SlideShare uma empresa Scribd logo
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 1
Malu Haddock Lobo
malulobo@globo.com
21 98737-0503
Amrit - Centro de Estudos Integrados ~ Shopping Millenium
Av. das Américas 7707 bloco 2 sala 3 - Barra da Tijuca - RJ
curso de formação
Aromaterapia Clínica Integral
11 aulas
9:00h ~ 13:00h
JUNHO 2015
Programa
Alquimia e Aromaterapia
~ A arte da destilação dos óleos essenciais e hidrolatos
~ Portas de entrada dos óleos essenciais - reações bioquímicas, neuroquímicas e energéticas
~ Formas de uso dos óleos essenciais
~ A função terapêutica dos hidrolatos
~ Uso clínico e terapêutico de compressas e argilas com óleos essenciasi
~ Fórmulas, dosagens e proporções
~ Uso de óleos essenciais nos cuidados com a beleza - cosméticos naturais
~ Ayurveda e aromaterapia
psicoAtomaterapia
~ Abertura da consciência com óleos essenciais
~ Grupos aromáticos e suas características emocionais
~ Abordagem terapêutica e emocional
~ Anamnese através dos sentidos
~ O sistema dos 13 aromas
~ Sinergias terapêuticas
~ Estudo de casos clínicos
~ Meditação com óleos essenciais
Atomaterapia Frequencial
~ Estudo das assinaturas energéticas dos óleos essenciais
~ Anatomia sutil
~ Anamnese frequencial
~ Alinhamento de chakras com óleos essenciais, argilas e cristais
Laboratório Prático
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo
Índice
I- História Secular..................................................................................................4
II- Aromaterapia Dinâmica.....................................................................................7
III- Portas De Enrtada Dos Óleos Essenciais..................................................9
IV- Planos De Atuação..........................................................................................10
V- A Arte Da Destilação........................................................................................11
VI- Práticas Terapêuticas Na Aromaterapia................................................13
VII- Carreadores Na Aromaterapia.................................................................14
VIII- Sinergias ~ Dosagens E Proporções......................................................17
IX- Formas De Uso Dos Óleos Essenciais.......................................................18
X- Chakras E Óleos Essenciais
1. Chakra Raíz................................................................................................20
2. Chakra Gerador......................................................................................25
3. Chakra Plexo Solar................................................................................31
4. Chakra Cardíaco.....................................................................................38
5. Chakra Laríngeo.....................................................................................42
6. Chakra Frontal.......................................................................................45
7. Chakra Coronário.................................................................................48
XI- Glossário ~ Lista De Propriedades...........................................................51
XII- Precauções Gerais E Segurança..............................................................52
XIII- Tabela de Volatilidade.................................................................................53
XIV- Bibliografia....................................................................................................54
XV- Anamnese..........................................................................................................55
XVI- Estudo de Caso..............................................................................................56
XVII- Sistema dos 13 Aromas..............................................................................58
XVIII- Massagem com Aromaterapia...............................................................66
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 4
História Secular
No período neolítico as tribos primitivas adquiriram conhecimentos sobre ervas de maneira empírica. Como era
função das mulheres nas sociedades primitivas colher erva, esses conhecimentos foram passados de mãe para
filha ao longo de milhares de anos.
O uso de plantas e extratos de ervas para a cura medicinal vem sendo documentado pela maioria das culturas
nativas ao longo da história. Durante séculos, as ervas e os óleos essenciais foram os únicos alívios para doenças
epidêmicas.
A aromaterapia na sua forma primitiva fazia parte dos mais antigos métodos de cura. Há evidências do uso de
óleos aromáticos no embalsamento de uma múmia datando 6000 a.C. encontrada no Iraque. Junto à múmia havia
vasilhas com pólen de flores e plantas medicinais. Os primeiros registros, entretanto, só aparecem por volta do
ano 3000 a.C., quando os sumérios criaram o alfabeto.
Na Babilônia, foram encontradas placas de barro do ano de 3000 a.C. que descreviam sobre importações de
ervas. A farmacopéia babilônica era enorme: tinha descrição de 14.000 plantas.
No ano de 2698 a.C. na China, foi encontrado o cânone deixado pelo imperador Shen Nung descrevendo a
conservação e administração de 252 ervas.
No Egito, foi encontrado um papiro conhecido como papiro de Ébers (egiptólogo alemão Georg Ébers que
comprou o papiro para decifrá-lo). A primeira frase do papiro de Ébers diz: “Aqui começa o livro relativo à prepa-
ração dos remédios para todas as partes do corpo humano.” Esse primeiro tratado médico egípcio remonta à 6a
dinastia e data aproximadamente 2400 a.C.
Neste período, a medicina aromática, remoto antepassado da arte da aromaterapia, desenvolveu-se no Egito
– berço da medicina, perfumaria e farmácia. Os egípcios usavam as ervas em rituais, na saúde, higiene e eram
grandes conhecedores dos efeitos dos aromas na psique. Praticavam a arte da massagem com óleos aromatizados
e eram especialistas em cosmetologia (ungüentos, óleos perfumados, cremes e vinhos aromáticos). Além disso,
utilizavam as substâncias aromáticas nos processos de embalsamento dos faraós e em seus rituais.
Os rituais executados nos templos egípcios eram sagrados. Os sacerdotes costumavam queimar incenso para
reverenciar seus deuses e entoar cânticos ao misturarem os óleos de cedro, mirra e olíbano.
Para os egípcios, as plantas tinham poderes mágicos que ajudavam a elevar o estado de consciência dos
presentes nos rituais religiosos.
A rainha Cleópatra (69 a.C. – 30 a.C.) fez uso em larga escala das essências aromáticas. Como a arte de
seduzir. Conta-se que Cleópatra foi encontrar Marco Antônio, que aguardava por ela às margens do Rio Tigre.
Ela encharcou as velas de sua barcaça com jasmim e outras plantas aromáticas fortemente sensuais. Em outro
encontro cobriu seu próprio corpo com pétalas de rosas afixadas com gotas de mel. E para dar o toque final neste
ritual afrodisíaco, ela mergulhou pombas em água de rosas e as deixou esvoaçando pelo ar, lançando fragrâncias
de paixão.
O uso de substâncias aromáticas disseminou-se para Israel, Grécia, Roma e todo o mundo mediterrâneo.
Porém, a Índia é o único lugar do mundo aonde essa tradição nunca morreu.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 5
ÍNDIA
Na Índia a aromaterapia como parte da medicina ayurvédica remonta aos tempos dos Vedas – uma coleção de
hinos datando aproximadamente 1500 a.C. Os Vedas codificavam o uso dos perfumes e substâncias aromáticas
para fins litúrgicos e terapêuticos.
Nessa época, os médicos indianos desenvolveram técnicas cirúrgicas e criaram diagnósticos avançados. O
tratamento das pessoas, entretanto, era feito com ervas aromáticas e fitoterápicas. Um dos quatro maiores livros
sagrados dos Vedas: o Artharva Veda é o documento mais antigo da medicina indiana. Inclui mais de 1000 ervas
medicinais, muitas das quais continuam ainda hoje em uso dentro da medicina ayurvédica.
ROMA
Em Roma, por volta do ano 753 a.C. surge um dos maiores e mais devastadores impérios que a humanidade já
conheceu: o Império Romano.
Quando os romanos invadiram o Egito se encantaram com os banhos aromáticos egípcios e levaram a idéia
para Roma. A prática de tomar banho aromático propagou-se tanto que Roma chegou a ter mais de 1000 casas de
banhos. Porém, jamais herdaram a espiritualidade dos egípcios. Para os Romanos os banhos eram pura orgia. Por
isso ficaram mestres na arte dos banhos e massagens eróticas.
D.C.
Por volta do ano1000 d.C. um médico e filósofo persa chamado Avicena (980-1037),
inventou a serpentina refrigerada. Começou então ser possível destilar óleos essenciais em
alambiques. O 1º óleo essencial a ser destilado por Avicena foi o óleo essencial da rosa. Avicena
deu uma importante contribuição para a aromaterapia, uma vez que o óleo essencial é a base de
todo o tratamento terapêutico. Escreveu um compêndio de medicina com 18 volumes – Quanu –
Fi –I-Tibb que virou um clássico.
Em 1099, as cruzadas conquistaram Jerusalém e levaram de volta à Europa os perfumes e
óleos da Arábia, além de conhecimentos de como os árabes extraíam os óleos essenciais.
A destilação daquela época era feita em alambiques de fogo, de pequena capacidade (50 a 100 litros). Muitas
vezes transportavam os alambiques nas costas de mulas.
Em 1233, Gregório IX estabelece a inquisição papal. Inicia-se um longo período de barbáries e um declínio
geral de todas as formas de conhecimentos. A perda do conhecimento se deu porque as supostas “bruxas”
torturadas e queimadas, eram, muitas vezes, mulheres que detinham o conhecimento das ervas medicinais.
Devido ao medo gerado pelas atrocidades da época, as receitas de ungüento e tinturas feitas com ervas deixaram
de ser registradas.
Nesta época medieval, era muito comum queimar olíbano, enxofre, cedro, pinho e outras plantas de odor
pungente para espantar os maus espíritos.
Paracelso (1494-1541), um alquimista suíço, introduziu o termo óleo essencial. A busca de Paracelso se
baseava em buscar o componente das plantas que conseguisse produzir cura. A esse componente ele deu o nome
de quinta essência do aroma ou a alma da planta. A palavra óleo vem originalmente do árabe az-zait (azeite) e
essencial da quinta-essência obtida no processo de destilação.
Com a cultura patriarcal veio a segmentação do processo da cura e à medida que os cientistas
sintetizam mais e mais componentes químicos, começa novamente o declínio nos tratamentos ou
terapias com plantas. Os sintéticos passam a ganhar terreno pela rapidez da manufatura e pelo
menor custo. Contudo, durante a Primeira Guerra Mundial (1914) ocorreu um acidente na França
que ajudou a despertar novamente o interesse pela aromaterapia.
FRANÇA - SURGE O CONCEITO AROMATERAPIA
Na cidade de Grasse, no sul da França, um químico francês, Maurice René de Gattefossé veio a ficar
fascinado pelas possibilidades terapêuticas dos óleos essenciais a partir de uma experiência pessoal com o óleo
de lavanda. Até então Gattefossé utilizava os óleos essenciais em seus produtos e criações com o objetivo de
perfumá-los, mas sem nenhum fundamento terapêutico.
Ocorreu que, ao estar fazendo uma destilação em seu laboratório, houve um acidente onde o produto que era
inflamável caiu em seus braços causando uma séria queimadura. Num ato sem pensar ele mergulhou seus braços
numa tina de lavanda, que pensava ser de água e percebeu imediatamente que a sensação de dor logo passou. Em
poucos dias o machucado havia sarado e no lugar da queimadura não ficou nenhuma cicatriz. Isto o levou a se
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 6
interessar em pesquisar as possibilidades terapêuticas dos óleos essenciais. Ele também descobriu
que muitos óleos essenciais são mais efetivos em sua totalidade do que seus ingredientes ativos
isolados ou sintetizados. Para divulgar seus estudos publicou o livro “Aromatherapie”, criando
assim o termo Aromaterapia – a terapia que utiliza o uso de óleos essenciais 100% puros.
Um dos óleos muito usados por Gatefossé foi o niauli (melaleuca viridiflora). Ele usou esse óleo
como anti-séptico para tratar soldados feridos em combate na Primeira Grande Guerra Mundial.
O trabalho de Gatefossé inspirou o médico e ex-cirurgião militar francês
Jean Valnet, durante a 2ª Guerra Mundial, a fazer uso dos óleos essenciais para tratar vítimas da
guerra por falta de antibióticos, salvando assim muitas vidas. Dr. Valnet também utilizou os óleos
essenciais como parte de um programa através do qual tratou com sucesso desordens médicas e
psiquiátricas. Estes resultados foram publicados em 1964 no livro “Aromatherapie – Traitement des
maladies par les essences des plantes”.
Marguerite Maury foi uma bioquímica que estudou o trabalho de Valnet e foi pioneira ao
introduzir a visão holística dentro da aromaterapia, criando assim o método de aplicação dos
óleos pela massagem de acordo com as características temperamentais e de personalidade de
seus clientes. Publicou o livro “The Secrets of Life and Youth”.
ATUALIDADE
No início deste século, em particular na França e na Inglaterra, um movimento de médicos e estudantes
adeptos da medicina natural promoveu uma conscientização dos benefícios da medicina natural e da aromaterapia.
Hoje, na França, é comum encontrar médicos praticando aromaterapia, farmácias vendendo óleos essenciais e
seguros de saúde reembolsando tratamentos e prescrições que usem tais produtos.
Na Inglaterra, desde 1990, vários artigos em revistas científicas mostraram que os ingleses vêm usando a
aromaterapia em hospitais.
Nos EUA, a aromaterapia vem crescendo muito, pois as pessoas estão buscando, cada vez mais, se tratar com
terapias naturais.
Na Ásia, a medicina tradicional vem fazendo uso das substâncias aromáticas há mais de 10.000 anos
continuamente.
No Brasil, o interesse pela aromaterapia e terapias naturais vem crescendo a cada ano. As pessoas estão
despertando e se conscientizando do que a aromaterapia e as terapias complementares podem fazer por elas.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 7
Aromaterapia Dinâmica
A Aromaterapia é uma prática terapêutica milenar que utiliza as propriedades específicas dos óleos essenciais
100% puros, extraídos de várias partes de plantas para tratar, acalmar e equilibrar o corpo, a mente e o espírito.
É tanto uma arte como uma ciência. A arte da mistura. A combinação de óleos é uma sinergia. Criar novos
compostos requer um profundo conhecimento das propriedades de cada óleo essencial, experiência e intuição.
A aromaterapia é uma forma de melhorar vários aspectos da vida cotidiana (físico, emocional e energético). Ela
também faz parte do dia-a-dia, muito embora não associemos o nome à vivência. Todos já tivemos uma resposta
emocional a certos aromas, que tanto pode ter sido prazerosa como desagradável. O objetivo da aromaterapia
é; primeiro, encontrar aromas especiais e únicos para cada indivíduo, que proporcionem sensações e emoções
agradáveis e; segundo, apresentá-los à vida cotidiana, para aumentar nosso bem-estar. O aroma nos mantém
ligados à Mãe Natureza e os óleos essenciais trazem à tona lembranças e emoções.
Atualmente, a aromaterapia é uma forma de tratamento reconhecida em diferentes países e pela Organização
Mundial de Saúde. A aromaterapia é uma maneira natural de se sentir bem, tanto por dentro como por fora,
usando óleos essenciais puros e seguros extraídos de plantas naturalmente aromáticas. Estas essências botânicas
ajudam a ter equilíbrio, manter o bem-estar e contribuem para harmonia interior.
O QUE SÃO ÓLEOS ESSENCIAIS?
Os óleos essenciais são substâncias naturais voláteis extraídas, através da destilação, de minúsculos sacos
moleculares de cada planta. Eles agem como hormônios, reguladores e catalisadores. Sua função, na natureza,
com seu aroma característico, é ajudar a planta a se adaptar ao meio ambiente, atrair abelhas e insetos poliniza-
dores e proteger a planta contra insetos predadores e ervas daninhas. Eles fazem parte do sistema imunológico
da planta e são uma substância em separado criada por ela. O processo de destilação extrai, gentilmente, o óleo
volátil das partes da planta. As essências são naturais e, assim sendo, trabalham em harmonia com o corpo. Os
óleos essenciais são o coração e a alma da planta.
Eles são de 75 a 100 vezes mais concentrados que as ervas secas. Por exemplo, uma só gota de óleo essencial
de lavanda equivale a 20 xícaras de chá de lavanda.
A composição química dos OES é bastante complexa, possuem vitaminas, hormônios, antibióticos e anti-sép-
ticos, entre outros componentes importantes, que garantem suas propriedades terapêuticas. Entram na
composição dos óleos essenciais os elementos orgânicos básicos como o carbono, o oxigênio e o hidrogênio,
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 8
formando moléculas orgânicas de álcoois, aldeídos, ésteres, óxidos, cetonas, fenóis e terpenos. Todo óleo
essencial apresenta uma composição relativamente complexa, porém, alguns são bem simples, como o sândalo,
que contém 95% de um mesmo componente (um álcool chamado santalol) e os 5% restantes de composição
variada.
A qualidade da substância irá depender da procedência da planta, do método de extração e de como ela é
armazenada. Até o clima, a altitude, o tipo de solo e a forma de colheita também podem influenciar nas carac-
terísticas do óleo.
Todos os países devem fornecer óleos essenciais como uma verdadeira terapia global. O óleo essencial mais
puro deriva de um cultivo orgânico controlado e de plantas selvagens encontradas em varias regiões climáticas e
geográficas ao redor do mundo. Plantações orgânicas controladas são a garantia da não utilização de herbicidas,
fertilizantes ou pesticidas artificiais.
Apenas para citar alguns nomes... A melhor lavanda do mundo vem da França, o tea tree da Austrália, o
sândalo de Mysore (Índia), a menta, da Inglaterra e dos EUA, a laranja doce e o eucalipto do Brasil, o ylang ylang
das Ilhas Comoro e Madagascar, a canela do Sri Lanka, a melhor rosa vem da Bulgária, Marrocos e da Turquia,
o jasmim do Egito e da Índia, o olíbano e a mirra da Somália e o Marrocos é conhecido pela excelente camomila
azul.
Todo óleo essencial possui ingredientes ativos que agem no corpo por meio da inalação ou da absorção pelos
poros da pele. Ao cair na corrente sangüínea, os benefícios dos óleos se espalham por todo o corpo. Além disso, a
reação olfativa evoca sensações registradas na memória. Daí a ligação da aromaterapia com estados emocionais.
Na aromaterapia, os OES atuam no bem-estar do corpo, da mente e da alma, sendo a maior energia concen-
trada do reino vegetal.
O óleo essencial tem que ser armazenado em vidro âmbar ou azul cobalto, pois em contato com a luz oxida-se
com facilidade, perdendo então suas propriedades terapêuticas.
Os OES puros, assim como uma jóia preciosa ou um bom vinho, são gemas da natureza – a quinta-essência
da força vital da natureza. É a alma da planta, cada gota de OE é uma jóia preciosa a ser inalada, aproveitada e
protegida.   
NATURAL X SINTÉTICO
As substâncias são “inorgânicas”, não contêm nenhuma “força vital” e não são dinâmicas. Podemos sintetizar
substâncias químicas, mas não podemos torná-las orgânicas. Nenhum processo sintético pode reconstruir
por completo um produto natural. É importante compreender as diferenças entre os óleos sintéticos (possíveis
em razão dos recentes avanços da química) e os óleos puramente essenciais. As substâncias sintéticas e as
fragrâncias artificiais podem replicar o aroma das substâncias botânicas, mas são os complexos componentes
as propriedades terapêuticas e as qualidades aromáticas reais. Perfumes e cosméticos sintéticos podem causar
alergias.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 9
Portas de Entrada dos Óleos Essenciais
OLFATO
Os óleos essenciais são sustâncias voláteis; ou seja, suas moléculas quando liberadas no ar, formam um vapor
gasoso. Na terapia via inalação, esse vapor é inalado e as moléculas vaporizadas são absorvidas pela corrente
sanguínea através dos pulmões, bem como absorvidos pelos nervos olfativos através do nariz. Os vapores afetam
o sistema límbico, que compreende várias estruturas no cérebro anterior que lidam com a integração e expressão
dos sentimentos, aprendizado, memória, emoções e impulsos físicos.
Ao inalar o aroma através do nariz, os sentimentos e a memória são afetados. As moléculas vaporizadas são
expelidas via secreções das glândulas endócrinas.
Ao inalar pela boca, os óleos essenciais são absorvidos pelos vasos sanguíneos nos pulmões, o que afeta todo
o sistema respiratório.
O olfato é o mais aguçado dos sentidos, pois os nervos olfativos são extensões diretas do cérebro. O sistema
olfativo do cérebro humano possui um mecanismo chave que nos permite lembrar dos aromas, criando assim uma
percepção individual, uma preferência por determinado cheiro e uma reação específica a ele. O aroma funciona
como uma chave que abre a porta da mente à verdadeira memória olfativa, estimulando a parte do cérebro que
afeta a emoção (sistema límbico). O OE libera moléculas voláteis e hidrossolúveis que penetram na cavidade nasal
onde são captadas pelos cílios olfativos, enviando impulsos nervosos para o sistema límbico (área do cérebro
onde se processam as informações do olfato e também responsável pelas emoções - uma espécie de arquivo
de cheiros e sensações). Com a chegada dos impulsos nervosos, o sistema límbico reconhece as moléculas
aromáticas e as identifica. É por isso que certos aromas são capazes de afetar nosso humor, trazer lembranças e
provocar sentimentos.
Prosseguindo o caminho, o sistema límbico passa a informação sobre o aroma para o hipotálamo que, por
sua vez, repassa para a hipófise. A informação vai, então, para outras glândulas, influenciando a atividade imun-
ológica, o batimento cardíaco, a produção de enzimas e hormônios.
Os aromas estimulam o cérebro a liberar substâncias neuroquímicas. A encefalina reduz dor e cria uma
sensação de bem-estar, a endorfina acaba com a dor e induz ao apetite sexual, a seratonina ajuda relaxar e
acalma.
As moléculas aromáticas que entram pelo nariz também seguem pelas vias respiratórias até o pulmão. Nos
alvéolos ocorrem as trocas gasosas. De lá, as moléculas vão para o sangue junto com o oxigênio.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 10
PELE
Para utilizar oes, diretamente sobre a pele, precisamos de carreadores (óleo vegetal, base de sabonete, gel e
creme neutros). Quando os óleos essenciais são aplicados externamente, as moléculas são absorvidas pela pele
via pequenos vasos sanguíneos. Os óleos são levados ao tecido muscular e articulações, via corrente sanguínea,
as moléculas são levadas para todos os tecidos e órgãos. A excreção se dá através dos rins, vesícula biliar e pele e
é exalada através dos pulmões.
Quando absorvidos pela pele os oes limpam, nutrem, rejuvenescem, equilibram e trazem benefícios anti-sép-
ticos e relaxantes.
Cada óleo essencial se divide em grupos químicos com diferentes propriedades. Assim, cada tipo exerce uma
função.
Planos de Atuação
dos Óleos Essenciais
PLANO FÍSICO
Os óleos essenciais atuam no corpo físico, devido a sua complexa composição química, que lhes confere as
propriedades estimulante, relaxante, anti-séptico, afrodisíaco, digestivo, cicatrizante, analgésico, diurético, imun-
oestimulante, entre muitas outras. Quando penetram na pele, vão para a corrente sanguínea, fortalecendo as
defesas naturais do corpo físico, agindo como um estímulo para o equilíbrio das funções do corpo, restabelecendo
as energias e provocando um bom funcionamento em todos os sistemas orgânicos. As massagens, banhos e
compressas localizadas são algumas das formas de conseguir os efeitos desejados.
PLANO EMOCIONAL (PSICOAROMATERAPIA)
A psicoaromaterapia utiliza os óleos essenciais para harmonizar o nível emocional, atuando na mente, nas
emoções, chegando às camadas mais profundas do inconsciente.
Os médicos italianos Gatti e Cajola demonstraram o efeito dos aromas dos óleos essenciais e concluíram:
o aroma dos óleos essenciais tem uma ação reflexa e uma grande influência na função do sistema nervoso. O
cérebro reage aos estímulos olfativos e quem coordena é o nosso sistema límbico, que corresponde aos nossos
sentimentos, emoções, memórias e reações aprendidas e arquivadas.
Em 1950, a cosmetóloga e estudiosa em Aromatologia, Marguerite Mauri foi a primeira a observar a eficácia
dos óleos essenciais no sistema nervoso central quando se inspirou na Medicina Tibetana, utilizando os óleos
essenciais mesclados ao óleo carreador.
Com isso, ella pode então concluir os efeitos dos óleos de acordo com o aspecto emocional de cada paciente.
Em 1981, William Arnold Taylor volta a comprovar a influência dos óleos essenciais nos comportamentos e
personalidades.
Os aromaterapeutas que se utilizam das pesquisas de Marguerite Maury, Phillippe Maihebiau, Valerie Ann
Wordwood e Julia Lawless sentem-se seguros utilizando-se dos estudos da psicoaromaterapia, certificando que
determinados óleos essenciais com suas moléculas aromáticas são indicados realmente de acordo com as carac-
terísticas de perfil das personalidades. Assim podemos entender porque as pessoas respondem de forma única
e individual ao tratamento da psicoaromaterapia, uma abordagem ao nível do inconsciente que estabelece um
processo para o consciente.
As experiências mais fortes e profundas costumam vir acompanhadas de sensações olfativas. Um aroma é
capaz de despertar as sensações e emoções mais profundas. Quer estejamos andando na rua, cuidando do jardim,
passeando na mata ou tomando um cafezinho, de repente somos tomados por uma emanação misteriosa que
invade nossas narinas e abre as portas do inconsciente.
PLANO VIBRACIONAL
As plantas da natureza possuem um campo energético (aura) e os óleos essenciais carregam em suas
moléculas as vibrações energéticas de sua planta de origem. Através da freqüência energética dos óleos essen-
ciais ocorre uma organização do campo energético humano.
Desta forma, podemos dizer que o óleo essencial, no tratamento de aromaterapia, cuida do Ser como um todo,
no seu plano físico, emocional e energético, proporcionando o equilíbrio integral.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 11
A Arte da Destilação
Métodos de Extração de Óleos Essenciais
Para extrair os óleos essenciais da maneira mais efetiva e terapêutica, são usados vários métodos. São eles:
DESTILAÇÃO A VAPOR
Considerando o método mais comum de extração, é a destilação que produz o óleo essencial. O processo
utiliza água quente e vapor, que combinados com ervas aromáticas, raízes, folhas, flores, madeiras, espinhos,
resinas, produzem o puro óleo essencial e a água de flores que chamamos de Hidrolato. Na destilação, podem ser
várias partes da planta.
A destilação direta é feita fervendo as partes da planta na água. Na destilação a vapor, coloca-se o material
sobre uma grade e o vapor passa por ele. Pode ser a vácuo ou sob pressão, o que faz com que as paredes
celulares das plantas se quebrem e liberam a essência em forma de vapor. As essências vaporizadas, juntamente
com o vapor e outras substâncias, passam para os tanques de resfriamento através de um tubo. Os vapores,
a água floral e os óleos essenciais voltam à forma líquida. Na maioria dos casos, o óleo fica na superfície e é
extraído com um sifão, deixando também no hidrolato várias de suas propriedades terapêuticas.
PRENSAGEM A FRIO (ESCARIFICAÇÃO)
Este método é usado para obter óleo essencial de frutos cítricos como bergamota, laranja e limão. Neste
processo, as frutas são prensadas e delas extraído tanto o óleo essencial quanto o suco. Após a prensagem é feita
a centrifugação da mistura, através da qual se separa o óleo essencial puro.
Este método também é usado para extração de óleos vegetais, tais como: óleo extra-virgem de amêndoas,
castanhas, nozes, germe de trigo, oliva, gergelim, semente de girassol, caroço de abacate, semente de uva e
outros.
ENFLEURAGE
Com o método “enfleurage” absoluta, as partes das plantas são extraídas com a gordura animal ou vegetal, até
que seja alcançado o máximo de absorção, então se junta álcool para separar o óleo essencial da gordura.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 12
SOLVENTE QUÍMICO
Com o método do solvente químico, as partes das plantas são imersas num derivado petroquímico, um
solvente orgânico mineral como o hexano (em vez da gordura animal usada na “enfleurage”), para que se produza
uma espécie de pomada que então é tratada com álcool, para separar a cera da planta do óleo essencial (obs.:
tantos os extraídos com este método quanto com o anterior, não são óleos essenciais autênticos).
DIÓXIDO DE CARBONO HIPERCRÍTICO
O melhor método de extração é com o dióxido de carbono hipercrítico, onde os oes são extraídos colocan-
do-se a matéria-prima sob alta pressão por alguns minutos, mantendo assim a integridade de seus compostos
ativos o que permite se obter os óleos essenciais de melhor qualidade possível e de maior potência terapêutica,
sendo este considerado o melhor método de extração para a aromaterapia.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 13
Práticas Terapêuticas na Aromaterapia
ÁREAS DA SAÚDE
- Medicina
- Enfermagem
- Fisioterapia
- Psicologia
- Medicina Ayurvédica
- Acupuntura (aplicação dos OEs nos pontos de acupuntura)
MASSOTERAPIA
- Massoterapia com Aromaterapia
- Massagem Ayurvédica
- Shantala
- Shiatsu
- Do In
ESTÉTICA
- Massagem Estética
- Drenagem Linfática
- Estética Facial e Corporal
TERAPIAS COMPLEMENTARES
- Healing
- Reiki
- Cura Prânica
- Cristaloterapia
- Cromoterapia
- Aura-Soma
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 14
Os Óleos Essenciais, por serem substâncias extremamente concentradas, só podem ser usados na pele,
diluídos em carreadores (óleo vegetal, álcool de cereais, gel neutro, cremes neutros e base de sabonete). Os
únicos oes que podem ser utilizados diretamente sobre a pele são os de lavanda e tea tree.
Carreadores Na Aromaterapia
Os carreadores são usados na aromaterapia como condutores dos óleos essenciais para o nosso corpo. Sua
função é carrear os óleos essenciais, nutrir e proteger a pele. Podem ser aplicados diretamente sobre a pele.
I- ÓLEOS VEGETAIS
Os óleos vegetais são puros e extraídos por prensagem a frio. Podem ser usados no corpo como hidratante e,
na aromaterapia, como base para adicionar óleos essenciais.
Entre os óleos carreadores, cada qual possui uma particularidade própria que os distingue uns dos outros.
Entre os carreadores, alguns são mais indicados para determinados tipos de pele conforme sua densidade própria,
abaixo segue uma pequena lista ilustrativa de indicações por tipo de pele. Os óleos indicados para pele oleosa
podem ser empregados em peles secas, porém não se deve fazer o contrário. Evite o uso de óleos carreadores em
peles com problema de acne.
ÓLEO DE AMÊNDOA Doce Prunus amygadalus
Extraído por prensagem a frio é rico em vitamina E e Cálcio. Previne rachaduras e ressecamento. Indicado para
peles secas e para prevenir estrias e rachaduras.
Dica - usar durante a gravidez para prevenir estrias.
Obs.: O óleo de amêndoas de melhor qualidade é o extraído por prensa a frio sem o uso de solventes.
Normalmente é difícil se conseguir o óleo prensado a frio, pois a maioria dos óleos atualmente disponíveis são
extraídos por processos químicos. O óleo de amêndoas prensado a frio é reconhecido por ser levemente espesso
e de aroma muito forte.
Óleo de Copaíba Copaifera officinalis
Extraído direto do tronco da árvore.
A árvore da Copaíba é encontrada principalmente no sul da floresta tropical, particularmente no Brasil (Região
Amazônica), Colômbia, Peru e Venezuela, e atinge de 18 a 30 metros de altura. O bálsamo extraído é retirado de
dentro do tronco da árvore com o auxílio de um instrumento chamado “trado” que perfura sem danificá-lo. Depois
de retirado o óleo, fecha-se o orifício usando um pedaço de madeira. Este processo não agride a copaibeira,
permitindo que ela continue produzindo essa importante resina, um líquido claro, com tom amarelado.
O óleo de copaíba é bastante utilizado em todos os tipos de preparações medicinais, tanto internas como
também externas. Suas propriedades terapêuticas sobre as vias urinárias e pele são desde há muito conhecidas,
sendo por isso empregado no tratamento de cistites crônicas, bronquites e diarréias, tratamento de hemorróidas
