SlideShare uma empresa Scribd logo
Alunos:
o Érika Cardoso
o Natália Araújo
o Rauan Mesquita
o Renato Abdoral
o Sarah Silva
VÍRUS DO PAPILOMA
HUMANO (HPV)
Orientador: Prof ª Msc. Valeria Cabral
Belém, março de 2015
Centro Universitário do
Pará
INTRODUÇÃO
• O papilomavírus humano (HPV) é uma DST que afeta ambos os sexos. Há
cerca de 100 tipos de HPV (INCA, 2010),variando em grau de intensidade e
apresentando ou não sinais e sintomas, podendo se manifestar através de
verrugas na área genital e até alguns tipos de cânceres. Sua principalforma
de transmissão é por via sexual, sendo que, desde a década de 1980, é
reconhecida como a mais comum DST de etiologia viral no mundo (DREWRY
et al., 2010).
• Não existe cura contra o HPV, porem o principal combate contra a
proliferação do vírus é de forma preventiva, como por exemplo: O uso de
preservativo e vacina.
O QUE SIGNIFICA "HPV"?
ETIOLOGIA
• Espécie: Human papillomavirus – HPV
• Gênero: Papilomavirus
• Família: Papillomaviridae
• Existem 100 tipos de HPV, a maioria
benignos
• A classificação é baseada na homologia
do DNA
Figura 01: Imagem do vírus HPV da campanha do SUS de 2011
COMO SÃO TRANSMITIDOS?
• A transmissão do vírus se dá por contato direto com a
pele ou mucosa infectada.
• A principal forma é pela via sexual, que inclui contato
oral-genital, genital-genital ou mesmo manual-genital.
Assim sendo, o contágio com o HPV pode ocorrer mesmo
na ausência de penetração vaginal ou anal.
• Também pode haver transmissão durante o parto.
• Não está comprovada a possibilidade de contaminação
por meio de objetos, do uso de vaso sanitário e piscina
ou pelo compartilhamento de toalhas e roupas íntimas.
Figura 02: imagem da campanha
de 2011 do SUS contra HPV
Figura 03: imagem de um parto cesariano
guia do bebê UOL
CICLO BIOLÓGICO
• Os Papilomavírus têm reação de atração (tropismo) pelo epitélio escamoso
da pele e das mucosas;
• Os diversos tipos de HPV mostram uma tendência a se instalar em regiões
preferenciais, tais como: mãos, pés, mucosa oral ou genital;
Figura 05: verruga causada
pelo HPV nas mãos , imagem
do pesquisador e Prof. Dr.
Armando Miguel Jr
Figura 06: verrugas causadas
pelo HPV no pé imagem do
pesquisador e Prof. Dr. Armando
Miguel Jr
Figura 07: HPV via mucosa
oral, www.tuasaude.com
Figura 08: HPV genital
www.epiic-pku.org
Figura 09: HPV genital,
www.nycdermatologygr
oup.org
SINTOMAS
• Na maioria das vezes, a infecção pelo HPV não apresenta sintomas;
• O tipo e a gravidade dos sintomas dependem da variante do HPV e do local
de infecção;
• A principal diferença entre as variantes do vírus se distribui por duas
categorias: os que infectam as superfícies cutâneas em geral e os que
infectam a região genital;
• Como já foi dito, na maior parte dos casos a infecção é assintomática (sem
sintomas), e resolve-se espontaneamente sem deixar seqüelas;
• Alguns tipos de vírus, contudo, em especial os que afetam a área genital,
podem causar alterações que vão desde lesões benignas (verrugas,
papilomas) a câncer.
QUAL É A RELAÇÃO ENTRE HPV
E CÂNCER?
• A infecção pelo HPV é muito frequente, mas transitória, sabe-se que em
mais de 80% dos casos o HPV não se manifestam.
• No pequeno número de casos nos quais a infecção persiste pode ocorrer o
desenvolvimento de lesões precursoras se não forem identificadas e tratadas
podem progredir para o câncer, principalmente no colo do útero, mas também
na vagina, vulva, ânus, pênis, orofaringe e boca.
• O Papilomavírus é o principal agente causador do câncer de colo do útero
que mata, anualmente, em nosso país, mais de 7 mil mulheres. No mundo
este número chega a 230 mil. segundo os dados do instituto nacional do
câncer (inca)
INCIDÊNCIA DO CÂNCER DO COLO
DO ÚTERO NOS CINCO
CONTINENTES
Figura 10: dados de incidências do câncer de colo do útero Ministério da Saúde, 2010
TRATAMENTO
• Uma vez detectado, e se está causando lesão específica,
as células do local devem ser submetidas à destruição
química ou física. O procedimento deve sempre ser
indicado e realizado por médico especialista;
• Em seus estágios iniciais, as doenças causadas pelo HPV
podem ser tratadas com sucesso em cerca de 80% dos
casos, impedindo que a paciente tenha maiores
complicações no futuro;
• O HPV pode ser controlado, mas ainda não há cura contra
o vírus. Deve ser feito o acompanhamento sistemático;
• A melhor arma contra o HPV é a prevenção, além do
diagnóstico precocemente.
Figura 11: cauterização múltiplas de
condilomas vaginal feito por Dr Virgilio
Dourado e equipe 22 de nov de 2014
MODO DE PREVENÇÃO
• Manter cuidados higiênicos;
• Ter parceiro fixo ou reduzir o número de parceiros;
• Usar preservativos em todas as relações sexuais;
• Visitar regularmente seu ginecologista/urologista e
fazer exames de prevenção;
• É importante que o parceiro também procure um
médico para verificar se ele está com o vírus.
Figura 12: imagem da
campanha de prevenção do
Ministério da saúde de 2010
Figura 13: Campanha nacional de
prevenção belicosa.com.br
OBRIGADO!
REFERÊNCIAS
• http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=2687
http://www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/1945/hpv.htm
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-12902013000100022&script=sci_arttext
INFECÇOES E DOENÇAS GENITAIS CAUSADAS POR HPV Autor: MONSONEGO,
JOSEPH Assunto: Medicina - Ginecologia e Obstetrícia, Livro - Infecção por
Papilomavírus Humano: Atlas Clínico de HPV,
http://projetohpv.com.br/projetohpv/?p=1108
• http://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/index.php/cienciasaude/article/view/
502

