SlideShare uma empresa Scribd logo
A FAMÍLIA CRISTÃ
E A SEXUALIDADE
JOSÉ PEREIRA FILHO
A FAMÍLIA CRISTÃ E A SEXUALIDADE
ESBOÇO :
Texto Bíblico Básico :
1 Tessalonicenses 4.3-5; 5.23; 1 Pedro 1.14-16
INTRODUÇÃO
I - QUESTÕES SOBRE A SEXUALIDADE
1 . Um mundo dominado pelo erotismo.
O que é o erotismo?
O erotismo é pecado?
2 . Fornicação é pecado.
Significado de fornicação.
O plano de Deus visando evitar a fornicação
3 . Prazer no casamento.
Procriação
Ajustamento do casal
Prazer e satisfação
II - O VALOR DA PUREZA SEXUALANTES DO CASAMENTO
1 . No Antigo Testamento.
2 . Em o Novo Testamento.
III - O SEXO QUE A BÍBLIA CONDENA
1 . A prática do homossexualismo.
2 . Outros tipos de práticas sexuais condenadas por Deus
Incesto
Sexo bestial
Masturbação
3 . Educando os jovens na Palavra de Deus.
CONCLUSÃO
A FAMÍLIA CRISTÃ E A SEXUALIDADE
Texto Bíblico Básico :
1 Tessalonicenses 4.3-5; 5.23; 1 Pedro 1.14-16
Palavra Chave:
Sexualidade
“Conjunto de caracteres especiais, externos ou internos, determinados pelo sexo do indivíduo;
qualidade sexual”.
[Dic. Aurélio on line; site: www.dicionariodoaurelio.com.].
INTRODUÇÃO
A Palavra de Deus declaram “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também
santos em toda a vossa maneira de viver” (1 Pedro 1.15). Em outra versão diz: “em todo o vosso
procedimento”. Para que possamos agradar a Deus, que é um Deus santo [separado do pecado], é
indispensável que sejamos seus imitadores; ou seja, nossos pensamentos e atos devem ser baseados
em uma pureza que emana e é inspirada por Deus. Isto envolve, sem dúvida nenhuma, toda a nossa
vida. A sua vontade está em sua Palavra.
Qual a posição da Bíblia sobre o sexo e a sexualidade? O que é pecado e o que não é? Em que
implica a pureza sexual? Estas e outras questões são vistas aqui de maneira superficial, pois o
assunto é muito delicado e não temos sabedoria o bastante para analizá-los com profundidade; mas
cremos que esclarecerá um pouquinho sobre tais questões.
I - QUESTÕES SOBRE A SEXUALIDADE
Neste pequeno estudo (especiamente neste tópico) abordaremos algumas questões
relacionadas à sexualidade cristã. As questões do erotismo, da fornicação e do prazer.
1 . Um mundo dominado pelo erotismo.
O pastor assembleiano Elinaldo Renovato, afirma: “Vivemos numa sociedade marcada, por
um erotismo tão maligno e ímpio, que não poupa sequer as crianças. Nossas famílias,
principalmente as crianças estão sendo exposta a exploração do sexo de modo intenso e
irresponsável”. [Elinaldo Renovato, Lições Bíblicas, CPAD, 2º trimestre 2013, lição 09, pág.63
(revista do mestre).].
Mas o que vem a ser o erotismo? O erotismo é pecado?
O que é erotismo?
Erotismo é “qualidade ou caráter de erótico”; erótico, por sua vez, é tudo aquilo que é ou está
relacionado ao “amor sensual ou que desperta o desejo sexual”. [Dicionário Miniaurélio; editora
Positivo; versão Eletrônica]. Em resumo: Erotismo é tudo aquilo que convida para a prática sexual.
Ex.: beijos, carícias, palavras, etc.
O erotismo é pecado?
Cláudio Lysias Costa Vieira, Presbítero na Igreja Presbiteriana em Piracicaba, SP e formado
em Medicina na UNICAMP, diz o seguinte: “Há uma diferença básica entre estas duas palavras
(erotismo e pornografia), embora elas venham sendo usadas hoje em dia praticamente como
sinônimos. Erotismo é o conjunto de sensações e impulsos que nos impelem à atividade sexual.
Dentro de um relacionamento sexual sadio, os estímulos eróticos, como beijos e carícias, fazem
parte do “jogo do amor”, e levam a sensações e experiências muito agradáveis. Pornografia, por
outro lado, é o mau uso do erotismo, levando a práticas sexuais erradas e pervertidas: o estímulo à
prostituição, ao homossexualismo, etc. A confusão de erotismo com pornografia tem levado muitos
crentes a deixarem de exercer e aproveitar as práticas eróticas normais, como se o erotismo em si
mesmo fosse pecaminoso. Ver I Tm 4.1-5 e Tt 1.15.”. [material disposto na web :
http://www.ejesus.com.br/familia/a-sexualidade-a-luz-da-biblia/ ].
2 . Fornicação é pecado.
Significado de fornicação.
Na Bíblia a palavra “fornicação” e equivalentes, é a tradução da palavra grega PORNÉA,
que significa: “prostituição” ou “relação sexual ilícita”. [Dici. Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do
Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica]. Esta palavra é encontrada, por exemplo, em: 1 Tm 1.10
(“fornicadores”); Ef 5.5 (“fornicador”); Ap 21.8 (“fornicadores”); 1 Co 5.9 (“prostituem”); Hb 13.4
(“prostituição”).
Segundo nota da Bíblia de Estudo Pentecostal, da CPAD, pág.1921, a palavra fornicação (Gr.
“pornéia”): “descreve uma ampla variedade de práticas sexuais, pré ou extramaritais”. A mesma
nota acrescenta que: “Tudo que significa intimidade e carícias fora do casamento é claramente
transgressão dos padrões morais de Deus para seu povo (Lv 18.6-30; 20.11,12,19-21; 1 Co 6.18; 1
Ts 4.3)”.
O plano de Deus visando evitar a fornicação
Foi o próprio Deus quem, no início, disse: “.. Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei
uma adjuntora que esteja como diante dele” (Gn 2.18). O Criador, em sua bondade e sabedoria, viu
que o homem carecia de uma companheira para todos os momentos, e criou a mulher. Isto visava,
também, a preservação da pureza da sexualidade entre o casal (veja: Pv 5.17-19; 1 Co 7.2; Hb 13.4).
O plano de Deus é que um homem e uma mulher, unidos legitimamente, desfrutem do sexo.
3 . Prazer no casamento.
O objetivo neste ponto é tratar sobre o prazer da relação sexual entre os cônjuges, mas não
seria errado citarmos os propósitos do sexo segundo a Palavra de Deus. O sexo, na visão bíblica,
tem os seguintes propósitos:
1) procriação (Gn 1.27,28),
2) ajustamento do casal (1 Co 7.1-5) e
3) prazer e satisfação (Pv 5.18-23; Gn 2.24,25; Ec 9.9; Ct 4.1-12; 7.1-9).
1) procriação (Gn 1.27,28)
Ao criar o homem, um dos propósitos de Deus, era, sem sobra de dúvidas, a perpetuação da
espécie. O texto de Gênesis 1.27,28, é claro e diz:
27 “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou”.
28 “E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-
a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move
sobre a terra”. [grifo nosso].
A palavra FRUTIFICAR é a tradução da palavra hebraica: “parah”, que significa: “dar fruto;
ser frutifero; dar ramo”.
A palavra MULTIPLICAR é a tradução da palavra hebraica: “rabah”, que significa: “ser ou
tornar-se grande”; “ser ou vir a ser muitos”; “tornar-se numeroso”; “aumentar”; “aumentar
sobremaneira ou excessivamente”.
A palavra ENCHER é a tradução da palavra hebraica: “male”, que significa: “encher”; “estar
cheio”; “plenitude, abundancia”; “estar completo, estar terminado”.
[Definições segundo o “Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002;
versão eletrônica”.].
2) ajustamento do casal (1 Co 7.1-5)
13 Conselhos práticos que podem ajudar os casais que buscam ajustamento
1. Nunca seja egoísta, pense na realização do cônjuge (1 Co 7.2-5).
2. Elimine os complexos através da oração e da compreensão.
3. Lembre-se, o cansaço pode ser a causa do fracasso.
4. Desenvolva uma comunicação franca nesta área.
5. Procure não praticar o ato com a tensão de um problema.
6. Reserve tempo para o exercício do ato.
7. A privacidade do casal é de fundamental importância.
8. O asseio é uma necessidade de todos.
9. A preocupação com uma possível gravidez pode ser a causa da baixa qualidade da relação sexual.
10. Nunca se esqueça que o homem se excita pelo que vê, já a mulher, mais pelo que ouve.
11. Nunca tenha o sexo como obrigação, o ato conjugal deve ser espontâneo.
12. Cuidado com a contaminação do leito, que deve ser sem mácula.
13. Cuidado com as relações “pornográficas” (Rm 1.26,27).
Texto adaptado do site: www.amofamilia.com.br (artigo escrito por: Josué Gonçalves; pastor da
AD em Bragança Paulista-SP, teólogo e terapeuta familiar).
3) prazer e satisfação (Pv 5.18-23; Gn 2.24,25; Ec 9.9; Ct 4.1-12; 7.1-9).
O fato de termos colocado o “prazer e satisfação” em terceiro lugar na lista à cima não quer
dizer que ele tenha valor inferior.
Como diz o pastor assembleiano Elinaldo Renovato (em Lições Bíblicas, CPAD, 2º trimestre
2013, lição 09, pág.63 [revista do mestre]), “Muita gente acha que o relacionamento sexual entre
marido e mulher tem como único objetivo a procriação”. Ele afirma ainda que: “Isso e um erro”. E
complementa: “Na Bíblia encontramos vários textos que incentivam o casal a desfrutar das alegrias
conjugais”.
Em Provérbios 5.18,19 temos o seguinte:
18 “Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade”.
19 “Como cerva amorosa, e gazela graciosa, os seus seios te saciem todo o tempo; e pelo seu amor
sejas atraído perpetuamente”. [grifo nosso].
Veja o mesmo texto na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH):
18 “Portanto, alegre-se com a sua mulher, seja feliz com a moça com quem você casou,”
19 “amorosa como uma corça, graciosa como uma cabra selvagem. Que ela cerque você com o seu
amor, e que os seus encantos sempre o façam feliz!”
Veja, agora, o texto de 1 Coríntios 7.2-5 na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH):
2 “Mas eu digo: já que existe tanta imoralidade sexual, cada homem deve ter a sua própria esposa, e
cada mulher, o seu próprio marido.”
3 “O homem deve cumprir o seu dever como marido, e a mulher também deve cumprir o seu dever
como esposa.”
4 “A esposa não manda no seu próprio corpo; quem manda é o seu marido. Assim também o marido
não manda no seu próprio corpo; quem manda é a sua esposa.”
5 “Que os dois não se neguem um ao outro, a não ser que concordem em não ter relações por algum
