SlideShare uma empresa Scribd logo
Associação Casa Nova Redenção
E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em
oração.
Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor
cobrirá a multidão de pecados.
Sendo hospitaleiros uns para com os outros, sem murmurações,
Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da
multiforme graça de Deus.
Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar,
administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado
por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre.
Não estranheis a ardente prova que vem sobre vós para vos tentar, como se coisa
estranha vos acontecesse;
Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que
também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis.
Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós
repousa o Espírito da glória e de Deus..
1 Pedro 4:7-14
Meditação ACNR
Objetivo Geral ACNR
Temos como meta resgatar os valores da família, promover a dignidade
do ser humano, auxiliar no trabalho da segurança pública e preservar a
vida, para isso estamos desenvolvendo atividades pelas quais serão
exploradas as potencialidades dos Tratados.
Oferecendo nesses períodos orientações, encaminhamentos, apoio aos
Adictos em Recuperação, espaço para partilha e espiritualidade; além
de cursos e oficinas; atividades físicas e de desenvolver ações sociais
que visam uma melhor qualidade de vida da comunidade e região.
Objetivo específico ACNR
O Mundo sempre procurou de alguma forma por em cheque o que Deus criou,
principalmente a instituição chamada Família, querendo por força dizer que,
família dentro dos padrões é um fardo, uma espécie de via dolorosa, como
também lutam pela legalização de novos relacionamentos, ou modalidades,
longe dos princípios éticos e morais.
A sociedade moderna acha um absurdo, uma pessoa viver um longo tempo com
a mesma pessoa, e com esse pensamento, vemos danos como: Falta de
Diálogo, Comunicação, Autoridade, Desnível Cultural, Planejamento,
Leitura, Esfriamento do Amor, Descontrole Emocional e Falta de Deus no
Lar, são fatores que trazem a esta pessoa ter tristezas, assim lhe atraindo em
desejos em meio a sua comunidade e podendo lhe causa inicio de uma
dependência. Porém, Qualquer pessoa, independentemente de idade, sexo,
classe social, profissão, credo, etnia, poderá usar drogas em algum momento de
sua vida, e o como dever da ACNR, estamos acompanhando famílias
interessadas com reuniões direcionadas de apoio com o grupo da família para
Identificar seus problemas e acompanha-los em seus lares periodicamente
lhes passando mais fortalecimento.
Objetivo Específico ACNR
* Como fortalecer:
- Fortalecer a unidade da Família em busca de soluções;
- Partilhar experiências de vitórias e de perseverança;
- Orientar pais e familiares de como amenizar o transtorno;
- Unir força na luta contra as drogas;
- Utilizar a capacidade de todos os participantes nas reuniões;
- Tornar a reunião um ponto de apoio para os familiares;
Salmo 128
Justificativa do Acolhimento ACNR
Acreditando não ser só dever do estado, ou do nosso país, mas também
da sociedade lutar contra a atual realidade desta epidemia que é as
drogas, a ACNR quer ajudá-los, a partir de suas experiências de vida, a
encarar essas dificuldades e encontrar formas de se ajudar mutuamente
com relação ao uso de drogas licitas e ilícitas, que deve ser abordado
pelo bem de todos.
Para isso estamos realizando atividades que têm por intuito beneficiar a
comunidade, colaborar para a recuperação e reabilitar as pessoas que
sofrem com os problemas relacionados ao uso de drogas.
Filipenses 2.4-5
Objetivo da Metodologia ACNR
A Dependência Química é uma doença que afeta as três áreas da vida
do individuo: o FÍSICO, MENTAL e ESPIRITUAL. Mesmo o uso de
droga uma única vez ou o consumo em situações casuais, isoladas
podem trazer problemas, a dependência pode ser identificada
quando a pessoa tem dificuldade de parar ou diminuir o uso de drogas