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

HPV
HPVHPV
Câncer de cólo de útero
Câncer de cólo de úteroCâncer de cólo de útero
Câncer de cólo de útero
Roberta Araujo
 
Aula hpv-para windows
Aula hpv-para windowsAula hpv-para windows
Aula hpv-para windows
fatimadm
 
HPV: prevenção, diagnóstico e abordagem
HPV: prevenção, diagnóstico e abordagemHPV: prevenção, diagnóstico e abordagem
DST- Hpv
DST- HpvDST- Hpv
DST- Hpv
Miriã Sartin
 
Câncer de Colo Uterino - do HPV às vacinas de tratamento
Câncer de Colo Uterino - do HPV às vacinas de tratamentoCâncer de Colo Uterino - do HPV às vacinas de tratamento
Câncer de Colo Uterino - do HPV às vacinas de tratamento
Caroline Reis Gonçalves
 
Cancer do cólo do útero pronto
Cancer do cólo do útero prontoCancer do cólo do útero pronto
Cancer do cólo do útero pronto
cristiano Alves dos santos
 
Tudo sobre Câncer do Colo do Útero
Tudo sobre Câncer do Colo do ÚteroTudo sobre Câncer do Colo do Útero
Tudo sobre Câncer do Colo do Útero
Oncoguia
 