tempo a fim de se dedicar à oração. Mas depois devem voltar a ter relações, a fim de não caírem nas
tentações de Satanás por não poderem se dominar.”
O texto de Eclesiastes 9.9 (também na Linguagem de Hoje), diz: “Enquanto você viver neste
mundo de ilusões, aproveite a vida com a mulher que você ama. Pois isso é tudo o que você vai
receber pelos seus trabalhos nesta vida dura que Deus lhe deu”. [grifo nosso].
Portanto, está claro, pelos textos já analisados, que Deus deseja a satisfação e interação
amorosa e sexual do casal.
II - O VALOR DA PUREZA SEXUALANTES DO CASAMENTO
Vivemos em um mundo que abraçou, definitivamente, o relativismo (“Doutrina ou tendência
segundo a qual o significado ou valor de algo varia conforme à situação ou às relações com outros
elementos e valores” ; conforme Dicionário Miniaurélio, editora Positivo, versão eletrônica) e, por
isso, tudo acha normal. Mas para aquele que quer fazer a vontade de Deus, o padrão em todas as
questões, inclusive sexual, é a Bíblia Sagrada (a Palavra de Deus).
O que a Bíblia ensina sobre o valor da pureza sexual?
1 . No Antigo Testamento.
Um texto bíblico, talvez o mais lembrado quando se trata de pureza tanto moral como
espiritual, é Salmo 119.9, que assim diz: “Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o
conforme a tua palavra”.
A NVI (Nova Versão Internacional) da Bíblia Sagrada apresenta o mesmo texto da seguinte
forma: “Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra”.
“Como podem os jovens, cheios das chamas da juventude e sempre tentados a experimentar
coisas novas, com frequência pecaminosas, manter- se puros? Muitos jovens não são pecadores
endurecidos, mas tradicionalmente enfrentam problemas de pureza da vida, porquanto se inclinam a
fazer experiências, em parte movidos pela curiosidade, em parte por suas corrupções interiores [...].
O salmista encontrou a resposta para o seu problema na LEI DE DEUS”.
(adaptado de: Russell Norman Champlin; Antigo Testamento Interpretado versículo por versículo;
Editora Hagnos; pág.2433-2434.).
Alguém disse e escreveu certa vez que: “As concupiscências dos jovens são naturalmente
fortes e inclinam por contaminar a alma”. E citou Provérbios 1.4; 20.11.
A Bíblia ensina em 1 Timóteo 4.12, especialmente aos jovens, o seguinte: “Ninguém despreze
a tua mocidade; mas SÊ O EXEMPLO DOS FIÉIS, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé,
NA PUREZA”. [grifo nosso].
“O texto de Salmos 119.9-11 é fundamental para a vida do jovem, servo de Deus, em todos os
tempos. No Antigo Testamento, a moral era tão rígida, em termos de pureza sexual que, se uma
jovem praticasse sexo antes do casamento seria morta (Dt 22.20,21). Sua sentença era a pena
capital. Fornicação era o mesmo que prostituição (Dt 22.20, 21). Na cultura patriarcal (no tempo de
Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, etc...), o homem tinha privilégios que não eram desfrutados pela
mulher. A moça que fornicava era morta. O homem que fornicasse tinha que casar com a moça (Dt
22.28,29). [...]. Um sacerdote não podia casar com mulher repudiada ou prostituta. Tinha que casar
com uma moça virgem (Lv 21.13,14)”.
(Elinaldo Renovato de Lima; A família cristã e os ataques do inimigo; Editora CPAD; pág.104-
105.)
2 . Em o Novo Testamento.
“Alguém poderia dizer, sem pensar bem, ou por desconhecimento da Bíblia, que a moral, no
Novo Testamento, é menos rígida que na antiga aliança. Seria ledo engano. Jesus Cristo não só
cumpriu tudo o que estava previsto na Lei, como trouxe uma forma mais profunda e abrangente, em
termos de cumprimento dos preceitos legais. Ele deixou de lado o formalismo e o legalismo, que
valorizavam apenas os atos exteriores do comportamento, e se fixou na origem dos pecados, que
nascem do interior do ser, do coração, ou da mente corrompida do homem (Mt 15.19). Para Jesus, a
pureza tem que ser interior, tem que partir de dentro do coração e aparecer no exterior, como “luz
do mundo” (Mt 5.14). Daí, porque ele considera adultério, não só o ato sexual entre pessoas não
casadas, mas até mesmo o pensamento lascivo (Mt 5.28).”
(Elinaldo Renovato de Lima; A família cristã e os ataques do inimigo; Editora CPAD; pág.105.)
Um texto relacionado com o nascimento de Jesus, muito interessante no contexto de nosso
assunto aqui: “o valor da pureza sexual”, é Lucas 1.26,27 :
26 “E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada
Nazaré,”
27 “A uma VIRGEM DESPOSADA COM UM HOMEM, cujo nome era José, da casa de Davi; e o
nome da virgem era Maria”. [grifo nosso].
Duas coisas, sobre Maria, o texto informa claramente:
1) Ela era “VIRGEM”;
2) Ela estava “DESPOSADA” com José.
VIRGEM significa: “mulher que ainda não teve relações sexuais”, “donzela”. [conforme o
Dicionário Miniaurélio de Português, versão eletrônica, editora Positivo].
A palavra grega traduzida por DESPOSADA, é “mnesteuo”, que significa: “ser prometida
em casamento; estar noivo(a); cortejar”. [ Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil
(SBB); 2002; versão eletrônica.].
Maria estava NOIVA de José, ou seja, com o casamento marcado, mas preservou-se até o
momento certo. Veja o diz Mateus 1.24,25 (na Linguagem de Hoje):
24 “Quando José acordou, fez o que o anjo do Senhor havia mandado e CASOU COM MARIA”.
25 “Porém NÃO TEVE RELAÇÕES COM ELAATÉ QUE a criança nasceu. E José pôs no menino
o nome de Jesus”.
Nestes textos, portanto, as Escrituras Sagradas exaltam o valor da pureza sexual.
Em Mateus 25, Jesus, para ilustrar as verdades e realidades do Reino de Deus, contou uma
parábola. Nesta parábola Jesus faz referência ao costume da época, no qual as damas de honra de
um casamento deveriam ser virgens.
A Bíblia de Estudo Almeida, em uma de suas notas de rodapé, afirma que: “Em um
casamento oriental, o noivo dirigia-se à casa da noiva para recebê-la das mãos dos seus pais; depois,
eram acompanhados por donzelas ou virgens e outros convidados até a casa do noivo ou dos seus
pais, onde era celebrado o banquete nupcial”. [Bíblia de Estudo Almeida; Sociedade Bíblica do
Brasil (SBB); versão eletrônica; 1999].
Ao verificar o texto grego original de Mateus 25.1, onde a palavra “virgens” aparece,
podemos constatar que ela é a tradução da palavra “parthenos”, e significa: “virgem; virgem nubil
com idade de casar; mulher que nunca teve relação sexual com homem; alguém que nunca teve
relações com mulheres”.
Como bem diz o pastor Elinaldo Renovato: “[...] a pureza sexual em o Novo Testamento é
tanto para o homem quanto para a mulher. Ambos devem manter-se castos e virgens até o
casamento”. [ Elinaldo Renovato, Lições Bíblicas, CPAD, 2º trimestre 2013, lição 09, pág.63
(revista do mestre).]
III - O SEXO QUE A BÍBLIA CONDENA
Este tópico analizará, ainda que muito superficialmente, algumas práticas sexuais condenadas
pela Bíblia Sagrada - Palavra de Deus. Em síntese, podemos dizer que, qualquer prática sexual feita
antes ou fora do casamento é pecado.
1 . A prática do homossexualismo.
Definição de homossexualismo
HOMOSSEXUALISMO é a prática de homossexual. HOMOSSEXUAL é o “indivíduo que
tem preferência sexual por pessoa do mesmo sexo que o seu”. (Dicionário de Português
Miniaurélio; editora Positivo; versão eletrônica).
Deus condena o homossexualismo?
Deus, o Criador de todas as coisas, criou apenas dois sexos ou gêneros bem distintos.
Em Gênesis 1.27 está dito: “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou;
macho e fêmea os criou.”.
MACHO, aqui, é a tradução da palavra hebraica “Zakar”, que significa: “macho (referindo-
se a seres humanos e animais); homem macho (referindo-se a seres humanos)”. [Diconário Bíblico
Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.].
FÊMEA, aqui, é a tradução da palavra hebraica “Nqebah”, que significa: “fêmea; mulher;
menina; animal fêmea”. [Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002;
versão eletrônica.].
Portanto, Deus criou macho e fêmea, homem e mulher.
Mas à frente o texto Bíblico declara: “...disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem
esteja só; far-lhe-ei UMAADJUNTORA que esteja como diante dele”. (Gn 2.18).[grifo nosso].
Em Levítico 18.22 está escrito: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher;
abominação é”.
A palavra hebraica traduzida, aqui, por ABOMINAÇÃO é “tow’ebah”, e significa: “uma
coisa repugnante, abominação; coisa abominável”.[Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica
do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.].
Este tipo de coisa é tão detestável por Deus que, no Antigo Testamento, os envolvidos no ato
deveriam sofrer a pena capital. Veja o que diz Levítico 20.13: “Quando também um homem se
deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o
seu sangue será sobre eles”.
Em 1 Coríntios 6.9,10 o Apóstolo Paulo apresenta uma lista de vícios ou práticas
pecaminosas. Ele começa dizendo: “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de
Deus?...”. E termina afirmando: que nenhum deles “...herdarão o reino de Deus”. [grifo nosso].
Neste mesmo texto o Apóstolo inclui os “efeminados” e os “sodomitas”. Veja o texto na íntegra:
9 “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem
os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,”
10 “nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores
herdarão o reino de Deus”.
A palavra EFEMINADOS é a tradução da palavra grega “malakos”, que significa: “mole,
macio para tocar (metaf.: num mal sentido)”; “afeminado”; “um rapaz que mantém relações
homossexuais com um homem”. [Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB);
2002; versão eletrônica.].