por decisões própria, apesar de muitas vezes, perceber problemas
relacionados ao seu uso, como conflitos no trabalho ou nos estudos,
nesse caso temos como tarefa usar métodos de ensino como:
Cartilhas de Prevenção, Cursos Profissionalizantes, Experiências de
Vida, Atividades Esportivas e Leituras Devocionais das Sagradas
Escrituras.
Objetivo da Metodologia ACNR
Como o tratado voltar ter interesse em exercer suas Tarefas
Familiar e Social.
* Conhecer a formação de sua vida.
Isso vai definir meu conteúdo, método e objetivo
* Nunca ignorar as reações do tratado.
desatenção, sonolência, sinais de incompreensão e mudança de
comportamento.
Através de ensinos de exposição oral, de perguntas desafiadoras para
motivação, abri espaço para pergunta do tratado, pedi para o tratado
desenvolver respostas e sempre aproveitar a resposta do tratado, conhecer
melhor a necessidade do tratado, trocas de aprendizagem com as famílias
nas visitas e reuniões e também aproveitar a pergunta do recuperando
fazendo a pessoa ter prazer no que fazia antes dos seus problemas seja,
drogas licitas e ilícitas ou comportamentos
Com finalidade de fazer ele ser um participante efetivo.
1 Timóteo 4. 10-16
Conclusão ACNR
Toda família tem seus problemas pelo uso de drogas, sentimentos como
vergonha, culpa e raiva pode impedir a família buscar ajuda, para si e para o
dependente, é preciso coragem e força para buscar auxílio, não pode resolver
trancando-se dentro de casa, sempre há possibilidade de ajuda e tratamento, é
importante assumir que o problema existe, a sinceridade perante a família é o
melhor caminho, é também importante que a própria pessoa assuma seu
problema, essa atitude fica como exemplo para o usuário, como prova de que você
não está só, que a família está com você e o nosso trabalho está para incentivá-lo a
buscar o tratamento físico, mental e espiritual, trazendo você para uma nova
vida em meio a sociedade, religião e família, lembre-se há casos e casos , sabemos
que há caso em que a internação é necessária, há também situações em que a
melhor alternativa é o tratamento ambulatorial, aquele no qual a pessoa
continua vivendo com a família na sua comunidade, existem casos em que o
dependente não aceita se tratar, então, se acharmos que já fizemos tudo que podia,
não desista, não pare, porque um recuperando, sua doença é incurável precisa de
total apoio de todos, sabemos que o desafios são muitos, mas o prazer de viver
com saúde e bem-estar em família valem qualquer esforço.
Matheus 11.12
Reunião da Segunda- Feira ACNR
DIRIGENTE: JOSE NETO
AUXILIAR: ITALO BRUNO
PAUTA DA REUNIÃO DA ACOLHIDA
*HORA DE INICIO: ás 19:30 - SEGUNDA-
FEIRA E INCLUSIVE FERIADOS
*ACOLHIDA
*ORAÇÃO
*DIRIGENTE APRESENTAR O QUE SERÁ
REALIZADO NA REUNIÃO
*PARTILHA
*PALESTRA
*CONSIDERAÇÃO FINAL – DIRIGENTE
*CONCLUINDO A REUNIÃO AS 21:00 HORAS.
Reunião da Quarta-feira ACNR
DIRIGENTE: CLÁUDIA ANDRADE
AUXILIAR: YURY FERREIRA
PAUTA REUNIÃO DA FAMÍLIA
*HORA DE INICIO: ás 19:30
QUARTA-FEIRA E FERIADOS
*RECEPCIONAR
*ORAÇÃO
*MUSICAL
*DIRIGENTE APRESENTAR O QUE
SERÁ REALIZADO NA REUNIÃO
*ESTUDO SOBRE
COODEPENDENCIA
*DINÂMICA SOBRE ASSUNTO
ABORDADO
*CONSIDERAÇÃO FINAL
Reunião da Sexta-Feira ACNR
DIRIGENTE: JANAILSON GONÇALVES
AUXILIAR: RAFAEL ALVES
REUNIÃO DE ACOMPANHAMENTO
*HORA DE INICIO: ás 19:30 TODAS
SEXTA-FEIRA E INCLUSIVE
FERIADOS
*RECEPCIONAR
*ORAÇÃO
*DIRIGENTE APRESENTAR O QUE
SERÁ REALIZADO NA REUNIÃO
* MUSICAL
*ESTUDO BÍBLICO
* VISITAS AS FAMÍLIAS
ACOMPANHADAS E ASSISTIDAS
* AÇÃO SOCIAL ( SOPÃO – ROUPAS –
CALÇADOS – UMA VEZ POR MÊS
*CONSIDERAÇÃO FINAL
TRABALHOS DE AÇÃO SOCIAL E REINSERÇÃO ACNR
ACNR NOSSA MOTIVAÇÃO
*Por amor e obediência ao nosso Deus;
*Por amor a vida e as famílias;
*Pela escassez de Instituição ao estilo;
*Falta de atuação do Estado;
*Ajudar/Ser Ajudado;
*Insatisfação com a situação deplorável;
*Acreditarmos na recuperação daqueles que querem;
*Contribuirmos para acreditarmos em dias melhores...
Centro de Reabilitação Casa Nova Redenção