e manchas escuras de pele. Na área Nordeste da Amazônia, a resina é usada pelas tribos indígenas como cica-
trizante para ferimentos na pele, psoríase e também no tratamento da gonorréia. É um agente anti-inflamatório
notável, sendo usado em problemas como a caspa, úlcera estomacal, acne e para trazer brilho ao cabelo.
Óleo de Gergelim ou Sésamo Sesamum indicum
Extraído por prensagem a frio é rico em vitamina A, B e E. A presença de cálcio no óleo é altamente efetiva
para acalmar os nervos, conter a ansiedade e sintomas mentais de stress. Contém sesamol que é um filtro solar
natural. É um óleo muito usado pela medicina ayurvédica para aumento da energia vital, tratamento de fadiga,
reumatismo, artrite, e problemas circulatórios. Trata a pele seca, irritada e danificada, aumentando sua tonicidade
pele seca
VATA
pele normal
PITTA
pele oleosa
KAPHA
óleo de amêndoas
óleo de rosa mosqueta
óleo de gergelim
óleo de calêndula
óleo de coco
óleo de semente de uva
óleo de girassol
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 15
e firmeza. É energético e condutor de energia e calor. É considerado um excelente remédio para problemas
do cérebro, como má memória e esquecimento, pois age aumentando e fortalecendo os glóbulos vermelhos
do sangue o que melhora a oxigenação do cérebro. Além disso, possui um alto teor de vitamina E (vitamina da
juventude), considerada um agente rejuvenecedor. Também contém aminoácidos que melhoram a transmissão
dos impulsos nervosos, que estão diretamente relacionados à memória. É utilizado no cabelo, pelos indianos, para
reforçar a absorção do prana (energia vital). Indicado para peles secas e sem vida.
Dica: massagear os pés antes de dormir para uma boa noite de sono.
Óleo de Girassol Helianthus annus
Extraído por prensagem a frio das sementes. As sementes de girassol contêm vitaminas A, D e E e são também
ricas em minerais como cálcio, zinco, potássio, ferro e fósforo.
Dica: Bom óleo para usar em massagens.
Óleo de Jojoba Simmondsia chinensis
Extraído por prensagem a frio das sementes é rico em vitamina E. Devolve a oleosidade natural da pele. Peles
secas e normais.
Dica: passar jojoba nos fios do cabelo dá brilho e trata pontas duplas.
Obs.: Não fica rançoso com o tempo, por isso é um bom veículo para óleos essenciais e usado na fabricação
de perfumes, além de não deixar que os óleos carreadores em geral fiquem rançosos com grande rapidez se
adicionado a eles.                
Óleo de Neem Azadirachta indica
Neem é uma planta de múltiplos usos que têm sido utilizada terapêuticamente por mais de 4.000 anos. É uma
frondosa árvore tropical conhecida na Índia como "farmácia da aldeia" , devido às suas propriedades antivirais,
antibacterianas, antifúngicas e anti-parasíticas. O seu óleo é obtido pela prensagem a frio das sementes.
É muito utilizado como inseticida natural, sendo não tóxico para humanos, animais, além de não afetar insetos
benéficos.
As propriedades antibióticas do óleo de neem são úteis em problemas como acne, unha encravada, machu-
cados e condições sérias da pele. Dentro da cosmética, o óleo de neem atua restaurando a maciez e elasticidade
natural da pele, enquanto age como um desinfetante da mesma. Neem também pode ser adicionado ao shampoo,
óleo pós-banho e cremes hidratantes. Excelentes propriedades antifúngicas são relatadas especialmente contra
pé-de-atleta, bicho-de-pé, cândida e outros fungos que atuam causando alergias, queda de cabelo e descamação
da pele. Destrói Staphylococcus aureus e Salmonella typhosa.
Óleo de Rosa Mosqueta Rosa rubiginosa
Extraído por prensagem a frio dos frutos da rosa mosqueta. Possui grande quantidade de Vitamina C, que é
essencial para o metabolismo celular. Apresenta também em sua composição os Flavonóides, responsáveis pela
estimulação da circulação sanguínea, intensificando a nutrição celular.
Tem efeito calmante, hidratante e regenerador celular. Este óleo também pode ser usado na região do olhos e
ao redor dos lábios para prevenir envelhecimento do tecido e reduzir linhas de expressão. Indicado para todos os
tipos de pele exceto as oleosas.
Dica: aplicar em cicatrizes para diminuir marcas e quelóides (massagem pós-cirúrgico com oe de lavanda),
manchas na pele, prevenção e tratamento de estrias, rugas e linhas de expressão muito acentuadas.
Óleo de Semente de Uva Vitis vinifera
Extraído por prensagem a frio das sementes. Possui grande quantidade de vitamina E – regenerador, hidratante
e nutritivo. Auxilia na elasticidade dos tecidos, restaurando o colágeno e melhorando a circulação periférica.
Excelente para o uso em massagens, pois é leve, não contém odor e é facilmente absorvido pela pele. Indicado
para todos os tipos de pele.
Dica: excelente carreador para aromaterapia e pode ser usado ao redor dos olhos e pescoço. É indicado no
tratamento de obesidade, celulite e estrias, pois auxilia na elasticidade dos tecidos, reduz o inchaço e o edema,
restaura o colágeno e melhora a circulação periférica. Atua como excelente antioxidante.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 16
Óleo de Coco
O óleo de coco virgem é um produto que deriva do fruto da espécie Cocos nucifera L.. Solidifica-se abaixo de
25°C. É prensado a frio, não é submetido ao processo de refinamento e desodorização, sendo extraído a partir
da polpa do coco fresco maduro. Se emprega fundamentalmente como humectante (em forma de sabões) e atua
sobre a pele como uma capa protetora ajudando a reter a umidade. Atua como um azeite suave e sedoso muito
recomendado para pele irritada e inflamada e também se recomenda para aquelas pessoas que têm uma pele
sensível.
É estável sob altas temperaturas, ajuda a manter o peso, diminui o colesterol e protege contra doenças
cardiovasculares.
II- ÓLEOS MACERADOS
Na confecção dos óleos macerados são usadas ervas ou plantas frescas que são adicionadas a um óleo vegetal
para a maceração. O processo de maceração dura de 4 a 8 semanas, depois a erva é coada e o óleo macerado é
armazenado em vidro âmbar.
Óleo de Calêndula Calendula officinalis
Ação antiinflamatória, emoliente, anti-séptica, calmante e cicatrizante. Indicado para peles irritadas, ásperas,
rachadas e envelhecidas. Atenua cicatrizes antigas e rugas causadas pelo sol. Dica - usar em queimaduras,
assaduras e rachaduras. Ótimo para bebês e melhor idade. Passar nas pernas para prevenir varizes.
III- ÁLCOOL DE CEREAIS
Utilizado para fazer perfumes, sprays, água essencial e tintura
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 17
Sinergias ~ Dosagens e Proporções
indicação ml % diluição gotas
crianças (até 3
anos),peles sensíveis,
face, melhor idade
10 1% 2
50 1% 10
100 1% 20
indicação ml % diluição gotas
sabonete líquido,
óleo corporal
10 1% 2
sprays 50 1% 10
100 1% 20
indicação ml % diluição gotas
aplicação local
- cataplasma
10 10% 20
(1ml)
locais doloridos,
sinergias para tratar
pontos específicos
50 1% 10
(5ml)
chakras, pontos
de acupuntura,
reflexologia
100 1% 20
(10ml)
Medidas Padrão
1 ml = 20 gotas de OE
1 colher de chá = 5 ml
1colher de sopa = 10 ml
Fórmula (no de gotas) = (ml x 20 (1ml=20 gotas)) x % diluição
Exemplo: Quantas gotas vou colocar em 50 ml de óleo corporal para um adulto ? (5%) e 50 ml de óleo vegetal
no
gotas = (50 x 20) x 5/100 = 1000 x 5/100 = 50 gotas
Ex2.: Quantas gotas vou colocar para fazer shantala em um bebê? 1% e 20 ml de óleo vegetal
no gotas = (20 x 20) x 1 /100 = 400 x 1/100 = 4 gotas
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 18
Formas De Uso Dos Óleos Essenciais
LÍQUIDO ~ DERMAL ~ PELE
I- Banho com Aromaterapia
- Banho de banheira com óleos essenciais
Os banhos eram usados desde o Egito Antigo como uma forma de tratamento e cuidados com o corpo.
Modo de usar: Adicionar de 8 a 20 gotas de óleo essencial em 1 colher de sopa de óleo vegetal ou mel. Encher
a banheira com água aquecida e adicionar a mistura. Ficar imerso do pescoço para baixo por no máximo 20
minutos.
OBS.: usar em pouca quantidade (máximo 4 gotas) os óleos cítricos e menta.
Não usar no banho óleo essencial de canela e noz moscada.
- Escalda pés
Modo de usar: Adicionar 8 gotas de óleo essencial em 1 colher de chá de mel ou óleo vegetal. Encher uma
bacia com água aquecida e inserir a mistura. Colocar os pés dentro da bacia e relaxar por 10 minutos. Pode
adicionar pétalas de rosa ou sal grosso.
II- Massagem
- Massagem Corporal (Corpo Todo) – 3% a 5%
Modo de usar: Adicionar de 50 gotas da sinergia em 50ml de óleo vegetal
- Massagem Facial - 1% a 2%
Modo de usar: Adicionar 2 gotas de óleo essencial a 10 ml de óleo vegetal. Limpar a face e aplicar a mistura.
OBS.: Não aplicar ao redor dos olhos.
III- Cataplasma com argila - 10%
Modo de usar: Adicionar 20 gotas da sinergia de óleos essenciais em 10 ml de óleo vegetal, misturar bem e
acrescentar 2 colheres de sopa de argila, formando uma massa grossa. Abrir esta massa em uma atadura e aplicar
sobre o local. Deixar agir por 2 horas.
IV- Água Essencial – 100 ml
Formulação
10 ml de álcool de cereais
20 gotas de óleo essencial
90 ml de água destilada / filtrada
Modo de preparo: adicionar o óleo essencial no álcool e misturar. Acrescentar a água e deixar macerando na
geladeira por 7 dias.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 19
VAPOR ~ INALAÇÃO ~ OLFATO
I- Inalação Direta
- Vaporização Facial
Modo de usar: Colocar 3 xícaras de água quente em uma bacia e adicionar 3 gotas de óleo essencial. Cubra
a cabeça e a bacia com uma toalha e faça a inalação.
- Nebulização
Modo de usar: Colocar 3 gotas de óleo essencial no nebulizador e fazer a inalação.
- Palma da mão (SOS)
Modo de usar: Colocar 2 gotas de oe ou sinergia na palma da mão, friccionar uma mão na outra e inalar 3
vezes na concha da mão.
II- Aromatizador Pessoal (colar de cerâmica)
Modo de usar: colocar um algodão dentro da cerâmica e pingar 2 gotas de óleo essencial no algodão. Usar o
colar e perceber o aroma. Quando desejar trocar o aroma retire o algodão anterior e coloque um novo algodão.
OBS.: Não dormir com o aromatizador pessoal.
III- Aromatização de Ambiente
- Spray ambiente – diluição 5%
Formulação
40 ml de álcool de cereais
10 ml de água deionizada
50 gotas da sinergia de óleos essenciais
Dinamizar e deixar macerando na geladeira por 7 dias.
Modo de preparo: adicionar o óleo essencial no álcool e misturar e acrescentar água. Deixar macerando na
geladeira por 7 dias.
- Difusor de cerâmica com vela
Modo de usar: colocar água e adicionar de 5 a 10 gotas da sinergia de óleos essenciais na água e deixar
difundir o aroma no ambiente. Completar sempre que necessário a água e o óleo. OBS.: usar água.
- Difusor elétrico de cerâmica para aromaterapia – 25 m²
Modo de usar: colocar 25 gotas da sinergia de óleos essenciais direto na cerâmica e deixar difundir o aroma
no ambiente. Completar sempre que necessário. OBS.: Não colocar água.
- Difusor elétrico a frio para aromaterapia – 100 m²
Modo de usar: colocar 2 ml (40 gotas) da sinergia de óleos essenciais direto dentro da ampola de vidro e
deixar difundir o aroma no ambiente. Completar sempre que necessário.
OBS.: Não colocar água.
- Limpeza da casa
Formulação
1 litro de água
2 colheres de sopa de álcool
10 ml de oe eucalipto / oe capim limão / oe alecrim
Modo de preparo: diluir o oe no álcool e completar com água. Guardar em local fresco.
Modo de uso: essa mistura poderá ser usada em substituição aos produtos sintéticos pinho sol, veja, etc.
Adicionar em 1 litro de água 3 tampas / 3 colheres de sopa da mistura da mistura.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 20
Chakras e Óleos Essenciais
1. Chakra Raíz
nome em sânscrito:
localização:
cor:
tattva:
mantra:
aspectos/qualidades:
atitude:
frase conceito:
afirmação:
planeta:
nível físico:
nível emocional:
nível energético:
óleos essenciais:
Mulãdhãra Chakra
final da coluna dorsal, abaixo do cóccix
vermelho
PRITHVI (Terra) – mãe, poder, nutrição, segurança, proteção
LAM
limiar entre o mundo animal e o humano
inconsciência, destino
capacidade de agir, iniciar e lidar com a agressividade.
“Pressão para mover-se e equilibrar-se entre o medo e a confiança.”
“Eu sou o aqui e agora.”
Marte
bexiga
próstata
glândula adrenal
sangue/circulação
segurança
pai/mãe
estrutura emocional
aterramento
realização
movimento
CEDRO
CRAVO
PATCHOULI
SÂNDALO
VETIVER
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 21
Cedro Cedrus atlas Juniperus virginiana
Grupo aromático: Madeira
O óleo do cedro é destilado da madeira aver-
melhada do cedro – árvore conífera que cresce até
15 metros de altura.
O cedro vermelho é originário da América do
Norte e é usado pelos índios norte americanos, em
seus rituais de cura, para dar força espiritual.
O Cedro Atlas, originário das montanhas
Atlas (Marrocos), era usado pelos egípcios para
produção de cosméticos, perfumes e mumificação.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema linfático – estimula o sistema linfático
a drenar e dissolve gordura acumulada. Tratamento
de celulite ou edema.
• Sistema nervoso – reduz estresse, ansiedade
e tensão.
• Sistema respiratório – drena muco – gripes, tosses e bronquites crônicas.
• Sistema urinário – cistite e infecções no trato urinário.
• Sistema tegumentar – adstringente e antiseptico – reduz a oleosidadade dos cabelos e da pele. Fortalece o
crescimento capilar e reduz a queda.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: foco, concentração, força, confiança, equilíbrio, estabilidade, conforto, persistência,
fortalecimento, estabilidade e centramento.
• Fortalece e dá estrutura para pessoas que precisam de chão e em tempos de crise. Fortalece o poder da
vontade.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO e SAHASRÃRA CHAKRA – C. CORONÁRIO
• Meditação, força e proteção espiritual.
Uso: massagem, banho, compressa, spray, difusor, sauna e perfume.
Cravo Syzygium aromaticum
Grupo aromático: Especiaria
O óleo é extraído dos botões, flores e das folhas da árvore que atinge até 15 m
de altura. O cravo é cultivado em Madagascar, Filipinas e Índia.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Analgésico – efeito anestésico para dor de dente e nevralgias.
• Sistema digestivo – carminativo e anti-espasmódico – estimula a digestão,
restaura o apetite e alivia a flatulência.
• Sistema músculo-esquelético – dores reumáticas – artrite e reumatismo.
• Sistema nervoso – estimulante físico e mental. Usar em associação com a menta.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 22
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: vigor, força, energia, direção, poder pessoal, sexualidade.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO
• Limpeza e purificação. Abertura energética com a abundância.
Uso: massagem, banho, compressa, spray, difusor, sauna e perfume.
Patchouli Pogostemom cablin
Grupo aromático: Folha
É uma planta pequena que atinge em torno de 1 metro de
altura, com folhas grandes, macias e peludas. É nativa da Ásia.
O patchouli tem sido uma planta muito apreciada no
Oriente desde tempos antigos. Era usado para perfumar o
linho e roupas. Chegou ao Ocidente no século XIX sendo
usado para perfumar os chalés Paisley.
Ainda é largamente aplicado na perfumaria moderna como
fixador. Nos anos 60, foi usado como símbolo de paz e amor,
pelos hippies.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema digestivo: tonifica a energia do baço – regula e
refina o apetite.
• Sistema tegumentar: adstringente, anti-inflamatório, cicatrizante, citofilático - dermatite, pele rachada e
ressecada.
• Sistema nervoso: afrodisíaco, antidepressivo, ansiolítico - Relaxa e acalma. Afrodisíaco.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: persistência, paciência, aterramento, centramento, realização, equilíbrio.
• Acalma e relaxa, ajuda a manter a calma para lidar com as mudanças, permitindo que comesse a enxergar as
novas oportunidades e direções. Auxilia no aterramento.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO e ÃGYÃ CHAKRA – C. FRONTAL
• Meditação e aterramento. Amplifica a energia – mantra AUM.
Uso: massagem, banhos, compressas, spray, difusor, inalações e perfume.
Sândalo Amyris balsamifera
Grupo aromático: Madeira
Árvore nativa das encostas do Haiti, onde é encontrada em bosques e cerrados. Ele é considerado o sândalo
das Índias Ocidentais. Seu tronco queima como uma tocha em virtude de seu teor oleoso.
Os nativos o chamam de “candlewood” (madeira que queima como vela).
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 23
Indicações clínicas:
• Sistema Urinário – anti-infeccioso das vias urinárias e genitais,
combate cistite, uretrite e prostatite.
• Sistema Tegumentar: coagulante sanguíneo e cicatrizante.
Utilizado em pequenos cortes.
• Sistema linfático: estagnação venosa e linfática
– anti-inflamatório.
• Sistema nervoso: efeito relaxante no sistema nervoso – insônia,
agitação emocional, dor de cabeça e tensão nervosa.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: sensibilidade, serenidade, confiança,
harmonia, paz de espírito, sabedoria, sensualidade, expressão,
abertura, unidade (consciência da totalidade).
• Ajuda a criar uma visão mais abrangente da vida. Trabalha
questões de autoridade de pai ou mãe e medos, fazendo-nos
acreditar em nossos potenciais. É um óleo estrutural do cinturão
vermelho, liberando os medos relacionados à sobrevivência.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO e BINDU CHAKRA/SAHASRÃRA CHAKRA – C.
CORONÁRIO
• Meditação, ascensão da kundaline (expansão da consciência). Proteção energética e enraizamento.
Uso: massagem, banhos, compressas, difusor, inalações e perfume
Vetiver Vetiveria zizanoides
Grupo aromático: Raíz
É um capim comprido e perene, com folhas
compridas e finas (relaciona-se botanicamente com
a citronela, capim-limão e palmarosa). Seus arbustos
chegam a 2 metros de altura e sua raíz a 3 metros de
comprimento. É usado para contenção de encostas.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema muscular: artrite, reumatismo e dor
muscular.
• Sistema nervoso: relaxante – estresse,
ansiedade, insônia e depressão.
• Sistema reprodutor: regulador hormonal – regula
a secreção de estrogênio e progesterona – oe ideal
para usar durante a menopausa – também ameniza os
calores. TMP por baixa de estrogênio – depressão e
por baixa de progesterona – irritação.
• Sistema tegumentar: fortalece o tecido conjuntivo. É benéfico para pele ressecada, fraca e sem brilho – usar
para evitar estrias. Poder de reabsorção da pele é estimulado – fortalecimento
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: confiança, poder pessoal, força, coragem..
• Ajuda a criar um senso de determinação e autoconfiança, podendo assim transpor as dificuldades com a
força do poder interior.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 24
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO e BINDU CHAKRA/SAHASRÃRA CHAKRA – C.
CORONÁRIO
• Conexão com a energia da Terra. Enraízamento, centramento, fortalecimento energético, proteção energética
e exorcismo
Uso: massagem, banhos, compressas, difusor, inalações e perfume.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 25
2. Chakra gerador
nome em sânscrito:
localização:
cor:
tattva:
mantra:
aspectos/qualidades:
atitude:
frase conceito:
afirmação:
planeta:
nível físico:
nível emocional:
nível energético:
óleos essenciais:
Svãdhishthãna Chakra
aprox. 3 cm acima do fim da coluna cervical, onde o cóccix e o sacro se encontram.
laranja
JALA (água) - macio e suave
VAM
primeiro nível do desenvolvimento humano, o subconsciente.
organização, energia e independência
“O poder de sustentar a atividade.”
“Eu crio e concretizo.”
Mercúrio
reprodutor
urinário
intestino grosso
confiança
poder pessoal
criatividade
gerar/ação
expandir
relação com o mundo
CANELA
JASMIM
JUNÍPERO
SÁLVIA ESCLARÉIA
TANGERINA
YLANG YLANG
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 26
Canela Cinnamomum zeylanicum
Grupo aromático: Madeira
A árvore da canela pode chegar a 15 metros de altura. O tronco e as folhas são
extremamente aromáticos. O óleo essencial pode ser retirado da casca, folhas e
raízes. Nativa do Sri Lanka, Índia e Sudeste da Ásia.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Antimicrobiano: um dos mais fortes bactericidas. Infecções virais e doenças
contagiosas.
• Sistema digestivo: estimulante, acalma espasmo no trato intestinal, alivia
colite, flatulência, diarréia, náusea e vomito. Estimula secreção do suco gástrico e
é recomendado para perda de apetite. Infecções por bactérias exógenas no trato
intestinal.
• Sistema nervoso: revigorante e estimulante – convalescença, stress, falta de energia e depressão apática.
• Sistema reprodutor: emenagogo – cólicas. Afrodisíaco - Frigidez.
• Sistema circulatório: aquece e estimula a circulação.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: vigor, força, energia, direção, poder pessoal (auto-amor / auto-estima), sexualidade.
• O óleo essencial da casca da canela possui como componente principal o aldeído cinâmico que é um agente
estimulante do sistema nervoso central.
• É usado na psicoaromaterapia como estimulante, afrodisíaco, revigorante, fortalecedor e energizante.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: Svãdhishthãna Chakra – C. gerador
• Equilíbrio vibracional: Ativa a kundaline. Amplia a energia de manifestação material. Traz sorte, energiza
ambientes, negócios, e vitaliza a aura. Atraí bons fluídos.
• O aroma quente da canela transforma tristeza em alegria e traz alento para o coração. Amplia a frequência do
chakra cardíaco.
Uso: difusor, massagem e sprays.
CUIDADOS: Não aplique diretamente sobre a pele, pois é irritante.
		Não usar em mulheres grávidas - estimula contrações.
Jasmim Jasminum officinalis
Grupo aromático: Flor
O jasmim é nativo da Índia, Iran, Afeganistão e Kashimira e hoje em dia é
cultivado também na França, Egito, Marrocos e Itália.
O jasmim é apreciado pelo seu aroma, que é romântico, exótico e rico, e faz com
que todos os que o cheiram se sintam bem. É há muito utilizado na maioria dos
grandes perfumes clássicos, pelo seu toque sensual.
Na Índia é chamado de Rainha da Noite, pois seu aroma se torna mais intenso
durante a noite. As flores são colhidas à mão antes do amanhecer para um maior
aproveitamento do óleo essencial.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema nervoso: ansiedade e depressão apática – estimulante do sistema nervoso. Muito eficaz para dilemas
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 27
emocionais principalmente se envolve relacionamento e sexo. Estimulante sexual – afrodisíaco.
• Sistema reprodutor: um dos melhores oes para o momento do parto – aliviando a dor e estimulando as
contrações (emenagogo). Ajuda na reabilitação pós-natal. Cólicas menstruais – alivia cólicas.
• Sistema tegumentar: peles secas e irritadas.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos Positivos: autoconfiança, força, coragem, entusiasmo e entrega.
• Muito eficaz para dilemas emocionais principalmente se envolve relacionamento e sexo. Estimulante sexual
– afrodisíaco.
• O jasmim é o óleo indicado em casos de abuso e trauma sexual.
• Seu aroma exótico estimula a sensibilidade, harmonia interna, profundidade, inspiração e o prazer.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador, Anãhata Chakra – C. CARDÍACO, Ãgyã
Chakra – C. FRONTAL e Bindu Chakra - C. CORONÁrio
• Equilíbrio vibracional: Equilíbrio energético das polaridades feminina e masculina. Meditação, intuição,
despertar da kundaline.
• Ativa a frequência angelical.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor e perfumes.
CUIDADOS: Não usar durante a gravidez, pois provoca contração uterina (emenagogo).
Junípero Juniperus communis
Grupo aromático: Fruta/Madeira
Nativo do norte da Europa é explorado na Itália, Áustria, República
Checa, Hungria, Croácia e França.
Os antigos Egípcios e Gregos usavam as bagas do junípero
contra as infecções e as queimavam para afastar energias negativas
e demônios. O óleo extrai-se das bagas frescas, flores e agulhas da
conífera.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema linfático: descongestionante linfático - detox.
• Sistema nervoso: fadiga mental e estresse.
• Sistema muscular e articular: dor lombar. Excelente oe para articu-
lações inflexíveis (antireumático)
• Sistema urinário: cistite e cálculo renal. Diurético – excelente oe para retenção de líquidos.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos Positivos: autoconfiança, força, coragem, entusiasmo e entrega.
• Confiar, flexibilizar, purificar, vencer vitalizar e proteger.
• Inalar o oe de junípero para purificação da mente e emoções.
• Fortalece o poder pessoal
• Quebra padrões negativos, dando força e coragem para assumir uma atitude positiva diante da situação.
• Determinação e coragem para vencer os obstáculos da vida.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 28
• Equilíbrio vibracional: Purificação, proteção e equilíbrio energético
Uso: massagem, compressa, banho, banho de assento, inalação, difusor e spray.
CUIDADOS: Gestante, crianças menores de 12 anos e deficiência renal.
Salvia Salvia sclarea
Grupo aromático: Erva
Distinta variedade da salvia, sendo uma erva perene originária do
Mediterrâneo. Erva muito curativa de onde vem o seu nome salvare – curar,
salvar. Atualmente é cultivada na França, Inglaterra, Marrocos e EUA.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema nervoso: neurotônico - fadiga mental e estress
• Sistema reprodutor: remédio da mulher - regulador hormonal – alivia
cólicas menstruais - promove contração uterina e tem efeito analgésico.
Estimulante uterino – estimula a menstruação quando em atraso ou
suspensa. Regulador hormonal para menopausa. Durante o parto seu efeito
relaxante ajuda a Mãe a relaxar e liberar ansiedade e estimula a contração uterina. Se comporta como o estro-
geneo. Tônico sexual - afrodisíaco.
• Sistema circulatório: tônico venoso - varizes, hemorróidas. Hipotensor.
• Sistema tegumentar: controla suor excessivo, pele oleosa – regula a produção de sebo.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: calma, suavidade, confiança, regeneração, inspiração, tranqüilidade, equilíbrio, força,
relaxamento e equilíbrio.
• Efeito estimulante e relaxante do sistema nervoso central. Excelente óleo essencial usado em associação com
o oe de lavanda e oe de bergamota para tratar ansiedade, estress, mudança de humor, paranóia e tensão nervosa.
• Acalma a mente a alivia a tensão – efeito relaxante e regulador.
• Estimula a inspiração e criatividade.
• Reforça a auto-confiança e abre novas perspectivas
• Acalmar, ampliar, confiar, equilibrar, inspirar, regular, revitalizar, aterrar e suavizar.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador e Ãgyã Chakra – C. FRONTAL
• Equilíbrio vibracional: Equilíbrio e harmonia. Amplifica a 3ª visão - ativa intuição. Proteção energética.
• Abre a porta do nosso subconsciente, clarifica e facilita a interpretação dos nossos sonhos.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfumes.
CUIDADOS: Não usar durante a gravidez - efeito emenagogo. Não usar junto com bebida alcóolica.
Tangerina Citrus reticulata
Grupo aromático: fruta
Originária da China foi levada para a Europa no começo do século XIX. Ao seu introduzida nos EUA foi batizada
de tangerina. A tangerina pertence a mesma família da mandarina (citrus rmadurensis), porém tem um aroma
menos intenso com semelhança maior com a laranja.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 29
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema digestivo: estimulante digestivo – estimula o intestino – prisão
de ventre.
• Sistema nervoso: relaxante.
• Sistema linfático: drenagem linfática e retenção de líquidos.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: integração, tranqüilidade, inspiração, calma,
energia, liberação.
• Sintomas: bloqueios emocionais, ressentimento, agitação, estresse, apatia.
• Libertar as coisas que ficam trancadas – solta as amarras. No homem trabalhamos o cardíaco para liberar
emoções. O óleo essencial de tangerina é bom para tratar choques e traumas.
• Liberar, alegrar, relaxar.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador e MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR
Equilíbrio vibracional: Amplia a energia de transformação. Prana dourado. Usado em terapias de vidas passadas
para tratar choques e traumas.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfumes.
CUIDADOS: fotossensível.
Ylang Ylang Cananga odorata
Grupo aromático: flor
“Ylang Ylang”, significa “flor das flores” e o nome identifica muito bem essa
árvore tropical que chega a atingir 20 metros de altura. Trata-se de uma árvore
de grande porte e visual peculiar. Nos ramos pendentes, a folhagem macia
divide o espaço com grandes cachos de flores caracterizadas pelas pétalas
retorcidas e intensamente perfumadas. Essas flores são ricas em um óleo
essencial muito usado em perfumaria. Na ilha de Madagascar existem grandes
plantações, de onde é extraído esse óleo e enviado à França para a fabricação
de perfumes. As grandes empresas perfumistas do mundo guardam suas
fórmulas à sete chaves, entretanto, sabe-se que alguns perfumes fabricados
pela Channel, por exemplo, têm, entre seus ingredientes, o óleo de Ylang Ylang.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema circulatório: reduz a pressão arterial – hipotensor e taquicardia – oe resgate.
• Sistema nervoso: relaxante – reduz estresse, tensão nervosa e ansiedade. Depressão e frustração.
Afrodisíaco.
• Sistema reprodutor: TPM – oscilação de humor.
• Sistema tegumentar: tratamento capilar – trata pontas duplas. Recomendado para peles oleosas e sacas –
ação reguladora na produção de sebo.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: autoconfiança, calma, prazer, entusiasmo, meditação, sensualidade, leveza e entrega.
• Sintomas: depressão, ansiedade, tensão, estresse, frustração, irritabilidade, culpa, ressentimento, ciúme e
bloqueio sexual.
• Emocional: Excelente Oe para tensão, ansiedade e depressão. Ajuda a liberar medos (região lombar) e
traumas sexuais.
• Acalmar, acolher, aterrar, centrar, confortar, estruturar, fortalecer, integrar, nutrir, proteger.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 30
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador
• Equilíbrio vibracional: Libera a energia de transformação feminina. Ativa a kundaline.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 31
3. Chakra plexo solar
nome em sânscrito:
localização:
cor:
tattva:
mantra:
aspectos/qualidades:
atitude:
frase conceito:
afirmação:
planeta:
pedra preciosa:
sabor:
nível físico:
nível emocional:
nível energético:
óleos essenciais:
Manipura Chakra
coluna dorsal no nível do umbigo
amarelo sol
TEJAS (fogo) - fogo digestivo, purificação
RAM
consciência humana, auto-estima, bem-estar
capacidade de realização
“Processo de consciência através da vida emocional no tempo.”
“Eu quero. Eu posso.”
Sol
citrino natural, pirita, topázio imperal, calcita dourada
apimentado
baço-pâncreas
fígado
estômago
intestino delgado
linfático
imunológico
motivação
alegria
liberação
digerir emoções
energia
vitalidade
proteção
força
ALECRIM, CAPIM LIMÃO, GENGIBRE, LARANJA, LIMÃO, MANJERICÃO, MENTA
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 32
Alecrim Rosmarinus officinalis
Grupo aromático: erva
O alecrim é uma planta nativa do mediterrâneo e é há muito consid-
erado planta sagrada. Foi usado na magia, medicina e culinária das mais
antigas civilizações. Queima-se para afastar infecções e energias negativas.
Terapeuticamente tem sido usado por centenas de anos pelas suas propriedades
anti-sépticas e revigorantes.
Seu nome científico significa em latim “rosa do mar”. Na época da peste
queimava-se para espantar os maus espíritos.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema circulatório: tônico cardíaco – fadiga cardíaca, palpitação, pressão baixa e problemas circulatórios nas
extremidades.
• Sistema digestivo: colagogo - tônico do fígado e vesícula – infecção e pedra na vesícula – (fazer compressa
quente).
• Sistema linfático: reduz a congestão linfática, diminuindo a retenção de líquidos.
• Sistema nervoso: estimulante do cérebro– falta de concentração e enxaqueca.
• Sistema respiratório: descongestionante das vias respiratórias - gripes, asma e sinusite.