A palavra SODOMITAS é a tradução da palavra grega “arsenokoites”, que significa:
“alguém que se deita com homem e com mulher”; “sodomita”; “homosexual”. [Diconário Bíblico
Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.].
O Pastor assembleiano Esequias Soares, em seu livro (“Casamento, Divórcio e Sexo à Luz da
Bíblia”, Editora CPAD, pág.26-32) explica muito bem a etimologia destas palavras e afirma que os
efeminados seriam os homossexuais passivos e os sodomitas seriam os homossexuais ativos.
Causas do homossexualismo
“Apesar dos talvez milhares de estudos científicos sobre o homossexualismo, a verdade é que
não se identificou nenhum fator isolado que possa causar o homossexualismo. Vários
pesquisadores competentes investigaram se a orientação e o comportamento homossexual resultam
de fatores hereditários ou outras influências biológicas. Alguns concluíram que “a evidência
científica favorece a hipótese de que variáveis hormonais e neurológicas, atuando durante a
gestação, são as principais causas da orientação sexual.” Entretanto, outros concluíram que “os
hormônios pré-natais não determinam a orientação sexual de forma rígida.” Até mesmo médicos e
biólogos chegaram à conclusão de que a “socialização pós-natal” tem maior probabilidade de influir
na preferência sexual. Trocando em miúdos, não existem provas evidentes que sustentem a teoria de
que o homossexualismo só é determinado por fatores físicos ou biológicos. Alguns dados
inconclusivos sugerem que influências biológicas, atuando antes do nascimento, podem ter algum
papel no desenvolvimento da orientação sexual futura, mas existem evidências ainda maiores de
que as preferências e os comportamentos homossexuais são determinados pelo desenvolvimento
psicológico e o aprendizado social”. [Adaptado de: Gary R. Collins; “Aconselhamento Cristão”;
Edição Século XXI; Editora Vida Nova; pág.331-334.].
2 . Outros tipos de práticas sexuais condenadas por Deus :
Incesto
Definido pelo Dicionário de Português Miniaurélio como sendo “união sexual ilícita entre
parentes consanguíneos, afins ou adotivos”, o incesto tem a sua reprovação na Palavra de Deus. Em
Levítico 18.6, está escrito:
“Nenhum homem se chegará a qualquer parenta da sua carne, para descobrir a sua nudez.[...]”.
[grifo nosso].
O termo PARENTE(A) significa: “Pessoa que, em relação a outra(s), pertence à mesma
família, quer pelo sangue, quer por casamento”(Dic. Port. Miniaurélio). A expressão DESCOBRIR
A SUA NUDEZ significa ter relações sexuais. Veja o mesmo texto na tradução da Linguagem de
Hoje (NTLH):
“O SENHOR Deus deu as seguintes ordens para os homens de Israel: Não tenha relações sexuais com
uma mulher que seja sua parenta”.
Sexo bestial
Levítico 18.23,24 :
23 “Nem te deitarás com um animal, para te contaminares com ele; nem a mulher se porá perante
um animal, para ajuntar-se com ele; confusão é”.
24 “Com nenhuma destas coisas vos contamineis; porque com todas estas coisas se contaminaram
as nações que eu expulso de diante de vós”.
Fale a pena verificar, novamente, a tradução da NTLH:
23 “Ninguém, homem ou mulher, deverá ter relações com um animal; isso é uma imoralidade, e a
pessoa fica impura”.
24 “E Deus disse ao povo de Israel: — Não façam nenhuma dessas coisas, pois vocês ficarão
impuros, como ficaram impuros os povos que eu vou expulsar da terra que vai ser de vocês”
Há ainda outros textos sobre o assunto: Êxodo 22.19; 20.15-16; Deuteronômio 27.21.
Masturbação
“Masturbação: auto-excitação com o fim de produzir o orgasmo. Baseia-se no egoísmo e na
morbidez. Não cumpre o propósito puro do sexo, portanto, é impuro e perverso. Além disso, a
masturbação é sempre acompanhada de pensamentos impuros, o que por si só já é pecado (leia :
Mateus 5.27-28; Filipenses 4.8)”.
[Texto adaptado do artigo “A IMPUREZA SEXUAL”, do site : http://www.imq.com.br].
3 . Educando os jovens na Palavra de Deus.
“Educar a sexualidade é educar na castidade, e isso é tarefa fundamentalmente da família
[...]”. Assim afirmou a doutora italiana Maria Luisa Di Pietro, professora de Bioética na
Universidade Católica de Roma e presidente da associação Scienza & Vita (Ciência e Vida), durante
sua intervenção (no dia 15 de Janeiro de 2009) no Congresso Mundial das Famílias que aconteceu
no México. “A redução da sexualidade a uma mera dimensão do instinto favoreceu também, em
suas manifestações mais extremas e ínfimas, a difusão da pornografia e da violência sexual”,
acrescentou ela. “É urgente, portanto” – explicou ela – “que as famílias assumam o papel primordial
que têm na formação afetiva e moral de seus filhos”.
Texto adaptado de: “É a família que deve educar a sexualidade dos filhos [...]”; do site:
http://www.zenit.org
Em Provérbios 22.6, está escrito: “Eduque a criança no caminho em que deve andar, e até o
fim da vida não se desviará dele”. [texto da Bíblia na Linguagem de Hoje].
Está claro, pelos ensinos bílicos, que é responsabilidade dos pais educar seus filhos. Isto
inclui, sem dúvida nenhuma, a questão da sexualidade. Pergunto: Os pais preferem ensinar seus
filhos, não só a respeito da questão sexual, mas de todas as outras, ou deixá-los aprender, de forma
errada e contrária à Palavra de Deus, com aqueles que não têem compromisso com o Senhor, nosso
Deus ?
Uma das verdades que Provérbios 22.6 nos ensina é que: O que uma criança aprende, ainda
em tenra idade, lembrará durante toda a sua vida. [J.P.].
Achei muito interessante um artigo do Dr. Gerson Lopes.
Gerson Lopes (é Médico; Ginecologista; Sexólogo; Coordenador do Setor de Sexologia do
“Hospital Mater Dei” em Belo Horizonte-MG, e Colunista do Jornal Estado de Minas).
Veja o que ele diz sobre “O papel da família na educação sexual do filho” :
“Sem dúvida, se existe uma receita para uma adolescência saudável e, conseqüentemente uma
sexualidade ajustada, ela passa por uma participação significativa dos pais, que deveriam combinar
ou harmonizar autoridade e afetividade. Orientar é ajudar a criança e o adolescente com diálogo,
apoio e compreensão, a sentir-se seguro e capaz de tomar decisões importantes. Os jovens preferem
à família como principal agente de educação em sexualidade, porém referem (ou declaram) sentir
enorme dificuldade de comunicação, em geral, ainda mais sobre o tema sexualidade. A ausência dos
pais acaba por facilitar com que a mídia ocupe o papel principal de socialização da criança e do
adolescente. Na relação pais e filhos a educação para o amor e a educação para a sexualidade não dá
para terceirizar. A família tem que assumir o seu papel fundamental; podendo, entretanto, contar
com a ajuda do medico, do educador, etc.”.
(Artigo disposto na web : http://www.vinhoesexualidade.com.br/Sexualidade/Artigos/Artigo.aspx?
i=110)
CONCLUSÃO
Mediante o que foi exposto aqui vimos que Deus deseja a pureza de seus servos (1 Pe
1.15,16). Isso envolve a sexualidade. O sexo é algo muito bom e foi criado por Deus (Gn 1.31) para
ser desfrutado no âmbito do casamento (Gn 1.27,28; 2.24,25). Conseqüentemente, todo ato sexual
praticado antes ou fora dele é pecado (Mt 5.28; Lv 18.22; ). O mundo, que ai está - com todas as
suas práticas, filosofias e valores - não está comprometido com Deus (1 Jo 5.19). O Diabo quer
através de vários meios levar o máximo de vidas para a perdição (Jo 10.10). Precisamos como
Igreja, e como servos do Senhor, pregar e viver a pureza e a santidade exigidas pela Bíblia Sagrada
– a Palavra de Deus (1 Jo 2.6; 3.3; Hb 12.14).
REFERÊNCIAS
1 . SITE : WWW.DICIONARIODOAURELIO.COM
http://www.dicionariodoaurelio.com/Sexualidade.html
2 . DICIONÁRIO DE PORTUGUÊS
Dicionário Miniaurélio; editora Positivo; versão Eletrônica.
3 . REVISTA : LIÇÕES BÍBLICAS
Elinaldo Renovato, Lições Bíblicas, CPAD, 2º trimestre 2013, lição 09, pág.63 (revista do mestre)
4 . SITE : WWW.EJESUS.COM.BR
http://www.ejesus.com.br/familia/a-sexualidade-a-luz-da-biblia/
5 . DICIONÁRIO BÍBLICO STRÔNG
Diconário Bíblico Strong de grego, hebraico e aramaico; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.
6 . BÍBLIA DE ESTUDO PENTECOSTAL
Donald C. Stamps; Bíblia de Estudo Pentecostal; CPAD; 1995.
7 . SITE : BÍBLIA.COM.BR
http://biblia.com.br/nova-traducao-linguagem-hoje/
8 . A FAMÍLIA CRISTÃ E OS ATAQUES DO INIMIGO (livro)
Elinaldo Renovato de Lima; A família cristã e os ataques do inimigo; Editora CPAD; pág.104-105.
9 . ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO VERSÍCULO POR VERSÍCULO (livro).
Russell Norman Champlin; Antigo Testamento Interpretado versículo por versículo; Editora Hagnos; pág.2433-2434.
10 . CASAMENTO, DIVÓRCIO E SEXO A LUZ DA BÍBLIA (livro)
Esequias Soares; Casamento, Divórcio e Sexo a Luz da Bíblia; Editora CPAD; pág.26-32.
11 . ACONSELHAMENTO CRISTÃO (livro)
Gary R. Collins; Aconselhamento Cristão; Edição Século XXI; Editora Vida Nova; pág.331-334.
12 . A IMPUREZA SEXUAL (artigo)
Texto adaptado do artigo “A IMPUREZA SEXUAL”, do site : http://www.imq.com.br
13 . SITE : WWW.ZENIT.ORG
Artigo : “É a família que deve educar a sexualidade dos filhos [...].”
OBS. : Todos os artigo e páginas da web citados neste estudo foram acessados entre 19 e 24 de Maio de 2013.
Perfil do autor
José Pereira Filho
Membro da Igreja Assembléia de Deus do Parque Piauí, em Teresina-PI – Brasil. Evangelista e
membro da CEMADEPI – Convenção Evangélica de Ministros das Assembléia de Deus do Piauí, e
com experiência em ministração da Palavra de Deus.
Email :
josepereiraoevangelista1@gmail.com
Canais no Youtube :
http://www.youtube.com/user/josepereiradiacono
http://www.youtube.com/user/atosdoisequatro?feature=mhee
Página no Facebook :
http://www.facebook.com/josepereiracomdeus
Fone : 86 95434911