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
Lição 11 - Alcançando a cura dos RessentimentosLição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
Lição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
Éder Tomé
 
Curso de recepção mofra - pps
Curso de recepção   mofra - ppsCurso de recepção   mofra - pps
Curso de recepção mofra - pps
Movimento da Fraternidade
 
Revista nova vida:mas que uma ajuda, uma aprática do bem
Revista nova vida:mas que uma ajuda, uma aprática do bemRevista nova vida:mas que uma ajuda, uma aprática do bem
Revista nova vida:mas que uma ajuda, uma aprática do bem
souzaabs
 
Lição 12 – Conhecendo e Lidando com os Transtornos Alimentares
Lição 12 – Conhecendo e Lidando com os Transtornos AlimentaresLição 12 – Conhecendo e Lidando com os Transtornos Alimentares
Lição 12 – Conhecendo e Lidando com os Transtornos Alimentares
Éder Tomé
 
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade GeneralizadasLição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Éder Tomé
 
Atendimento fraterno
Atendimento fraternoAtendimento fraterno
Atendimento fraterno
Jorge Elarrat
 
Licao 7 1 t - 2019 - betel
Licao 7   1 t - 2019 - betelLicao 7   1 t - 2019 - betel
Licao 7 1 t - 2019 - betel
Éder Tomé
 
Curso visitação fraterna
Curso visitação fraternaCurso visitação fraterna
Curso visitação fraterna
Movimento da Fraternidade
 
Obsessores Os Melhores Professores Morais
Obsessores   Os Melhores Professores MoraisObsessores   Os Melhores Professores Morais
Obsessores Os Melhores Professores Morais
Rivaldo Guedes Corrêa. Jr
 
Lição 9 – Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendo
Lição 9 – Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendoLição 9 – Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendo
Lição 9 – Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendo
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da SolidãoLição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
Éder Tomé
 
Lição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da DepressãoLição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da Depressão
Éder Tomé
 
Lição 6 - A importância do cuidado com a espiritualidade e as emoções
Lição 6 - A importância do cuidado com a espiritualidade e as emoçõesLição 6 - A importância do cuidado com a espiritualidade e as emoções
Lição 6 - A importância do cuidado com a espiritualidade e as emoções
Éder Tomé
 
Permanecer sóbrio completo
Permanecer sóbrio completoPermanecer sóbrio completo
Permanecer sóbrio completo
Nucleo Nacional
 
Aprender a-ser-feliz
Aprender a-ser-felizAprender a-ser-feliz
Aprender a-ser-feliz
sandraisamar
 
Dependência Química na Visão Espírita
Dependência Química na Visão EspíritaDependência Química na Visão Espírita
Dependência Química na Visão Espírita
Rivaldo Guedes Corrêa. Jr
 
Livro co-dependencia
Livro co-dependenciaLivro co-dependencia
Livro co-dependencia
Nucleo Nacional
 
Cura e libertação (josé carlos de lucca)
Cura e libertação (josé carlos de lucca)Cura e libertação (josé carlos de lucca)
Cura e libertação (josé carlos de lucca)
VaraisnaVaranda
 
Lição 8 - O Drama do Suicídio
Lição 8 - O Drama do SuicídioLição 8 - O Drama do Suicídio
Lição 8 - O Drama do Suicídio
Éder Tomé
 

Mais procurados (19)

Lição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
Lição 11 - Alcançando a cura dos RessentimentosLição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
Lição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
 
Curso de recepção mofra - pps
Curso de recepção   mofra - ppsCurso de recepção   mofra - pps
Curso de recepção mofra - pps
 
Revista nova vida:mas que uma ajuda, uma aprática do bem
Revista nova vida:mas que uma ajuda, uma aprática do bemRevista nova vida:mas que uma ajuda, uma aprática do bem
Revista nova vida:mas que uma ajuda, uma aprática do bem
 