• Sistema tegumentar: tratamento capilar – shampoo – estimula o crescimento capilar e previne a calvície
precoce.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: energia, criatividade, clareza mental, concentração, motivação, purificação, autocon-
fiança, proteção, alegria.
• Sintomas: perda de memória, dificuldade de aprendizagem, desorientação, fadiga, indecisão, exaustão
nervosa, medos, negatividade, passividade, falta de concentração, falta de confiança, introversão (emoções
bloqueadas), raiva retida.
• Emocional: energia, entusiasmo, positividade e autoconfiança – desperta o potencial individual.
• Ajuda a digerir raiva.
• Trabalha dificuldades de colocar opiniões, ajuda a desligar de emoções negativas, assertividade (tomar
atitudes corretas).
Estimular, digerir, concentrar, purificar.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR
• Equilíbrio vibracional: Purificação, força e proteção energética.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume. CUIDADOS: o óleo essencial de alecrim
é hipertensor.
Capim Limão Cymbopogon citratus
Grupo aromático: folha
É um capim comprido e perene, com folhas compridas e finas (relaciona-se botani-
camente com a citronela, palmarosa e vetiver). Planta nativa da Índia e cultivada em
regiões tropicais, inclusive o Brasil.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 33
INDICAÇÃO CLÍNICA
• Vaporisar no ar / armários para desinfetar. Tira os odores do ambiente.
• Sistema digestivo: estimulante – colite, indigestão e gastrenterite.
• Sistema muscular: fortalece as fibras elastinas. É recomendado para contusões esportivas. Combate a
flacidez.
• Sistema nervoso: energizante. Ativa a concentração.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: suavidade, calma, positividade, coloca limites saudáveis, assertividade.
• Sintomas: negativismo, dispersão, preocupação, dúvida, timidez, nervosismo, fadiga mental, não dar limites.
• Emocional: O capim-limão nos ensina a sair da cadeira da vítima e a nos responsabilizarmos por nossas
atitudes, abrindo assim novas oportunidades para nossas vidas. Abre espaço, dá cortadas quando alguém invade
seus limites.
• Decisão, clareza de expressão, alegria, integração.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR
Equilíbrio vibracional: Corta influências indesejáveis. Equilibra o campo energético.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
Gengibre Zingiber officinalis
Grupo aromático: raíz
Nativo da Índia, é uma das especiarias mais comumente usadas na Ayurveda. É
usado para estimular a digestão (agni digestivo) e aumentar o metabolismo, auxilindo
na eliminação de toxinas do corpo. A destilação é feita da raíz seca e descascada.
INDICAÇÃO CLÍNICA
• Sistema digestivo: gengibre estimula e aquece o sistema digestivo. Indicado
para deficiência digestiva, distenção abdominal e flatulência. O gengibre auxilia na
eliminação de toxinas no sistema digestivo.
• Sistema circulatório: estimulante da circulação e aquecedor. Indicado para
circulação deficiente, caimbras, mãos e pés frios. É um tônico do coração. Não
indicado em casos de pressão alta.
• Sistema muscular: dor muscular, caimbra e má circulação.
• Sistema respiratório: resfriado, muco, tosse, sinusite e dor de garganta.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: confiança, poder pessoal, força, empatia e coragem.
• Sintomas: perda da motivação, apatia, depressão, letargia, indecisão, confusão, desconexão e tristeza, inse-
gurança e introversão.
• Emocional: ajuda a criar um senso de determinação e autoconfiança, podendo assim transpor as dificuldades
com a força do poder interior.
• Coragem, força de vontade, poder pessoal, autoconfiança.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR
• Equilíbrio vibracional: força espiritual, longevidade e aterramento.
Uso: massagem, compressa, spray.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 34
Laranja Doce Citrus aurantium
Grupo aromático: fruta
Nativa da China, foi introduzida na Europa em 1520 por portugueses vindos da
China. A árvore ganhou popularidade na Espanha, sob o domínio mouro, mas como
as laranjas eram raras e caras não eram muito usadas na medicina fitoterapêutica
européia até o final do século XVII. Por volta do século XVIII eram recomen-
dadas para uma grande quantidade de queixas, que iam da melancolia a problemas
cardíacos.
INDICAÇÃO CLÍNICA
• Sistema digestivo: alivia cólicas digestivas. Normaliza o movimento peristáltico
do intestino – recomendado tanto para constipação como para diarréia. Faz circular
Qi estagnado no fígado, estomago e intestinos.
• Sistema linfático: estimulante da circulação linfática – drenagem linfática.
• Sistema nervoso: sedativo e antidepressivo. Ansiedade, nervoso e insônia. (usarcomlavandaecedro).
• Sistema tegumentar: peles secas, irritadas e com acne. Efeito regenerador do tecido.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: prazer, brilho, equilíbrio, regeneração, força, criatividade, positivismo, simpatia, coragem.
• Sintomas: depressão, tristeza, apatia, resignação, ansiedade, obsessão, compulsão.
• Emocional: Usado para ansiedade, tensão nervosa, estresse e depressão. Tranqüiliza, mas mantém a alegria –
ótimo para hospitais.
• O oe de laranja aumenta o otimismo, dispersa a irritabilidade e o mau humor.
• Trabalha a criança interior.
Auto-confiança, otimismo, brilho, alegria.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR
• Equilíbrio vibracional: Amplifica a energia do plexo solar. Abundância, prosperidade e coletividade.
Uso: massagem, compressa, banho, difusor, spray e perfume.
CUIDADO: fotossensível.
Limão Citrus limonum
Grupo aromático: fruta
Originário da Ásia, foi introduzido na Europa (Espanha e Sicília) no final do
século XII. Hoje é cultivado no Mediterrâneo, Flórida, Califórnia e Brasil.
INDICAÇÃO CLÍNICA
• Sistema circulatório: tônico – reduz a viscosidade do sangue e ajuda a
quebrar os depósitos de placas de gorduras nas artérias, reduzindo o colesterol.
Tonifica as veias – varizes, capilares rompidos, hemorróidas e sangramento nasal.
• Sistema imunológico: antimicrobiano – gripes e resfriados. Estimula a
produção de células brancas que irão lutar contra a bactéria.
• Sistema linfático: detox - celulite.
• Sistema nervoso: fadiga mental. Clareia a mente para os processos de decisão. Excelente oe para estudo e
para organizar a mente racional.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 35
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: prazer, clareza emocional, direção, concentração, consciência, força, memória.
• Sintomas: depressão, apatia, indecisão, bloqueios mentais, estresse, fadiga mental, medos.
• Emocional: libera o excesso de água / emoções - detox emocional, clareia a mente, deixando-a mais racional
• Refresca, clareia, auto-confiança.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR
• Equilíbrio vibracional: purificação energética.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
CUIDADO: fotossensível.
Manjericão Ocimum basilicum
Grupo aromático: erva
O manjericão é uma planta herbácea, aromática e medicinal, conhecida desde a anti-
guidade pelos indianos, gregos, egípcios e romanos. Ele é envolto de cultura espiritual
e simbolismos, sendo, inclusive, considerado sagrada entre alguns povos hindus, por
representar Tulasi, esposa do deus Vishnu.
INDICAÇÃO CLÍNICA
• Sistema Digestivo: tonifica o sistema digestivo.
• Sistema Nervoso: alivia fadiga mental e promove força e clareza. Exaustão nervosa e insônia - digere a
preocupação durante a noite.
• Sistema Imunológico: fortalecedor.
• Sistema Respiratório: ação antiespasmódica - sinusite, asma, gripes e tosse.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: positividade, propósito, concentração, assertividade, decisão, integridade, entusiasmo,
clareza, força.
• Sintomas: indecisão, exaustão mental, negatividade, medo, confusão, apatia, ressentimento, conflito, medo
da intimidade, vergonha, dúvidas, melancolia, tristeza.
• Emocional: fortalece a concentração e clareia a mente. Estimula os centros vitais – estimulante. Permite o
acesso aos potenciais individuais.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR
• Equilíbrio vibracional: energia positiva que estimula a realização do dharma individual.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
Menta Mentha piperita / Mentha arvensis / Mentha spicata
Grupo aromático: erva
A menta é uma planta nativa do Mediterrâneo e da Ásia. Foi encontrada em túmulos Egípcios e era usada pelos
antigos egípcios nos rituais de defumação (incenso sagrado = kyphi) e perfume. Mentha deriva do latim mente
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 36
= pensamento. Pesquisas têm mostrado que a menta melhora a atenção e estimula o
cérebro
INDICAÇÃO CLÍNICA
• Sistema Muscular - Analgesia: dores musculares, lombalgia, contusões, dores
articulares, nevralgias e pancadas.
• Sistema digestivo: um dos oes mais eficazes para a digestão. Alivia náusea, esto-
matites, diarréia e flatulência. Excelente oe para enjôo em viagens. Obstrução no canal
da vesícula biliar, inflamação na vesícula e problemas hepáticos.
• Sistema linfático: Efeito vasoconstrictor aumenta o fluxo sanguíneo, acelerando a
circulação de linfa.
• Sistema nervoso: fadiga mental. Clareia a mente, melhorando a concentração. Aumenta o aporte sanguíneo
para o cérebro estimulando a circulação cerebral. Fortalece a acalma os nervos.
• Sistema respiratório: gripes e resfriados com quadros de febre e dor de cabeça. Trata sinusite.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: regeneração, frescor, auto-aceitação, concentração, vitalidade, otimismo, clareza mental.
• Sintomas: cansaço mental, timidez, letargia, negativismo.
• Emocional: Afasta pensamentos negativos (excelente para trabalhar padrões e crenças), a hortelã nos ensina
a romper com o passado e nos encoraja a dar o próximo passo.
• Abrir, ampliar, comunicar, integrar, e participar
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR e VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO
• Equilíbrio vibracional: Inspiração, limpeza energética. Liberação de padrões energéticos. Purifica e amplifica a
energia do plexo solar.
Uso: massagem, compressa, banho, difusor, inalação, spray e perfume.
May Chang Litsea cubeba
Grupo aromático: fruta
O óleo essencial de Litsea cubeba também conhecida como May Chang ou
pimenta chinesa provém de uma planta nativa da Ásia e cultivada principalmente
na China, Malásia e Java.
Foi destilada pela primeira vez nos anos 50 e é normalmente utilizada na
culinária chinesa.
Seus frutos e flores são utilizados por herbalistas asiáticos.
INDICAÇÃO CLÍNICA
• Citral (75%), componente químico que tem fortes qualidades antimicrobianas(fungos - micoses, bactérias,
vírus - antigripal).
• Sistema nervoso - alívio de estresse por reduzir a liberação de ACTH (hormônio adrenocorticotrófico) pela
hipófise.
• Sistema circulatório - age como hipotensor (vaso-dilatador).
• Tônico pulmonar (pneumonia e tuberculose).
• Aromaterapia estética - tratamento de celulite e gordura localizada, por seu efeito ativador do metabolismo e
da circulação local. Sua associação com o óleo de limão sicliano (Citrus limonum) é muito eficiente e potente para
isso, contribuindo também na drenagem linfática e desintoxicação.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 37
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: motivação, estímulo, fortalecimento, foco, realização, criatividade.
• Sintomas: falta de motivação e estímulo, apatia.
• Emocional: alivia o stress e a ansiedade. Trata depressão e falta de ânimo. Conecta com o que gosta de fazer
na vida devolvendo o entusiasmo e a alegria de viver.
Go and get it – eu quero eu posso eu consigo realizar tudo que desejar!
• Acreditar, criar, desejar, estimular, focar, fortalecer, motivar, realizar
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR
• Equilíbrio vibracional: Dissipa a energia do medo e da ansiedade. A vibração elevada do seu aroma energiza
a aura. Eleva a frequência vibracional da aura. Fortalece o magnetismo pessoal e possibilita a conexão com
vibrações angelicais.
Uso: massagem, compressa, banho, difusor, inalação, spray e perfume.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 38
4. Chakra cardÍaco
nome em sânscrito:
localização:
cor:
tattva:
mantra:
nota:
aspectos/qualidades:
atitude:
frase conceito:
afirmação:
planeta:
pedras preciosas:
nível físico:
nível emocional:
nível energético:
óleos essenciais:
Anãhata Chakra
centro do peito, na altura do coração
verde/rosa
VÃYU (Ar) – movimento, energia, toque, sensação
YAM
fa
primeiro nível do desenvolvimento humano, o subconsciente.
capacidade de curar e amar
“Senso de direção, amor e identidade.”
“Eu sou luz e amor.”
Vênus
safira, quartzo rosa, turmalina rosa, quartzo verde, turmalina verde
coração
pulmão
glândula timo
auto-estima
compartilhar
perdoar
compaixão
acolhimento
abertura
amor incondicional
equilíbrio
plenitude
conexão ampla
BERGAMOTA, GERÂNIO-ROSA, PALMAROSA, CARDAMOMO, ROSA
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 39
Bergamota Citrus bergamia
Grupo aromático: fruta
É uma árvore que atinge 12 metros de altura que é cultivada apenas por seu óleo
essencial. A árvore não pode ser propagada por semente, sendo feito o enxerto em
troncos de laranja amarga e limão. A maior parte dos oes é produzida na Calábria
(Itália), Guiné e Marrocos. É um importante oe usado na perfumaria, sendo o principal
constituinte da água de colônia – Eau de Cologne.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema digestivo: carminativo e digestivo – alivia cólicas, flatulência e indi-
gestão. Indicado para indigestão e perda de apetite por estresse emocional.
• Sistema imunológico: herpes e resfriados - associar com o tea tree.
• Sistema nervoso: sedativo e equilibrador do sistema nervoso – tensão, estresse e
ansiedade. Antidepressivo - eficaz para tratar anorexia nervosa.
• Sistema tegumentar: anti-séptico – feridas, herpes e acne (associar com o tea tree e lavanda). Vitiligo –
relação com problemas emocionais / perda. Psoríase – ansiedade.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: concentração, equilíbrio, força, alegria, motivação, harmonia e plenitude.
• Sintomas: depressão, ansiedade, apatia, amargura, vazio, exaustão, tristeza, solidão, estresse, tensão e dese-
quilíbrio emocional.
• Emocional: Dispersa tensão, irritabilidade, frustração e depressão. Ajuda a redescobrir o otimismo e a alegria.
• Alegrar, centrar, confiar
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: ANAHATA CHAKRA – C. CARDÍACO
• Equilíbrio vibracional: Equilíbrio e fortalecimento energético.
Uso: massagem, compressa, inalação, difusor, spray e perfume.
CUIDADOS: fotossensível.
Gerânio-Rosa Pelargonium roseum
Grupo aromático: erva
Originário do Sul da África, chegou na Europa no século XVII. Há mais de
700 espécies, muitas bastante perfumadas. O aroma do óleo de gerânio lembra
o de rosa, pois tem muitos constituintes em comum.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Detox: diurético e estimulante linfático – celulite, retenção de líquidos,
diabete e edemas nos tornozelos.
• Sistema nervoso: sedativo e regulador – estresse, tensão nervosa,
depressão, dor de cabeça e ansiedade.
• Sistema reprodutor: regurador e equilibrador hormonal. – indicado para flutuações hormonais - TPM e
Menopausa.
• Sistema tegumentar: indicado para todos os tipos de pele – regula e equilibra a produção de sebo.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: consolar, ajustar, elevar, regenerar, balancear, segurança, bom humor, amizade,
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 40
auto-estima.
• Sintomas: ansiedade, depressão, medo, confusão, rigidez, instabilidade, abuso, insegurança, tensão, estresse,
agressividade.
• Emocional: Harmoniza e acalma – é usado para tratar: depressão, ansiedade e raiva.
• acolher, amar, consolar, integrar, perdoar, regular, requilibrar.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: ANAHATA CHAKRA – C. CARDÍACO
• Equilíbrio vibracional: Amplifica a energia feminina. Amplifica a energia do chakra cardíaco. Equilíbrio e
harmonia.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
Palmarosa Cymbopogon martini
Grupo aromático: folha
É um capim perene originário da Índia.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema digestivo: tônico do sistema digestivo.
• Sistema nervoso: acalma e equilibra as emoções – estresse emocional e
ansiedade.
• Sistema tegumentar: anti-séptico, hidratante, equilibra a produção de sebo
(todos os tipos de pele) e regenerador celular.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: calma, segurança, confiança, compaixão.
• Sintomas: insegurança, estresse e ansiedade.
• Emocional: a palmarosa encoraja o fluxo livre, a entrega, deixar fluir, promovendo um sentimento de
segurança, leveza e descontração. A palmarosa trabalha a compaixão, acalmando as emoções, proporcionando
assim o equilíbrio e a paz interior. NUTRIÇÃO EMOCIONAL.
• Acolher, acalmar, equilibrar, fortalecer, nutrir.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: Anãhata Chakra – C. CARDÍACO
• Equilíbrio vibracional: Cura. Harmoniza o chakra cardíaco.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
Cardamomo Elettaria cardamomum
Grupo aromático: especiaria
É nativo da Ásia e atualmente cultivado no Sri Lanka, Índia, Guatemala e El Salvador.
É uma das especiarias mais antigas usado por milhares de anos pela Medicina Chinesa e
Ayurvédica. Foi levado para a Europa pelos Gregos no século 4 DC. Sua semente é muito
usada na culinária, não só na Índia, mas em todo o mundo.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 41
• Sistema digestivo: tônico digestivo – cólicas e flatulência.
• Sistema nervoso: tônico do sistema nervoso – exaustão nervosa e depressão.
• Sistema respiratório: expectorante – bronquite crônica.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivas: entusiasmo, coragem, propósito, amor próprio, afrodisíaco, conexão com a abundância,
estabilidade.
• Sintomas: exaustão nervosa, apatia, confusão, i intolerância, rigidez, falta de amor próprio.
• Emocional: O cardamomo fortalece, motiva e entusiasma. Excelente óleo essencial para trabalhar angústia e
amargura.
• encorajar / entusiasmar /LIBERAR
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: ANAHATA CHAKRA – CARDÍACO
• Equilíbrio vibracional: Amplificação da energia do chakra cardíaco e liberação da energia feminina.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
Rosa Rosa centifolia
A rosa foi adorada pelos deuses, falada pelos poetas, oferecida aos apaix-
onados e, hoje ainda, continua a provocar alegria e êxtase aonde chega. Os
romanos referiam que a água de rosas aliviava as ressacas e o seu aroma
sensual incentivava as orgias. É considerada a rainha das flores. Foi o 1º oe a ser
destilado por AVICENA (1037).
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema nervoso: antidepressivo. Sedativo do sistema nervoso. Afrodisíaco.
• Sistema reprodutor: purifica e regula os órgãos sexuais femininos. Tônico
uterino – regula menstruação, alivia cólicas menstruais e sangramento excessivo.
Trata infertilidade.
• Sistema tegumentar: emoliente e hidratante – peles maduras, secas e sensíveis. Adstringente (contrai,
endurece e firma o tecido) – rejuvenesce e trata capilares rompidos.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: motivação, vitalidade, confidência, paixão, amor, cooperação, liberdade, plenitude, perdão
e sensualidade.
• Sintomas: amargura, apego, medo de amar, bloqueio da sexualidade, ciúme, resignação, passividade, baixa
estima e autodestruição.
• Emocional: Afrodisíaco – atua diretamente nos centros sensuais do corpo. O oe de rosa remove sentimentos
de frustração de relacionamentos passados – AMOR, CONFIANÇA, AUTO-ACEITAÇÃO, PERDÃO.
• Aceitar, alegrar, amar, centrar, confortar, desbloquear, estimular, iluminar, libertar, motivar, perdoar, regular,
resgatar, transformar.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: Anãhata Chakra – C. CARDÍACO.
• Equilíbrio vibracional: Cura e abertura do chakra cardíaco. Amplifica a freqüência vibracional.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 42
5. Chakra larÍNGEO
nome em sânscrito:
localização:
cor:
mantra:
nota:
aspectos/qualidades:
atitude:
frase conceito:
afirmação:
planeta:
pedras preciosas:
nível físico:
nível emocional:
nível energético:
óleos essenciais:
Vishuddhi Chakra
garganta
azul turquesa
HAM
sol
desintoxicação, purificação, manifestação verbal, criatividade
comunicação transparente
“Manifestar com aplitude a expressão.”
“Eu conduzo a comunicação.”
Júpiter
água marinha, turquesa, quartzo azul, larimar
sistema respiratório
pulmões
garganta
cavidade nasal
glândula tiróide e paratireóide
ouvidos
expressão
comunicação
posicionamento
processo da consciência
manifestação
ampliação
respiração
EUCALIPTO CITRIODORA
EUCALIPTO GLÓBULOS
EUCALIPTO RADIATA
TEA TREE
CAMOMILA ROMANA
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 43
Camomila Romana Anthemis nobilis
Grupo aromático: flor
A camomila romana parece com a margarida, mas possui aroma
forte e característico, que lembra o aroma da maçã fresca. É nativa da
Europa sendo, atualmente, cultivada na Inglaterra, Belgica, França e
Hungria. Pertence a famíla botânica das asteraceae.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Remédio das crianças: alivia a dor associada à dentição e às
cólicas digestivas – aplicar o chá de camomila romana com uma gase
/ algodão na gengiva da criança. Colocar 1 gota do oe para 1 copo de
chá e misturar bem.
• Sistema digestivo: cólica e indigestão.
• Sistema imunológico: estimula a produção de leucócitos – uso interno – Dr. Valnet.
• Sistema reprodutor: harmoniza o fluxo menstrual. Alivia cólicas e TPM.
• Sistema urinário: cistite – tomar o chá, fazer compressas e massagens.
• Sistema nervoso: sedativo e antidepressivo.
• Sistema tegumentar: peles sensíveis, peles secas e rachadas.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: comunicação, relaxamento, compreensão, organização, paciência e calma.
• Sintomas: nervosismo, frustração, tensão emocional, amargura e ressentimento.
• Emocional: animador e reconfortante, alivia o estresse, a ansiedade, a depressão e a insônia. Trata insônia
e irritabilidade – é ótimo para os sintomas da menopausa. A camomila ajuda a acalmar, trazendo serenidade
e harmonia. A camomila romana trata choques e traumas da infância. É o melhor oe para tratar crianças que
passaram por algum tipo de abuso ou trauma.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO
• Equilíbrio vibracional: Limpeza de padrões energéticos na infância. A camomila romana promove o li vre fluxo
de energia, proporcionando um estado de paz e relaxamento.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray
Eucalipto Eucalyptus globulus/Eucalyptus citriodora/Eucaliptus radiata
Grupo aromático: folha
Original da Austrália e Tasmânia foi introduzido na Europa no
final do século XVIII. É umas das maiores árvores do mundo com
crescimento mais rápido. Hoje é cultivado em diversas partes do
mundo, inclusive no Brasil. Era usado pelos aborígines austra-
lianos para tratar febres infecções e feridas (cobriam feridas com
folhas de eucalipto para apressar a cura por suas propriedades
antiinflamatórias e alívio das dores, reduzindo inchaço).
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Analgésico: alivia picadas de insetos e dores musculares.
Indicado para dores reumáticas (quadros frios) e nevralgia.
• Sistema nervoso: dor de cabeça.
• Sistema respiratório: gripes, resfriados, viroses, sinusite, laringite, pneumonia e bronquite crônica – ação
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 44
descongestionante. Tonifica o Qi do pulmão.
• Sistema tegumentar: repelente de insetos. Queimaduras, cortes e feridas.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: estímulo, frescor, concentração, entusiasmo, espontaneidade, comunicação, otimismo,
vitalidade, abertura, compreensão, criatividade, regeneração, coragem, empatia, exteriorização, liberdade, amparo,
amplitude.
• Sintomas: preguiça, lentidão, apatia, emoções contidas, opressão, medo, desânimo, solidão, isolamento,
timidez, dificuldade de expressar.
• Emocional: abre as perspectivas, levando e dando coragem para mudanças. É hora de mudar!!! Eucalipto dá
claridade e ajuda a seguir em frente na vida, cortando o medo e a dúvida.
• Otimismo, abertura, liberdade
• Abrir, clarear, comunicar, encorajar, liberar, mudar.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO
• Equilíbrio vibracional: Purificação energética e cura.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e sauna.
Tea Tree Melaleuca alternifólia
Grupo aromático: folha
É uma árvore que cresce até 7 metros, com pequenas flores brancas. É originário
da Austrália e usado por aborígenes por centenas de anos para tratar ferimentos
e problemas de pele. Durante a 1ª Guerra Mundial foi usado no kit de 1os socorros
para tratar ferimentos. O óleo de Tea Tree é o mais importante óleo essencial para
tratar bactérias, fungos e vírus. Em 1930, o Medical Journal of Austrália – já havia
publicado sobre suas potencialidades como agente bactericida.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Antimicrobiano: o tea tree possui um espectro amplo contra bactérias, vírus e
fungos.
• Sistema geniturinário: cistite, vaginite e candidíase.
• Sistema imunológico: imunoestimulante.
• Sistema tegumentar: acne, queimaduras, herpes, inflamações, pele oleosa e verrugas.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: estrutura, fortalecimento, reintegração, foco, objetivo, proteção, liberação.
• Sintomas: ausência de estrutura, fragilidade emocional, falta de foco e objetivo.
• Emocional: Fortalecedor do instinto de cura.
• FORÇA / RESISTÊNCIA / cura
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO
• Equilíbrio vibracional: Cura e fortalecimento energético.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor e spray.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 45
6. Chakra FRONTAL
nome em sânscrito:
localização:
cor:
mantra:
nota:
aspectos/qualidades:
atitude:
frase conceito:
afirmação:
planeta:
pedras preciosas:
nível físico:
nível emocional:
nível energético:
óleos essenciais:
Ãgyã Chakra
topo do fim da coluna, com radiação para o meio da teste entre as sobrancelhas.
violeta
OM
la
o mestre interno - margem entre a consciência humana e Divina.
capacidade de distanciar, intuir, ampliar
“Processo da consciência.”
“Eu visionário. Intuição.”
Saturno
água marinha, turquesa, quartzo azul, larimar
olhos
ouvidos
glândula pineal
sistema nervoso central
calma
paciência
discernimento
equilíbrio
clarividência
expansão da consciência
amplitude
percepção
intuição
LAVANDA
LAVANDIN
CAMOMILA ALEMÃ
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 46
CAMOMILA ALEMÃ Matricaria recutita
Conhecido por seu forte poder de calmante mental e corporal.
Excelente para proteção de pele seca. Um dos poucos óleos que
pode ser utilizado em peles inflamadas. Planta originária da Europa,
sendo atualmente cultivada na Hungria, Yugoslavia, Bulgária,
Rússia, Alemanha, Bélgica e Espanha. Conhecida como medicinal há
pelo menos 2.000 anos.
Ficou conhecida como o “médico do reino vegetal”, pois cura
outros arbustos que crescem perto dela. (Camomila = maçã da
Terra)
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema músculo-esquelético: dores musculares, inflamação
articular – artrite, tendinite, bursite.
• Sistema reprodutor: harmoniza o fluxo menstrual. Alivia cólicas e TPM.
• Sistema urinário: cistite – tomar o chá e compressas e massagens.
• Sistema nervoso: sedativo.
• Sistema tegumentar: dermatites, abscessos, eczema, urticária.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: comunicação, relaxamento, compreensão, organização, paciência e calma.
• Sintomas: nervosismo, raiva, frustração, tensão emocional, irritabilidade, tensão, amargura e ressentimento.
• Emocional: animador e reconfortante, alivia o estresse, a ansiedade, a depressão e a insônia. Trata insônia
e irritabilidade – é ótimo para os sintomas da menopausa. A camomila ajuda a acalmar, trazendo serenidade e
harmonia. Acalmar / aceitar / comunicar / integrar
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO e ÂGYÃ CHAKRA – C. FRONTAL
• Equilíbrio vibracional: Limpeza de padrões energéticos na infância. Cura a aura nos padrões vermelhos da
raiva.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray`
Lavanda Lavandula officinalis
Grupo aromático: flor
Planta nativa da região mediterrânea. O principal cultivo de lavanda fica na região
de Provance, na França. A lavanda era o purificador favorito para o banho dos antigos
Romanos e usada também para acelerar as curas. Desde o século XVIII é utilizada na fabri-
cação de sabonetes e perfumes.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema nervoso: harmoniza o sistema nervoso - stress, ansiedade, dor de cabeça,
sedativo condições de agitação mental e emocional e estimulante – depressão e tristeza
(resgate).
• Sistema respiratório: asma quadro nervoso – relaxa a pessoa e alivia a respiração.
• Sistema tegumentar: queimaduras, acne, dermatites, eczema, psoríase, cortes, feridas e picadas de insetos.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: segurança, gentileza, compaixão, equilíbrio, reconciliação, vitalidade, aceitação, paz
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 47
interior, conforto, relaxamento, crescimento espiritual, equilíbrio emocional, estado meditativo, amparo, cura,
resgate.
• Sintomas: ansiedade, irritabilidade, estresse, tensão nervosa, exaustão mental, pânico, histeria, choque,
depressão, medos, pesadelos, insegurança, mau-humor, raiva, vícios, comportamento obsessivo, trauma, doenças
psicossomáticas, preocupações, desorientação, explosão de raiva, culpa, hiperatividade, impaciência, insegurança,
insônia.
• Emocional: Acalma o Ki do coração (morada da mente) – nos ensina a sermos felizes e a termos paz de
espírito. É o Rescue Remedy aromático – acalma a mente conturbada. Ajuda a digerir a raiva do fígado.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: Anãhata Chakra – C. CARDÍACO, Ãgyã Chakra – C. FRONTAL e
SAHASRÃRA Chakra - C. CORONÁRIO
• Equilíbrio vibracional: Equilíbrio energético, centramento, cura, paz e resgate espiritual.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
Lavandin Lavandin abrialis
Grupo aromático: flor
Lavandin é um híbrido de Lavandula officinalis e L. spica. A grande
diferença entre o lavandin e a lavanda é o alto teor de cânfora que o
mesmo possui em sua composição química.
INDICAÇÕES CLÍNICAS
• Sistema nervoso: harmoniza o sistema nervoso - stress e
ansiedade.
• Analgésico: dor de cabeça (sinergia lavandin + menta), antiin-
flamatório em casos de reumatismo ou dores musculares (sinergia
lavandin + alecrim).
• Sistema respiratório: expectorante.
PSICOAROMATERAPIA
• Atributos positivos: relaxamento, equilíbrio, abertura, paz interior, cura.
• Sintomas: ansiedade, irritabilidade, estresse, tensão nervosa, exaustão mental.
• Emocional: O lavandin é o oe da tolerância. Apazigua estados de profunda ansiedade, nervosismo,
impaciência e irritabilidade. É um excelente oe para trazer a pessoa para sua verdadeira essência.
EQUILÍBRIO VIBRACIONAL
• Chakra: Anãhata Chakra - C. CARDÍACO e Ãgyã Chakra – C. FRONTAL
• Equilíbrio vibracional: Equilíbrio energético, centramento, cura, paz e resgate espiritual.
Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 48
7. Chakra coronÁrio
nome em sânscrito:
localização:
cor:
mantra:
aspectos/qualidades:
atitude:
frase conceito:
afirmação:
nível físico:
nível emocional:
nível energético:
óleos essenciais:
Sahasrãra Chakra
topo da cabeça
cristalina
OM
MOKSHA – liberação, libertação
meditação, conexão com a unidade
“Interpretar a existência.”
“Eu em unidade.”
glândula pineal
sistema nervoso central
centramento
equilíbrio
consciência
acalmar as emoções
expansão da consciência
abertura
cura
OLÍBANO
ROSA
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf
APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EQM - Experiências de Quase Morte
EQM - Experiências de Quase MorteEQM - Experiências de Quase Morte
EQM - Experiências de Quase Morte
Candice Gunther
 