Palestra hpv
Palestra hpvPalestra hpv
Palestra hpv
leisarobles
 
Folder Prevenção e Tratamento do Câncer de colo de Utero e de Mama
Folder Prevenção e Tratamento do Câncer de colo de Utero e de MamaFolder Prevenção e Tratamento do Câncer de colo de Utero e de Mama
Folder Prevenção e Tratamento do Câncer de colo de Utero e de Mama
Farmacêutico Digital
 
Câncer de mama - Palestra para comunidade
Câncer de mama -  Palestra para comunidadeCâncer de mama -  Palestra para comunidade
Câncer de mama - Palestra para comunidade
Maylu Souza
 
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
biankathamara
 
o papel do profissional de enfermagem na prevenção contra o câncer de colo de...
o papel do profissional de enfermagem na prevenção contra o câncer de colo de...o papel do profissional de enfermagem na prevenção contra o câncer de colo de...
o papel do profissional de enfermagem na prevenção contra o câncer de colo de...
Vitoria Rocha
 
Hiv
HivHiv
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente TransmissívesDST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
Pibid Biologia Cejad
 
Tudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de PróstataTudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de Próstata
Oncoguia
 
Aula sobre Papiloma Vírus Humano HPV
Aula sobre Papiloma Vírus Humano HPVAula sobre Papiloma Vírus Humano HPV
Aula sobre Papiloma Vírus Humano HPV
Jaqueline Almeida
 
Condiloma Acuminado
Condiloma AcuminadoCondiloma Acuminado
Condiloma Acuminado
João Pedro Carvalho Garcia
 
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
Simone Amucc
 
Seminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaSeminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mama
Mathielly Samara
 

Mais procurados (20)

HPV
HPVHPV
HPV
 
Câncer de cólo de útero
Câncer de cólo de úteroCâncer de cólo de útero
Câncer de cólo de útero
 
Aula hpv-para windows
Aula hpv-para windowsAula hpv-para windows
Aula hpv-para windows
 
HPV: prevenção, diagnóstico e abordagem
HPV: prevenção, diagnóstico e abordagemHPV: prevenção, diagnóstico e abordagem
HPV: prevenção, diagnóstico e abordagem
 
DST- Hpv
DST- HpvDST- Hpv
DST- Hpv
 
Câncer de Colo Uterino - do HPV às vacinas de tratamento
Câncer de Colo Uterino - do HPV às vacinas de tratamentoCâncer de Colo Uterino - do HPV às vacinas de tratamento
Câncer de Colo Uterino - do HPV às vacinas de tratamento
 
Cancer do cólo do útero pronto
Cancer do cólo do útero prontoCancer do cólo do útero pronto
Cancer do cólo do útero pronto
 
Tudo sobre Câncer do Colo do Útero
Tudo sobre Câncer do Colo do ÚteroTudo sobre Câncer do Colo do Útero
Tudo sobre Câncer do Colo do Útero
 
Palestra hpv
Palestra hpvPalestra hpv
Palestra hpv
 
Folder Prevenção e Tratamento do Câncer de colo de Utero e de Mama
Folder Prevenção e Tratamento do Câncer de colo de Utero e de MamaFolder Prevenção e Tratamento do Câncer de colo de Utero e de Mama
Folder Prevenção e Tratamento do Câncer de colo de Utero e de Mama
 
Câncer de mama - Palestra para comunidade
Câncer de mama -  Palestra para comunidadeCâncer de mama -  Palestra para comunidade
Câncer de mama - Palestra para comunidade
 
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
 
o papel do profissional de enfermagem na prevenção contra o câncer de colo de...
o papel do profissional de enfermagem na prevenção contra o câncer de colo de...o papel do profissional de enfermagem na prevenção contra o câncer de colo de...
o papel do profissional de enfermagem na prevenção contra o câncer de colo de...
 