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
Sebastião Luiz Chagas
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
Moisés Sampaio
 
Melhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalMelhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugal
Pr Ismael Carvalho
 
Paternidade e Maternidade responsável
Paternidade  e Maternidade responsávelPaternidade  e Maternidade responsável
Paternidade e Maternidade responsável
familiaregsul4
 
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3  As Bases do Casamento Cristão- professoresLição 3  As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
João Paulo Silva Mendes
 
O Que O Sexo Faz Pelo Casamento
O Que O Sexo Faz Pelo CasamentoO Que O Sexo Faz Pelo Casamento
O Que O Sexo Faz Pelo Casamento
Pr Ismael Carvalho
 
VisãO Cristã Da Sexualidade
VisãO Cristã Da SexualidadeVisãO Cristã Da Sexualidade
VisãO Cristã Da Sexualidade
guestb30c39
 
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptDecisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Ministerio de Casais Amovc
 
Amigos e inimigos do casamento
Amigos e inimigos do casamentoAmigos e inimigos do casamento
Amigos e inimigos do casamento
Pr Ismael Carvalho
 
Relacionamento sexual para casais cristãos
Relacionamento sexual para casais cristãosRelacionamento sexual para casais cristãos
Relacionamento sexual para casais cristãos
Arsky
 
Mandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editadoMandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editado
Pr Ismael Carvalho
 
Planejamento familiar
Planejamento familiarPlanejamento familiar
Planejamento familiar
Clayton Moura
 
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominicalA família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
yosseph2013
 
Pastoral familiar - Sexualidade
Pastoral familiar - SexualidadePastoral familiar - Sexualidade
Pastoral familiar - Sexualidade
familiaregsul4
 
Sexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismoSexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismo
Rogério Nunes
 
Sexualidade e afetividade 2
Sexualidade e afetividade   2Sexualidade e afetividade   2
Sexualidade e afetividade 2
familiaregsul4
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x BíblicaCasamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Respirando Deus
 
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David MerkhO Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
Luan Almeida
 
A infidelidade conjugal
A infidelidade conjugalA infidelidade conjugal
A infidelidade conjugal
Moisés Sampaio
 

Mais procurados (20)

Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
Melhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalMelhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugal
 
Paternidade e Maternidade responsável
Paternidade  e Maternidade responsávelPaternidade  e Maternidade responsável
Paternidade e Maternidade responsável
 
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3  As Bases do Casamento Cristão- professoresLição 3  As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
 
O Que O Sexo Faz Pelo Casamento
O Que O Sexo Faz Pelo CasamentoO Que O Sexo Faz Pelo Casamento
O Que O Sexo Faz Pelo Casamento
 
VisãO Cristã Da Sexualidade
VisãO Cristã Da SexualidadeVisãO Cristã Da Sexualidade
VisãO Cristã Da Sexualidade
 
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptDecisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento ppt
 
Amigos e inimigos do casamento
Amigos e inimigos do casamentoAmigos e inimigos do casamento
Amigos e inimigos do casamento
 
Relacionamento sexual para casais cristãos
Relacionamento sexual para casais cristãosRelacionamento sexual para casais cristãos
Relacionamento sexual para casais cristãos
 
Mandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editadoMandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editado
 
Planejamento familiar
Planejamento familiarPlanejamento familiar
Planejamento familiar
 
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominicalA família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
A família e a sexualidade – lição 09 – para escola dominical
 
Pastoral familiar - Sexualidade
Pastoral familiar - SexualidadePastoral familiar - Sexualidade
Pastoral familiar - Sexualidade
 
Sexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismoSexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismo
 
Sexualidade e afetividade 2
Sexualidade e afetividade   2Sexualidade e afetividade   2
Sexualidade e afetividade 2
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x BíblicaCasamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
Casamento, Duas Perspectivas: Mundo x Bíblica
 
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David MerkhO Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
 
A infidelidade conjugal
A infidelidade conjugalA infidelidade conjugal
A infidelidade conjugal
 

Semelhante a A Família Cristã e a Sexualidade

A família e a sexualidade
A família e a sexualidadeA família e a sexualidade
A família e a sexualidade
Moisés Sampaio
 
Ibadep a familia crista
Ibadep   a familia cristaIbadep   a familia crista
Ibadep a familia crista
alexandrepsantos
 
Ibadep a familia crista
Ibadep   a familia cristaIbadep   a familia crista
Ibadep a familia crista
Ricardo819
 
Encontro de Rapazes - Casamento.pptx
Encontro de Rapazes - Casamento.pptxEncontro de Rapazes - Casamento.pptx
Encontro de Rapazes - Casamento.pptx
JeffersonMonteiro46
 
Advertências contra o adultério
Advertências contra o adultérioAdvertências contra o adultério
Advertências contra o adultério
Moisés Sampaio
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
Ewanildo Jose
 
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptxOrientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Ronaldo Rocha
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
Ewanildo Jose
 
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADELIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
Hamilton Souza
 
2013 - 2 tri - lição 9 - a família e a sexualidade
2013 - 2 tri - lição 9 - a família e a sexualidade2013 - 2 tri - lição 9 - a família e a sexualidade
2013 - 2 tri - lição 9 - a família e a sexualidade
Natalino das Neves Neves
 
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristãLição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Éder Tomé
 
2013_2 tri - lição 2 - o casamento bíblico
2013_2 tri - lição 2 - o casamento bíblico2013_2 tri - lição 2 - o casamento bíblico
2013_2 tri - lição 2 - o casamento bíblico
Natalino das Neves Neves
 
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADELBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
Natalino das Neves Neves
 
Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01
Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01
Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01
Michel Jonas Gonçalves
 
Licao 6 1 t - 2020 - a sexualidade humana pdf
Licao 6   1 t - 2020 - a sexualidade humana pdfLicao 6   1 t - 2020 - a sexualidade humana pdf
Licao 6 1 t - 2020 - a sexualidade humana pdf
Vilma Longuini
 
Licao 6 1 t - 2020 - a sexualidade humana
Licao 6   1 t - 2020 - a sexualidade humanaLicao 6   1 t - 2020 - a sexualidade humana
Licao 6 1 t - 2020 - a sexualidade humana
Vilma Longuini
 
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTOCRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
Wemerson Silva Mendes
 
O lar cristão
O lar cristãoO lar cristão
O lar cristão
Estudos Bíblicos
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Ewanildo Jose
 
O casamento bíblico
O casamento bíblicoO casamento bíblico
O casamento bíblico
Moisés Sampaio
 

Semelhante a A Família Cristã e a Sexualidade (20)

A família e a sexualidade
A família e a sexualidadeA família e a sexualidade
A família e a sexualidade
 
Ibadep a familia crista
Ibadep   a familia cristaIbadep   a familia crista
Ibadep a familia crista
 
Ibadep a familia crista
Ibadep   a familia cristaIbadep   a familia crista
Ibadep a familia crista
 
Encontro de Rapazes - Casamento.pptx
Encontro de Rapazes - Casamento.pptxEncontro de Rapazes - Casamento.pptx
Encontro de Rapazes - Casamento.pptx
 
Advertências contra o adultério
Advertências contra o adultérioAdvertências contra o adultério
Advertências contra o adultério
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
 
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptxOrientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
 
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADELIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
LIÇÃO Nº 8 – ÉTICA CRISTÃ E SEXUALIDADE
 
2013 - 2 tri - lição 9 - a família e a sexualidade
2013 - 2 tri - lição 9 - a família e a sexualidade2013 - 2 tri - lição 9 - a família e a sexualidade
2013 - 2 tri - lição 9 - a família e a sexualidade
 
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristãLição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
 
2013_2 tri - lição 2 - o casamento bíblico
2013_2 tri - lição 2 - o casamento bíblico2013_2 tri - lição 2 - o casamento bíblico
2013_2 tri - lição 2 - o casamento bíblico
 