Apostila de zen shiatsu
Apostila de zen shiatsuApostila de zen shiatsu
Apostila de zen shiatsu
Eli Júnior
 
A importância do toque
A importância do toque A importância do toque
A importância do toque
Rita Barros
 
Palestra reiki
Palestra reiki Palestra reiki
Palestra reiki
Adriana Feltrin
 
Massagens de Pedras Quentes
Massagens de Pedras QuentesMassagens de Pedras Quentes
Massagens de Pedras Quentes
Gessilene Martins
 
SR Florais De Bach
SR Florais De BachSR Florais De Bach
SR Florais De Bach
Sandra Regina De Souza
 
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Ricardo Ricco
 
Cromoterapia
CromoterapiaCromoterapia
Estudo sobre os chacras e as doenças
Estudo sobre os chacras e as doençasEstudo sobre os chacras e as doenças
Estudo sobre os chacras e as doenças
Edna Costa
 
Cromoterapia: as cores podem ajudá-lo!
Cromoterapia: as cores podem ajudá-lo!Cromoterapia: as cores podem ajudá-lo!
Cromoterapia: as cores podem ajudá-lo!
Teresa Batista
 
Oleos Essenciais para Iniciantes
Oleos Essenciais para IniciantesOleos Essenciais para Iniciantes
Oleos Essenciais para Iniciantes
Amarildo R. Ferrari
 
As massagens e os seus benefícios
As massagens e os seus benefíciosAs massagens e os seus benefícios
As massagens e os seus benefícios
Teresa Batista
 
Reiki
ReikiReiki
terapia floral
terapia floralterapia floral
terapia floral
Izabela Matos
 
Aromaterapia Phitotherápica - Juliana Marchetti
Aromaterapia Phitotherápica  - Juliana MarchettiAromaterapia Phitotherápica  - Juliana Marchetti
Aromaterapia Phitotherápica - Juliana Marchetti
Juliana Marchetti
 
Carlos Rebouças Jr - Celtic Reiki 2
Carlos Rebouças Jr - Celtic Reiki 2Carlos Rebouças Jr - Celtic Reiki 2
Carlos Rebouças Jr - Celtic Reiki 2
Carlos Junior
 
Aromaterapia - EBRAMEC
Aromaterapia - EBRAMECAromaterapia - EBRAMEC
Aromaterapia - EBRAMEC
ShizenDaySpa
 
Tcc aromaterapia
Tcc aromaterapiaTcc aromaterapia
Tcc aromaterapia
Tatiana Lage
 
75269444 manual-anamnese-holistica
75269444 manual-anamnese-holistica75269444 manual-anamnese-holistica
75269444 manual-anamnese-holistica
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Apometria -josé_lacerda_de_azevedo_-_viagem_astral_-_espiritismo
Apometria  -josé_lacerda_de_azevedo_-_viagem_astral_-_espiritismoApometria  -josé_lacerda_de_azevedo_-_viagem_astral_-_espiritismo
Apometria -josé_lacerda_de_azevedo_-_viagem_astral_-_espiritismo
Alessandra F. Torres
 

Mais procurados (20)

EQM - Experiências de Quase Morte
EQM - Experiências de Quase MorteEQM - Experiências de Quase Morte
EQM - Experiências de Quase Morte
 
Apostila de zen shiatsu
Apostila de zen shiatsuApostila de zen shiatsu
Apostila de zen shiatsu
 
A importância do toque
A importância do toque A importância do toque
A importância do toque
 
Palestra reiki
Palestra reiki Palestra reiki
Palestra reiki
 
Massagens de Pedras Quentes
Massagens de Pedras QuentesMassagens de Pedras Quentes
Massagens de Pedras Quentes
 
SR Florais De Bach
SR Florais De BachSR Florais De Bach
SR Florais De Bach
 
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
 
Cromoterapia
CromoterapiaCromoterapia
Cromoterapia
 
Estudo sobre os chacras e as doenças
Estudo sobre os chacras e as doençasEstudo sobre os chacras e as doenças
Estudo sobre os chacras e as doenças
 
Cromoterapia: as cores podem ajudá-lo!
Cromoterapia: as cores podem ajudá-lo!Cromoterapia: as cores podem ajudá-lo!
Cromoterapia: as cores podem ajudá-lo!
 