Hiv
HivHiv
Hiv
 
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente TransmissívesDST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
 
Tudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de PróstataTudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de Próstata
 
Aula sobre Papiloma Vírus Humano HPV
Aula sobre Papiloma Vírus Humano HPVAula sobre Papiloma Vírus Humano HPV
Aula sobre Papiloma Vírus Humano HPV
 
Condiloma Acuminado
Condiloma AcuminadoCondiloma Acuminado
Condiloma Acuminado
 
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
 
Seminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaSeminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mama
 

Semelhante a Apresenção vírus do papiloma humano (hpv)

HPV são doenças relacionadas ao sexo sem prevensão
HPV  são doenças relacionadas ao sexo sem prevensãoHPV  são doenças relacionadas ao sexo sem prevensão
HPV são doenças relacionadas ao sexo sem prevensão
facilitandoseudia
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Tomás Pinto
 
Microscopia Citopatologia Clínica
Microscopia Citopatologia ClínicaMicroscopia Citopatologia Clínica
Microscopia Citopatologia Clínica
Patrícia Prates
 
Hpv
HpvHpv
Hpv
kselani
 
Hpv
HpvHpv
Hpv
kselani
 
Hpv
HpvHpv
Condiloma acuminado hpv
Condiloma acuminado  hpvCondiloma acuminado  hpv
Condiloma acuminado hpv
Larissa Nascimento
 
Apresentaohpv 090413110804-phpapp01
Apresentaohpv 090413110804-phpapp01Apresentaohpv 090413110804-phpapp01
Apresentaohpv 090413110804-phpapp01
Gardênia Souza
 
Ist hpv
Ist hpvIst hpv
Ist hpv
Rita Pereira
 
Artigo hpv dra gloria
Artigo hpv dra gloriaArtigo hpv dra gloria
Artigo hpv dra gloria
Gloria Grazziotin
 
Vacina papiloma vírus (hpv)- Informações sobre vacina-Informe Técnico
Vacina papiloma vírus (hpv)- Informações sobre vacina-Informe TécnicoVacina papiloma vírus (hpv)- Informações sobre vacina-Informe Técnico
Vacina papiloma vírus (hpv)- Informações sobre vacina-Informe Técnico
Laís Lucas
 
Revista info+
Revista info+Revista info+
HPV - Virus do Papiloma Humano
HPV - Virus do Papiloma HumanoHPV - Virus do Papiloma Humano
HPV - Virus do Papiloma Humano
João Paulo Leite
 
Campanha hpv
Campanha hpvCampanha hpv
Campanha hpv
Taynara Barreto
 
Dimensão da participação do papilomavírus humano
Dimensão da participação do papilomavírus humanoDimensão da participação do papilomavírus humano
Dimensão da participação do papilomavírus humano
Safia Naser
 
IST INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS
IST INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEISIST INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS
IST INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS
Ramon Loreno
 
Recomendações nacionais sobre a vacinação hpv
Recomendações nacionais sobre a vacinação hpvRecomendações nacionais sobre a vacinação hpv
Recomendações nacionais sobre a vacinação hpv
João Pedro Batista Tomaz
 
Porque vacinar contra o HPV
Porque vacinar contra o HPVPorque vacinar contra o HPV
Porque vacinar contra o HPV
Claudia Elisabete Silva
 
IST3
IST3IST3
Cancer colo do utero
Cancer colo do uteroCancer colo do utero
Cancer colo do utero
jessica sanielly
 

Semelhante a Apresenção vírus do papiloma humano (hpv) (20)

HPV são doenças relacionadas ao sexo sem prevensão
HPV  são doenças relacionadas ao sexo sem prevensãoHPV  são doenças relacionadas ao sexo sem prevensão
HPV são doenças relacionadas ao sexo sem prevensão
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
 
Microscopia Citopatologia Clínica
Microscopia Citopatologia ClínicaMicroscopia Citopatologia Clínica
Microscopia Citopatologia Clínica
 
Hpv
HpvHpv
Hpv
 
Hpv
HpvHpv
Hpv
 
Hpv
HpvHpv
Hpv
 
Condiloma acuminado hpv
Condiloma acuminado  hpvCondiloma acuminado  hpv
Condiloma acuminado hpv
 