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADELBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
 
Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01
Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01
Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01
 
Licao 6 1 t - 2020 - a sexualidade humana pdf
Licao 6   1 t - 2020 - a sexualidade humana pdfLicao 6   1 t - 2020 - a sexualidade humana pdf
Licao 6 1 t - 2020 - a sexualidade humana pdf
 
Licao 6 1 t - 2020 - a sexualidade humana
Licao 6   1 t - 2020 - a sexualidade humanaLicao 6   1 t - 2020 - a sexualidade humana
Licao 6 1 t - 2020 - a sexualidade humana
 
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTOCRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
 
O lar cristão
O lar cristãoO lar cristão
O lar cristão
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
O casamento bíblico
O casamento bíblicoO casamento bíblico
O casamento bíblico
 

Mais de yosseph2013

A MÚSICA A SERVIÇO DE DEUS - por José Pereira
A MÚSICA A SERVIÇO DE DEUS - por José PereiraA MÚSICA A SERVIÇO DE DEUS - por José Pereira
A MÚSICA A SERVIÇO DE DEUS - por José Pereira
yosseph2013
 
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio – lição 11
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio – lição 11Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio – lição 11
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio – lição 11
yosseph2013
 
As Leis Civis Entregue por Moisés aos Israelitas - lição 10
As Leis Civis Entregue por Moisés aos Israelitas - lição 10As Leis Civis Entregue por Moisés aos Israelitas - lição 10
As Leis Civis Entregue por Moisés aos Israelitas - lição 10
yosseph2013
 
UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS NO DESERTO – Lição 9
UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS NO DESERTO – Lição 9 UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS NO DESERTO – Lição 9
UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS NO DESERTO – Lição 9
yosseph2013
 
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola DominicalCONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
yosseph2013
 
A SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE - Lição 08 – Escola Dominical
A SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE - Lição 08 – Escola DominicalA SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE - Lição 08 – Escola Dominical
A SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE - Lição 08 – Escola Dominical
yosseph2013
 
A ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS – Lição 07 – Escola Dominical
A ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS – Lição 07 – Escola DominicalA ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS – Lição 07 – Escola Dominical
A ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS – Lição 07 – Escola Dominical
yosseph2013
 
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola DonminicalA FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
yosseph2013
 
AS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 05 – Escola Dominical
AS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 05 – Escola DominicalAS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 05 – Escola Dominical
AS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 05 – Escola Dominical
yosseph2013
 
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola DominicalJESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
yosseph2013
 
O COMPORTAMENTO DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 03
O COMPORTAMENTO DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 03O COMPORTAMENTO DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 03
O COMPORTAMENTO DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 03
yosseph2013
 
ESPERANÇA EM MEIO À ADVERSIDADE - lição 02
ESPERANÇA EM MEIO À ADVERSIDADE - lição 02ESPERANÇA EM MEIO À ADVERSIDADE - lição 02
ESPERANÇA EM MEIO À ADVERSIDADE - lição 02
yosseph2013
 
Paulo e a igreja em filipos lição 1
Paulo e a igreja em filipos   lição 1Paulo e a igreja em filipos   lição 1
Paulo e a igreja em filipos lição 1
yosseph2013
 
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola Dominical
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola DominicalEU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola Dominical
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola Dominical
yosseph2013
 
A FAMÍLIA E A IGREJA - LIÇÃO 12 – para escola dominical
A FAMÍLIA E A IGREJA - LIÇÃO 12 – para escola dominicalA FAMÍLIA E A IGREJA - LIÇÃO 12 – para escola dominical
A FAMÍLIA E A IGREJA - LIÇÃO 12 – para escola dominical
yosseph2013
 
A família e a escola dominical - Lição 11 - para Escola Dominical
A família e a escola dominical - Lição 11 - para Escola DominicalA família e a escola dominical - Lição 11 - para Escola Dominical
A família e a escola dominical - Lição 11 - para Escola Dominical
yosseph2013
 
A necessidade e a urgência do culto doméstico lição 10 - escola bíbl...
A  necessidade  e  a  urgência  do  culto  doméstico   lição 10 - escola bíbl...A  necessidade  e  a  urgência  do  culto  doméstico   lição 10 - escola bíbl...
A necessidade e a urgência do culto doméstico lição 10 - escola bíbl...
yosseph2013
 
Educação cristã responsabilidade dos pais - lição 08 para estudo na ebd
Educação cristã   responsabilidade dos pais - lição 08 para estudo na ebdEducação cristã   responsabilidade dos pais - lição 08 para estudo na ebd
Educação cristã responsabilidade dos pais - lição 08 para estudo na ebd
yosseph2013
 
A armadura de deus
A armadura de deusA armadura de deus
A armadura de deus
yosseph2013
 
O divórcio lição 07 - para escola bíblica dominical
O divórcio   lição 07 - para escola bíblica dominicalO divórcio   lição 07 - para escola bíblica dominical
O divórcio lição 07 - para escola bíblica dominical
yosseph2013
 

Mais de yosseph2013 (20)

A MÚSICA A SERVIÇO DE DEUS - por José Pereira
A MÚSICA A SERVIÇO DE DEUS - por José PereiraA MÚSICA A SERVIÇO DE DEUS - por José Pereira
A MÚSICA A SERVIÇO DE DEUS - por José Pereira
 
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio – lição 11
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio – lição 11Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio – lição 11
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio – lição 11
 
As Leis Civis Entregue por Moisés aos Israelitas - lição 10
As Leis Civis Entregue por Moisés aos Israelitas - lição 10As Leis Civis Entregue por Moisés aos Israelitas - lição 10
As Leis Civis Entregue por Moisés aos Israelitas - lição 10
 
UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS NO DESERTO – Lição 9
UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS NO DESERTO – Lição 9 UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS NO DESERTO – Lição 9
UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS NO DESERTO – Lição 9
 
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola DominicalCONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
 
A SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE - Lição 08 – Escola Dominical
A SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE - Lição 08 – Escola DominicalA SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE - Lição 08 – Escola Dominical
A SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE - Lição 08 – Escola Dominical
 
A ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS – Lição 07 – Escola Dominical
A ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS – Lição 07 – Escola DominicalA ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS – Lição 07 – Escola Dominical
A ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS – Lição 07 – Escola Dominical
 
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola DonminicalA FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
 
AS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 05 – Escola Dominical
AS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 05 – Escola DominicalAS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 05 – Escola Dominical
AS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 05 – Escola Dominical
 
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola DominicalJESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
 
O COMPORTAMENTO DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 03
O COMPORTAMENTO DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 03O COMPORTAMENTO DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 03
O COMPORTAMENTO DOS SALVOS EM CRISTO – Lição 03
 
ESPERANÇA EM MEIO À ADVERSIDADE - lição 02
ESPERANÇA EM MEIO À ADVERSIDADE - lição 02ESPERANÇA EM MEIO À ADVERSIDADE - lição 02
ESPERANÇA EM MEIO À ADVERSIDADE - lição 02
 
Paulo e a igreja em filipos lição 1
Paulo e a igreja em filipos   lição 1Paulo e a igreja em filipos   lição 1
Paulo e a igreja em filipos lição 1
 
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola Dominical
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola DominicalEU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola Dominical
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola Dominical
 
A FAMÍLIA E A IGREJA - LIÇÃO 12 – para escola dominical
A FAMÍLIA E A IGREJA - LIÇÃO 12 – para escola dominicalA FAMÍLIA E A IGREJA - LIÇÃO 12 – para escola dominical
A FAMÍLIA E A IGREJA - LIÇÃO 12 – para escola dominical
 
A família e a escola dominical - Lição 11 - para Escola Dominical
A família e a escola dominical - Lição 11 - para Escola DominicalA família e a escola dominical - Lição 11 - para Escola Dominical
A família e a escola dominical - Lição 11 - para Escola Dominical
 
A necessidade e a urgência do culto doméstico lição 10 - escola bíbl...
A  necessidade  e  a  urgência  do  culto  doméstico   lição 10 - escola bíbl...A  necessidade  e  a  urgência  do  culto  doméstico   lição 10 - escola bíbl...
A necessidade e a urgência do culto doméstico lição 10 - escola bíbl...
 
Educação cristã responsabilidade dos pais - lição 08 para estudo na ebd
Educação cristã   responsabilidade dos pais - lição 08 para estudo na ebdEducação cristã   responsabilidade dos pais - lição 08 para estudo na ebd
Educação cristã responsabilidade dos pais - lição 08 para estudo na ebd
 
A armadura de deus
A armadura de deusA armadura de deus
A armadura de deus
 
O divórcio lição 07 - para escola bíblica dominical
O divórcio   lição 07 - para escola bíblica dominicalO divórcio   lição 07 - para escola bíblica dominical
O divórcio lição 07 - para escola bíblica dominical
 

