SlideShare uma empresa Scribd logo
Gl 5.22-23
Ora, vós sois
corpo de Cristo;
e,
individualmente,
membros desse
corpo.
1Co 12.27
1 Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos
anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o
címbalo que retine. 2 Ainda que eu tenha o dom de profetizar e
conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha
tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada
serei. 3 E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres
e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não
tiver amor, nada disso me aproveitará. 4 O amor é paciente, é
benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se
ensoberbece, 5 não se conduz inconvenientemente, não procura os
seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; 6 não se
alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; 7 tudo sofre,
tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1Co 13.1-7
“Nisto conhecerão todos que sois meus
discípulos: se tiverdes amor uns aos outros.”(Jo 13.35)
“O meu mandamento é este: que vos ameis uns
aos outros, assim como eu vos amei.”(Jo 15.12)
“Ora, temos, da parte dele, este mandamento:
que aquele que ama a Deus ame também a seu
irmão”(1 Jo 4.21)
“O ódio excita contendas, mas o amor cobre
todas as transgressões”(Pv 10.12)
“Por isso, te digo: perdoados lhe são os seus muitos pecados, porque ela muito
amou; mas aquele a quem pouco se perdoa, pouco ama. ”(Lc 7.47)
“Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o
amor cobre multidão de pecados”(1 Pe 4.8)
“Nisto conhecerão todos que sois meus
discípulos: se tiverdes amor uns aos
outros.”(Jo 13.35)
Somente o amor de Deus foi capaz de
buscar o bem da humanidade decaída.
A palavra amor no Novo Testamento é
um banquete de amor que nos é
oferecido por Deus através do Espírito
Santo.
Somente o amor de Deus, foi capaz de buscar o bem
de uma perdida humanidade. A palavra amor no Novo
Testamento é um sentimento inspirado por Deus através do
Espírito Santo.
4 Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-
vos. 5 Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens.
Perto está o Senhor. 6 Não andeis ansiosos de coisa alguma; em
tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições,
pela oração e pela súplica, com ações de graças. 7 E a paz de Deus,
que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a
vossa mente em Cristo Jesus. 8 Finalmente, irmãos, tudo o que é
verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que
é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma
virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso
pensamento. 9 O que também aprendestes, e recebestes, e
ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será
convosco. Fp 4.4-9
As circunstâncias da vida não podem apagar
a nossa alegria espiritual em Cristo.
Precisamos viver com alegria mesmo em
meio as provações da vida
2 Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por
várias provações, 3 sabendo que a provação da vossa fé, uma vez
confirmada, produz perseverança. 4 Ora, a perseverança deve ter
ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada
deficientes. Tg 1.2-4
Somente o Espírito Santo pode produzir uma alegria abundante em
nossos corações quando enfrentamos fraquezas, provações, disciplina
divina ou privações. O apóstolo Paulo era um homem que conhecia
bem as facetas do Espírito Santo e quem tiver dúvidas a respeito dessa
questão basta ler 2Co 11.23-28.
As privações da vida não podem roubar a
alegria da nossa adoração a Deus.
Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam
e cantavam louvores a Deus, e os demais
companheiros de prisão escutavam. At 16.25
Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o
Senhor, Hb 12.14
eirhnh
Mwlv
shalom significa tudo quanto contribui para o bem total do ser
humano, ou seja, a saúde, o bem-estar, a riqueza, a fama, o
contentamento e a justiça.
eirene é traduzida como paz, aparece 88 vezes e em todos
os livros, significando essencialmente um sentimento
inspirado pelo Espírito Santo que no faz viver em harmonia
com as pessoas e com o nosso eu.
E a paz de
Deus, que
excede todo o
entendimento,
guardará o
vosso coração
e a vossa
mente em
Cristo Jesus.
Fp 4.7
A paz é o instrumento do espírito santo que
nos ensina a viver bem com as pessoas
A igreja, na verdade, tinha paz por toda a
Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se e
caminhando no temor do Senhor, e, no conforto
do Espírito Santo, crescia em número. At 9.31
esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito
no vínculo da paz; Ef 4.3
“Façam o possível, até onde depender de vocês, para viverem
em paz com todos”
A paz é o elemento do fruto do Espírito que
exige muita fé e extrema dependência do
poder de Deus. Ela depende da sabedoria
que vem do alto.
A Bíblia ensina uma verdade impactante: “A sabedoria que vem do céu
é antes de tudo pura; e é também pacifica, bondosa e amigável. Ela é
cheia de misericórdia, produz uma colheita de boas ações, não trata os
outros pela sua aparência e é livre de fingimento” (Tgo 3.17 – NTLH
Vamos exercitar o AMOR!
Vamos transbordar de ALEGRIA!
Vamos viver no gozo da PAZ!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
As obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do EspíritoAs obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do Espírito
Joselito Machado
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter Cristão
Márcio Martins
 
Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
IBMemorialJC
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Éder Tomé
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
Dagmar Wendt
 
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristãoLição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
Erberson Pinheiro
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
Ednilson do Valle
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
RODRIGO FERREIRA
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritual
Paulo Roberto
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
Carlos Cirleno Neves
 
Fruto do Espírito
Fruto do EspíritoFruto do Espírito
Fruto do Espírito
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
Jessé Lopes
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
Junior Cesar Santiago
 
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Erberson Pinheiro
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Erberson Pinheiro
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
guestc5d870
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Buscando a intimidade com Deus
Buscando a intimidade com DeusBuscando a intimidade com Deus
Buscando a intimidade com Deus
Pastor Wanderley
 
sLição 5 jesus e a implantação do reino de deus
sLição 5   jesus e a implantação do reino de deussLição 5   jesus e a implantação do reino de deus
sLição 5 jesus e a implantação do reino de deus
Nayara Mayla Brito Damasceno
 

Mais procurados (20)

Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
As obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do EspíritoAs obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do Espírito
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter Cristão
 
Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
 
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristãoLição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritual
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
 
Fruto do Espírito
Fruto do EspíritoFruto do Espírito
Fruto do Espírito
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
 
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
Buscando a intimidade com Deus
Buscando a intimidade com DeusBuscando a intimidade com Deus
Buscando a intimidade com Deus
 
sLição 5 jesus e a implantação do reino de deus
sLição 5   jesus e a implantação do reino de deussLição 5   jesus e a implantação do reino de deus
sLição 5 jesus e a implantação do reino de deus
 

Destaque

Estudo sobre o fruto do espírito
Estudo sobre o fruto do espíritoEstudo sobre o fruto do espírito
Estudo sobre o fruto do espírito
Reginaldo Pacheco
 
O fruto do espírito 01 - introdução
O fruto do espírito   01 - introduçãoO fruto do espírito   01 - introdução
O fruto do espírito 01 - introdução
Cleudson Corrêa
 
O Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito SantoO Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito Santo
Quenia Damata
 
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITOLIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
Polícia Militar do Estado do Tocantins
 
O fruto do espírito santo
O fruto do espírito santoO fruto do espírito santo
O fruto do espírito santo
Ingrid Ramos
 
Os frutos do espírito santo
Os frutos do espírito santoOs frutos do espírito santo
Os frutos do espírito santo
Presentepravoce SOS
 
Os frutos do espírito completo
Os frutos do espírito completoOs frutos do espírito completo
Os frutos do espírito completo
Sandra Fuso
 
Desafio de amar 2 dia
Desafio de amar 2 diaDesafio de amar 2 dia
Desafio de amar 2 dia
Elaine saraiva
 
O mandamento do amor
O mandamento do amorO mandamento do amor
O mandamento do amor
Fulvio Leite
 
Os espinhos e os frutos
Os espinhos e os frutosOs espinhos e os frutos
Os espinhos e os frutos
Abelmon Bastos
 
Mansidão
MansidãoMansidão
Para Salvar Uma Vida - Semana1
Para Salvar Uma Vida - Semana1Para Salvar Uma Vida - Semana1
Para Salvar Uma Vida - Semana1
Karina Munhoz
 
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do EspíritoEscola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
Evangelista Oliveira
 
O fruto do espírito
O fruto do espíritoO fruto do espírito
O fruto do espírito
Emerson Nascimento
 
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
Natalino das Neves Neves
 
Domínio próprio
Domínio próprioDomínio próprio
Domínio próprio
Karina Munhoz
 
Intr. Fruto do Espírito
Intr.   Fruto do EspíritoIntr.   Fruto do Espírito
Intr. Fruto do Espírito
Carlos Oliveira
 
LBA Lição 6 - Paciência, evitando as dissenções
LBA Lição 6 - Paciência, evitando as dissençõesLBA Lição 6 - Paciência, evitando as dissenções
LBA Lição 6 - Paciência, evitando as dissenções
Natalino das Neves Neves
 
LBA Lição 5 - Paz de deus, antídoto contra as inimizades
LBA Lição 5 - Paz de deus, antídoto contra as inimizadesLBA Lição 5 - Paz de deus, antídoto contra as inimizades
LBA Lição 5 - Paz de deus, antídoto contra as inimizades
Natalino das Neves Neves
 
O Propósito do Fruto do Espirito
O Propósito do Fruto do EspiritoO Propósito do Fruto do Espirito
O Propósito do Fruto do Espirito
Márcio Martins
 

Destaque (20)

Estudo sobre o fruto do espírito
Estudo sobre o fruto do espíritoEstudo sobre o fruto do espírito
Estudo sobre o fruto do espírito
 