Apresentaohpv 090413110804-phpapp01
Apresentaohpv 090413110804-phpapp01Apresentaohpv 090413110804-phpapp01
Apresentaohpv 090413110804-phpapp01
 
Ist hpv
Ist hpvIst hpv
Ist hpv
 
Artigo hpv dra gloria
Artigo hpv dra gloriaArtigo hpv dra gloria
Artigo hpv dra gloria
 
Vacina papiloma vírus (hpv)- Informações sobre vacina-Informe Técnico
Vacina papiloma vírus (hpv)- Informações sobre vacina-Informe TécnicoVacina papiloma vírus (hpv)- Informações sobre vacina-Informe Técnico
Vacina papiloma vírus (hpv)- Informações sobre vacina-Informe Técnico
 
Revista info+
Revista info+Revista info+
Revista info+
 
HPV - Virus do Papiloma Humano
HPV - Virus do Papiloma HumanoHPV - Virus do Papiloma Humano
HPV - Virus do Papiloma Humano
 
Campanha hpv
Campanha hpvCampanha hpv
Campanha hpv
 
Dimensão da participação do papilomavírus humano
Dimensão da participação do papilomavírus humanoDimensão da participação do papilomavírus humano
Dimensão da participação do papilomavírus humano
 
IST INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS
IST INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEISIST INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS
IST INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS
 
Recomendações nacionais sobre a vacinação hpv
Recomendações nacionais sobre a vacinação hpvRecomendações nacionais sobre a vacinação hpv
Recomendações nacionais sobre a vacinação hpv
 
Porque vacinar contra o HPV
Porque vacinar contra o HPVPorque vacinar contra o HPV
Porque vacinar contra o HPV
 
IST3
IST3IST3
IST3
 
Cancer colo do utero
Cancer colo do uteroCancer colo do utero
Cancer colo do utero
 

Mais de Renato Abdoral

Roteiro de anamnese
Roteiro de anamneseRoteiro de anamnese
Roteiro de anamnese
Renato Abdoral
 
Relatório de sabonete
Relatório de saboneteRelatório de sabonete
Relatório de sabonete
Renato Abdoral
 
Controle de qualidade biológico de desodorante
Controle de qualidade biológico de desodorante    Controle de qualidade biológico de desodorante
Controle de qualidade biológico de desodorante
Renato Abdoral
 
Bromatologia
BromatologiaBromatologia
Bromatologia
Renato Abdoral
 
plano de negócios
plano de negócios plano de negócios
plano de negócios
Renato Abdoral
 
arte, ciência e magia das plantas medicinais
arte, ciência e magia das plantas medicinais  arte, ciência e magia das plantas medicinais
arte, ciência e magia das plantas medicinais
Renato Abdoral
 
Farmácia social prescrição farmacêutica
Farmácia social prescrição farmacêutica Farmácia social prescrição farmacêutica
Farmácia social prescrição farmacêutica
Renato Abdoral
 
prevenção da Infecção hospitalar
prevenção da Infecção hospitalarprevenção da Infecção hospitalar
prevenção da Infecção hospitalar
Renato Abdoral
 
Folder herpes
Folder herpesFolder herpes
Folder herpes
Renato Abdoral
 
estudo da bactéria Escherichia coli
estudo da bactéria Escherichia coliestudo da bactéria Escherichia coli
estudo da bactéria Escherichia coli
Renato Abdoral
 
prescrição Hospitalar
prescrição Hospitalarprescrição Hospitalar
prescrição Hospitalar
Renato Abdoral
 
Adjuvantes farmacotécnico
Adjuvantes farmacotécnico Adjuvantes farmacotécnico
Adjuvantes farmacotécnico
Renato Abdoral
 

Mais de Renato Abdoral (12)