A Família Cristã e a Sexualidade

  • 1. A FAMÍLIA CRISTÃ E A SEXUALIDADE JOSÉ PEREIRA FILHO
  • 2. A FAMÍLIA CRISTÃ E A SEXUALIDADE ESBOÇO : Texto Bíblico Básico : 1 Tessalonicenses 4.3-5; 5.23; 1 Pedro 1.14-16 INTRODUÇÃO I - QUESTÕES SOBRE A SEXUALIDADE 1 . Um mundo dominado pelo erotismo. O que é o erotismo? O erotismo é pecado? 2 . Fornicação é pecado. Significado de fornicação. O plano de Deus visando evitar a fornicação 3 . Prazer no casamento. Procriação Ajustamento do casal Prazer e satisfação II - O VALOR DA PUREZA SEXUALANTES DO CASAMENTO 1 . No Antigo Testamento. 2 . Em o Novo Testamento. III - O SEXO QUE A BÍBLIA CONDENA 1 . A prática do homossexualismo. 2 . Outros tipos de práticas sexuais condenadas por Deus Incesto Sexo bestial Masturbação 3 . Educando os jovens na Palavra de Deus. CONCLUSÃO
  • 3. A FAMÍLIA CRISTÃ E A SEXUALIDADE Texto Bíblico Básico : 1 Tessalonicenses 4.3-5; 5.23; 1 Pedro 1.14-16 Palavra Chave: Sexualidade “Conjunto de caracteres especiais, externos ou internos, determinados pelo sexo do indivíduo; qualidade sexual”. [Dic. Aurélio on line; site: www.dicionariodoaurelio.com.]. INTRODUÇÃO A Palavra de Deus declaram “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver” (1 Pedro 1.15). Em outra versão diz: “em todo o vosso procedimento”. Para que possamos agradar a Deus, que é um Deus santo [separado do pecado], é indispensável que sejamos seus imitadores; ou seja, nossos pensamentos e atos devem ser baseados em uma pureza que emana e é inspirada por Deus. Isto envolve, sem dúvida nenhuma, toda a nossa vida. A sua vontade está em sua Palavra. Qual a posição da Bíblia sobre o sexo e a sexualidade? O que é pecado e o que não é? Em que implica a pureza sexual? Estas e outras questões são vistas aqui de maneira superficial, pois o assunto é muito delicado e não temos sabedoria o bastante para analizá-los com profundidade; mas cremos que esclarecerá um pouquinho sobre tais questões. I - QUESTÕES SOBRE A SEXUALIDADE Neste pequeno estudo (especiamente neste tópico) abordaremos algumas questões relacionadas à sexualidade cristã. As questões do erotismo, da fornicação e do prazer. 1 . Um mundo dominado pelo erotismo. O pastor assembleiano Elinaldo Renovato, afirma: “Vivemos numa sociedade marcada, por um erotismo tão maligno e ímpio, que não poupa sequer as crianças. Nossas famílias,
  • 4. principalmente as crianças estão sendo exposta a exploração do sexo de modo intenso e irresponsável”. [Elinaldo Renovato, Lições Bíblicas, CPAD, 2º trimestre 2013, lição 09, pág.63 (revista do mestre).]. Mas o que vem a ser o erotismo? O erotismo é pecado? O que é erotismo? Erotismo é “qualidade ou caráter de erótico”; erótico, por sua vez, é tudo aquilo que é ou está relacionado ao “amor sensual ou que desperta o desejo sexual”. [Dicionário Miniaurélio; editora Positivo; versão Eletrônica]. Em resumo: Erotismo é tudo aquilo que convida para a prática sexual. Ex.: beijos, carícias, palavras, etc. O erotismo é pecado? Cláudio Lysias Costa Vieira, Presbítero na Igreja Presbiteriana em Piracicaba, SP e formado em Medicina na UNICAMP, diz o seguinte: “Há uma diferença básica entre estas duas palavras (erotismo e pornografia), embora elas venham sendo usadas hoje em dia praticamente como sinônimos. Erotismo é o conjunto de sensações e impulsos que nos impelem à atividade sexual. Dentro de um relacionamento sexual sadio, os estímulos eróticos, como beijos e carícias, fazem parte do “jogo do amor”, e levam a sensações e experiências muito agradáveis. Pornografia, por outro lado, é o mau uso do erotismo, levando a práticas sexuais erradas e pervertidas: o estímulo à prostituição, ao homossexualismo, etc. A confusão de erotismo com pornografia tem levado muitos crentes a deixarem de exercer e aproveitar as práticas eróticas normais, como se o erotismo em si mesmo fosse pecaminoso. Ver I Tm 4.1-5 e Tt 1.15.”. [material disposto na web : http://www.ejesus.com.br/familia/a-sexualidade-a-luz-da-biblia/ ]. 2 . Fornicação é pecado. Significado de fornicação. Na Bíblia a palavra “fornicação” e equivalentes, é a tradução da palavra grega PORNÉA, que significa: “prostituição” ou “relação sexual ilícita”. [Dici. Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica]. Esta palavra é encontrada, por exemplo, em: 1 Tm 1.10 (“fornicadores”); Ef 5.5 (“fornicador”); Ap 21.8 (“fornicadores”); 1 Co 5.9 (“prostituem”); Hb 13.4 (“prostituição”).
  • 5. Segundo nota da Bíblia de Estudo Pentecostal, da CPAD, pág.1921, a palavra fornicação (Gr. “pornéia”): “descreve uma ampla variedade de práticas sexuais, pré ou extramaritais”. A mesma nota acrescenta que: “Tudo que significa intimidade e carícias fora do casamento é claramente transgressão dos padrões morais de Deus para seu povo (Lv 18.6-30; 20.11,12,19-21; 1 Co 6.18; 1 Ts 4.3)”. O plano de Deus visando evitar a fornicação Foi o próprio Deus quem, no início, disse: “.. Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjuntora que esteja como diante dele” (Gn 2.18). O Criador, em sua bondade e sabedoria, viu que o homem carecia de uma companheira para todos os momentos, e criou a mulher. Isto visava, também, a preservação da pureza da sexualidade entre o casal (veja: Pv 5.17-19; 1 Co 7.2; Hb 13.4). O plano de Deus é que um homem e uma mulher, unidos legitimamente, desfrutem do sexo. 3 . Prazer no casamento. O objetivo neste ponto é tratar sobre o prazer da relação sexual entre os cônjuges, mas não seria errado citarmos os propósitos do sexo segundo a Palavra de Deus. O sexo, na visão bíblica, tem os seguintes propósitos: 1) procriação (Gn 1.27,28), 2) ajustamento do casal (1 Co 7.1-5) e 3) prazer e satisfação (Pv 5.18-23; Gn 2.24,25; Ec 9.9; Ct 4.1-12; 7.1-9). 1) procriação (Gn 1.27,28) Ao criar o homem, um dos propósitos de Deus, era, sem sobra de dúvidas, a perpetuação da espécie. O texto de Gênesis 1.27,28, é claro e diz: 27 “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou”. 28 “E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai- a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra”. [grifo nosso]. A palavra FRUTIFICAR é a tradução da palavra hebraica: “parah”, que significa: “dar fruto;
  • 6. ser frutifero; dar ramo”. A palavra MULTIPLICAR é a tradução da palavra hebraica: “rabah”, que significa: “ser ou tornar-se grande”; “ser ou vir a ser muitos”; “tornar-se numeroso”; “aumentar”; “aumentar sobremaneira ou excessivamente”. A palavra ENCHER é a tradução da palavra hebraica: “male”, que significa: “encher”; “estar cheio”; “plenitude, abundancia”; “estar completo, estar terminado”. [Definições segundo o “Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica”.]. 2) ajustamento do casal (1 Co 7.1-5) 13 Conselhos práticos que podem ajudar os casais que buscam ajustamento 1. Nunca seja egoísta, pense na realização do cônjuge (1 Co 7.2-5). 2. Elimine os complexos através da oração e da compreensão. 3. Lembre-se, o cansaço pode ser a causa do fracasso. 4. Desenvolva uma comunicação franca nesta área. 5. Procure não praticar o ato com a tensão de um problema. 6. Reserve tempo para o exercício do ato. 7. A privacidade do casal é de fundamental importância. 8. O asseio é uma necessidade de todos. 9. A preocupação com uma possível gravidez pode ser a causa da baixa qualidade da relação sexual. 10. Nunca se esqueça que o homem se excita pelo que vê, já a mulher, mais pelo que ouve. 11. Nunca tenha o sexo como obrigação, o ato conjugal deve ser espontâneo. 12. Cuidado com a contaminação do leito, que deve ser sem mácula. 13. Cuidado com as relações “pornográficas” (Rm 1.26,27). Texto adaptado do site: www.amofamilia.com.br (artigo escrito por: Josué Gonçalves; pastor da AD em Bragança Paulista-SP, teólogo e terapeuta familiar). 3) prazer e satisfação (Pv 5.18-23; Gn 2.24,25; Ec 9.9; Ct 4.1-12; 7.1-9). O fato de termos colocado o “prazer e satisfação” em terceiro lugar na lista à cima não quer
  • 7. dizer que ele tenha valor inferior. Como diz o pastor assembleiano Elinaldo Renovato (em Lições Bíblicas, CPAD, 2º trimestre 2013, lição 09, pág.63 [revista do mestre]), “Muita gente acha que o relacionamento sexual entre marido e mulher tem como único objetivo a procriação”. Ele afirma ainda que: “Isso e um erro”. E complementa: “Na Bíblia encontramos vários textos que incentivam o casal a desfrutar das alegrias conjugais”. Em Provérbios 5.18,19 temos o seguinte: 18 “Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade”. 19 “Como cerva amorosa, e gazela graciosa, os seus seios te saciem todo o tempo; e pelo seu amor sejas atraído perpetuamente”. [grifo nosso]. Veja o mesmo texto na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH): 18 “Portanto, alegre-se com a sua mulher, seja feliz com a moça com quem você casou,” 19 “amorosa como uma corça, graciosa como uma cabra selvagem. Que ela cerque você com o seu amor, e que os seus encantos sempre o façam feliz!” Veja, agora, o texto de 1 Coríntios 7.2-5 na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH): 2 “Mas eu digo: já que existe tanta imoralidade sexual, cada homem deve ter a sua própria esposa, e cada mulher, o seu próprio marido.” 3 “O homem deve cumprir o seu dever como marido, e a mulher também deve cumprir o seu dever como esposa.” 4 “A esposa não manda no seu próprio corpo; quem manda é o seu marido. Assim também o marido não manda no seu próprio corpo; quem manda é a sua esposa.” 5 “Que os dois não se neguem um ao outro, a não ser que concordem em não ter relações por algum tempo a fim de se dedicar à oração. Mas depois devem voltar a ter relações, a fim de não caírem nas tentações de Satanás por não poderem se dominar.” O texto de Eclesiastes 9.9 (também na Linguagem de Hoje), diz: “Enquanto você viver neste mundo de ilusões, aproveite a vida com a mulher que você ama. Pois isso é tudo o que você vai receber pelos seus trabalhos nesta vida dura que Deus lhe deu”. [grifo nosso]. Portanto, está claro, pelos textos já analisados, que Deus deseja a satisfação e interação amorosa e sexual do casal. II - O VALOR DA PUREZA SEXUALANTES DO CASAMENTO