O fruto do espírito 01 - introdução
O fruto do espírito   01 - introduçãoO fruto do espírito   01 - introdução
O fruto do espírito 01 - introdução
 
O Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito SantoO Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito Santo
 
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITOLIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
 
O fruto do espírito santo
O fruto do espírito santoO fruto do espírito santo
O fruto do espírito santo
 
Os frutos do espírito santo
Os frutos do espírito santoOs frutos do espírito santo
Os frutos do espírito santo
 
Os frutos do espírito completo
Os frutos do espírito completoOs frutos do espírito completo
Os frutos do espírito completo
 
Desafio de amar 2 dia
Desafio de amar 2 diaDesafio de amar 2 dia
Desafio de amar 2 dia
 
O mandamento do amor
O mandamento do amorO mandamento do amor
O mandamento do amor
 
Os espinhos e os frutos
Os espinhos e os frutosOs espinhos e os frutos
Os espinhos e os frutos
 
Mansidão
MansidãoMansidão
Mansidão
 
Para Salvar Uma Vida - Semana1
Para Salvar Uma Vida - Semana1Para Salvar Uma Vida - Semana1
Para Salvar Uma Vida - Semana1
 
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do EspíritoEscola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
 
O fruto do espírito
O fruto do espíritoO fruto do espírito
O fruto do espírito
 
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
 
Domínio próprio
Domínio próprioDomínio próprio
Domínio próprio
 
Intr. Fruto do Espírito
Intr.   Fruto do EspíritoIntr.   Fruto do Espírito
Intr. Fruto do Espírito
 
LBA Lição 6 - Paciência, evitando as dissenções
LBA Lição 6 - Paciência, evitando as dissençõesLBA Lição 6 - Paciência, evitando as dissenções
LBA Lição 6 - Paciência, evitando as dissenções
 
LBA Lição 5 - Paz de deus, antídoto contra as inimizades
LBA Lição 5 - Paz de deus, antídoto contra as inimizadesLBA Lição 5 - Paz de deus, antídoto contra as inimizades
LBA Lição 5 - Paz de deus, antídoto contra as inimizades
 
O Propósito do Fruto do Espirito
O Propósito do Fruto do EspiritoO Propósito do Fruto do Espirito
O Propósito do Fruto do Espirito
 

Semelhante a O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz

25 out 2014
25 out 201425 out 2014
25 out 2014
Carla Machado
 
II Corintios cap 1,2,3. A luz da doutrina espírita
II Corintios cap 1,2,3. A luz da doutrina espíritaII Corintios cap 1,2,3. A luz da doutrina espírita
II Corintios cap 1,2,3. A luz da doutrina espírita
Andreia Quesada
 
A Guerra Espiritual:Como Superar Nestes Tempos Difíceis!
A Guerra Espiritual:Como Superar Nestes Tempos Difíceis! A Guerra Espiritual:Como Superar Nestes Tempos Difíceis!
A Guerra Espiritual:Como Superar Nestes Tempos Difíceis!
Dennis Edwards
 
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGRO aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
Gerson G. Ramos
 
Fp.4.4-8
Fp.4.4-8Fp.4.4-8
Fp.4.4-8
Allen Porto
 
A MAIOR MANIFESTAÇÃO DA IGREJA.docx
A MAIOR MANIFESTAÇÃO  DA IGREJA.docxA MAIOR MANIFESTAÇÃO  DA IGREJA.docx
A MAIOR MANIFESTAÇÃO DA IGREJA.docx
JosDavinson1
 
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefícios
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefíciosAs 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefícios
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefícios
Freekidstories
 
Filho meu, atenta para minha palavra!
Filho meu, atenta para minha palavra!Filho meu, atenta para minha palavra!
Filho meu, atenta para minha palavra!
megaedvania
 
As 4 leis_da_esp
As 4 leis_da_espAs 4 leis_da_esp
As 4 leis_da_esp
Marcos Luiz DA Silva
 
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John OwernSantificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
Silvio Dutra
 
Filho meu, atenta para minha palavra!
Filho meu, atenta para minha palavra!Filho meu, atenta para minha palavra!
Filho meu, atenta para minha palavra!
Edvania de Souza
 
7. Aula 7 de 9 - DOUTRINA DA PREDESTINAÇÃO E ELEIÇÃO.pdf
7. Aula 7 de 9 - DOUTRINA DA PREDESTINAÇÃO E ELEIÇÃO.pdf7. Aula 7 de 9 - DOUTRINA DA PREDESTINAÇÃO E ELEIÇÃO.pdf
7. Aula 7 de 9 - DOUTRINA DA PREDESTINAÇÃO E ELEIÇÃO.pdf
ssuser42c235
 