Oleos Essenciais para Iniciantes
Oleos Essenciais para IniciantesOleos Essenciais para Iniciantes
Oleos Essenciais para Iniciantes
 
As massagens e os seus benefícios
As massagens e os seus benefíciosAs massagens e os seus benefícios
As massagens e os seus benefícios
 
Reiki
ReikiReiki
Reiki
 
terapia floral
terapia floralterapia floral
terapia floral
 
Aromaterapia Phitotherápica - Juliana Marchetti
Aromaterapia Phitotherápica  - Juliana MarchettiAromaterapia Phitotherápica  - Juliana Marchetti
Aromaterapia Phitotherápica - Juliana Marchetti
 
Carlos Rebouças Jr - Celtic Reiki 2
Carlos Rebouças Jr - Celtic Reiki 2Carlos Rebouças Jr - Celtic Reiki 2
Carlos Rebouças Jr - Celtic Reiki 2
 
Aromaterapia - EBRAMEC
Aromaterapia - EBRAMECAromaterapia - EBRAMEC
Aromaterapia - EBRAMEC
 
Tcc aromaterapia
Tcc aromaterapiaTcc aromaterapia
Tcc aromaterapia
 
75269444 manual-anamnese-holistica
75269444 manual-anamnese-holistica75269444 manual-anamnese-holistica
75269444 manual-anamnese-holistica
 
Apometria -josé_lacerda_de_azevedo_-_viagem_astral_-_espiritismo
Apometria  -josé_lacerda_de_azevedo_-_viagem_astral_-_espiritismoApometria  -josé_lacerda_de_azevedo_-_viagem_astral_-_espiritismo
Apometria -josé_lacerda_de_azevedo_-_viagem_astral_-_espiritismo
 

Semelhante a APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf

Aromaterapia 01
Aromaterapia 01Aromaterapia 01
Aromaterapia 01
Tatiana Lage
 
aromaterapia-apostila.pdf
aromaterapia-apostila.pdfaromaterapia-apostila.pdf
aromaterapia-apostila.pdf
EDFilho3
 
Perfumaria
PerfumariaPerfumaria
Perfumaria
Cencap
 
História e Evolução da Farmácia
História e Evolução da FarmáciaHistória e Evolução da Farmácia
História e Evolução da Farmácia
Jade Oliveira
 
MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptx
MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptxMÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptx
MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptx
LanaMonteiro8
 
2ª aula origem e evolução da farmácia
2ª aula   origem e evolução da farmácia2ª aula   origem e evolução da farmácia
2ª aula origem e evolução da farmácia
Venturini Cláudio Luís
 
2ª aula origem e evolução da farmácia
2ª aula   origem e evolução da farmácia2ª aula   origem e evolução da farmácia
2ª aula origem e evolução da farmácia
Claudio Luis Venturini
 
FITOTERAPIA_AULA_1.pptx
FITOTERAPIA_AULA_1.pptxFITOTERAPIA_AULA_1.pptx
FITOTERAPIA_AULA_1.pptx
MicheleNeves18
 
História da Farmácia 15_02 conteudo e historia
História da Farmácia 15_02 conteudo e historiaHistória da Farmácia 15_02 conteudo e historia
História da Farmácia 15_02 conteudo e historia
ssuser2b53fe
 
Poder das ervas
Poder das ervasPoder das ervas
Poder das ervas
pauloweimann
 
Poder das Ervas
Poder das ErvasPoder das Ervas
Poder das Ervas
V.X. Carmo
 
Gunas e a Mente
Gunas e a MenteGunas e a Mente
Gunas e a Mente
Michele Pó
 
História do Ayurveda
História do AyurvedaHistória do Ayurveda
História do Ayurveda
Michele Pó
 
AROMA - AULAS 1 E 2.pdf os óleos essenciais seus benefícios e indicações
AROMA - AULAS 1 E 2.pdf os óleos essenciais seus benefícios e indicaçõesAROMA - AULAS 1 E 2.pdf os óleos essenciais seus benefícios e indicações
AROMA - AULAS 1 E 2.pdf os óleos essenciais seus benefícios e indicações
DeboraMarques55
 
Blend 4 ladroes
Blend 4 ladroesBlend 4 ladroes
Blend 4 ladroes
Rossana Santos
 
Plantas medicinais
Plantas medicinaisPlantas medicinais
Plantas medicinais
Joyce Muzy
 
Plantas medicinais-coletanea-de-saberes
Plantas medicinais-coletanea-de-saberesPlantas medicinais-coletanea-de-saberes
Plantas medicinais-coletanea-de-saberes
Alexandre Panerai
 
Livro
LivroLivro
apostila-aromaterapia.aplicada na saúde humana
apostila-aromaterapia.aplicada na saúde humanaapostila-aromaterapia.aplicada na saúde humana
apostila-aromaterapia.aplicada na saúde humana
SilvanaOliveira686876
 
A História Do Ayurveda
A História Do AyurvedaA História Do Ayurveda
A História Do Ayurveda
Michele Pó
 

Semelhante a APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf (20)

Aromaterapia 01
Aromaterapia 01Aromaterapia 01
Aromaterapia 01
 
aromaterapia-apostila.pdf
aromaterapia-apostila.pdfaromaterapia-apostila.pdf
aromaterapia-apostila.pdf
 
Perfumaria
PerfumariaPerfumaria
Perfumaria
 
História e Evolução da Farmácia
História e Evolução da FarmáciaHistória e Evolução da Farmácia
História e Evolução da Farmácia
 
MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptx
MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptxMÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptx
MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS FARMACÊUTICOS.pptx
 
2ª aula origem e evolução da farmácia
2ª aula   origem e evolução da farmácia2ª aula   origem e evolução da farmácia
2ª aula origem e evolução da farmácia
 
2ª aula origem e evolução da farmácia
2ª aula   origem e evolução da farmácia2ª aula   origem e evolução da farmácia
2ª aula origem e evolução da farmácia
 
FITOTERAPIA_AULA_1.pptx
FITOTERAPIA_AULA_1.pptxFITOTERAPIA_AULA_1.pptx
FITOTERAPIA_AULA_1.pptx
 
História da Farmácia 15_02 conteudo e historia
História da Farmácia 15_02 conteudo e historiaHistória da Farmácia 15_02 conteudo e historia
História da Farmácia 15_02 conteudo e historia
 
Poder das ervas
Poder das ervasPoder das ervas
Poder das ervas
 
Poder das Ervas
Poder das ErvasPoder das Ervas
Poder das Ervas
 
Gunas e a Mente
Gunas e a MenteGunas e a Mente
Gunas e a Mente
 
História do Ayurveda
História do AyurvedaHistória do Ayurveda
História do Ayurveda
 
AROMA - AULAS 1 E 2.pdf os óleos essenciais seus benefícios e indicações
AROMA - AULAS 1 E 2.pdf os óleos essenciais seus benefícios e indicaçõesAROMA - AULAS 1 E 2.pdf os óleos essenciais seus benefícios e indicações
AROMA - AULAS 1 E 2.pdf os óleos essenciais seus benefícios e indicações
 
Blend 4 ladroes
Blend 4 ladroesBlend 4 ladroes
Blend 4 ladroes
 
Plantas medicinais
Plantas medicinaisPlantas medicinais
Plantas medicinais
 
Plantas medicinais-coletanea-de-saberes
Plantas medicinais-coletanea-de-saberesPlantas medicinais-coletanea-de-saberes
Plantas medicinais-coletanea-de-saberes
 
Livro
LivroLivro
Livro
 
apostila-aromaterapia.aplicada na saúde humana
apostila-aromaterapia.aplicada na saúde humanaapostila-aromaterapia.aplicada na saúde humana
apostila-aromaterapia.aplicada na saúde humana
 
A História Do Ayurveda
A História Do AyurvedaA História Do Ayurveda
A História Do Ayurveda
 