  • 8. Vivemos em um mundo que abraçou, definitivamente, o relativismo (“Doutrina ou tendência segundo a qual o significado ou valor de algo varia conforme à situação ou às relações com outros elementos e valores” ; conforme Dicionário Miniaurélio, editora Positivo, versão eletrônica) e, por isso, tudo acha normal. Mas para aquele que quer fazer a vontade de Deus, o padrão em todas as questões, inclusive sexual, é a Bíblia Sagrada (a Palavra de Deus). O que a Bíblia ensina sobre o valor da pureza sexual? 1 . No Antigo Testamento. Um texto bíblico, talvez o mais lembrado quando se trata de pureza tanto moral como espiritual, é Salmo 119.9, que assim diz: “Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra”. A NVI (Nova Versão Internacional) da Bíblia Sagrada apresenta o mesmo texto da seguinte forma: “Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra”. “Como podem os jovens, cheios das chamas da juventude e sempre tentados a experimentar coisas novas, com frequência pecaminosas, manter- se puros? Muitos jovens não são pecadores endurecidos, mas tradicionalmente enfrentam problemas de pureza da vida, porquanto se inclinam a fazer experiências, em parte movidos pela curiosidade, em parte por suas corrupções interiores [...]. O salmista encontrou a resposta para o seu problema na LEI DE DEUS”. (adaptado de: Russell Norman Champlin; Antigo Testamento Interpretado versículo por versículo; Editora Hagnos; pág.2433-2434.). Alguém disse e escreveu certa vez que: “As concupiscências dos jovens são naturalmente fortes e inclinam por contaminar a alma”. E citou Provérbios 1.4; 20.11. A Bíblia ensina em 1 Timóteo 4.12, especialmente aos jovens, o seguinte: “Ninguém despreze a tua mocidade; mas SÊ O EXEMPLO DOS FIÉIS, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, NA PUREZA”. [grifo nosso]. “O texto de Salmos 119.9-11 é fundamental para a vida do jovem, servo de Deus, em todos os tempos. No Antigo Testamento, a moral era tão rígida, em termos de pureza sexual que, se uma jovem praticasse sexo antes do casamento seria morta (Dt 22.20,21). Sua sentença era a pena capital. Fornicação era o mesmo que prostituição (Dt 22.20, 21). Na cultura patriarcal (no tempo de Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, etc...), o homem tinha privilégios que não eram desfrutados pela mulher. A moça que fornicava era morta. O homem que fornicasse tinha que casar com a moça (Dt 22.28,29). [...]. Um sacerdote não podia casar com mulher repudiada ou prostituta. Tinha que casar com uma moça virgem (Lv 21.13,14)”. (Elinaldo Renovato de Lima; A família cristã e os ataques do inimigo; Editora CPAD; pág.104- 105.) 2 . Em o Novo Testamento.
  • 9. “Alguém poderia dizer, sem pensar bem, ou por desconhecimento da Bíblia, que a moral, no Novo Testamento, é menos rígida que na antiga aliança. Seria ledo engano. Jesus Cristo não só cumpriu tudo o que estava previsto na Lei, como trouxe uma forma mais profunda e abrangente, em termos de cumprimento dos preceitos legais. Ele deixou de lado o formalismo e o legalismo, que valorizavam apenas os atos exteriores do comportamento, e se fixou na origem dos pecados, que nascem do interior do ser, do coração, ou da mente corrompida do homem (Mt 15.19). Para Jesus, a pureza tem que ser interior, tem que partir de dentro do coração e aparecer no exterior, como “luz do mundo” (Mt 5.14). Daí, porque ele considera adultério, não só o ato sexual entre pessoas não casadas, mas até mesmo o pensamento lascivo (Mt 5.28).” (Elinaldo Renovato de Lima; A família cristã e os ataques do inimigo; Editora CPAD; pág.105.) Um texto relacionado com o nascimento de Jesus, muito interessante no contexto de nosso assunto aqui: “o valor da pureza sexual”, é Lucas 1.26,27 : 26 “E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,” 27 “A uma VIRGEM DESPOSADA COM UM HOMEM, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria”. [grifo nosso]. Duas coisas, sobre Maria, o texto informa claramente: 1) Ela era “VIRGEM”; 2) Ela estava “DESPOSADA” com José. VIRGEM significa: “mulher que ainda não teve relações sexuais”, “donzela”. [conforme o Dicionário Miniaurélio de Português, versão eletrônica, editora Positivo]. A palavra grega traduzida por DESPOSADA, é “mnesteuo”, que significa: “ser prometida em casamento; estar noivo(a); cortejar”. [ Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.]. Maria estava NOIVA de José, ou seja, com o casamento marcado, mas preservou-se até o momento certo. Veja o diz Mateus 1.24,25 (na Linguagem de Hoje): 24 “Quando José acordou, fez o que o anjo do Senhor havia mandado e CASOU COM MARIA”. 25 “Porém NÃO TEVE RELAÇÕES COM ELAATÉ QUE a criança nasceu. E José pôs no menino o nome de Jesus”. Nestes textos, portanto, as Escrituras Sagradas exaltam o valor da pureza sexual. Em Mateus 25, Jesus, para ilustrar as verdades e realidades do Reino de Deus, contou uma parábola. Nesta parábola Jesus faz referência ao costume da época, no qual as damas de honra de um casamento deveriam ser virgens.
  • 10. A Bíblia de Estudo Almeida, em uma de suas notas de rodapé, afirma que: “Em um casamento oriental, o noivo dirigia-se à casa da noiva para recebê-la das mãos dos seus pais; depois, eram acompanhados por donzelas ou virgens e outros convidados até a casa do noivo ou dos seus pais, onde era celebrado o banquete nupcial”. [Bíblia de Estudo Almeida; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); versão eletrônica; 1999]. Ao verificar o texto grego original de Mateus 25.1, onde a palavra “virgens” aparece, podemos constatar que ela é a tradução da palavra “parthenos”, e significa: “virgem; virgem nubil com idade de casar; mulher que nunca teve relação sexual com homem; alguém que nunca teve relações com mulheres”. Como bem diz o pastor Elinaldo Renovato: “[...] a pureza sexual em o Novo Testamento é tanto para o homem quanto para a mulher. Ambos devem manter-se castos e virgens até o casamento”. [ Elinaldo Renovato, Lições Bíblicas, CPAD, 2º trimestre 2013, lição 09, pág.63 (revista do mestre).] III - O SEXO QUE A BÍBLIA CONDENA Este tópico analizará, ainda que muito superficialmente, algumas práticas sexuais condenadas pela Bíblia Sagrada - Palavra de Deus. Em síntese, podemos dizer que, qualquer prática sexual feita antes ou fora do casamento é pecado. 1 . A prática do homossexualismo. Definição de homossexualismo HOMOSSEXUALISMO é a prática de homossexual. HOMOSSEXUAL é o “indivíduo que tem preferência sexual por pessoa do mesmo sexo que o seu”. (Dicionário de Português Miniaurélio; editora Positivo; versão eletrônica). Deus condena o homossexualismo? Deus, o Criador de todas as coisas, criou apenas dois sexos ou gêneros bem distintos. Em Gênesis 1.27 está dito: “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou.”. MACHO, aqui, é a tradução da palavra hebraica “Zakar”, que significa: “macho (referindo- se a seres humanos e animais); homem macho (referindo-se a seres humanos)”. [Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.].
  • 11. FÊMEA, aqui, é a tradução da palavra hebraica “Nqebah”, que significa: “fêmea; mulher; menina; animal fêmea”. [Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.]. Portanto, Deus criou macho e fêmea, homem e mulher. Mas à frente o texto Bíblico declara: “...disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei UMAADJUNTORA que esteja como diante dele”. (Gn 2.18).[grifo nosso]. Em Levítico 18.22 está escrito: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é”. A palavra hebraica traduzida, aqui, por ABOMINAÇÃO é “tow’ebah”, e significa: “uma coisa repugnante, abominação; coisa abominável”.[Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.]. Este tipo de coisa é tão detestável por Deus que, no Antigo Testamento, os envolvidos no ato deveriam sofrer a pena capital. Veja o que diz Levítico 20.13: “Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles”. Em 1 Coríntios 6.9,10 o Apóstolo Paulo apresenta uma lista de vícios ou práticas pecaminosas. Ele começa dizendo: “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus?...”. E termina afirmando: que nenhum deles “...herdarão o reino de Deus”. [grifo nosso]. Neste mesmo texto o Apóstolo inclui os “efeminados” e os “sodomitas”. Veja o texto na íntegra: 9 “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,” 10 “nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus”. A palavra EFEMINADOS é a tradução da palavra grega “malakos”, que significa: “mole, macio para tocar (metaf.: num mal sentido)”; “afeminado”; “um rapaz que mantém relações homossexuais com um homem”. [Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.]. A palavra SODOMITAS é a tradução da palavra grega “arsenokoites”, que significa: “alguém que se deita com homem e com mulher”; “sodomita”; “homosexual”. [Diconário Bíblico Strong; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica.]. O Pastor assembleiano Esequias Soares, em seu livro (“Casamento, Divórcio e Sexo à Luz da Bíblia”, Editora CPAD, pág.26-32) explica muito bem a etimologia destas palavras e afirma que os efeminados seriam os homossexuais passivos e os sodomitas seriam os homossexuais ativos. Causas do homossexualismo “Apesar dos talvez milhares de estudos científicos sobre o homossexualismo, a verdade é que