51. devemos amar uns aos outros
51. devemos amar uns aos outros51. devemos amar uns aos outros
51. devemos amar uns aos outros
pohlos
 
Pais e filhos_espirituais
Pais e filhos_espirituaisPais e filhos_espirituais
Pais e filhos_espirituais
Paulo Da Rocha
 
Treinamento PPT
Treinamento PPTTreinamento PPT
Treinamento PPT
Daniel LKTS
 
Para Conhecê-Lo (PC) - MM
Para Conhecê-Lo (PC) - MMPara Conhecê-Lo (PC) - MM
Para Conhecê-Lo (PC) - MM
Gérson Fagundes da Cunha
 
II corintios cap 6 e 7
II corintios cap 6 e 7II corintios cap 6 e 7
II corintios cap 6 e 7
Andreia Quesada
 
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
A cura das almas abatidas 2  -  Christopher LoveA cura das almas abatidas 2  -  Christopher Love
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
Silvio Dutra
 
Suplica dos dons do espírito santo
Suplica dos dons do espírito santoSuplica dos dons do espírito santo
Suplica dos dons do espírito santo
JMVSobreiro
 
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Gerson G. Ramos
 

Semelhante a O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz (20)

25 out 2014
25 out 201425 out 2014
25 out 2014
 
II Corintios cap 1,2,3. A luz da doutrina espírita
II Corintios cap 1,2,3. A luz da doutrina espíritaII Corintios cap 1,2,3. A luz da doutrina espírita
II Corintios cap 1,2,3. A luz da doutrina espírita
 
A Guerra Espiritual:Como Superar Nestes Tempos Difíceis!
A Guerra Espiritual:Como Superar Nestes Tempos Difíceis! A Guerra Espiritual:Como Superar Nestes Tempos Difíceis!
A Guerra Espiritual:Como Superar Nestes Tempos Difíceis!
 
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGRO aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
 
Fp.4.4-8
Fp.4.4-8Fp.4.4-8
Fp.4.4-8
 
A MAIOR MANIFESTAÇÃO DA IGREJA.docx
A MAIOR MANIFESTAÇÃO  DA IGREJA.docxA MAIOR MANIFESTAÇÃO  DA IGREJA.docx
A MAIOR MANIFESTAÇÃO DA IGREJA.docx
 
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefícios
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefíciosAs 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefícios
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefícios
 
Filho meu, atenta para minha palavra!
Filho meu, atenta para minha palavra!Filho meu, atenta para minha palavra!
Filho meu, atenta para minha palavra!
 
As 4 leis_da_esp
As 4 leis_da_espAs 4 leis_da_esp
As 4 leis_da_esp
 
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John OwernSantificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
Santificação – Uma Obra Vitalícia - John Owern
 
Filho meu, atenta para minha palavra!
Filho meu, atenta para minha palavra!Filho meu, atenta para minha palavra!
Filho meu, atenta para minha palavra!
 
7. Aula 7 de 9 - DOUTRINA DA PREDESTINAÇÃO E ELEIÇÃO.pdf
7. Aula 7 de 9 - DOUTRINA DA PREDESTINAÇÃO E ELEIÇÃO.pdf7. Aula 7 de 9 - DOUTRINA DA PREDESTINAÇÃO E ELEIÇÃO.pdf
7. Aula 7 de 9 - DOUTRINA DA PREDESTINAÇÃO E ELEIÇÃO.pdf
 
51. devemos amar uns aos outros
51. devemos amar uns aos outros51. devemos amar uns aos outros
51. devemos amar uns aos outros
 
Pais e filhos_espirituais
Pais e filhos_espirituaisPais e filhos_espirituais
Pais e filhos_espirituais
 
Treinamento PPT
Treinamento PPTTreinamento PPT
Treinamento PPT
 
Para Conhecê-Lo (PC) - MM
Para Conhecê-Lo (PC) - MMPara Conhecê-Lo (PC) - MM
Para Conhecê-Lo (PC) - MM
 
II corintios cap 6 e 7
II corintios cap 6 e 7II corintios cap 6 e 7
II corintios cap 6 e 7
 
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
A cura das almas abatidas 2  -  Christopher LoveA cura das almas abatidas 2  -  Christopher Love
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
 
Suplica dos dons do espírito santo
Suplica dos dons do espírito santoSuplica dos dons do espírito santo
Suplica dos dons do espírito santo
 
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
 

Mais de Cleudson Corrêa

QVCC12 o dom espiritual de administração ou governo
QVCC12   o dom espiritual de administração ou governoQVCC12   o dom espiritual de administração ou governo
QVCC12 o dom espiritual de administração ou governo
Cleudson Corrêa
 
QVCC 11 o dom espiritual de liderança
QVCC 11   o dom espiritual de liderançaQVCC 11   o dom espiritual de liderança
QVCC 11 o dom espiritual de liderança
Cleudson Corrêa
 