APOSTILA DE AROMATERAPIA (MALU).pdf

  • 1. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 1 Malu Haddock Lobo malulobo@globo.com 21 98737-0503 Amrit - Centro de Estudos Integrados ~ Shopping Millenium Av. das Américas 7707 bloco 2 sala 3 - Barra da Tijuca - RJ curso de formação Aromaterapia Clínica Integral 11 aulas 9:00h ~ 13:00h JUNHO 2015
  • 2. Programa Alquimia e Aromaterapia ~ A arte da destilação dos óleos essenciais e hidrolatos ~ Portas de entrada dos óleos essenciais - reações bioquímicas, neuroquímicas e energéticas ~ Formas de uso dos óleos essenciais ~ A função terapêutica dos hidrolatos ~ Uso clínico e terapêutico de compressas e argilas com óleos essenciasi ~ Fórmulas, dosagens e proporções ~ Uso de óleos essenciais nos cuidados com a beleza - cosméticos naturais ~ Ayurveda e aromaterapia psicoAtomaterapia ~ Abertura da consciência com óleos essenciais ~ Grupos aromáticos e suas características emocionais ~ Abordagem terapêutica e emocional ~ Anamnese através dos sentidos ~ O sistema dos 13 aromas ~ Sinergias terapêuticas ~ Estudo de casos clínicos ~ Meditação com óleos essenciais Atomaterapia Frequencial ~ Estudo das assinaturas energéticas dos óleos essenciais ~ Anatomia sutil ~ Anamnese frequencial ~ Alinhamento de chakras com óleos essenciais, argilas e cristais Laboratório Prático Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo
  • 3. Índice I- História Secular..................................................................................................4 II- Aromaterapia Dinâmica.....................................................................................7 III- Portas De Enrtada Dos Óleos Essenciais..................................................9 IV- Planos De Atuação..........................................................................................10 V- A Arte Da Destilação........................................................................................11 VI- Práticas Terapêuticas Na Aromaterapia................................................13 VII- Carreadores Na Aromaterapia.................................................................14 VIII- Sinergias ~ Dosagens E Proporções......................................................17 IX- Formas De Uso Dos Óleos Essenciais.......................................................18 X- Chakras E Óleos Essenciais 1. Chakra Raíz................................................................................................20 2. Chakra Gerador......................................................................................25 3. Chakra Plexo Solar................................................................................31 4. Chakra Cardíaco.....................................................................................38 5. Chakra Laríngeo.....................................................................................42 6. Chakra Frontal.......................................................................................45 7. Chakra Coronário.................................................................................48 XI- Glossário ~ Lista De Propriedades...........................................................51 XII- Precauções Gerais E Segurança..............................................................52 XIII- Tabela de Volatilidade.................................................................................53 XIV- Bibliografia....................................................................................................54 XV- Anamnese..........................................................................................................55 XVI- Estudo de Caso..............................................................................................56 XVII- Sistema dos 13 Aromas..............................................................................58 XVIII- Massagem com Aromaterapia...............................................................66 Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo
  • 4. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 4 História Secular No período neolítico as tribos primitivas adquiriram conhecimentos sobre ervas de maneira empírica. Como era função das mulheres nas sociedades primitivas colher erva, esses conhecimentos foram passados de mãe para filha ao longo de milhares de anos. O uso de plantas e extratos de ervas para a cura medicinal vem sendo documentado pela maioria das culturas nativas ao longo da história. Durante séculos, as ervas e os óleos essenciais foram os únicos alívios para doenças epidêmicas. A aromaterapia na sua forma primitiva fazia parte dos mais antigos métodos de cura. Há evidências do uso de óleos aromáticos no embalsamento de uma múmia datando 6000 a.C. encontrada no Iraque. Junto à múmia havia vasilhas com pólen de flores e plantas medicinais. Os primeiros registros, entretanto, só aparecem por volta do ano 3000 a.C., quando os sumérios criaram o alfabeto. Na Babilônia, foram encontradas placas de barro do ano de 3000 a.C. que descreviam sobre importações de ervas. A farmacopéia babilônica era enorme: tinha descrição de 14.000 plantas. No ano de 2698 a.C. na China, foi encontrado o cânone deixado pelo imperador Shen Nung descrevendo a conservação e administração de 252 ervas. No Egito, foi encontrado um papiro conhecido como papiro de Ébers (egiptólogo alemão Georg Ébers que comprou o papiro para decifrá-lo). A primeira frase do papiro de Ébers diz: “Aqui começa o livro relativo à prepa- ração dos remédios para todas as partes do corpo humano.” Esse primeiro tratado médico egípcio remonta à 6a dinastia e data aproximadamente 2400 a.C. Neste período, a medicina aromática, remoto antepassado da arte da aromaterapia, desenvolveu-se no Egito – berço da medicina, perfumaria e farmácia. Os egípcios usavam as ervas em rituais, na saúde, higiene e eram grandes conhecedores dos efeitos dos aromas na psique. Praticavam a arte da massagem com óleos aromatizados e eram especialistas em cosmetologia (ungüentos, óleos perfumados, cremes e vinhos aromáticos). Além disso, utilizavam as substâncias aromáticas nos processos de embalsamento dos faraós e em seus rituais. Os rituais executados nos templos egípcios eram sagrados. Os sacerdotes costumavam queimar incenso para reverenciar seus deuses e entoar cânticos ao misturarem os óleos de cedro, mirra e olíbano. Para os egípcios, as plantas tinham poderes mágicos que ajudavam a elevar o estado de consciência dos presentes nos rituais religiosos. A rainha Cleópatra (69 a.C. – 30 a.C.) fez uso em larga escala das essências aromáticas. Como a arte de seduzir. Conta-se que Cleópatra foi encontrar Marco Antônio, que aguardava por ela às margens do Rio Tigre. Ela encharcou as velas de sua barcaça com jasmim e outras plantas aromáticas fortemente sensuais. Em outro encontro cobriu seu próprio corpo com pétalas de rosas afixadas com gotas de mel. E para dar o toque final neste ritual afrodisíaco, ela mergulhou pombas em água de rosas e as deixou esvoaçando pelo ar, lançando fragrâncias de paixão. O uso de substâncias aromáticas disseminou-se para Israel, Grécia, Roma e todo o mundo mediterrâneo. Porém, a Índia é o único lugar do mundo aonde essa tradição nunca morreu.
  • 5. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 5 ÍNDIA Na Índia a aromaterapia como parte da medicina ayurvédica remonta aos tempos dos Vedas – uma coleção de hinos datando aproximadamente 1500 a.C. Os Vedas codificavam o uso dos perfumes e substâncias aromáticas para fins litúrgicos e terapêuticos. Nessa época, os médicos indianos desenvolveram técnicas cirúrgicas e criaram diagnósticos avançados. O tratamento das pessoas, entretanto, era feito com ervas aromáticas e fitoterápicas. Um dos quatro maiores livros sagrados dos Vedas: o Artharva Veda é o documento mais antigo da medicina indiana. Inclui mais de 1000 ervas medicinais, muitas das quais continuam ainda hoje em uso dentro da medicina ayurvédica. ROMA Em Roma, por volta do ano 753 a.C. surge um dos maiores e mais devastadores impérios que a humanidade já conheceu: o Império Romano. Quando os romanos invadiram o Egito se encantaram com os banhos aromáticos egípcios e levaram a idéia para Roma. A prática de tomar banho aromático propagou-se tanto que Roma chegou a ter mais de 1000 casas de banhos. Porém, jamais herdaram a espiritualidade dos egípcios. Para os Romanos os banhos eram pura orgia. Por isso ficaram mestres na arte dos banhos e massagens eróticas. D.C. Por volta do ano1000 d.C. um médico e filósofo persa chamado Avicena (980-1037), inventou a serpentina refrigerada. Começou então ser possível destilar óleos essenciais em alambiques. O 1º óleo essencial a ser destilado por Avicena foi o óleo essencial da rosa. Avicena deu uma importante contribuição para a aromaterapia, uma vez que o óleo essencial é a base de todo o tratamento terapêutico. Escreveu um compêndio de medicina com 18 volumes – Quanu – Fi –I-Tibb que virou um clássico. Em 1099, as cruzadas conquistaram Jerusalém e levaram de volta à Europa os perfumes e óleos da Arábia, além de conhecimentos de como os árabes extraíam os óleos essenciais. A destilação daquela época era feita em alambiques de fogo, de pequena capacidade (50 a 100 litros). Muitas vezes transportavam os alambiques nas costas de mulas. Em 1233, Gregório IX estabelece a inquisição papal. Inicia-se um longo período de barbáries e um declínio geral de todas as formas de conhecimentos. A perda do conhecimento se deu porque as supostas “bruxas” torturadas e queimadas, eram, muitas vezes, mulheres que detinham o conhecimento das ervas medicinais. Devido ao medo gerado pelas atrocidades da época, as receitas de ungüento e tinturas feitas com ervas deixaram de ser registradas. Nesta época medieval, era muito comum queimar olíbano, enxofre, cedro, pinho e outras plantas de odor pungente para espantar os maus espíritos. Paracelso (1494-1541), um alquimista suíço, introduziu o termo óleo essencial. A busca de Paracelso se baseava em buscar o componente das plantas que conseguisse produzir cura. A esse componente ele deu o nome de quinta essência do aroma ou a alma da planta. A palavra óleo vem originalmente do árabe az-zait (azeite) e essencial da quinta-essência obtida no processo de destilação. Com a cultura patriarcal veio a segmentação do processo da cura e à medida que os cientistas sintetizam mais e mais componentes químicos, começa novamente o declínio nos tratamentos ou terapias com plantas. Os sintéticos passam a ganhar terreno pela rapidez da manufatura e pelo menor custo. Contudo, durante a Primeira Guerra Mundial (1914) ocorreu um acidente na França que ajudou a despertar novamente o interesse pela aromaterapia. FRANÇA - SURGE O CONCEITO AROMATERAPIA Na cidade de Grasse, no sul da França, um químico francês, Maurice René de Gattefossé veio a ficar fascinado pelas possibilidades terapêuticas dos óleos essenciais a partir de uma experiência pessoal com o óleo de lavanda. Até então Gattefossé utilizava os óleos essenciais em seus produtos e criações com o objetivo de perfumá-los, mas sem nenhum fundamento terapêutico. Ocorreu que, ao estar fazendo uma destilação em seu laboratório, houve um acidente onde o produto que era inflamável caiu em seus braços causando uma séria queimadura. Num ato sem pensar ele mergulhou seus braços numa tina de lavanda, que pensava ser de água e percebeu imediatamente que a sensação de dor logo passou. Em poucos dias o machucado havia sarado e no lugar da queimadura não ficou nenhuma cicatriz. Isto o levou a se
  • 6. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 6 interessar em pesquisar as possibilidades terapêuticas dos óleos essenciais. Ele também descobriu que muitos óleos essenciais são mais efetivos em sua totalidade do que seus ingredientes ativos isolados ou sintetizados. Para divulgar seus estudos publicou o livro “Aromatherapie”, criando assim o termo Aromaterapia – a terapia que utiliza o uso de óleos essenciais 100% puros. Um dos óleos muito usados por Gatefossé foi o niauli (melaleuca viridiflora). Ele usou esse óleo como anti-séptico para tratar soldados feridos em combate na Primeira Grande Guerra Mundial. O trabalho de Gatefossé inspirou o médico e ex-cirurgião militar francês Jean Valnet, durante a 2ª Guerra Mundial, a fazer uso dos óleos essenciais para tratar vítimas da guerra por falta de antibióticos, salvando assim muitas vidas. Dr. Valnet também utilizou os óleos essenciais como parte de um programa através do qual tratou com sucesso desordens médicas e psiquiátricas. Estes resultados foram publicados em 1964 no livro “Aromatherapie – Traitement des maladies par les essences des plantes”. Marguerite Maury foi uma bioquímica que estudou o trabalho de Valnet e foi pioneira ao introduzir a visão holística dentro da aromaterapia, criando assim o método de aplicação dos óleos pela massagem de acordo com as características temperamentais e de personalidade de seus clientes. Publicou o livro “The Secrets of Life and Youth”. ATUALIDADE No início deste século, em particular na França e na Inglaterra, um movimento de médicos e estudantes adeptos da medicina natural promoveu uma conscientização dos benefícios da medicina natural e da aromaterapia. Hoje, na França, é comum encontrar médicos praticando aromaterapia, farmácias vendendo óleos essenciais e seguros de saúde reembolsando tratamentos e prescrições que usem tais produtos. Na Inglaterra, desde 1990, vários artigos em revistas científicas mostraram que os ingleses vêm usando a aromaterapia em hospitais. Nos EUA, a aromaterapia vem crescendo muito, pois as pessoas estão buscando, cada vez mais, se tratar com terapias naturais. Na Ásia, a medicina tradicional vem fazendo uso das substâncias aromáticas há mais de 10.000 anos continuamente. No Brasil, o interesse pela aromaterapia e terapias naturais vem crescendo a cada ano. As pessoas estão despertando e se conscientizando do que a aromaterapia e as terapias complementares podem fazer por elas.
  • 7. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 7 Aromaterapia Dinâmica A Aromaterapia é uma prática terapêutica milenar que utiliza as propriedades específicas dos óleos essenciais 100% puros, extraídos de várias partes de plantas para tratar, acalmar e equilibrar o corpo, a mente e o espírito. É tanto uma arte como uma ciência. A arte da mistura. A combinação de óleos é uma sinergia. Criar novos compostos requer um profundo conhecimento das propriedades de cada óleo essencial, experiência e intuição. A aromaterapia é uma forma de melhorar vários aspectos da vida cotidiana (físico, emocional e energético). Ela também faz parte do dia-a-dia, muito embora não associemos o nome à vivência. Todos já tivemos uma resposta emocional a certos aromas, que tanto pode ter sido prazerosa como desagradável. O objetivo da aromaterapia é; primeiro, encontrar aromas especiais e únicos para cada indivíduo, que proporcionem sensações e emoções agradáveis e; segundo, apresentá-los à vida cotidiana, para aumentar nosso bem-estar. O aroma nos mantém ligados à Mãe Natureza e os óleos essenciais trazem à tona lembranças e emoções. Atualmente, a aromaterapia é uma forma de tratamento reconhecida em diferentes países e pela Organização Mundial de Saúde. A aromaterapia é uma maneira natural de se sentir bem, tanto por dentro como por fora, usando óleos essenciais puros e seguros extraídos de plantas naturalmente aromáticas. Estas essências botânicas ajudam a ter equilíbrio, manter o bem-estar e contribuem para harmonia interior. O QUE SÃO ÓLEOS ESSENCIAIS? Os óleos essenciais são substâncias naturais voláteis extraídas, através da destilação, de minúsculos sacos moleculares de cada planta. Eles agem como hormônios, reguladores e catalisadores. Sua função, na natureza, com seu aroma característico, é ajudar a planta a se adaptar ao meio ambiente, atrair abelhas e insetos poliniza- dores e proteger a planta contra insetos predadores e ervas daninhas. Eles fazem parte do sistema imunológico da planta e são uma substância em separado criada por ela. O processo de destilação extrai, gentilmente, o óleo volátil das partes da planta. As essências são naturais e, assim sendo, trabalham em harmonia com o corpo. Os óleos essenciais são o coração e a alma da planta. Eles são de 75 a 100 vezes mais concentrados que as ervas secas. Por exemplo, uma só gota de óleo essencial de lavanda equivale a 20 xícaras de chá de lavanda. A composição química dos OES é bastante complexa, possuem vitaminas, hormônios, antibióticos e anti-sép- ticos, entre outros componentes importantes, que garantem suas propriedades terapêuticas. Entram na composição dos óleos essenciais os elementos orgânicos básicos como o carbono, o oxigênio e o hidrogênio,
  • 8. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 8 formando moléculas orgânicas de álcoois, aldeídos, ésteres, óxidos, cetonas, fenóis e terpenos. Todo óleo essencial apresenta uma composição relativamente complexa, porém, alguns são bem simples, como o sândalo, que contém 95% de um mesmo componente (um álcool chamado santalol) e os 5% restantes de composição variada. A qualidade da substância irá depender da procedência da planta, do método de extração e de como ela é armazenada. Até o clima, a altitude, o tipo de solo e a forma de colheita também podem influenciar nas carac- terísticas do óleo. Todos os países devem fornecer óleos essenciais como uma verdadeira terapia global. O óleo essencial mais puro deriva de um cultivo orgânico controlado e de plantas selvagens encontradas em varias regiões climáticas e geográficas ao redor do mundo. Plantações orgânicas controladas são a garantia da não utilização de herbicidas, fertilizantes ou pesticidas artificiais. Apenas para citar alguns nomes... A melhor lavanda do mundo vem da França, o tea tree da Austrália, o sândalo de Mysore (Índia), a menta, da Inglaterra e dos EUA, a laranja doce e o eucalipto do Brasil, o ylang ylang das Ilhas Comoro e Madagascar, a canela do Sri Lanka, a melhor rosa vem da Bulgária, Marrocos e da Turquia, o jasmim do Egito e da Índia, o olíbano e a mirra da Somália e o Marrocos é conhecido pela excelente camomila azul. Todo óleo essencial possui ingredientes ativos que agem no corpo por meio da inalação ou da absorção pelos poros da pele. Ao cair na corrente sangüínea, os benefícios dos óleos se espalham por todo o corpo. Além disso, a reação olfativa evoca sensações registradas na memória. Daí a ligação da aromaterapia com estados emocionais. Na aromaterapia, os OES atuam no bem-estar do corpo, da mente e da alma, sendo a maior energia concen- trada do reino vegetal. O óleo essencial tem que ser armazenado em vidro âmbar ou azul cobalto, pois em contato com a luz oxida-se com facilidade, perdendo então suas propriedades terapêuticas. Os OES puros, assim como uma jóia preciosa ou um bom vinho, são gemas da natureza – a quinta-essência da força vital da natureza. É a alma da planta, cada gota de OE é uma jóia preciosa a ser inalada, aproveitada e protegida.    NATURAL X SINTÉTICO As substâncias são “inorgânicas”, não contêm nenhuma “força vital” e não são dinâmicas. Podemos sintetizar substâncias químicas, mas não podemos torná-las orgânicas. Nenhum processo sintético pode reconstruir por completo um produto natural. É importante compreender as diferenças entre os óleos sintéticos (possíveis em razão dos recentes avanços da química) e os óleos puramente essenciais. As substâncias sintéticas e as fragrâncias artificiais podem replicar o aroma das substâncias botânicas, mas são os complexos componentes as propriedades terapêuticas e as qualidades aromáticas reais. Perfumes e cosméticos sintéticos podem causar alergias.
  • 9. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 9 Portas de Entrada dos Óleos Essenciais OLFATO Os óleos essenciais são sustâncias voláteis; ou seja, suas moléculas quando liberadas no ar, formam um vapor gasoso. Na terapia via inalação, esse vapor é inalado e as moléculas vaporizadas são absorvidas pela corrente sanguínea através dos pulmões, bem como absorvidos pelos nervos olfativos através do nariz. Os vapores afetam o sistema límbico, que compreende várias estruturas no cérebro anterior que lidam com a integração e expressão dos sentimentos, aprendizado, memória, emoções e impulsos físicos. Ao inalar o aroma através do nariz, os sentimentos e a memória são afetados. As moléculas vaporizadas são expelidas via secreções das glândulas endócrinas. Ao inalar pela boca, os óleos essenciais são absorvidos pelos vasos sanguíneos nos pulmões, o que afeta todo o sistema respiratório. O olfato é o mais aguçado dos sentidos, pois os nervos olfativos são extensões diretas do cérebro. O sistema olfativo do cérebro humano possui um mecanismo chave que nos permite lembrar dos aromas, criando assim uma percepção individual, uma preferência por determinado cheiro e uma reação específica a ele. O aroma funciona como uma chave que abre a porta da mente à verdadeira memória olfativa, estimulando a parte do cérebro que afeta a emoção (sistema límbico). O OE libera moléculas voláteis e hidrossolúveis que penetram na cavidade nasal onde são captadas pelos cílios olfativos, enviando impulsos nervosos para o sistema límbico (área do cérebro onde se processam as informações do olfato e também responsável pelas emoções - uma espécie de arquivo de cheiros e sensações). Com a chegada dos impulsos nervosos, o sistema límbico reconhece as moléculas aromáticas e as identifica. É por isso que certos aromas são capazes de afetar nosso humor, trazer lembranças e provocar sentimentos. Prosseguindo o caminho, o sistema límbico passa a informação sobre o aroma para o hipotálamo que, por sua vez, repassa para a hipófise. A informação vai, então, para outras glândulas, influenciando a atividade imun- ológica, o batimento cardíaco, a produção de enzimas e hormônios. Os aromas estimulam o cérebro a liberar substâncias neuroquímicas. A encefalina reduz dor e cria uma sensação de bem-estar, a endorfina acaba com a dor e induz ao apetite sexual, a seratonina ajuda relaxar e acalma. As moléculas aromáticas que entram pelo nariz também seguem pelas vias respiratórias até o pulmão. Nos alvéolos ocorrem as trocas gasosas. De lá, as moléculas vão para o sangue junto com o oxigênio.
  • 10. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 10 PELE Para utilizar oes, diretamente sobre a pele, precisamos de carreadores (óleo vegetal, base de sabonete, gel e creme neutros). Quando os óleos essenciais são aplicados externamente, as moléculas são absorvidas pela pele via pequenos vasos sanguíneos. Os óleos são levados ao tecido muscular e articulações, via corrente sanguínea, as moléculas são levadas para todos os tecidos e órgãos. A excreção se dá através dos rins, vesícula biliar e pele e é exalada através dos pulmões. Quando absorvidos pela pele os oes limpam, nutrem, rejuvenescem, equilibram e trazem benefícios anti-sép- ticos e relaxantes. Cada óleo essencial se divide em grupos químicos com diferentes propriedades. Assim, cada tipo exerce uma função. Planos de Atuação dos Óleos Essenciais PLANO FÍSICO Os óleos essenciais atuam no corpo físico, devido a sua complexa composição química, que lhes confere as propriedades estimulante, relaxante, anti-séptico, afrodisíaco, digestivo, cicatrizante, analgésico, diurético, imun- oestimulante, entre muitas outras. Quando penetram na pele, vão para a corrente sanguínea, fortalecendo as defesas naturais do corpo físico, agindo como um estímulo para o equilíbrio das funções do corpo, restabelecendo as energias e provocando um bom funcionamento em todos os sistemas orgânicos. As massagens, banhos e compressas localizadas são algumas das formas de conseguir os efeitos desejados. PLANO EMOCIONAL (PSICOAROMATERAPIA) A psicoaromaterapia utiliza os óleos essenciais para harmonizar o nível emocional, atuando na mente, nas emoções, chegando às camadas mais profundas do inconsciente. Os médicos italianos Gatti e Cajola demonstraram o efeito dos aromas dos óleos essenciais e concluíram: o aroma dos óleos essenciais tem uma ação reflexa e uma grande influência na função do sistema nervoso. O cérebro reage aos estímulos olfativos e quem coordena é o nosso sistema límbico, que corresponde aos nossos sentimentos, emoções, memórias e reações aprendidas e arquivadas. Em 1950, a cosmetóloga e estudiosa em Aromatologia, Marguerite Mauri foi a primeira a observar a eficácia dos óleos essenciais no sistema nervoso central quando se inspirou na Medicina Tibetana, utilizando os óleos essenciais mesclados ao óleo carreador. Com isso, ella pode então concluir os efeitos dos óleos de acordo com o aspecto emocional de cada paciente. Em 1981, William Arnold Taylor volta a comprovar a influência dos óleos essenciais nos comportamentos e personalidades. Os aromaterapeutas que se utilizam das pesquisas de Marguerite Maury, Phillippe Maihebiau, Valerie Ann Wordwood e Julia Lawless sentem-se seguros utilizando-se dos estudos da psicoaromaterapia, certificando que determinados óleos essenciais com suas moléculas aromáticas são indicados realmente de acordo com as carac- terísticas de perfil das personalidades. Assim podemos entender porque as pessoas respondem de forma única e individual ao tratamento da psicoaromaterapia, uma abordagem ao nível do inconsciente que estabelece um processo para o consciente. As experiências mais fortes e profundas costumam vir acompanhadas de sensações olfativas. Um aroma é capaz de despertar as sensações e emoções mais profundas. Quer estejamos andando na rua, cuidando do jardim, passeando na mata ou tomando um cafezinho, de repente somos tomados por uma emanação misteriosa que invade nossas narinas e abre as portas do inconsciente. PLANO VIBRACIONAL As plantas da natureza possuem um campo energético (aura) e os óleos essenciais carregam em suas moléculas as vibrações energéticas de sua planta de origem. Através da freqüência energética dos óleos essen- ciais ocorre uma organização do campo energético humano. Desta forma, podemos dizer que o óleo essencial, no tratamento de aromaterapia, cuida do Ser como um todo, no seu plano físico, emocional e energético, proporcionando o equilíbrio integral.
  • 11. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 11 A Arte da Destilação Métodos de Extração de Óleos Essenciais Para extrair os óleos essenciais da maneira mais efetiva e terapêutica, são usados vários métodos. São eles: DESTILAÇÃO A VAPOR Considerando o método mais comum de extração, é a destilação que produz o óleo essencial. O processo utiliza água quente e vapor, que combinados com ervas aromáticas, raízes, folhas, flores, madeiras, espinhos, resinas, produzem o puro óleo essencial e a água de flores que chamamos de Hidrolato. Na destilação, podem ser várias partes da planta. A destilação direta é feita fervendo as partes da planta na água. Na destilação a vapor, coloca-se o material sobre uma grade e o vapor passa por ele. Pode ser a vácuo ou sob pressão, o que faz com que as paredes celulares das plantas se quebrem e liberam a essência em forma de vapor. As essências vaporizadas, juntamente com o vapor e outras substâncias, passam para os tanques de resfriamento através de um tubo. Os vapores, a água floral e os óleos essenciais voltam à forma líquida. Na maioria dos casos, o óleo fica na superfície e é extraído com um sifão, deixando também no hidrolato várias de suas propriedades terapêuticas. PRENSAGEM A FRIO (ESCARIFICAÇÃO) Este método é usado para obter óleo essencial de frutos cítricos como bergamota, laranja e limão. Neste processo, as frutas são prensadas e delas extraído tanto o óleo essencial quanto o suco. Após a prensagem é feita a centrifugação da mistura, através da qual se separa o óleo essencial puro. Este método também é usado para extração de óleos vegetais, tais como: óleo extra-virgem de amêndoas, castanhas, nozes, germe de trigo, oliva, gergelim, semente de girassol, caroço de abacate, semente de uva e outros. ENFLEURAGE Com o método “enfleurage” absoluta, as partes das plantas são extraídas com a gordura animal ou vegetal, até que seja alcançado o máximo de absorção, então se junta álcool para separar o óleo essencial da gordura.
  • 12. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 12 SOLVENTE QUÍMICO Com o método do solvente químico, as partes das plantas são imersas num derivado petroquímico, um solvente orgânico mineral como o hexano (em vez da gordura animal usada na “enfleurage”), para que se produza uma espécie de pomada que então é tratada com álcool, para separar a cera da planta do óleo essencial (obs.: tantos os extraídos com este método quanto com o anterior, não são óleos essenciais autênticos). DIÓXIDO DE CARBONO HIPERCRÍTICO O melhor método de extração é com o dióxido de carbono hipercrítico, onde os oes são extraídos colocan- do-se a matéria-prima sob alta pressão por alguns minutos, mantendo assim a integridade de seus compostos ativos o que permite se obter os óleos essenciais de melhor qualidade possível e de maior potência terapêutica, sendo este considerado o melhor método de extração para a aromaterapia.
  • 13. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 13 Práticas Terapêuticas na Aromaterapia ÁREAS DA SAÚDE - Medicina - Enfermagem - Fisioterapia - Psicologia - Medicina Ayurvédica - Acupuntura (aplicação dos OEs nos pontos de acupuntura) MASSOTERAPIA - Massoterapia com Aromaterapia - Massagem Ayurvédica - Shantala - Shiatsu - Do In ESTÉTICA - Massagem Estética - Drenagem Linfática - Estética Facial e Corporal TERAPIAS COMPLEMENTARES - Healing - Reiki - Cura Prânica - Cristaloterapia - Cromoterapia - Aura-Soma
  • 14. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 14 Os Óleos Essenciais, por serem substâncias extremamente concentradas, só podem ser usados na pele, diluídos em carreadores (óleo vegetal, álcool de cereais, gel neutro, cremes neutros e base de sabonete). Os únicos oes que podem ser utilizados diretamente sobre a pele são os de lavanda e tea tree. Carreadores Na Aromaterapia Os carreadores são usados na aromaterapia como condutores dos óleos essenciais para o nosso corpo. Sua função é carrear os óleos essenciais, nutrir e proteger a pele. Podem ser aplicados diretamente sobre a pele. I- ÓLEOS VEGETAIS Os óleos vegetais são puros e extraídos por prensagem a frio. Podem ser usados no corpo como hidratante e, na aromaterapia, como base para adicionar óleos essenciais. Entre os óleos carreadores, cada qual possui uma particularidade própria que os distingue uns dos outros. Entre os carreadores, alguns são mais indicados para determinados tipos de pele conforme sua densidade própria, abaixo segue uma pequena lista ilustrativa de indicações por tipo de pele. Os óleos indicados para pele oleosa podem ser empregados em peles secas, porém não se deve fazer o contrário. Evite o uso de óleos carreadores em peles com problema de acne. ÓLEO DE AMÊNDOA Doce Prunus amygadalus Extraído por prensagem a frio é rico em vitamina E e Cálcio. Previne rachaduras e ressecamento. Indicado para peles secas e para prevenir estrias e rachaduras. Dica - usar durante a gravidez para prevenir estrias. Obs.: O óleo de amêndoas de melhor qualidade é o extraído por prensa a frio sem o uso de solventes. Normalmente é difícil se conseguir o óleo prensado a frio, pois a maioria dos óleos atualmente disponíveis são extraídos por processos químicos. O óleo de amêndoas prensado a frio é reconhecido por ser levemente espesso e de aroma muito forte. Óleo de Copaíba Copaifera officinalis Extraído direto do tronco da árvore. A árvore da Copaíba é encontrada principalmente no sul da floresta tropical, particularmente no Brasil (Região Amazônica), Colômbia, Peru e Venezuela, e atinge de 18 a 30 metros de altura. O bálsamo extraído é retirado de dentro do tronco da árvore com o auxílio de um instrumento chamado “trado” que perfura sem danificá-lo. Depois de retirado o óleo, fecha-se o orifício usando um pedaço de madeira. Este processo não agride a copaibeira, permitindo que ela continue produzindo essa importante resina, um líquido claro, com tom amarelado. O óleo de copaíba é bastante utilizado em todos os tipos de preparações medicinais, tanto internas como também externas. Suas propriedades terapêuticas sobre as vias urinárias e pele são desde há muito conhecidas, sendo por isso empregado no tratamento de cistites crônicas, bronquites e diarréias, tratamento de hemorróidas e manchas escuras de pele. Na área Nordeste da Amazônia, a resina é usada pelas tribos indígenas como cica- trizante para ferimentos na pele, psoríase e também no tratamento da gonorréia. É um agente anti-inflamatório notável, sendo usado em problemas como a caspa, úlcera estomacal, acne e para trazer brilho ao cabelo. Óleo de Gergelim ou Sésamo Sesamum indicum Extraído por prensagem a frio é rico em vitamina A, B e E. A presença de cálcio no óleo é altamente efetiva para acalmar os nervos, conter a ansiedade e sintomas mentais de stress. Contém sesamol que é um filtro solar natural. É um óleo muito usado pela medicina ayurvédica para aumento da energia vital, tratamento de fadiga, reumatismo, artrite, e problemas circulatórios. Trata a pele seca, irritada e danificada, aumentando sua tonicidade pele seca VATA pele normal PITTA pele oleosa KAPHA óleo de amêndoas óleo de rosa mosqueta óleo de gergelim óleo de calêndula óleo de coco óleo de semente de uva óleo de girassol