Roteiro de anamnese
Roteiro de anamneseRoteiro de anamnese
Roteiro de anamnese
 
Relatório de sabonete
Relatório de saboneteRelatório de sabonete
Relatório de sabonete
 
Controle de qualidade biológico de desodorante
Controle de qualidade biológico de desodorante    Controle de qualidade biológico de desodorante
Controle de qualidade biológico de desodorante
 
Bromatologia
BromatologiaBromatologia
Bromatologia
 
plano de negócios
plano de negócios plano de negócios
plano de negócios
 
arte, ciência e magia das plantas medicinais
arte, ciência e magia das plantas medicinais  arte, ciência e magia das plantas medicinais
arte, ciência e magia das plantas medicinais
 
Farmácia social prescrição farmacêutica
Farmácia social prescrição farmacêutica Farmácia social prescrição farmacêutica
Farmácia social prescrição farmacêutica
 
prevenção da Infecção hospitalar
prevenção da Infecção hospitalarprevenção da Infecção hospitalar
prevenção da Infecção hospitalar
 
Folder herpes
Folder herpesFolder herpes
Folder herpes
 
estudo da bactéria Escherichia coli
estudo da bactéria Escherichia coliestudo da bactéria Escherichia coli
estudo da bactéria Escherichia coli
 
prescrição Hospitalar
prescrição Hospitalarprescrição Hospitalar
prescrição Hospitalar
 
Adjuvantes farmacotécnico
Adjuvantes farmacotécnico Adjuvantes farmacotécnico
Adjuvantes farmacotécnico
 

Último

02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
NanandorMacosso
 
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacteriasTuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
CarolLopes74
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
PatrciaOliveiraPat
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
FabianeOlegario2
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Jssica597589
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
balmeida871
 

Último (6)

02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
 
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacteriasTuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
 

Apresenção vírus do papiloma humano (hpv)