QVCC - 10 o dom espiritual de ensino
QVCC - 10   o dom espiritual de ensinoQVCC - 10   o dom espiritual de ensino
QVCC - 10 o dom espiritual de ensino
Cleudson Corrêa
 
QVCC - 09 o dom espiritual de exortação
QVCC - 09   o dom espiritual de exortaçãoQVCC - 09   o dom espiritual de exortação
QVCC - 09 o dom espiritual de exortação
Cleudson Corrêa
 
QVCC - 08 Dom espiritual de profeta
QVCC - 08   Dom espiritual de profetaQVCC - 08   Dom espiritual de profeta
QVCC - 08 Dom espiritual de profeta
Cleudson Corrêa
 
QVCC - 07 O dom espiritual de contribuir repartir
QVCC - 07   O dom espiritual de contribuir   repartirQVCC - 07   O dom espiritual de contribuir   repartir
QVCC - 07 O dom espiritual de contribuir repartir
Cleudson Corrêa
 
QVCC 06 - o dom espiritual de misericórdia
QVCC   06 - o dom espiritual de misericórdiaQVCC   06 - o dom espiritual de misericórdia
QVCC 06 - o dom espiritual de misericórdia
Cleudson Corrêa
 
Comunhão e mutualidade
Comunhão e  mutualidadeComunhão e  mutualidade
Comunhão e mutualidade
Cleudson Corrêa
 
A ressurreição de jesus cristo
A ressurreição de jesus cristoA ressurreição de jesus cristo
A ressurreição de jesus cristo
Cleudson Corrêa
 
Qvcc 04 o dom espiritual do serviço ou ministério
Qvcc 04   o dom espiritual do serviço ou ministérioQvcc 04   o dom espiritual do serviço ou ministério
Qvcc 04 o dom espiritual do serviço ou ministério
Cleudson Corrêa
 
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituaisQvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Cleudson Corrêa
 
Qvcc 02 - O Que São Dons Espirituais - A Vontade de Deus para Cada um
Qvcc   02 - O Que São Dons Espirituais - A Vontade de Deus para Cada umQvcc   02 - O Que São Dons Espirituais - A Vontade de Deus para Cada um
Qvcc 02 - O Que São Dons Espirituais - A Vontade de Deus para Cada um
Cleudson Corrêa
 
Qvcc 01 - introducao - a vontade de deus para cada um
Qvcc   01 - introducao - a vontade de deus para cada umQvcc   01 - introducao - a vontade de deus para cada um
Qvcc 01 - introducao - a vontade de deus para cada um
Cleudson Corrêa
 
Qvcc 05 O dom espiritual de ajuda ou socorro
Qvcc 05   O dom espiritual de ajuda ou socorroQvcc 05   O dom espiritual de ajuda ou socorro
Qvcc 05 O dom espiritual de ajuda ou socorro
Cleudson Corrêa
 
Cultivando a Comunidade
Cultivando a ComunidadeCultivando a Comunidade
Cultivando a Comunidade
Cleudson Corrêa
 
Igreja Projeto de Deus
Igreja Projeto de DeusIgreja Projeto de Deus
Igreja Projeto de Deus
Cleudson Corrêa
 

Mais de Cleudson Corrêa (16)

QVCC12 o dom espiritual de administração ou governo
QVCC12   o dom espiritual de administração ou governoQVCC12   o dom espiritual de administração ou governo
QVCC12 o dom espiritual de administração ou governo
 
QVCC 11 o dom espiritual de liderança
QVCC 11   o dom espiritual de liderançaQVCC 11   o dom espiritual de liderança
QVCC 11 o dom espiritual de liderança
 
QVCC - 10 o dom espiritual de ensino
QVCC - 10   o dom espiritual de ensinoQVCC - 10   o dom espiritual de ensino
QVCC - 10 o dom espiritual de ensino
 
QVCC - 09 o dom espiritual de exortação
QVCC - 09   o dom espiritual de exortaçãoQVCC - 09   o dom espiritual de exortação
QVCC - 09 o dom espiritual de exortação
 
QVCC - 08 Dom espiritual de profeta
QVCC - 08   Dom espiritual de profetaQVCC - 08   Dom espiritual de profeta
QVCC - 08 Dom espiritual de profeta
 
QVCC - 07 O dom espiritual de contribuir repartir
QVCC - 07   O dom espiritual de contribuir   repartirQVCC - 07   O dom espiritual de contribuir   repartir
QVCC - 07 O dom espiritual de contribuir repartir
 
QVCC 06 - o dom espiritual de misericórdia
QVCC   06 - o dom espiritual de misericórdiaQVCC   06 - o dom espiritual de misericórdia
QVCC 06 - o dom espiritual de misericórdia
 