Lição 12 – Conhecendo e Lidando com os Transtornos Alimentares
Lição 12 – Conhecendo e Lidando com os Transtornos AlimentaresLição 12 – Conhecendo e Lidando com os Transtornos Alimentares
Lição 12 – Conhecendo e Lidando com os Transtornos Alimentares
 
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade GeneralizadasLição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
 
Atendimento fraterno
Atendimento fraternoAtendimento fraterno
Atendimento fraterno
 
Licao 7 1 t - 2019 - betel
Licao 7   1 t - 2019 - betelLicao 7   1 t - 2019 - betel
Licao 7 1 t - 2019 - betel
 
Curso visitação fraterna
Curso visitação fraternaCurso visitação fraterna
Curso visitação fraterna
 
Obsessores Os Melhores Professores Morais
Obsessores   Os Melhores Professores MoraisObsessores   Os Melhores Professores Morais
Obsessores Os Melhores Professores Morais
 
Lição 9 – Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendo
Lição 9 – Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendoLição 9 – Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendo
Lição 9 – Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendo
 
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da SolidãoLição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
 
Lição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da DepressãoLição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da Depressão
 
Lição 6 - A importância do cuidado com a espiritualidade e as emoções
Lição 6 - A importância do cuidado com a espiritualidade e as emoçõesLição 6 - A importância do cuidado com a espiritualidade e as emoções
Lição 6 - A importância do cuidado com a espiritualidade e as emoções
 
Permanecer sóbrio completo
Permanecer sóbrio completoPermanecer sóbrio completo
Permanecer sóbrio completo
 
Aprender a-ser-feliz
Aprender a-ser-felizAprender a-ser-feliz
Aprender a-ser-feliz
 
Dependência Química na Visão Espírita
Dependência Química na Visão EspíritaDependência Química na Visão Espírita
Dependência Química na Visão Espírita
 
Livro co-dependencia
Livro co-dependenciaLivro co-dependencia
Livro co-dependencia
 
Cura e libertação (josé carlos de lucca)
Cura e libertação (josé carlos de lucca)Cura e libertação (josé carlos de lucca)
Cura e libertação (josé carlos de lucca)
 
Lição 8 - O Drama do Suicídio
Lição 8 - O Drama do SuicídioLição 8 - O Drama do Suicídio
Lição 8 - O Drama do Suicídio
 

Semelhante a Centro de Reabilitação Casa Nova Redenção

Grade do Curso Livre de Capelania - Ministerial.pdf
Grade do Curso Livre de Capelania -  Ministerial.pdfGrade do Curso Livre de Capelania -  Ministerial.pdf
Grade do Curso Livre de Capelania - Ministerial.pdf
Pastor Robson Colaço
 
Quais são os serviços oferecidos para pessoas com doenças sé
Quais são os serviços oferecidos para pessoas com doenças séQuais são os serviços oferecidos para pessoas com doenças sé
Quais são os serviços oferecidos para pessoas com doenças sé
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Boletim informativo abril2015
Boletim informativo   abril2015Boletim informativo   abril2015
Boletim informativo abril2015
fespiritacrista
 
2 prevencao de suicidio com efeitos
2 prevencao de suicidio com efeitos2 prevencao de suicidio com efeitos
2 prevencao de suicidio com efeitos
ventofrio
 
Jornal agosto 2016
Jornal agosto 2016Jornal agosto 2016
Jornal agosto 2016
saojosepascom
 
Paz 2
Paz 2Paz 2
Drogas: numa visão espírita
Drogas: numa visão espíritaDrogas: numa visão espírita
Drogas: numa visão espírita
Marcelo Suster
 
7 Segredos para uma Vida Feliz
7 Segredos para uma Vida Feliz7 Segredos para uma Vida Feliz
7 Segredos para uma Vida Feliz
Luciana Flores
 
Agir no bem: mensagens cotidianas
Agir no bem: mensagens cotidianasAgir no bem: mensagens cotidianas
Agir no bem: mensagens cotidianas
EducadorCriativo
 
Novo Curso Capelanias - Para Sua Edificação.pdf
Novo Curso Capelanias - Para Sua Edificação.pdfNovo Curso Capelanias - Para Sua Edificação.pdf
Novo Curso Capelanias - Para Sua Edificação.pdf
Pastor Robson Colaço
 