  • 12. não se identificou nenhum fator isolado que possa causar o homossexualismo. Vários pesquisadores competentes investigaram se a orientação e o comportamento homossexual resultam de fatores hereditários ou outras influências biológicas. Alguns concluíram que “a evidência científica favorece a hipótese de que variáveis hormonais e neurológicas, atuando durante a gestação, são as principais causas da orientação sexual.” Entretanto, outros concluíram que “os hormônios pré-natais não determinam a orientação sexual de forma rígida.” Até mesmo médicos e biólogos chegaram à conclusão de que a “socialização pós-natal” tem maior probabilidade de influir na preferência sexual. Trocando em miúdos, não existem provas evidentes que sustentem a teoria de que o homossexualismo só é determinado por fatores físicos ou biológicos. Alguns dados inconclusivos sugerem que influências biológicas, atuando antes do nascimento, podem ter algum papel no desenvolvimento da orientação sexual futura, mas existem evidências ainda maiores de que as preferências e os comportamentos homossexuais são determinados pelo desenvolvimento psicológico e o aprendizado social”. [Adaptado de: Gary R. Collins; “Aconselhamento Cristão”; Edição Século XXI; Editora Vida Nova; pág.331-334.]. 2 . Outros tipos de práticas sexuais condenadas por Deus : Incesto Definido pelo Dicionário de Português Miniaurélio como sendo “união sexual ilícita entre parentes consanguíneos, afins ou adotivos”, o incesto tem a sua reprovação na Palavra de Deus. Em Levítico 18.6, está escrito: “Nenhum homem se chegará a qualquer parenta da sua carne, para descobrir a sua nudez.[...]”. [grifo nosso]. O termo PARENTE(A) significa: “Pessoa que, em relação a outra(s), pertence à mesma família, quer pelo sangue, quer por casamento”(Dic. Port. Miniaurélio). A expressão DESCOBRIR A SUA NUDEZ significa ter relações sexuais. Veja o mesmo texto na tradução da Linguagem de Hoje (NTLH): “O SENHOR Deus deu as seguintes ordens para os homens de Israel: Não tenha relações sexuais com uma mulher que seja sua parenta”. Sexo bestial Levítico 18.23,24 :
  • 13. 23 “Nem te deitarás com um animal, para te contaminares com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; confusão é”. 24 “Com nenhuma destas coisas vos contamineis; porque com todas estas coisas se contaminaram as nações que eu expulso de diante de vós”. Fale a pena verificar, novamente, a tradução da NTLH: 23 “Ninguém, homem ou mulher, deverá ter relações com um animal; isso é uma imoralidade, e a pessoa fica impura”. 24 “E Deus disse ao povo de Israel: — Não façam nenhuma dessas coisas, pois vocês ficarão impuros, como ficaram impuros os povos que eu vou expulsar da terra que vai ser de vocês” Há ainda outros textos sobre o assunto: Êxodo 22.19; 20.15-16; Deuteronômio 27.21. Masturbação “Masturbação: auto-excitação com o fim de produzir o orgasmo. Baseia-se no egoísmo e na morbidez. Não cumpre o propósito puro do sexo, portanto, é impuro e perverso. Além disso, a masturbação é sempre acompanhada de pensamentos impuros, o que por si só já é pecado (leia : Mateus 5.27-28; Filipenses 4.8)”. [Texto adaptado do artigo “A IMPUREZA SEXUAL”, do site : http://www.imq.com.br]. 3 . Educando os jovens na Palavra de Deus. “Educar a sexualidade é educar na castidade, e isso é tarefa fundamentalmente da família [...]”. Assim afirmou a doutora italiana Maria Luisa Di Pietro, professora de Bioética na Universidade Católica de Roma e presidente da associação Scienza & Vita (Ciência e Vida), durante sua intervenção (no dia 15 de Janeiro de 2009) no Congresso Mundial das Famílias que aconteceu no México. “A redução da sexualidade a uma mera dimensão do instinto favoreceu também, em suas manifestações mais extremas e ínfimas, a difusão da pornografia e da violência sexual”, acrescentou ela. “É urgente, portanto” – explicou ela – “que as famílias assumam o papel primordial que têm na formação afetiva e moral de seus filhos”. Texto adaptado de: “É a família que deve educar a sexualidade dos filhos [...]”; do site: http://www.zenit.org Em Provérbios 22.6, está escrito: “Eduque a criança no caminho em que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele”. [texto da Bíblia na Linguagem de Hoje].
  • 14. Está claro, pelos ensinos bílicos, que é responsabilidade dos pais educar seus filhos. Isto inclui, sem dúvida nenhuma, a questão da sexualidade. Pergunto: Os pais preferem ensinar seus filhos, não só a respeito da questão sexual, mas de todas as outras, ou deixá-los aprender, de forma errada e contrária à Palavra de Deus, com aqueles que não têem compromisso com o Senhor, nosso Deus ? Uma das verdades que Provérbios 22.6 nos ensina é que: O que uma criança aprende, ainda em tenra idade, lembrará durante toda a sua vida. [J.P.]. Achei muito interessante um artigo do Dr. Gerson Lopes. Gerson Lopes (é Médico; Ginecologista; Sexólogo; Coordenador do Setor de Sexologia do “Hospital Mater Dei” em Belo Horizonte-MG, e Colunista do Jornal Estado de Minas). Veja o que ele diz sobre “O papel da família na educação sexual do filho” : “Sem dúvida, se existe uma receita para uma adolescência saudável e, conseqüentemente uma sexualidade ajustada, ela passa por uma participação significativa dos pais, que deveriam combinar ou harmonizar autoridade e afetividade. Orientar é ajudar a criança e o adolescente com diálogo, apoio e compreensão, a sentir-se seguro e capaz de tomar decisões importantes. Os jovens preferem à família como principal agente de educação em sexualidade, porém referem (ou declaram) sentir enorme dificuldade de comunicação, em geral, ainda mais sobre o tema sexualidade. A ausência dos pais acaba por facilitar com que a mídia ocupe o papel principal de socialização da criança e do adolescente. Na relação pais e filhos a educação para o amor e a educação para a sexualidade não dá para terceirizar. A família tem que assumir o seu papel fundamental; podendo, entretanto, contar com a ajuda do medico, do educador, etc.”. (Artigo disposto na web : http://www.vinhoesexualidade.com.br/Sexualidade/Artigos/Artigo.aspx? i=110) CONCLUSÃO Mediante o que foi exposto aqui vimos que Deus deseja a pureza de seus servos (1 Pe 1.15,16). Isso envolve a sexualidade. O sexo é algo muito bom e foi criado por Deus (Gn 1.31) para ser desfrutado no âmbito do casamento (Gn 1.27,28; 2.24,25). Conseqüentemente, todo ato sexual praticado antes ou fora dele é pecado (Mt 5.28; Lv 18.22; ). O mundo, que ai está - com todas as suas práticas, filosofias e valores - não está comprometido com Deus (1 Jo 5.19). O Diabo quer através de vários meios levar o máximo de vidas para a perdição (Jo 10.10). Precisamos como Igreja, e como servos do Senhor, pregar e viver a pureza e a santidade exigidas pela Bíblia Sagrada – a Palavra de Deus (1 Jo 2.6; 3.3; Hb 12.14).
  • 15. REFERÊNCIAS 1 . SITE : WWW.DICIONARIODOAURELIO.COM http://www.dicionariodoaurelio.com/Sexualidade.html 2 . DICIONÁRIO DE PORTUGUÊS Dicionário Miniaurélio; editora Positivo; versão Eletrônica. 3 . REVISTA : LIÇÕES BÍBLICAS Elinaldo Renovato, Lições Bíblicas, CPAD, 2º trimestre 2013, lição 09, pág.63 (revista do mestre) 4 . SITE : WWW.EJESUS.COM.BR http://www.ejesus.com.br/familia/a-sexualidade-a-luz-da-biblia/ 5 . DICIONÁRIO BÍBLICO STRÔNG Diconário Bíblico Strong de grego, hebraico e aramaico; Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 2002; versão eletrônica. 6 . BÍBLIA DE ESTUDO PENTECOSTAL Donald C. Stamps; Bíblia de Estudo Pentecostal; CPAD; 1995. 7 . SITE : BÍBLIA.COM.BR http://biblia.com.br/nova-traducao-linguagem-hoje/ 8 . A FAMÍLIA CRISTÃ E OS ATAQUES DO INIMIGO (livro) Elinaldo Renovato de Lima; A família cristã e os ataques do inimigo; Editora CPAD; pág.104-105. 9 . ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO VERSÍCULO POR VERSÍCULO (livro). Russell Norman Champlin; Antigo Testamento Interpretado versículo por versículo; Editora Hagnos; pág.2433-2434. 10 . CASAMENTO, DIVÓRCIO E SEXO A LUZ DA BÍBLIA (livro) Esequias Soares; Casamento, Divórcio e Sexo a Luz da Bíblia; Editora CPAD; pág.26-32. 11 . ACONSELHAMENTO CRISTÃO (livro) Gary R. Collins; Aconselhamento Cristão; Edição Século XXI; Editora Vida Nova; pág.331-334. 12 . A IMPUREZA SEXUAL (artigo) Texto adaptado do artigo “A IMPUREZA SEXUAL”, do site : http://www.imq.com.br 13 . SITE : WWW.ZENIT.ORG Artigo : “É a família que deve educar a sexualidade dos filhos [...].” OBS. : Todos os artigo e páginas da web citados neste estudo foram acessados entre 19 e 24 de Maio de 2013.
  • 16. Perfil do autor José Pereira Filho Membro da Igreja Assembléia de Deus do Parque Piauí, em Teresina-PI – Brasil. Evangelista e membro da CEMADEPI – Convenção Evangélica de Ministros das Assembléia de Deus do Piauí, e com experiência em ministração da Palavra de Deus. Email : josepereiraoevangelista1@gmail.com Canais no Youtube : http://www.youtube.com/user/josepereiradiacono http://www.youtube.com/user/atosdoisequatro?feature=mhee Página no Facebook : http://www.facebook.com/josepereiracomdeus Fone : 86 95434911