Comunhão e mutualidade
Comunhão e  mutualidadeComunhão e  mutualidade
Comunhão e mutualidade
 
A ressurreição de jesus cristo
A ressurreição de jesus cristoA ressurreição de jesus cristo
A ressurreição de jesus cristo
 
Qvcc 04 o dom espiritual do serviço ou ministério
Qvcc 04   o dom espiritual do serviço ou ministérioQvcc 04   o dom espiritual do serviço ou ministério
Qvcc 04 o dom espiritual do serviço ou ministério
 
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituaisQvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
 
Qvcc 02 - O Que São Dons Espirituais - A Vontade de Deus para Cada um
Qvcc   02 - O Que São Dons Espirituais - A Vontade de Deus para Cada umQvcc   02 - O Que São Dons Espirituais - A Vontade de Deus para Cada um
Qvcc 02 - O Que São Dons Espirituais - A Vontade de Deus para Cada um
 
Qvcc 01 - introducao - a vontade de deus para cada um
Qvcc   01 - introducao - a vontade de deus para cada umQvcc   01 - introducao - a vontade de deus para cada um
Qvcc 01 - introducao - a vontade de deus para cada um
 
Qvcc 05 O dom espiritual de ajuda ou socorro
Qvcc 05   O dom espiritual de ajuda ou socorroQvcc 05   O dom espiritual de ajuda ou socorro
Qvcc 05 O dom espiritual de ajuda ou socorro
 
Cultivando a Comunidade
Cultivando a ComunidadeCultivando a Comunidade
Cultivando a Comunidade
 
Igreja Projeto de Deus
Igreja Projeto de DeusIgreja Projeto de Deus
Igreja Projeto de Deus
 

O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz

  • 1.
  • 3. Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo. 1Co 12.27
  • 4.
  • 5.
  • 6. 1 Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine. 2 Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei. 3 E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará. 4 O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, 5 não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; 6 não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; 7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1Co 13.1-7
  • 7.
  • 8. “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros.”(Jo 13.35) “O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.”(Jo 15.12) “Ora, temos, da parte dele, este mandamento: que aquele que ama a Deus ame também a seu irmão”(1 Jo 4.21) “O ódio excita contendas, mas o amor cobre todas as transgressões”(Pv 10.12) “Por isso, te digo: perdoados lhe são os seus muitos pecados, porque ela muito amou; mas aquele a quem pouco se perdoa, pouco ama. ”(Lc 7.47) “Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados”(1 Pe 4.8) “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros.”(Jo 13.35)
  • 9. Somente o amor de Deus foi capaz de buscar o bem da humanidade decaída. A palavra amor no Novo Testamento é um banquete de amor que nos é oferecido por Deus através do Espírito Santo. Somente o amor de Deus, foi capaz de buscar o bem de uma perdida humanidade. A palavra amor no Novo Testamento é um sentimento inspirado por Deus através do Espírito Santo.
  • 10. 4 Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai- vos. 5 Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor. 6 Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. 7 E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus. 8 Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. 9 O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco. Fp 4.4-9
  • 11.
  • 12. As circunstâncias da vida não podem apagar a nossa alegria espiritual em Cristo. Precisamos viver com alegria mesmo em meio as provações da vida 2 Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, 3 sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. 4 Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes. Tg 1.2-4
  • 13. Somente o Espírito Santo pode produzir uma alegria abundante em nossos corações quando enfrentamos fraquezas, provações, disciplina divina ou privações. O apóstolo Paulo era um homem que conhecia bem as facetas do Espírito Santo e quem tiver dúvidas a respeito dessa questão basta ler 2Co 11.23-28. As privações da vida não podem roubar a alegria da nossa adoração a Deus. Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam. At 16.25
  • 14. Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor, Hb 12.14 eirhnh Mwlv shalom significa tudo quanto contribui para o bem total do ser humano, ou seja, a saúde, o bem-estar, a riqueza, a fama, o contentamento e a justiça. eirene é traduzida como paz, aparece 88 vezes e em todos os livros, significando essencialmente um sentimento inspirado pelo Espírito Santo que no faz viver em harmonia com as pessoas e com o nosso eu.
  • 15. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus. Fp 4.7
  • 16. A paz é o instrumento do espírito santo que nos ensina a viver bem com as pessoas A igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número. At 9.31 esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz; Ef 4.3 “Façam o possível, até onde depender de vocês, para viverem em paz com todos”
  • 17. A paz é o elemento do fruto do Espírito que exige muita fé e extrema dependência do poder de Deus. Ela depende da sabedoria que vem do alto. A Bíblia ensina uma verdade impactante: “A sabedoria que vem do céu é antes de tudo pura; e é também pacifica, bondosa e amigável. Ela é cheia de misericórdia, produz uma colheita de boas ações, não trata os outros pela sua aparência e é livre de fingimento” (Tgo 3.17 – NTLH
  • 18. Vamos exercitar o AMOR! Vamos transbordar de ALEGRIA! Vamos viver no gozo da PAZ!