  • 15. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 15 e firmeza. É energético e condutor de energia e calor. É considerado um excelente remédio para problemas do cérebro, como má memória e esquecimento, pois age aumentando e fortalecendo os glóbulos vermelhos do sangue o que melhora a oxigenação do cérebro. Além disso, possui um alto teor de vitamina E (vitamina da juventude), considerada um agente rejuvenecedor. Também contém aminoácidos que melhoram a transmissão dos impulsos nervosos, que estão diretamente relacionados à memória. É utilizado no cabelo, pelos indianos, para reforçar a absorção do prana (energia vital). Indicado para peles secas e sem vida. Dica: massagear os pés antes de dormir para uma boa noite de sono. Óleo de Girassol Helianthus annus Extraído por prensagem a frio das sementes. As sementes de girassol contêm vitaminas A, D e E e são também ricas em minerais como cálcio, zinco, potássio, ferro e fósforo. Dica: Bom óleo para usar em massagens. Óleo de Jojoba Simmondsia chinensis Extraído por prensagem a frio das sementes é rico em vitamina E. Devolve a oleosidade natural da pele. Peles secas e normais. Dica: passar jojoba nos fios do cabelo dá brilho e trata pontas duplas. Obs.: Não fica rançoso com o tempo, por isso é um bom veículo para óleos essenciais e usado na fabricação de perfumes, além de não deixar que os óleos carreadores em geral fiquem rançosos com grande rapidez se adicionado a eles.                 Óleo de Neem Azadirachta indica Neem é uma planta de múltiplos usos que têm sido utilizada terapêuticamente por mais de 4.000 anos. É uma frondosa árvore tropical conhecida na Índia como "farmácia da aldeia" , devido às suas propriedades antivirais, antibacterianas, antifúngicas e anti-parasíticas. O seu óleo é obtido pela prensagem a frio das sementes. É muito utilizado como inseticida natural, sendo não tóxico para humanos, animais, além de não afetar insetos benéficos. As propriedades antibióticas do óleo de neem são úteis em problemas como acne, unha encravada, machu- cados e condições sérias da pele. Dentro da cosmética, o óleo de neem atua restaurando a maciez e elasticidade natural da pele, enquanto age como um desinfetante da mesma. Neem também pode ser adicionado ao shampoo, óleo pós-banho e cremes hidratantes. Excelentes propriedades antifúngicas são relatadas especialmente contra pé-de-atleta, bicho-de-pé, cândida e outros fungos que atuam causando alergias, queda de cabelo e descamação da pele. Destrói Staphylococcus aureus e Salmonella typhosa. Óleo de Rosa Mosqueta Rosa rubiginosa Extraído por prensagem a frio dos frutos da rosa mosqueta. Possui grande quantidade de Vitamina C, que é essencial para o metabolismo celular. Apresenta também em sua composição os Flavonóides, responsáveis pela estimulação da circulação sanguínea, intensificando a nutrição celular. Tem efeito calmante, hidratante e regenerador celular. Este óleo também pode ser usado na região do olhos e ao redor dos lábios para prevenir envelhecimento do tecido e reduzir linhas de expressão. Indicado para todos os tipos de pele exceto as oleosas. Dica: aplicar em cicatrizes para diminuir marcas e quelóides (massagem pós-cirúrgico com oe de lavanda), manchas na pele, prevenção e tratamento de estrias, rugas e linhas de expressão muito acentuadas. Óleo de Semente de Uva Vitis vinifera Extraído por prensagem a frio das sementes. Possui grande quantidade de vitamina E – regenerador, hidratante e nutritivo. Auxilia na elasticidade dos tecidos, restaurando o colágeno e melhorando a circulação periférica. Excelente para o uso em massagens, pois é leve, não contém odor e é facilmente absorvido pela pele. Indicado para todos os tipos de pele. Dica: excelente carreador para aromaterapia e pode ser usado ao redor dos olhos e pescoço. É indicado no tratamento de obesidade, celulite e estrias, pois auxilia na elasticidade dos tecidos, reduz o inchaço e o edema, restaura o colágeno e melhora a circulação periférica. Atua como excelente antioxidante.
  • 16. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 16 Óleo de Coco O óleo de coco virgem é um produto que deriva do fruto da espécie Cocos nucifera L.. Solidifica-se abaixo de 25°C. É prensado a frio, não é submetido ao processo de refinamento e desodorização, sendo extraído a partir da polpa do coco fresco maduro. Se emprega fundamentalmente como humectante (em forma de sabões) e atua sobre a pele como uma capa protetora ajudando a reter a umidade. Atua como um azeite suave e sedoso muito recomendado para pele irritada e inflamada e também se recomenda para aquelas pessoas que têm uma pele sensível. É estável sob altas temperaturas, ajuda a manter o peso, diminui o colesterol e protege contra doenças cardiovasculares. II- ÓLEOS MACERADOS Na confecção dos óleos macerados são usadas ervas ou plantas frescas que são adicionadas a um óleo vegetal para a maceração. O processo de maceração dura de 4 a 8 semanas, depois a erva é coada e o óleo macerado é armazenado em vidro âmbar. Óleo de Calêndula Calendula officinalis Ação antiinflamatória, emoliente, anti-séptica, calmante e cicatrizante. Indicado para peles irritadas, ásperas, rachadas e envelhecidas. Atenua cicatrizes antigas e rugas causadas pelo sol. Dica - usar em queimaduras, assaduras e rachaduras. Ótimo para bebês e melhor idade. Passar nas pernas para prevenir varizes. III- ÁLCOOL DE CEREAIS Utilizado para fazer perfumes, sprays, água essencial e tintura
  • 17. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 17 Sinergias ~ Dosagens e Proporções indicação ml % diluição gotas crianças (até 3 anos),peles sensíveis, face, melhor idade 10 1% 2 50 1% 10 100 1% 20 indicação ml % diluição gotas sabonete líquido, óleo corporal 10 1% 2 sprays 50 1% 10 100 1% 20 indicação ml % diluição gotas aplicação local - cataplasma 10 10% 20 (1ml) locais doloridos, sinergias para tratar pontos específicos 50 1% 10 (5ml) chakras, pontos de acupuntura, reflexologia 100 1% 20 (10ml) Medidas Padrão 1 ml = 20 gotas de OE 1 colher de chá = 5 ml 1colher de sopa = 10 ml Fórmula (no de gotas) = (ml x 20 (1ml=20 gotas)) x % diluição Exemplo: Quantas gotas vou colocar em 50 ml de óleo corporal para um adulto ? (5%) e 50 ml de óleo vegetal no gotas = (50 x 20) x 5/100 = 1000 x 5/100 = 50 gotas Ex2.: Quantas gotas vou colocar para fazer shantala em um bebê? 1% e 20 ml de óleo vegetal no gotas = (20 x 20) x 1 /100 = 400 x 1/100 = 4 gotas
  • 18. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 18 Formas De Uso Dos Óleos Essenciais LÍQUIDO ~ DERMAL ~ PELE I- Banho com Aromaterapia - Banho de banheira com óleos essenciais Os banhos eram usados desde o Egito Antigo como uma forma de tratamento e cuidados com o corpo. Modo de usar: Adicionar de 8 a 20 gotas de óleo essencial em 1 colher de sopa de óleo vegetal ou mel. Encher a banheira com água aquecida e adicionar a mistura. Ficar imerso do pescoço para baixo por no máximo 20 minutos. OBS.: usar em pouca quantidade (máximo 4 gotas) os óleos cítricos e menta. Não usar no banho óleo essencial de canela e noz moscada. - Escalda pés Modo de usar: Adicionar 8 gotas de óleo essencial em 1 colher de chá de mel ou óleo vegetal. Encher uma bacia com água aquecida e inserir a mistura. Colocar os pés dentro da bacia e relaxar por 10 minutos. Pode adicionar pétalas de rosa ou sal grosso. II- Massagem - Massagem Corporal (Corpo Todo) – 3% a 5% Modo de usar: Adicionar de 50 gotas da sinergia em 50ml de óleo vegetal - Massagem Facial - 1% a 2% Modo de usar: Adicionar 2 gotas de óleo essencial a 10 ml de óleo vegetal. Limpar a face e aplicar a mistura. OBS.: Não aplicar ao redor dos olhos. III- Cataplasma com argila - 10% Modo de usar: Adicionar 20 gotas da sinergia de óleos essenciais em 10 ml de óleo vegetal, misturar bem e acrescentar 2 colheres de sopa de argila, formando uma massa grossa. Abrir esta massa em uma atadura e aplicar sobre o local. Deixar agir por 2 horas. IV- Água Essencial – 100 ml Formulação 10 ml de álcool de cereais 20 gotas de óleo essencial 90 ml de água destilada / filtrada Modo de preparo: adicionar o óleo essencial no álcool e misturar. Acrescentar a água e deixar macerando na geladeira por 7 dias.
  • 19. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 19 VAPOR ~ INALAÇÃO ~ OLFATO I- Inalação Direta - Vaporização Facial Modo de usar: Colocar 3 xícaras de água quente em uma bacia e adicionar 3 gotas de óleo essencial. Cubra a cabeça e a bacia com uma toalha e faça a inalação. - Nebulização Modo de usar: Colocar 3 gotas de óleo essencial no nebulizador e fazer a inalação. - Palma da mão (SOS) Modo de usar: Colocar 2 gotas de oe ou sinergia na palma da mão, friccionar uma mão na outra e inalar 3 vezes na concha da mão. II- Aromatizador Pessoal (colar de cerâmica) Modo de usar: colocar um algodão dentro da cerâmica e pingar 2 gotas de óleo essencial no algodão. Usar o colar e perceber o aroma. Quando desejar trocar o aroma retire o algodão anterior e coloque um novo algodão. OBS.: Não dormir com o aromatizador pessoal. III- Aromatização de Ambiente - Spray ambiente – diluição 5% Formulação 40 ml de álcool de cereais 10 ml de água deionizada 50 gotas da sinergia de óleos essenciais Dinamizar e deixar macerando na geladeira por 7 dias. Modo de preparo: adicionar o óleo essencial no álcool e misturar e acrescentar água. Deixar macerando na geladeira por 7 dias. - Difusor de cerâmica com vela Modo de usar: colocar água e adicionar de 5 a 10 gotas da sinergia de óleos essenciais na água e deixar difundir o aroma no ambiente. Completar sempre que necessário a água e o óleo. OBS.: usar água. - Difusor elétrico de cerâmica para aromaterapia – 25 m² Modo de usar: colocar 25 gotas da sinergia de óleos essenciais direto na cerâmica e deixar difundir o aroma no ambiente. Completar sempre que necessário. OBS.: Não colocar água. - Difusor elétrico a frio para aromaterapia – 100 m² Modo de usar: colocar 2 ml (40 gotas) da sinergia de óleos essenciais direto dentro da ampola de vidro e deixar difundir o aroma no ambiente. Completar sempre que necessário. OBS.: Não colocar água. - Limpeza da casa Formulação 1 litro de água 2 colheres de sopa de álcool 10 ml de oe eucalipto / oe capim limão / oe alecrim Modo de preparo: diluir o oe no álcool e completar com água. Guardar em local fresco. Modo de uso: essa mistura poderá ser usada em substituição aos produtos sintéticos pinho sol, veja, etc. Adicionar em 1 litro de água 3 tampas / 3 colheres de sopa da mistura da mistura.
  • 20. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 20 Chakras e Óleos Essenciais 1. Chakra Raíz nome em sânscrito: localização: cor: tattva: mantra: aspectos/qualidades: atitude: frase conceito: afirmação: planeta: nível físico: nível emocional: nível energético: óleos essenciais: Mulãdhãra Chakra final da coluna dorsal, abaixo do cóccix vermelho PRITHVI (Terra) – mãe, poder, nutrição, segurança, proteção LAM limiar entre o mundo animal e o humano inconsciência, destino capacidade de agir, iniciar e lidar com a agressividade. “Pressão para mover-se e equilibrar-se entre o medo e a confiança.” “Eu sou o aqui e agora.” Marte bexiga próstata glândula adrenal sangue/circulação segurança pai/mãe estrutura emocional aterramento realização movimento CEDRO CRAVO PATCHOULI SÂNDALO VETIVER
  • 21. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 21 Cedro Cedrus atlas Juniperus virginiana Grupo aromático: Madeira O óleo do cedro é destilado da madeira aver- melhada do cedro – árvore conífera que cresce até 15 metros de altura. O cedro vermelho é originário da América do Norte e é usado pelos índios norte americanos, em seus rituais de cura, para dar força espiritual. O Cedro Atlas, originário das montanhas Atlas (Marrocos), era usado pelos egípcios para produção de cosméticos, perfumes e mumificação. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema linfático – estimula o sistema linfático a drenar e dissolve gordura acumulada. Tratamento de celulite ou edema. • Sistema nervoso – reduz estresse, ansiedade e tensão. • Sistema respiratório – drena muco – gripes, tosses e bronquites crônicas. • Sistema urinário – cistite e infecções no trato urinário. • Sistema tegumentar – adstringente e antiseptico – reduz a oleosidadade dos cabelos e da pele. Fortalece o crescimento capilar e reduz a queda. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: foco, concentração, força, confiança, equilíbrio, estabilidade, conforto, persistência, fortalecimento, estabilidade e centramento. • Fortalece e dá estrutura para pessoas que precisam de chão e em tempos de crise. Fortalece o poder da vontade. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO e SAHASRÃRA CHAKRA – C. CORONÁRIO • Meditação, força e proteção espiritual. Uso: massagem, banho, compressa, spray, difusor, sauna e perfume. Cravo Syzygium aromaticum Grupo aromático: Especiaria O óleo é extraído dos botões, flores e das folhas da árvore que atinge até 15 m de altura. O cravo é cultivado em Madagascar, Filipinas e Índia. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Analgésico – efeito anestésico para dor de dente e nevralgias. • Sistema digestivo – carminativo e anti-espasmódico – estimula a digestão, restaura o apetite e alivia a flatulência. • Sistema músculo-esquelético – dores reumáticas – artrite e reumatismo. • Sistema nervoso – estimulante físico e mental. Usar em associação com a menta.
  • 22. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 22 PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: vigor, força, energia, direção, poder pessoal, sexualidade. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO • Limpeza e purificação. Abertura energética com a abundância. Uso: massagem, banho, compressa, spray, difusor, sauna e perfume. Patchouli Pogostemom cablin Grupo aromático: Folha É uma planta pequena que atinge em torno de 1 metro de altura, com folhas grandes, macias e peludas. É nativa da Ásia. O patchouli tem sido uma planta muito apreciada no Oriente desde tempos antigos. Era usado para perfumar o linho e roupas. Chegou ao Ocidente no século XIX sendo usado para perfumar os chalés Paisley. Ainda é largamente aplicado na perfumaria moderna como fixador. Nos anos 60, foi usado como símbolo de paz e amor, pelos hippies. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema digestivo: tonifica a energia do baço – regula e refina o apetite. • Sistema tegumentar: adstringente, anti-inflamatório, cicatrizante, citofilático - dermatite, pele rachada e ressecada. • Sistema nervoso: afrodisíaco, antidepressivo, ansiolítico - Relaxa e acalma. Afrodisíaco. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: persistência, paciência, aterramento, centramento, realização, equilíbrio. • Acalma e relaxa, ajuda a manter a calma para lidar com as mudanças, permitindo que comesse a enxergar as novas oportunidades e direções. Auxilia no aterramento. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO e ÃGYÃ CHAKRA – C. FRONTAL • Meditação e aterramento. Amplifica a energia – mantra AUM. Uso: massagem, banhos, compressas, spray, difusor, inalações e perfume. Sândalo Amyris balsamifera Grupo aromático: Madeira Árvore nativa das encostas do Haiti, onde é encontrada em bosques e cerrados. Ele é considerado o sândalo das Índias Ocidentais. Seu tronco queima como uma tocha em virtude de seu teor oleoso. Os nativos o chamam de “candlewood” (madeira que queima como vela).
  • 23. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 23 Indicações clínicas: • Sistema Urinário – anti-infeccioso das vias urinárias e genitais, combate cistite, uretrite e prostatite. • Sistema Tegumentar: coagulante sanguíneo e cicatrizante. Utilizado em pequenos cortes. • Sistema linfático: estagnação venosa e linfática – anti-inflamatório. • Sistema nervoso: efeito relaxante no sistema nervoso – insônia, agitação emocional, dor de cabeça e tensão nervosa. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: sensibilidade, serenidade, confiança, harmonia, paz de espírito, sabedoria, sensualidade, expressão, abertura, unidade (consciência da totalidade). • Ajuda a criar uma visão mais abrangente da vida. Trabalha questões de autoridade de pai ou mãe e medos, fazendo-nos acreditar em nossos potenciais. É um óleo estrutural do cinturão vermelho, liberando os medos relacionados à sobrevivência. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO e BINDU CHAKRA/SAHASRÃRA CHAKRA – C. CORONÁRIO • Meditação, ascensão da kundaline (expansão da consciência). Proteção energética e enraizamento. Uso: massagem, banhos, compressas, difusor, inalações e perfume Vetiver Vetiveria zizanoides Grupo aromático: Raíz É um capim comprido e perene, com folhas compridas e finas (relaciona-se botanicamente com a citronela, capim-limão e palmarosa). Seus arbustos chegam a 2 metros de altura e sua raíz a 3 metros de comprimento. É usado para contenção de encostas. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema muscular: artrite, reumatismo e dor muscular. • Sistema nervoso: relaxante – estresse, ansiedade, insônia e depressão. • Sistema reprodutor: regulador hormonal – regula a secreção de estrogênio e progesterona – oe ideal para usar durante a menopausa – também ameniza os calores. TMP por baixa de estrogênio – depressão e por baixa de progesterona – irritação. • Sistema tegumentar: fortalece o tecido conjuntivo. É benéfico para pele ressecada, fraca e sem brilho – usar para evitar estrias. Poder de reabsorção da pele é estimulado – fortalecimento PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: confiança, poder pessoal, força, coragem.. • Ajuda a criar um senso de determinação e autoconfiança, podendo assim transpor as dificuldades com a força do poder interior.
  • 24. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 24 EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MULADHARA CHAKRA – C. BÁSICO e BINDU CHAKRA/SAHASRÃRA CHAKRA – C. CORONÁRIO • Conexão com a energia da Terra. Enraízamento, centramento, fortalecimento energético, proteção energética e exorcismo Uso: massagem, banhos, compressas, difusor, inalações e perfume.
  • 25. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 25 2. Chakra gerador nome em sânscrito: localização: cor: tattva: mantra: aspectos/qualidades: atitude: frase conceito: afirmação: planeta: nível físico: nível emocional: nível energético: óleos essenciais: Svãdhishthãna Chakra aprox. 3 cm acima do fim da coluna cervical, onde o cóccix e o sacro se encontram. laranja JALA (água) - macio e suave VAM primeiro nível do desenvolvimento humano, o subconsciente. organização, energia e independência “O poder de sustentar a atividade.” “Eu crio e concretizo.” Mercúrio reprodutor urinário intestino grosso confiança poder pessoal criatividade gerar/ação expandir relação com o mundo CANELA JASMIM JUNÍPERO SÁLVIA ESCLARÉIA TANGERINA YLANG YLANG
  • 26. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 26 Canela Cinnamomum zeylanicum Grupo aromático: Madeira A árvore da canela pode chegar a 15 metros de altura. O tronco e as folhas são extremamente aromáticos. O óleo essencial pode ser retirado da casca, folhas e raízes. Nativa do Sri Lanka, Índia e Sudeste da Ásia. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Antimicrobiano: um dos mais fortes bactericidas. Infecções virais e doenças contagiosas. • Sistema digestivo: estimulante, acalma espasmo no trato intestinal, alivia colite, flatulência, diarréia, náusea e vomito. Estimula secreção do suco gástrico e é recomendado para perda de apetite. Infecções por bactérias exógenas no trato intestinal. • Sistema nervoso: revigorante e estimulante – convalescença, stress, falta de energia e depressão apática. • Sistema reprodutor: emenagogo – cólicas. Afrodisíaco - Frigidez. • Sistema circulatório: aquece e estimula a circulação. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: vigor, força, energia, direção, poder pessoal (auto-amor / auto-estima), sexualidade. • O óleo essencial da casca da canela possui como componente principal o aldeído cinâmico que é um agente estimulante do sistema nervoso central. • É usado na psicoaromaterapia como estimulante, afrodisíaco, revigorante, fortalecedor e energizante. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: Svãdhishthãna Chakra – C. gerador • Equilíbrio vibracional: Ativa a kundaline. Amplia a energia de manifestação material. Traz sorte, energiza ambientes, negócios, e vitaliza a aura. Atraí bons fluídos. • O aroma quente da canela transforma tristeza em alegria e traz alento para o coração. Amplia a frequência do chakra cardíaco. Uso: difusor, massagem e sprays. CUIDADOS: Não aplique diretamente sobre a pele, pois é irritante. Não usar em mulheres grávidas - estimula contrações. Jasmim Jasminum officinalis Grupo aromático: Flor O jasmim é nativo da Índia, Iran, Afeganistão e Kashimira e hoje em dia é cultivado também na França, Egito, Marrocos e Itália. O jasmim é apreciado pelo seu aroma, que é romântico, exótico e rico, e faz com que todos os que o cheiram se sintam bem. É há muito utilizado na maioria dos grandes perfumes clássicos, pelo seu toque sensual. Na Índia é chamado de Rainha da Noite, pois seu aroma se torna mais intenso durante a noite. As flores são colhidas à mão antes do amanhecer para um maior aproveitamento do óleo essencial. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema nervoso: ansiedade e depressão apática – estimulante do sistema nervoso. Muito eficaz para dilemas
  • 27. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 27 emocionais principalmente se envolve relacionamento e sexo. Estimulante sexual – afrodisíaco. • Sistema reprodutor: um dos melhores oes para o momento do parto – aliviando a dor e estimulando as contrações (emenagogo). Ajuda na reabilitação pós-natal. Cólicas menstruais – alivia cólicas. • Sistema tegumentar: peles secas e irritadas. PSICOAROMATERAPIA • Atributos Positivos: autoconfiança, força, coragem, entusiasmo e entrega. • Muito eficaz para dilemas emocionais principalmente se envolve relacionamento e sexo. Estimulante sexual – afrodisíaco. • O jasmim é o óleo indicado em casos de abuso e trauma sexual. • Seu aroma exótico estimula a sensibilidade, harmonia interna, profundidade, inspiração e o prazer. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador, Anãhata Chakra – C. CARDÍACO, Ãgyã Chakra – C. FRONTAL e Bindu Chakra - C. CORONÁrio • Equilíbrio vibracional: Equilíbrio energético das polaridades feminina e masculina. Meditação, intuição, despertar da kundaline. • Ativa a frequência angelical. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor e perfumes. CUIDADOS: Não usar durante a gravidez, pois provoca contração uterina (emenagogo). Junípero Juniperus communis Grupo aromático: Fruta/Madeira Nativo do norte da Europa é explorado na Itália, Áustria, República Checa, Hungria, Croácia e França. Os antigos Egípcios e Gregos usavam as bagas do junípero contra as infecções e as queimavam para afastar energias negativas e demônios. O óleo extrai-se das bagas frescas, flores e agulhas da conífera. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema linfático: descongestionante linfático - detox. • Sistema nervoso: fadiga mental e estresse. • Sistema muscular e articular: dor lombar. Excelente oe para articu- lações inflexíveis (antireumático) • Sistema urinário: cistite e cálculo renal. Diurético – excelente oe para retenção de líquidos. PSICOAROMATERAPIA • Atributos Positivos: autoconfiança, força, coragem, entusiasmo e entrega. • Confiar, flexibilizar, purificar, vencer vitalizar e proteger. • Inalar o oe de junípero para purificação da mente e emoções. • Fortalece o poder pessoal • Quebra padrões negativos, dando força e coragem para assumir uma atitude positiva diante da situação. • Determinação e coragem para vencer os obstáculos da vida. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador
  • 28. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 28 • Equilíbrio vibracional: Purificação, proteção e equilíbrio energético Uso: massagem, compressa, banho, banho de assento, inalação, difusor e spray. CUIDADOS: Gestante, crianças menores de 12 anos e deficiência renal. Salvia Salvia sclarea Grupo aromático: Erva Distinta variedade da salvia, sendo uma erva perene originária do Mediterrâneo. Erva muito curativa de onde vem o seu nome salvare – curar, salvar. Atualmente é cultivada na França, Inglaterra, Marrocos e EUA. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema nervoso: neurotônico - fadiga mental e estress • Sistema reprodutor: remédio da mulher - regulador hormonal – alivia cólicas menstruais - promove contração uterina e tem efeito analgésico. Estimulante uterino – estimula a menstruação quando em atraso ou suspensa. Regulador hormonal para menopausa. Durante o parto seu efeito relaxante ajuda a Mãe a relaxar e liberar ansiedade e estimula a contração uterina. Se comporta como o estro- geneo. Tônico sexual - afrodisíaco. • Sistema circulatório: tônico venoso - varizes, hemorróidas. Hipotensor. • Sistema tegumentar: controla suor excessivo, pele oleosa – regula a produção de sebo. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: calma, suavidade, confiança, regeneração, inspiração, tranqüilidade, equilíbrio, força, relaxamento e equilíbrio. • Efeito estimulante e relaxante do sistema nervoso central. Excelente óleo essencial usado em associação com o oe de lavanda e oe de bergamota para tratar ansiedade, estress, mudança de humor, paranóia e tensão nervosa. • Acalma a mente a alivia a tensão – efeito relaxante e regulador. • Estimula a inspiração e criatividade. • Reforça a auto-confiança e abre novas perspectivas • Acalmar, ampliar, confiar, equilibrar, inspirar, regular, revitalizar, aterrar e suavizar. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador e Ãgyã Chakra – C. FRONTAL • Equilíbrio vibracional: Equilíbrio e harmonia. Amplifica a 3ª visão - ativa intuição. Proteção energética. • Abre a porta do nosso subconsciente, clarifica e facilita a interpretação dos nossos sonhos. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfumes. CUIDADOS: Não usar durante a gravidez - efeito emenagogo. Não usar junto com bebida alcóolica. Tangerina Citrus reticulata Grupo aromático: fruta Originária da China foi levada para a Europa no começo do século XIX. Ao seu introduzida nos EUA foi batizada de tangerina. A tangerina pertence a mesma família da mandarina (citrus rmadurensis), porém tem um aroma menos intenso com semelhança maior com a laranja.
  • 29. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 29 INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema digestivo: estimulante digestivo – estimula o intestino – prisão de ventre. • Sistema nervoso: relaxante. • Sistema linfático: drenagem linfática e retenção de líquidos. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: integração, tranqüilidade, inspiração, calma, energia, liberação. • Sintomas: bloqueios emocionais, ressentimento, agitação, estresse, apatia. • Libertar as coisas que ficam trancadas – solta as amarras. No homem trabalhamos o cardíaco para liberar emoções. O óleo essencial de tangerina é bom para tratar choques e traumas. • Liberar, alegrar, relaxar. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador e MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR Equilíbrio vibracional: Amplia a energia de transformação. Prana dourado. Usado em terapias de vidas passadas para tratar choques e traumas. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfumes. CUIDADOS: fotossensível. Ylang Ylang Cananga odorata Grupo aromático: flor “Ylang Ylang”, significa “flor das flores” e o nome identifica muito bem essa árvore tropical que chega a atingir 20 metros de altura. Trata-se de uma árvore de grande porte e visual peculiar. Nos ramos pendentes, a folhagem macia divide o espaço com grandes cachos de flores caracterizadas pelas pétalas retorcidas e intensamente perfumadas. Essas flores são ricas em um óleo essencial muito usado em perfumaria. Na ilha de Madagascar existem grandes plantações, de onde é extraído esse óleo e enviado à França para a fabricação de perfumes. As grandes empresas perfumistas do mundo guardam suas fórmulas à sete chaves, entretanto, sabe-se que alguns perfumes fabricados pela Channel, por exemplo, têm, entre seus ingredientes, o óleo de Ylang Ylang. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema circulatório: reduz a pressão arterial – hipotensor e taquicardia – oe resgate. • Sistema nervoso: relaxante – reduz estresse, tensão nervosa e ansiedade. Depressão e frustração. Afrodisíaco. • Sistema reprodutor: TPM – oscilação de humor. • Sistema tegumentar: tratamento capilar – trata pontas duplas. Recomendado para peles oleosas e sacas – ação reguladora na produção de sebo. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: autoconfiança, calma, prazer, entusiasmo, meditação, sensualidade, leveza e entrega. • Sintomas: depressão, ansiedade, tensão, estresse, frustração, irritabilidade, culpa, ressentimento, ciúme e bloqueio sexual. • Emocional: Excelente Oe para tensão, ansiedade e depressão. Ajuda a liberar medos (região lombar) e traumas sexuais. • Acalmar, acolher, aterrar, centrar, confortar, estruturar, fortalecer, integrar, nutrir, proteger.
  • 30. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 30 EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: Svãdhishthãna Chakra – c. gerador • Equilíbrio vibracional: Libera a energia de transformação feminina. Ativa a kundaline. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
  • 31. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 31 3. Chakra plexo solar nome em sânscrito: localização: cor: tattva: mantra: aspectos/qualidades: atitude: frase conceito: afirmação: planeta: pedra preciosa: sabor: nível físico: nível emocional: nível energético: óleos essenciais: Manipura Chakra coluna dorsal no nível do umbigo amarelo sol TEJAS (fogo) - fogo digestivo, purificação RAM consciência humana, auto-estima, bem-estar capacidade de realização “Processo de consciência através da vida emocional no tempo.” “Eu quero. Eu posso.” Sol citrino natural, pirita, topázio imperal, calcita dourada apimentado baço-pâncreas fígado estômago intestino delgado linfático imunológico motivação alegria liberação digerir emoções energia vitalidade proteção força ALECRIM, CAPIM LIMÃO, GENGIBRE, LARANJA, LIMÃO, MANJERICÃO, MENTA
