociais
Desigualdades sociaisDesigualdades sociais
Desigualdades sociais
Bernardo Matos
 
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
Bernardo Matos
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
Bernardo Matos
 
Politicca dos 3 r
Politicca dos 3 rPoliticca dos 3 r
Politicca dos 3 r
Bernardo Matos
 
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
Bernardo Matos
 
Armas de fogo
Armas de fogoArmas de fogo
Armas de fogo
Bernardo Matos
 
Marvel comics & dc comics 2
Marvel comics & dc comics 2Marvel comics & dc comics 2
Marvel comics & dc comics 2
Bernardo Matos
 
Squash
SquashSquash
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
Bernardo Matos
 

Mais de Bernardo Matos (9)

Desigualdades sociais
Desigualdades sociaisDesigualdades sociais
Desigualdades sociais
 
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Politicca dos 3 r
Politicca dos 3 rPoliticca dos 3 r
Politicca dos 3 r
 
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
 
Armas de fogo
Armas de fogoArmas de fogo
Armas de fogo
 
Marvel comics & dc comics 2
Marvel comics & dc comics 2Marvel comics & dc comics 2
Marvel comics & dc comics 2
 
Squash
SquashSquash
Squash
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 

Armas de fogo

  • 2. O Que São?  Constituição  Classificação  Exemplos de Armas  Principais Fabricantes  Tiro Desportivo
  • 3. As arma de fogo é um objecto utilizado para disparar projecteis por exemplo balas por meio de uma rápida expansão de gases obtidos pela queima controlada de proponente, geralmente sólido, que na maioria dos casos é a pólvora, contido em uma câmara fechada por todos os lados, excepto por aquele que conduz o projéctil através de um orifício cilíndrico denominado cano ou tubo. É imprescindível para o funcionamento letal da arma de fogo também a munição.
  • 4. As armas de fogo são constituídas por:  Cano  Câmara de expansão dos gases  Culatra  Sistema de disparo  Sistema de segurança  Sistema de mira  Cabo  Carregador
  • 5. As armas podem ser classificadas como:  Tipo de Fogo  Acção  Calibre  Munição
  • 6. NOMES IMAGENS Bazuca Carabina Espingarda Automática Metralhadora Pistola Revolver
  • 7. CBC, Brasil  INDEP, Portugal  Llama, Espanha  Mauser, Alemanha  Remington, EUA  Rossi, Brasil  Ruger, EUA  Urko, Brasil
  • 8. O TIRO DESPORTIVO é uma modalidade desportiva que envolve precisão e velocidade no manejamento de uma arma de fogo ou ar comprimido. A prática dessa modalidade requer muito treino e disciplina. É indispensável o uso de equipamentos de protecção individual como óculos e auriculares.