Notas do Editor

  1. Estamos estudando em nossos encontros, as Terças-feiras sobre dons, com base no livro “Quem é Você no Corpo de Cristo” de autoria da missionária Lida Edmonia Knight, e nesta série estamos aprendendo que todos os servos de Deus têm dons.
  2. Já passamos pelo 4º estudo De fato tem sido encontros muito proveitosos, você deve informar-se com os que estão participando, Paralelo a este, em nossos encontros dominicais, meditaremos na série “O FRUTO DO ESPÍRITO SANTO”, sendo hoje o segundo encontro desta série,
  3. Eu com Deus - O Espírito Santo coloca o amor de Deus em nosso coração, a alegria dele em nossa alma e e a paz de Deus em nossa mente Eu com o próximo - O Espírito produz em nós a longanimidade, a benignidade e a bondade, como três degraus em nossa atitude para com os outros. A ternura do trato Eu comigo - O Espírito trabalha no nosso caráter promovendo a fidelidade nos tratos e votos, a mansidão que nos dá força interna para o controle de nossas energias e o domínio próprio que é o senhorio sobre nossa língua, pensamentos, apetites e paixões
  4. A palavra amor é muito importante na Bíblia, pois é repetida 282 vezes. A Palavra de Deus exige que amemos o nosso próximo como a nós mesmos depois de procurar amar o próprio Deus em primeiro lugar (Deuteronômio 6:5; Marcos 12:30). O amor não é uma opção, é uma imposição da graça de Deus, pois a Bíblia declara que Deus é amor (I Joao 4:8). A palavra amor é interessante nas Escrituras, pois além de ser um sentimento profundo atribuído à Deus, possui sérias implicações teológicas. Primeiro, o amor é um sinal e uma prova de fé (I João 3:10 e 4:7-8). Segundo, o amor ao irmão deriva do amor de Deus (I Joao 4:10-12); terceiro, porque o amor é o mandamento mais importante de Jesus (Marcos 12:30-31); quarto, porque viver ou vivenciar o amor significa observar a lei (João 14:23-24).
  5. O amor enquanto ELEMENTO DO fruto do Espírito Santo nos faz querer bem a Deus, e isso vai refletir, veremos mais adiante, na série, em cuidado para com o nosso próximo, a nós mesmos e, até me aos nossos inimigos.   o amor enquanto elemento do fruto do espírito santo nos incentiva e nos estimula a buscar mais a Deus, pois, a partir do momento em que eu aprender amar a Deus acima de todas as coisas e buscar, primeiro o reino de Deus, receberemos o acréscimo de todas as outras coisas   Quem verdadeiramente tem AMOR, focado em Deus, tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta (I Coríntios 13:7).   Quem ama de verdade não é invejoso, leviano, soberbo, indecente, interesseiro, irritadiço, desconfiado, injusto e incoerente (I Coríntios 13:4-5).  
  6. O amor é a marca que nos identifica como discípulos de Jesus.  ... Nisto... O amor é o mandamento maior de Jesus para cada um de nós.  ... O meu... Ora, temos...... A Bíblia ensina que o profundo amor cobre muitas transgressões, ou seja, perdoa muitos pecados nossos.  o ódio...
  7. Quem tem ELEMENTO amor no seu coração fará sacrifícios voluntários para o louvor da glória de Deus Quem não ama as pessoas a este ponto não é nascido de Deus ou não amadureceu na fé cristã.
  8. A palavra alegria parece muito importante na Bíblia, pois é citada 148 vezes, enquanto o verbo alegrar, nas suas variadas formas ou tempos é citado 159 vezes. No Novo Testamento Grego a palavra alegria significa deleite, jubilo, prazer, gozo. Mas que tipo de alegria? Alegria abundante.
  9. O elemento do fruto do Espírito Santo chamado alegria ou gozo significa a alegria que vence a depressão e a angustia; alegria que vence o abatimento e o sentimento de derrota; alegria da volta (de alguém muito querido e esperado); alegria sem consequências. Este elemento chamado alegria implica alegrar-se em qualquer situação da vida sem ficar com raiva de Deus ou do seu reino.