  • 1. Alunos: o Érika Cardoso o Natália Araújo o Rauan Mesquita o Renato Abdoral o Sarah Silva VÍRUS DO PAPILOMA HUMANO (HPV) Orientador: Prof ª Msc. Valeria Cabral Belém, março de 2015 Centro Universitário do Pará
  • 2. INTRODUÇÃO • O papilomavírus humano (HPV) é uma DST que afeta ambos os sexos. Há cerca de 100 tipos de HPV (INCA, 2010),variando em grau de intensidade e apresentando ou não sinais e sintomas, podendo se manifestar através de verrugas na área genital e até alguns tipos de cânceres. Sua principalforma de transmissão é por via sexual, sendo que, desde a década de 1980, é reconhecida como a mais comum DST de etiologia viral no mundo (DREWRY et al., 2010). • Não existe cura contra o HPV, porem o principal combate contra a proliferação do vírus é de forma preventiva, como por exemplo: O uso de preservativo e vacina.
  • 4. ETIOLOGIA • Espécie: Human papillomavirus – HPV • Gênero: Papilomavirus • Família: Papillomaviridae • Existem 100 tipos de HPV, a maioria benignos • A classificação é baseada na homologia do DNA Figura 01: Imagem do vírus HPV da campanha do SUS de 2011
  • 5. COMO SÃO TRANSMITIDOS? • A transmissão do vírus se dá por contato direto com a pele ou mucosa infectada. • A principal forma é pela via sexual, que inclui contato oral-genital, genital-genital ou mesmo manual-genital. Assim sendo, o contágio com o HPV pode ocorrer mesmo na ausência de penetração vaginal ou anal. • Também pode haver transmissão durante o parto. • Não está comprovada a possibilidade de contaminação por meio de objetos, do uso de vaso sanitário e piscina ou pelo compartilhamento de toalhas e roupas íntimas. Figura 02: imagem da campanha de 2011 do SUS contra HPV Figura 03: imagem de um parto cesariano guia do bebê UOL
  • 7. • Os Papilomavírus têm reação de atração (tropismo) pelo epitélio escamoso da pele e das mucosas; • Os diversos tipos de HPV mostram uma tendência a se instalar em regiões preferenciais, tais como: mãos, pés, mucosa oral ou genital; Figura 05: verruga causada pelo HPV nas mãos , imagem do pesquisador e Prof. Dr. Armando Miguel Jr Figura 06: verrugas causadas pelo HPV no pé imagem do pesquisador e Prof. Dr. Armando Miguel Jr Figura 07: HPV via mucosa oral, www.tuasaude.com Figura 08: HPV genital www.epiic-pku.org Figura 09: HPV genital, www.nycdermatologygr oup.org
  • 8. SINTOMAS • Na maioria das vezes, a infecção pelo HPV não apresenta sintomas; • O tipo e a gravidade dos sintomas dependem da variante do HPV e do local de infecção; • A principal diferença entre as variantes do vírus se distribui por duas categorias: os que infectam as superfícies cutâneas em geral e os que infectam a região genital; • Como já foi dito, na maior parte dos casos a infecção é assintomática (sem sintomas), e resolve-se espontaneamente sem deixar seqüelas; • Alguns tipos de vírus, contudo, em especial os que afetam a área genital, podem causar alterações que vão desde lesões benignas (verrugas, papilomas) a câncer.
  • 9. QUAL É A RELAÇÃO ENTRE HPV E CÂNCER? • A infecção pelo HPV é muito frequente, mas transitória, sabe-se que em mais de 80% dos casos o HPV não se manifestam. • No pequeno número de casos nos quais a infecção persiste pode ocorrer o desenvolvimento de lesões precursoras se não forem identificadas e tratadas podem progredir para o câncer, principalmente no colo do útero, mas também na vagina, vulva, ânus, pênis, orofaringe e boca. • O Papilomavírus é o principal agente causador do câncer de colo do útero que mata, anualmente, em nosso país, mais de 7 mil mulheres. No mundo este número chega a 230 mil. segundo os dados do instituto nacional do câncer (inca)
  • 10. INCIDÊNCIA DO CÂNCER DO COLO DO ÚTERO NOS CINCO CONTINENTES Figura 10: dados de incidências do câncer de colo do útero Ministério da Saúde, 2010
  • 11. TRATAMENTO • Uma vez detectado, e se está causando lesão específica, as células do local devem ser submetidas à destruição química ou física. O procedimento deve sempre ser indicado e realizado por médico especialista; • Em seus estágios iniciais, as doenças causadas pelo HPV podem ser tratadas com sucesso em cerca de 80% dos casos, impedindo que a paciente tenha maiores complicações no futuro; • O HPV pode ser controlado, mas ainda não há cura contra o vírus. Deve ser feito o acompanhamento sistemático; • A melhor arma contra o HPV é a prevenção, além do diagnóstico precocemente. Figura 11: cauterização múltiplas de condilomas vaginal feito por Dr Virgilio Dourado e equipe 22 de nov de 2014
  • 12. MODO DE PREVENÇÃO • Manter cuidados higiênicos; • Ter parceiro fixo ou reduzir o número de parceiros; • Usar preservativos em todas as relações sexuais; • Visitar regularmente seu ginecologista/urologista e fazer exames de prevenção; • É importante que o parceiro também procure um médico para verificar se ele está com o vírus. Figura 12: imagem da campanha de prevenção do Ministério da saúde de 2010 Figura 13: Campanha nacional de prevenção belicosa.com.br
  • 14. REFERÊNCIAS • http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=2687 http://www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/1945/hpv.htm http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-12902013000100022&script=sci_arttext INFECÇOES E DOENÇAS GENITAIS CAUSADAS POR HPV Autor: MONSONEGO, JOSEPH Assunto: Medicina - Ginecologia e Obstetrícia, Livro - Infecção por Papilomavírus Humano: Atlas Clínico de HPV, http://projetohpv.com.br/projetohpv/?p=1108 • http://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/index.php/cienciasaude/article/view/ 502