Curso Psicanálise Cristã no Ministério Pastoral.pdf
Curso Psicanálise Cristã no Ministério Pastoral.pdfCurso Psicanálise Cristã no Ministério Pastoral.pdf
Curso Psicanálise Cristã no Ministério Pastoral.pdf
Pastor Robson Colaço
 
A auto cura, curando os males espirituais
A auto cura, curando os males espirituais A auto cura, curando os males espirituais
A auto cura, curando os males espirituais
ThiagoPereiraSantos2
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 09 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Boletim informativo setembro 2013
Boletim informativo   setembro 2013Boletim informativo   setembro 2013
Boletim informativo setembro 2013
fespiritacrista
 
Reuniões
ReuniõesReuniões
Reuniões
ReuniõesReuniões
283877463-Detox-Da-Alma.docx
283877463-Detox-Da-Alma.docx283877463-Detox-Da-Alma.docx
283877463-Detox-Da-Alma.docx
PauloVicenteSilva1
 
CRESCIMENTO PESSOAL
CRESCIMENTO PESSOALCRESCIMENTO PESSOAL
CRESCIMENTO PESSOAL
ssvp-formation
 
Estudo biblico esperanca-para-a-familia
Estudo biblico esperanca-para-a-familiaEstudo biblico esperanca-para-a-familia
Estudo biblico esperanca-para-a-familia
Damy Nilson
 

Semelhante a Centro de Reabilitação Casa Nova Redenção (20)

Grade do Curso Livre de Capelania - Ministerial.pdf
Grade do Curso Livre de Capelania -  Ministerial.pdfGrade do Curso Livre de Capelania -  Ministerial.pdf
Grade do Curso Livre de Capelania - Ministerial.pdf
 
Quais são os serviços oferecidos para pessoas com doenças sé
Quais são os serviços oferecidos para pessoas com doenças séQuais são os serviços oferecidos para pessoas com doenças sé
Quais são os serviços oferecidos para pessoas com doenças sé
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Boletim informativo abril2015
Boletim informativo   abril2015Boletim informativo   abril2015
Boletim informativo abril2015
 
2 prevencao de suicidio com efeitos
2 prevencao de suicidio com efeitos2 prevencao de suicidio com efeitos
2 prevencao de suicidio com efeitos
 
Jornal agosto 2016
Jornal agosto 2016Jornal agosto 2016
Jornal agosto 2016
 
Paz 2
Paz 2Paz 2
Paz 2
 
Drogas: numa visão espírita
Drogas: numa visão espíritaDrogas: numa visão espírita
Drogas: numa visão espírita
 
7 Segredos para uma Vida Feliz
7 Segredos para uma Vida Feliz7 Segredos para uma Vida Feliz
7 Segredos para uma Vida Feliz
 
Agir no bem: mensagens cotidianas
Agir no bem: mensagens cotidianasAgir no bem: mensagens cotidianas
Agir no bem: mensagens cotidianas
 
Novo Curso Capelanias - Para Sua Edificação.pdf
Novo Curso Capelanias - Para Sua Edificação.pdfNovo Curso Capelanias - Para Sua Edificação.pdf
Novo Curso Capelanias - Para Sua Edificação.pdf
 
Curso Psicanálise Cristã no Ministério Pastoral.pdf
Curso Psicanálise Cristã no Ministério Pastoral.pdfCurso Psicanálise Cristã no Ministério Pastoral.pdf
Curso Psicanálise Cristã no Ministério Pastoral.pdf
 
A auto cura, curando os males espirituais
A auto cura, curando os males espirituais A auto cura, curando os males espirituais
A auto cura, curando os males espirituais
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 09 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
 
Boletim informativo setembro 2013
Boletim informativo   setembro 2013Boletim informativo   setembro 2013
Boletim informativo setembro 2013
 
Reuniões
ReuniõesReuniões
Reuniões
 
Reuniões
ReuniõesReuniões
Reuniões
 
283877463-Detox-Da-Alma.docx
283877463-Detox-Da-Alma.docx283877463-Detox-Da-Alma.docx
283877463-Detox-Da-Alma.docx
 
CRESCIMENTO PESSOAL
CRESCIMENTO PESSOALCRESCIMENTO PESSOAL
CRESCIMENTO PESSOAL
 
Estudo biblico esperanca-para-a-familia
Estudo biblico esperanca-para-a-familiaEstudo biblico esperanca-para-a-familia
Estudo biblico esperanca-para-a-familia
 