  10. 1. O apóstolo Paulo ensina que a nossa fé não pode ser destruída pelas circunstâncias difíceis da nossa vida porque o Espírito Santo nos faz sentir profunda alegria em Deus quando tudo parece perdido (veja o verso 4). Alegrai-vos...   2. O apóstolo Paulo ensina que a ansiedade não pode matar a alegria nossa de ter Jesus como Senhor e provedor de todas as coisas que carecemos (versos 6-7). Não andeis ansiosos... ... 1. Tiago nos ensina que devemos nos viver felizes quando passarmos por todo tipo de provação (aflição), pois a fonte da nossa alegria é uma fé firme em Jesus que nos faz vencer as provações e produz em nosso corações uma grande perseverança (veja os versos 2-4).   2. Tiago nos ensina que quem duvida da intervenção divina em meio as provações da vida, nada receberá de Deus. E mais: não experimentará nenhuma alegria no seu coração, pois quem não tem firmeza de propósito espiritual não sabe o que fazer da sua vida (versos 5-8)   3. Tiago nos ensina que devemos ser felizes nas aflições da vida permanecendo fieis a Jesus. Só seremos aprovados por Deus se houver fidelidade e alegria em nossos corações (versos 10-12).
  11. Basta olhar para a narrativa de (Atos 16:16-26) o que aconteceu com Paulo e Silas... V 25 - Quando o Espírito Santo produz alegria em nossos corações nos momentos de privação, as nossas orações e os nossos hinos cantados causam impacto no coração de Deus e dos homens. O elemento do fruto do Espírito chamado alegria significa viver abundantemente, desfrutar confiantemente da vida. A alegria que vem do Espírito Santo nos ajuda a vencer a depressão que nos ameaça todos os dias. A alegria que vem de Deus nos conduz a ELE e assim, nos capacita a vencer qualquer abatimento profundo da alma . A alegria que vem de Deus fortalece a nossa alma (Neemias 8:10). A alegria que vem do Espírito Santo consola o nosso coração (II Coríntios 1:3-6).
  12. O elemento do fruto do Espírito chamado paz é extremamente desafiador. Na Bíblia, a palavra paz traz a ideia de plenitude, vigor e integridade. O Espírito Santo cuida bem da nossa vida emocional. Tanto é que a paz é uma profunda quietude do coração firmada na convicção de que Deus está no comando de todas as coisas. Os Crentes em Cristo sabem que a paz é obra do Espírito Santo e tudo fazem para viver em paz com as pessoas. Eles sabem que precisam promover a paz em todos os lugares, principalmente na igreja de Cristo. O texto de Hebreus 12:14 é interessante, pois começa dizendo: “Esforcem-se para viver em paz com todos...”
  13. a paz é a serenidade que o espírito santo derrama em nossos corações mediante a fé que depositamos em jesus e na sua providência (isaías 26:3; filipenses 4:7) 1. Paz significa capacidade que o Espírito Santo nos dá para superarmos a ansiedade e os conflitos existenciais nas horas difíceis desta vida. 2. A paz de Deus produz uma serenidade inexplicável nos momentos de perseguição, de aflição, de forte sofrimento físico, psicológico ou espiritual. 3. O apóstolo Paulo disse como esta paz funciona, em II Coríntios 4:8-9: “A toda hora e em toda parte passamos por dificuldade, mas não somos derrotados; temos dúvidas, mas não desanimamos. Somos perseguidos, mas não abandonados. Às vezes somos feridos, mas não destruídos” (Novo Testamento Fácil de Ler). 4. Somente a paz, fruto do Espírito Santo, pode colocar em nossos corações o sentimento de segurança diante da proteção de Deus (Veja Salmo 91:1-6).
  14. A PAZ É O INSTRUMENTO DO ESPÍRITO SANTO QUE NOS ENSINA A VIVER BEM COM AS PESSOAS (Romanos 12:17-21; Efésios 4:3) 1. Sem paz a igreja de Cristo não cresce e o reino de Deus não se expande (Atos 9:31).   2. Sem paz não podemos manter a unidade do reino de Deus neste mundo (Efésios 4:3). 3. A paz de Deus proporciona concórdia e harmonia entre as pessoas. Foi por causa da eficácia desse fruto do Espírito que o apóstolo Paulo aconselhou a Timóteo da seguinte forma: “O servo do Senhor não deve brigar. Ele deve ser gentil com todas as pessoas, competente para ensinar, e paciente. Ele também deve instruir com mansidão os que estão contra ele. talvez Deus mude o coração deles para que possam conhecer a verdade e voltar a ser sensatos”. (II Timóteo 2:22-26 – Novo Testamento Fácil de Ler). 4. Os crentes em Cristo tem o dever espiritual e moral de promoverem a paz na igreja, no mundo, na família, no local de trabalho, na universidade, em qualquer lugar. O apóstolo Paulo foi tremendo quando ensinou a verdade deste fruto do Espírito, em Romanos 12:18: “Façam o possível, até onde depender de vocês, para viverem em paz com todos” (Novo Testamento Versão Fácil de Ler).
  15. Eu com Deus - O Espírito Santo coloca o amor de Deus em nosso coração, a alegria dele em nossa alma e e a paz de Deus em nossa mente