  • 32. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 32 Alecrim Rosmarinus officinalis Grupo aromático: erva O alecrim é uma planta nativa do mediterrâneo e é há muito consid- erado planta sagrada. Foi usado na magia, medicina e culinária das mais antigas civilizações. Queima-se para afastar infecções e energias negativas. Terapeuticamente tem sido usado por centenas de anos pelas suas propriedades anti-sépticas e revigorantes. Seu nome científico significa em latim “rosa do mar”. Na época da peste queimava-se para espantar os maus espíritos. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema circulatório: tônico cardíaco – fadiga cardíaca, palpitação, pressão baixa e problemas circulatórios nas extremidades. • Sistema digestivo: colagogo - tônico do fígado e vesícula – infecção e pedra na vesícula – (fazer compressa quente). • Sistema linfático: reduz a congestão linfática, diminuindo a retenção de líquidos. • Sistema nervoso: estimulante do cérebro– falta de concentração e enxaqueca. • Sistema respiratório: descongestionante das vias respiratórias - gripes, asma e sinusite. • Sistema tegumentar: tratamento capilar – shampoo – estimula o crescimento capilar e previne a calvície precoce. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: energia, criatividade, clareza mental, concentração, motivação, purificação, autocon- fiança, proteção, alegria. • Sintomas: perda de memória, dificuldade de aprendizagem, desorientação, fadiga, indecisão, exaustão nervosa, medos, negatividade, passividade, falta de concentração, falta de confiança, introversão (emoções bloqueadas), raiva retida. • Emocional: energia, entusiasmo, positividade e autoconfiança – desperta o potencial individual. • Ajuda a digerir raiva. • Trabalha dificuldades de colocar opiniões, ajuda a desligar de emoções negativas, assertividade (tomar atitudes corretas). Estimular, digerir, concentrar, purificar. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR • Equilíbrio vibracional: Purificação, força e proteção energética. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume. CUIDADOS: o óleo essencial de alecrim é hipertensor. Capim Limão Cymbopogon citratus Grupo aromático: folha É um capim comprido e perene, com folhas compridas e finas (relaciona-se botani- camente com a citronela, palmarosa e vetiver). Planta nativa da Índia e cultivada em regiões tropicais, inclusive o Brasil.
  • 33. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 33 INDICAÇÃO CLÍNICA • Vaporisar no ar / armários para desinfetar. Tira os odores do ambiente. • Sistema digestivo: estimulante – colite, indigestão e gastrenterite. • Sistema muscular: fortalece as fibras elastinas. É recomendado para contusões esportivas. Combate a flacidez. • Sistema nervoso: energizante. Ativa a concentração. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: suavidade, calma, positividade, coloca limites saudáveis, assertividade. • Sintomas: negativismo, dispersão, preocupação, dúvida, timidez, nervosismo, fadiga mental, não dar limites. • Emocional: O capim-limão nos ensina a sair da cadeira da vítima e a nos responsabilizarmos por nossas atitudes, abrindo assim novas oportunidades para nossas vidas. Abre espaço, dá cortadas quando alguém invade seus limites. • Decisão, clareza de expressão, alegria, integração. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR Equilíbrio vibracional: Corta influências indesejáveis. Equilibra o campo energético. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume. Gengibre Zingiber officinalis Grupo aromático: raíz Nativo da Índia, é uma das especiarias mais comumente usadas na Ayurveda. É usado para estimular a digestão (agni digestivo) e aumentar o metabolismo, auxilindo na eliminação de toxinas do corpo. A destilação é feita da raíz seca e descascada. INDICAÇÃO CLÍNICA • Sistema digestivo: gengibre estimula e aquece o sistema digestivo. Indicado para deficiência digestiva, distenção abdominal e flatulência. O gengibre auxilia na eliminação de toxinas no sistema digestivo. • Sistema circulatório: estimulante da circulação e aquecedor. Indicado para circulação deficiente, caimbras, mãos e pés frios. É um tônico do coração. Não indicado em casos de pressão alta. • Sistema muscular: dor muscular, caimbra e má circulação. • Sistema respiratório: resfriado, muco, tosse, sinusite e dor de garganta. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: confiança, poder pessoal, força, empatia e coragem. • Sintomas: perda da motivação, apatia, depressão, letargia, indecisão, confusão, desconexão e tristeza, inse- gurança e introversão. • Emocional: ajuda a criar um senso de determinação e autoconfiança, podendo assim transpor as dificuldades com a força do poder interior. • Coragem, força de vontade, poder pessoal, autoconfiança. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR • Equilíbrio vibracional: força espiritual, longevidade e aterramento. Uso: massagem, compressa, spray.
  • 34. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 34 Laranja Doce Citrus aurantium Grupo aromático: fruta Nativa da China, foi introduzida na Europa em 1520 por portugueses vindos da China. A árvore ganhou popularidade na Espanha, sob o domínio mouro, mas como as laranjas eram raras e caras não eram muito usadas na medicina fitoterapêutica européia até o final do século XVII. Por volta do século XVIII eram recomen- dadas para uma grande quantidade de queixas, que iam da melancolia a problemas cardíacos. INDICAÇÃO CLÍNICA • Sistema digestivo: alivia cólicas digestivas. Normaliza o movimento peristáltico do intestino – recomendado tanto para constipação como para diarréia. Faz circular Qi estagnado no fígado, estomago e intestinos. • Sistema linfático: estimulante da circulação linfática – drenagem linfática. • Sistema nervoso: sedativo e antidepressivo. Ansiedade, nervoso e insônia. (usarcomlavandaecedro). • Sistema tegumentar: peles secas, irritadas e com acne. Efeito regenerador do tecido. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: prazer, brilho, equilíbrio, regeneração, força, criatividade, positivismo, simpatia, coragem. • Sintomas: depressão, tristeza, apatia, resignação, ansiedade, obsessão, compulsão. • Emocional: Usado para ansiedade, tensão nervosa, estresse e depressão. Tranqüiliza, mas mantém a alegria – ótimo para hospitais. • O oe de laranja aumenta o otimismo, dispersa a irritabilidade e o mau humor. • Trabalha a criança interior. Auto-confiança, otimismo, brilho, alegria. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR • Equilíbrio vibracional: Amplifica a energia do plexo solar. Abundância, prosperidade e coletividade. Uso: massagem, compressa, banho, difusor, spray e perfume. CUIDADO: fotossensível. Limão Citrus limonum Grupo aromático: fruta Originário da Ásia, foi introduzido na Europa (Espanha e Sicília) no final do século XII. Hoje é cultivado no Mediterrâneo, Flórida, Califórnia e Brasil. INDICAÇÃO CLÍNICA • Sistema circulatório: tônico – reduz a viscosidade do sangue e ajuda a quebrar os depósitos de placas de gorduras nas artérias, reduzindo o colesterol. Tonifica as veias – varizes, capilares rompidos, hemorróidas e sangramento nasal. • Sistema imunológico: antimicrobiano – gripes e resfriados. Estimula a produção de células brancas que irão lutar contra a bactéria. • Sistema linfático: detox - celulite. • Sistema nervoso: fadiga mental. Clareia a mente para os processos de decisão. Excelente oe para estudo e para organizar a mente racional.
  • 35. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 35 PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: prazer, clareza emocional, direção, concentração, consciência, força, memória. • Sintomas: depressão, apatia, indecisão, bloqueios mentais, estresse, fadiga mental, medos. • Emocional: libera o excesso de água / emoções - detox emocional, clareia a mente, deixando-a mais racional • Refresca, clareia, auto-confiança. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR • Equilíbrio vibracional: purificação energética. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume. CUIDADO: fotossensível. Manjericão Ocimum basilicum Grupo aromático: erva O manjericão é uma planta herbácea, aromática e medicinal, conhecida desde a anti- guidade pelos indianos, gregos, egípcios e romanos. Ele é envolto de cultura espiritual e simbolismos, sendo, inclusive, considerado sagrada entre alguns povos hindus, por representar Tulasi, esposa do deus Vishnu. INDICAÇÃO CLÍNICA • Sistema Digestivo: tonifica o sistema digestivo. • Sistema Nervoso: alivia fadiga mental e promove força e clareza. Exaustão nervosa e insônia - digere a preocupação durante a noite. • Sistema Imunológico: fortalecedor. • Sistema Respiratório: ação antiespasmódica - sinusite, asma, gripes e tosse. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: positividade, propósito, concentração, assertividade, decisão, integridade, entusiasmo, clareza, força. • Sintomas: indecisão, exaustão mental, negatividade, medo, confusão, apatia, ressentimento, conflito, medo da intimidade, vergonha, dúvidas, melancolia, tristeza. • Emocional: fortalece a concentração e clareia a mente. Estimula os centros vitais – estimulante. Permite o acesso aos potenciais individuais. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR • Equilíbrio vibracional: energia positiva que estimula a realização do dharma individual. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume. Menta Mentha piperita / Mentha arvensis / Mentha spicata Grupo aromático: erva A menta é uma planta nativa do Mediterrâneo e da Ásia. Foi encontrada em túmulos Egípcios e era usada pelos antigos egípcios nos rituais de defumação (incenso sagrado = kyphi) e perfume. Mentha deriva do latim mente
  • 36. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 36 = pensamento. Pesquisas têm mostrado que a menta melhora a atenção e estimula o cérebro INDICAÇÃO CLÍNICA • Sistema Muscular - Analgesia: dores musculares, lombalgia, contusões, dores articulares, nevralgias e pancadas. • Sistema digestivo: um dos oes mais eficazes para a digestão. Alivia náusea, esto- matites, diarréia e flatulência. Excelente oe para enjôo em viagens. Obstrução no canal da vesícula biliar, inflamação na vesícula e problemas hepáticos. • Sistema linfático: Efeito vasoconstrictor aumenta o fluxo sanguíneo, acelerando a circulação de linfa. • Sistema nervoso: fadiga mental. Clareia a mente, melhorando a concentração. Aumenta o aporte sanguíneo para o cérebro estimulando a circulação cerebral. Fortalece a acalma os nervos. • Sistema respiratório: gripes e resfriados com quadros de febre e dor de cabeça. Trata sinusite. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: regeneração, frescor, auto-aceitação, concentração, vitalidade, otimismo, clareza mental. • Sintomas: cansaço mental, timidez, letargia, negativismo. • Emocional: Afasta pensamentos negativos (excelente para trabalhar padrões e crenças), a hortelã nos ensina a romper com o passado e nos encoraja a dar o próximo passo. • Abrir, ampliar, comunicar, integrar, e participar EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR e VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO • Equilíbrio vibracional: Inspiração, limpeza energética. Liberação de padrões energéticos. Purifica e amplifica a energia do plexo solar. Uso: massagem, compressa, banho, difusor, inalação, spray e perfume. May Chang Litsea cubeba Grupo aromático: fruta O óleo essencial de Litsea cubeba também conhecida como May Chang ou pimenta chinesa provém de uma planta nativa da Ásia e cultivada principalmente na China, Malásia e Java. Foi destilada pela primeira vez nos anos 50 e é normalmente utilizada na culinária chinesa. Seus frutos e flores são utilizados por herbalistas asiáticos. INDICAÇÃO CLÍNICA • Citral (75%), componente químico que tem fortes qualidades antimicrobianas(fungos - micoses, bactérias, vírus - antigripal). • Sistema nervoso - alívio de estresse por reduzir a liberação de ACTH (hormônio adrenocorticotrófico) pela hipófise. • Sistema circulatório - age como hipotensor (vaso-dilatador). • Tônico pulmonar (pneumonia e tuberculose). • Aromaterapia estética - tratamento de celulite e gordura localizada, por seu efeito ativador do metabolismo e da circulação local. Sua associação com o óleo de limão sicliano (Citrus limonum) é muito eficiente e potente para isso, contribuindo também na drenagem linfática e desintoxicação.
  • 37. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 37 PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: motivação, estímulo, fortalecimento, foco, realização, criatividade. • Sintomas: falta de motivação e estímulo, apatia. • Emocional: alivia o stress e a ansiedade. Trata depressão e falta de ânimo. Conecta com o que gosta de fazer na vida devolvendo o entusiasmo e a alegria de viver. Go and get it – eu quero eu posso eu consigo realizar tudo que desejar! • Acreditar, criar, desejar, estimular, focar, fortalecer, motivar, realizar EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: MANIPURA CHAKRA – PLEXO SOLAR • Equilíbrio vibracional: Dissipa a energia do medo e da ansiedade. A vibração elevada do seu aroma energiza a aura. Eleva a frequência vibracional da aura. Fortalece o magnetismo pessoal e possibilita a conexão com vibrações angelicais. Uso: massagem, compressa, banho, difusor, inalação, spray e perfume.
  • 38. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 38 4. Chakra cardÍaco nome em sânscrito: localização: cor: tattva: mantra: nota: aspectos/qualidades: atitude: frase conceito: afirmação: planeta: pedras preciosas: nível físico: nível emocional: nível energético: óleos essenciais: Anãhata Chakra centro do peito, na altura do coração verde/rosa VÃYU (Ar) – movimento, energia, toque, sensação YAM fa primeiro nível do desenvolvimento humano, o subconsciente. capacidade de curar e amar “Senso de direção, amor e identidade.” “Eu sou luz e amor.” Vênus safira, quartzo rosa, turmalina rosa, quartzo verde, turmalina verde coração pulmão glândula timo auto-estima compartilhar perdoar compaixão acolhimento abertura amor incondicional equilíbrio plenitude conexão ampla BERGAMOTA, GERÂNIO-ROSA, PALMAROSA, CARDAMOMO, ROSA
  • 39. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 39 Bergamota Citrus bergamia Grupo aromático: fruta É uma árvore que atinge 12 metros de altura que é cultivada apenas por seu óleo essencial. A árvore não pode ser propagada por semente, sendo feito o enxerto em troncos de laranja amarga e limão. A maior parte dos oes é produzida na Calábria (Itália), Guiné e Marrocos. É um importante oe usado na perfumaria, sendo o principal constituinte da água de colônia – Eau de Cologne. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema digestivo: carminativo e digestivo – alivia cólicas, flatulência e indi- gestão. Indicado para indigestão e perda de apetite por estresse emocional. • Sistema imunológico: herpes e resfriados - associar com o tea tree. • Sistema nervoso: sedativo e equilibrador do sistema nervoso – tensão, estresse e ansiedade. Antidepressivo - eficaz para tratar anorexia nervosa. • Sistema tegumentar: anti-séptico – feridas, herpes e acne (associar com o tea tree e lavanda). Vitiligo – relação com problemas emocionais / perda. Psoríase – ansiedade. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: concentração, equilíbrio, força, alegria, motivação, harmonia e plenitude. • Sintomas: depressão, ansiedade, apatia, amargura, vazio, exaustão, tristeza, solidão, estresse, tensão e dese- quilíbrio emocional. • Emocional: Dispersa tensão, irritabilidade, frustração e depressão. Ajuda a redescobrir o otimismo e a alegria. • Alegrar, centrar, confiar EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: ANAHATA CHAKRA – C. CARDÍACO • Equilíbrio vibracional: Equilíbrio e fortalecimento energético. Uso: massagem, compressa, inalação, difusor, spray e perfume. CUIDADOS: fotossensível. Gerânio-Rosa Pelargonium roseum Grupo aromático: erva Originário do Sul da África, chegou na Europa no século XVII. Há mais de 700 espécies, muitas bastante perfumadas. O aroma do óleo de gerânio lembra o de rosa, pois tem muitos constituintes em comum. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Detox: diurético e estimulante linfático – celulite, retenção de líquidos, diabete e edemas nos tornozelos. • Sistema nervoso: sedativo e regulador – estresse, tensão nervosa, depressão, dor de cabeça e ansiedade. • Sistema reprodutor: regurador e equilibrador hormonal. – indicado para flutuações hormonais - TPM e Menopausa. • Sistema tegumentar: indicado para todos os tipos de pele – regula e equilibra a produção de sebo. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: consolar, ajustar, elevar, regenerar, balancear, segurança, bom humor, amizade,
  • 40. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 40 auto-estima. • Sintomas: ansiedade, depressão, medo, confusão, rigidez, instabilidade, abuso, insegurança, tensão, estresse, agressividade. • Emocional: Harmoniza e acalma – é usado para tratar: depressão, ansiedade e raiva. • acolher, amar, consolar, integrar, perdoar, regular, requilibrar. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: ANAHATA CHAKRA – C. CARDÍACO • Equilíbrio vibracional: Amplifica a energia feminina. Amplifica a energia do chakra cardíaco. Equilíbrio e harmonia. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume. Palmarosa Cymbopogon martini Grupo aromático: folha É um capim perene originário da Índia. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema digestivo: tônico do sistema digestivo. • Sistema nervoso: acalma e equilibra as emoções – estresse emocional e ansiedade. • Sistema tegumentar: anti-séptico, hidratante, equilibra a produção de sebo (todos os tipos de pele) e regenerador celular. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: calma, segurança, confiança, compaixão. • Sintomas: insegurança, estresse e ansiedade. • Emocional: a palmarosa encoraja o fluxo livre, a entrega, deixar fluir, promovendo um sentimento de segurança, leveza e descontração. A palmarosa trabalha a compaixão, acalmando as emoções, proporcionando assim o equilíbrio e a paz interior. NUTRIÇÃO EMOCIONAL. • Acolher, acalmar, equilibrar, fortalecer, nutrir. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: Anãhata Chakra – C. CARDÍACO • Equilíbrio vibracional: Cura. Harmoniza o chakra cardíaco. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume. Cardamomo Elettaria cardamomum Grupo aromático: especiaria É nativo da Ásia e atualmente cultivado no Sri Lanka, Índia, Guatemala e El Salvador. É uma das especiarias mais antigas usado por milhares de anos pela Medicina Chinesa e Ayurvédica. Foi levado para a Europa pelos Gregos no século 4 DC. Sua semente é muito usada na culinária, não só na Índia, mas em todo o mundo. INDICAÇÕES CLÍNICAS
  • 41. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 41 • Sistema digestivo: tônico digestivo – cólicas e flatulência. • Sistema nervoso: tônico do sistema nervoso – exaustão nervosa e depressão. • Sistema respiratório: expectorante – bronquite crônica. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivas: entusiasmo, coragem, propósito, amor próprio, afrodisíaco, conexão com a abundância, estabilidade. • Sintomas: exaustão nervosa, apatia, confusão, i intolerância, rigidez, falta de amor próprio. • Emocional: O cardamomo fortalece, motiva e entusiasma. Excelente óleo essencial para trabalhar angústia e amargura. • encorajar / entusiasmar /LIBERAR EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: ANAHATA CHAKRA – CARDÍACO • Equilíbrio vibracional: Amplificação da energia do chakra cardíaco e liberação da energia feminina. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume. Rosa Rosa centifolia A rosa foi adorada pelos deuses, falada pelos poetas, oferecida aos apaix- onados e, hoje ainda, continua a provocar alegria e êxtase aonde chega. Os romanos referiam que a água de rosas aliviava as ressacas e o seu aroma sensual incentivava as orgias. É considerada a rainha das flores. Foi o 1º oe a ser destilado por AVICENA (1037). INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema nervoso: antidepressivo. Sedativo do sistema nervoso. Afrodisíaco. • Sistema reprodutor: purifica e regula os órgãos sexuais femininos. Tônico uterino – regula menstruação, alivia cólicas menstruais e sangramento excessivo. Trata infertilidade. • Sistema tegumentar: emoliente e hidratante – peles maduras, secas e sensíveis. Adstringente (contrai, endurece e firma o tecido) – rejuvenesce e trata capilares rompidos. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: motivação, vitalidade, confidência, paixão, amor, cooperação, liberdade, plenitude, perdão e sensualidade. • Sintomas: amargura, apego, medo de amar, bloqueio da sexualidade, ciúme, resignação, passividade, baixa estima e autodestruição. • Emocional: Afrodisíaco – atua diretamente nos centros sensuais do corpo. O oe de rosa remove sentimentos de frustração de relacionamentos passados – AMOR, CONFIANÇA, AUTO-ACEITAÇÃO, PERDÃO. • Aceitar, alegrar, amar, centrar, confortar, desbloquear, estimular, iluminar, libertar, motivar, perdoar, regular, resgatar, transformar. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: Anãhata Chakra – C. CARDÍACO. • Equilíbrio vibracional: Cura e abertura do chakra cardíaco. Amplifica a freqüência vibracional. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
  • 42. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 42 5. Chakra larÍNGEO nome em sânscrito: localização: cor: mantra: nota: aspectos/qualidades: atitude: frase conceito: afirmação: planeta: pedras preciosas: nível físico: nível emocional: nível energético: óleos essenciais: Vishuddhi Chakra garganta azul turquesa HAM sol desintoxicação, purificação, manifestação verbal, criatividade comunicação transparente “Manifestar com aplitude a expressão.” “Eu conduzo a comunicação.” Júpiter água marinha, turquesa, quartzo azul, larimar sistema respiratório pulmões garganta cavidade nasal glândula tiróide e paratireóide ouvidos expressão comunicação posicionamento processo da consciência manifestação ampliação respiração EUCALIPTO CITRIODORA EUCALIPTO GLÓBULOS EUCALIPTO RADIATA TEA TREE CAMOMILA ROMANA
  • 43. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 43 Camomila Romana Anthemis nobilis Grupo aromático: flor A camomila romana parece com a margarida, mas possui aroma forte e característico, que lembra o aroma da maçã fresca. É nativa da Europa sendo, atualmente, cultivada na Inglaterra, Belgica, França e Hungria. Pertence a famíla botânica das asteraceae. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Remédio das crianças: alivia a dor associada à dentição e às cólicas digestivas – aplicar o chá de camomila romana com uma gase / algodão na gengiva da criança. Colocar 1 gota do oe para 1 copo de chá e misturar bem. • Sistema digestivo: cólica e indigestão. • Sistema imunológico: estimula a produção de leucócitos – uso interno – Dr. Valnet. • Sistema reprodutor: harmoniza o fluxo menstrual. Alivia cólicas e TPM. • Sistema urinário: cistite – tomar o chá, fazer compressas e massagens. • Sistema nervoso: sedativo e antidepressivo. • Sistema tegumentar: peles sensíveis, peles secas e rachadas. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: comunicação, relaxamento, compreensão, organização, paciência e calma. • Sintomas: nervosismo, frustração, tensão emocional, amargura e ressentimento. • Emocional: animador e reconfortante, alivia o estresse, a ansiedade, a depressão e a insônia. Trata insônia e irritabilidade – é ótimo para os sintomas da menopausa. A camomila ajuda a acalmar, trazendo serenidade e harmonia. A camomila romana trata choques e traumas da infância. É o melhor oe para tratar crianças que passaram por algum tipo de abuso ou trauma. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO • Equilíbrio vibracional: Limpeza de padrões energéticos na infância. A camomila romana promove o li vre fluxo de energia, proporcionando um estado de paz e relaxamento. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray Eucalipto Eucalyptus globulus/Eucalyptus citriodora/Eucaliptus radiata Grupo aromático: folha Original da Austrália e Tasmânia foi introduzido na Europa no final do século XVIII. É umas das maiores árvores do mundo com crescimento mais rápido. Hoje é cultivado em diversas partes do mundo, inclusive no Brasil. Era usado pelos aborígines austra- lianos para tratar febres infecções e feridas (cobriam feridas com folhas de eucalipto para apressar a cura por suas propriedades antiinflamatórias e alívio das dores, reduzindo inchaço). INDICAÇÕES CLÍNICAS • Analgésico: alivia picadas de insetos e dores musculares. Indicado para dores reumáticas (quadros frios) e nevralgia. • Sistema nervoso: dor de cabeça. • Sistema respiratório: gripes, resfriados, viroses, sinusite, laringite, pneumonia e bronquite crônica – ação
  • 44. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 44 descongestionante. Tonifica o Qi do pulmão. • Sistema tegumentar: repelente de insetos. Queimaduras, cortes e feridas. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: estímulo, frescor, concentração, entusiasmo, espontaneidade, comunicação, otimismo, vitalidade, abertura, compreensão, criatividade, regeneração, coragem, empatia, exteriorização, liberdade, amparo, amplitude. • Sintomas: preguiça, lentidão, apatia, emoções contidas, opressão, medo, desânimo, solidão, isolamento, timidez, dificuldade de expressar. • Emocional: abre as perspectivas, levando e dando coragem para mudanças. É hora de mudar!!! Eucalipto dá claridade e ajuda a seguir em frente na vida, cortando o medo e a dúvida. • Otimismo, abertura, liberdade • Abrir, clarear, comunicar, encorajar, liberar, mudar. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO • Equilíbrio vibracional: Purificação energética e cura. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e sauna. Tea Tree Melaleuca alternifólia Grupo aromático: folha É uma árvore que cresce até 7 metros, com pequenas flores brancas. É originário da Austrália e usado por aborígenes por centenas de anos para tratar ferimentos e problemas de pele. Durante a 1ª Guerra Mundial foi usado no kit de 1os socorros para tratar ferimentos. O óleo de Tea Tree é o mais importante óleo essencial para tratar bactérias, fungos e vírus. Em 1930, o Medical Journal of Austrália – já havia publicado sobre suas potencialidades como agente bactericida. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Antimicrobiano: o tea tree possui um espectro amplo contra bactérias, vírus e fungos. • Sistema geniturinário: cistite, vaginite e candidíase. • Sistema imunológico: imunoestimulante. • Sistema tegumentar: acne, queimaduras, herpes, inflamações, pele oleosa e verrugas. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: estrutura, fortalecimento, reintegração, foco, objetivo, proteção, liberação. • Sintomas: ausência de estrutura, fragilidade emocional, falta de foco e objetivo. • Emocional: Fortalecedor do instinto de cura. • FORÇA / RESISTÊNCIA / cura EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO • Equilíbrio vibracional: Cura e fortalecimento energético. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor e spray.
  • 45. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 45 6. Chakra FRONTAL nome em sânscrito: localização: cor: mantra: nota: aspectos/qualidades: atitude: frase conceito: afirmação: planeta: pedras preciosas: nível físico: nível emocional: nível energético: óleos essenciais: Ãgyã Chakra topo do fim da coluna, com radiação para o meio da teste entre as sobrancelhas. violeta OM la o mestre interno - margem entre a consciência humana e Divina. capacidade de distanciar, intuir, ampliar “Processo da consciência.” “Eu visionário. Intuição.” Saturno água marinha, turquesa, quartzo azul, larimar olhos ouvidos glândula pineal sistema nervoso central calma paciência discernimento equilíbrio clarividência expansão da consciência amplitude percepção intuição LAVANDA LAVANDIN CAMOMILA ALEMÃ
  • 46. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 46 CAMOMILA ALEMÃ Matricaria recutita Conhecido por seu forte poder de calmante mental e corporal. Excelente para proteção de pele seca. Um dos poucos óleos que pode ser utilizado em peles inflamadas. Planta originária da Europa, sendo atualmente cultivada na Hungria, Yugoslavia, Bulgária, Rússia, Alemanha, Bélgica e Espanha. Conhecida como medicinal há pelo menos 2.000 anos. Ficou conhecida como o “médico do reino vegetal”, pois cura outros arbustos que crescem perto dela. (Camomila = maçã da Terra) INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema músculo-esquelético: dores musculares, inflamação articular – artrite, tendinite, bursite. • Sistema reprodutor: harmoniza o fluxo menstrual. Alivia cólicas e TPM. • Sistema urinário: cistite – tomar o chá e compressas e massagens. • Sistema nervoso: sedativo. • Sistema tegumentar: dermatites, abscessos, eczema, urticária. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: comunicação, relaxamento, compreensão, organização, paciência e calma. • Sintomas: nervosismo, raiva, frustração, tensão emocional, irritabilidade, tensão, amargura e ressentimento. • Emocional: animador e reconfortante, alivia o estresse, a ansiedade, a depressão e a insônia. Trata insônia e irritabilidade – é ótimo para os sintomas da menopausa. A camomila ajuda a acalmar, trazendo serenidade e harmonia. Acalmar / aceitar / comunicar / integrar EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: VISHUDDHI CHAKRA – C. LARÍNGEO e ÂGYÃ CHAKRA – C. FRONTAL • Equilíbrio vibracional: Limpeza de padrões energéticos na infância. Cura a aura nos padrões vermelhos da raiva. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray` Lavanda Lavandula officinalis Grupo aromático: flor Planta nativa da região mediterrânea. O principal cultivo de lavanda fica na região de Provance, na França. A lavanda era o purificador favorito para o banho dos antigos Romanos e usada também para acelerar as curas. Desde o século XVIII é utilizada na fabri- cação de sabonetes e perfumes. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema nervoso: harmoniza o sistema nervoso - stress, ansiedade, dor de cabeça, sedativo condições de agitação mental e emocional e estimulante – depressão e tristeza (resgate). • Sistema respiratório: asma quadro nervoso – relaxa a pessoa e alivia a respiração. • Sistema tegumentar: queimaduras, acne, dermatites, eczema, psoríase, cortes, feridas e picadas de insetos. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: segurança, gentileza, compaixão, equilíbrio, reconciliação, vitalidade, aceitação, paz
  • 47. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 47 interior, conforto, relaxamento, crescimento espiritual, equilíbrio emocional, estado meditativo, amparo, cura, resgate. • Sintomas: ansiedade, irritabilidade, estresse, tensão nervosa, exaustão mental, pânico, histeria, choque, depressão, medos, pesadelos, insegurança, mau-humor, raiva, vícios, comportamento obsessivo, trauma, doenças psicossomáticas, preocupações, desorientação, explosão de raiva, culpa, hiperatividade, impaciência, insegurança, insônia. • Emocional: Acalma o Ki do coração (morada da mente) – nos ensina a sermos felizes e a termos paz de espírito. É o Rescue Remedy aromático – acalma a mente conturbada. Ajuda a digerir a raiva do fígado. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: Anãhata Chakra – C. CARDÍACO, Ãgyã Chakra – C. FRONTAL e SAHASRÃRA Chakra - C. CORONÁRIO • Equilíbrio vibracional: Equilíbrio energético, centramento, cura, paz e resgate espiritual. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume. Lavandin Lavandin abrialis Grupo aromático: flor Lavandin é um híbrido de Lavandula officinalis e L. spica. A grande diferença entre o lavandin e a lavanda é o alto teor de cânfora que o mesmo possui em sua composição química. INDICAÇÕES CLÍNICAS • Sistema nervoso: harmoniza o sistema nervoso - stress e ansiedade. • Analgésico: dor de cabeça (sinergia lavandin + menta), antiin- flamatório em casos de reumatismo ou dores musculares (sinergia lavandin + alecrim). • Sistema respiratório: expectorante. PSICOAROMATERAPIA • Atributos positivos: relaxamento, equilíbrio, abertura, paz interior, cura. • Sintomas: ansiedade, irritabilidade, estresse, tensão nervosa, exaustão mental. • Emocional: O lavandin é o oe da tolerância. Apazigua estados de profunda ansiedade, nervosismo, impaciência e irritabilidade. É um excelente oe para trazer a pessoa para sua verdadeira essência. EQUILÍBRIO VIBRACIONAL • Chakra: Anãhata Chakra - C. CARDÍACO e Ãgyã Chakra – C. FRONTAL • Equilíbrio vibracional: Equilíbrio energético, centramento, cura, paz e resgate espiritual. Uso: massagem, compressa, banho, inalação, difusor, spray e perfume.
  • 48. Aromaterapia Clínica Integral | Malu Haddock Lobo 48 7. Chakra coronÁrio nome em sânscrito: localização: cor: mantra: aspectos/qualidades: atitude: frase conceito: afirmação: nível físico: nível emocional: nível energético: óleos essenciais: Sahasrãra Chakra topo da cabeça cristalina OM MOKSHA – liberação, libertação meditação, conexão com a unidade “Interpretar a existência.” “Eu em unidade.” glândula pineal sistema nervoso central centramento equilíbrio consciência acalmar as emoções expansão da consciência abertura cura OLÍBANO ROSA