Último

28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 

Centro de Reabilitação Casa Nova Redenção

  • 2. E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração. Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá a multidão de pecados. Sendo hospitaleiros uns para com os outros, sem murmurações, Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Não estranheis a ardente prova que vem sobre vós para vos tentar, como se coisa estranha vos acontecesse; Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis. Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus.. 1 Pedro 4:7-14 Meditação ACNR
  • 3. Objetivo Geral ACNR Temos como meta resgatar os valores da família, promover a dignidade do ser humano, auxiliar no trabalho da segurança pública e preservar a vida, para isso estamos desenvolvendo atividades pelas quais serão exploradas as potencialidades dos Tratados. Oferecendo nesses períodos orientações, encaminhamentos, apoio aos Adictos em Recuperação, espaço para partilha e espiritualidade; além de cursos e oficinas; atividades físicas e de desenvolver ações sociais que visam uma melhor qualidade de vida da comunidade e região.
  • 4. Objetivo específico ACNR O Mundo sempre procurou de alguma forma por em cheque o que Deus criou, principalmente a instituição chamada Família, querendo por força dizer que, família dentro dos padrões é um fardo, uma espécie de via dolorosa, como também lutam pela legalização de novos relacionamentos, ou modalidades, longe dos princípios éticos e morais. A sociedade moderna acha um absurdo, uma pessoa viver um longo tempo com a mesma pessoa, e com esse pensamento, vemos danos como: Falta de Diálogo, Comunicação, Autoridade, Desnível Cultural, Planejamento, Leitura, Esfriamento do Amor, Descontrole Emocional e Falta de Deus no Lar, são fatores que trazem a esta pessoa ter tristezas, assim lhe atraindo em desejos em meio a sua comunidade e podendo lhe causa inicio de uma dependência. Porém, Qualquer pessoa, independentemente de idade, sexo, classe social, profissão, credo, etnia, poderá usar drogas em algum momento de sua vida, e o como dever da ACNR, estamos acompanhando famílias interessadas com reuniões direcionadas de apoio com o grupo da família para Identificar seus problemas e acompanha-los em seus lares periodicamente lhes passando mais fortalecimento.
  • 5. Objetivo Específico ACNR * Como fortalecer: - Fortalecer a unidade da Família em busca de soluções; - Partilhar experiências de vitórias e de perseverança; - Orientar pais e familiares de como amenizar o transtorno; - Unir força na luta contra as drogas; - Utilizar a capacidade de todos os participantes nas reuniões; - Tornar a reunião um ponto de apoio para os familiares; Salmo 128
  • 6. Justificativa do Acolhimento ACNR Acreditando não ser só dever do estado, ou do nosso país, mas também da sociedade lutar contra a atual realidade desta epidemia que é as drogas, a ACNR quer ajudá-los, a partir de suas experiências de vida, a encarar essas dificuldades e encontrar formas de se ajudar mutuamente com relação ao uso de drogas licitas e ilícitas, que deve ser abordado pelo bem de todos. Para isso estamos realizando atividades que têm por intuito beneficiar a comunidade, colaborar para a recuperação e reabilitar as pessoas que sofrem com os problemas relacionados ao uso de drogas. Filipenses 2.4-5
  • 7. Objetivo da Metodologia ACNR A Dependência Química é uma doença que afeta as três áreas da vida do individuo: o FÍSICO, MENTAL e ESPIRITUAL. Mesmo o uso de droga uma única vez ou o consumo em situações casuais, isoladas podem trazer problemas, a dependência pode ser identificada quando a pessoa tem dificuldade de parar ou diminuir o uso de drogas por decisões própria, apesar de muitas vezes, perceber problemas relacionados ao seu uso, como conflitos no trabalho ou nos estudos, nesse caso temos como tarefa usar métodos de ensino como: Cartilhas de Prevenção, Cursos Profissionalizantes, Experiências de Vida, Atividades Esportivas e Leituras Devocionais das Sagradas Escrituras.
  • 8. Objetivo da Metodologia ACNR Como o tratado voltar ter interesse em exercer suas Tarefas Familiar e Social. * Conhecer a formação de sua vida. Isso vai definir meu conteúdo, método e objetivo * Nunca ignorar as reações do tratado. desatenção, sonolência, sinais de incompreensão e mudança de comportamento. Através de ensinos de exposição oral, de perguntas desafiadoras para motivação, abri espaço para pergunta do tratado, pedi para o tratado desenvolver respostas e sempre aproveitar a resposta do tratado, conhecer melhor a necessidade do tratado, trocas de aprendizagem com as famílias nas visitas e reuniões e também aproveitar a pergunta do recuperando fazendo a pessoa ter prazer no que fazia antes dos seus problemas seja, drogas licitas e ilícitas ou comportamentos Com finalidade de fazer ele ser um participante efetivo. 1 Timóteo 4. 10-16
  • 9. Conclusão ACNR Toda família tem seus problemas pelo uso de drogas, sentimentos como vergonha, culpa e raiva pode impedir a família buscar ajuda, para si e para o dependente, é preciso coragem e força para buscar auxílio, não pode resolver trancando-se dentro de casa, sempre há possibilidade de ajuda e tratamento, é importante assumir que o problema existe, a sinceridade perante a família é o melhor caminho, é também importante que a própria pessoa assuma seu problema, essa atitude fica como exemplo para o usuário, como prova de que você não está só, que a família está com você e o nosso trabalho está para incentivá-lo a buscar o tratamento físico, mental e espiritual, trazendo você para uma nova vida em meio a sociedade, religião e família, lembre-se há casos e casos , sabemos que há caso em que a internação é necessária, há também situações em que a melhor alternativa é o tratamento ambulatorial, aquele no qual a pessoa continua vivendo com a família na sua comunidade, existem casos em que o dependente não aceita se tratar, então, se acharmos que já fizemos tudo que podia, não desista, não pare, porque um recuperando, sua doença é incurável precisa de total apoio de todos, sabemos que o desafios são muitos, mas o prazer de viver com saúde e bem-estar em família valem qualquer esforço. Matheus 11.12
  • 10. Reunião da Segunda- Feira ACNR DIRIGENTE: JOSE NETO AUXILIAR: ITALO BRUNO PAUTA DA REUNIÃO DA ACOLHIDA *HORA DE INICIO: ás 19:30 - SEGUNDA- FEIRA E INCLUSIVE FERIADOS *ACOLHIDA *ORAÇÃO *DIRIGENTE APRESENTAR O QUE SERÁ REALIZADO NA REUNIÃO *PARTILHA *PALESTRA *CONSIDERAÇÃO FINAL – DIRIGENTE *CONCLUINDO A REUNIÃO AS 21:00 HORAS.
  • 11. Reunião da Quarta-feira ACNR DIRIGENTE: CLÁUDIA ANDRADE AUXILIAR: YURY FERREIRA PAUTA REUNIÃO DA FAMÍLIA *HORA DE INICIO: ás 19:30 QUARTA-FEIRA E FERIADOS *RECEPCIONAR *ORAÇÃO *MUSICAL *DIRIGENTE APRESENTAR O QUE SERÁ REALIZADO NA REUNIÃO *ESTUDO SOBRE COODEPENDENCIA *DINÂMICA SOBRE ASSUNTO ABORDADO *CONSIDERAÇÃO FINAL
  • 12. Reunião da Sexta-Feira ACNR DIRIGENTE: JANAILSON GONÇALVES AUXILIAR: RAFAEL ALVES REUNIÃO DE ACOMPANHAMENTO *HORA DE INICIO: ás 19:30 TODAS SEXTA-FEIRA E INCLUSIVE FERIADOS *RECEPCIONAR *ORAÇÃO *DIRIGENTE APRESENTAR O QUE SERÁ REALIZADO NA REUNIÃO * MUSICAL *ESTUDO BÍBLICO * VISITAS AS FAMÍLIAS ACOMPANHADAS E ASSISTIDAS * AÇÃO SOCIAL ( SOPÃO – ROUPAS – CALÇADOS – UMA VEZ POR MÊS *CONSIDERAÇÃO FINAL
  • 13. TRABALHOS DE AÇÃO SOCIAL E REINSERÇÃO ACNR
  • 14. ACNR NOSSA MOTIVAÇÃO *Por amor e obediência ao nosso Deus; *Por amor a vida e as famílias; *Pela escassez de Instituição ao estilo; *Falta de atuação do Estado; *Ajudar/Ser Ajudado; *Insatisfação com a situação deplorável; *Acreditarmos na recuperação daqueles que querem; *Contribuirmos para acreditarmos em dias melhores...